Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Susan (o início 4)

Autor: Susan
Categoria: Heterossexual
Data: 16/04/2018 22:50:29
Nota 10.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

— Você tem a tarde livre hoje — ele me perguntou.

— Avisei em casa que ia na casa de uma amiga. Posso demorar — respondi.

— Excelente. — Ele disse sem tirar os olhos do trânsito. — Está com fome?

— Não.

Ele entrou por uma rua de pedra e depois entrou a direita, parou o carro em um portão grande, estávamos em frente a um motel. O portão abriu e nós entramos, pegou um cartão com o número 8 com uma chave pendurada por uma fita verde que me entregou enquanto manobrava o carro. Colocou o carro numa vaga e nós descemos. Apertou um interruptor na parede e um portão de PVC desceu atrás do carro fechando a garagem. Entramos no quarto e eu tremia de tesão e medo.

O quarto era grande com escada para o primeiro andar onde ficava uma cama enorme redonda e espelho no teto. Em baixo havia um sofá de couro sintético, uma mesinha com duas cadeiras e frigobar, uma porta nos fundos e do outro lado um banheiro com banheira de hidromassagem. O ar-condicionado foi acionado automaticamente assim que entramos.

Meu vizinho me segurou a mão e me puxou para um beijo quente. Eu estava entregue nos seus braços, mas não queria que ele pensasse que ia ser tão fácil assim. Enquanto me beijava suas mãos percorriam meu corpo e eu já sabia que tinha uma sensibilidade enorme na pele, ainda hoje isso é o meu ponto fraco. Acho o toque muito excitante e prazeroso.

Senti seu pau duro pressionando minha barriga durante o beijo. A sua mão subindo por debaixo da minha blusinha tocando meu seio esquerdo por cima do sutiã, comecei a chupar a língua dele sem vergonha, nossas bocas se entrelaçaram como se fossem uma só. Aos poucos, minha blusa foi subindo e eu estava só de sutiã. O beijo continuou ardente e em instantes eu já não estava mais de sutiã, as suas mãos eram hábeis e eu não hesitei em nenhum momento.

Ele beijou meu pescoço e atrás da orelha, sentia meu cheiro, dizia que eu era cheirosa, a mão dele no meu peito foi subindo para afastar meu cabelo deixando meu pescoço livre, minha orelha recebeu um beijo de leve também e minha saia começou a descer pelas minhas pernas. Senti o pau duro dele sob a calça, seu cheiro de homem invadiu meu nariz, era o mesmo xampu anticaspa que meu pai usava. Senti as suas mãos percorrendo meu corpo inteiro, minha bunda e entre as pernas. Minha boceta estava molhada como jamais esteve. A calcinha tinha um véu fino na frente que já estava ensopado.

Ele me jogou no sofá, cai de pernas abertas e ele se posicionou entre elas, beijou toda a minha região íntima respirando fundo para sentir meu cheiro. A virilha foi lambida e eu delirei, não tinha mais como eu ficar mais excitada, mas a cada toque isso era superado numa explosão de sensações indescritíveis. Soltei um gemido involuntário, mas bem contido, quase um grunhido.

Fechei os olhos entregue, sendo explorada pela boca habilidosa daquele homem. Ele afastou a calcinha para o lado e beijou com sutileza minha intimidade, depois sentiu meu cheiro e eu me arrependi de não ter tomado outro banho assim que cheguei da escola, mas ele não parecia se importar com isso e até parecia apreciar meu cheiro natural. Voltou a beijar minha boceta arrancando mais um gemido incontido de mim.

Foi removendo a calcinha, a última barreira entre ele e a minha virgindade, chupou de leve minha boceta encharcada, meu mel vaginal escorreu pela minha perna, era muita excitação, muito tesão e outras sensações que eu não saberia explicar. Os toques da sua língua na minha fenda virgem foram se intensificando até atingirem meu clitóris durinho. Ele abriu meus lábios vaginais com os dedos e lambeu toda a extensão da minha boceta, mas quando sua língua atingia meu clitóris, tinha a sensação de estar sentido microchoques que percorriam desde a vulva até o alto da minha cabeça.

