Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Persuasão S02 - Parte V4 - André sendo dominado

Um conto erótico de Forrest Mineiro
Categoria: Heterossexual
Data: 27/02/2018 21:05:16
Nota 10.00

- Então André essa é a última mensagem agora só depois que a gente vai saber tudo que aconteceu.

- Nessas horas então, provavelmente ela está metendo pra caramba com o Boris.

- Eu acredito que sim, com certeza ele vai aproveitar ao máximo esse tempo que ele vai ter com ela.

- Então eu também quero aproveitar esse tempo que vou ter com você.

Pode ser sim! Vou adorar, mas a gente podia sair para jantar, comer alguma coisa, depois a gente voltava, o que você acha?

- Para mim está perfeito, a gente janta e depois curtirmos a noite sozinhos.

- Nada mais gostoso que passar a noite com você André!

Nós resolvemos sair. Tomei meu banho, ela tomou o banho dela normalmente. Resolvemos fazer um programa diferente, saímos tomamos uma cervejinha, comemos um tira-gosto, o passeio foi muito gostoso e por volta de meia-noite nós voltamos para casa. Como estávamos muito cansados acabamos deitando na cama e dormindo.

Já no domingo eu acordei abraçado com ela bem gostoso.

- André, vamos comer alguma coisa?

- Vamos sim...

Durante o passeio de sábado à noite eu havia contado a Priscila tudo que eu tinha feito com a Sofia e até a história da Cristina ter proibido eu de dar uns pegas nela, então Priscila falou para mim o seguinte:

- Já que a Cristina tá tendo um caso com o Boris, nada mais justo que você continuar dando uns pegas na Sofia.

E por falar em Sofia eu estava curioso para saber como havia sido a noite dela com chefe.

Na hora do almoço resolvemos dar uma passada lá no restaurante para ver a Sofia e também comer alguma coisa e jogar um pouco de conversa fora.

Chegando ao restaurante escolhemos uma mesa, sentamos em seguida Sofia veio nos atender.

- Sr. André, tudo bem com você? O que vocês desejam?

- Então você cumprimenta só o André?

- Oi desculpa Priscila eu não vi que você estava aqui...

- Sei, então quer dizer que você tá com ciúmes?

- Eu com ciúme de você com André?

- Isso ele me contou que andou chamando você na vara...

- Com certeza deve ter inventado isso.

- Ele contou inclusive que você deu para ele com aquele vestido da Juliana.

- André não acredito que você está contando essas coisas para ela. Disse Sofia indignada.

- Na verdade funciona assim, se eu não tivesse contado para ninguém que eu havia te comido, era como se eu não tivesse comido entende, que graça teria eu guardar isso só para mim, e a Priscila sabe de tudo da minha vida...

- Tá bom, mas foi uma vez só.

- Então mas hoje ele quer de novo.

- Quero? Perguntei dando uma de bobo.

- Claro que quer, esqueceu que nós conversamos mais cedo, e eu quero assistir de camarote.

- Não, eu não vou montar nele na sua frente.

- O que foi, não se garante?

- Claro que eu me garanto.

- Qualquer coisa se você não der conta eu te ajudo....

- Você quer mesmo André?

- Claro, estou louco pra beber o seu leite...

- Não vai ter muito hoje não, pois antes de abrir o restaurante o Tadeu sugou tudo...

- Então o chefe gostou do prato.

- Gostou muito e quer mais.

- Então seus problemas financeiros acabaram.

- Ele disse que vai me ajudar financeiramente.

- Que ótimo, fico feliz por você.

- Obrigada, hoje eu saio só depois das 15 horas.

- Podemos combinar as 17 horas então tá na casa do André?

- Tudo bem, combinado. Então o que vocês vão querer?

- Ah pode ser um strogonoff mesmo, o mesmo de sempre.

- Para mim pode ser uma lasanha com acompanhamento.

- Tudo bem, daqui um pouquinho já trago o pedido de vocês.

- Quando Sofia já estava saindo perguntei para ela e o chefe comeu muito?

- André. isso é coisa que se fala?

- Comeu ou não comeu?

Enquanto ela foi lá pra dentro atender outros clientes contei para Priscila o que eu havia combinado com ela e com chefe dela.

Após algum tempo Sofia trouxe o nosso pedido, como sempre estava delicioso. Priscila e eu saímos e ficou tudo combinado de Sofia aparecer lá em casa por volta de umas 17 horas.

