Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

MEU MARIDO SE ACHAVA ESPERTO... MAS... VIROU CORNO!

Categoria: Grupal
Data: 22/08/2017 23:33:17
Última revisão: 30/09/2017 19:02:27
Nota 10.00
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Raquel é meu nome e depois de tudo que aconteceu nesses últimos dias não teria como deixar de contar para os leitores a minha vingança sexual completamente maluca que aprontei pra cima do meu marido que se achava o homem mais esperto do planeta.

Tenho 27 anos, 1.78m, loira de cabelos compridos, seios voluptuosos siliconados, coxas grossas totalmente torneadas por muitas horas de malhação e o que mais chama a atenção tanto das mulheres quanto dos homens é o meu bumbum enorme todinho empinado “na nuca”.

Consegui meu corpo fitness quase perfeito com muitas horas de exercícios e dedicação total e principalmente porque sendo proprietária de duas grandes academias conceituadas da cidade e sendo também formada em educação física não poderia deixar de ter um belo corpão para servir de exemplo nas divulgações feitas em revistas, jornais e alguns outdoors em pontos estratégicos das avenidas mais movimentadas.

Quando passo nas academias para conferir se tudo esta correndo bem aproveito pra dar uma malhada nos aparelhos e percebo os comentários de admiração pelo meu corpo sexy dentro das roupas fitness que mais mostram do que ocultam e claro que adoro esse tipo de exibicionismo me deixa toda envaidecida e faz com que meu tesão que sempre foi acentuado fique ainda mais forte e meu lindo marido tem que se esforçar bastante pra dar conta da minha volúpia quase incontrolável.

Fui uma adolescente bem taradinha e não demorou muito pra que me tornasse uma putinha fácil, perdi todos meus cabaços rapidinho, meu pai havia falecido quando eu tinha 10 anos e como mamãe era uma advogada bastante solicitada quase não parando em casa por causa do trabalho acabei crescendo praticamente solta sem nenhum controle. Quase todas as tardes a safadeza rolava solta, uma rola dura me fascinava e eu caia de boca no ato e adorava ficar de 4 no sofá pra ser comida gostoso tanto na buceta como no cuzinho pelos meus namoradinhos tarados.

Apesar de putinha demais sempre mantive uma postura de “santa” e como não era boba passei a tomar anticoncepcionais logo que comecei a transar.

Meu marido se chama Felipe, 28 anos e estamos casados a 6 anos, loiro também, 1.75m, 3 centimetros a menos e quando coloco salto alto fica mais baixinho ainda e seus amigos sempre zoam bastante, mas ele tem um corpo muito bonito não pela academia, mas por jogar futebol de salão duas vezes por semana na quadra do clube do qual somos sócios e também nadar todos os dias na piscina de nossa casa.

Nunca abri o jogo com meu maridinho sobre minha vida sexual bem agitada antes de conhecê-lo e até inventei uma historinha sobre ter perdido a virgindade em um baile de carnaval onde fiquei totalmente bêbada e acabei sendo descabaçada praticamente na marra e nem me lembrava quem tinha sido o autor do meu “quase estupro”.

Felipe não era da minha cidade e o conheci logo no primeiro mês que ele se mudara pra perto de casa pra assumir a gerencia de uma grande corretora de seguros e fui uma de suas primeiras clientes na seguradora e logo que nos conhecemos engatamos um romance bem quente e rapidamente nos casamos, sempre fui uma garota impulsiva e aceitei o pedido dele casamento dele sem pensar muito e durante os 6 anos de nossa relação não tivemos rusgas muito sérias, apenas um pouco de ciúme da parte dele por causa de minhas roupas muito sensuais que eu usava diariamente.

Nunca coloquei chifres no meu maridinho, apesar de que de vez em quando até sentia tesão por algum macho na academia, principalmente os bem dotados que adoravam exibir suas “malas” enormes em seus shorts bem colados.

Meu maridinho lindo de corpo perfeito apesar de não ser bem dotado, tendo 14 cm de rola dura, era bastante ativo e me comia toda hora que eu queria e sua boca esperta chupava maravilhosamente minha buceta sempre pronta pra ser saboreada.

Formamos um belo casal e ainda não temos filhos, planejamos isso pra quando estivéssemos na faixa de 30 anos, mas foi então que rolou uma safadeza que eu não esperava por parte do meu lindo marido metido a safado!

Naquele fatídico dia sai cedo de casa para fazer uma sessão de fotos para uma nova campanha publicitária para o verão que estava chegando com força e deveria voltar bem de tardezinha.

Eu havia avisado Sara minha empregada pra não fazer comida naquele dia porque nem eu nem meu marido voltariamos para o almoço, Felipe já tinha comentado que também teria uma reunião com um cliente importante e iria almoçar em um restaurante e tudo estava correndo normalmente na minha sessão de fotos quando notei que havia esquecido uma sacola com algumas roupas que iríamos usar em seguida e então depois de fazer um lanche resolvemos fazer uma pausa nas fotos e decidi que iria buscar a sacola esquecida e foi o que fiz.

Quando cheguei em casa nem entrei com meu carro na garagem, seria pegar a sacola e sair e então entrei pelo portão lateral com minha chave, mas em segundos já percebi que tinha algo estranho porque o carro do meu marido estava na garagem e ao dar uns passos pelo corredor para entrar pela porta da cozinha escutei gemidos característicos de pessoas fazendo sexo bem barulhento e então me deparei com uma cena que não imaginava encontrar.

Minha empregada Sara, uma mulata quase negra baixinha e toda cheinha estava debruçada sobre a mesa enorme de madeira na varanda dos fundos e meu lindo maridinho loiro estava engatado atrás da putinha socando seu pinto com força no rabo da safada que gemendo sussurrava:

-aiiii patrãozinho... fode sua empregadinha puta do jeito que voce gosta... ahhh... mete... mete com força... come meu cu seu tarado safado... ahhhh... que

delicia ser enrabada pelo meu patrãozinho loiro... hummm... aiiiii... soca... soca tudo... que quero gozar gostoso... aiiiiii... tesão!

Fiquei ali totalmente estática sem nenhuma reação só assistindo e ouvindo aquela putaria rolando solta.

-rebola esse rabo na minha rola branca sua putinha negra... adoro socar meu pau no teu cuzinho apertado... rebola sua vadiaaaaaa!

-aiii patrão... que delicia de pau... gosta de bunda negra né seu loiro safado... fala que sou mais gostosa que tua esposa loira... fala pra sua putinha!

-ahhh... teu cuzinho é mais apertado e mais gostoso do que o da minha esposa loira... rebola mais que vou gozar e encher teu cu de porra safada!

