Minhas mulheres


Um conto erótico de carinho
Categoria: Homossexual
Data: 09/02/2019 20:22:49
Nota -

Era uma reunião familiar. Um primo próximo aproveitaria a ocasião para nos apresentar a nova namorada, como os parentes mais comunicativamente engajados já haviam nos informado.

Uma vez no local de confraternização, demos, de bom espírito, as boas-vindas a uma mulher jovem, loira, de olhos claros e sorriso sucinto, sendo, nas entrelinhas, expansivo. Se chamava Tereza, tinha recém-chegados 21 anos e era estagiária num escritório de advocacia.

Teve uma postura tímida, chegando ao nível de canhestra. De qualquer maneira, seu rosto alçava o sublime, transparecia um sexo visceral e, ao mesmo tempo, uma paz etérea.

Eu, não.

Sou uma mulher adulta, já com 27 anos, professora universitária, independente e solteira. Sou carrancuda, até mesmo feia. Meu rosto é contraído e impassível. Sei, porque meu reflexo diz.

Normalmente, nestes eventos familiares, há despojamento ilimitado, não obstante eu adote o comportamento sóbrio necessário às minhas funções.

Todos estavam tagarelando, num há muito conhecido estágio de ebriedade, quando o tema da conversa repentinamente se voltou ao trabalho. Logo um tio comentou:

- Tereza, tu tens uma companheira de curso! Olga é pós-graduada em Direito e trabalha como professora universitária – exclamou, num descontraído sobressalto. Eu sorri discretamente, e, percebendo o olhar irrefletido que Tereza me lançou, tracei com a mão um leve aceno.

Pela proximidade e pela intimidade construída como uma ponte, por meu tio, entre mim e Tereza, engatamos numa conversa um tanto informal sobre os rumos do nosso curso superior, sobre como cheguei ao meu atual cargo e sobre os encargos que esta formação traz consigo.

- Mas, veja, minha querida, o caminho é extenso, mas excitante. Tu tens um mar de possibilidades. Só precisa se dedicar a uma. – eu disse, ante a insegurança de minha nova conhecida. – Mas agora, se tu me deres licença, vou atrás dum pouco de café. Traz conforto.

- É claro! Acho que vou contigo. – adentramos a cozinha e seguimos falando a respeito de trabalho e Universidade.

- Olga, você poderia me dar o seu número de telefone? Seria bom conversar com alguém da minha área, com experiência...

- Podes anotar agora? Entendo completamente a tua necessidade. – já estávamos voltando a sala. Encerrei a conversa falando o número de telefone.

- Bom, o tempo que estive com vocês foi ótimo, como sempre o é. Agora, se me dão licença, preciso ir pra casa.

Dei um abraço em cada um dos presentes, incluindo Tereza, e assim fui-me pra casa.

Estava apressada. Uma aluna da Universidade com a qual eu tinha um relacionamento aberto, a minha querida Eloise, havia me convidado pra um encontro. Fui até minha casa, para o banho e o aprontamento. Uma vez arrumada, num vestido preto justo, pouco acima dos joelhos, fui ao encontro de Eloise, num bar alternativo nos arredores da cidade.

- olhe só! Como estás linda, professora! – dei um longo beijo na boca de minha aluna, enquanto ela firmemente segurava meu queixo.

- nosso reencontro é digno. Além do mais, estava com saudades desses beijos que só tu sabes dar, Eloise.

- me tens agora. Total e inteiramente. Bebamos em tributo à (nossa) noite! – nos sentamos numa mesa, mesclando letra e saliva, fincando palavras às nossas bocas, uma e outra vez, repetidamente. Num desses instantes, pergunto se ela atualmente está se envolvendo com mais alguém.

- sim. Lembras de Aline, com quem sento junto amiúde? Olga, tu tens que conhecê-la, se é que me compreendes! Os trejeitos brandos contrastam perfeitamente com o ar felino e fogoso que ela tem, quando está na minha cama. É a quintessência da impetuosidade, em momentos convenientes. – a descrição me fez pensar no dia em que conheci Eloise, feita às canhas, pura tal qual o campo onde nasceu e cresceu. A metamorfose tirou-lhe o ar de graça; e fez da donzela a mundana, entorpeceu a virtude e fez irradiar vício, mas com imponência. Que bela mulher!