Chegando em casa Priscila me perguntou se eu daria conta das duas, ela havia dito que iria somente assistir de camarote, mas ela me disse:

- No começo sim, mas se eu me empolgar você terá que dar os seus pulos.

- Tudo bem, vamos ver como vai ser...

Aproveitamos o tempo vago e colocamos um filme para assistirmos já era quase 17:30 e Sofia não tinha aparecido ainda, estávamos achando que ela não viria mais e que tinha desistido.

Quando era aproximadamente 17:45 a campainha tocou, fui lá atender...

Abri a porta e era Sofia estava linda, estava deslumbrante e pedindo desculpas pelo atraso.

Pedi para ela entrar, quando ela estava entrando Priscila também elogiou, dizendo como ela estava elegante. Sofia estava vestindo uma blusa de botão branca com uma calça jeans bem colada no seu corpo uma bota que é mais ou menos até o seu joelho.

Tranquei a porta e por um momento fiquei meio sem jeito com as duas, sem saber o que fazer.

Priscila como era muito desinibida bateu palmas e falou:

- Oh agente vamos ver... o que é? Estou esperando... Quero ver ação.

- Já que você quer ação Priscila. Você sabe comigo como é que as coisas funcionam né?

- Claro que sei, mas eu quero ver como que ela vai se comportar, ela parece ser meio fresca.

- Priscila estava provocando Sofia e para mim era ótimo.

Sofia sentindo-se incentivada vem em minha direção colocou os braços no meu pescoço e começou a me beijar.

Retribui o beijo e comecei passando a mão pelo seu corpo e apertando cada vez mais gostoso, eu segurava com força o cabelo por debaixo da sua nuca e a outra mão apertava bem forte a sua bunda.

Isso André, pega essa coroa de jeito mostra para ela o que você é capaz. Incentivava Priscila.

Sofia me beijava cada vez com mais vontade e começou a querer tirar a minha blusa.

Nos afastamos um pouco, eu terminei de tirar a minha blusa e pedi para ela tirar a blusa dela.

Ela começou a desabotoar botão por botão e me olhando com uma cara de safada, assim que ela terminou de desabotoar todos os botões, ela tirou a blusa e jogou em cima da Priscila, como eu havia apertado ela contra o meu corpo o seu sutiã já estava começando a ficar molhado do seu leite que escorria.

Após tirar a blusa ela pegou desengatou o engate do sutiã e tirou de uma vez, jogando o mesmo sobre a Priscila, provocando-a, nisso ela virou-se para mim, apertou seu seio direito, fazendo o leite espirrar no meu pé e disse:

- Vem mama meu garanhão, sei que você gosta de leite de onça.

Aquilo me deixou louco de tesão, fui em direção a Sofia e meti a boca naquelas tetas maravilhosas, no mesmo instante minha boca encheu de leite, o outro peito eu segurava o mamilo com o dedo impedindo o leite de vazar.

Quanto mais eu sugava mais leite derramava na minha boca e assim eu tinha que ir engolindo, engolindo, engolindo para não engasgar.

Depois que chupei bastante o direito mudei para o esquerdo, agora o direito não estava vazando mais. Continuei sugando o esquerdo por aproximadamente 15 minutos acho que bebi quase um meio litro de leite dela.

Agora meu objetivo era tirar a calça dela e deixar ela pelada e meter a boca na buceta dela. Desci a sua calça até o joelho, em seguida segurei a sua calcinha pela mão e puxei para cima fazendo a parte de baixo entrar dentro da sua racha.

Ela soltou um gemido que foi abafado pelo meu beijo e quanto mais eu a beijava mais eu puxava a calcinha para cima e mais a calcinha entrava dentro da sua buceta.

Parei de beijar, desci a sua calcinha até o joelho e fui empurrando ela em direção ao sofá. Ela foi andando e quando estava perto peguei, empurrei e ela caiu sentada no sofá, tirei a bota do pé direito em seguida do pé esquerdo depois arranquei a sua calça. Arranquei sua calcinha e joguei em cima da Priscila e mandei ela arreganhar bem as pernas.

Sofia estava sentada no sofá com a perna abertas, o máximo que ela podia, então peguei, cheguei coloquei um polegar e o indicador de um lado o outro polegar e indicador do outro lado e arreganhei a sua buceta, abri o máximo que pude, ela estava totalmente melada por dentro, então comecei a passar a língua, Sofia se contorcia toda e não aguentava ficar parada e começou a soltar os seus primeiros gemidos.

