Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

A vizinha, parte 2

Um conto erótico de Theron
Categoria: Heterossexual
Data: 17/05/2018 02:56:02
Nota 10.00

O despertador tocou, levantei e fui direto para o banheiro, tomei um banho rápido, fui para o quarto me trocar, enquanto me vestia, reparei que a janela da visinha continuava fechada, pensei o quanto estava ferrado por causa daquela olhada, se pelo menos ela tivesse tirado tudo, teria valido a pena, rapidamente comi alguma coisa e fui para a porta pois já estava atrasado, neste momento minha mãe chega e diz:

- O que está fazendo aqui? Já está atrasado.

- Eu sei, estou saindo, como foi o trabalho hoje?

- Foi bem, não vejo a hora de mudar meu horário e poder ficar mais com você.

- Também, mas até lá, tchau que já estou atrasado.

Dei um beijo na sua bochecha e sai, peguei minha bicicleta, e no momento que subi nela e fui até a vizinha, toquei a campainha esperei, a ruiva Agatha abriu a porta e diz:

- Oi, desculpa,minha irmã está se arrumando, você pode esperar um pouco, pode entrar se você quiser.

- Está... bem, acho que vou esperar aqui fora.

- Não, faço questão, entre, já está nos ajudando.

Acabei aceitando e entrei, deixei a bicicleta encostada na porta, a casa estava cheia de caixas e meio bagunçada. A ruiva disse:

- Descul... eu realmente tenho que parar de me desculpar, mas está uma bagunça mesmo, você aceita alguma coisa?

- Não precisa, obrigado.

Respondi sorrindo do comentário, pedia muita desculpas, fiquei no meio da sala em um silêncio enquanto olhava para as coisas, a ruiva quebra o silêncio gritando:

- Vamos logo, maninha, a gente vai se atrasar!

- Não me chame assim, mala, estou indo.

Mais dois minutos depois de silêncio, Sophia aparece com a mesma roupa de ontem.

- Finalmente em maninha, vamos agora.

Fui o primeiro a chegar na porta, peguei a bicicleta e Agatha abriu a porta, sai logo em seguida as duas, Sophia disse:

- Agatha, vai pegar as bicicletas, já deveria ter ido.

Agatha foi sem questionar, mas olhou brava para a irmã. Depois que Agatha foi para os fundos pegar a bicicleta, Sophia olhou para mim e disse:

- Então, sonhou comigo, sonhou em me comer?

-Não... eu... devo te pedir... desculpa, não deveria ter visto você se trocar... foiPara com isso, você gostou não é, aposto que se tivesse outra oportunidade você veria até mais.

Fiquei sem palavras, fiquei apenas olhando ela, enquanto sorria e depois ela disse:

- Sabe, agora vejo que é só um bestinha, então só fique longe de mim, e se eu ver você olhar para minha bunda outra vez, acabo com você.

- Claro, não farei nada disso.

Agatha chegou com as duas bicicletas, com certa dificuldade, Sophia pegou uma delas é disse:

- Demorou em.

- Para de reclamar, todo dia é amesma coisa, vamos antes que você irrite mais o nosso vizinho.

Fomos para o colégio, mostrei o caminho para as duas, chegamos em cima da hora, e quando chegamos descobri que as duas estavam na mesma sala que eu, entramos na sala e a professora logo tratou de apresentar as duas para a sala, Bianca, uma garota que senta no fundo gritou:

- Oba, carne nova.

A sala riu, menos eu e as duas, a professora mandou todos ficarem em silêncio, as duas ficaram desconfortáveis, meu amigo Miguel que senta do meu lado disse:

- Quer dizer que as duas gostosinhas são suas vizinhas, vamos fazer uma festa.

Respondi

- Talvez, uma delas é bastante rebelde, odeia ser contrariada.

- E a outra?

- Essa vai ser mais fácil.

A professora deu a aula apesar de ter que pedir para todos pararem a todo momento, após a aula, fomos para a educação física, os meninos ficam de um lado jogando futebol e as meninas do outra jogando queimada, enquanto jogava reparei que as duas foram as primeiras a serem atingidas, parece que Bianca fez questão de combinar com as outras e acertar elas em cheio, enquanto Agatha tenta fazer novas amizades, Sophia fica em um canto olhando para Bianca com uma cara de brava.

