Pau pequeno, adolescência, virgindade, vizinha gostosa, e muito tesão (4ª PARTE)


Um conto erótico de Marcelinho10
Categoria: Heterossexual
Data: 29/06/2018 18:01:08
Nota 10.00

Essa é a quarta parte da minha história com a Jéssica, retome a leitura das anteriores para entender...

Eu estava sentado no sofá da casa dela. Ela de calça legging, blusinha branca e sutiã, em cima de mim, de frente, com sua buceta esfregando no meu pau. Quando toquei rapidamente seu seio pequeno e delicioso, deu para sentir como aquela menina era gostosa. O biquinho estava durinho, excitada com os beijos, mordidas e a forma que eu pegava no corpo dela. Porém, minha alegria durou pouco, pelo menos foi o que achei no momento. Jéssica, ao receber meu toque em seu seio, levou sua mão ao encontro da minha e disse:

Jéssica – Para Marcelo, não faz assim, tira a mão!

Eu – Deixa! Você é muito gostosa!

Jéssica – Estamos indo longe demais.

Eu – Ai Jéssica, vai dizer que não está gostando?

Jéssica – Nãooo, kkkkkkkkkk.

Eu – Está rindo né safada?

Jéssica – Você que é safado, kkkkk.

Eu – Vamos transar gostoso Jéssica, transa comigo, transa comigo vai!

Jéssica – Lá vem você com as safadezas, tira a mão daí Marcelo!

Eu estava louco de tesão, toda minha insegurança com o tamanho do pau tinha sumido nesse instante. Ter tocado no seio dela, fez com que a vontade de transar fosse maior que qualquer coisa. Então comecei a tocar na bunda dela, tentar os seios. Mas ela resistia, dizia para eu parar. Só que o cheiro da Jéssica era simplesmente maravilhoso. À medida que beijava seu pescoço, o cheiro da pele dela entrava no meu nariz com um poder avassalador. Estava perdido naquele corpo magrinho e gostoso.

Conforme beijava seu pescoço tentava descer. Cada vez mais perto dos seus seios. Ela segurava minha cabeça, ora fazendo eu subir, ora descer. Soltava uns gemidos bem baixinhos, e dizia com tesão:

Jéssica: Ai safado, para Marcelo! Isso não é certo, para, por favor não faz isso comigo. Não Marcelo, para seu tarado!

Eu não falava mais nada, apenas beijava, seu pescoço estava muito babado, de tanto eu chupar. E, minha boca forçava sua blusinha, mas como ela estava de sutiã e blusinha, não era fácil conseguir encontrar seus seios pequenos. Só que o destino às vezes ajuda os tarados, já que ao me inclinar, Jéssica quase caía de costas. Então, no sentido de segurar ela, acabamos ciando deitados de lado no sofá. Rimos um pouco, porém sempre nos beijando. Fiz força com o corpo e fiquei por cima dela. Fui lá embaixo e iniciei uma brincadeira de morder as pernas dela.

Jéssica – Não sinto nada, está mordendo por cima da calça, kkkkk.

Eu – Então vou tirar, kkkkkkk.

Jéssica – Saiiii, nem pensa safado.

Tentei tirar a calça, mas a Jéssica não deixava, puxava. Foi aí que sua barriguinha ficou exposta e mergulhei nela, comecei a chupar com uma vontade, que meu pau estava por estourar dentro da cueca. Jéssica ficou maluca de tesão, que nem impedia minha chupada. Apenas segurava minha cabeça. Quando eu olhava para ela, flagrava dando pequenos sorrisos. Só tinha aquela oportunidade e aproveitei. Ligeiramente, com minhas duas mãos, subi com toda força sua blusa e o sutiã foi junto. Não deu tempo de ver como eles eram. Minha boca foi mais veloz, chupando forte e com excitação o biquinho do seio direito, enquanto minha mão esquerda explorava o seio esquerdo. Jéssica quase gritou:

Jéssica: Para, para, para, Marcelo para, por favor, para!

Ela empurrou meu pescoço com tanta força, que meu pescoço pareceu quebrar. O que não foi o bastante para eu abandonar. Fiquei uns 15 segundos chupando ela. Ao levantar a cabeça, os enxergo claramente. Seios branquinhos, cabendo na palma da mão, e bicos rosadinhos e muito duros. Que visão, meu deus! Estava apaixonado por Jéssica. Ela uma perfeição de ninfeta.

Jéssica, ao notar que eu mirava seus seios, de forma maluca de tesão, baixou o sutiã e a blusa.

Jéssica – Chega, você não está me respeitando, vai embora agora!

Eu – Para Jéssica, não estou te desrespeitando, só estou apaixonado por você. Cada dia que venho aqui fico mais louco por você, mais tarado. Eu bato punheta todo dia pensando em te comer.

Jéssica – Ai tarado, que nojo, fica se tocando pensando em mim. Não tem sossego não? Kkkk.

Eu – Para Jéssica, vai dizer que você não está gostando?

Jéssica – Nãooo.

Eu – Porque você deixou eu chupar seu seio então?

Jéssica – Eu não deixei, você que forçou, por isso falei pra sair daqui, estamos demais já.

Eu – Como eu vou me segurar? Você é muito gostosa, estou louco por você.

Jéssica – Ai Marcelo, eu gostosa? Olha meus seios pequenos, um dia se tiver dinheiro vou colocar silicone.

Eu – Cala a boca Jéssica, por favor nunca coloca silicone. Prefiro assim normal. Seus seios são lindos. Eu só quero chupar mais seus seios, deixa eu chupar, eu quero chupar mais, deixa?

Jéssica – Para de ser mentiroso, se estivesse com uma gostosa com peitões iria dizer a mesma coisa.