Meu sangue então ferveu de raiva e então vi encostado na parede uma vassoura e então a pegando fui em direção a mesa onde eles estavam metendo e bati forte nas costas do meu marido safado que se assustou totalmente e quando ele olhou pra trás dei outra vassorada com tanta força que ela se quebrou e o infiel completamente covarde saiu dali entrando rapidamente pra dentro de casa e então peguei o resto do cabo de vassoura e também bati forte na mulatinha safada que com medo começou a chorar e então peguei a safada pelos cabelos e enchi a cara da vagabunda de tapas e depois de bater sem dó percebi que a vadia se mijou toda e falei pra vadia que se pisasse de novo em minha casa eu ia bater nela de chicote e ela então vestiu o vestidinho que estava pendurado na cadeira e rapidamente foi embora de casa!

Eu estava possessa de raiva... ser corneada por uma mulatinha baixinha que não era nenhuma beldade e ouvir da boca do meu marido que a putinha tinha um cuzinho mais apertadinho e mais gostoso que o meu... deixou-me louca... e parti pra dentro de casa atrás do meu marido infiel e logo percebi que o safado enquanto eu espancava a mulatinha tinha pegado o carro e fugiu cantando pneus.

Que marido mais frouxo que eu tinha, nem teve a coragem de me enfrentar, saiu correndo com o rabo entre as pernas, mas ele teria que retornar e eu estaria pronta pra dar um corretivo bem dado no safado!

Fui para o meu quarto passar uma água gelada no corpo pra dar uma acalmada na tensão pelo que passei e foi incrivel perceber que ter batido de vassoura no meu marido infiel e enchido a cara da mulatinha safada de tapas tinha me feito sentir uma sensação muito louca, adorei ter feito o que fiz.

Nem me passou pela cabeça ficar chorando pelos cantos da casa por ter levado um belo par de chifres e pegando a sacola com as roupas que havia esquecido fui ao encontro do fotógrafo para terminar as fotos e após isso fui para a academia dar uma malhada no corpo pra dar uma boa relaxada e assim que entrei encontrei Janete que era a minha gerente naquele local e ela sempre alegre começou a me passar o que havia acontecido no dia e logo disse que meu marido havia ligado 3x na academia me procurando, que eu não estava atendendo o celular, na verdade depois de tudo que tinha acontecido havia esquecido meu celular em casa e como sempre tive uma boa amizade com a minha gerente, ela já trabalhava comigo há bastante tempo e também era casada resolvi me abrir com ela sobre o par de chifres que havia levado e começamos a bater um longo papo que me fez abrir os olhos para dar um belo troco no meu marido infiel.

Janete era uma bela morena de 25 anos com tudo em cima, alias todos que trabalhavam comigo nas academias além da competencia tinham que ter corpos perfeitos, não havia como ser diferente.

Ela logo me abriu o jogo dizendo que já estava casada a 3 anos e também havia passado por uma situação semelhante, o seu marido tinha colocado chifres nela com a propria irmã, sua irmã mais nova era muito putinha e o seu marido todo safado socou a rola na cunhadinha, só que ela também descobriu rapidinho e chutou o pau da barraca, o marido todo arrependido ficou no pé dela pedindo perdão durante vários dias e Janete então me revelou que deu o troco nele transando com todos os amigos dele, foram 7 machos diferentes e ela toda safada disse que ele aceitou ter sido corno sem dar muito piti e a safada depois disso de vez em quando transa gostoso com outro macho e o marido apesar de reclamar aceita numa boa.

Janete toda safada me deu um conselho bem sacana dizendo:

-se o que aconteceu com minha patroa loira tivesse acontecido comigo... eu arrumava dois machos negros super bem dotados... amarrava o marido numa cadeira e dava pro dois na cama do casal, o safado ia ter que assistir tudo e dependendo da raiva era perigoso eu mandar um dos machos negros comer o cu do teu marido... ele não achava gostosão comendo o cu da empregada mulata... então... ia levar o troco! Se tem uma coisa que não tenho é dó de homem casado safado que se acha gostosão comendo as empregadas da casa da gente e também do tipo do meu marido, comer a própria cunhada, tanta puta por ai querendo dar precisa fazer esse tipo de coisa dentro da propria casa? Tem que encher os safados de chifres... meu marido já levou tantos que já perdi as contas... se um cara gostosão me cantar e minha buceta piscar dou gostoso e quando chego em casa faço meu marido me comer toda inchada do pauzão de outro macho... e o corno goza gostoso!

Fui pra casa no começo da noite e pedi uma pizza para jantar e ao olhar as chamadas no meu celular vi que tinha varias ligações perdidas do safado e então desliguei o aparelho pra não ser incomodada pelo FDP e depois de relaxar na minha hidro durante um bom tempo fiquei pensando no que a minha gerente havia sugerido fazer a respeito da punição ao meu marido infiel e fiquei doidinha pra colocar em pratica um plano bem sinistro, principalmente quando me lembrava do safado enrabando a mulatinha na mesa da varanda de casa, me dava uma raiva danada!

Acordei de manhã com a campainha de casa tocando e até achei que pudesse ser o FDP do meu marido infiel, mas era uma perua de uma floricultura lotada de buquês de flores e em cada um deles tinha um cartão do safado me pedindo perdão e então resolvi pedir pro motorista em vez de descarregar a carga na minha casa e acabar estragando tudo, levasse todos os buquês nas duas academias pra distribuir para as clientes e assim foi feito.

Não demorou para que o telefone tocasse e era meu marido safado e resolvi atender e antes que ele falasse alguma coisa xinguei o safado de tudo quanto foi nome e falei que só iria falar com ele depois que a minha raiva passasse e que se me aparecesse em casa eu ia cortar o pinto dele com uma faca e jogar no lixo.

Acho que Felipe meu marido nunca tinha me visto tão brava porque durante alguns dias não me ligou mais, porém toda manhã me mandava vários buquês de flores maravilhosas com cartões pedindo desculpas, dizendo que me amava demais, que não sabia por que tinha feito aquilo, que tinha sido um trabalho de macumba e toda aquela conversa fiada de homens safados mentirosos.

Todos os dias à tarde eu passava pela academia onde Janete era minha gerente e trocavamos idéias sobre o meu comportamento e ela me apoiava me dando à maior força e me incentivando a ser bastante má com meu marido infiel e foi então que a safada com um sorriso sacana disse:

-Se a minha patroa loira quiser dar o troco no marido acho que tenho o candidato perfeito pra isso... e se quiser conhecer e conferir se o negão serve para o trabalho... ele esta na sala de musculação... ver o gostosão não paga nada!

Janete estava querendo botar pilha na safadeza e então a acompanhei e quando chegamos à sala ele estava malhando de costas em um aparelho e quando ele se virou de frente rapidinho notei que o negão era um macho muito bem dotado e o safado adorava exibir seus dotes porque o short de lycra que vestia extremamente justo delineava a sua rola enorme e até o desenho da cabeça avantajada se mostrava e então a minha gerente sorrindo sacana disse:

-ola Alex... essa é a minha patroa Raquel... você comentou comigo que só a tinha visto nos outdoors das avenidas... eu a trouxe pra você vê-la ao vivo!