Ele teve calma, meus gemidos eram cada vez menos espaçados até se tornarem um gemido só. Meu coração estava a trezentos batimentos por minuto e eu não tinha controle de nada. Ele continuava me chupando e eu fui invadida por outra sensação indescritível, inédita que tomou meu corpo por completo. Quase gritei tamanha a surpresa e esquisitice daquilo tudo, mas era extremamente gostoso e muito, muito forte, parecia que ia me levar para outro planeta ou para o paraíso.

Eu fiquei empurrando a barriga e o baixo ventre para cima, enquanto ele me segurava forte e lambia meu clitóris, gemi alto, em transe, eu não estava mais em mim. Aquela sensação foi se intensificando ainda mais, e mais, gritei inesperadamente sem entender bem o que estava acontecendo, meu corpo inteiro tremeu espalhando um choque intenso por cada músculo e nervo irradiando desde a minha boceta até a cabeça pernas e pés. Explodi em um orgasmo inédito, um prazer imenso me atingiu e parecia que eu estava no céu. Relaxei, o seu ritmo diminuiu até parar. Eu respirava fundo sem entender bem o que tinha acontecido, mas sabia que tinha tido meu primeiro orgasmo.

Ele me beijou com suavidade, eu sorri pra ele quase como um agradecimento. Aquilo tudo era muito errado, mas naquele momento eu não pensava nisso.

— Gostou?

Balancei a cabeça afirmativamente. Ele sorriu. Me beijou de novo e eu senti meu gosto na sua boca. Ele parecia ler meus pensamentos, pois, por mais que eu estivesse no ápice da minha excitação, rezava para ele não querer me penetrar. Eu achava, lá no fundo, que ainda não estava preparada para isso. Embora eu quisesse sentir tudo com ele.

Comecei a vestir minha roupa. E ele me ajudou com tudo, pediu a conta, pagou e fomos embora. Na mesma esquina que ele me pegou, parou o carro e me deu dinheiro. Eu não queria aceitar, mas ele insistiu. Disse que era pra eu botar créditos no celular pra falar com ele já que não íamos mais nos encontrar na ida para escola.

Aceitei.

Em casa eu não parava de pensar no que havia acontecido. Ser a amante de um homem casado não era o que eu havia sonhado para mim, mas o perigo, o proibido e todo aquele clima de sedução estavam me deixando louca de desejo e tesão. Ainda imaginava de novo tudo que tinha acontecido, sua língua pelo meu corpo, as mãos nos meus seios, seu beijo arrepiante; estava tudo bem fresco ainda na minha memória e eu queria repetir tudo aquilo e ia querer ainda mais.

