Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

COMERAM E CONTINUAM COMENDO A MINHA ESPOSA! Parte 2 (Conto do TETE)

Leiam a primeira parte desse relato que está no 4° lugar no ranking dos mais lidos!

Minha linda esposa loirinha depois que foi comida junto com a prima pelos machos bem-dotados na boate ficou ainda mais taradinha e pior é que não tinha mais volta, eu me tornaria um corninho completamente manso da safadinha e a próxima safadeza não iria demorar a acontecer.

Sara a prima putinha só ficou aquele fim de semana em nossa casa, o ex-marido ligou para ela querendo reatar o relacionamento e bem safada ela disse que ia voltar para o corno porque ele tinha muita grana e ela gostava de boa vida, mas muito putinha disse que assim que tivesse uma chance viria nos visitar e aprontar bastante sacanagem de novo junto com a gente.

Depois que a porteira foi aberta não tinha mais como fechar e Sueli quando percebeu que tinha nas mãos um maridinho completamente corno passou a se portar como uma putinha bem safada quando saímos para dar passeios pelos barzinhos a primeira coisa que a safadinha fez foi deixar de usar calcinha, a taradinha dizia que dava mais tesão sentindo o ventinho lambendo sua bucetinha tesuda lisinha, mas o grande objetivo de não usar mais calcinha era que quando a safadinha se sentava e tinha algum macho por perto a vadia como sempre estava de vestidinho curto ou minissaia deixava as pernas entreabertas e se exibia sem um pingo de pudor e quando a gente chegava em casa trepavamos que nem loucos e minha linda esposa toda putinha durante a nossa transa dizia:

-Aiiii amor... eu ando tão taradinha... nossa... eu queria transar de novo com um tarado bem-dotado igual fiz naquela noite na boate... já pensou um aqui na nossa cama me fodendo de 4... e você assistindo sua esposa putinha dando gostoso pra ele... acho que eu ia dar até meu cuzinho pro pauzudo... ia gozar que nem louca... e meu marido safadinho também ia gozar muito... seu safado... você que começou com essas loucuras... trata de dar um jeito de arrumar outro macho bem-dotado... to subindo pelas paredes... só o seu pinto pequeno não tá dando mais conta do meu tesão... e se você demorar pra arrumar outro macho pauzudo pra foder minha bucetinha apertadinha eu vou acabar tendo que dar para um de seus amigos tarados que vivem me cantando... eu não queria dar pra nenhum deles porque não gostaria que eles ficassem sabendo que meu maridinho safado gosta de ser corninho... mesmo adorando ser uma putinha casada gosto de manter a linha de esposa fiel!

Eu socava meu pinto na bucetinha encharcada da putinha e ela gemia loucamente e taradão disse:

-Ahhh Sueli... sua tarada deliciosa... você sabe que também to querendo muita sacanagem junto com a minha putinha loira, mas não teve como, trabalhando e viajando muito... mas pode deixar que não vai demorar para você gozar gostoso com outros machos bem-dotados... eu prometo!

No dia seguinte sai bem cedinho de casa para visitar meus deixando minha linda esposa dormindo em nossa cama e já passava das 10 da manhã quando meu celular tocou e era Sueli me ligando, eu estava no estacionamento de um atacado, tinha acabado de atender um cliente e logo que atendi percebi que pelo tom de voz dela que era algo importante e Sueli então disse:

-Amor... eu queria deixar para te contar uma coisa muito louca que aconteceu agora a pouco para quando você viesse para casa almoçar, mas não aguentei esperar, precisava te contar a safadeza doida que aprontei!

-Fala logo sua safadinha tarada... e pelo que te conheço de ser alguma sacanagem bem maluca!

-Então amor... eu havia combinado com Luiza a faxineira que hoje ela iria lavar o piso interno da nossa casa e também toda a calçada que tá cheia de sujeira dos pombos, como nossa casa é de esquina seria bastante serviço mesmo usando a maquina de lavar de pressão e ela havia falado pra mim que ia trazer Carlos seu “filhinho” para ajudá-la, só que o rapaz não é filhinho, é um “filhão”, tudo bem que ainda tem uma carinha de adolescente, mas é um rapaz moreno bem grandão, até ai tudo certo, eles chegaram e começaram a fazer o serviço e seguida fui tomar banho e depois de tomar café fui para o nosso quarto assistir filmes pornôs, você comprou vários da ultima vez e ainda não assisti todos eles e após algum tempo eu estava peladinha recostada na cabeceira da nossa cama com as pernas arreganhadas brincando com meu grelinho todo inchado, já tinha gozado duas vezes quando pelo espelho do guarda-roupas percebi que havia um rosto me espiando pela fresta da cortina entreaberta da janela do quarto e na hora nem pensei em me levantar e dar uma bronca no “filhão” da faxineira, com certeza só podia ser ele que estava ali me espiando, me deu um tesão danado saber que o garotão estava de pau duro me olhando peladinha na cama batendo siririca e toda safada resolvi atiçar ainda mais e passei a gemer mais alto e rebolar gostoso como se tivesse sendo comida e dei gritinhos de tesão gozando gostoso.