Alex se levantou do aparelho mostrando todos seus músculos definidos em uma camiseta colada e com um sorriso perfeito disse:

-é... realmente a Janete tem razão... ela comentou que a patroa era muito mais bonita ao vivo... está coberta de razão... uma gata loira perfeita!

Ficamos batendo papo e Janete saiu dali dizendo que ia dar uma olhada nas outras salas pra ver se tudo estava correndo bem nos deixando sozinhos e tive a certeza que a safada comentara com ele sobre minha briga com meu marido infiel porque o negão além de muito simpático era muito safado porque pediu pra que eu desse uma voltinha bem devagar para poder apreciar todos os detalhes de meu corpo magnífico.

Como tinha pouca gente na academia naquele horário e na pequena sala de musculação só estávamos nos dois resolvi fazer o que negão safado pedia e bem safada também não tirei os olhos do meio das pernas do sacana e depois de dar uma voltinha bem demorada empinando o bumbum, eu estava com um vestidinho curtinho de lycra que deixava minhas coxas a mostra e por baixo uma calcinha fio-dental toda atoladinha no rabo e bem sacana disse:

-eu não vou pedir pra você dar uma voltinha também porque quando eu entrei na sala eu já tinha visto que você tem uma bunda linda e musculosa como todo homem bonito deve ter... e te olhando de frente você tem um peito e os braços repleto de músculos perfeitos e claro que o que você tem entre as pernas também é digno de ser admirado... principalmente se ficar bem duro... tenho certeza que as putas taradas devem se deliciar com ele!

Aquele negro não era de ficar com conversa mole e em segundos me agarrou e me tascou um beijo daqueles de fazer arrepiar até os pelinhos ao redor do cuzinho e suas mãos se enfiaram pelos lados do vestido levantando-o até quase nos seios e senti seu pauzão já estufando o short se esfregando em minha bucetinha por cima da calcinha... como já fazia alguns dias que eu não transava senti minha buceta ensopar rapidinho e correspondi aos beijos e carinhos daquele macho negro e logo percebi que o pauzão já estava pra fora do short perfeitamente alojado entre minhas coxas e apesar do tesão estar pegando forte dei uma afastadinha do taradão e disse bem safada:

-seu tarado sedutor de mulheres casadas carentes... garanto que a Janete deve ter te contado sobre minha briga com meu marido... por isso que você me agarrou né seu safado... vamos parar por aqui... por enquanto... vai que entra alguém aqui e pega a gente transando... não vai ficar bem pra mim!

Alex deu um sorriso bem safado e me pegando firme pelos braços me virou de costas pra ele e aquele pauzão enorme e quente voltou a se alojar entre minhas coxas e ele beijando e mordendo de leve minha nuca sussurrou:

-antes de te largar quero encoxar esse rabo maravilhoso... mas... fique sabendo que sua carência vai acabar quando der gostoso pra mim... vou te fazer gozar do jeito que uma puta de verdade precisa... e tenho certeza que você é uma tremenda vadia deliciosa... vou fazer você não sentir mais falta de marido... voce vai adorar que eu seja teu macho... sinta minha rola negra no meio das suas coxas... sua puta loira safada... ahhhh... deliciaaaa!

Apesar do receio de ser surpreendida por algum frequentador da academia me entreguei a aquele abraço por trás e toda puta rebolei me esfregando contra seu ventre... a cabeçona daquele pauzão negro já todo babado roçava na minha bucetinha me deixando cada vez mais tesuda... minha calcinha toda molhadinha e as mãos fortes do negão deslizavam por todo meu corpo me levando à loucura e quando me dei conta o safado já tinha descido minha calcinha até o meio das coxas e a cabeçona quente como o inferno deslizava entre os lábios da minha rachinha... eu tive a certeza que iria ser comida ali de pé e me entreguei de vez e me inclinei segurando no cano de um aparelho e logo senti a pressão da cabeçona na entrada da minha rachinha sedenta e em segundos comecei a ser penetrada com firmeza... mordi os lábios pra não gritar de prazer me sentindo arrombada por aquele macho tesudo e ele foi enfiando firme até o talo me arrombando todinha e logo ele mostrou que sabia como dominar uma puta tarada porque me segurando firme pelos quadris socou forte me fazendo gozar que nem uma louca e então tirou o pauzão de dentro de mim e todo macho disse:

-de joelhos sua puta safada... chupa minha rola negra... quero gozar nessa boca gostosa... chupa sua loira vadia... ahhhhhh!

Sentir aquela rola enorme grossa fodendo minha buceta sedenta de tesão potencializou todo meu tesão reprimido durante aqueles dias de abstinência e quando aquele macho negro bem dotado me mandou ajoelhar e chupar seu pauzão fiz o que ele mandava e o safado socou fundo na minha garganta e lobo senti os jatos fortes de porra fervente que engoli com prazer, chupar pau era uma das coisas que eu fazia melhor e não deixei uma gotícula escapar.

Alex então me levantou e tornou a me beijar e após nos recompormos todo safado disse:

-A Janete comentou comigo e com meu primo sobre os chifres que a loira levou do marido safado... se a puta casada quiser dar um corretivo legal no corno... pode contar com a gente... depois que senti tua buceta apertada gozando na minha rola negra... já vi que vai valer à pena... tu é gostosa demais!

Dei um sorriso sacana e bem putinha disse:

-também adorei ser comida por você seu negro safado... e pode ter certeza que vou dar o troco no meu marido infiel... pra nunca mais esquecer... mas agora eu to querendo outra coisa... só essa trepada rápida não matou o meu tesão... vai ter que me comer direito... vamos pro meu escritório... pra ficarmos a vontade... vou te mostrar que sou muito mais gostosa do que fui aqui nessa sala... vem seu negro tarado... vem foder a loira puta de verdade!

Entramos no escritório e ficamos completamente nus e toda tesuda cai de boca naquele pauzão negro que não demorou a ficar duro novamente e logo em seguida Alex se sentou no sofá e me fazendo sentar em seu colo de frente e aquele cabeção avantajado foi encaixado na minha bucetinha tesuda e soltei o corpo sentindo aquela rola magnífica indo fundo dentro de mim... que delicia me sentir totalmente preenchida e passei a rebolar e cavalgar naquele mastro duro como uma rocha.

