na viajem se exibindo foi fodida ao lado do marido


Transformei meu maridinho em corno na viajem

Bom primeiro vou me apresentar meu nome e Daniele, sou loirinha magrinha com os peitos fartos, um quadril largo e cintura fininha, casada a 7 anos com um homem de 1,80 Mt, com corpo malhado o nome de é Gilberto. Moramos no Rio de janeiro nos amamos muito, mas meu marido tem uns fetiches estranhos, vive pedindo pra eu cornear ele, nas nossas transas percebo que ele fica mais excitado quando imaginamos um outro macho me fudendo e ele olhando ou participando, pede pra eu sair sempre usando roupas bem decotadas mostrando o biquinhos dos meus peitinhos, usar calcinhas fio dental marcando em minhas roupas, ele insiste tanto que acabo fazendo a vontade dele ate porque quando ele chega em casa ele acaba me dando um trato melhor rsrs.

Tínhamos uma viajem programada para janeiro com alguns casais de amigos e outros dois amigos solteiros que iriam conosco para o nordeste, ficaríamos todos em uma mesma casa.

O meu futuro corninho já se animou ele fez questão de comprar umas roupinhas novas pra mim sempre bem curtinhas e decotadas, chegou o dia da viagem, pegamos o mesmo vôo todos bem descontraídos, chegando no local vimos que a casa não dispunha de mais que dois quartos e uma sala media, dois dos casais que estavam conosco já chegaram pegando cada um, um quarto, pra nós sobrou dividir a sala com os dois solteiros, tudo oque o meu maridinho queria.

Arrumamos as coisas e nos preparamos pra curtir aquela primeira noite, já pra provocar meu maridinho escolheu minha roupinha: uma sainha branca rodada de um tecido bem fininho e bem curtinha, uma calcinha de renda na cor salmão sem forro, uma blusinha de alcinha também de um tecido bem leve que marcava muito os bicos dos meus peitinhos, pra provocar ainda mais coloquei uma sandália de salto que empinou ainda mais minha bundinha. Quando sai do banheiro já arrumada os rapazes já estavam na sala arrumados e bebendo com meu marido e os outros casados um já com a esposa também, os machos me deram uma secada de cima a baixo e por um instante param de conversar ficando todos em silencio eu fiquei ate envergonhada, a Cristina uma das esposas foi que quebrou o gelo dizendo nossa esses homens parecem que nunca viram mulher bonita quando eu sai do quarto tiveram a mesma reação todos começaram a rir e voltaram a conversar logo em seguida chega o Daniel com sua esposa estava linda também.

Fomos curtir a noite em uma boate da cidade, percebi que Paulo um dos solteiros que foi não tirava os olhos dos meus peitos, ele até que era muito bonito alto, forte com o corpo muito bem definido, mulato eu dei uma olhadinha disfarçada e deu pra eu ver que ele tinha um belo volume.

A noite corria tudo muito bem já estávamos bastantes alegres e bem soltinhos com o efeito do álcool eu deixava minha perninhas meio abertas com a sainha para cima de forma que minha calcinha ficava bem amostra os solteiros faziam questão de ficarem ao meu lado o tempo todo e meu corninho fingindo que não estava percebendo nada os dois casais foram pra pista dançar deixando nos quatro sozinhos na mesa, Paulo em um determinado momento pede ao meu maridinho se podia dançar comigo, claro imediatamente ele permitiu, era um forrozinho que estava rolando e quando Paulo me pegou pela cintura me puxou para perto de seu corpo pude sentir o volume em minha barriguinha que foi uma delicia, ele educadamente no ambiente escurinho começou a fazer elogios ao meu corpo e eu sorria e agradecia.

Ele então perguntou seu marido não se importa que você se vista assim, perguntei assim como? Ele respondeu bem você sabe, você além de muito linda esta bem ousada e isso meche com a fantasia dos homens, sério? Nunca pensei nisso muito obrigada pelo elogio, mas meu marido sabe a esposa que tem e pra falar a verdade ele prefere que eu me vista desse jeito, deve mexer com as fantasias dele também. Percebi a mão do Paulo descendo um pouquinho mais da minha cintura para minha bundinha, fiz um charminho e retirei a mão dele que deu um sorrisinho e fingiu que nada aconteceu, pra puxar assunto o safado disse seu perfume é muito bom sabia, posso senti-lo melhor? Eu disse sim nesse momento ele colou seu nariz e boca em meu pescoço me fazendo arrepiar e soltar um suspirinho, o safado deu um sorrisinho e me puxou mais pra perto dele a musica parou e voltamos para a mesa.

