Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Minha mulher não aguentou o tesão e bebeu o leite do nosso amigo. (final)

Um conto erótico de Wollaf
Categoria: Grupal
Data: 08/11/2018 22:38:59
Última revisão: 10/11/2018 07:21:09
Nota 10.00

Fala Galera, como prometido o final da historia da minha esposa com nosso amigo Marcos. Deixei o melhor para o final kkk Espero que gostem. Até os comentários.

Mara aproximou sua boca do meu ouvido e murmurou:

- O que meu esposinho irá fazer? Agora que está vendo o amigo espiando a esposinha?

- Vou chamar ele para mais perto.

- Tem certeza?

Rindo fiz um sinal para Marcos se aproximar, com o short ainda abaixado, Marcos se aproximou e meio tímido, foi levantando o short. Minha esposa olhou para ele e disse:

- Não precisa levantar.

- Mas... eu...

- O que acha do que está vendo –Disse Minha esposa passando a mão na própria bunda.

- Acho que ele nunca viu uma mulher linda e gostosa como você – Falei olhando intimidador para Marcos.

Mara esticou a mão para trás e pegando na mão de Marcos, levou-a até a bunda dela e alisando-a, Mara disse:

- Gosta?

- Muito –Disse Marcos ofegante.

- Pode apertar –Disse Mara- não tira pedaço.

Marcos olhou para mim e passando a mão na bunda de Mara, um pouco pálido Marcos disse que a bunda de Mara era muito lisa. Mara permanecia quieta com ele alisando a bunda dela, comigo no meio das suas coxas e beijando-a na boca. Marcos afastou e nos olhando, jogou o short para o lado. Pude ver que o pinto de Marcos era um pouco grosso, mais ou menos 18 cm de comprimento. Marcos começou a me encarar enquanto se punhetava, então concordando com a cabeça, apontei com os olhos para minha esposa e Marcos se aproximou da gente. Com as mãos na cintura de Mara, Marcos mirou na bunda da minha esposa e com o pau próximo da entrada do seu cú, Marcos afastou os cabelos de Mara e beijando-a no pescoço ouvi minha esposa gemendo. Com uma respiração forte, minha esposa demonstrava que seu tesão estava aumentando sendo o recheio desse sanduiche. Marcos deslizou a mão pela cintura de Mara e tocando em sua boceta, começou a brincar com seu clitóris fazendo-a gemer ainda mais. Soltei-a um pouco, me afastei para ver a imagem dos dois agarrados. Mara permanecia mordendo o lábio enquanto Marcos brincava com o pau na portinha do seu cuzinho e com a mão no seu grelo. Me aproximei lentamente e me abaixando ficando com o rosto na altura da sua boceta, comecei a chupa-la enquanto Marcos fazia uma siririca nela. Enquanto eu chupava, olhei para Mara que estava de olhos fechados e não parava de gemer. Olhei para Marcos que também estava com os olhos fechados e imaginei que ele seria o primeiro a dividir comigo o tesão da minha esposa, ele seria o primeiro a realizar nossa fantasia. Só de pensar meu tesão aumentou muito. Me levantei e com o pau em riste, nem afastei a mão de Marcos e tentei comer a boceta dela, meu tesão me deixou louco e quase sem conseguir controlar minhas ações. Olhei para minha esposa curtinho a aventura e disse:

- Falta uma cama.

Mara olhou para mim e rindo disse:

- Já transamos no chão de diversos cantos, mas nunca no balcão de um deck.

Com um sorriso no rosto olhei para a cara de tarada da minha esposa e disse para Marcos tirar o resto da roupa e deitar no balcão do deck. Olhei para minha esposa e vi o quão tarada ela estava, por saber que dois grandes paus iriam fode-la. Enquanto Marcos permanecia deitado alisando seu pau, passei o braço pela cintura da minha esposa e beijando-a apertei sua bunda e com a boca próximo a seu ouvido causando arrepio nela, disse sorrindo:

- Está gostando né?

Minha esposa respondeu apenas com um beijo e segurando minha mão me puxou para perto do balcão, olhei para o pau grosso de Marcos e segurando a mão da minha esposa, comecei a beija-la e conduzir sua mão junto da minha para perto de Marcos. Nossas mãos entrelaçadas aos poucos foram passando pelos gominhos da barriga de Marcos e foi descendo. Tentei soltar minha mão da de Mara mas a safada notou aonde iriamos chegar e segurou firme meus dedos entre os dela e segurou o pau de Marcos. Juntos começamos a punheta-lo, foi estranho sentir outro pau em minha mão. Mara olhou para mim e mordendo os lábios, olhou para trás para ver o tamanho do documento de Marcos. Continuamos tocando uma punheta lenta em Marcos, Mara olhou para mim e com um olhar safada disse:

- Marcos, está pronto para mim?