Meus gozos chegaram rápidos e incontidos... os orgasmos eram um atrás do outro... que macho gostoso era aquele negro pauzudo... o safado levantava meu corpo e puxava de volta atolando sua rola até o ultimo milímetro... minha gerente safada tinha me arrumado um macho perfeito para uma puta cheia de tesão como eu precisava e o safado então me colocou debruçada sobre a escrivaninha e logo percebi que meu cuzinho ia ser arrombada por aquele negro tarado e apesar de saber que ia doer em nenhum momento pensei em sair fora e toda tesuda olhei pra trás e sussurrei:

-eu adoro dar o rabo... e tenho certeza que vou gozar gostoso com esse pauzão enorme socando no meu rabo guloso... mas... vai devagar... o pintinho do meu marido é bem pequeno perto do teu... faz 6 anos que só o safado me come... sou quase virgem... ahhhhh!

Alex era um macho que sabia como dar prazer a uma fêmea tarada e todo safado se ajoelhou atrás de mim e linguou meu cuzinho deixando-o bem lubrificado e todo tesudo encaixou a cabeçona na portinha do meu cuzinho tesudo e sussurrou:

-ahhhh... adoro comer cu de puta loira... vou adorar comer esse rabo maravilhoso loira... teu cu vai ficar do tamanho da minha rola sua vadia gostosa!

Quando o cabeção daquela rola negra pulou pra dentro do meu cuzinho apertadinho dei um gritinho contido de dor, mas Alex não tava nem ai e foi penetrando com firmeza até que senti seu púbis colar em minha bunda empinada e ele todo tarado passou a me foder cadenciado e bem profundo.

Gozei que nem uma cadela no cio sentindo aquele macho delicioso me enrabando com vontade e o safado até me deu uns tapas na bunda pra atiçar ainda mais o meu tesão e toda tarada virei o rosto e disse:

-come meu rabo seu negro tesudo... assim... fode a loira puta casada... ahhhh... queria que meu maridinho FDP estivesse aqui me vendo ser comida por uma macho bem dotado... ahhhh... eu ia gozar mais gostoso... ahhh... fode... me fode gostoso... quero gozar nesse pauzão delicioso... fodeeeeeee!

O negão fodia meu rabo do jeito que eu gostava e gozei que nem uma louca gemendo alto na rola do safado que também deu um gemido mais alto e inundou meu rabo de porra quente, o estoque de sêmen daquele saco parecia inesgotável, duas gozadas espetaculares, uma na boca e outra no meu rabo que me levaram a experimentar um prazer ainda mais intenso.

Devagar aquele pauzão cavalar foi amolecendo dentro do meu cuzinho todo inchado escapando de dentro dele e senti a porra escorrendo pelas minhas coxas e fiquei ali debruçada sobre a escrivaninha ofegante e me recuperando daquela trepada sensacional e então Alex me deu um tapa carinhoso no bumbum dizendo:

-realmente você é uma puta incrivel... já comi muitas vadias... mas você é gostosa demais... dificilmente eu gozo duas vezes em seguida com a mesma puta... a Janete tem o meu telefone e o do meu primo Nilo... é só ligar pra gente combinar pra fazer o que você tiver vontade com o seu marido corno!

Após uma ducha gelada pra dar uma boa refrescada sai do meu escritório e fui até a recepção e encontrei Janete que sorrindo bem safada disse:

-pelo que to vendo acho que o negão conseguiu levantar o astral da minha linda patroa né?

-é... eu estava mesmo precisando muito de um macho desse tipo... nossa... gozei gostoso na pica enorme do negão... o safado sabe como comer uma fêmea carente! Mas... acho que você deve saber disso né sua safada... com certeza você também já deve ter dado a buceta pro Alex.

-bem... pra ele eu não dei... bem que queria... mas... o safado do negão diz que não curte morenas... só gosta de loiras... mas já dei varias vezes pro primo dele... o Nilo... que também é super bem dotado e completamente tarado! Eu adoraria trepar com os dois ao mesmo tempo... mas... ainda não consegui!

-sua tarada... antes de me casar com Felipe participei de algumas festinhas de cabide e transei com 3 caras na mesma noite... mas nenhum tinha uma pica do tamanho do Alex... nossa... como é grossa... o safado me enrabou sem dó... fiquei com o cuzinho ardendo... estava acostumada só com o pintinho do meu marido infiel... mas... pode ter certeza que da próxima vez acho que não vai doer quase nada... adorei aquele pauzão socando gostoso!

-humm... pelo que to sentindo na voz da minha patroa... acho que se o negão chegasse aqui de novo... você ia dar gostoso outra vez pra ele... sua tarada!

-também... já fazia dias que eu não gozava com um macho... vou precisar trepar bastante pra recuperar o atraso! RSS.

-mas... me fala uma coisa patroa... vai dar o troco no marido infiel? To louca pra saber quando isso vai acontecer!

-pode ter certeza que depois do que aconteceu aqui na academia hoje vai acontecer bem rapidinho... e até já decidi que vai ser do jeito que você deu a idéia na primeira vez que comentamos sobre isso... quero dar para os dois negros com meu marido assistindo... totalmente imobilizado sem poder fazer nada... quero que o safado sinta na pele o que eu senti quando vi o safado comendo a empregada negrinha na mesa da varanda dos fundos de casa!

-humm... isso vai ser uma delicia... se pudesse eu gostaria de assistir... nossa... adoro essas loucuras!

-quem sabe um dia isso acontece... só sei que depois que fui chifrada pelo meu maridinho metido a comedor to a fim de aprontar todas... sem dó!

Fui pra casa e logo após um belo banho na jacuzzi de casa estava me enxugando quando meu celular tocou e vi que era meu maridinho infiel querendo bater papo como fazia todo começo de noite tentando amolecer meu coração e na hora decidi começar a colocar em pratica meu plano de vingança total e a conversa passou a ser totalmente sacana e instigante pra sentir se a coisa ia virar.

-ola Raquel... não faz isso comigo... já faz duas semanas que estamos separados... me perdoa... eu juro que nunca mais vou fazer esse tipo de safadeza contigo... prometo de joelhos... por favor... deixa eu voltar pra nossa casa!

-Felipe... minha raiva ainda não passou... toda vez que me lembro de voce comendo o rabo da empregada neguinha... me da uma vontade de pegar uma cinta de couro e bater na tua bunda com o lado da fivela... seu FDP safado... tanta mulher pra você me colocar chifres e faz isso com a empregada de casa... que coisa ridícula... já pensou se eu fosse ao teu escritorio da seguradora onde você é gerente e desse a buceta e o cu pra todos os empregados de lá... será que você ia gostar?

Ele só pedia para perdoá-lo e implorava que faria tudo que eu quisesse pra aceitá-lo de volta e toda sacana decidi esquentar a conversa de vez e disse:

-bem... se vou perdoar sua traição ainda não sei... mas... só pra você saber... já que meu marido safado comeu o rabo da empregada negra também fiz o mesmo... peguei um negão bem dotado que freqüenta a academia e ele comeu meu cuzinho bem gostoso... gozei como uma louca na rola negra enorme do tarado... o safado encheu minha bunda de tapas... adorei ter sido puta de um negro... pronto... agora você já ta sabendo que sua esposa também encheu sua cabecinha de chifres pra você ficar esperto... e pode ter certeza que não vai ficar só nessa vez... adorei ter sido comida por ele e acho que vou repetir mais vezes... diferente de você não vou dar a buceta pra outros machos escondida... quando for dar de novo vou te avisar antes seu corno!