- quero estar contigo. Agora. Na tua casa. – Eloise achou graça, mas concordou. Me deu um beijo carinhoso e partimos para sua casa a todo vapor.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/02/2019 11:40:30
perfeitamente, Astrogilldo Kabeça.
10/02/2019 11:39:21
Pelo visto,terá continuidade,pois essa Tereza parece ser o ponto nevrálgico dessa história

Online porn video at mobile phone


história real irmão bem dotado seduza irmãzinhafazer downloader://xvideos.blog.br/negao-lhe-seduziu-apenas-pra-lhe-arrombar/srm calcinha rebolando querendo pau no buracocontos de zoofilia gototinha e seu doglucila safadaxvideosflaguri minha irma pelada e transei com ela you tubecontos eiroticos leilapornXvideo comi o cusinho da minha cunhada vou contar como foiConto erotico minha esposa ruiva 8Meu primo playbou carioca conto gay cap 3so.mulher fo bumdso levando no cusao so pauzaopornosacana dando perdido em meu tioWww.vainovinhavideo.com.brxxx as calcinhas no sexto de ropa suja conto erotico opa suja da minha esposaconto erotico talitaContos no banho coirma mais velhaConto comadre dá cu pra ganhaxvvidios so negaiswww.xvideomamei/patrastofotos+de++buceta+com++calcinhacasa do contos eróticos publicadosperdendo as prega saindo bosta caseiromulher gostosa do Carequinha toda arrepiadafasse%20x%20pornomundobicha.com hetero brasileiro toma banho com amigo heteroinsesto istorias eroticas pai filas novinasTrepei gostoso com o diretor na sala delconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhocumeo cu abuçeta da irma gostosa bundudaContos eroticos , o sobrinho do meu maridobatando o joelhinho na mesa xvideosvideo porno foi cobra o alugel ea cabou comendo a emquelina no xsvideocasa dos contos gay brincando de se escondenegao me enrabandoprica cavalaxvídio porno novínha espichano gozoautor,Vamp19-Contos Eróticosesposa bunda ggg conto com negaomulher a mos tado a buceta de fiu dentauconto de incesto meu filho com o pinto machucadogorda bem rabuda sinturada novinhaguilherme pausudotia de leg balacado as pernas abertas xv.contos picantes de amor gayshem lavando a rolanovinha se passa de dificil mais no final pirocata xvidiosfude aforsa cracuda sapecaxxxvideo mamae chupando xoxoxtamsobrinha pega o tio com.papagaio na mão porno doidocasada traindo e falando ai era isso que eu queria outra pica fudendo minha bucetachupando no cu da gostosa de calcia e comexvidioGoroto ele é virgem e pai agara o pau do garoto conto eroticoxxvideos real menage surpresa assustadaO negrão entupiu a bucetao de minha mulher casadiscontosmulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verCavala e umcavali xexobaxinha dando baixinhopornodoidoincesto com meu vô contosxvidiomenina sentando em cima da pica mais grandi do mundovideos de homem pecando na puçeta de a coroaGalaxia no cacete todinho dentro da b***** da mulherenfiou a mao na cueca do marido e chupou o pirunegra levou uma estocata na buceta e quis correr e dotado segurou e meteu tudocontos eroticos cona madura sofre com piça ggeu, minha namorada, minha namorada e meu tiovideo porno estorcada pageXvideos frozen ela desmaia namoro que esta fazendo amorcontos eróticos babá olhando só de short sem cuecaDalvinhapornoconto erotico olhando vizinha bucetuda do buracocontoseroticos/comadre rabudapais prende filha no quarto com irmão ele mete e gosa dentro da bucetaxxxvideospornor gay com dotados gozando gostozoputas peludas coxudas de calcinhas transparente fodendo xvideosdaniloprsvideo deputariaAliviando os funcionarios contos eróticosvendeos Ian pega sogra nua no quartoconto erotico mulher .com calça lycra .com pacotao giganteCorno veno esposa dano cu p ama.teDesamarrar corda mordaça contoeroticocunhado erra a buceta e acerta nu cuzinho da cunhadavídeo pornô vídeo pornô novinha mais gostosa que tem um cavaquinho seco e gostoso