Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Falso entrevistador

Um conto erótico de Agnaldinho
Categoria: Heterossexual
Data: 12/07/2018 16:52:57
Nota -
Assuntos: Heterossexual

Bom podem me chamar de Bigode. Eu tenho 55 anos, sou fachineiro aposentado, mas ainda atuo e presto serviço terceirizado. Eu sou branco, cabelos curtos e grisalhos, um bigode grande que é minha marca e uma barriguinha de chop que é de lei. O causo que vou contar aconteceu hoje. Eu tava limpando de madrugada e passando cera no chão de uma empresa de telemarketing em são paulo. Eu tenho a chave das salas pra limpar tudo. Eu e mais uma ajudante. Dai hoje de manhã eu fui saindo umas 07:45 e passando na frente tinha umas pessoas la se preparando pra enrtrá. Uma delas ela uma loirinha muito linda. Era poca coisa mais alta de que eu. Divia de ter uns um metro e 65 mais ou mebos. Dai eu vi ela mode falando com um amigo dela que tava muito precisada do enprego. Notei que ela tinha um sotaque do sul. Tinha o cabelo preto liso mas bem cheio. Parecia uma leoa. E a voz dela era meio enrouquecida. Amo mulher roca. A bixa era boa dimais. Ela tava de salto alto, calça azul marinho, um blazer azul marinho ebuma bousa creme abotoada e cheia de babado na frente. Ela num era gorda mas era bem encorpada. Tinha um bração. Mas ta bom. Era gostosa. E ela disendo que não podia ficar desekpregada por muiti tempo. Que o dinhero tava acabando. E ela teria que voltar pra a terra dela. E o amigo meio que cobsolandobque ela tinha que acredita. Ouvi ela dizer que era pra o produto uol e essa era a infirmação que eu precisava. Ja tive uma ideia. Ia passar por entrevistado. Era a unica forma de tirar uma casquinha daquela formosura. E eu ja tava querendo ela demais da conta mesmom. Eu tava dambem de camisa de botão, blusa de lã e calça e sapato pois ando meio que de social normalmente. Fui em uma sala e procurei umas perguntas dificeis no google de matematica e conhecimentos gerais e monteibrapidinho una prova no word coloquei o nome da teleperformance e imprimi. Ai fui na sala da entrevista com os papeis segurando e chamei quem era do produto uol. Algumas pessoas se reuniram na minha frente. Perguntei o nome delas. A menina se identificou como Giovana. Falei que ela ia primeiro e pedi pra os outroa aguardarem. Fui com ela pra uma das sala que eu sabia que era vazia sempre que era de reunião mas raramente era usada. Enchi ela de perguntas basicas. Perguntei se ela sabia dos detalhes das vagas. Ela disse queera 1300. Eu disse que na verdade era 2000 e se ela aceitava. Inventei beneficios. Depois apliquei a prova. Ela ficou suando se matando pra escrever. Deixei passar meia hora só e peguei. Sai da sala e pedi pra ela aguarda. Voltei e disse que ela infelizmente não tinha passado. Ela ficou com voz embargada de xoro e quis sair. Eu epdi pra ela esperar. Pergubtei o quabto era importante aquela vaga pra ela. Ela me contou da vida dela. Que era mae e veio de curitiba. Que ela tinha um namorado e uns drama de saude da mae. Eu dai falei com jeitinho que eu ia falar uma coisa e ela qualquer coisa me desculpasse. Que eu ia faze uma dinamica se ela quisesse e eu adulteraria o resultado das provas. Ela ficou pensativa me questionando. Fui indo aos poucos. Eu disse que se ela deixava eu examinar a mama dela. Se ela falasse algo ou se espantasse eu diria se tratar da mae dela e brincaria rindo. Mas ela ficou séria. Não deixei ela pensar muito. Falei que era melhor deixar pra la que eu numbqueria problema não. Ela pensando queria mais detalhe. Eu disse que examinava rapidinho e ela passava. Dai perguntei se podia ser. Ja fui vendendor de carro quando jovem. Sei que num se pode deixar a pessoa pensar muito e fui jogando. Dizendo pra deixar pra la. Dai ela sempre mandando eu esperar. Por fim ela falou:" mas aonde?". Eu disse que ali mesmo. Ela perguntou se aibo emprego era garantido. Eu disse que sim. E ela perguntou da porta. A porta tinha tipo uma janela retangular em vertical. Eu disse que teriamos que ir no cantinho da parede pra não constranger ela. Ela foi bem no cantinho, tirou a cadeira e se encostou bem entre as duas paredes. Eu pedi pra ela continuar. Ela me olhava com os olhos azuis arregaladões. Foi desabotoando. Perguntou se era assim. Ai faleibque ia tocar. Ela assentiu. Peguei e comecei a tocar no sutiã dela que era bege. Ela fechou oa olhos fui tocando dedikhando tudinho. Preferindo tocar na parte que num tinha pano. Direro na pele. Aos poucos fui pegando confiança e apertava de mão cheiam e empurrava com os dedos o pano do sutiã pra o lado pra explorar mais parte. Ela de olhos fechados tremia. Nuk sei se de friu, medo ou vergonha. Quen sabe tesão. Dai eu depois de apertar bem levantei o sutiã liberando eles que se balançavam moles e tinham o formato de rampinha de skate com oa biquinhos rosas. Passei o rosto, acariciei com as duas mãos, lambi e chupei com jeitinho e os biquinhos ficaram bem vermelhinhos. Beijei a barriga e o pescoço. Tentei beijar a boca mas ela virava o rosto e quase me empurrava. Ela ficava meio ofegante quando eu ia nos seios e fiquei la desfrutando. Passava o bigode, chuoava, enchia de beijo e ela arrepiava toda ofegante. Sentei na cadeira abaixei o ziper e subi e desci a lingua na calcinha dela. Ela se assustou levou a mão ao meu ombro e empurrou. Era cadeira de rodinha deslizou um pouco. Subi as mãos e apertei os seios dela. Ela foi amolecendo as mãos. Então esperei ela exitar mais e fui lamber a calcinha dela. Dessa vez ela deixou e senti bem o gosto. Logo desabotoei. Abri a braguila e desci a calcinha e chupei aquela buceta e clitoris, enfiei lingua e dedos e as vezes apertava os peitos. Reparei que os peitos faziam eka excitar e tolerar maus mes toques. Chupei bem o gozo dela. Levantei e tentei beijar na boca e ela num deixou.

