Meu primeiro dono 2


Click to Download this video!
Um conto erótico de Luna
Categoria: Heterossexual
Data: 11/01/2019 05:19:39
Nota 9.25

Naquela noite estava ansiosa, passei a aula toda pensando em como seria mais tarde com o Rogério, se eu aguentaria tudo aquilo. A ultima vez que dei meu cu foi para meu marido que tinha um pau em que a camisinha ficava frouxa e este era tão grande que precisava de camisinha tamanho especial, era negra com uma cabeçona roxa, devia ter uns 25cm, quase da grossura do meu braço enquanto a de meu ex marido era pouco mais grossa que meu dedo. Quando a aula acabou fui direto para a academia, havia feito a chuca ao sair para a faculdade, também coloquei um fio dental e um sutiã de renda preto.

Chegando lá me deparo com tudo fechado, tento velo lá dentro sem sucesso, então ligo para ele e o vejo aparecer de uma das portas em poucos segundos. Quando abriu a porta eu entrei e me deparei com aquele homem lindo, com o corpo musculoso, tatuado e com cara de menino safado. Ele usava apenas uma toalha e me puchou pela cintura com um beijo molhado e lento, me levou para a sala de avaliação física, me colocou deitada em uma espécie de maca e foi buscar um pote de remédio.

-Isso é um creme anestésico, vou passar ele em você pra tirar a dor do começo por não estar acostumada com o tamanho – falou isso enquanto abria o pote e pegava um pouco com os dedos

-Tem certeza que isso vai funcionar? Seu pau é grande de mais, to com medo.

-Relaxa- dizendo isso ele pega então o creme e começa a esfregar na portinha do meu cu- com isso você não sente nada.-então começou a enfiar o dedo no meu cu e massagear.

Primeiro ele enfiou um dedo em mim, logo foram dois, após mais alguns minutos enfiou quatro dedos, foi quando eu percebi que não sentia nada, meu cu estava dormente.

-Ta doendo?

-Não.-foi a deixa que ele queria.

-Fica de quatro que agora vou fuder teu cu

-Você nem vai brincar comigo antes? Nem me fuder um pouquinho?

-Cala a boca que agora você é minha putinha e faz o que eu quiser- a voz dele estava me assustando

Então fiquei de quatro com o corpo apoiado em cima de sua mesa. Ele me deu um tapa na minha bunda, fez um rabo com meu cabelo e puxou contra seu pau enfiando sem muita resistência do meu cuzinho anestesiado, no início sentia apenas uma pressão, mas aos poucos, conforme todo àquele pau entrava comecei a sentir um ardume em uma parte alta do reto onde o anestésico não tinha chegado. Estava gemendo muito alto, não tanto pela dor, mas pelo tesão daquele homem me dominando por completo e usando de putinha.

-Vai de vagar purfavor.

-Cala essa boca vagabunda, aguenta quieta- dizendo isso me pegou no colo e começou a fuder ainda mais forte, mais agora desfrutando de minha cara de prazer e a estapeando. Ele me fudeu a noite inteira, o galo já cantava quando ele me disse:

-Ajoelha e pede leite pro teu macho – me ajoelhei

-Me da seu leite por favor

-onde quer o leite

-Na minha cara- disse fazendo voz de safada

-Olha só, como você foi uma putinha muito boa vai levar tudo na boca e não quero ver desperdiçar uma gota- disse ele batendo aquela rola imensa e dura na minha cara

Então ele enfiou na minha boca e pela primeira vez senti o gosto do seu pau e confesso ter amado. Aquele pau mau cabia em minha boca e ele jorrou tantos jatos que começou a escorrer pelos cantos da minha boca. Então recebo um tapa forte que me derruba no chão.

- O que falei de desperdiçar?- ele então me pegou pela cabeça e me arrastou ate onde havia pintado- vai limpar com a lingua.

Ele então me fez lamber o chão. Me senti humilhada naquele momento, mas o pior ainda estava por vir. Rogério me levou até o banheiro até um dos chuveiros, pensei que fosse pra me lavar, mas então ele me jogou no chão do box, me levantou pelo cabelo deixado de quatro e enfiou a mão inteira no meu cu. Por mais assustada que tenha ficado, não doeu nada. Quando vi sua mão, estava suja com uma mistura de sangue e coco, foi quando ele disse.

