Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

MINHA SOBRINHA VIRGEM VEIO ME VISITAR... VOLTOU PRA CASA SEM CABAÇO!

Um conto erótico de TETE
Categoria: Heterossexual
Data: 22/10/2018 10:11:14
Última revisão: 27/10/2018 11:43:51
Nota 9.75

Meu nome é Marcos e vou contar para vocês a loucura sexual totalmente inesperada que aconteceu comigo.

Tenho 32 anos e já faz alguns meses que estou divorciado.

Desde adolescente sempre fui muito taradão, não podia ver um par de pernas e uma bunda empinada que partia para cima e se a “vitima” desse mole socava sem um pingo de dó minha rola de 19cm grossona e cabeçuda na bucetinha e no cuzinho das putinhas safadas.

Sou vendedor de uma grande empresa atacadista e visito mercados e mercearias da minha cidade e da região e levo uma vida tranquila.

Tudo caminhava normalmente até que recebi um telefonema de minha irmã Neide que mora em uma pequena cidade do interior do estado me pedindo para acompanhar sua filha Claudinha à um médico endocrinologista recomendado pela agente de saúde que atendia no posto da cidade e claro que na hora me prontifiquei a fazer o que ela me pedia e falei que podia mandar a garota que faria o que fosse preciso para ajudar.

Minha irmã Neide tem 36 anos, é mãe solteira, nunca se casou, ficou gravida aos 16 anos e na minha adolescência era ela quem cuidava de mim sempre fazendo tudo que eu pedia, minha mãe e meu pai eram donos de uma lanchonete na estação rodoviária e quase não tinham tempo para comigo.

Neide era e sempre foi muito “namoradeira” e por ser uma mulher muito bonita tinha um bando de machos atrás dela e a safada aproveitava e “passava o rodo” mesmo e foi através dela que comecei a despertar para o sexo ao vê-la tomando banho quase todos os dias, como ela nunca fechava a porta do banheiro meus olhos inquietos e curiosos viviam admirando seus seios grandes, as coxas grossas, seu bumbum grande e uma buceta cabeluda que me fascinava e não demorou muito para que minha irmã passasse a ser o principal motivo de minhas punhetas diárias, de vez em quando ela até deixava que tomasse banho junto com ela só que a safadeza já tinha se instalado em minha mente pervertida e bastava ela começar a me ensaboar com o sabonete que meu pau já ficava durinho e ela então dizia que eu era muito tarado e passou a não me deixar entrar debaixo do chuveiro com ela dizendo que era pecado ficar de pau duro pela irmã e eu todo safadinho dizia que não tinha culpa de ficar daquele jeito e vivia implorando pra ela liberar nossos banhos novamente e de vez em quando ela atendia meus pedidos me deixando muito feliz, apesar de ainda adolescente meu pau já tinha um bom tamanho, eu já havia notado que os meus amigos de futebol da mesma idade tinha pintos pequenos comparados ao meu.

Minha sobrinha Claudia, que sempre foi chamada por Claudinha, estava perto de completar 18 anos, só que da última vez que vi a garota ela tinha apenas 13 anos e isso havia acontecido quando fui visitar meus pais e minha irmã.

Após três dias recebi a ligação da minha irmã avisando que minha sobrinha iria chegar na rodoviária + ou – as 18.00hr e comentei que podia ficar tranquila que estaria esperando a “criança” e ela dando uma gargalhada disse que Claudinha não era mais uma “criança” de jeito nenhum, tinha virado uma moçona e já estava dando bastante trabalho e brinquei dizendo que era assim mesmo.

Quando cheguei na rodoviária fui ao guichê da empresa de ônibus saber sobre o ônibus e fiquei sabendo que por causa de um acidente na estrada iria atrasar duas horas e meia e chegaria lá pelas 20.30hr e resolvi ficar por ali aguardando porque para voltar em minha casa seria bem distante e então comprei uma revista e fiquei lendo esperando o tempo passar.