Fuibtenta virar ela de costas. Ela foi falando baixinhi e a voz dela ficou mais roca ainda me enchendo de tesão. Eubdisse que ja tava terminando que só precisava ver a bunda dela. Ela virou. Abaixei as calças. Lambi e chupei o cu dela. Abracei. Enfiei dedos na buceta cabeluda dela e apertei o peito ora ela ficar mais tolerante. Beijei e lambi bem. Beijei as costas.

Depois de umbtempo abusando da bundinha dela tirei o pau e esfregueu la. Ela foi virando falando que isso nao. Eu disse que só ia esfregar. E foi. Encaixei entre as duas banda de bunda dela mirando ora cima e me esfreguei apertando os seios dela e a masturbando com a outra mão. Levei a mão dela pra tras e a fiz ficar segurando meu pau enquanto eu esfregava a pontinha dele na bunda. Ela não demorou a soltar e subir a calça abotoando e fechando o ziper. Virei de frente voltei aos seios dela. Fiz ela me masturbar. Sentei na cadeira e fiz ela bater um bolagato. Ela chupou um pouco mas ficou com ansia de vomito e cospiu no chão quabdo tentei por tudo. Avho que meu pau era grande. Voltei aos seios e ela eprguntou se ainda não tinha terminado. Falei que tava quase mamei os peitos enquanto ela me masturbava. Tentei beijar na boca e ela num deixou e fez mó cara de brava. Virei de costas e me esfreguei na bunda dela apertando o peito. E gozei. O gozo pegou nas costas dela por dentro da blusa . Ela ficou brava se destorcendo pra limpar. Eu notei a calça dela mais escura nas coxas. A mulher tinha gozado. Aquela foi a mulher mais gostosa da vida. Pedi pra ela só aguardar que em 3 dias entrariamos em contato. Ela ainda agradeceu e saiu as pressas depois que destranquei a porta

