Porra, o vascaino aqi so di boua panhano Devinho no ano novo e o viado seno beim jenerozo com migo.


Porra meu paça, valeu ai pelos comentario mano. Eu quero dizer qui to de boua, teim um vizim aqui perto de caza qui é todo cdf e ta mi insinano aqui umas parada pra eu iscrever serto. Mais ele não ta ligado dessas minhas istoria não. E neim pode sinão to fudido. Hehe. Vizim saber qui eu to mi invouveno com viado. Hehe.

Porra meus paça, e to felis pra porra, nosso vascâo aí ta só botano pocano. Si tiver augeim ai qui não gosta do vasco, porra paça, não xore neim sofra. Hehe. Brincadera pai, todo mundo toce pra seu time, todo mundo teim o seu no corassão e isso é qui importa.

Comessar logo a continuassão sobre o ano novo.

A jente saiu do quarto mais o clima ficou chato emtre Devinho e meu paça.

Meu paça xegava pra mim e ficava mi falano qui eu tava fazeno papeu de otario, Deivinho xegava e dizia pra eu parar de cer pau mandado do meu paça e eu tava mi enxeno dinovo.

Xamei Deivinho de canto e falei. Cara, vamo durmir eim um oteu purqui la a jente fica de boua, fica na suavidade.

Sei qui o bixo não dexou eu pergunta duas veis e respondeu. Si tu qizer eu xamo taxi agora.

Eu disse. Cara, vamo so ficar um poco com a galera si divertino e a jente vai mais tarde.

Ta de boua. Respondeu Devinho.

Fiquei lado de fora com meu paça e mais uns pivete brode qui mora la na sidade, tudo trocano idea quando um viado todo virtido iguau uma maluca, xamou meu paça. Esse viado é todo xei de frescura e viadaje. Hehe. Ele só gosta de virtir xorte dins mostrano a popa da bumda. Os xorte dele jerau mente é disfiado na parte das perna, as bluzinha sempre xea de brilho, colada no corpo seco qui ele teim. Uza umas bota isqizita preta de sauto. É todo viadado mermo, jente fina mais ele é muito baxo astrau quando ta brigano.

Aí meu paça entrou. Daqui a poco fexaro a porta.

Quando si paçou uns 20 minuto Devinho mi xama pra mostrar a baxaria.

Tava uma gata morena do cabelo caxiado toda filé e o viado de juelho eim cima do sofa, com as perna aberta, de cutuvelo no incosto do sofá e a bunda pra sima. Meu paça eim pe atrais deles mitia eim um, tirava e mitia no otro. Fazeno tudo com um bucado de jente como plateia parisseno sinema porno.

Fiqei sabendo qui cada um deu 20 conto so pra assirtir meu paça comeno eles. Como meu paça é maluco mermo, topou na ora.

Porra meus paça, a minina ainda é dona de um rabão gostozo da porra, mais a bunda do viado paricia duas bulaxa redonda. Quando meu paça mitia no cu do viado, não dava pra saber o qui era as coxa do viado ou o pau do meu paça, tinha pratica mente a merma grussura de tão mago qui o viado é. Meus paça, eu fico ate oje bobo bobo como é qui um cu seco e piqeno daqele consigiu ingulir uma rola como a do meu paça.

Os cara do lado de fora tobeim entraro.

Quando eu entrei meu paça ficou ate de boua, mas quando outros entraro, meu paça parou e dise qui so continuava si os otros tobeim pagasse. E os cara tudo pagou pra ficar de olho no fiume. Eu qui não dei 1 centavo, neim Devinho neim mais uns 2 la. Até uns qui tava fudeno correro tudo pra sala pra assirtir meu paça comeno o viado e a minina.

Meus paça, so to veno viado si cuvar e xupar uns cara, umas minina pagano boqete pro otros, dois viado ou minina e viado dividino pau. Tudo na sala misturado. Aí Devinho mi puxou logo pro quarto e falou. É melhor a jente ir logo pro moteu pra esse povo não partir pro teu lado.