Quando o ônibus chegou na plataforma fui até a porta aguardar ela sair e foi então que tive a primeira surpresa.

Claudinha quando me viu deu um belo sorriso e me beijou no rosto toda feliz e já me puxou para perto do bagageiro para pegar sua bagagem e foi então que pude reparar que realmente minha sobrinha estava completamente diferente de quando a tinha visto aos 13 anos, realmente não era mais uma criança e sim uma tremenda ninfeta de deixar qualquer macho de queixo caído, além de uma carinha de anjo que fazia com que parecesse não ter mais do que 15 anos ela vestia um shortinho jeans tão apertado e socado no rego de sua bunda empinadinha que parecia que tinha sido embalada a vácuo e para arrasar de vez ela estava com uma camisetinha colada no corpo sem sutiã e os bicos dos seus seios médios para grandes estavam com os faróis bem acesos.

Claudinha pegou a mala e fomos para o estacionamento da rodoviária e claro que fiquei reparando em detalhes a beleza e a sensualidade da minha querida sobrinha, realmente era uma tremenda gata de 1.70m, cabelos curtinhos que realçavam seu rostinho angelical, as coxas grossas e torneadas e claro que a bunda todo empinadinha fazia com que a maioria dos machos virassem o pescoço quando ela passava rebolando e logo ela puxou conversa dizendo:

-Tio... eu pensei que o ônibus ia demorar ainda mais... o acidente interrompeu o trafego nos dois sentidos... ainda bem que apareceu um caminhão guincho grandão que tirou as carretas que bateram uma na outra.

-Ainda bem Claudinha... já estava começando a ficar com fome te esperando... assim que chegarmos em casa vou pedir uma pizza família para jantarmos... acho que você deve ta com fome também!

-Hummmm... adoro pizza tio... apesar de que tô evitando comer muita massa... tô ficando gordinha... as roupas que gosto mais de usar tão ficando muito apertadinhas... só tô tomando suco natural... também parei com os refrigerante... eles engordam muito!

Já que minha sobrinha tocou no assunto “corpo” brinquei dizendo:

-Claudinha querida... tenho absoluta certeza que nenhum rapaz deve te achar “gordinha” ... eles devem tá te achando muito “gostosinha” isso sim... menina, você tá linda e tem um corpo perfeito... bem que sua mãe comentou pelo telefone que você ta dando “trabalho” pra ela... deve te uma fila de rapazes querendo te namorar né?

Claudinha deu um sorrisinho sacana se ajeitando no banco do carro espichando as pernas respondeu:

-Ahhh tiooo... minha mãe tá exagerando... não é tanto assim... eu gosto muito de ser paquerada... beijar bastante... e adoro usar roupa assim desse tipo... bem periguete... mas... ainda sou virgem na bucetinha... se eu fosse tão safadinha quanto minha mãe acha que eu sou... já teria aprontado um monte... e já faz 4 meses que tô tomando anticoncepcional... por causa dos meus problemas hormonais... minha menstruação é totalmente descontrolada... é um pé no saco... por isso que vim nesse médico pra fazer uns exames completos e quem sabe resolver de vez esse problema!

-Pelo que minha linda sobrinha tá dizendo realmente você é mais “calma” que a tua mãe né... ela ficou gravida de ti com 15 pra 16 anos... a safada adorava namorar e gostava de variar bastante... ela era chamada de biscatinha pelas mas línguas da cidade... ainda mais morando numa cidadezinha daquelas.

-É foda tio... cidade pequena é uma merda... eu sei que falam mal de mim também... me chamam de putinha... mas não tô nem ai... na verdade essas que falam do outros na maioria das vezes são mais biscates que todas... normalmente são as feias e as invejosas que mais metem o pau na gente!