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


esposa gostosa de chorte cortinho seesfregando em outro machoszoofilia cavalo tira sangue e bosta do cu da vadiapornodoido negao mendigo com branca grátisxvideos com sena em saiandacontos. de. dotado. enrabando. psicologa. no. consultoriovideos sexo incesto filha novinha reda calcinha de lado pro pai fude elaxvideo. Agarrõeswww.novia gritando na picagrade.com.brcoroas homens defloração vaginal relatosconfissões íntimas de sexo proibidos e gostosos e deliciososxxx vdeos gay levou o boizo pra comer em casaesposa sendo enrrabada por dois garçons no banheiro da churrascariacontos sou um rainha do analconto adoro ser cadelinhaBaxa.sex.de.menina.guniada.de.tanto.fude.sua.busetinha.cabiluda.meu dentista me abusou contoscontos eroticos - an american talecontos eroticos casal novinho e o velhinho bem dotadominha namorada deu o cuzinho no jogo da verdade ou desafioaliviava me tesao com o filho novinho da vizinhaengraxate mundo bichaWESLLEYWEST-CASA DOS CONTOS EROTICOSfodendoirmazinha novinha gostozinha depois mãe saidei minha esposa santinha a um comedorconto erótico mamando seios com leite da amigasexo porno meu pai foi ate meu quarto me chama pra conversa e me chupou ate eu gozaembebedou a novinha abusou do cu virgem fazendo chorar no dotado rancando sangueO doce nas suas veias (Capitulo 17) Autor Vamp19sou sexo com travesti 2 metrosconto eroticos viuvas taradasgustavo de carinha de anjo trepanoai mae maei pornoabaxa vidio porno de tio fudeno supria só nucu da safadacomtos eroticos reais de casal corno vai pra sauna no centro bh ano do comto 2018contos gay o prestador de serviçocontoeróticoguri porno mae surpreebdidaessa ai.e putaxvideosesposo regaço a b***** da mulher nua entra mais poderconto estorei o cabresto na punhetavídeo pornô substituta de a força no banho enquanto ela tá tomando banhowww.pornoDoidomamae dormindo com buceta a perta e filho que comelaContos éroticos taradão caralhudo arrombando uma prostitutacontoerotico eu namorada mae e tiosiririca em horas inoportunasdomestrica vendi meu cu virgem para meu patrao contos eroticoscontos eroticos dei a buceta e o cu no jogo verdade e consequenciaminha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.tarados fazendo gang gang coletivo com esposa puta italiana do cornocontos de cunhado que comeu a cunhada e ela nem percebeuconto tudo começou quando minha sobrinha de dez anos sentou no meu coloenfregando o pau duro na bunda dentro do onibus cheiocontos eróticos peguei minha esposa com um travestileitinho do padrinho contos gayxvideo.com.entrocadinhaxxvido apontei sevagever pelinhos lourinho bem de pertinho de pernas e bunda de mulatasnovinha brincano com pau do muleke e saindo aquele liquidovarias gosadas na buceta xpornodoidoxxxvideos gozandone buseta da ninfetacontos de novinhas iniciada na webxvideo as novnhia da buceta carnuda conto erotico dormindo e encoxada por estranhogarotinha na siririca no bicamdata zarad xxxvedioair tira o pau do cu dela , ela vai caga pornocontoerotico eu namorada mae e tioConto minha mulher chegou com buceta toda esfoladaxvidionivinha elevadorsou safadinha adoro analcom p maninho casa dos contosas penujinhas do pornocontos de cú de solteironarecebendo leitnho na. xota porbodoidodei a buceta s ver o pbu entrar contos erotcospudu fudenoCasa de Contos fodas a uma cadela pitbull da vizinhaconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travesticontos verdadeiros decheirar calcinhaeu e minha filha fomos encochada adoramosxvideoszuandoconto erótico aprendendo a dirigirpadrasto fazendo xvideo com inteada as 6h da manha a Mae no quarto dormindofilha dorme pelada e pai ve eldacontos eroticos abusadoraconto erotico velha casada banca negao pirocudo