Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Novinho dá bunda em pleno churrasco, é visto pelo pai e putaria acaba sendo arruinada. Diego fica desconfiado.

Os vizinhos intrometidos [mas ótimos] dos fundos, pediram para chamarem Diego [ainda não estava construído o muro] e se convidaram. Como moram na rua de trás, rodearam e chegaram umas meia-dúzia de pessoas juntos com eles. Igualmente como acontecera na vila na outra cidade que Diego morava, acabou em pagode. Foi muito gostoso. Mas não houve confusão como houve na vila [que Diego botou uma mulher no hospital. Rss].

No fim da tarde estavam sentados o pai do Diego, os amigos o pai dele, o Beto, o neguinho e o amigo, rindo e batendo papo, todos bêbados. O neguinho vendo Diego, acenou. Diego também bêbado, foi e sentou-se no colo dele, todo alegre. Os dois já nem mais se importavam com as pessoas que passavam pela rua ou que estavam no bar.

- Porra sacaninha, pena que não vai dar pra te dar aquele trato. Daqui a pouco a gente vai embora e a casa está cheia. – Disse o neguinho.

- Claro que vai dar, sim. Você que vá embora sem me dar pau, que eu te dou um par de chifre.

- Mas que carinha malandro! – Disse o neguinho, aos outros. Todos riram.

- Malandro é meu pai. Sou malandrinho. – Disse Diego pegando no rosto do Jackson e puxando um beijo na boca. Só se ouviu o “uuuuhhhhhhh”. Kkkk.

- Não estou vendo nenhum malandrinho aí, estou vendo uma malandrinha. – Disse o pai do Diego. E foi aquela risada.

- Rapaz, tá maluco? Aqui na rua não. – Disse o neguinho reagindo ao beijo do Diego.

- Então vamos para o quarto, meu preto, lá te darei os beijos que você me nega aqui. – Saiu Diego, puxando o neguinho pela mão. Quando Diego foi subindo a escadinha de frente da casa, Jackson pegou pelo braço e foi levando ele. A galera gritou novamente.

Na cama do Diego estava uma amiga dele e um rapaz, trepando. Jackson levou Diego para o quarto de visitas. Lá estavam duas bichas disputando e devorando uma rola só. No quintal havia gente, o único banheiro que há na casa estava em constante uso.

- Vamos no meu quarto mesmo. Eles são meus amigos. – Disse Diego.

- Ah, sem problema. – Respondeu o neguinho.

Por sorte, quanto Jackson meteu a mão no trinco pra abrir a porta, coincidiu o amigo do Diego abrindo a porta e foi saindo com a garota.

- Desbagaça o viado, negão, que ele gosta. – Disse o amigo do Diego ao Jackson.

- Deixa comigo. – Respondeu Jackson rindo.

Diego foi jogado na cama e, sem beijo sem nada, o neguinho apenas abriu o cinto, o zíper da bermuda e botou a rola pra fora. Diego sentou-se na cama, agarrou na rola do neguinho e abocanhou cheio de gulodice. Sua rola estava melada com aquele líquido transparente, e parecia com gosto de estar escorrendo há muito tempo.

- Fome do caralho! Calma ai, sacaninha. O passarinho vai sair voando não. – Disse o neguinho, rindo.

Diego desceu a bermuda dele, observou a cueca e estava melada.

- Por que sua cueca está assim, melada?

- Tesão, ué. Desde cedo estou doidinho pra te dar uma socada. Principalmente você dançando, mexendo a bundinha, parecia implorando pra eu meter pica nela.

Diego adorou ouvir isso e voltou abocanhar a rola do Jackson. Chupava com volúpia, gulodice, tesão e ferocidade. Parecia que queria arrancar o pau dele com a boca e engoli-lo.

- Calma, sacana, se tu continuar chupando assim eu vou acabar gozando.

- Então me come, vai. Enche meu cu com essa gala gostosa. Deve estar cheia aí dentro, pra estar minando desse jeito.

- Quer gala no rabo, é, safado?

- Tudinho, baby!

- Então bota essa bundinha pra cá.