Ao chegar na mesa vi quando Paulo deu uma piscadinha pra seu irmão Roberto e um sorrisinho, meu maridinho me chamou para ir ao banheiro sabia que ele queria falar comigo, logo no meio da multidão ele me parou e perguntou e ai como foi ? Eu contei para ele que Paulo só me fez elogios e cheirou meu pescoço e tentou passar a mão em minha bundinha mas que eu não deixei, mas que pude sentir o pau do Paulo tocando em minha barriga e que estava muito duro nessa hora o meu corninho me puxou e me deu um beijo gostos logo em seguida me falou se divirta ok? Eu só sorri e disse acho que vou realizar seu sonho hoje e voltamos para a mesa.

Os outros casais também já haviam retornado e estavam todos muito bêbados falando varias sacanagens, eu mais uma vez dando palinha de calcinha e agora com todos bem bêbados eu ainda deixava cair a alcinha da minha blusinha ficando segura apenas pelo biquinho do meu peitinho.

Já era quase três horas da manhã quando um dos casais falou estou cansada vamos volta pra casa para podermos acordar cedo amanha e curtir bastante? Todos concordaram menos o Roberto que disse vou ficar um pouco mais, fomos pra casa os casais foram para seus quartos eu entrei para o banheiro e fui colocar minha roupinha de dormir um shortinho bem larguinho e transparente na cor pérola com uma calcinha fio dental branca de renda que apesar de está coberta pelo shortinho ficava totalmente amostra devido a transparência do short, uma blusinha de seda marcando meus peitinho e bem decotada, Paulo já bêbado não se importava com a presença do meu corninho e me secava na maior cara de pau, e eu é claro adorando ficava de quatro arrumando as nossas camas no chão deixando meus peitinhos aparecerem, como a sala era pequena tive que arrumar os colchões um ao lado do outro, apaguei a luz e fui me deitar meu maridinho deitou no canto e virou para o lado entendi oque ele queria me abracei com ele de costas para o Paulo logo ele fingiu que estava dormindo e roncando Paulo então perguntou o Gilberto já esta dormindo? Respondi quando ele bebe dorme muito rápido.

Como estava calor não nos cobrimos deitei de ladinho e sabia que minha bucetinha ficaria a mostra depois de um tempo todos estavam imóvel pude sentir Paulo se encostando em mim de vagar como não reagi ele se encostou um pouco mais, logo em seguida pude sentir seu pau duro sobre o calção encostando em minha bundinha facilitei um pouquinho e empinei a minha bundinha para ele, ele entendeu colocou o pau pra fora e colou em minha bucetinha como eu estava muito molhada e a calcinha era bem pequenina não precisei nem chegar a calcinha para o lado o dava pra eu sentir o pau do Paulo, era bem volumoso, muito quente e duro, ele foi forçando lentamente até entrar por completo, nesse momento ele começou a beijar meu pescoço e fazer movimentos lentos eu não estava agüentando não poder gemer, comecei a masturbar meu corninho de ladinho sem o Paulo perceber, depois não aguentei me levantei peguei aquele cacete com as mãos, foi uma maravilha podia sentir as veias dilatadas e coloquei na boca chupei como quem chupa um sorvete, ele não aguentou muito e gozou na minha boca eu podia sentir os jatos de porra batendo no fundo da minha garganta, chupei até a ultima gota, logo em seguida ele me colou deitada com as pernas abertas chegou meu shortinho e calcinha para o lado e começou a chupar minha bucetinha depilada, não aguentei e comecei a gemer baixinho, a língua dele era muito gostosa e eu já havia gozado umas três vezes, sem perceber eu já estava gemendo alto sem me importar com meu marido dormindo ao lado, Paulo então me colocou de quatro e começo a socar em minha buceta com muita força e rápido, der repente pude sentir o pau do Paulo latejando dentro de mim gozando jatos de porra quente que escorriam pelas minhas pernas quando pau amoleceu ele se deitou ao meu lado eu coloquei minha calcinha cobrindo minha bucetinha e fui acabar de chupar e limpar o resto de sêmen que saia daquele pau lindo não demorou e cresceu novamente continuei mamando ele começou a gozar mais uma vez em minha boca como era muita porra me engasguei ele então tirou um pouco da minha boquinha e começou a se masturbar jogando a porra que saia na minha cara e nos meus peitinhos, quando terminou ele disse vou buscar meu irmao que já deveria ter retornado e saiu eu aproveitei pulei em cima do meu corninho que estava de pau duro só esperando sua vez, ele pediu pra eu acender a luz que queria me ver quando acendi ele me viu a com a cara, os cabelos e os peitinhos cheios de porra me deu um beijo longo e demorado e começou a gozar sem me penetrar, logo em seguida me colocou de pernas abertas e começou a chupar minha buceta ainda com a porra do Paulo e metia a língua em mim parecendo que queria entrar por dentro de mim eu então falava baixinho em seu ouvido vai corninho chupa essa bucetinha que acabou de ser fodida chupa tudo seu corno otário, viadinho e enquanto eu humilhava ele falando essas coisas ele gozou mais uma vez não aguentei aquilo e gozei também na boca do meu corninho, ele ainda meteu em mim não sei como aguentei depois de ter sido comida pelo Paulo eu já estava toda assado, fomos dormir e vi quando Paulo chegou com seu irmão o safado veio me comer mais uma vez mas isso eu conto depois. Escrivão votem pra eu continuar contando como foi esses dez dias de viajem .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/04/2019 07:11:48
Uma delícia. Você parece ser bem gostosinha
15/04/2019 06:39:22
Bem excitante
15/04/2019 01:13:20
Maravilhosa, tua história!