Deu pra perceber que minha sobrinha era bem desbocada falando tudo que vinha em sua mente e assim que guardei o carro na garagem ela pegou a mala e a acompanhei até o quarto que iria ocupar e brinquei bem sacana:

-Claudinha querida... tantas horas dentro de um ônibus deixa o corpo todo dolorido... tome um banho pra relaxar... eu também farei o mesmo... e depois disso pediremos a pizza pra jantarmos... o que você acha?

-Beleza tio... eu tava louca por um banho... o ar-condicionado do ônibus não tava funcionando direito e lotado de passageiros o cheiro de suor tava bravo!

Ela foi para o quarto e fui para o meu e assim que liguei o chuveiro e água jorrou forte fiquei pensando no corpo maravilhoso da minha sobrinha virgem e quando deslizei o sabonete pelo meu pau em segundos o “bichão” ficou duro como uma rocha, fazia 5 dias que eu não pegava uma puta e percebi que teria que dar uma aliviada porque quando minha rola ficava dura demorava muito tempo para abaixar e então bati uma punheta deliciosa e esguichei jatos fortes de porra no vidro do box.

Depois de me enxugar coloquei um short bem folgado que sempre usava em casa e por causa do calor, nem coloquei camiseta e fui para a sala e depois de sentar no sofá e liguei a TV aguardando minha sobrinha sair do banho e para meu deleite após alguns minutos ela me entra na sala toda cheirosa com uma toalha enrolada no corpo e sorrindo disse:

-Que banho gostoso tio... o chuveiro daqui sai bastante água... uma delícia! Tio... posso ficar assim enrolada na toalha... adoro a sensação da toalha úmida no meu corpo... ainda mais com esse calor que ta fazendo... verão é foda... vim tão apertada na poltrona do ônibus... do meu lado tinha uma mulher bem gordona e fiquei espremida igual uma sardinha em lata!

Minha sobrinha apesar de dizer que ainda era virgem me parecia uma garota totalmente descontraída e bem liberal e claro que nem me passou pela cabeça não atender aquele seu pedido e brinquei dizendo:

-Claudinha querida, aqui você pode ficar completamente à vontade... até ficar peladinha... por mim tá tudo bem meu anjo... agora pensei numa coisa... quando o entregador de pizza chegar e você for atender portão assim de toalha será que você conseguiria um bom desconto?

Claudinha deu uma gargalhada sacana e disse:

-Nunca fiz esse tipo de coisa... mas até que gostei da ideia safada do tio... e acho que conseguiria um ótimo desconto sim!

Escolhemos os sabores que queríamos e liguei para o disk-pizza e me informaram que em 20 minutos seria entregue e Claudinha veio até o sofá onde eu estava sentado no canto e colocando duas almofadas no outro canto se deitou colocando seus lindos pés sobre minha coxa e toda dengosa disse:

-Tiooo... deixa eu descansar meus pezinhos assim até chegar a pizza... só não vale o tio passar as unhas debaixo da sola porque morro de cócegas!

Eu olhei pra aquela garota linda deitada tão à vontade no meu sofá enrolada na toalha com uma boa parte de suas coxas à mostra e não tinha como deixar de colocar “maldade” naquela sua atitude e sorrindo disse:

-Claro que sim... se minha querida sobrinha quiser até faço massagem nesses pezinhos lindos... nem vou cobrar... é de grátis!

-Hummm... claro que quero tio... minha mãe de vez em quando faz isso pra mim... adoro ser massageada nos pés... espera só um pouquinho que vou pegar meu creme hidratante na mala... fica mais gostoso passando o creme!

Rapidinho Claudinha voltou e se deitou de novo... a TV estava ligada, mas em nenhum momento eu olhava pra tela e sim para a abertura da toalha daquela sobrinha safadinha bem ali do meu lado e logo passei a massagear seus pezinhos e ela sorrindo dizia:

-Ahhh tio... que delícia... hummm... se a pizza demorar um pouco mais não vou reclamar... tá bom demais... suas mãos são bem fortes!