Diego pegou creme hidratante, desceu a bermuda deixando a bunda livre, e lubrificou o cu. Ficou de quatro, o neguinho tentou meter e não foi. Só que dessa vez não teve muita tentativa. Na segunda vez que Diego passou hidratante no cu e um pedaço da rola entrou, Diego Disse:

- Ai gatinho, mete tudo, com força, vai. Me arregaça que hoje estou louca.

Não deu outra. O neguinho colocou um pé na cama, segurou na cintura do Diego com uma mão, apertou no pé da rola pra ela ter mais rigidez e foi colocou força. Só em lembrar me arrepio todo; o pau do Jackson parou direto no fundo. Foi a primeira vez que Diego sentiu dor recebendo a rola do neguinho.

Jackson fez menção em tirar de dentro e Diego o segurou na coxa:

- Não, nego, está doendo. Deixa um pouco dentro.

Jackson parado com o pau dentro do Diego, ele fez o pau dar uma pulsada.

- Fss, ai! – Fez Diego, cheio de manha e dengo.

Relaxando o cuzinho, Diego soltou a coxa do neguinho, começou chiar gostoso e levar a bunda pra frente e pra trás, fodendo a rola do Jackson.

- Ai meu preto, me come vai.

O neguinho segurou na cintura do Diego e mandou rola, dando estocadas fundas e violentas. O soca-soca estava tão gostoso que não durou 2 minutos, Diego começou gritar [literalmente], se tremer todo, e gozou, sem se tocar, dentro da cueca [só a bunda estava do lado de fora].

- Ai nego, deixa só um minuto parado. Eu gozei.

O neguinho ficou bobo.

- Cara, já?

- Sim, painho. Está muito gostoso receber seu cacete. Você me deixa assim, com esse tesão extremo.

- Cara, ninguém nunca amou tanto receber minha rola desse jeito. Quero que você fique só comigo.

- Poxa, nego, eu pensei que já éramos um do outro.

- Claro que já somo.

- Então, come, meu gatinho, vai.

A outra seção de soca-soca começou quando abriram a porta. Como Diego estava com a bunda virada pra porta e a cara virada pra parede, não viu quem entrou, também não se importou porque ele nunca teve problemas em dar a bunda frente de amigos. Continuou Diego com a cara pra cima, olhos fechados, recebendo rola e gemendo bem gostoso, quando Diego ouviu:

- Rapaz! Garoto magro mas tem uma broca de cu grande da porra. Como é aguenta uma jeba dessa? – E se acabou de dar risada.

Ouvindo a voz do pai, Diego arrancou violentamente o cu da rola do Jackson, colocou a bunda pra dentro da bermuda. Jackson segurou a rola com as duas mão e saiu mancando e gemendo, mas de dor, como se recebesse uma cotovelada.

- Cara, quase você arranca minha rola. – Disse o neguinho.

- Ô nego, desculpa! – Disse Diego. E virando para o pai, cheio de vergonha, falou: - Pai, não faz isso. Como é que o senhor entra assim, comigo fazendo sexo?

O pai do Diego soltou uma risada. Ele havia entrado com a amiga do Diego, na intensão de comer ela ali no quarto.

- Guri otário do caralho! E eu não sei que tu dá esse rabo! Toma vergonha, moleque! Quem tá aqui é teu pai, não é nenhum crítico preconceituoso nem mal caráter não.

- Pai, com o senhor aqui não dá.

- Deixa de ser besta, guri, vai dar teu cu que vou ficar aqui do lado com minha putinha. Chega mais pra lá e dá espaço.

O pai do Diego puxou a amiga do Diego e ela foi para o outro lado da cama. Ela já estava de pau duro dentro da bermuda. Quando foi colocando ele pra fora, Diego cobriu o rosto com o cobertor.

- Pai, é sério! Para! Eu não vou conseguir com você aqui, e não quero te ver pelado.

- Deixa de bobagem, moleque! A gente não já se viu tantas vezes de cueca?

- Uma coisa é de cueca e de rola mole, pai, outra coisa é pelado e de pau duro, e por cima, fazendo sexo.

- E vou foder aonde, guri?

- No outro quarto.