Eu respondi. E pro teu lado tobeim.

Ele falou. Qui nada. Eles qer é homi.

Devinho xamou taxi

Porra meus paça, é uma pena. Si eu ficasse e partissipasse eu ia puder cumer umas gata boa da porra. Tudo distribuino busseta pra queim quizesse cumer. E numca vi uns viado pra tê tanta amiga filé. Teim uns aqui mermo qui ja botaro minina na minha fita, mais era quaze tudo barriada. So cumia mermo purqui gosto muito de xibiu.

O taxo xegou e largamo uma putaria da porra la na sala. Eu dodio pra partissipar.

Quando Devinho tava no taxi eu falei. Porra sacana, pera qui vo da uma idea ali pro meu paça.

Entei na caza, fui na cuzinha e tomei metade de uma azuzinha pra disbagaçar o sacana no moteu.

Da cuzinha avistei a gata qui paçou a mão no meu pau no banhero. Olhei pra ela qui tava xupano um cara e e otro cara pinsselano a busseta dela. Olhei pra ela fis uma cara e uma boca de pidão. Ela ficou maluca. Dei um leve sinau pidino selula dela e ela mexeu a cabessa qui sim.

Mais no dia siginte ela disse qui amava muito Deivinho e qui não ia pegar o homi qui ele amava não. Mais ela ainda ta na minha, meus paça. E ainda pego aqela piveta.

Quando xegamo no moteu tirei a bermuda, eu so tava com ela e com sandalha. E mi jogei na cama. Devinho pidiu logo uisqui pra jente e pidiu duas tassa. O cara levou.

Á, e ingrassado qui ele tocou a campania e quando Devinho abriu o cara tava com a portinha aberta. Eu tava deitado pra sima todo nu com as perna em dirassão pra porta. Assim qui Deivinho abriu a portinha o impregado do moteu olhou pra Devinho e olhou pra mi na cama. Eu puxei a tualha correno e cubri o pau. Devinho pidiu discupa pra ele e fexou a portinha.

Bixo, eu mi disbagassei de da rizada depois com um vergoia do carai vei.

Ele pegou redibu no frigo ba e misturou e mi ceviu.

Bixo, a parada comssou bater e o pau comessou a induresser. Deivinho numca sobe qui eu tomo azuzinha pro carai subir legau. Hehe. Eu largo iscondido.

So vi o sacana abri um rizo e dizer. Umm. Antiga mente demorava pra subri e oje eim dia ele ja mi coiesse.

Hehe.

Veno meu carai duro Deivinho foi logo pra dento de minhas perna. Deitou a cabeça no meu juelho direito e ficou acarissiano minhas perna, meus ovo, meu pau e minha barriga. E ficava mi olhano as veis com cara de tarado apaxonado.

Aí ele incarou minha rola e perguntou. Gato, queim ti deu tanta rola eim.

Eu respondi. Sacana, esse pancadão foi jenerozidade da natureza e tu ta beim cevido.

Devinho botou o qexo no meus ovo e botou meu pau pra sima. Meu pau paçava a cabessa dele.

E ele comessou brincando com meus ovo, passano a língua. O pau latejava mermo.

Ele comessou xupar meu pau pela baze na virilha. Ele xupava fazendo circonferênssia com os beço até xegar na cabeça do carai.

O viado botou a cabeça do carai dentro da boca e feis uma parada la qui não sei esplicar aqui, mais a porra foi tão massa qui o pau comessou da umas inxada na pussassão, e o sacana siguro com a cabeça da minha rola dento da boca. Eu senti a lingua dele na minha dislizano e ele deu uma apertada qui não sei si era com os labio ou si era com os dente, mais não dueu não e foi gostozo pra carai.

Aí ele voutou praqela borda qui teim abaxo da cabeça da rola e ficou xupano aqela borda. Essse locau é beim massa de levar uma xupada. Porra foi beim gostozo.