Nem adiantou ter batido punheta no banho, meu pau ficou duro como uma rocha em segundos estufando a frente do short e para tentar ocultar minha ereção escandalosa puxei uma almofada tampando de leve e já que ela parecia estar gostando muito da minha massagem além dos pés também passei a massagear as batatas das pernas e logo percebi que ela ao se mexer levantou uma das pernas e a toalha se abriu um pouco mais na frente e sua bucetinha estava quase aparecendo, aquele joguinho sacana estava incrivelmente delicioso e todo sacana deslizei meus dedos pela sola do pés só pra ver o que iria acontecer e a reação foi a que imaginei... Claudinha deu um gritinho sacana e se contorceu toda sentindo cócegas e a toalha se abriu toda mostrando sua bucetinha lisinha e seus seios maravilhosos com os biquinhos durinhos e ela toda safada disse:

-Tiooo... você fez isso de proposito né... acabei ficando peladinha no sofá... seu safadão!

Meu pau parecia que ia explodir admirando aquele corpo virginal bem diante dos meus olhos e todo sacana disse:

-Claro que fiz... eu queria sentir sua reação... mas... acho que você não se importou de ficar peladinha... tenho quase certeza que você curte ficar nuazinha... linda do jeito que você é... com esse tipo de roupa que você gosta de usar... acho que minha linda sobrinha é uma tremenda exibicionista... alias... você me lembra muito sua mãe quando era novinha... ela também gostava de se exibir... a diferença entre vocês é que ela tinha uma buceta bem peludinha e você é totalmente depilada!

Minha linda sobrinha deu um sorrisinho safado e se levantando tornou a enrolar a tolha no corpo e disse:

-Tiooo... não vou negar... sou muito exibicionista... adorooooo me sentir desejada pelos rapazes e invejada pelas garotas... eu e mamãe somos bem parecidas mesmo... só que agora ela também tem a buceta sem pelos como a minha... sou eu que faço depilação em nós com cera quente... assim fica muito mais gostoso e bem mais fácil de lavar... para ficar sempre cheirosinha!

A campainha tocou e pedi para minha sobrinha pegar a pizza no portão, o dinheiro estava separado na mesa da cozinha e assim que ela foi me levantei e fui passar uma água gelada no rosto e também na rola para dar uma abaixada no “bichão” e voltei pra cozinha e Claudinha entrou com a caixa nas mãos e nos sentamos à mesa e passamos a devorar os pedaços de pizza, tinha suco natural de laranja na geladeira e após alguns minutos só sobrou um pedaço.

Voltei pra sala e Claudinha ficou limpando o que havia sujado e não demorou pra que ela voltasse à sala e se deitasse no sofá como antes e ela nem se preocupou em arrumar direitinho a toalha, suas coxas ficaram boa parte de fora e colocando os pés novamente na minha coxa disse sorrindo:

-Tioooo... não vale fazer cosquinha na sola dos meus pés agora... tô com a barriga cheia... se eu começar a rir vou passar mal... mas se quiser fazer mais massagens nos meus pés vou adorar... tem duas coisas que adoro que façam em mim... uma é massagear meus pés e a outra é ficar passando os dedos de leve nos meus cabelos... me dá um soninho danado!

O jeitinho safado da minha sobrinha me deixou completamente tarado, a falta de sexo de quase uma semana acentuou ainda mais o meu tesão e então continuei massageando os pezinhos da safadinha enquanto assistia TV e depois de algum tempo quando olhei para Claudinha percebi que ela já estava cochilando tranquilamente ali do meu lado, pensei em levantar e mandá-la dormir na cama, mas resolvi sair e ir para o meu quarto, no tesão que eu tava era perigoso eu acabar fazendo alguma besteira e deixei-a dormindo ali mesmo no sofá.

A consulta de Claudinha estava marcada para as 9.30hr do dia seguinte e assim que entrei no meu quarto tirei o short, sempre dormia peladão e deitei cama pensando no que havia acontecido e não tinha como negar que minha mente pervertida estava a mil por hora e depois de virar pra lá e pra cá acabei pegando no sono e só acordei no outro dia com o sol entrando pelas frestas da veneziana e em seguida entrei debaixo do chuveiro e deixei a água fria bater na pele pra despertar de vez.