Eu passava a língua, chupava e esfregava minha boca na buceta e ela ficava mais e mais molhada. Ela estava totalmente melada e deixou minha boca toda lambuzada e cheia de mel da Sofia, levantei e fui em direção a Priscila.

- Não André você não vai me beijar depois de metido a boca na buceta dela.

Enquanto Priscila falava eu caminhava em sua direção sorrindo e ela ficou encolhida no sofá tentando com suas mãos me conter, mas como eu era bem mais forte acabei beijando a força. Não teve jeito, Priscila teve que dividir comigo o mel da Sofia que estava dentro da minha boca, soltei na boca dela e acabamos engolindo, um pouco cada.

André seu puto, ai que nojo.

Nisso Sofia caiu na gargalhada com a cara de nojo que a Priscila havia feito. Eu disse a Sofia que ela poderia rir, mas que ela também iria experimentar o gosto da Priscila.

Então ela me deu uma resposta que nos deixou de boca aberta, tanto eu quanto Priscila.

- Só se for direto da fonte!

- Está louca se acha que eu vou deixar você me chupar.

- Ué André, essa não era a mais fodona de todas, está parecendo uma velha carocha.

- Não é isso, eu não sou lésbica.

- Muito menos eu, gosto de macho de pica, mas acho que o André vai curtir muito isso, e eu devo muito a ele, então farei isso para recompensá-lo, pois ele me ajudou no momento que eu mais precisei.

- Bom, enquanto vocês não entram em um acordo, agora é minha vez, peguei tirei minha calça e Fiquei totalmente pelado, agora meninas, eu quero um boquete das duas juntas ao mesmo tempo.

Nisso Sofia ajoelhou e meteu meu pau dentro da sua boca e começou a chupar.

- Anda Priscilla você tá esperando o quê? E aproveita já tira essa roupa e já vem pelada, anda... corre....

Priscila tirou a roupa e ajoelhou ao lado de Sofia, enquanto Sofia chupava meu pau Priscila chupava a bola no meu saco e as duas começaram a chupar me levando à loucura.

Eu não estava acreditando que aquilo estava acontecendo, aquelas duas delícias ali ajoelhadas me chupando, estava gostoso de mais.

As duas agora estavam cada vez mais entrosadas, até que as duas pediram para eu colocar a mão sobre as minhas cabeças.

- O que vocês vão fazer?

- Te levar a loucura... Disse Sofia.

Priscila saiu e foi buscar alguma coisa, e ela veio com um par de algemas.

- Vamos André, me dê as mãozinhas.

- Meninas, o que vocês vão aprontar?

- Não interessa, dá as mãos, você não gosta de nos amarrar, hoje será a sua vez.

Acabei concordando e fui algemado com as mãos para trás.

- Aí Sofia, ele agora é todo nosso....

Nisso as duas voltaram ao boquete, mas agora elas se concentraram nas minhas bolas, a Priscila abocanhou a da direita e a Sofia a da esquerda.

As duas estavam dentro da boca delas, era uma sensação muito gostosa, cada uma chupava de um jeito, enquanto Priscila passava a língua em formato circular, Sofia sugava cada vez com mais apetite, até que ela foi esticando e começou a arder um pouco, ela puxou mais um pouco e soltou de uma vez fazendo aquele poc. Mal ela voltou a seu lugar de origem e já estava dentro da boca da Sofia novamente. Sofia estava adorando fazer aquilo, era gostoso, mas incomodava bastante, Priscila vendo o que Sofia estava fazendo começou a fazer do mesmo jeito, agora uma puxava de um lado e a outra do outro, e cada vez elas estavam indo mais forte.

- Calma meninas, devagar, está doendo.

- Você quase arranca os nossos bicos no dente e a gente não reclama, você está muito mole, disse Sofia.

- Meus joelhos estão doendo, vamos lá pro quarto, vai ser melhor, falou Priscila.

As duas concordaram e me levaram para o quarto, chegando perto da cama, elas me empurraram, como eu estava com as mãos presas, cai de costas na cama.

- Como eu sonhei em ter você assim, a minha mercê, como é que você diz pra gente mesmo, hein Priscila.

- Arreganha as pernas, vai André. Ordenou Priscila.

Eu hesitei um pouco e Priscila ficou brava.

- Agora ou você vai se arrepender.

Resolvi seguir as ordens da Priscila.