Já vouto, meu gato.

Sumiu ele pro banehero levano a muxila dele.

Bixo, umas mea ora depois eu ja tava mei bebo purqui bebi na caza do viado e tava ali bebeno o uisqui com o redibu. Só não tava travado purqui eu vo bebeno agua pra i abateno a caxassa. Aí umas mea ora depois sai Devinho. Eu não sei aonde ele arruma tanta fantazia. Saiu do banhero uma muler autona com uma bota beim auta e com uma ropinha toda sensuau. E alí não era mais Devinho, era uma pessonaje de dezeim animado qui si xama xirra. Não sei como iscreve isso. So sei qui si ele não foçe mei forte ele ia parecer todim.

Deivinho apagou a luis e assendeu umas luis qui fica dos lado da cama e subiu eim sima de mi, isfregou a bunda com a saia no meu pau, deitou sobre mi e comessou xupar minhas orea. A cabelera do sacana paricia de verdade, tava um cabelo xerozo da porra.

Ele foi dislizano a boca pela minha buxexa, pelo meu qexo. Porra meus paça, o sacana dava pra voceis pesseber qui ele ta maluco pra mi bejar. Na minha frente tinha uma muler, vei. Mais no meu celebro tinha Deivinho, aí não dava rege bejar na boca da minina.

Aí ele foi deçeno mi xupano pelo pescosso, meu peitorau. Ele dexou a cabessa no meu umbigo e botou minha rola pra xima, botou dento da boca e foi ingulino meu pau o quanto pudia, inquanto a cabessa dela dessia ralano pela minha virilha. Ele com a cabeça parada, uzava a própria boca pra fazer meu pau entrar e sair na boca dele.

Impurrei o sacana na cama de bumda pra sima, abri as perna da muler, botei pra sima aqela sainha dele e tava com uma causinha toda interrada no rabo. E ingrassado é qui mais pra baxo não parissia qui ele tinha ovo, paricia qui tinha busseta, tava um negoço diferente. Ainda beim. Hehe.

Puxei pro lado aqele fiozim todo socado no cu e taqei linguada no cu do sacana. Porra paça, como sempre o cara teim augum misterio. Bixo, eu já cumi um bucado de veis uns cu po aí, mais o cu de Deivinho, sobe um xero gostozo da porra, e quando tu da linguada no viado, sempre teim um gosto gostozo da porra e adossicado. É um tipo de cu qui tu lambe e mete lingua seim medo. Teim veis qui tu da linguada nele e sente gosto de méu, otras veis teim gosto e xero de morango, otra veis de xocolate e assim po diante.

E o cu do sacana tava relaxadim. Meti lingua no viado e ela foi la dento. Deivinho si contossia todo, xiava baxim como minina, piscava o cu na minha lingua, dislizava as perna pela cama e o maluco aqui so dano linguada no muleqe.

Subi pelas costa dele, botei minha rola emtre a bunda dele e fiqei xupano a nuca dele, dei uma boa xupada nos ombro por trais das costa dele, serano o cabelo, e o sacana ficava parisseno qui tava nadano na cama, xiano, apertano os lenssou.

Botei a cabeça da rola no cu dele fis fossa pra entrar. Primero eu tava com a rola seca, ela não ia entrar, e sigundo eu respeito ele ja qui ele não gosta de da bumda com o cara seim capa. Aí ele deu um jemido e feis meu pau iscurregar pra baxo. Meu pau bateu eim auguma coiza qui não sei o qui era, mas não foi no ovo neim na rola dele.

Ja tinha camizinha na parte da cama a onde fica os controle das coiza, pegei uma e incapei o carai duro.

Cuspi no cu dele e meti o cuspe pra dento com dois dedo. Cuspi mais umas 3 veis e fui meteno cuspe pra dento. Muleqe ia jemeno e apertano o cu nos meus dedo.