Sai do banho e coloquei o short e fui pra cozinha pra fazer o café e ao passar em frente da porta do quarto da minha sobrinha ninfeta vi que a porta estava entreaberta e enfiei a cara pra vê-la e nem foi muita surpresa encontra-la nuazinha de bruços na cama, era um espetáculo maravilhoso ver aquele bumbum durinho e perfeito para meu deleite e depois de observá-la durante longos minutos fui para a cozinha com minha rola completamente dura, não tinha como me manter indiferente a tanta beleza e sensualidade.

Liguei a cafeteira e fiquei encostado na pia esperando o café ficar pronto e assim que isso aconteceu enchi uma xicara e passei a dar pequenos goles e ao olhar no relógio de parede e vi que faltava uma hora e meia pra consulta na clínica, porém resolvi que iria acordar a linda ninfeta nuazinha e foi o que fiz, mulheres sempre demoram a se aprontar.

Minha rola tinha dado uma acalmada, mas assim que entrei no quarto sem fazer barulho vi que Claudinha continuava de bruços com aquele rabo magnifico todinho à mostra, minha ereção foi imediata e decidi que não ia mais me preocupar com isso, minha sobrinha safadinha também já tinha demonstrado que não se importava exibir seu corpo sensual. Me sentei na beira da cama bem devagar e passei a dar tapinhas carinhosos no bumbum dizendo que já era hora de acordar e após alguns segundos Claudinha deu um suspiro e quando abriu os olhos e deu de cara comigo sentado ao lado dela sorriu dizendo:

-Hummmm tio... nunca fui acordada assim com tapinhas no bumbum... gostei... amanhã cedo acho que vou querer de novo!

Que sobrinha mais safada e a sacanagem subiu de intensidade quando ela continuando com aquele sorrisinho sacana se virou de frente e disse:

-Também quero beijinhos e abraços de bom dia tio... quero tudo que tenho direito!

Ela passou os braços pelo meu pescoço e beijei suas faces e quando me dei conta meus braços estavam em volta de sua cintura e apertavam de leve seu bumbum, meu pau parecia querer furar o short e sorri dizendo:

-Vamos tratar de levantar sua safadinha linda... acho melhor não nos atrasarmos para a consulta... e você ainda tem que tomar banho!

Claudinha se levantou e foi em direção ao banheiro, mas deu para notar que a safadinha não tirava os olhos da minha barraca armada e brinquei dizendo:

-Trata de tomar banho direitinho para quando o médico examinar você estar bem cheirosinha hein!

-Pode deixar tio... sou uma garota que tô sempre cheirosinha... mamãe me ensinou isso desde quando nasceram os primeiros pelinhos na buceta!

Fui pra cozinha esperar minha sobrinha safada e após me sentar na cadeira fiquei pensando nas safadezas que aquela garota já tinha aprontado, ela se mostrava muito putinha e meu pau não ficava mole de jeito nenhum e pra piorar ainda mais Claudinha logo entrou na cozinha enrolada na toalha, a vadiazinha realmente adorava se exibir e toda safada chegou do meu lado dizendo:

-Pronto tio... tomei banho direitinho como você mandou... quer conferir se tô cheirosinha?

Decidi que não iria deixar passar aquela oportunidade de ouro e todo safado puxei seu corpo pelo quadril para junto de mim e com a outra mão enfiei-a entre as coxas da sobrinha putinha e deslizei os dedos entre os lábios de sua rachinha virgem e em seguida levei a mão até meu nariz e todo safado disse:

-Com certeza tá perfeita querida... bucetinha tem que estar sempre assim... nunca se sabe quando uma língua vai deslizar por ela né? Claudinha deu um sorrisinho safado e não pareceu se perturbar com minha atitude sacana e continuou do meu lado dizendo:

-Hummm tio... gostei da parte onde você diz sobre deslizar a língua entre os lábios da minha bucetinha virgem... com certeza deve ser uma delícia!