- Bom menino.

Nisso elas se aconchegaram entre as minhas pernas e começaram a me chupar novamente.

- Então Priscila é nessas bolas que fica todo o tesão dele, são elas que fazem ele deixar nossa buceta assada.

- Sim Sofia, exatamente.

- Então nós duas somos donas do prazer dele agora né, tudo está dentro das nossas bocas.

Eu mesmo amarrado, sabia que poderia controlar as duas e fazer elas fazerem a minha vontade, conhecia as duas muito bem, mesmo estando naquela situação privilegiada, elas não saberiam como continuar aquela situação.

Então eu disse para elas:

- Bem meninas, por que agora vocês não fazem o contrário?

Priscila olhou para mim sem entender, mas Sofia entendeu o recado, então pegando Priscila desprevenida, Sofia segurou a cabeça de Priscila e puxou contra a dela, fazendo seus lábios se encontrarem.

Como eu queria ter uma máquina àquela hora para registrar aquela cena, as duas praticamente de quatro chupando meu saco e com a boca colada uma na outra.

Agora o tempo era crucial para eu atingir meu objetivo, então mais de que pressa falei para elas.

- Isso continuem assim, agora eu quero que vocês brinquem com a linguinha de vocês. Vamos Priscila a Sofia está melhor do que você, foi só mexer com o ego dela que ela começou a movimentar sua língua.

- Vamos Sofia, espicha essa língua, a Priscila está com o dobro de língua que você...

Fui induzindo as duas até que a língua de ambas se cruzarem, parece que foi um choque entra as duas, fazendo ambas retirarem as bocas do meu saco.

- Vocês já se divertiram de mais por hoje, agora é a minha vez, me soltem que eu quero comer vocês duas.

Priscila me soltou então pedi para ambas ficarem em pé.

Mandei Sofia deitar na cama com os pés no chão e com a bunda empinada para mim, nisso Priscila subiu em cima dela e ficou do mesmo jeito então ali eu tinha duas bundas, uma embaixo da outra. Agora tinha que saber qual iria comer primeiro.

Fiquei olhando aquelas duas uma em cima da outra e que dúvida cruel e maravilhosa que eu tinha.

- Vai André escolhe logo, ou você vai nos deixar com vontade.

Disse Sofia falando e remexendo a bunda para chamar minha atenção.

Aquilo estava maravilhoso e sem cerimônia enfiei tudo de uma vez dentro da buceta da Sofia que deu uma encolhida, mas como a Priscila estava em cima dela ela não tinha muito para onde ir.

- Ai que delícia André que pica gostosa, me fode gostoso.

- Ai André eu também quero, eu também quero. Disse Priscila.

Tirei meu pau de dentro de Sofia e “shape” de uma vez dentro da buceta da Priscila.

Fiquei alternando entre uma e outra por algum tempo, cada hora que eu tirava de uma a outra reclamava.

Naquela posição já não estava aguentando mais segurar aí para dar um tempo eu pedi para elas mudarem de posição.

Agora eu fiquei deitado de costas, Sofia sentou na minha vara e Priscila deu a buceta para eu chupar.

As duas estavam se esbaldando e o gozo de ambas estavam se aproximando.

Sofia começou a gemer mais alto e a cavalgada mais forte e isso acabou contagiando Priscila que começou a rebolar na minha boca.

As duas acabaram gozando praticamente juntas, foi uma gritaria só, as duas putinhas urraram, parecia que estavam competindo para ver quem gritava mais alto, senti uma ligeira vantagem na Priscila que tinha o grito mais agudo.

Ordenei que Priscila limpasse a melado que a Sofia tinha feito no meu pau, e não era pouca coisa, pois quando Sofia estava gozando sentia seus líquidos escorrerem por minhas coxas.

Priscila fez uma carinha de menina manhosa e de nojo.

- Anda Priscila, eu não estou pedindo, estou mandando, e quero que você fique de quatro com o rabo virado para mim, quero ficar olhando para ele enquanto você chupa.

Enquanto Priscila chupava meu pau, Sofia deu uma passada de língua na sua buceta, quando ela viu que era a Sofia, ela deu de querer sair.

- Ou você deixa eu chupar a sua buceta ou você vai chupar a minha, você que escolhe.

Sofia estava mostrando uma mulher bem diferente da que eu havia conhecida, agora mais cheia de si, mais confiante e muito mais vagabunda.