-Sua putinha safada, garanto que o garotão deve ter gozado que nem louco também, mas e aí, o que aconteceu depois? Conta logo que já to com muito tesão também, meu pinto tá durinho!

-Imagina como ta minha bucetinha amor, ta toda meladinha, ainda mais agora depois que vi algo que me deixou mais louca ainda! Vou te contar o mais importante... o telefone de casa tocou e coloquei uma camisetinha por cima do meu corpo nu e fui atender na sala e era minha manicure dizendo que viria fazer minhas inhas logo após o almoço e em seguida sai pela cozinha indo até o corredor e o “filhão” taradinho da faxineira continuava na janela com certeza esperando que eu voltasse pra cama pra continuar siriricando minha bucetinha e então cheguei devagar por tras dele e disse:

-Que garotão mais tarado hein... espiando a patroa se masturbando né seu safado?

Carlos tomou um tremendo susto e eu também quando olhei pra barraca enorme armada na frente da bermuda, com certeza tinha uma rola enorme guardada ali dentro e ele então ficou todo constrangido e tentou se justificar dizendo:

-Eu... eu... nossa patroa... eu... não queria olhar... mas... eu não resisti... a patroa é muito gata... toda rosinha e depiladinha... batendo uma... me desculpe... por favor... não fala nada pra minha mãe... ela me mata se souber o que eu tava fazendo... por favor!

Eu olhava para o rosto do rapaz todo preocupado e ao mesmo tempo notava que a barraca na frente da bermuda continuava bem armada e ai meu amor sua esposa putinha tarada resolveu ser bem safada dizendo:

-Carlos... acho que não vou contar nada para sua mãe... mas... vou querer algo em troca do meu silencio... você me viu peladinha... também quero ver se o que tá dentro dessa bermuda é de verdade mesmo... tira seu pau pra fora... agora!

Apesar de novinho e ainda preocupado em ter sido flagrado por mim o safadinho mostrou que tinha atitude e em segundos ele abaixou a bermuda e surgiu diante dos meus olhos uma rola grossona e cabeçuda, vou confessar uma coisa meu maridinho, me deu uma vontade louca de pegar aquele rapaz e leva-lo pro nosso quarto e dar gostoso pra ele, mas em seguida escutei ao longe a voz da mãe do taradinho pauzudo o chamando pelo seu nome e ele então subiu a bermuda dizendo que precisava atender ao chamado da mãe e toda safada disse:

-Pode ir taradinho... depois a gente conversa... mas... antes de ir fala pra tua patroa... gozou gostoso assistindo eu siriricando minha bucetinha lisinha? Amor... o filhão da faxineira deu um sorriso bem safado e disse que tinha gozado que nem louco, mas todo sacana disse na cara dura que se sua pica grossa tivesse fodendo a minha bucetinha lisinha rosada teria sido muito mais gostoso! Apesar de novinho o tarado tem atitude e é macho de verdade!

-Sueli... você é uma louca deliciosa... se eu relar no meu pinto agora eu gozo no ato... adorei o que minha esposa putinha fez... tenho que atender mais dois clientes e só depois vou pra casa almoçar... e ai a gente conversa melhor sobre isso... quer que eu leve comida pronta?

Sueli respondeu que não porque ela já tinha deixado tudo organizado para fazer uma macarronada com peito de frango empanado e disse que era para me avisar quando estivesse vindo pra casa e toda safada disse que iria ver se o “filhão” da faxineira estava ajudando a mãe direitinho!

Ainda bem que minha cueca era de lycra e bem justa porque meu pinto parecia que ia explodir só de ouvir o que minha linda esposa putinha havia feito com o rapaz e só de pensar que outro macho bem-dotado poderia foder a bucetinha apertadinha dela me deixava completamente tarado.

Se pudesse teria ido pra casa naquele instante só pra foder minha putinha loira, mas não tinha como deixar o trabalho de lado e tentei me acalmar.

Já era meio-dia quando liguei pra Sueli dizendo que em 20 minutos estaria em casa para almoçar e todo curioso perguntei se estava tudo certinho e a safadinha dando uma gargalhada sacana disse que quando chegasse ela me contaria tudo em detalhes.

Quando cheguei em casa e acionei o portão eletrônico assim que entrei na garagem vi a faxineira e do lado o filho, desci do carro e cumprimentei ambos e fui até a cozinha onde minha esposa toda sorridente me deu beijinhos no rosto e me mandou sentar à mesa que não ia demorar para servir, mas antes de fazer isso todo taradinho a abracei por tras, Sueli estava com um vestidinho de malha listrado bem justinho ao corpo, como sempre sem calcinha e enfiei a mão no meio de suas pernas deslizando os dedos entre os lábios de sua bucetinha tesuda e encontrei-a completamente molhada e sussurrei no ouvido dela:

-Que delicia encontrar a bucetinha tesuda da minha esposa putinha toda molhadinha... será que já deu pro garotão bem-dotado?