Minha sobrinha mesmo afirmando que era virgem na buceta se revelava uma putinha sem um pingo de pudor e já que ela era assim decidi que também seria muito safado e então fui puxando bem devagarzinho seu corpo para o meu colo e disse todo sacana:

-Acho que tem outra coisa que também é uma delícia Claudinha... tomar café sentada no colo do tio... só não pode demorar muito... mas dá pra você experimentar... eu sei que irei gostar muito... agora senta bem encaixadinha sua safadinha!

Claudinha fez o que mandei e aproveitei pra levantar a toalha deixando sua bundinha durinha toda de fora e meu pau duro como uma rocha se alojou perfeitamente no reguinho da putinha, só faltou eu abaixar meu short pra meu pau ficar pra fora e ela toda putinha disse:

-Nossa tio... que pauzão que você tem... eu fiquei de cara olhando pro tamanho da barraca armada no teu short... eu já peguei no pau de alguns garotos... bati punheta pra vários... mas nunca senti um assim desse tamanho cutucando meu bumbum... desde ontem à noite eu percebi seu short estufado!

Todo tarado eu aproveitei e soltei a toalha do corpo da safadinha deixando-a cair no chão dizendo:

-É... do jeito que minha linda sobrinha ficou ontem no sofá me pedindo pra fazer massagens nos pés e mostrando sua bucetinha lisinha virgem não tinha como não armar a barraca... por muito pouco não te agarrei ontem... agora abre o jogo sua putinha safada... é virgem mesmo na buceta... o resto acho que você já fez de tudo né... esse rabo já levou pau no cu né?

Claudinha com um sorrisinho sacana se esfregava no meu colo e toda safada sussurrou:

-Ahhh tio... que colinho delicioso... Hummmm... não vou mentir pro meu tio pauzudo... eu já fiz de tudo e mais um pouco... sou muito putinha... só não perdi o cabaço porque não peguei um macho de verdade... mas não tô aguentando mais de vontade de sentir um bem grandão igual do tio me fodendo inteirinha... e pelo que tô sentindo... não vou escapar de levar rola do tio... eu sei que você tá taradão né?

Fiz a putinha dar uma levantada rápida do colo e libertei o bichão já com a cabeçona toda babada e ele rapidinho se alojou entre os lábios da buceta virgem da minha sobrinha putinha e ela suspirou dizendo:

-Ahhhh tio... nossa... como é quente seu pauzão... ahhh... delicia... vou rebolar gostoso nele... ahhhh... tiooo... sou tão taradinha... me pega gostoso!

Rapidinho puxei a putinha pro sofá da sala e a primeira coisa que fiz foi coloca-la de 4 com o bumbum bem empinado e enfiei a cara por trás como um cachorro e lambi aquela bucetinha tesuda de cabo a rabo, quando eu tocava com a ponta da língua seu cuzinho tesudo ela dava um gemidinho mais alto e rebolava deliciosamente, aproveitei e dei uns tapas na bunda da safada e ela gozava que nem louca se contorcendo sem parar, fiquei de pé atrás dela e encaixei a cabeçona do pau no seu cuzinho e sem ficar com frescura finquei com força e ele pulou pra dentro e só parei quando senti meu púbis totalmente colado na pele daquele bumbum maravilhoso, ela deu um grito bem alto de dor, mas eu nem me importei e todo macho dei uns tapas bem dados dizendo:

-Deixa de onda sua putinha... já levou pau no cu um monte de vezes... rebola gostoso na minha pica sua vadiazinha safada senão vou pegar a cinta e encher essa bunda de cintadas... quero esse cuzinho engolindo meu pau sua cachorra... cadelinha safada!