Ela enfiou a cara na bunda da Priscila e começou a chupá-la, na mesma hora Priscila parou de me chupar e contraiu o corpo todo.

Sofia continuava implacável até que Priscila deitou de costas sobre a cama, completamente mole, Sofia abriu as pernas de Priscila e continuou chupando, agora ela além de chupar enfiava dois dedos dentro de Priscila, aquele unhão vermelho que ela tinha provavelmente iria trabalhar muito dentro dela.

Sempre há um comentário que mulher sempre chupa melhor uma mulher do que um homem, pois elas sabem exatamente onde sentem prazer, e eu estava tendo a oportunidade de ver aquilo na minha frente...

Sofia socava os dedos dentro de Priscila, e fazia suas unhas rasparem dentro de Priscila, que fazia careta.

- Sua filha da Puta, isso dói.

- Eu faço em mim e aguento, então você tem que aguentar também.

As unhas de Sofia saiam brancas de dentro da Priscila, pois elas raspavam o prazer da ruiva, ela então nos mostrava os dedos e em seguida chupava, quando ela ia colocar os dedos dentro da Priscila ela até encolhia com medo.

- Eu te odeio, sua desgraçada masoquista, isso dói pra caramba, você vai deixar minha buceta toda arranhada.

Enquanto Priscila falava, Sofia lascou um tapa na buceta dela que até estalou.

- Cala boca.

Sofia estava tão autoritária que deixou Priscila contida, e ela continuava brincando com a buceta da Priscila.

Vamos Sofia, vou te dar mais dois minutos, depois acabou a brincadeira.

Então Sofia começou a tocar uma siririca para Priscila, levando a ruiva a entrar em êxtase, não demorou nem um minuto Priscila começou a gozar e a tremer de tanto tesão.

Priscila estava exausta, todos estávamos cansados, então estava na hora de terminar aquilo.

Mandei as duas ficarem ajoelhadas sobre a cama e de rostinho bem colado e colocar o linguão para fora.

- Então minhas putinhas, eu vou lambuzar a boquinha e o rostinho das duas de porra e depois eu quero que uma limpe o rosto da outra com a língua.

Comecei a tocar uma punheta em frente ao rosto das duas, ambas colocaram a língua para fora esperando o meu gozo como eu tinha comido a Sofia primeiro, a primeira gozada seria na língua da Priscila, então coloquei a cabeça do pau sobre a língua dela e gozei, ficou um rastro de porra branca em cima da sua língua, em seguida fiz o mesmo com a Sofia, e os outros jatos esporrei na cara delas.

Depois que terminei de gozar as duas começaram a passar a língua na cabecinha para limpar o resto de porra que tinha.

Elas deixaram meu pau limpinho e em seguida uma começou a lamber o rosto da outra deixando o rosto de ambas Limpo, durante as lambidas que uma dava no rosto da outra achei que iria acabar rolando uns beijos, mas isso não aconteceu, então comentei que a noite se encerraria perfeita se elas finalizassem com um beijo na boca uma da outra.

Elas olharam para mim e se olharam....

Continua....

Queridos Leitores, estamos de volta mais uma vez, a última parada antes do encontro entre André e Cristina, que promete pegar fogo, o qual já está escrito, faltando somente a revisão.

Para haver uma interação melhor com os leitores, caso tenham interesse estou desenvolvendo algumas redes sociais, se quiserem me seguir, fiquem a vontade.

Conta no Twitter

http://twitter.com/Forrest_Mineiro

Página no Facebook

http://facebook.com/ForrestMineirocdc

O objetivo é informar como estão o andamento dos próximos contos.

Abraços.

[email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/05/2018 10:08:45
O chato é esperar meses pela continuação
09/03/2018 16:27:45
Que bom que voltou!! Seus contos sao uns dos melhores da CC. 👏👏
28/02/2018 19:16:13
li sim e duas vezes...kkk e tentei entrar noseu face mas não estava disponivel ainda
27/02/2018 21:17:24
Rikardito, você não leu esse conto inteiro, pois acabei de postar. Esse encontro acontecerá mais para frente. Obrigado pelo carinho.
27/02/2018 21:14:39
Dez... finalmente a melhor serie voltou... não para não... e vcprometeu um encontro priscila/andre/cristina