Meu marido ficou mudo durante segundos e até achei que iria desligar, mas então com a voz toda embargada e quase chorando comentou que merecia estar passando por aquele provação... que tinha sido muito tonto de ficar trepando com a empregada negrinha de casa e implorava meu perdão e não iria me cobrar nada sobre ter transado com outro homem e quando senti toda sua submissão disse bem safada:

-bem... já que meu marido safado tá aceitando sem reclamar ser corno de um macho negro bem dotado... acho que não vou demorar a te aceitar de volta em nossa casa... mas... pode ter certeza que nunca mais serei uma esposa fiel como antes... alias... depois que fui comida por um negão roludo acho que isso vai acontecer muitas e muitas vezes... minha buceta e meu cuzinho tesudo adoraram ser arrombados por ele... to toda inchada até agora... mas... se ele aparecesse aqui de novo na minha frente peladão com aquela rolona enorme e cabeçuda eu dava gostoso pro taradão... ahhhhh... delicia!

Quase nem acreditei quando meu maridinho corno continuou nossa conversa todo curioso querendo saber mais sobre minha transa com Alex dizendo:

-você me humilhou legal né... pegou logo um negão pra dar o troco... quase todos eles são pauzudos... nos filmes pornos os negões normalmente pegam as loiras e socam sem dó... do jeito que tua bucetinha é apertadinha até imagino que ela deve ta completamente inchada... era grandão mesmo?

Em segundos percebi que meu marido corno mostrava uma curiosidade muito sacana e se o safado estava querendo saber tudo em detalhes decidi que iria ser completamente safada e disse:

-Felipe... o pau do negão tem 22 cm... grossão e com uma cabeçona... aquilo entrou rasgando na minha bucetinha apertadinha... ele fodeu minha buceta e gozou na minha boca... depois o negão tarado me colocou de bruços na escrivaninha do escritório da academia e encaixou aquele pauzão no meu cuzinho apertadinho pensei que ele ia me rasgar ao meio... ele não teve um pingo de dó e socou tudo até o talo... o safado encheu minha bunda de tapas... e me enrabou do jeito que quis... me tratou como uma puta de rua e eu adorei... minha buceta e meu cuzinho tão pegando fogo até agora!

-nossa meu amor... 22 cm e grossão... e você agüentou tudo é... você é uma tarada hein... quase nem dá pra acreditar que você foi capaz disso!

-Felipe... pode ter certeza foi delicioso ser a puta de um negro... e pra voce ficar sabendo de vez... você só vai deitar na nossa cama novamente depois que assistir o negão roludo me comendo inteirinha diante de seus olhos... seu castigo vai ser ver sua esposa loira linda gostosa sendo comida por um macho negro roludo... se você não aceitar minhas condições... suas chances de voltar pra casa são praticamente zero!

O telefone ficou mudo por alguns segundos e então Felipe disse:

-eu não posso ficar sem você Raquel... se esse tem que ser o meu castigo... vou cumpri-lo do jeito que você mandar... ninguém mandou eu pisar na bola!

Ouvir a voz de meu marido concordando com minhas condições me deixou muito feliz e vingada quase por completo e então disse:

-bem... já que meu maridinho safado aceitou ser corno sem ficar dando piti... vou ser boazinha contigo essa noite... se quiser me levar em uma pizzaria eu aceito... quem sabe a gente continua com esse papo sacana e gostoso!

Felipe topou no ato e após 20 minutos ele tocou a campainha e nos cumprimentamos com beijinhos no rosto e o safadinho logo elogiou meu vestidinho curtinho colado ao corpo e assim que entramos no carro antes de dar a partida ele tentou me dar um beijo na boca e toda safada disse:

-trata de se comportar seu safado infiel... hoje iremos apenas comer uma pizza... mas... pro meu corninho não ficar triste... pode passar as mãos nas minhas coxas... e pra deixar você mais feliz... não coloquei calcinha... minha bucetinha inchada tá todinha de fora... tomando um ventinho pra ficar mais fresquinha... o negão roludo deixou ela toda arrombada!

Em segundos a mão do safadinho deslizou pela minha bucetinha toda depilada e com a temperatura bem acima do normal e ele sussurrou:

-nossa Raquel... ta quente demais mesmo... mas... acho que não ta arrombada não... parece que tá gostosa como sempre foi... uma delicia de buceta!

O mais incrivel foi que tudo parecia estar ficando melhor do que imaginei e então levei a mão na frente da calça que ele estava usando e encontrei seu pintinho completamente duro... o safado estava gostando muito daquela safadeza e toda sacana disse:

-ta dando pra sentir que meu maridinho não tá achando ruim que sua esposa loira seja devorada por um negão roludo... acho que eu devia ter feito isso bem antes... seu corninho safado... agora... vamos pra pizzaria que estou com fome!

Felipe deu um sorriso safado e continuou com seus dedinhos ágeis dedilhando meu grelo inchado me deixando com mais tesão... saber que meu marido estava totalmente sujeito as minhas vontades fazia minha excitação crescer ainda mais e minha ousadia que já era grande iria aumentar bem mais.

A pizza estava ótima e uma garrafa de vinho fez com que ficasse ainda melhor... logicamente que meu marido infiel pensava que com o álcool ele iria acabar me comendo quando voltássemos pra casa, mas assim que chegamos ele já foi tentando me agarrar e me beijar, porém toda sacana disse:

-nada disso seu safado... nosso acordo continua valendo... só vai dormir novamente na nossa cama depois que assistir um negão me fodendo todinha... mas... como você ta se mostrando bastante compreensivo com sua esposa puta vou liberar minha bucetinha inchada pra você chupar... se quiser bater punheta e gozar enquanto faz isso... eu deixo... é pegar ou largar seu corno safado!

Felipe concordou no ato e fomos para a sala de TV e tirando o vestido fiquei nuazinha e me sentei em uma poltrona com as pernas bem arreganhadas, ele também ficou pelado e seu pintinho estava durinho como uma rocha... com certeza não ia deixá-lo me comer... mas queria deixá-lo mais tarado do que já tava e bem putinha sussurrei:

-vem corninho safado... vem lamber a bucetinha que o negão pauzudo comeu gostoso... que pauzão delicioso aquele taradão tem... chupa seu corno!