Antes que marcos respondesse, me afastei e Mara mordendo os lábios, subiu no balcão do deck e sentando nas pernas dele riu dizendo que ainda achava estranho tudo aquilo. Admito que ainda não entendo como deixei tudo chegar aonde chegou, mas como era uma fantasia dela principalmente, era preciso que eu entrasse na brincadeira e admito que por alguns momentos eu senti a curiosidade de ver os dois fodendo, pois sabia que ela estava pronta e eu também queria finalmente realizar o meu de meter dois paus na boceta dela. Mara me olhava com a carinha dela que dizia que eu poderia fazer o que eu quisesse.

Mara ficou com o pau na entrada da boceta, respirou fundo e ficou olhando para tudo aquilo que entraria dentro dela. Me aproximei dela, segurei e sua cintura e empurrei com força. Mara tentou gritar mas talvez tenha faltado folego, 20 cm entraram com força dentro dela. Mara apertou meu braço com suas unhas, aos poucos foi aliviando mostrando que a dor estava diminuindo. Enquanto Marcos metia na boceta ensopada de Mara, caminhei ao redor do balcão vendo aquela cena. Marcos começou a tirar todo o pau e meter de uma vez arrancando suspiros de Mara. O pau dele deslizava facilmente por sua boceta e Mara estava curtindo cada cm que entrava nela. Olhei atento para tudo, sem perder nenhum momento, meu tesão se mantia firme. Mara olhou para tras por cima do ombro e entendendo o recado, fui para trás deles, abri as pernas de Marcos e olhei de pertinho ele metendo na minha esposa. Mara se deitou sobre o peito dele para me mostrar o pauzão entrando e saindo da sua boceta. Fui para o lado de Mara e beijando-a senti sua mão pegar no meu pau e me punhetar, enquanto ela brincava com meu pau comecei a chupar seus peitos, Mara parecia que ia explodir com tantas sensações diferentes. Enquanto ele metia na boceta dela fazendo-a gemer, subi no balcão fazendo com que meu pau ficasse na altura da boca de Mara para que ela me chupasse. Mara rebolava levemente tentando meter ainda mais o pau dela.

Era uma loucura, minha mulher sentada em cima de outro cara, sendo comida fortemente, o cara de pernas abertas fazendo o pau entrar ainda mais, eu em pé em cima do balcão sendo chupado pela minha esposa que rebolava levemente no pau de Marcos. Sempre que o pau saia de sua boceta, ouvia-se um barulho de vento escapando, ele tirava quase todo e metia com força causando gemidos cada vez mais altos. Senti que ia gozar, me afastei da boca da minha esposa que me olhou mordendo os lábios e disse:

- Por que parou? Está guardando mais pra mim?

Desci do balcão e andando ao redor deles, fiquei no melhor ângulo aonde eu conseguia ver o pau enorme metendo na boceta da minha esposa. Mara me segurou pelos cabelos e enfiando meu rosto na testa da sua boceta disse:

- Olha mais de perto amor.

Passei a mão por trás dela, acabei pegando na coxa dele e sentindo elas contraindo cada vez que ele metia forte, ouvi quando ele começou a gemer. Olhei para ele e ouvi quando minha esposa disse:

- Que foi marcos? Gostou quando André pegou na sua coxa?

Marcos contraiu todos os músculos da perna e vi quando sua bunda contraiu mais forte ainda. Empurrei minha esposinha o máximo que desse para ir de encontro com a púbis dele. Minha esposa mandou que eu parasse pois tava doendo e de repente ouvi um grito seu. Minha esposa gritou junto com marcos que ofegante começou a reabrir os olhos. Aliviei a pressão das pernas de Mara que rindo disse:

- Ele gozou, o que significa que agora é você.

Mara colocou a mão entre as pernas como se fosse aparar o que caísse, mas até aquele momento nada havia voltado. Marcos saiu de cima da bancada ofegante e com o pau ainda escorrendo. Mara se deitou com as pernas abertas como se fosse fazer um exame ginecológico e vi a porra do marcos escorrer até tocar no cuzinho da minha esposa, melando ele todo. Minha esposa começou a contrair o cu diversas vezes fazendo uma visão incrível aos meus olhos. Coloquei meu pau na boceta dela e comecei a foder como sempre fazíamos, forte e intercalado com bombadas lentas porém forte. Foi difícil me controlar, Mara estava com a boceta quente, a porra do Marcos ainda fervia depositado ali dentro. Mara cravou as unhas nas minhas costas e disse:

- Despeja aquela porra que você guardou pra mim.

Mara me beijou e sentindo o calor do seu corpo, tentei resistir mas não consegui e gozei dentro dela. Me afastei um pouco e vi uma sopa de porra escorrendo de dentro da minha esposa. Duas picas realmente faziam um belo estrago. Mara nos chamou e beijando no rosto de cada um disse:

- Obrigado por realizarem minha fantasia. Agora só quando a minha boceta fechar –Disse Mara rindo.