Sueli toda safada deu um risinho safado e empinando o rabo se apoiando na pia disse:

-Bem que eu queria ter feito isso amor... mas... não tinha como com a mãe dele por perto, mas deixei o safado me encoxar rapidinho algumas vezes quando passava por tras de mim enquanto eu preparava o almoço... nossa... o garotão é um tarado de mão cheia... ele fez o que meu maridinho corno acabou de fazer, o safado enfiou a mão no meio das minhas pernas e meteu os dedos na minha bucetinha apertadinha e até dedou meu cuzinho, e disse que quando me pegar vai deixar minha bucetinha rosinha toda arrombada... amor... ele tem um pauzão de cavalo... perguntei qual era o tamanho e ele me falou que tem 22cm, bem grossão e com uma cabeçona rombuda... só de imaginar aquilo tudo penetrando na minha bucetinha apertadinha da até medo!

Taradão abri o zíper da calça, tirei o pinto pra fora e mandei ela se inclinar sobre a pia que eu ia foder rapidinho sua bucetinha tesuda, mas a putinha toda sacana disse:

-Nada disso meu corninho safado... pode sossegar o facho... vai que a mãe do garotão entra aqui na cozinha e pega eu e meu maridinho tarado trepando na cozinha... e tem outra coisa muito importante... você só vai comer a sua esposa putinha depois que eu der pro garotão bem-dotado, e não vai ser hoje... mas... já combinei com o taradão pauzudo pra ele vir aqui em casa amanhã cedo... e o safadão falou que não vou precisar mais gozar com meus dedinhos... vai me fazer viciar na pica grossa dele... amor... acho que dessa vez sua esposa putinha arrumou um macho perfeito, pauzudo, novinho e taradão como estou precisando!

Guardei meu pinto dentro da calça fazendo uma cara de contrariado e Sueli saiu na porta da cozinha e chamou a faxineira e o “filhão” para almoçar e eles vieram em seguida e após se sentaram à mesa rapidamente todos se serviram à vontade, a comida estava muito gostosa e assim que terminou o almoço após escovar os dentes fui pra sala assistir o jornal na TV e após alguns minutos minha esposa putinha veio e se deitou no sofá com a cabeça no meu colo e a conversa continuou sobre “filhão” da faxineira, minha curiosidade também era incontrolável.

-Sueli... tá tudo certo mesmo pro garotão pauzudo vir em nossa casa amanhã cedo? O que você falou pra ele sobre nos?

-Amor... eu abri o jogo meu querido... disse que somos um casal bem liberal e como você tem um pintinho pequeno adora que sua esposa putinha goze muito gostoso com outros machos desde que tenham rolas bem grandes... tipo a dele!

-E aí... o garotão não achou estranho... você falou que eu vou querer assistir ele te fodendo minha esposa putinha bem gostoso?

-Amor... ele disse que não ta nem ai com você... o safadão disse que depois que me viu me masturbando na nossa cama ele ficou louco de vontade de foder minha bucetinha rosinha toda lisinha... e o taradão falou que se você por acaso resolver atrapalhar nossa foda ele vai te amarrar numa cadeira e se você deixar ele bravo falou que vai te uns tapas na cara pra aprender a ser um corno bem comportado, machão o garotão, nossa... to num tesão que não me aguento... minha bucetinha tesuda ta até pingando de tão molhadinha!

-Ahhh Sueli... nossa... eu também to tarado demais... meu pinto não fica mole de jeito nenhum desde aquela hora que você me ligou pra contar que o garotão taradão estava espiando você se masturbando no nosso quarto! Realmente pelo que você ta me falando o garotão apesar de bem novinho é muito safado mesmo!

-Amor... agora que começou vamos até o fim pra ver o que vai rolar... acho que vai ser muito melhor do que daquela vez na boate!

Após descansar mais um pouco no sofá sai para terminar de atender meus clientes do dia e deixar tudo mais tranquilo para a manhã seguinte que prometia muitas loucuras, se acontecesse algo importante Sueli me ligaria no celular, mas isso não aconteceu porque trabalhei a tarde inteira sem que o telefone tocasse.

Passava um pouco das 6 da tarde quando voltei pra casa, Sueli estava no banho e todo safado já tirei minha roupa e entrei no box com ela, que corpo maravilhoso tinha minha esposa loirinha e ela sorrindo me beijou na boca esfregando seu corpo no meu e meu pinto em segundos ficou durinho e tentei penetrá-la ali no box, mas ela bem sacana disse:

-Acho que meu maridinho corno esqueceu do que falei na hora do almoço, só vai comer a sua esposa putinha amanhã depois que o Carlos arrombar minha bucetinha com aquele pauzão de cavalo, mas como meu maridinho sempre faz tudo que eu mando serei boazinha e vou deixar você chupar minha bucetinha e meu cuzinho... se me fizer gozar gostoso... eu também chupo teu pintinho e você goza na minha boquinha!

Rapidinho me ajoelhei no piso do box e Sueli virou de costas apoiando as mãos na parede e abrindo as pernas empinou aquele rabo delicioso e enfiei minha cara por tras e passei a lamber seu cuzinho, a bucetinha e seu grelinho tesudo e a putinha gozou rapidinho e então trocamos de posição, fiquei em pé e ela se ajoelhou entre minhas pernas e engoliu meu pau com sua boquinha quente e bastaram algumas mamadas pra ejacular que nem um cavalo na garganta da putinha e ela engoliu tudo e depois de se levantar toda safada disse:

-Não tem tamanho no pinto, mas goza que nem um cavalo né meu corninho safado!

