Acampando com papai – Volume 2


Um conto erótico de RickRiber
Categoria: Homossexual
Data: 09/10/2017 16:07:07
Última revisão: 09/10/2017 17:34:49
Nota 9.67

Acampando com papai – Volume 2(Narração do Marcelo)

Eu sempre fui um cara tímido, reservado, na minha. Até o Igor aparecer com aquele papo de tentar os coroas durante o acampamento. Fiquei com a cabeça fervendo, pensando em tudo o que poderia acontecer e nas mais variadas situações. Passei as duas últimas semanas muito tenso e só piorou quando os moleques resolveram entrar na brincadeira e bolar todo o plano. O Bruno e o Igor entraram de cabeça no plano e eu ainda estava aflito demais. Até o dia da viagem e o jogo de futebol no quintal de casa. Ali eu percebi que estava bem mais curioso que preocupado. Também percebi a grande oportunidade de viver momentos de muito tesão. Decidimos criar uma espécie de competição em duplas na qual um coroa e um moleque realizariam algumas tarefas durante o acampamento. Assim nossos pais não desconfiariam logo de cara as nossas intenções. O Bruno formaria dupla com o Tio Jorge, o Igor com o papai e eu com o tio Gui. Desde o dia em que conversamos isso passei a olhar para o tio Gui com outros olhos. O cara está com tudo em cima. Braços fortes, tórax largo e peludo, mamilos rosados e grandes, coxas muito grossas e peludas, panturrilhas saltadas e uma bundinha durinha e redonda. Ficava reparando nele e logo estava excitado. Essa situação me deixava confuso. Tentei dissuadir os rapazes a abandonar o plano, mas foi em vão. Eles estavam com tanto tesão quanto eu e cheios de coragem para seguir em frente.

No dia da viagem, durante o jogo de futebol, meu tesão pelo tio Gui chegou a um nível hard. Cada toque era como se uma corrente elétrica atravessasse o meu corpo, me fazendo arrepiar todos os pelos. As dúvidas quanto a seguir o plano estavam se dissipando. A vontade de sentir o tio Gui era muito maior. Então me preparei para a viagem de carro até a cabana onde acamparíamos.

Entramos no carro no banco traseiro, o Igor foi atrás do motorista, o tio Gui no meio e eu atrás do carona. Ficamos muito próximos, com as coxas coladas. Mal entrei no carro e já estava excitado sentindo o calor das pernas do tio Gui, os braços dele tocando os meus. O carro seguiu viagem e era hora de colocar o plano em prática, estava nervoso com as mãos suando. Ajeitei o pau no short e fiquei apertando de leve. Estava inquieto no banco, me mexendo bastante afim de chamar do tio Gui. Assim que percebi os olhares dele, enfiei a mão dentro do short e simulei uma punheta. Ele me olhou, riu e falou:

- Está nervoso aí moleque?? Rsrs

Fiquei sem graça e devo ter corado. Esperei um pouco e respondi:

- Foi mal aí tio, não estou aguentando...

Ele apenas ficou me olhando, ora nos meus olhos, ora para o meu short. O plano estava funcionando era a hora de avançar.

Marcelo: Tio Gui, o senhor se importa se eu tocar uma punheta aqui? Agora?

Guilherme: Tem certeza Marcelo? Pensei que você fosse tímido...

Marcelo: E eu sou, mas a necessidade é grande...

Falei isso rindo e piscando para ele que só fez concordar com a cabeça. Mais que depressa coloquei meu pau para fora, cuspi na mão e iniciei a punheta. O Igor nos olhava já com a mão dentro do short e o tio Gui estava nitidamente excitado também.

Meu é de tamanho médio, retinho, glande rosada, não circuncidado e com poucos pelos. Os olhos do tio Gui não desgrudavam do meu pau e da punheta. Meu braço tocava o dele conforme os movimentos de sobe e desce. Ele salivava de tesão e o pau dele pulsava no short. Estava já algum tempo esperando uma reação do tio Gui e quando estava prestes a tomar a iniciativa ele age.

Guilherme: Quer uma ajuda aí?

Ele disse isso cuspindo na mão e pegando no meu pau. Fiquei todo arrepiado com o toque dele. Aquela mão grossa, pesada, apertando meu pau. Os dedos grandes alisando a glande. Estava tão bom, me segurei para não gemer alto. Era a melhor punheta da minha vida.

O Igor também se masturbava observando e com uma carinha de pidão mandou.

Igor: Eu também quero tio Gui!!

O coroa cuspiu na outra mão e passou a masturbar o Igor também. O pau do Igor também é de tamanho médio, curvado para cima, grosso e circuncidado com pelos bem aparados. Estávamos os três em sinergia e eu prestes a gozar. Avisei a eles e o tio Gui acelerou a punheta me fazendo explodir em um gozo maravilhoso. Gozei o meu peito, barriga, e a mão do tio Gui. Depois foi a vez do Igor que gozou bem menos que eu. Estávamos ofegantes, mas o tio Gui não havia gozado com um volume enorme entre as pernas. Sem falar nada colocamos o pau dele para fora e nos revezamos na punheta. O coroa se contorcia todo. O pau dele é dos grandes, com a glande maior que a base, cheio de veias, pentelhos, bolas grandes e peludas. Um pau babão que reagia a cada mãozada nossa. Eu estava cheio de tesão, com pau duro de novo e muito afim de cair de boca no tiozão, mas não era a hora. Passamos a punhetar o tio Gui ao mesmo tempo e então ele gozou, gozou muito. Devidamente relaxados e lambuzados seguimos a viagem usando uma toalhinha do Igor para limpar as porras. A viagem seguiu tranquila e não conversamos sobre o acontecido. Talvez por constrangimento ou por haver tempo. Chegamos na cabana, era um lugar muito rustico, todo de madeira com muito verde em volta. Entramos e nos surpreendemos com o tamanho do lugar. Uma sala de estar, cozinha, três quartos, um banheiro dentro da cabana e um do lado de fora. Uma varandinha e alguns bancos de madeira em volta da cabana. Era um lugar bem aconchegante e me deixou animado. Chegamos no início da tarde, arrumamos as coisas e dividimos as duplas para realizar as tarefas. Eu e tio Gui ficamos responsáveis por tirar água do poço. O Bruno e o tio Jorge pegariam lenha e o Papai e o Igor se encarregariam de preparar a comida.