- Lá tem uma cacetada de gente. Se os fundos não fosse aberto, eu foderia lá mesmo.

- Então espera eu terminar e vocês usam esse quarto.

- Deixa de bobagem, rapaz, vai receber sua madeira no rabo. É só esquecer que estamos aqui do lado.

Os três riram.

- Então eu saio e continuo depois. Fiquem aí. – Disse levantando-se com o rosto virado pra parede.

- Não. Não! Continua então, boneca. Eu uso o quarto com minha gatinha quando vocês terminarem.

E nisso o neguinho está em pé esperando a conversa acabar. Nem se importava com a amiga do Diego no quarto, vendo ele pelado, porém sua rola já havia caído.

O pai do Diego puxou a menina pra sair, e disse:

- Rá moleque! Não deixa a menina com fome não porque mulher com fome procura comida na rua.

O neguinho deu risada.

Assim que o pai do Diego saiu, ele correu e trancou a porta.

Diego ajoelhou-se na frente do neguinho e abocanhou seu pau.

- Ai! Eita porra! – Disse o neguinho tirando a rola da boca do Diego, sentindo dor.

- Que foi, nego?

- Não sei. Ardeu pra caralho.

Jackson ficou esticando a pele e virando o pau de um lado pro ouro.

- Caralho, olha pra isso.

O pau do neguinho estava parecendo uma rachadura no meio, mas apenas por cima da pele.

- Cara, tô fudido! Se a mulher ver isso, estou lascado.

- Poxa, nego, não quero te trazer problemas. Então é melhor parar pra isso não piorar.

Realmente a rachadura extava visível. A lesão foi causada no momento que Diego arrancou o cu da rola dele com vergonha do pai.

- Melhor lavar isso, meu preto, pra sarar logo. Aproveitamos e cedemos o quarto pra meu pai.

- Não vai ficar chateado, sacaninha?

- Não, gato, estou vendo que teve lesão. Não quero que tenhas problemas em casa. Quero que fique sempre bem pra eu poder te ter sempre.

O neguinho meteu a mão pela cabeleira do Diego, por trás das orelhas, e beijou sua boca, bem gostoso. Vestiu-se e saiu para o banheiro. Até a rola na cueca estava doendo. Coitado!

Assim que foi saindo, o amigo do Jackson o puxou pra falar algo.

Diego segurou a porta e chamou o pai.

- Cara, já gozaram? São rápidos, hein!

- Não! Na hora que puxei a bunda do pau dele, causou uma lesão da pele e ficou ardendo.

- Porra! Foi mal, filhão.

- Tudo bem, pai! A culpa foi minha em ser grotesco. Vai usar o quarto. Mas tranca por dentro senão vão querer invadir e trepar junto com vocês.

- Ah! Deixa de bobagem! Sabe que o paizão não se importa com isso.

- Eh! Acho que tive a quem puxar.

- Puxou a mim nada, senão não teria se importado com minha presença. E se não fosse besta, uma hora dessas estava lá dando o rabo numa boa, e a jeba do negão sem nenhuma lesão.

- Ah, o senhor fala demais. Vai logo.

Diego foi no banheiro e só tinha um cara urinando. Saiu procurando Jackson pra dar uma toalha. E viu nos fundos Jackson, o amigo e Ana Clara conversando no canto da cerca. Ana Clara estava mexendo no celular naquele momento. Diego encostou-se:

- Toma, nego, a toalha.

- Ah, pivete, chega aí. – Disse o amigo do Jackson, puxando Diego um pouco afastado, Jackson foi para o banho e Ana Clara para junto dos amigos.

- O que foi? – Perguntou Diego.

- Tô sabendo da parada que rolou. Se quiser eu continuo o que o brother começou e não terminou. Basta me liberar aí “50 conto” e te arregaço todo.

- Olha, isso que você está fazendo é fuleiragem com seu próprio amigo. Eu namoro com ele.

- Que nada, parceiro. Ele não vai se importar. Disfarça aí e pega nela por cima da bermuda pra você sentir o que você vai receber no rabo.

- Olha, eu não vou fazer isso. Mas me diz, foi o Jackson quem mandou você me intimar?