Sueli adorava me chamar de corninho e e cada vez mais eu gostava de ser chamado assim, não achava ruim de jeito nenhum, me dava era tesão!

Assim que saímos do banho minha esposa loirinha colocou um de seus vestidinhos de curtinhos e colados ao corpo com uma sandália de salto e disse que queria lanchar e com um sorriso sacana disse que tinha novidades muito loucas para me contar sobre o garotão tarado e após me vestir saímos de carro para o shopping e assim que chegamos fomos para a praça de alimentação e pedimos os lanches e minha esposa putinha logo voltou a falar sobre o garotão pauzudo dizendo:

-Amor... eu achava que a gente era um casal muito safadinho e cheio de fantasias sexuais, mas tem pessoas bem mais taradas que a gente! Logo após você ter saido para trabalhar Luiza a faxineira me pediu o dinheiro da diária dizendo que ia mandar o “filhinho” pagar a conta de luz do barraco que já estava vencida e escutei o garotão dizendo que iria fazer xixi e passar uma agua no rosto e iria em seguida e fui até a geladeira pegar um copo de suco pra tomar e depois de alguns minutos o garotão tarado surgiu na porta da cozinha e todo macho disse:

-Vim me despedir da patroa da bucetinha rosada e confirmar que amanhã cedo to chegando... vou foder você inteirinha sua puta safada!

-Amor... que delicia ouvir a voz daquele garotão pauzudo falando comigo naquele tom, quase que agarrei aquele macho e pedi pra ele me foder naquele instante, mas consegui me controlar e o safadão então virou as costas e saiu, me deixando mais meladinha do que já tava e então olhei para a faxineira que começava a limpar a área de churrasqueira e resolvi que iria tentar saber mais sobre aquele garotão atrevido bem-dotado, eu já sabia que a faxineira tinha um casal de filhos, mas ela nunca havia comentado sobre eles, apenas sobre ela. Meu maridinho safado não sabe porque não achava que fosse importante comentar contigo, mas desde quando a Luiza começou a fazer faxina em nossa casa, já faz mais de 2 anos que ela vem quase toda semana, fizemos uma bela amizade e sempre batemos papo sobre sexo e safadezas, Luiza tem 35 anos e a morena nem parece que teve 2 filhos, corpo com tudo em cima e ela já havia me falado que adorava dançar e namorar bastante e que a filha e o filho eram de pais diferentes e toda safada também disse que se não tivesse começado a tomar anticoncepcional depois de ter tido o casal de filhos já teria uma meia-duzia deles e com certeza o “filhão” tarado tinha puxado a safadeza da mãe que mostrou que era putinha desde novinha. Sabe uma coisa interessante que descobri sobre a nossa faxineira safada: toda vez que compro algumas roupas novas eu separo algumas que não estou mais usando e dou pra ela, como ela fala a filha tem quase o mesmo corpo da mãe, minhas roupas usadas são bem aproveitadas, só que depois da nossa aventura na boate eu deixei de usar calcinhas e resolvi doar a maioria delas pra Luiza e ela então sorrindo sacana disse que ia pegar pra dar pra filha, mas que fazia muitos anos que tinha deixado de usar, gostava de deixar a bucetinha sempre livre e pronta pra levar pica grossa e sorrindo bem safada disse que concordava com ela e falei que quem tinha me ensinado a não usar mais calcinha tinha sido meu maridinho tarado e como eu confiava nela acabei contando sobre o que tinha acontecido na boate e foi então que a Luiza dando uma gargalhada disse que sempre achou que eu tinha uma cara de tarada e levava jeito de ser bem vadia e quando comentei com ela que aquela aventura tinha sido a primeira e única Luzia disse que depois do primeira pica grossa sempre queremos repetir e então entrei no assunto sobre seus filhos dizendo:

-Luiza... eu sempre soube que você tinha um casal de filhos, porém achava que eles eram ainda adolescentes, mas depois que conheci o Carlos hoje, ele já é um homão hein... alto e bem forte... quando ele nasceu deve ter dado trabalho para sair da buceta né?

Luiza deu uma gargalhada sacana e disse:

-Pra sair não, meus dois partos foram normais, o Carlos é um ano mais novo que a irmã, mas ele nasceu bem pequeno e com alguns probleminhas de saúde, teve que ficar na incubadora alguns dias, acho que os remédios que os médicos deram pra ele o fizeram crescer bastante, realmente meu filhão é um homão mesmo, depois que o safado descobriu que a pica grossa que ele tem no meio das pernas não servia só pra fazer xixi perdi o sossego... tem um bando de putas atrás dele... e se a puta for bonita e gostosa o tarado arromba da buceta delas sem dó!

-Nossa Luiza, do jeito que você tá falando o filhão puxou a mãe mesmo, pelo que você já me falou você também já deu pra um monte de machos, mas, você falou que ele tem uma pica enorme que arromba a buceta das putas, é tão grande assim?