Claudinha mostrou que era uma putinha bem-mandada porque rapidinho passou a rebolar que nem uma louca jogando seu corpo pra trás para a penetração ser total e gozava como uma cadela no cio... meu tesão era incrível fodendo aquele rabo maravilhoso e logo eu fiz a coisa ficar melhor ainda e sem dar tréguas tirei o pau do cu da putinha e posicionando-o perfeitamente entre os lábios daquela rachinha virgem soquei de vez e penetrei-a até o talo, o sangue de seu cabacinho melecou meu pau e fiquei mais tarado ainda e passei a foder a vadia com força, Claudinho deu um gritinho quando seu cabaço foi rompido, mas logo dava gostoso pra mim e gemendo loucamente ela sussurrava:

-Ahhhh... assim mesmo tio... fode... fode minha bucetinha... arromba ela bem gostoso... ahhhh tioooo... que pauzão delicioso... fodeeeeeeee!

Não consegui segurar meu gozo por muito tempo e logo enchi aquela bucetinha de porra fervente, ficamos engatadas durante algum tempo e então mandei-a tomar um banho para irmos para sua consulta e chegamos no consultório no horário marcado.

Quando voltamos do médico a sacanagem rolou solta, Claudinha era uma putinha insaciável e queria dar a toda hora e claro que eu dei o que ela queria durante todos os dias que ela ficou em casa.

Claudinha foi embora, mas disse que não iria demorar a voltar e ela cumpriu a promessa, que delicia de sobrinha eu tinha!

Se quiserem prestigiar o autor leiam outro conto relatado por mim que está no segundo lugar do ranking dos mais lidos:

MINHA SECRETÁRIA FOI VIAJAR E DEIXOU SUA FILHA NINFETA NO LUGAR!

Se gostaram e quiser ler mais contos meus acessem meu perfil:

http://zdorovsreda.ru/perfil/150463

Skype: tete-cp1

KKKKKKKKK5KKKx

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
27/10/2018 17:46:42
Nunca fui a favor de coisas relacionadas a incesto, mas abro exceções para sobrinhas e primas. Sendo ninfetinhas é o que importa. Gostei da história, embora previsível como o Astrogildo falou.
23/10/2018 10:05:41
Seus contos tem alto potencial erótico, mas esse ficou previsível demais.
22/10/2018 14:41:57
Muito bom conto,espero pelo próximo sobre o retorno d sua sobrinha e eu li o conto q vc sidou
22/10/2018 11:13:21
Excelente
22/10/2018 10:45:56
Muito booom!!!!!