Meu maridinho caiu de boca com uma volúpia incrivel, parecia que iria arrancar meu grelo de tanta força que sugava, seus dedos safados mergulharam no meu cuzinho e passei a rebolar deliciosamente na boca do safado... ele sabia com chupar uma buceta e toda tesuda sussurrei:

-isso... assim... chupa seu safado FDP... corno... ta gostando de chupar minha buceta com o gosto do pau de outro macho né seu corno... você vai adorar me ver rebolando naquele pauzão grosso... cabeçudo... pau de macho de verdade... pau de negão... ahhh... ele vai me fazer gozar como você nunca fez... ahhh... chupa forte que eu vou gozar... ahhh... delicia... vou gozar meu corninho safado... ahhhhhhh!

Gozamos juntos gemendo alto e quando tudo se acalmou Felipe me chamou pra tomarmos banho, porém toda sacana recusei dizendo que isso só iria acontecer depois do que havíamos combinado, mas falei pra ele que se quisesse dormir no quarto de hospedes naquela noite eu autorizava, não precisaria voltar para o apart-hotel que havia morado naquelas duas semanas da nossa separação e o safado concordou rapidinho.

Antes de pegar no sono fiquei pensando em tudo que estava acontecendo e percebi que tudo estava muito melhor do que imaginei e assim que acordei notei que meu maridinho já tinha saído para o trabalho e a primeira coisa que fiz foi ligar para minha gerente Janete que assim que ela atendeu já fui pedindo que ela ligasse pro Alex e o primo dele pra marcarmos um horário no meu escritório da academia pra deixarmos tudo acertado para aquela noite... eu não queria esperar mais... minha vingança seria completa... e não seria apenas um negro... mas com uma dupla de machos roludos.

Janete toda safada disse que podia ficar tranquila que ela acertaria tudo com eles e depois me ligava de volta pra marcar o horário na academia.

Um pouco antes do almoço Janete me ligou dizendo que podia passar na academia que Alex e o primo estavam me esperando e rapidinho fui até la e quando entrei no meu escritório os dois negros estavam sentados no pequeno sofá me aguardando e após os cumprimentos com beijinhos no rosto começamos a conversar sobre o que iria rolar naquela noite em minha casa... já abri o jogo dizendo queria que acontecesse de tudo sem regras e desejava que humilhasem bastante meu maridinho corno e comentei o que tinha feito com ele na noite anterior e então o primo de Alex todo safado comentou que iria curtir muito judiar bastante da loira gostosa e do meu maridinho loiro safado.

Tudo acertado e então Alex me abraçou de frente e rapidamente tirou meu vestidinho e como estava sem calcinha fiquei nuazinha e logo senti o corpão do primo Nilo me abraçando por trás... eu era o recheio loiro de dois negros tarados... os safados já estavam com as rolas completamente duras e ambas eram praticamente iguais... grossas, enormes e cabeçudas... a do primo do Alex me pareceu um pouco mais grossa e em instantes eles me colocaram de joelhos no chão e me fizeram mamar nas rolas magníficas deles... os safados batiam com elas no meu rosto e fodiam minha boca como se fosse uma buceta... quase nem acreditei quando senti meu orgasmo chegando forte só chupando aqueles negros tarados bem dotados.

Foi tudo muito rápido e então eles se vestiram e me dando uns tapas de leve na bunda disseram que aquilo tinha sido apenas um aperitivo e que naquela noite a coisa ia pegar de verdade e foram embora dizendo que na hora marcada estariam na minha casa para a festinha.

Minha excitação era total e em seguida liguei pro meu maridinho corno para almoçarmos juntos e comuniquei ao safado que estava tudo combinado para aquela noite, só que não contei a ele a safadeza que havia planejado... ele não iria assistir apenas um negro me comendo e sim dois negros pauzudos.

Meu maridinho corno se mostrava totalmente conformado e aceitando sua sina de corno submisso dizendo que faria qualquer coisa que eu mandasse para aceitá-lo de volta.

No começo da noite meu maridinho chegou em casa e foi tomar banho e como se tivesse sido cronometrado Alex e Nilo chegaram em seguida e me pegaram já completamente nua em cima do salto... minha bunda ficava ainda mais empinada... e os safados perguntaram sobre meu marido corno e falei que ele estava no banho, mas que podiam ficar tranqüilos... estava tudo dominado... e pedi pra eles ficarem nus... eu queria que meu maridinho desse de cara com eles nus e com suas rolas enormes... e em segundos eles fizeram o que eu havia pedido e já me agarraram um pela frente e o outro por tras.

Minha buceta já estava toda molhada... antevendo o prazer que iria sentir... dei várias mamadas nos pauzões negros dos tarados deixando-os bem duros e em seguida deixei-os sentados no sofá enorme da sala e fui chamar meu maridinho corno que estava demorando no banho e assim que entrei no quarto ele estava pegando uma bermuda pra vestir e então falei que não era pra colocar nada... era pra ficar peladinho e toda safada abracei-o e beijei-o na boca e assim que nossos lábios se separaram sussurrei:

-gostou do gosto da minha boca corninho safado... ta com o gosto dos machos negros que estão na sala me esperando... chupei as rolas deles!

Felipe fez uma expressão de incredulidade e disse:

-os machos? Não to entendendo... pensei que você tinha chamado o negão que já tinha te comido na academia!

-corninho querido... você merece o dobro de chifres que me colocou... hoje convidei dois machos... mas... e se você achar ruim... da próxima vez convido uma meia dúzia... vai ser assim... se não quiser ficar é só pegar a roupa e ir embora... vou dar pra eles você estando em casa ou não!

Felipe apenas deu um sorrisinho sem graça e me abraçando disse que aceitaria tudo do jeito que eu queria e não iria falar mais nada, só obedecer e então sai do quarto rebolando minha bunda empinada e ele como um cachorrinho ensinado veio atrás me seguindo,

Entramos na sala e os dois machos negros estavam sentados no sofá punhetando seus paus enormes e completamente duros e então disse:

-sente-se na poltrona corninho safado... você vai assistir sua esposa sendo devorada por machos de verdade... minha buceta agora só quer pauzão grosso como esses que você esta vendo... quem mandou comer a empregada negra... acabou me dando a idéia de experimentar rolas de negros... e eu agora que provei e gostei sua esposa loira vai ser puta de negros muitas e muitas vezes! Sou todinha de vocês meus machos deliciosos... podem abusar da puta loira do jeito que quiserem... to louca pra dar pra vocês dois... quero esses pauzões negros na minha buceta e meu cuzinho... agora!

Felipe fez o que mandei e ficou boquiaberto admirando os dois machos negros de rolas duras bem diante de seus olhos e toda tesuda me ajoelhei no tapete onde eles estavam sentados e passei a chupá-los com avidez e Alex todo macho disse:

-engole fundo sua cadela branca... puta safada... vamos deixar essa buceta e esse cu arrombado... sua tarada vadia... pode deixar que teu corno safado... vai adorar assistir a esposa puta sendo comida por machos de verdade... chupa cadela!

