Isabella – A policial mais gata e gostosa =D - Capítulo 77


Click to Download this video!
Um conto erótico de Isa
Categoria: Homossexual
Data: 08/11/2018 20:34:18
Nota 9.00

Continuandoo...

Me vesti igual aquelas dançarinas de cabaré, coloquei uma cinta liga preta estilo sedutor (aquelas com a meia até a coxa presa pela tirinha a calcinha), sutiã de rendinha preto, coloquei um terninho por cima preto, salto preto da sola vermelha para dar uma quebrada um pouco rsrs, maquiagem básica, mas que destacavam meus olhos que ele tanto ama e para finalizar o look uma cartola. Então chamei Manoella, fiquei deitada na cama de bruços com as pernas levantadas olhando em direção da porta.

Eu: Amor você vai me deixar deitar sozinha? – Falei com uma vozinha bem manhosa.

Manu: Tem certeza que você quer minha companhia? Não vou atrapalhar você resolver seus assuntos do trabalho? – Disse ela lá da cozinha.

Eu: Claro que não amor! Para de bobagem. Vem cá me esquentar estou frio.

Ouvi os passos da Manoella vindo pelo corredor em direção ao nosso quarto. Quando ela entrou, pude notar sua cara de surpresa.

Eu: Oi minha delicia! Senta aqui na cama. – Falei levantando da cama.

Manoella me comia com os olhos, estava de boca aberta praticamente babando.

Manu: Nossa amor como você está muito gostosa. – Disse ela vindo em minha direção tentando me agarrar.

Eu: Pode tirar essas mãos bobas dai. – Falei empurrando ela pra cama.

Manu: Nossa meu amor.

Eu: Xiu que agora quem manda aqui hoje sou eu. – Falei algemando seus braços e pernas na cama.

Manu: Amor você está me deixando com um tesão da porra. Quando eu te pegar você vai vê.

Eu: Quem disse que você vai me pegar hoje?

Manu: Como assim? – Perguntou ela surpresa.

Eu: Hoje você vai só olhar queridinha sem poder tocar.

Manu: Para de loucura amor. Você não vai judiar tanto assim de mim.

Eu: Não? Então observa meu amor.

Fui para frente da cama, ficando de frente para Manu e liguei o som na música “Beyoncé - Dance for You” e comecei a dançar no ritmo da música. Manoella me olhava fixamente sem piscar, seus olhos brilhavam de desejo. Fui dançando utilizando a cadeira que coloquei na frente da cama, me virei de costas para ela rebolava sensualmente, comecei ameaçar a tirar o meu terninho, tirei o salto, subi na cama e fui engatinhando por cima da Manoella que não tira os olhos de mim, cheguei meu rosto próximo ao seu, aproximando nossas bocas fazendo como se fosse beija-la, Manu louca para me pegar, tentava se soltar, cheguei minha boca próximo ao seu ouvido, dei mordidinhas, assoprei, passei minha língua, Manu cada vez mais ficava louca de tesão, sua excitação estava me deixando louca também, falei sussurrando em seu ouvido:

Eu: Estou percebendo que alguém está toda excitadinha.

Manu: Amor me solta, por favor. – Disse ela toda ofegante.

Eu: Não amor. Vamos brincar.

Levantei ficando em pé na cama, com a Manoella entre minhas pernas, comecei a dançar novamente, tirei minha cartola colocando ela sobre o rosto da Manoella, que balançou o rosto até ela cair, agachava, levantava, rebolando em cima da Manu, fui abrindo devagarinho meu terninho, tirei e joguei ficando somente com o conjuntinho íntimo, deitei meu corpo sobre o da Manoella dançando sensualmente sobre ela, sentia nitidamente a vontade que a Manu estava de me pegar, comecei a beijar, chupar, morder seu pescoço, Manu se arrepiou toda, fui descendo minha boca pelo seu corpo, passando pelos seus seios, apesar de nunca falar, mas minha mulher tem uns seios muito lindo, durinhos, desci pelo seu abdômen mordendo, chupando, beijando, deixando marcas, marcando território rsrs, cheguei a sua barriga chapada, que delicia de barriga, beijei, mordi, chupei, fiquei um tempo brincando com sua barriguinha, sentei sobre a Manu, rebolava gostoso, enquanto rebolava em seu colo fui tirando meu sutiã, coloquei em seu nariz, ela estava doidinha, levantei fiquei de costas para Manu, comecei a rebolar em sua cara, sentava, levantava, esfregava meu bumbum em sua cara, podia sentir Manu passar a língua na minha intimidade, que tesão da porra, eu já não estava aguentando mais, precisava que a Manoella me pegasse de jeito, sentia minha intimidade pulsar de vontade de sentir a Manoella nela, peguei meu chicotinho e comecei bater na Manu, fazendo ela se contorcer na cama, como sou maldosa rsrs, soltei uma das mãos da Manoella, cheguei próximo ao seu ouvido e disse:

Eu: Olha só minha preta como eu estou! – Falei colocando sua mão na minha intimidade.