Comentários

24/04/2018 03:49:04
excelente conto
20/04/2018 13:34:11
Perfeito!!
17/04/2018 02:41:11
Nossa! Que capítulo delicioso! Tudo bem sutil, bem gostoso, cheios de sentimentos! Uma leitura deliciosa e excitante! Tudo perfeito! Adorando cada capítulo!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos dormindo com primovideo de sexo levei gaia e chamei minha amiga e dois amigo pra fazer sexo gostozoContos gay novinho que foi rasgado por varios homenscontos inocentes tapas no orfanatocache:O6GiaR9Gb0sJ:zdorovsreda.ru/texto/20180120canto eróticos brutal e escrotosó mulher pelada a chegada com a b******* bem grandona daquelas BH b******* grande pinguelo grande cheio de galamarido recuza amulhe gostoza e la fode com vizinhopadastro come a enteada loirinha e faz ela gosar varias vesespia pauzudo come cadela no ciocontos levei minha mulher pra fuder com o kid bengalavideo da minha jeba arrombando o padrecoputa safada grita alto vou gozar gtrta alto porra caralho grita grita grita to gozando caralhoooo...conto erotico incestoXVídeos escaninho de vocêdesdobrando para depois comer XVídeosbaixar vídeo pornô coroas esfregando na caixanovinhos chinêses comendo cadela zoofiliacontos eroticos machucando a casadinhaTudo grandão youtubepornocontos erótico evangélica novinhaseduzida por um estranho contos pornoporno ele e louco pra fuder a tia " depois de tantas punheitas ela deixa fodernovinha gostosa tira roupa oro cunhadoXvideo porno estrupo dormino abusada boanoitesinderelaXsvideos bem dotado masturbando no carroO vizinho safado do 205Casa dos Contos Eróticos sogra gritou chorou e pegou na pica do genrosogra na cama dormindo com camiseta do superman e genro no sexogustavo de carinha de anjo trepanomulequinhos surfistas pauzudos pornoconto gay apaixonado por um traficanteconto erotico sobrinho novinho com tio e tiaamigo superdorado enraba esposa gravida contocontos etoticos patroa loira empregado negao com fotoszoofilia cavalo tira sangue e bosta do cu da vadianegao fode menina sem peitoxvideosprovoquei e fui comida contos eroticoscache:http://zdorovsreda.ru/coroa baiana lavano a bucetonao negão bem dotado comendo minha mãe contosvideo porno novinhas sendo lanbusada pelos velinhos que o pau nao sobe maiscontos e historias de sexo de meninas de 8 a 12 aninhos reaisvideos porno varias duas amigas cagando juntas fala meu fioesses irmaos tem uma ligacao muito forte pornodoidoeu quero ver somente conto erotico de freira lesbica fudendo a buceta da noviça com opau de borrachacomi a mae com a pereteca raspadinhamae com tesao se masturba aoamamentar filho contos porno casada nao agreto oprimo domaridowww.encanador negao mundobicha.comnegao levantou e trepou com gostosa no colocontos eróticos os melhores eu e minha esposa recebemos uma visita de um casal de idademama no caralho quando conduzo video pornopincelar no grelo XVídeosler contos eroticos de incesto mae carente ver o filho transando com a namorada fica com tesao fica adimirada com o pau do filhovideo do videntehttps://www.mundobicha.com/videos-porno/brasileiros/chateou a amiga até ela dar o cu vídeo amador mobile dei a buceta pro borracheiro contos eroticosxvedeo as 20 mehores gozadaapostei minha mãe com meus amigos conto erotico analContos eroticos:Fui fodida por varios roludos no cinema chorei de dor e pedir para pararemporno gay de irmaos e primos quadruplocache:l8GXVIQm83sJ:zdorovsreda.ru/texto/2015051116 moças peladas passando pote de margarina no cu e na buseta gostosovideo porno doido gratis casal convida amiga p churrascomulher tomam do tiro nabuseta de revolverO negrão entupiu a bucetao de minha mulher casadiscontosmachos da periferia marentos na punhetaPunhetas hxh belem paravideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiaporno rabuda pulando naraconto erótico assim nasce uma travestisexo com tapas na cara.puxau de cabelosfui brincar com meu cao e fui enrrabada contoCovidei meu amigo pra toma uma cerveja em casa depois comemos minha esposa casa dos contosvideos de cunhada se esfregando no marido da irmasó no cu HD pau grosso e leiteabraçando por trás incesto relatoxvideo so tesuda zaradaxvideos loira cabelereira tesuda de mini saia cortando meu cabelo pau duroconto erótico tesao em raxinhas minúsculasContos d casada com cu arrombad por negroes traficantnegao arebentou as pregas do meu cu contosTranzando com as velilhas tetudas debicos grandeentrequei minha vigidade pri maridi da minha tia contoxvideos gostosas esbugalhou os olhos quando o pau grande entrou tudo de uma vezcontos e histórias de pai tarado não aguentou e comeu a filha de sete aninhos gostosinhanem te conto anal em motelContos erotico incesto video gratis de sec tio tira cacinho da sobrinha novinhaa tia zoofilia pegada no caosexo com as maos apoiadas no chao ela recebe uma delisiosa chapadabaixar pornô sogro ditas com novinhas greludaspirocudo gozando dentropor tras da paredecontos gay me apaixonei pelo meu cunhado novinho hetero que me humilhavaas pantera tia viuva dando por seu subrinho e o cunhado pegacontos de putaria sou puta meu irmao um jumento fudeu o cu da minha amiga e eu ajudeicontos de sexo depilando a sogramundo bicha homens de corpo gostoso e pintu dutos