Incostei a cabeça do carai e fui meteno divagar purqui o paça de voceis ai é caraiudo. Mais so pricizei paçar mais cuspe mais uma veis so. A rola entrou mais da metade e o resto eu soqei tudo de veis e mi deitei nas costa dele. A rola entrou até bater la dento, mais ficou ainda uns 2 dedo no lado de fora do cu dele

Aí ele jemeu com vois de homi. Ele ficou assim. Ãm, ãm, ãm.

Aí eu falei. Xi, xi, relaxa gata, ja vai paçar.

Saqei minha rola de dentro dele beim divagar e dexei so a cabeça dento. E soqei novamente tudo de veis até a onde a rola cabia.

O bixo feis. Ãmmmmmmmm. E si contosseu na cama, mordeu o lenssou, isfregou as perna pela cama, apetou os lenssou.

Saqei dinovo a rola de veis pra tirar ela toda de dento. Mais a cabeça do carei grudou dento e só vi Devinho abrir um grito beim auto e xorar gritano pra eu parar.

Bixo, a parte de dento do cu dele vei um poco pra fora puxado pela minha rola. Mi deu medo. Deivinho mi pegou pelo quadriu e mi puxou pra dento dele e meti pra dento dinovo. Aí ele falou. Agora pega aqele jeu, passa nos dedo, vai passano pelas borda do meu cu e meteno um poco, inquanto a rola vai saino, e tu vai tirano divaga pra ve si sai.

Ele mandou eu jirar a rola um poco.

Cara meu, si eu fico grudado com ele alí a jente ia ficar grudado pra sempre purqui eu não ia tê coraje de sair do moteu grudado com um viado pra um ospitau.

Mas a porra foi saino. O viado ja tinha a massete.

Quando meu pau saiu, ele pidiu um tempo, si deitou pra sima, dobrou as pernas e ficou massajiano o cu.

Augum tempo depois voutei cumer o sacana. Deça veis ele uzou lubrificante bastante.

Ele ficou de 4 na cama, fiqei de juelho atrais dele mandei rola no cu da muler. Viado jemeu como caxorra no sio.

No quarto havia uma bancada a onde ele foi, botou os cutuvelo, abriu as perna e levantou a bunda pra eu cumer. Ele tava beim auto e pidi pra ele baxar um poco mais e ele baxou dexano a bunda impinada.

Com a causinha dele pro lado, taqei rola no rabo da bixona qui jemia parisseno minina. E aqelas luis beim fraca do quarto, olhano Devinho de costa pra mi, o sacana pariçia uma muler mermo vei. O rabo do bixo era coiza de maluco. Aqela sainha qui ele tava virtido, aquela causinha beim fina tava mostrano um rabo de feme do carai.

Ele naqela merma pozição, saqei a rola de dento dele e larguei otra linguada no rabo da safada. O cu tava tão mole e tão largo qui a lingua foi toda pra dento. O gosto da parada qui eu senti na primera linguada qui dei nele, ja tinha saído, senti o gosto do lubrificante e de cuspe. Mais isso não foi problema. Aqela muler tava gata e gostoza di mais.

Voutei meu carai pra dento do sacana mais a porra da vontade de gozar xegou.

Ranqei a capa e dei uma pinsselada no cu dele com a cabeça do pau e ele deu uma rebolada. Botei a cabeça dento, maluco pra larga meu lete todo dento do sacana mais quando ele sentiu a cabeça dento ele pegou minha rola e tirou. Tava o cu tão qente qui eu ja tava gozano mais a porra ispirrou fora do cu dele e garrou na bunda e tobeim caiu no xão.

Fiqei bateno a cabeça da rola na bumda dele pra larga o resto da porra na bumda dele. Meti 3 dedo no cu dele e paresse qui a gala iscorreu um poco pelo cu dele antes de cai no xão.

Aí ele perguntou. Ai nego, tu gozou gostozo.