Eu alternava os paus e os safados de vez em quando forçavam suas rolas cabeçudas no fundo da minha garganta sedenta me fazendo dar umas engasgadas, porém isso me deixava ainda mais tarada... ser dominada por machos pauzudos era um fetiche delicioso e eu estava pronta pra tudo.

Não demorou pra que me colocassem de quatro e Alex deu a volta por trás do sofá e continuou a foder minha boca e seu primo Nilo encaixou seu pauzão grossão na minha buceta e cravou fundo... gemi gostoso me sentido preenchida totalmente e passei a rebolar que nem louca... o primo era mais sádico do que Alex porque encheu minha bunda de tapas bem fortes... o safado batia sem dó... minha buceta pegou fogo de vez e toda tesuda sussurrei:

-ahhhh... delicia... bate... bate na minha bunda branca seu negro tarado... ahhh... quero gozar nesse pauzão gostoso... me fode... seus safados tarados... ahhh... mete com força... ahhhhh!

Gritei de tesão quando meu primeiro orgasmo chegou copioso... Nilo fodia deliciosamente... e o safado aproveitou minha entrega e tirando o pauzão da minha buceta encaixou-o na porta do meu cuzinho e fez como tinha feito na buceta... cravou firme e forte... agasalhei aquele pauzão cabeçudo todinho no meu cuzinho guloso e logo voltei a apanhar no bumbum e o tesão aumentou de intensidade... Alex socava na minha garganta e de vez em quando tirava e batia com o pauzão no meu rosto e não demorou pra ele me dar uns tapas na cara e todo tarado disse:

-isso assim sua cadela... goza gostoso sua vadia... vagabunda safada... puta casada que gosta de dar pra outros machos tem que apanhar pra aprender a ser mais puta ainda... mostra pro teu marido corno que você é uma puta de verdade... rebola sua cachorra de rua... ahhhhh!

O grau da sacanagem subia com rapidez e logo eu iria sofrer uma dupla penetração... era o que eu desejava... apesar do tamanho daquelas rolas negras eu queria muito e então Alex se sentou no sofá e me puxando de costas me fez sentar no seu colo... seu pauzão cabeçudo foi engolido até o talo pelo meu cuzinho já arrombado. Em seguida Nilo veio de frente e encaixando seu pauzão grosso na entrada da minha buceta foi me penetrando com firmeza.

Que sensação louca era ter dois pauzões enormes dentro do meu corpo tesudo... uma rola no cu e outra na buceta... os tarados passaram a me foder cadenciados... pensei que ia morrer de prazer... meu corpo se incendiou de vez e passei a ter orgamos múltiplos... era tesão demais e gemendo e gritando de prazer me deliciava com aqueles machos fantásticos me fodendo por inteira... eles eram insaciáveis e me davam uma surra de rola.

Meu corpo estava em transe e foi então que Nilo tirou seu pauzão da minha buceta toda melecada e com um sorriso sádico no rosto deu três passos em direção a poltrona onde meu maridinho corno estava sentado e ficando de pé ao lado dele disse todo sacana:

-o corninho loiro tá com o pintinho duro... tá adorando assistir a esposa sendo comida por outros machos não é safado?

Felipe ficou totalmente sem reação diante daquele negro enorme e pegou uma almofada pra colocar em cima do pinto e foi ai que Nilo mostrou que a coisa iria esquentar de vez e segurando meu maridinho pelos cabelos deu um tapa não muito forte no rosto dele e disse todo macho:

-quando pergunto uma coisa quero que responda no ato seu corno manso... se ficar com frescura vou bater na tua cara sem dó seu corno!

Meu maridinho ficou todo vermelho e a almofada caiu ao chão e todo medroso balbuciou:

-eu... eu... sim... eu to gostando muito... a minha esposa ta adorando ser comida por vocês... não me bata mais... por favor!

Apesar do medo notei que o pintinho do meu marido continuou duro e o que aconteceu em seguida me deixou mais excitada ainda quando Nilo disse:

-acho que o marido corninho da loira vai gostar de sentir o cheiro da buceta dela na minha rola negra... põe o rosto pertinho da minha rola e cheira seu safado... gozo de puta loira na rola de negão é uma loucura... com certeza você vai adorar seu corno safado!

Felipe não imaginava que aquela safadeza fosse tomar aquele rumo e logo em seguida tomou outro tapa na cara porque ficou estático sem esboçar reação... mas sua passividade sumiu quando sentiu o rosto arder... aquele tapa foi bem mais forte que o primeiro e então Nilo pegou-o pelos cabelos e esfregou seu pauzão negro no rosto dele dizendo:

-cheira bem devagar seu corno filho da puta... trata de aprender a obedecer ao macho que fode tua esposa puta... seu corno safado!

Nilo todo macho deslizava seu pauzão enorme todo melado no rosto do meu maridinho corno que aceitava tudo passivamente e em segundos o negão segurando seu pauzão esfregando a cabeçona nos lábios de Felipe disse:

-agora eu quero que o corninho loiro sinta o gosto da buceta na minha rola... abre a boca e engole minha rola... não vou mandar duas vezes... chupa a rola que fez tua esposa puta gozar gostoso seu viado filho da puta!

Nilo segurava firme a cabeça do meu maridinho corno pelos cabelos e nem me surpreendi quando ele entreabriu os lábios e a cabeçona negra daquele pauzão grosso foi fundo na sua garganta... ele deu uma engasgada de leve... mas logo mostrou que era bem mandado e passou a chupar como devia.

Meu maridinho além de corno estava sendo transformado em um viadinho totalmente submisso por aquele negro safado e logo em seguida Alex me fez levantar do seu colo e foi até onde meu maridinho estava e logo ambos fodiam a boca dele sem dó.

Era incvivel constatar que meu maridinho além de um excelente chupador de buceta também sabia dar um trato legal nas duas rolas negras enormes e depois de alguns minutos deu pra perceber que ele sabia como dar prazer a outro macho com sua boca sedenta.

Quando Felipe se deu conta ele já estava de 4 na poltrona com o pau de Alex na boca e atrás dele o primo Nilo com seu pauzão cabeçudo encaixou na porta do cuzinho dele e segurando-o firme pelos quadris deu uma fincada forte e foi penetranto inexoravelmente.

Felipe gritou desesperado sendo arrombado por aquele negro tarado, mas eles não tava nem ai e deu uns tapões fortes na bunda dele dizendo:

-pode gritar o tanto que quiser viadinho... que cuzinho gostoso e apertado tem o loirinho... rebola... que teu macho negro vai te comer bem gostoso... tenho certeza que não fui o seu primeiro macho seu corno viado safado... ahhhh... rebola viado... teu cu é meu... dá gostoso... que vou te enrabar todinho!

Era incrivel perceber que meu maridinho rapidamente mostrou que estava adorando ser sodomizado por aqueles machos... Alex fodia sua boca bem fundo e Nilo socava seu pauzão no rabo de Felipe que rebolava como uma puta espetado naquele pauzão cabeçudo.