Online porn video at mobile phone


xxvideoso pau maior do mundo rasgado bucetasprono doido morena predendo a gividade escadaloxvidiocasadas pedindo gala na bucetamorena anda na rua de vestido branco ai himen vai ate la e fode elahomens ensinando como puchar punhetagozando.na.loirinha francyessa coroa coloco varias calcinhas p meterlevei minha esposa num glory hole conto realmeu corninho eu quero uma pica gozando dentro de minha e meu céuconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretomulher e obrigada a ser penetrada por gancho pornodoidocontos eroticos alimentando os caes da vizinhavídeo de sexo amador caseiro você quer me comer você quer meter é devagar meu com calma é assim não aqui mede a gente ser pinto granderapas da bunda linda dando cu de brusu pro negaocontos eroticos o costureiroxvideo corno filma esposa bebendo caldinho na cabeçameu cuzinho amanheceu melado e doendo contos gayxvidios c cunhada roselenacavalo tirando virjidade da potrinhaviadinho fui pagar o aluguel contos eroticosxvideo muher baridover irma bater punyeta no irmao ate gosar na maomulheres na rua com a sainha curtinha tirando a calcinha de dentro da bunda tirando com a Malu babyporno criolas formando fila pra ficar com roludoconto erotico malu marretaContos eroticos chotei na puca do meu padrasto parte1Contos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhoO que comete fodendo uma mexidinhaxvideo negao no branquinho esfolonoviha de chote cutoo pau do meu marido grande23cm e toda hr que fazer sexorelato erótico cunhada fica interessada em conhecer na pica do cunhadonovoscontosdeincestochantageou a coroa para se dar bempincelar no grelo XVídeosver mulher preta encurta uma chupando a buceta da outra cima do dente queiromulher derramando enfiando um copo de cachaça na bucetaxvideos estralando no socajuliana de bonanca fudendo pornoquero ver vidio de homen caralhudo se depilando o sacovideo. pono mulheres guichado porra de tezaovideo porno com muito beijo na boca de tirar o folego muita chupada na buceta fazendo gozar na lingua de tanto prazer puchao de cabelo sexo com pegada forte e brutacontos eroticos, isso chupa meu peito esfrega meu grelinho faz sua putinha gozarwww.xxvideo calvolga na anacondatia e sobrinha se diverte c uma pica d borracha enorme ponodoidoContos eroticos elacareca peladasogra gostosa morando nacasa dogerocrente safada contospesquisar por mega dotado presidiarios na felisidade um putapornodoido vitor e fran no vc q sabecontos eróticos minha mãe me obrigouvidio porno homen emtera o pou todo na garganta da muher ate gozarcachorro tapete lamber ppkcontos eróticos vovó transando com cavaloporno doido cromprando cabacocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontos erodicos com fotos descobri meu vo e viado e cornocontos eróticos loba adoro inversãoxvideos/estavamos asistindo tv e minha sogra me chupouxxvideosgarotinhas na praiaFime gey roludowww.encanador embaixo da pia mundobicha.commãe chega do serviço e faz a sua filha dando o c****** no XVídeo ela ainda virgem nunca tinha dado minha b***** nem um pouquinho e ela Fraga fica Vista irritada e entra na bagunçaclitoris vantajososconto porno perdi a virgindade com meu pai estrupador dotado passando pomadajaponesa de Cubatão novinha porno com endereço telefonecontos eroticos casadas arrombadas por pauzudos super grossos e 25 cmas crentihas maisgotosassexo com maria mulambo fodameus amigos me comiamporno pasto convinando irmao a nao fude irmaXVídeos pornô padrasto comendo enteada ela me procurou e eu não resisti vídeo brasileiroconto porno apaixonado pelo meu primo brutamontesquadrinhos erótico sobrinha estampadacontos eróticos gay faculdadecastrar o submisso quimicamenteloria magria rosando napicacasa dos co.tos eroticos de casadas .o cabeleleiroporno coeicorno levou esposa pros caminhoneiros foderem contoqualquer coisa enfio na buceta relatos XVídeos novinha chora com a pomba no c* que a lágrima descecontoerotico eu namorada mae e tioconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancoconto padrasto da pica enormejege tarado arromba tua dona apaixonado vidio pornorevistinha em quadrinho de filho estrupando sua mae no banhoconto erotico gay pedreiro e o meninocontos eroticos menininha malcriada levando pica como castigowww.xvedeo so gozadaia mais gotosamulher que encolheu todinho com ponta do rabo XVídeos brasileiroanãzinha f****** com a b***** na pica grande quase do tamanho de um braço