Eu – Não, juro com toda minha força, seus seios são perfeitos. Deixa chupar de novo? Você gostou?

Jéssica – Gostei, dá uma sensação estranha, mais é bom sim. Só que estou com vergonha de você ter vistos eles. São muito pequenos Marcelo.

Eu – Olha pra mim Jéssica! Se você deixar eu chupo eles todo dia. Deixa só mais um pouco. Por favor!

Jéssica – kkkkkkk.

Eu – Vem aqui, me dá um beijo!

Voltamos a nos beijar. Eu beijava sua boca e falava baixinho no ouvido dela:

Eu – Linda, posso chupar mais um pouco, tá bem?

Jéssica, soltava pequenos sorrisos em meio a suspiros, respondendo:

Jéssica – Só um pouco, mas vai devagar, teve uma hora que você mordeu e doeu.

Eu – Pode deixar.

Levantei sua blusa e sutiã novamente, só que agora com completa aprovação de Jéssica. Chupei, chupei, como chupei. Trocava a cada minuto de seio. Jéssica gemia, segurando minha cabeça, fazia carinho no meu cabelo. Eu escutava bem baixinho:

Jéssica – Chupa seu safado, ai como é gostoso, não para.

Se vocês leitores estão gostando da nossa iniciação sexual, comentem, pois assim vou escrever mais. Tudo aqui é real. Tento lembrar de cada detalhe para compartilhar com vocês. Abraços!!!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/06/2018 14:07:45
Continueeeee tá bem interessante
30/06/2018 10:29:54
Se alongou demais. Um conto inteiro só com chupada de peito? Não dá pra levar uma semana pra postar e oferecer uma simples mamada. Adianta o lado, tá na hora da menina ter impressões sobre seu pau
30/06/2018 05:30:09
Maravilhoso continue
30/06/2018 01:28:55
Está muito bom seu contato mais espero que você ponha mais ação no conto. Parabéns

Online porn video at mobile phone


contos eroticos, isso chupa meu peito esfrega meu grelinho faz sua putinha gozarbubuta bem dada com pau pekeno yutubeconto erotico viado novinho arrombado por dois coroas dominadoresmao no cuxvidiosfoto de pozisoa vedadeira xesuaiscontos eroticos com padrasto estupro gosteiminha esposa ela me disse pra eu fuder ela e minha amante elas duas juntas eu levei minha amante pra minha casa eu apresentei minha amante pra minha esposa eu e minha esposa e minha amante fomos pro quarto eu fudi elas duas juntas conto eróticomulher enraba seu marido bi com dildo ggo cara pauzudo come o cu da crente erradoconto erotico estava comendo minha erma e estouro a camisinha e gosei dentro dela que ficou muita bcasa do contos eróticos casada gostosa magrinha com o vizinho coroahistórias reais de pedreiros que fuderan as mulheres do patrãoanitta trazdo badido 2017vídeo pono tento fugi do negao mais se treme toda de tanto gozáSexo real moca falando olha isso seu pau muinto grosso aiai mulher mini sainha curtinha piscininha peladinhacontos erótico fumando pedracantor erótico fui abusodo ate eu da gostosotentou resostir as caricias da massagista mas nao .consguiu lesbicas pornodoidocontos eróticos pular puladodói comendo o c* da novinha magrinha e ela fala que dóicontos eroticos cu sangrandomotoqueiro gay passivo contoSogra Contos Eroticoscontos eriticos minha sogra levo ninha rola grandeMulheres gozando grande qiantidade de melzimho xnxx.comnovos contos eroticos com casais no cinema pornopau groso egosanoMichele e o tio contocontos erotico,meu genro me enrrabou dormindomelhore estrupa amiga chupandoa a forsa porno fasil asesofilmes pormo irmar prima irmor bracilerocontos eroticos meninas de vinte e seis anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinhos vermelhobandido emvade uma chacara e come a mulher a força emfiando a mao entera na bucetaputas peladas meladas de margarina no cucorno sendo humilhado lambendo direitinho buceta cheia de gozopornodoido desmantelando a loira em cima da mesaconto siririca na despedida de solteiraconto erotico novinha caseiro negrotrês machos rasgando o c* da n***** pedindo mais v**** dupla 300 e relaxada aberta chupando sem parar na boca v****contos eróticos de i****** avô e avó f****** a b***** da netinha juntosvidios pornnou que mae e filha tranza com o meismwww.as gordinhas na zoofelia com animais ajumentadosconto rabuda preferi atrasGTA andando pelado mostrando a pingolacontoerotico meu tio e minha namorada fudendoMeus amigos me foderam bebada contosxxxvideos meuprimo domio emcasa e acodou de pauduromontei um armario pra uma coroa ela me atacou e chupou meu pau tv bucetao croch me cumenoescroto gozou no cu depois lamdeu-garoto espertomtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1zoofilia descuidei meu cão engatou na minha filhacontos erotikos menina novinha troca os cabacos por docesmeu filho e um broxa contos eroticosconto meu corno só arruma negros para me foderfilme porno brasileiro pai mostra para filha seu pau monstro e ela se assusta205XVDEOconto comi minha noraxvideogrates pornor empregada com patraocontos gozar no cu da empregada e feioconto erotico com treinador velho coroaPapai goza na minha boquinhanovinha perdendo avidadivideos curtos de cunhado fudendo gostoso o cu de cunhada negra brasileiraporno doidmae dando cu p filhoasseste o maiores filme de porno com mulheres que fuma cigarrovídeos porno em mendigos pede esmolas e a safada dá pra ele a bucetacontos erotico,meu genro me enrrabou dormindoo professor me comeupornodoido desmantelando o cu da laira na cozinhaMuleque hxh belem paracontos gay me apaixonei pelo meu cunhado novinho hetero que me humilhava