-É sim... tem mais de 20cm, grossa e com uma cabeçona enorme, aquilo entra rasgando na buceta, mas as putas taradas adoram foder com meu filhão taradão, o safado organiza junto com seus amigos da comunidade frequenta um barracão abandonado no morro e toda semana rola funk pesadão com muito sexo, as putinhas jovens não saem de lá, fazem fila pra serem comidas pelos rapazes, ainda bem que meu filhão apesar de taradão e fodedor não é burro, só goza na boca ou no rabo das putas, apesar de que a maioria vai na boquinha mesmo né, aguentar uma rola de mais de 20cm no rabo não é fácil. Sempre falo pro safado que se engravidar uma puta eu corto um pedaço daquela pica maravilhosa que ele tem no meio das pernas!

-Nossa Luiza... deve ser enorme mesmo... o do meu maridinho corno só tem 13cm e é fino, aquele que me comeu na boate era maior e mais grosso e gozei gostoso demais... mas... você deve já ter dado pra alguns bem grandes né sua safada... o teu filhão deve ter puxado o pai no tamanho!

Luiza deu uma de suas gargalhadas bem safadas e dizendo:

-Que nada patroa... o pai do Carlos tinha um pintinho de merda, acho que devia ser menor do que do teu marido corno, mas me engravidou rapidinho e o safado desapareceu do mapa, nunca mais vi o FDP, mas deixou uma grande lembrança, meu filhão tarado! Ainda bem que o vicio do meu filhão safadão é apenas sexo, não bebe, não fuma e não se droga, então tá tudo beleza.

Minha esposa putinha deu uma pausa e tomou um gole de suco e logo em seguida Sueli deu uma risadinha dizendo:

-Foi uma pena ter que parar a conversa com a faxineira safada porque a minha manicure chegou, com certeza devia ter muito mais sacanagem para ser revelada, tinha cheiro de incesto naquela relação entre mãe e filho, mas não iria faltar oportunidade pra saber se isso acontecia mesmo.

Depois do que minha esposa putinha havia me contado tive que concordar com ela, era quase certeza que rolava putaria entre mãe e filho, mas também tinha outra coisa que havia ficado bem claro é que o garotão pauzudo realmente além de taradão também era o líder da gang do funk e todo sacana disse:

-Sueli meu amor... não sei não, mas acho que minha esposa putinha não vai demorar a ser convidada para frequentar o baile funk que o filho tarado da faxineira organiza no morro, com certeza deve rolar muito mais putaria do que na boate que frequentamos, a gente sempre ouve falar das putarias pesadas que rolam nesses bailes funks!

Minha linda esposa loirinha toda safada disse:

-Amor... com certeza que eu topo no ato ir a um lugar desses, se o Carlos quiser me levar não vai precisar me convidar duas vezes, vou mesmo... e sabe o que acho engraçado é que até parece que eu já sabia que alguma coisa desse tipo poderia acontecer porque já faz mais de um mês que na academia que frequento começaram a dar aulas de funk com bailarinas incríveis, as malucas rebolam que nem loucas, to adorando as aulas e tem uma das professoras que é uma mulata linda que tem um corpão perfeito vive falando que vai eu tenho o dom pra dançar e que vai me ensinar a ser a loira mais rebolativa da academia.

-Sua tarada maluca, nesses bailes funks a coisa deve ser bem barra pesada, com certeza as putinhas devem ser comidas por um monte de rapazes na mesma noite né?

-Hummmm... já pensou que delicia... uma fila de machos pauzudos prontos pra foder sua esposa putinha... nossa... eu ia adorar!

Saimos do shopping e fomos pra casa e assim que chegamos fomos para o quarto e Sueli tirando o vestidinho ficando nuazinha se olhou no espelho enorme do guarda-roupa e disse:

-Amor... eu to tão excitada com o que vai acontecer amanhã cedo que não to me aguentando, minha bucetinha tesuda parece que fica fazendo xixi de golinho... eu penso naquele pauzão do filhão da faxineira penetrando na minha bucetinha apertadinha que a todo o momento sinto arrepios percorrendo meu corpinho tesudo... eu devia ter sido mais puta e ter feito ele me foder quando peguei o safado me espiando!

Também tirei a roupa e meu pintinho tava duro como uma pedra e todo sacana disse:

-Olha como eu to também sua vadia safada... nem sei se vou conseguir dormir direito... como você e eu dormimos pelados acho que durante a madrugada vou aproveitar e botar na tua bucetinha e no cuzinho!

Minha linda esposa loirinha abriu um sorriso sacana dizendo:

-Bom... se eu tiver dormindo não vou reclamar... quem sabe eu esteja sonhando com o pauzão do garotão tarado e gozo gostoso!

-Sueli, antes de deitarmos me fala uma coisa, como vai ser amanhã cedo... se ele demorar a chegar não vou poder esperar muito... tenho clientes com hora marcada pra atender!

-Fique tranquilo amor... eu e o garotão pauzudo combinamos bem cedo, ele sabe que meu maridinho corno quer ver a esposa puta ser comida por um macho de verdade... pode deixar que você vai gozar gostoso dessa vez, na boate você não pode participar como deveria, dessa vez vai rolar na nossa cama!