Começamos a nos vestir e Mara nos segurando pelo pau, se abaixou deixando ainda mais porra escorrer pelo deck da piscina e começou a nos chupar. Olhei para marcos que sorria feliz e disse:

- Gostou?

- Sim.

Enquanto Mara limpava meu pau, comecei a punhetar Marcos fazendo o pau dele crescer. Ao notar, Mara riu e chupou o pau dele, se levantou e veio me beijar. Enquanto nos beijávamos, Mara disse:

- Quer o gosto do pau dele, da porra dele ou da minha boca?

- Da sua boca que já tem o gosto de todos juntos.

Mara segurou minha mão e juntos continuamos nos beijando enquanto palhetávamos o Marcos. Durante nossa estadia em Los Angeles, marcos foi nosso guia e acompanhante de foda. Muitas aventuras aconteceram enquanto estivemos lá. Nossa casa ficava pronta em alguns meses e Mara cogitou a possibilidade de passarmos seis meses morando aqui. O que minha esposa planejava era um mistério, mas a única coisa que sei é que estávamos juntos nessa.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/11/2018 19:48:06
Bem puto.
09/11/2018 07:03:29
Muito bom.
09/11/2018 06:29:50
Excelente!




Online porn video at mobile phone


esperei meu tio viajar para comer o cuzinho da minha tia gostosonapadre x bispo velhos punhetandoxvideo esposa dexa escorer gala de canino da bucetacontos erotico,meu genro me enrrabou dormindohttp://migre.me/w4IgExvideo facilao liberou esposa eu extrupei ela a forçacontoerotico eu namorada mae e tioconto gay virei namorado do tio viuvocontos eroticos de mulher de manausmulher casada realisando fantasia e da pra dois negao dt porno doidoconto erótico esposa arruma travesti para maridoconto dominaçao soco no peitoxvideos gostosas levanda trepicasvídeo de sexo brasileiro padrasto inventa que tá a Baby enteada Leva ele para o quarto chega lá e chupa a buceta dela e goza no cuContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhopornobaiano novinhas transando e se masturbando com a b***** bem gordaCrentinhas cabacinhosContos eroticos elacarecawww.mundobicha australiano sarado fode novinho.com.brxvidio:fodanaconstrucaoencoxei lidar evangélicamulher vacilão de perna aberta de calcinha fio-dentalmarido sai e mulher transavcom sogroconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhoxvidio gay flagrei meu amigo,na punheta e me dei maucontos eroticos um novo mundonao tinha dinheiro eacaba dando pro montador xvideoloria magria rosando napicaContos eroticos de estupro concentidonovinha baiana macumbeiro dando só o cu filme pornôrevistinha em quadrinho de filho estrupando sua mae no banhocontos eroticos colega negão estuprando o novinho gayficamos nuas e sastifeitascontos eróticos comi a mulher do cracudosafada nao aguentou cu beroeu, minha namorada, minha namorada e meu tiocontos casada chantageada pelo porteirofotos de mulheres com as bundonas só de calcinha e homem apertando encostando o seupauporno novinhas dando uma escapolidinhaporno conhada nao aquenta atentacao e trai o marido contos erotikos menina novinha troca os cabacos por docescontos sissyboxeeroticozoofilia com cadela no pri mero ciochupando a b***** dela e ela chupando meu pau até nós gozarmos juntossexo com coroa ruiva baixinha gostosa peituda de buceta bem peluda fidendo xom bem dotadovidioporno casa sensacaomarcelo fudeno numa cadelacontos de sexo raspei minha bucetazoofilia paixão relatoswww.porno travesris espremendo o proprio peitomulher senta na tromba do elefante sexoo que significa transamilaconto erotico huntergirls71pornô as n****** gordona da vagina gosmentacontos de mulheres sendo fudida com o marido do.lado em transportesContos er com fotoirmas jemeas lesbicas do rabao fode uma a outra sexo louco pornodoidocoroa grisalho boa pinta fudendo hdeu quero ver homens e mulheres se beijando pelado e como colocou o piru na no bumbum da minha ficou salgado se beijando peladosComeuu a coroa Xvidioscontos erotico gay violentado lingerievideo de sexo levei gaia e chamei minha amiga e dois amigo pra fazer sexo gostozoConto esposa quer filmarContos eróticos brincando no escuroxxvideos mulher coroa do patrao nao se agueto e me deu a bucetavidiopornodemulhe dabucetaenchadacomtos exitantesgostosa sendo assediada abusada a forca perdendo cabaco`conto erotico` Gabrielcache:v4Hbz9COzM8J:zdorovsreda.ru/texto/2016021014 contos eróticos de LED que gostam de consoloverdureiro gay contoA buceta da minha mãe soniapornodoido jumentao esfolou cuna fazenda de amigos novinho conto eroticofotode,negao,forsando,o,amigo,chupar,seu,picao,aforsapornô as n****** gordona da vagina gosmentaconto erotico padrecontos eróticos Esposa e uma proposta indecente