-Ta vendo putinha, te deixei larguinha. Agora ajoelha e abre a boca

Me ajoelhei e quando ele coloca o pau na minha boca eu começo a chupalo, o que o fez me dar outro tapa. Então colocou o pau na minha boca novamente e começou a mijar em mim. Era uma humilhação total, estar ali naquela situação, mas percebi gostar de ser humilhada por ele.

-Isso é pra marcar meu território.

Ele então mandou que eu me vestisse e fosse embora porque ia abrir a academia. Fui para a casa e cai morta, quando acordei ainda suja de mijo, né masturbei sentindo o cheiro do meu macho.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
12/01/2019 18:30:08
he he k historia. :)
11/01/2019 21:54:17
Ótimo conto gata,será que podemos trocar contato ??????????
11/01/2019 15:22:23
Que conto maravilhoso fiquei toda molhada de tesão que delícia. Espero que goste de ler os meus também
11/01/2019 10:33:27
ADOREI QUERIA ESTAR NO SEU LUGAR, DELICIA SER HUMILHADO ASSIM




Online porn video at mobile phone


Voltei arrombada e cheia de porra mostrei para o cornoenpregada do peitao grande estrupada na cama a boca do negao chupamdo o bico do peito duro ela con a boca aberta gozando.forçamos ele a dar conto gaytravest luana narro nuavontade dechuar bucetarapaz com pau enorme na prai de nudismo no brasil e gostosa nao resiste e da p elerelatoeroticomorenacoletanias maior pau do mundo pornoporno doido eu e meu filho estuprano minha mulherxvideos filio comedo amae ela noa aqueta8pega baixa vidio pornovideos porno com nojo e volmito xvideos l.computa adora trepar squirtXvideo comeu o cu da sogra bu Cetoncadelas graudas no cio em zoo.casadoscontoscontos eroticos usando camisola pro meu filhovídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhoPaladino bem dotado comendo o cafuçu brasileiroincesto padrasto bolinando enteada de sete anos no banheirocontos eroticos casadas arrombadas por pauzudos super grossos e 25 cmcontos de casadinhas sapecas malhadasContos de papai e mamae sempre examina minha xotalactofilia com leite materno fetichex videos sexo gratis marido masturbando passeiraNao endureseu o pau no xvidio.compatroa arregalou o olho na pica do negaoContos eroticos patricinhas transando com namorados das primas e engravidaMeu cão ralf me comeu contocontos minha tia nick 2quero baixa contor d bixinha azulconto erotico noiva bebadaxvideos paacas.com.pela vem ela corrigir o meu bilau pornoxv novinha querendfo centin um piru na bucetab de cachrroerick dotadao acordou namoradopra fuderContos deele examinaram minha xxoxtacomendo a mulher do chacareirovídeo caseiro de sexo com a namoradinha pedindo para namorado com meu com filho dela devagarzinho ela muito escandalosacontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramlesbicas praticantes de lactofilia xvideos hdpapo pijama asunto e puetaxvideos careca comendo cuzinho da magrinha sem pena a fujonabuceta gozano nepicaXvudeos negra inxirida com varamuleke punhetamdoXvideo entiada traído a mãe com o amante e gozando muitofotos de homem por trás da mlh fudendo ela dentro do banhero em pédopou a mãe c. eroticopornodoidosenhoranovinha.commamano no banheirosobrinho vigiando tia peladaNegros andarilhos pornô com novinhas tarado nuonibupasei amao nela eila goistou nuonibucontos erticos novinhos roludos comendo coroasreginagozandovelinhos tentando meter com netinhas novinhas e n aguenta xvidiosabaixar pornô mãezinha e Fininhox vidios seduzimdo inocentepornodoido sou peguena mas sei fuudercontos eróticos esposa chega em casa com papel higiênico na calcinhacontos eróticos, fatos veridicos com bem dotadoxividio comendo mocinha tao novinha gue nen peito nao tinhaconto erotico me viram.no mato e me comeramzoofilia morena dos desejos anunciocontos eróticos a babáxvidios dando o cuzinho pra pagar alguns meses de aluguel atrasadocontos erotico gay o nerdminha cunhada bucetuda pediu pra mim goza dentro da buceta dela pra ter um nenenso ģostosas se calcinha atolada.deitada na camacontospono aprimiravezcontos eiroticos leilapornXevedeos cumendo a ex esposa do meu primo vedeos casero xxxxmenina mostra sua boceta pelo shortinhoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaamassos eroticos na aguafoda a força sem a mulher querer pau gicanyeConto erotico fui cagar na moita