- Não. Mas ele não vai se importar. Bote fé.

- Olha, eu te arrumo os 50 reais, mas se você não me intimar mais. Pode ser?

- Tá legal! Mas a proposta tá de pé.

Diego deu o dinheiro a ele e ficou por isso mesmo.

La fora o Beto estava todo feliz, já bêbado também, cantando músicas [aqueles tipo do Zeca Pagodinho, por exemplo] com a galera. Momento ou outro ele sambava gostoso pra zorra [e o negão sabe sambar]. Trajando uma bermuda jeans justa no corpo, tênis esportivo e um sorriso lindo estampado no rosto, Diego recebeu um alerta de tesão, sentindo algo forte por dentro. A bunda do Beto já é de arrepiar, e sambando miudinho, nem sei como conceituar aquela cena. Diego observou aquele homem todo e sentia um frio delicioso por dentro, mas estava decido a controlar e reprimir totalmente aquela paixão, até conseguir esquecê-lo de vez, e já tinha o substituto.

Jackson e o amigo tiveram de ir embora. Quase Diego não deixa os dois saírem. Rss.

A farra acabou quase meia-noite. O perigo foi alguns irem embora, bêbados, de moro ou de carro, como o Beto [que é sempre correto], como o Jackson e uns amigos do Diego. Outros eram vizinhos, outros foram embora de uber, e alguns dormiram, espalhando-se pelo chão da sala e nos quartos.

Na madrugada, Diego acordou sem ar. Em cima dele havia alguém apertando firme sua garganta para matá-lo. Diego começou se bater na cama, tentando se soltar, até que conseguiu e sentou-se rapidamente, ofegante e assustado. Ele não havia tomado os medicamentos por conta do álcool, para não misturá-los. Ele levantou-se e foi ao banheiro.

Na sala meio clara, havia alguns casais fazendo sexo debaixo dos cobertores. Alguns estava com metade do corpo à mostra, outros somente do ombro pra cima. Ele viu o amigo do pai com a namorada; o órfão com uma rachada [o gay, caso dele, não pôde ir porque o trabalho não liberou e ele não podia perder o emprego]; o amigo do órfão com outra racha; e quando viu a amiga deitada toda se contorcendo, chupando o punho direito do seu pai, fazendo “papai&mamãe”, ele por cima dela com o cobertor só até no meio da bunda e o corpo suspenso como “cobra-dando-bote”, dando cada socada parecendo que queria fazer a rola entrar pela buceta e sair pela boca, Diego tirou o rosto e saiu, nem quis ver quem era o outro casal.

No quarto ao lado havia muita pancadaria e muito geme-geme aviadado [não sei porque maioria dos gays gostam de sexo com pancadaria – menos eu – kkkk – até parece!]. Eles separaram os locais da putaria entre hétero e homo. Não achei errado não. Mais cedo não houve essa separação, talvez porque foi na malandragem. De madrugada a putaria foi mais séria, achei perfeita a separação. Se houve troca de casais entre os héteros, não sei, mas o amigo me disse que no quarto foi um troca-troca de parceiro da zorra.

O pai do Diego e o casal que ficaram lá até no domingo, trepavam o tempo todo. Eles tinham fogo pra dar, vender e emprestar. O pai não firmou namoro com a amiga do Diego, mas os dois sempre que se veem, só faltam se lascar.

Jackson disse pra esposa que a cueca havia ferido a rola dele. Segundo ele, ela parece ter acreditado.