Após o jogo, fomos para o vestiário se arrumar para a próxima aula, estava tudo calmo, fazíamos algumas brincadeiras e conversávamos sobre as garotas até que ouvimos uns gritos do vestiário feminino, fomos para fora e vi Bianca e outras garotas segurando as roupas das duas e dizendo:

- Vamos, terão que vir aqui fora se quiserem se vestir.

As outras riam da situação, os garotaos apenas olhavam e não tinha nenhum funcionário do colégio ali. Vi Agatha saindo com a tolha em volta do corpo e estendendo a mão, dizendo:

- Tá bom, acabo a brincadeira, me da logo minhas roupas e da minha maninha.

Uma das garotas foi por trás e puxou a toalha, mas não conseguiu tirá-la, Agatha segurou forte, mas abriu atras e todos viram sua bunda e costas nuas, Agatha correu para dentro chorando, logo em seguida apareceu o professor de educação física mandando todo terminar de se arrumar e chamou Bianca e as outras garotas na sua sala. Depois que terminei de me arrumar fui até o vestiário feminino para saber de Agatha e na porta do vestiário vejo Sophia de braços cruzados, ao me ver ela me chama para o canto e diz:

- Que merda de colégio em, falei para minha irmã não sair que elas iriam aprontar alguma, mas deixar ela pelada no meio do colégio é demais.

- O que vai fazer?

- Eu vou me vingar, e você faz parte do meu plano.

- Eu, por que?

- Porque você é meu vizinho, é tarado, e é o único cara que conheço nesta cidade.

- Não sou tarado, foi um acidente, você é que deixou a janela aberta.

- Agora quer se justificar, bestinha, que tal fazer isso me ajudando em?

- Admito que Bianca até merece, te ajudo, dependendo do que você estiver planejando.

- Nada de mais, é só você ir lá dentro do vestiário sem ser visto, pegar a calcinha da Bianca e me trazer.

- O que? Como vou te ajudar assim? Se for pego, posso ser expulso.

- Minha irmã está chorando lá dentro, vai me ajudar ou não.

- Está bem, vou te ajudar, mas ainda não entendi o seu plano.

- Não precisa entender nada agora, só vai lá e pegue a calcinha, aproveita que Bianca está na sala do professor.

Fui rápido para o vestiário, ouvi o chuveiro ligado, devia ter mais umas duas garotas ali, o resto que devia ter saído, fui para os armários e me dei de cara com a Agatha chorando em um canto, com a toalha em volta do corpo, ela se assusta e diz:

- Você é menino, não devia estar aqui.

- Escute...

- Veio também rir da minha cara, ou quer me ver nua, aposto que os meninos já devem estar fazendo fila lá fora para me comerem e quem está me vendendo é a vaca da Bianca.

- Não, nada disto, estou do seu lado, sua Irma tem um plano para se vingar de Bianca e eu vou ajudá-la.

- Acho que você não conhece minha irmã, ela nunca faz nada pelos outros, nem por mim, se ela está planejando algo é por ela mesma.

- E eu só quero ajudar, ela vai fazer algo contra Bianca, e me pediu ajuda.

- O que ela te pediu?

- A calcinha de Bianca.

Agatha olhou para os lados e disse:

- O armário é aquele, mas antes.

Ela se aproximou de mim e me deu um beijo, fiquei parado e ela disse:

- Obrigada, sei que está se arriscado por mim, só para me vingar.

Ela se afastou e disse:

- Anda,antes que alguém te veja.

Fui rapidamente para o armário e peguei a calcinha e sai o mais rápido que pude, fui para o canto onde estava Sophia que disse enquanto eu respirava:

- Pegou? Foi visto?

- Está aqui e não fui visto por ninguém, mas espere, você poderia ter pego a calcinha, porque me pediu.

- Para evitar minha irmã, ela não pode saber do plano, ela faria qualquer coisa para me impedir.

Olhei para os lados e perguntei:

- Por que?

- Porque ela é do tipo chata, nunca quer fazer mal aos outros.

- Entendi.

- Vou hoje à noite no seu quarto te explicar o plano, deixa a janela aberta.

Ela saiu com a calcinha no bolso e eu fiquei sem entender nada, de novo.