Sueli então se deitou na cama dizendo que tudo que aconteceu naquele dia tinha sido muito louco e estava exausta de tanto imaginar safadezas e logo pegou no sono, mas eu ainda não estava sentindo sono e fui pra sala assistir filmes e então pra não perder o costume peguei um dos filmes pornôs que estavam do lado do DVD e coloquei pra rodar e só pra deixar a coisa mais quente ainda era um filme repleto de orgias onde rolava de tudo e não demorou nadinha pra meu pinto ficar durinho e aproveitei pra curtir toda aquelas cenas deliciosas com mulheres lindas e machos bem-dotados principalmente os negros, eles possuiam paus imponentes e quando penetravam nas bucetinhas e cuzinhos rosados das loiras era extremamente excitantes.

Até pensei em bater uma punheta e gozar pra ficar um pouco mais calmo, mas achei que era melhor dormir com tesão, pra ter mais coragem de vivenciar as sacanagens que iria rolar e quando fui para o quarto encontrei minha linda esposa loira deitada de lado com uma das pernas sobre um travesseito e sua bucetinha rosada e seu cuzinho delicioso se mostravam em toda sua plenitude e então subi devagarinho na cama para não acordá-la e fui com meu rosto por tras e passei a lamber de cima até em baixo, Sueli não acordou, mas toda putinha dava umas reboladinhas de leve parecendo pedir mais, mas logo parei com a brincadeira, certamente o dia seguinte seria muito louco.

Tive uma noite de sono bem pesado e só despertei com a cama balançando bastante e ao abri os olhos vi minha esposa putinha com o pauzão enorme do garotão na boca, ela mamava naquela pica grossa como uma desesperada, o taradão recostado na cabeceira da cama com seu pauzão apontando para o teto a segurava pela nuca e forçava a cabeçona no fundo da garganta da minha loira putinha e dizia todo macho:

-Engole minha pica grossa sua vagabunda... mama na pica grossa do teu macho sua cadela de rua... vadia... chupa gostoso a pica que vai te fazer gozar gostoso... mostra que você merece ser minha puta!

Esfreguei os olhos pra acoradar de vez e fiquei assistindo maravilhado com o tamanho daquele pauzão sendo sugado com vontade pela minha esposa putinha e o garotão tarado percebendo eu acordado já mostrou que era um macho dominante porque me pegando pelos cabelos puxou minha cabeça pra bem perto deles dizendo:

-Veja bem de pertinho corninho safado a sua esposa puta chupando a rola de um macho de verdade... vou fazer a vagabunda gozar que nem louca na minha pica grossa... vou deixar a bucetinha rosada dela toda inchada... seu corno safado... queria ver a esposa puta dando a buceta pra outro macho, vou foder a puta loira do jeito que ela precisa, esse pintinho que você tem no meio das pernas não dá conta de uma puta tarada com ela!

Em nenhum momento me senti constrangido pelas palavras daquele garotão tarado, meu tesão só aumentava e ele então se levantou e colocando minha esposa putinha de 4 na cama bem do meu lado pincelou a cabeçona entre os lábios da bucetinha rosada da Sueli e segurando-a firme pelos quadris fincou aquele pauzão de cavalo até o talo, nem acreditei quando vi aquele pauzão maravilhoso e imponente sendo engolido inteirinho, minha esposa putinha deu um grito de dor misturado com prazer e sussurrou toda putinha:

-Aihmmm... como é grossão... bem que falaram pra mim que entra rasgando... ahhhh... acho que perdi o cabaço de verdade... ahhhh... que pauzão enorme... aiiiii meu maridinho... a bucetinha da tua esposa putinha vai ficar arrombada pra sempre... ahhhh... me fode Carlos, fode a putinha loira... quero ser sua puta...me come... quero gozar numa rola de verdade... fode... quero gozar na pica de outro macho pro meu maridinho corno ver!

O garotão passou a meter com força na bucetinha tesuda da minha esposa putinha e ela gemia e gritava de prazer, a vadia gozava que nem uma louca espetada por aquele pauzão de cavalo e logo o garotão enchia a bunda branquinha da minha esposa de tapas e a vadia adorava apanhar de macho, o taradão novamente me pegou pelos cabelos e levou meu rosto até encostar do lado do quadril dela, meus olhos ficaram no máximo uns 30cm do pauzão dele entrando e saindo todo melecado da bucetinha da Sueli e ele todo safado dizia:

-Ta gostando assim em close né corno? É assim que você queria que eu fodesse a tua esposa puta seu corno safado? A vadia tá gozando gostoso na minha pica grossa e você tá de pinto duro assistindo né... vou tirar meu pau pra fora pra você sentir o cheiro da buceta da vagabunda loira na minha pica!

O taradão tirou bem devagar aquele pauzão de cavalo todo melecado da buceta dela e puxou minha cabeça a poucos centímetros dele, até achei que ele iria querer enfiar na minha boca, eu não saberia qual seria minha reação se acontecesse isso, mas ele queria diferente e então empurrou minha cabeça por tras da buceta da minha espoa putinha e disse todo macho:

-Lambe a buceta da cadela com o gosto da pica grossa do macho dela seu corno safado... quero você lambendo a cadela no cio... chupa a vadia!

A putaria era bem mais quente do que imaginei e Sueli toda tarada mostrou que queria bem mais e toda putinha virou o rosto pra tras sussurrando:

-Vai me corninho safado... faz o que o nosso macho ta mandando... lambe minha bucetinha com o gosto do pauzão delicioso dele... ahhhh... chupa que eu quero gozar mais... me lambe corninho safado!