Assim iniciava nosso acampamento onde ainda muito aconteceria...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/10/2017 01:30:20
Agora ficou mais claro, acho que você alterou. E sempre muito excitante. Parabéns.
09/10/2017 22:39:50
MARAVILHA. CONTINUE... RAPIDINHO.
09/10/2017 20:51:39
Maravilhoso, continue logo
09/10/2017 17:35:24
Valeu pelo toque!!
09/10/2017 17:20:43
Tá um pouquinho confuso, deixa claro quando cada personagem for narrar, ficou bem claro que o que narrou o capítulo agora não foi o mesmo narrador do capítulo anterior, isso é só uma colaboração minha para ficar mais claro as coisas, fora isso o conto tá perfeito, bem excitante e delicioso.




Online porn video at mobile phone


putaria brasileira com esfrega cospida no rosto da amigahem lavando a rolaXvideo so chupetas molhada da prudentinaxxx as calcinhas no sexto de ropa suja conto erotico opa suja da minha esposaconto erotico policiais revistaram minha esposaExibicionismo em praia de nudismo lotafaalgumas imagens da de um homem chupando o priquito da mulher nem bem ainda mais colocava a piroca dentro do filho da mulher e ainda mais a mãe brigava com elenovinha com uma trena pra medi u pau di garoto vídeo de sexoNovinha da vagejadaconto erotico funk peladacasada com raiva do marido so querer ir para o bar sai e da a buceta para estranho no motelxividio vo xoraMeu voyer filhocontos viagra matou o veio em cima da putaCasa dos Contos Eróticos WinnerSUPERDOTADO ARROMBANDO FALSA MAGRA NEGRA DO BUNDAO DORMIDO DE SHORTINHOfodida na balada/contox videos novinha olha homem com pauduro saindo naperna do chostecoroas brasileiras gritando cm o puu na xana e pedindo mais xvidiovídeo de pornô daquelas negras de shortinho branco e short beija-flore já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadoraXVídeos XVídeos vídeo novo mulher nova XVídeos chupa mulher chupando pau até gozar o negão só vídeo de mulher chupando e se engasgando e vomitando sem graçaContos eroticoseu minha esposa e minha sograa esposa sociável marido não aguenta e liberando para outro f****** ela na sua cama ela geme gostosocontos shamirpassei o pau na bunda da minha mae e ela pediu pra eu comer elagordo careca e sua esposa chupando um pinto juntosneide chama encanador e fica sem calcinha videos brasileirostransando com cachorro e vizinhocontopai e filho pelado conto erotico exercitodois negao cacetudo arroba a porta e amarra o cara e trepa na mulher dele na frentedescabacei o cu da minha tiafotos voyeur mulheres de bruços de calcinha boxercobaia sendo comida por jumento xnxxquero ver mulher de vestido curtinho mostrando o bumbum fazendo movimentona camacontos eiroticos leilapornPrima da o cu para o primo que tem um pau que mede 26cmcontos incesto filho adora ver mae mijarxvıdeos porno novınhas do paefotos de caralhos descomunaltitia nice mamando rola pretacontos eroticos com viuvas ricas e sedutorasconto erótico esposa fazendo teste de fidelidade com esposacontos eróticos virgindade com o porteiroso bosrtonaContos eroticos heterosexual picantes com cenasvidii lesbica cozando turmidoxvideos careca comendo cuzinho da fujonapor favor senhor eu nunca fiz sexo anal pornoeu virei mariquinha de negão xvideos gayconheci uma novinha inocente ensinei ela chupa tudo contos eroticosmariliatentou da o cu xvideospica no cu da sogra gostosa conto eroticosogra peituda, esposa de resguardo ( contos ).conto erotico rafa2014gostosa mae encurralando o namorado da sua filha no pornodoidoContos reais de sodomiaContos erotico nora novinha ouvindo a sogra chorando no picao do cunhsdofiadinho dano o cu gritano de dor pra um ttraveste palzudo pormo brasileiro gratescontos eroticos marcos e juliapraia tirando a roupaxvideogrisalho pauzu doveio peidamos 1000 da novela novinha sem perceber que ele tá pegandocaete na porca pornopadrasto e intendenda gostosoputa safada grita alto vadia geme piranha mais alto caralho vai vai grita ai vou gozar.conto erotico incestocontos espiano no decote da minha maepais bem dotado comendo filha fazendo ela gritar combuceta doendocontos.eróticos gay o negro da rola grossa e cabeçuda me arrombou e virei sua esposa eeu nunca eu tinha fundido a buceta da minha esposa ela mestruada minha esposa tava mestruada eu comecei a chupar sua buceta mestruada ela gozo na minha boca ela chupou meu pau eu comecei a fuder sua buceta mestruada eu gozei dentro da buceta dela conto eróticocontos fudi a irma de caridade