Manu: Que delicia meu amor. – Disse ela movimentando seus dedos na minha intimidade.

Eu: Amor me come gostoso. – Falei dando uma mordida em sua orelha.

Soltei Manoella, ela já me jogou na cama, começou me beijar com urgência, como se fosse acabar o mundo, ela me beijava, mordia, chupava meus lábios, suas mãos abusavam literalmente do meu corpo, inclusive uma das suas mãos estava dentro da minha calcinha, desceu sua boca para o meu pescoço mordendo, chupando, beijando, meu corpo se arrepiava todo e pegava fogo, minha intimidade latejada, desceu sua boca para meus seios, começou chupar com força chegava fazer barulho, ela alternava entre os meus seios, eu unhava suas costas, mordia seu ombro, foi descendo sua boca pelo o meu abdômen, chegou na minha barriga, ela beijava devagarinho, passa a língua, mordia, dava mordidinhas, chegou sua boca na minha intimidade, beijou por cima da calcinha mesmo, beijou, mordeu a parte interna das minhas coxas, que tesão do caramba, soltou a liga com a boca e depois tirou minha calcinha, caiu de boca, chupava com força, sua língua brincava no meu clitóris fazendo movimentos circulares, penetrou três dedos sem avisar, me estocava com força, que delicia, amo quando Manu me pega com força me fazendo ir aos céus de tanto tesão, ela penetrava os seus dedos o mais fundo que conseguia, sincronizou sua chupada com os dedos, agora que fui literalmente a loucura, não demorou muito meu corpo estremeceu e gozei deliciosamente na boca da minha preta, que não se deu por vencida.

Manu: Amor fica de quatro pra mim. – Disse ela me olhando e chupando seus dedos.

Atendi seu pedido, fiquei de quatro, Manoella não perdeu tempo e caiu de boca no meu cuzinho, ela abria meu bumbum com suas mãos e enfiava sua cara entre elas lambendo meu cuzinho, que delicia era aqui, sua língua dança me arrepiando toda, Manu ficou um bom tempo lambendo meu cuzinho, estava ficando cada vez mais relaxada, ela foi aumentando a velocidade do movimento da sua língua no meu cuzinho, como estava sensível não aguentei e gozei novamente com ela lambendo meu cuzinho, Manu tomou até a última gotinha do meu melzinho, deu vários beijinhos na minha intimidade, Manu subiu ao meu ouvido e disse:

Manu: Amor podemos tentar fazer sexo anal? – Disse ela mordendo minha orelha.

Eu: Ai amor não sei se estou preparada. – Falei meio com medo.

Manu: Sem problemas meu amor. Quando você sentir que hora fazemos.

Eu: Desculpa minha preta.

Manu: Ei minha morena não precisa pedir desculpas. Vamos fazer quando você estiver preparada e sentir vontade.

Eu: Eu sei que você sente vontade e necessidade de fazer.

Manu: Nem amor. Relaxa. Agora vem cá senta na minha cara.

Como não atender um pedido desse né pessoinhas. Sentei sobre seu rosto, já rebolando, esfregando minha intimidade em seu rosto, sentia sua língua bailar no meio da minha intimidade, ela levou massageava meus seios com suas mãos, apertava, puxava os biquinhos, não aguentei muito e gozei, gozei horrores na cara da minha preta, só sei que gozei muito essa noite mais de cinco vezes, cai na cama fadigada, não conseguia respirar direito de tanta exaustão, minha preta é insaciável.

Eu: Amor você é terrível demais, você acabou literalmente comigo. – Falei com a voz falha, mal conseguia pronunciar as palavras.

Manu: Quem manda você ser tão gostoso assim. – Disse ela me abanando.

Manoella esperou um pouco para me recuperar e fomos tomar banho. E vocês não vão acreditar, Manoella me pegou no banho também me fazendo gozar mais três vezes, não aguentava mais, chega estava com a minha intimidade ardendo de tanto que Manoella chupou meus seios doloridos também, mas eu amei demais. Minha preta sabe como me amar me deixar louca, como me pegar de jeito e ainda mais quando eu a provoco. Esse domingo passando a tarde e a noite literalmente na cama. Terminamos de tomar banho e deitamos agarradinhas nuas mesmo rsrs (delicia demais).

Beijinhos pessoinhas essa foi mais uma de nossas aventuras e surpresa que fiz para Manoella ^^

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/11/2018 17:11:11
Obrigada AnjoDaCaraSuja =D
15/11/2018 17:10:55
Ficamos felizes claudia 31 =D
15/11/2018 17:10:39
Obrigada Angeline =D Então se tudo der certo, estamos pretendendo Janeiro/2019.
11/11/2018 22:14:46
Pessoinhas lindas e maravilhosas, mais uma história excitante e diliciosa. 😉
10/11/2018 00:25:45
Amando 👏👏👏👏👏👏
09/11/2018 23:10:34
Meninas quando é o casamento? Tá TOP essa relaçao
09/11/2018 14:23:51
Então Hanna nosso relacionamento não feito só de ciúmes e brigas. Também temos nossos momento de muito amor, carinho, felicidade e descontração. Desculpa se você só quer ler cenas de ciúmes e briga, mas nem sempre será assim.
09/11/2018 14:21:35
Obrigadinha pelo carinho Bee20 ^^
09/11/2018 13:49:22
Nossa kd o ciúme e a briga que eu não vi
08/11/2018 23:54:33
👏👏👏👏