Obrigado a todos e deixo meu grande abraço!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/07/2018 20:46:03
Porra Healer, tudo junto e misturado hein sacana 😎😎😎😎😎😎😎😎. Vamos lá no pai do Diego juntos, onde come um come dez, sou prova viva disso 😋😋😋😋😋😋😋😋😋. Coloca mesmo nosso beijo galado em público pow 😋😋😋😋😋😋😋😋😋. Você sempre expondo nossas façanhas 😎😎😎😎😎😎😎😎. Nos numa ilha no Pacífico com certeza era jogados ou como diz a música do Paralamas: "entrei de gaiato no navio" huahuahuahuahuahua, porque por grana mesmo só na próxima vida 😂😂😂😂😂😂😂😂😂. Ah, você sabe que minha gala é assim, bateu grudou 😎😎😎😎😎😎😎. E olhe lá se não engravidar até viado se receber minha gala dentro da barriga 😎😎😎😎😎😎😎😎😎😎. Ah Dyguinho, você comeu Healer e esqueceu de mim sacana. Vou te pegar e você vai ver 😋😋😋😋😋😋😋. Caraca mano, quase gozo com a dupla penetração do Beto e do Jackson, vocês querem me matar de coração. E olha Dyguinho, a verdade doi 😆😆😆😆😆😆😆😆😆😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂. E olha pra Dyguinho se soltando. Isso tem cara que come calado, fica na dele mas é uma puta putanheira 😆😆😆😆😆😆😆😆😆😆. E conte também sobre os ficantes do Diego, Dyguinho, você é bom no que faz. Não precisa sumir quando concluir não pow. Entro mais aqui mesmo pra ler os seus, já que você é o único que responde, ou raramente um ou outro autor. Você e o Healer me viciaram na casa huahuahuahuahuahua
17/07/2018 20:32:27
Porra parça, mas também tem que se ligar no pivete que tem mulher. Beijar em público pode cair no ouvido dela e acabar os dois se fudendo. Apesar que é em outra cidade mas o diabo é sujo.
17/07/2018 18:47:12
Consequências abaixo. Digitei errado.
17/07/2018 18:46:12
Complicado isso de bjo gay, na boca, em público, foi mta coragem msm. Isso pode atrair com sequências por causa de preconceito. A foda foi mais uma vez deliciosa mas pena q parou no meio. Bobagem o Diego com vergonha do pai, um cara tão bacana e sem neuras. E mais uma vez o Diego de olho no Beto. Sinto cheiro de perigo.
16/07/2018 21:52:06
Veripassiva, que bom que você gostou. Andaste sumida, pensei que tomou raiva do Diego. Rss. Pois é, os relacionamentos do Diego foram baseados em "simples amante" ou ficante. Rss. Obrigada! E entendo sua falta de tempo. Abraços!
16/07/2018 21:49:47
Pois é, Healer, o pai do Diego é todo "mente aberta". É "bloqueio" e vergonha boba do Diego. Se você adora o pai do Diego só pelo que eu falo, se conhece ele iria amar, todos adoram ele. Incomparável. Gente fina igual o Beto, a diferença é que o pai do Diego é mais palhaço. Rss. Misturar tudo também é gostoso. Rss. Você também é depravado igual TG. Adoro! Rss. Beijo na boca com as duas meladas de gala... aí uma coisa que nunca fiz e que morro de vontade. Já vi amigos fazerem, mas eu nunca fiz. Porém meus amigos eram os dois passivos, dois rapazes gozaram na boca deles é eles beijaram-se em seguida. Delicioso! Rss. E não é despedida não, rss. É que já estou pra encerrar o curto relacionamento do Diego com o Jackson, pra entrar pro próximo. Porém no próximo relacionamento dele já será pra encerrar de vez, já que foi o último até hoje. Depois não terá mais pra contar porque o restante foi só sexo casual, fode aqui, ali e tchau. Estou mais focando nos "relacionamentos" mesmo [ou na tentativa deles - rss]. Kkkk. Vou pedir para o Beto e o Jackson fazem uma DP no TG, mas duvido que seja suficiente pra ele. Kkk. Brincadeira Túlio. Rss.
16/07/2018 21:38:56