Voltei para a sala de aula, e nem prestei atenção na aula só pensava no plano de Sophia, reparei que Agatha não voltou, deve ter ido para casa depois daquilo, olhei para Sophia que apenas escrevia no caderno, mas duvido que fosse a matéria, depois que terminou a aula fui para casa aguardar Sophia com seu plano.

Fim da parte 2

Espero que tenham gostado.

Comentem e avaliem se querem continuação.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/05/2018 16:24:20
muito bom
17/05/2018 09:03:45
Bons diálogos. Continue, afinal, há um plano a ser concretizado




Online porn video at mobile phone


contos,eroticos,de,gays novinhos sendo estuprado por jovens craquescontos eroticos cabaninhacontos eroticos/pisei no rosto delevidio porno homen emtera o pou todo na garganta da muher ate gozarIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.runovos xvideos metendo com forçaaaaaacontos eroticos sou filha única em casa so andamos peladosorgia na casa de swing mulheres enfiando a b***** nas ruas por trás das paredescheirei a bunda da gorda conto eroticoliberalina vadia traído foi filmadagarotas punhetando incesto onlinexvideos sonafero safadoboafoda.comfarofacontos eroticos aprendendo a dirigirContos eróticos procurando aventura no clube de campoTia se assusta com o cacetao contosnó parquinho perdi o cabacinho contosbolinei amigo ate ele mi dacomtos eroticos flagrei minha entiada de quatro na cusinha de mini saia e com a calsinha enfiada na xana çocontos de sexo depilando a sograConto erotico arombei minha enteada novinha magrinhcoroas gordinhas casadas que treparam fora do casamento/relatos sexuaisdepiladora nao aguenta a buceta elastica a maoxvideos contosicestopau grosso devasando bucetaPornô 2018 grátis as eramoça bonita Transa xvideo pai comedo subria biba pequena novinhaforçando a enteada dar o priquito e o cu pro padrastocontos a bicha arrancou sangue do meu cunovinha sentada ensima do cassete abrindo a bucetinha com os dedoscontos sexo anal concunhado concunhadasete formas de medoesses irmaos tem uma ligacao muito forte pornodoidocontos de zoofilia com porcovampiro cumedor de bucetadei viagra pra minha irma e nos transamos pornodoidoconto erotico gay vovo deu leite pro netinhofodas no banheiro xotinhos e blusinhas caseirosrealizei minha fantasia com meu tio e seu amigo negâovideos porno fodendo mae emprensadavirei mulher na cama contos wsou casada e fui bolinada gosteichupar buceta com estalos esposinha evangelicacontos fui arromnada e estpu semdo pelo igo do meu maridofilho curioso brexando sua mae trocando de roupadepilaçãofudendoxvideo.puta.ceducido.homes.contos incrstos a mudinhaa japonesinha que não aguenta e se mijapornô pornô socando o pau na b***** da dona Zefa cachorro tocando pau na b***** da donaconto de casada putaVideo ideas inclives que pode faser para fingi,que.ta comemdoler contos eróticos primo com prima gordinha gostosa d********* para o primo bem dotado história realdoce nanda parte cinco contos eroticosmeu irmão chegou bebo mesmo fiz sexo com ele gozou dentro delaminha mulher domestica comida pelo cacetudonovinha achou que erra prachupa do negao e ser deu malestudante novinha chegou da escola e foi surpreendida por um tarado q comeu a bucetinha dela virgem fudeu até sangrar e gosou dentro da bucetapatricinha de short perdida fodendo no matoos melhores. comtos de sexo de paes com filhascontos eroticos cavalo e novinha e.o vovofilmes de sexo so com negona gorda da buceta inchada cabeluda e galadinhaxvideo pai italiano comendo o cuzinho da sua filhinha italianinha escondidopatricia vizinha casada safada gemendofoda incesta mae dormindo bem profundo tipo estupro putaria brasileira cenas fortes de estrupo mae sexointiada esbugalha o olhos com pau grande no cu swxoo vizinho safado do 205 conto gaypornordoido menagemclip16 novinhas esguichandoxv japonesa sendo estuppradacontos/Arrombada no matagal por negoesconto erotico entiada se pasando por dificil mas pegando fogohttp://conto me punhetaram a noite toda