Em segundos eu lambia que nem um bebe esfomeado, o tesão tomava conta da minha mente, o garotão tarado me deixou lamber minha esposa putinha alguns segundos e logo em seguida puxou minha cabeça do lado e passou a foder mais forte, a bunda da Sueli ficava cada vez mais vermelha dos tapas fortes que ele dava... novamente ele tirou o pauzão pra fora e enfiou minha cabeça por tras dela me fazendo lamber sua bucetinha e seu cuzinho... minha esposa putinha parecia mijar de tanto tesão que sentia... era um gozo atrás do outro e logo o garotão tarado deu um urro de prazer e cravando seu pauzão até o talo encheu a bucetinha rosinha de porra quente e depois de ter ejaculado até a ultima gota dentro dela tirou seu pauzão e me pegando pelos cabelos enfiou minha cara novamente na buceta dela e todo taradão disse:

-Lambe a buceta gozada da tua esposa puta seu cachorro, limpa minha porra da buceta da cadela, quero essa bucetinha rosada bem limpinha, se não fizer direitinho vou encher essa tua bunda branca de tapas também, quero o corninho safado engolindo a porra do macho da esposa puta!

Nem pensei em não fazer o o garotão tarado queria e passei a lamber a bucetinha toda melada de porra da minha esposa putinha o safado queria deixar bem claro que ele gostava de dominar e logo senti minha bunda arder dos tapas de sua mão pesada que aquele garotão sádico aplicava sem dó na minha bunda, o pior é que a dor se misturou com prazer e soltando um gemido gozei copiosamente melando o lençol da cama.

Era muito louco que estava acontecendo naquela cama, meu rosto estava todo molhado do gozo da minha esposa putinha e da porra grossa do garotão taradão e pra fechar com chave de ouro a putaria o safado enfiou de volta seu pauzão na bucetinha inchada da minha esposa taradinha e depois de bombar mais algumas vezes tirou de dentro dela e esfregou seu pauzão por todo meu rosto dizendo todo macho:

-Corno safado... da próxima vez vou enfiar minha pica grossa na tua boca, todo corno manso precisa chupar a rola do macho que fode a esposa puta dele... e você vai chupar bem gostoso né... responde senão vou deixar tua bunda mais vermelha do que já tá!

Quando eu ia responder que sim, que faria o que ele estava mandando minha esposa putinha toda sacana veio do meu lado e disse:

-A próxima vez vai ser agora mesmo Carlos... eu e meu maridinho vamos mamar juntos nesse pauzão delicioso que me fez gozar como nunca... vem meu corninho lindo... vamos chupar o pauzão delicioso do nosso macho... aqui no nosso quarto tudo pode!

Claro que o garotão se sentiu ainda mais macho e todo tarado já pegou seu pauzão que já não estava tão duro e enfiou fundo na minha garganta, como nunca tinha feito isso na vida me engasguei todo, mas ele me segurando pela nuca foi tirando e enfiando a cabeçona na minha boca e apesar de sentir algo um pouco estranho logo me acostumei, não era tão diferente de chupar uma buceta e passei da lamber e engolir o pauzão do taradão que voltou a ficar duro como uma rocha, de vez em quando Carlos tirava da minha boca e enfiava na boquinha da minha esposa putinha e quando percebi meu pintinho tava duro de novo, minha submissão era total e até achei que aquele garotão tarado iria querer me enrabar também, mas isso não aconteceu, quem levou pauzão no cu foi minha esposa loirinha, Carlos voltou a se recostar na cabeceira da cama e pegando Sueli colocou-a de costas no seu colo e encaixando a cabeçona na portinha do cuzinho da taradinha puxou-a com firmeza e aquele monstro foi até o talo no cuzinho apertadinho da minha esposa putinha que gritou de dor, mas como a vadia era uma puta corajosa e tinha tesão até na alma logo rebolava loucamente espetada naquele pauzão de cavalo, Carlos a segura pelos cabelos e todo macho a levantava do colo e soltava de uma só vez, não sobrava um milímetro de pau pra fora do cuzinho da vadiazinha tarada, não demorou pra que minha esposa tarada pedisse pra chupar seu grelinho teso enquanto era enrabada, rapidinho atendi aquele pedido e a vagabunda gozava que nem uma louca soltando gritos muito alto de prazer que ecoavam forte pelo quarto.

Quando a putaria deu uma acalmada tomei um banho rápido porque já estava em cima da hora para atender meus clientes e deixei minha esposa putinha e o garotão tarado pelados no sofá da sala assistindo filmes pornôs e com certeza o sexo iria continuar ainda mais quente, Sueli estava cada vez mais se mostrando uma tremenda ninfomaníaca.

Durante o trajeto até o primeiro cliente fiquei pensando no que havia acontecido na cama do meu quarto e apesar de achar que tinha sido tudo uma loucura, tive a certeza que eu também era totalmente movido pelo prazer e pelas fantasias sexuais que eu e minha esposa puta estávamos experimentando e quando me lembrei de ter chupado a porra de outro macho dentro da buceta da minha esposa e depois disso o safado me fez chupar aquele pauzão enorme, não senti um pingo de arrependimento e nem achei que estava virando viado, mas que eu havia gostado muito de ter feito isso não tinha como negar, principalmente porque meu pinto ficou durinho de novo só de pensar nisso.