Eu respondi. Porra mainha, gozada é isso piveta.

Bateu relaxamento legau, sonera da porra e eu qiria tomar um banho de banhera pra relaxa la dento. Ele não dexou e disse. Porra gato, primero toma um banho normau no banhero e depois tu toma na banhera.

Á cara xei de frescura. Mais eu fis como ele pidiu.

Porra bixo, na banhera eu relaxei legau sentino aqelas agua mi fazeno massaje e Devinho so de boa tobeim fazendo massaje nos meus pe, foi pra trais de mi e mi feis massaje nos ombro, no rosto, no peito. Cara, eu durmi. Tempo depois ele mi acordou pra jente ir pra cama. E ganhei uma massaje gostoza da porra nas costa. So sei qui acordei no otro dia umas 11 ora vei, com Deivinho deitado de lado, a cabeça na mão, mi olhano e fazeno cafune eim mi.

Alí mermo botei logo muleqe pra mi bater um boqete. Ele mi deu uma xupada boa da porra e gozei na boca dele. Ja isperma ele bebe tudim.

Tomamo banho e ele perguntou. Amô, tu qué qui eu pessa auguma coiza pra cumer ou prefere cumer na rua.

Eu repondi. Pedi aqi mermo purqui eu to com fome de lião.

Ele pidiu mais não tinha nada doce e eu tava afim de cumer coiza doce.

Saímo do moteu qui fica quaze fora da sidade e fomo pra uma padaria no sentro. Cumi 2 pedasso de torta gostoza da porra.

Ele perguntou. Cara, pra onde vai tanta cumida nesse corpo. Si eu cumer assim eu viro balea.

Ai dei rizada e falei. Si tiver mais coiza ainda como.

Ele falou. Pede o qui tu qizer gato.

Eu respondi. Nada, pai. Vamo pra caza e mais tarde tomar uma com a galera la.

Ele respondeu. Ante vamo alí.

Bixo, o sacana mi levou eim uma loja e comprou um selula legauzão pra minha muler. Só não é grandão parisseno tablete como o meu, mais o dela é legau pra porra.

E ele falou. Si eu sonhar qui esse selula não é pra ela, eu mando capar voce.

Hehe.

O resto do dia foi filé. A jente foi eim um ba qui fica fora da sidade, junto de um rio e comemo uma pexada gostoza da porra.

Quaze de note a jente si arrumou pra i pra caza. O amigo de Deivinho levou eu e meu paça na rodoviaria. Devinho ainda mi deu 400 conto.

Pois é meus paça, agora mi dis ai meus brode, como é qui eu largo um sacana desse qui sabe pefeita mente agradar um cara. Nao pode ne cabeça. E teim mais, si eu ligar ou paçar um zap dizeno qui meu pivete ta seim lete, ele manda 100 conto, si eu dizer a ele qui qero tomar uma ceveja com os paça, ele manda 200, si eu falar qui qero i na praia, manda 300, si eu falar qui vi um tenis aqi na sidade e axei massa e custa 500 conto, ele manda. So sei qui o sacana é maluco e pra ele eu sou um deus.

Mais é isso aí pivete. Voceis qui gostaro da istoria a jente ta junto e misturado, queim não ta gostano, cabeça de jelo e aqi o cara é brode e da pais.

Valeu aí meus paça. É nois aí cabeça.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/02/2018 02:13:02
Cara, eu não sei se esse é realmente seu jeito de falar, só sei que isso me deixa mega excitado. Sou louco por caras "favela", desse jeitinho. Às vezes parece forçado porque sua coerência é muito boa. Mas você consegue me instigar.🙈
05/02/2018 22:18:51
Que tesão hein moço? amo seus contos!