TG, você me faz rir. Kkk. Diego é assim mesmo, louco por um lado e bobo pelo outro; beija Jackson em público mas tem vergonha de dar a bunda frente do pai que é tão "avançado". Rss. Eu nem quero imaginar você na casa do Diego, você ia querer comer cada um, um pouco [ou muito]. Rss.
16/07/2018 13:52:50
Concordo com as palavras de TG kkk.
16/07/2018 01:14:16
Carambaaaaa!!! Eu li todos! Mas só vou comentar esse... eu adorei os outros... estava sem tempo mas li tudo essa noite... se fosse o meu namorado mesmo que amante eu beijaria na boca mesmo... na verdade não sei se eu conseguiria ser amante... mas enfim... adorei a parte da putaria!!! Adoraria tá dando bem gostoso!!! E que festa boa viu? Uau! Arrasou! Adorei o pai chamando ele de filha, safada, mulher rs kk adoreeeei rs continue! Talvez eu suma pra responder ou talvez não
16/07/2018 00:42:59
TG, eu e tu numa ilha do Pacífico? É muito fino ou fomos jogados para um teste de sobrevivência kkkk. E se Diego me oferecesse água pura, eu não aceitava mesmo, tamanha é minha sisma para ele kkkk. Viado a próxima vez que eu ficar grudado no teto com tua gala, que não sei que esperma é esse, é Homem-Aranha? Kkkk vou usar você na copiadora da faculdade, daí quando precisar de cola, é só a baixar tuas calças e punhetar para colar os papeis kkkk deu trabalho para sair kkkk a de Dyguinho é mais fina mesmo. Dyguinho pede para Jackson e Beto fazer uma dupla penetração em Túlio_Goulart kkk quero ver essa façanha, vai ser bem gostoso de ver kkkkk aí eu e tu enchemos a boca de TG só para ele matar a saudades. Delícia. 😙😙😙😙
16/07/2018 00:22:48
Diego com vergonha do pai, foi engraçado kkk, o pai todo a vontade, kkk, adoro o pai de Diego. O coitado do Jackson quase perde a rola, fiquei com dó dele Kkkk. Esse povo ao invés de separar por sexualidade deveria era ter misturado é tudo kkkkk. Essa Túlio_Goulart de olho também no pai de Diego, entra na fila ou melhor vamos pegar juntos kkkk. TG eu entendo esse lance de beijar em público, é ainda um pouco complicado. Mas para resolver isso, vou mandar colocar nuns 8 outdoors da cidade uma foto do nosso beijaço melado cheio de leite kkk. Dyguinho2000 essa frase no final do conto foi uma despedida? Ficou com cara de término de história, pelo menos de final de temporada, é isso? Olha não suma não, se não sabe o que é que eu vou fazer? Vou rachar de tanto chorar kkkk. Um abraço.
13/07/2018 18:23:55
Huahuahuahuahuahua cara maluco mesmo. Tenho essa coragem não. Beijar outro cara na rua 😂😂😂😂😂😂😂😂😂. Se for num local específico para gays ou simpatizantes, até que tá legal, mas numa rua qualquer. Admiro a coragem 😆😆😆😆😆😆😆😆😆. Porra, a putaria em si achei filé pra caralho. Ai eu lá junto 😎😎😎😎😎😎😎. A parte da pancadaria foi melhor ainda. Fiquei imaginando a bunda do pai do Diego toda branquinha, redondinha, mostrando o delicioso caminho para a felicidade 😋😋😋😋😋😋😆😆😆😆😆😆. Me acabei de rir com a rasgada que Diego deu na rola do pivete. Huahuahuahuahuahua. Arranca a rola do sacana, viado e tu fica sem depois. Vergonha boba do sacana dar o cu na frente do pai. Se fosse um brother preconceituoso vai lá que seja, mas um pivete todo cabeça, todo gente fina. Achei idiotice.
12/07/2018 23:03:48
Parça, o que perdi aqui??? Já são três contos com meu sumiço. Vou começar do que perdi até esse. Não garanto ler esse e o penúltimo hoje porque amanhã tenho de sair cedo. 😆😆😆😆😆😆😆😆😆. Depois que ler te dou a nota 😉😉😉😉😉😉