Também me veio na lembrança de quando eu e Sueli fizemos ménage com sua prima Sara apos a safadeza na boate pedi que elas chupassem a buceta uma da outra e as safadinhas atenderam os meus desejos sem frescuras, hoje tinha acontecido um ménage diferente e também bom demais, uma pena ter que trabalhar e não poder continuar na safadeza, mas com certeza minha esposa putinha estava saciando sua sede de pica grossa na buceta, no cu e na boca.

Continuaaaaaaaaa...

Acessem meu perfil e divirtam-se com outros contos sacanas:

http://zdorovsreda.ru/perfil/150463

skype: tete-cp1

Comentários

26/06/2018 04:17:18
Maravilhoso continue
26/06/2018 03:14:07
Como disse em outro conto: Não existe NADA melhor em sexo do que chupar a bucetinha gozada pelo macho alfa, da mulher que a gente ama. Nada.
26/06/2018 01:20:18
Muito bom

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos diaristaConto erotico sou madura e consolo lesbicacontos-padre comendo a menina foi sentar no colo do tio sem calcinha e levou ferroconto gay virei namorado do tio viuvopprno xxx funde ate chora de dor na rola e disparaComeuu a coroa Xvidiosmulhe com ceceta ano fazeno sexoxvidiocasada fudendo a pica do machoabrir vídeo de pornô de negão mongolóide metendoxvideos cliente dotado fica com pau duro durante exame e a depiladora acaba não resistndoporno bofou e ficou agaradoencochador penetra em mulherAmém tempinho comendo veado vídeo pornô vídeocontos abraso gostozo pordra de papai con seu pau durocontos oh. novinha endiabrada que gosta de levar picacontos eroticos de corno manso no pagode com negrospirralho pauzudo contospornô comendo a cunhada crioula do lado da esposa dormindocrenye de verdade é aquele crente sabiomeu conto erótico da Fiat Fiat toro vai comer elaContos Eróticos De Minha Vizinha VeraQuero da meu cuzinho bem gostoso pra u mn a pica bem cabesudasexo gay contos valentãopadrasto com o pauzao jigante e cabecudo botano a enteada pra chuparcontos erotico minha esposa rabuda e meu tio 8www.mae nao aquento filho pausudo bocetaoxvideo filhover mae dormindo sofa fica pau duro coloca na boca delaxvideosdificil pra vc lukaXvideobibaconto gay contei pra ele que queria dar pra elesogra gg chama cheiro para sexo anal pedro da filhacasa dos contos cunhado matheustava em casa sozinha com papai e acabei trepandXVídeos caseiro eu te empurro com fosse eu não aguenteicontos eróticos de entregador de agua como dona de casaflaguei meu irmao comendo minha mae e entrei na festacoroas peladas com o corpo melado de margarinadentista loira casada contosconto mendingo goza no meu cuzaieu perdi a minha virgindade com ca ca pica de 40cmcontos eróticos c um lutadoraFotos de picas alargadoras de cu de gaysmundo p********* e grosso comendo o c* de uma besta bem devagarzinho peidando e gemendoxxvideos cproas exibindo seu cu videoscontos eroticos deve velhas sonhado sendo possuidas por negoesXvideos Resadeirairmao pega irma novinha xvideosfamilia sacanarabudas brasileiras pedio arego no cu pitudosxsbideos masturnando na frente da priminhafoto.subrinha.dorme.shot.pai alisa bunda da..netafreira da a buceta pra pintudo no azilo contos.conto erotico paga aluguelescondendo atrás do Paiol pornô enteada tarada querendo dar todinho Comente a rola no cú delacontos erotico minha esposa rabuda e meu tio 8baixa vdeos dos porno mas iclivesvideo minha geba arrombando o cu do padrecoXVídeos dando choque sarrando no carromorna jemendo goistozo no pal xv pornocontos eroticos injeçaoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhapriminhos na ferias do colejo fazem muita putariaMeu nome e quero ttansar com o Adilson meu padrastocavalopornocornocasa do contos eróticos publicadosmeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosconto erotico pai abysa do fulhaodezejo ver corpo nua de uma mulher que nuca teve sexo a mãe bota filha para transar com Paysandu para dar o c*cotos eróticos patrao pau de asusta berei chorei griteiver bahianas di fiu dentauMe chamo Carlos e sou casado com Márcia uma loirinha linda pequenina apenas 1,52m magrinha apenas 49kg contos eroticosContos eróticosFui para praia Minha prima não tirava o olho da minha rôlaas crentihas maisgotosasnamorado nao. da bola pra ela ee quando chega en casa vai animala com uma chupada na buceta belosexxocontos eróticos freirascontos eroticos eu era bem novacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgesexo gostoso de sainha e short rodadinha dança gostosa comendo a forçabatando o joelhinho na mesa xvideosxvidesnegao regassano novinha lindavideo porno com mulhe traido o marido e foi amesada que nao da cu