Online porn video at mobile phone


Conto erotico eu e minha mulher no alojamento dos machosseminarista transa colega de quartocontos eroticos de incesto seduzir meu pai sentando so de calcinha no cololava louça de shortinho bem curtinhointiada briga com a mae vai dar pro padastro sexomulhe com ceceta ano fazeno sexoMeu cão ralf me comeu contoquero assistir mulher do berço carnudo de sexo chupando rola na boca todachantagiei minha comadre contoscontos.eroticus.i.vidios di primo comedo a prima novia aforasa nu matomeu cuzinho amanheceu melado e doendo contos gaymeu filho pintudo contocontos de sexo selvagemcom velhosXVídeos padrasto batendo p****** sendo assim sendo trocados pela bocaporno-casados-fas-porno-pelo-buraco-da-paredesogra porno Eça a dormirContos sexo bondage entiadasnovinho lendo no park louco de tezao por um homem forte gostoso e peludocontos de fio terra e straponconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhocontos picantes de namorados ciumentosconto erótico a esposagostosa do meu amigo q eu tiver que engana ele.pra poder comer elayoutube fodendo varias porcas velhas no cio beijo o conhado e deu o cuzinho pra elesex incesto cumendo a priminha piquena e magrinha linda comendo o cu piquenamulher levanta o vedtido e leva rola na bundaimagem de prima novinha e pequena mostrando o priquitinho para o seu primo novinhoMeu pai quebrou meu cabacomarido esposa procuran outros casais para faser cuinguegarota muinto novinha com cona muinto apertadinhaconto mostrei a buceta pro genrocontos com fotos encoxada no ônibusroselena insaciávelwww xvideos sabreeu comuma coroa beim gostoza foi asautada pra traza a focaXVídeos em família resolveu acampar na Serra SedeIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.ruContos ertcos me mastubei na sala de aula flagada pelo garoto novinhocontos eroticos de nois dois enrrabadosvídeo de enteada transando com padrasto cheia de tesão botando gaia na mãe dela no vídeo caseirocontos picantes de namorados ciumentosmicroempresa vídeo de pornô das coroas empregadastarado roludo foi ajeitar a pia da vizinha novinha e se é citou com elafilme pornô de mulher com vagina da vaquejada vagina é uma peixadamarisa cm sede de pica grande chamo um negao para foder gostoso em conto o marido trabalhaminha prima deixou cheiro do cu mo meu pau contosnovilhas rebelados no pauConto erotico gay na balada gls dei para doissogro aproveita saidinha de filho e come a noraxvideo mulher negra de decote arumando cada//mostrando os peitocontos gozar no cu da empregada e feiobuçétas buraco grande xvideoomXVídeos de sexo brasileiro pai vaisi cavi filhaLuana da nova temporada do quadro rola ou enrola em porno contos eróticos de marido chega em casa e escuta sua mulher gemendo e brexa o cara comendo o cú delaconto mamae dormia de calcinha atolada no cucontos heroticos com fugitivosvarias gosadas na buceta xpornodoidodelicia de cunhada mas nao me da xanse de comela contos eroticosContos eroticos de viados maduros que foram deflorados na marralavano a becetaxxxvnwwwfilla recrama porque opau do seupai nao entra nabuseta delaprima novinha pensou que estava sozinha em casa ficou totalmente nua na cozinha de quatro e o primo pegou desprevenido e fudeuTia gostosa estava se trocando no quarto e aproveiteimulheres que redola e os homem beijam a dundafui comer e fui comidoa madastra nao aguenta o casetao do intiado no cuxinho pede arego sexoconto chupando uma rola fedidaconto erotico seduzindo homem velho coroa grisalhocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontos foto peituda amamentadoindo até ejacular até gozar gritando de tanto prazer XVídeos pornô pornô doido pornô iradoPORNOVIDEOCURRAcontos de encoxadas em mulheres evangelicas nos transportes publicospornodoido.comcom minha prima e minhairmãprimo come o c****** da prima e ela cagaConto erotico sou madura e consolo lesbica"a história de betinha"Contos eróticos procurando aventura no clube de campocasa dos contos iniciado por pioes roludos