Online porn video at mobile phone


rápido mamãe tà chegando putariabrasileiracontos gay afeminadosdescabacei o cu da minha tiarelatos eroticos pagando o aluguel com a filhinhavidios de filha que ver mae enfiando vidrado na sua buceta e fica doida e vai fazer pornoaregasando.abuceta.dagemeastaubateana xvideosmulequinhos surfistas pauzudos pornocontoerotico namorada e mae putas do tio jorgemulhe.michando.eigual.homem.que.tem.um.grelao.que.prece.uma.rola.que.ela.bati.punheta.igual.homem.e.goza.espurrando.porra.fota.coletanias maior pau do mundo pornocontos de sexo raspei minha bucetaconto erotico sendo ensinada por papaipornocontoincestos14aninhos xotas lizinhaxvideos garotão bombado infiando dedo no cuzinhoconfesso que esse moreno é deliciosofotos novinhas de collant rasgado e buceta aparecerdepiladora nao aguenta a buceta elastica a maoso puta dancando sexual e menor mostrando o peitinho e bucetinha enchada marcado a calcinhaXVídeo mulher pelada gostosa Barradãovimeu cachorro engatado emcadela quistambem comtocontos mostrei minha buceta pro moço do gasbuceta e igual biscoito Perde um e amanvirgem relatos de zoofiliaBaxa.sex.de.menina.guniada.de.tanto.fude.sua.busetinha.cabiluda.videos gratisminha esposa virou putinha dos meus amigosMenina asusta com tamanho da pica saindo dabucetadamaehem lavando a rolacaipira pingueludodepois que fiquei viúva me liberei contoeu perdi a minha virgindade com cara da pica de 40cmporno amador mulheres lanbendo o pao do homem devagarinho até gozarConto incesto garota de 09 aninhos popozudanovinha contraída com a cabeça da pica lá dentroda irmã Cecília de carinha de anjo chupando rolapai dando mor dida na perereca e peitao da filha e deu o pinto pra ela lampernegona carvao trepando pornodoidoxvideo mobile .com tennho 45anos edei para um homem do pau bem grandecrioula perdendo a virgindade de bruçoPauzao no cu Bucetao arregasada esguinchando xvideojaponesa gostosa de shortinho damdo xvideoxvidio mulhe casada. dexa marido dentro priquito brasileroo das panteras das morenas de cabelo enroladinho dando a b******** raspadinhaquero ouvir contos eróticos bem gostoso com freira no conventoVale de mulher pelada transando com homem chupando o pinto e razão na carecaXVídeos as mestiça de cabelo curtinho gostosa postiçaconto erotico de urso motoqueiro aregaçando o novinho saradinhoNovo vidio di reprotuto dicavalorcache:zdorovsreda.ru/texto/2013051431xvidioporno correu da rolasou puta e amo porra dentro da minha buceta conto eroticomeu namorado botou o dedo minha vagina e sanfrei nao sou mas virgem videoGay afeminado virou mulher na mao do coroa negro contos eroticos os melhorescontos picantes de namorados ciumentosmeu marido me pediu pra chupa outra rola contos eróticosvideos de sexo enchendo de porra esperma semem dentro da buceta jovem gozando dentroconto erotic incest depravad filhinhaVirgem chora na cama com velho taradohome gozando cachara zoofeliapornoqual bumbum mais Bate Cabelo morena branquinha loirinha novinha com a bunda bate a bunda pulaengulo esperma e recomendo conto eróticoConto erotico meu cabaco arronvado pelo velho do pauzaocontos erotico da irma batendo punheta no irmao machucadocunhado gozando dentro da buceta cabiluda da cunhada deitadade bruso clara de 52 anomeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machocontos eroticos padrinho tira o cabacinho da afilhadaFudendo a intiada novinha d shortinhab***** com mais de um palmo de largura no XVídeosconto crente bundeiragay sendo estrasalhado sem querer xvideos.comcontos eróticos da esposa anda na casa de quatro como cadelavideo de namorado fasendo gostozinhomulher trasando cem saber com oltroesposa na balada contosxerequihas. que. a. mule. temmeu corninho eu quero uma pica gozando dentro de minha e meu céunotando pica no cu arrombado gay de japonesensinando minha enteada conduzir contos eroticosxvideos encinando a sobrinha a dirigir sentou no colinho ai ja eraComo rankar um cabaco de uma gostosadespidida de solteiro e muito sexoCumendo rabo das laira rabudaCONTOS DE SEXO INCEST IRMÃO BAJULANDO IRMAZINHAconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancomulher fudendo escanxada ensima da rola do maridopai passa mao na buceta video doidoconto