Online porn video at mobile phone


conto erotico puteirocoroa pede paRa marido que quer rola de negao dotadovideo minha geba arrombando o cu do padrecomoa confogo para dar abuetawww.pornodoido botao de rosanovinho foi bater uma punheta no fundo do quintau. e ficou passandu o dedu no cuzinho e nao sabia que tinho um cara pauzudu venduconto erotico uber passando a mao na.minha bucetinhaSexo e Safadeza Wattapdcontos erotico,meu genro me enrrabou dormindoVirei travestcontos gay babydool maecasa dos contos eroticos autor/bielmexcontos eróticos de esposinha putinha fazendo dp com vibrador interracialTu tá ficando apertado cansada de tomar no cu abertagozou na bunda da irma lavano loucagostaria que você mandasse primeira foto do Biel batendo punheta peladoconticos erodicos gays entre entre desconhecidosContos eroticos chantagiei minha sogra e acabei estrupando elatia puta cer rola do sobrim no iotubmtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1Aliviando os funcionarios contos eróticoscache:PjjgrxSVmoYJ:zdorovsreda.ru/texto/2013011214 alguma coisa mais humilhante do que pegar você pelos cabelos enfiar no seu ânus e soltar um belo de uma bufavideos de porno de cunhadabraquinha gostosa dando para cunadocliente fica de p******* e depiladora Bate uma p****** contos eróticosfiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contoshd xxx descabaca teenteens paus cabeçudos grandes gozando fortes jatos porraconto erotico onibus velhoobia cordinha fudenocontos eroticos gays com escola de sadomasoquismoEu quero ver bucetaaaaahcomi minha cadelacomendo a sobrinha de 13 aninho conto eroticossou evagelica e nao tive em casa e procurei fora contos eroticovideo porno de morena com blusa laranhadacontoseroticos/comadre rabudavidio porno de mulheris piquenas de 120 sentano ni rolas de 44 centimetroContos eroticos minha esposa do rabaooscontos gay virei menina sissyfamilia favela pinto de borrachacontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhavídeos gay bombeiros e policiais se esfregando um no outro até gozar se melando de porraputas peladas meladas de margarina no cuContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangxxxvídeos deirmão chantageia a irmã gosa dentro da cua bucetasou amante d minha cunhda contocontos eroticos de como aprendi dar o cumtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1conto erotico gay viado submisso vira femea do negaobaixar pornô casais maduro pede rola de travesti negro novinho gozando sem camisinha de latinha do Rolaexecutiva casada puta de negao contosmamada babentafurou o bico da camisinha enquanto o viado nao via xvideoscasa dos contos/turbo negromulher não transa com pauzãooooeu e minha irmã e minha mãe moramos sozinhos eu tenho 22 anos de idade minha irmã linda e gostosa ela tem 18 anos de idade eu tirei a virgindade da buceta e a virgindade do cu dela eu tava a noite fundendo minha irmã no meu quarto minha mãe ela entrou dentro do quarto ela me viu eu fundendo minha irmã minha mãe ela tirou sua roupa minha mãe disse pra mim pra eu fuder elas duas juntas conto eróticoirmagostozaxvideoConto erotico: o playboy e o malandrobricadeira de mau gosto enfiou a pica no cu grande xvideos.comnovinha deu debaixo do edredom porque estava frio me deu de ladinhomulheres chupando e nholindo toda poreaeu quero só o gostosão moreno fortão doso contos de ecestos e estruposVideo do zapmulher escovando dois denteGozando nas nuvem xvdcontos eroticos vania minha meia irma 2bucetao contosrelatos eroticosgosto de ser traidoloirinha magrinha sentando no pau do negao de 70 centimetroseu vou beijar sua boca chupar sua linguinha você vai se amarrar na minha mordidinhafilme porno home reprodutonovinha de xoeti.hvio otio pasa amao naminininhatodas gislaine postou buceta zapcomo fazersrxo pinto vibradorbichinhas com peitinhos de mulhercontos eróticos a irmã de minha espoza bunduda e coxudaconto erotico proibido pra mim hector e sophiepornodoidao caralho mostrobunda sendo invadida pela primeira vez gayVampiros elobisomens-Casa dos Contos Eróticoscontoseroticos.vip/hetero/eu-minha-esposa-e-meu-amigo-da-adolescencia-parte-6/rapais xupano a gala do outro rapaisPornô doído melhor femendo ia falando o meu deus o meu deus em inglêsxvideos cazero.chuponas. coroa. sebosavideos di saia ma rua por baxovideos de sexo gay borracheiro mundobichacontos de sexo depilando a sogranão sou nada guardar minha branquinha novinhatia gostar de dar buxeta gemer