Online porn video at mobile phone


cachorro nao queria mas degrudar da mulher zoofilia video pornienteada gostosa brincando de carta mal padrastodei para uma dúzia de homem eu confesso no mesmodona de academia fudendecasa do conto meu filho me encoxou de baby dollxpornonegaovídeo de 2 minutos novinha galeguinha baixinha deitado na cama de casalxvidios outros purai favoritosx vídeos a empregadinha galeguinha u vei comendo nu so faperdendo a virgindade com o meu namorado e elearromba minha bucetaFiz minha sobrinha trair seu noivo no motel. Comigo comi seu cu conto eroticomulher derramando enfiando um copo de cachaça na bucetacontos de casadinhas sapecas malhadasporbo doido escrava cega afoga na bundaPetreky pornvedeos de sexo foi morar mais a madrasta nao resistiu e cumeu elaContos incesto dei pro meu filho mesmo gravidaCaralhudos na bucetinha virgempornô panteras tio começa o vinho depois que eu chego em casafoto de nuher pelada asbonitas gratuitovideos de sexo sogra dando escondido para o namorado da filha e ela goza até esquichacontos cracudoposo enchuga o meu priquitoestupro esposa contos eroticoscomendo bucetinhas das novimha tarafinhaxvideo pinto gigante mais finissimomulher mini sainha curtinha piscininha peladinhamaior busetao gosado t.v porra gg pistolaoesposa cheia de porra no acampamento casa dos contosPatrine da do 21 pelada mostrando a b*****câmeras escondidas que estragaram Anitta dando a bucetacontos eroticos sou casada e chupei o pau do negao pelo buraco da paredexvideos fudendo no parque da jaqueira em recifecontos eróticos meninas de 25 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhovideos porno meu vizinho é louco por minha bundaentiada dormindo o padrasto xegaconto porno paixao escandalosacomeinha buceta to com tesãoconto erótico meu bebezinhofilmes porno so conegona gordinha da buceta inchada e cabiludavidios bullim nua de quatro com pisudoconto esposa peida pinto comedormuleke come buceta na cachoeira sem camisinha na matasexo porno eu tava sozinha e meu padrasto foi ate o quarto passa a lingua na minha xereca e ainda jogou toda porra dentroboa foda karma esguinchadasconto de eu novinha dri meu cu apertado para um cavalo de pica grande conto incesto ajuda filho novo quebrado a lavarcontos fui encoxada no onibus e meu marido nem percebeucontos eroticos com nerd tristonhocontos eroticos gay x negao 40cmporno de ananotacontos uma delicia de vizinha 8aninhoscontos eroticos a crentinhacontos porno gratis estupro sadomasoquismo submissãosou sexo com travesti 2 metrosconto shortinho e tênis com chuléxivedio fazer amor 💓 com marido mulher estava fazendo hidrataçao de pele na cara nao percebeu o homem sexo pornoputonas d novo hsnburgo d beibi dolbaixinhas levando no cu ate cagarxvideo.bucetaoassitirdando apora desse cabaçoxvideos velhsriasamigo gay bundudo liso vestido de mulher na festa conto gayContos eroticos sapatao machaocontoerotico eu namorada mae e tiovidios de homes levam amigos para tranzarem com as esposasquero ver cachorro enganchado com essas gostosas por favorfudendo com a sogra querida enquanto ela faz faxina porno doidoaprendendo a dirigir no colinho contoContos.shortinho.curto.enlouquece.filhosexo com coroa ruiva baixinha gostosa peituda de buceta bem peluda fidendo xom bem dotadomae cpontos erotixostia dando uma licao no subrinho por ir mau na escola xvideos videosmeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesgranfina caindo da sacolaconto padastroSite porno de facio asseçonovinha mandou ditado toma no cu e ae fudeu no estupro violentoeu queria dar minha buceta e meu cu pro amigo solteiro lindo do meu marido eu liguei pro celular dele eu marquei um encontro com ele eu raspei minha buceta eu fui me encontrar com ele eu entrei dentro do seu carro eu dei um beijo na boca dele eu disse pra ele eu quero ir com você pro motel ele me levou pro motel eu e ele dentro do quarto eu dei um abraço nele eu dei um beijo na boca dele eu tirei minha roupa eu deitei na cama ele chupou meu peito ele disse pra mim sua buceta raspadinha e linda eu disse pra ele eu raspei minha buceta pra você ele começou a chupar minha buceta eu gozei na boca dele eu peguei no seu pau eu disse pra ele seu pau e maior e mais grosso que o pau do meu marido eu chupei seu pau ele começou a fuder minha buceta eu gemia no seu pau ele fundendo minha buceta eu gozei eu disse pra ele fode meu cu conto eróticocrente safada contosO filme corno manso de verdade existir pornoA dentista putinha quadrinhos eroticosquero ver as novinhas do Nx trepando muito com seus cunhados brasileiroconto erotico comecei a provocar novinho pintinhofez buraco na parede do banheiro para brexar as mulheres de casa e foi pego pornobleizer duas mulata dando pro genro xnxxdeposito de porra molecadaXVídeos só com aquelas mulheres que transa naqueles banheiro que o cabo bota o pênis pelo buracoesfregou e gosou na xeca da amiga uhhhvou te arregaçar vagabunda, grita vadia, tô te arrombando cadelacasa dos contos eroticos/juliananovinna perdeno. a virgindade