Online porn video at mobile phone


eu quero pornografia pornografia as meninas redondo com sua vida achando tudo grandedou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaoloiro da cicatriz que eu amoxvidios outros purai favoritoslevantei o vestido dela no beco e plantei rola x videodogs adestrado para zoofiliajuliana de bonanca fudendo pornofoto devigilante pintudocoroa recebendo pica de 30 cm do negão chorando no aventalcontos lesbicos com buceta greluda encaixada na outra at gozar gostosopai pegou eu e meu irmao gay no sexo e entrol no sexowww.xvideos-gaysinho peniz montro.comporno pagando dívida com a mulher e a mae5 contonamorado de pau cabeçudo arrebenta o cabaço da namoradabritadeira sem limite xvidecontos comi a catadora velha o cu no chao Contos de putaria de novinha dando para o cara da rola cabeçuda sem o noivo perceberxvideos.meninas.sedo.esto.padas.afosaMinha tia fez boquete pra mim relatomirtes dando a buceta na igrejarelatos selvagens de zoofilia com cachorroPORNO DOIDOMAEBEBAas cunhanda dodo pro cunhandofùdendo minha irmã gostosaconto eróticos voyeur vizinha dos fundosvarias mulheres nuas no meio da grama mexendo na buçetaContos eroticos o comedor do soniferocontos eróticos esposa ficou bebada marido distraiuconto erotico velha casada banca negao pirocudotia morenada bunda grande lavano a bucetawww.xvideosmenina nordeste gozandocontos professor novinhaxvidios de magras novinhas nova firgen estrupadawww.xvideos.com menor na hidromassagem delicada sozinha na banheiraNovinhas.dando.pra.rinoseronte.com.rola.grande.xvideos.comcache:SYwHO_7iEWYJ:zdorovsreda.ru/texto/201607485 pornodoido mae gostosa no hotel e aquela fudidinhaneta sentindo opau du avo durocontos erotikos menina novinha troca os cabacos por docesVoltei para casa toda arregaçada e cheia de porraver vidos de coroas bem gg de shotinhoMeu pai é meu padrasto ele é tarado parte9mundobicha chupando pau na infanciacontos btincando esconde com a novinhavidio porno novas com.cavalo dominando apenetraçao gozoconto gay novinho de tramandai.rsUma coroa evagelica fudedo de saia cupridavideos sexo caseiro facio assecocasa dos contos tema scarconto erotico minha mae é uma piranhaeu perguntei pro meu pai como era fazer sexo de frango assado meu pai disse pra mim filha vamos pro meu quarto eu vou fuder sua buceta de frango assado conto eróticohomossexualidade e voierver relatos verdadeiro cheirava as calcinhas da minha primacontos erótico de massagitas dotados comendo madames e ninfetasvidiopornodemulhe dabucetaenchadacontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramContos erotico fazendeira nova seduzindo o caseiro bem dotadopegol oirmao batendo puhentaconto porno apaixonado pelo meu primo brutamontesenrabei a baininha contosxvideo mulher arobando a buceta i o cu. ate gosamenina gostosa bumbum de tanajura gostosa deliciosa com priquito de Fora raspado inchadoabixa xisvidioconto erotico viado novinho vira escravo do coroa dominadorfiho nervozo desconta na mae putariabrasileiraContos Eróticos Skatistaisso viadinho chupa minha rola engole tudo logo vai engolir ela toda nesde cuzinho apertadoincesto com meu vô contosContos eroticos , o sobrinho do meu maridoporno negue pintao comend buctimagens de conto de peguei meu filho cheirando minhas cuecasContos eroticos cu de mulher de bebado nao tem donoContos edoticos da.dk nbanho no meu filhoolhos de um moreno Lombradosites porno contos eroticos de incesto mae ver o pau duro do filho fica com tesao com a buceta toda meladanariz estourando a tanga vídeosNovosContos fudendo com velho tarados pauzudofudendo a matasrta