Alex deixou de foder a boca do meu maridinho corno e então me colocou de 4 na outra poltrona do lado e todo tarado passou a me enrabar sem dó e pra mostrar que os negros mandavam em nossos corpos espancava forte meu bumbum branco que ficou vermelho rapidinho.

Meu maridinho corno e agora viado deu um gritinho de prazer e gozou gostoso sendo comido pelo Nilo que também encheu o cuzinho do safado de porra fervente... quase ao mesmo tempo Alex inundou meu rabo de semen abundante e depois de alguns minutos de silencio fomos tomar um belo e revigorante banho.

Alex e o primo se despediram de mim dizendo que tinham adorado a festinha sexual e bem safados disseram que quando quisesse repetir era só chamar que viriam imediatamente e Nilo todo sacana disse que com certeza meu maridinho já tinha sido enrabado outras vezes porque o safado sabia como dar o cu e chupar outro macho.

Lógico que eu iria querer saber do meu maridinho corno sobre suas experiências anteriores que ele não havia me revelado, mas isso iria ficar pra depois.

Minha vingaça sexual tinha sido muito mais perfeita do que havia imaginado e aquela safadeza iria render muitas outras aventuras muito loucas.

Se quiserem ler outros contos da vanessinha acessem o link abaixo:

http://zdorovsreda.ru/perfil/186087

Contos que me deixaram taradinha quando foram escritos:

Meu cunhado além de me comer tirou o cabaço da minha filha!

Descobri que meu sogro tinha uma rola enorme... dei gostoso pra ele!

Minha mãe me entregou de bandeja para o meu padrasto tirar meu cabacinho!

e-mail: [email protected]

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkj

Comentários

06/01/2018 14:36:33
Garota, já passei a ler com muito mais atenção, só de saber dos seus 1,78m. Que inveja desses dois, que inveja! Depois dos negões, tem que dizer para o maridão infiel que agora, para o perdão completo, você vai experimentar um oriental, taradinho, de rola pequena mas sempre dura. Rs. Com tempo, vou ter de ler teus outros contos. Ganhou um fã. Beijão!
28/09/2017 17:12:29
Uau, tesão de [email protected]
31/08/2017 15:48:05
adorei o conto
23/08/2017 15:05:06
Fica o aviso se sua mulher te pegar traindo faz logo a mala e sai fora, não fica nesta boiolagem de mandar flor não, errou assume o erro e vai baixar em outro cento.
23/08/2017 12:51:57
Pegou pesado com o corno mas bem que mereceu...só toma cuidado pra não perder o negão pra ele agora....pois vai ser outro chifre ....kkkk
23/08/2017 08:55:07
Conto bom é assim : com começo, meio e fim, com etapas, e cada etapa uma explicação plausível pra sequência seguinte. Só faltou a gerente da academia nessa putaria! Fez falta
23/08/2017 07:30:40
Eu nunca trai minha esposa, mas adoro ser traído, sinto um tesão enorme de ver ela gemendo no pau de outro macho, se for negão melhor ainda.
23/08/2017 06:43:05
Parabéns, adorei o conto. Adoro filmar e fotografar esses melhores momentos. Caso interessar é só retornar. Adoraria receber fotos ou vídeos: [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


fotos de jeba descomunal duraContos irronicos fodendo a minha namoradoxvideos gero pede acabesa e estrupa sograirmão gemeos loirinhos emos gay fazendo sacanagemamigo do meu maridinho tinha uma rolonabuceta gozano nepicasogras assanhadas e safadas pediu piroca grande e grossa,contos e relatos eroticoscontos eroticos GAYS, tesão pelo afilhado surfistaconto mulher tarada oooh como é gostoso da o cu para varios homenscontos eroticos tesao no filhocontos veridicos com enteadaslesbicas picando rebolando gozando chupandos colosospaguei para tranzar com a noivinha evangelica contosconto erotico minha mulher de short no onibus gozaram nas coxa delavideo de sexo ardente enxamas boa fodahttp://conto me pagou pra me fuderviadinho fui tomar sorvete contos eroticosConto esposa quer filmarcontos pornôs vingança órfã gangbangmundobichaporno gay garoto zuando e dandohttp://img2.virgula.uol.com.br/x495.jpgComi a garota tolinhaTheo eTonnywww.mulher do grelo grande tocando puetinha ate gozar.combuceta lagar pelo jeguevidio porno bate popa vol casadabaiana gemendo no cassetaodescabacei a buceta da crentizinha magrela a fora - contos eroticoscomendo a elaine no cantteito de obras xvdeossou solteira e viciada em zoofiliacontos chantagiei a enteada e tirei seu cabasoputa com bitola para arreganha o cuconto erotico espiando tio tomar banhocoroa novinha transando da put e da das tigresa da preguiça do pornô filme do Rio São Paulovedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novoscasa d contos tava dormindo o cachorro me comeu e ficou grudadoMichele e o tio contonovinha alemã da xana lisina abrindo a porta minutosnissei rabudas vidiorapido doismarido o patrao molsta a esposa dele e fode o cu dela ela chora muitocontos zoo dalmata.meu machoconto minha sogra mim escutava meter na filha dela batia sirrricacorno frouxo contosMulheres espetaculares de pernas abertas lindas atrizes pornos gostosas nao acredito que estou pesquisando issocontos porno padre gayEu garotinho deu o ccu muito novinhovideos de porno com mulheres se vingando do marido transando com outro em wwwxvideo.comSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhacara chega na casa a esposa saiu e ele encontra a cunhada dormindona cama dele ele come ela xsvidiocomo entroduzir um penes no cu da mulhet com caltelasr mauro adora fude um rabinho do novinho contos eroticosela tirou roupa na frente do anão achando que era um menino conto eroticomorena deitada para dormir nua e cansada mas seu caozinho nao deixa lanbe sua vagia e ela gstatirei+nota+baixa+no+colegio+e+me+padrasto+me+comeu+conto+eroticoFernanda,vasconcello,zap,xvideosxvideos filha sevigado da sua maelevantou o lencol pra espiar a gostosa e bater punheta xvideocontos de cunhado que comeu a cunhada e ela nem percebeuxvdnovinhas safadinhas dando para o dotadomae levanta o vestido e arredou calcinha pro lado e manda o filho bota o pau dentro da buceta delamarido descibrir pito de burracha na gaveta da esposa pornocontos eróticos minha mãe greludacentei no colo de papai senti sua pica na minha bucetinhaxvedeo as 20 mehores gozadameu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesmulher Fazendo Estripetise Para Seu Marido E Depois Acabado em sexoxvideo br homem es turpa mular na casadelapornô panteras tio começa o vinho depois que eu chego em casaPadrinho picudo botando só a cabeça na afilhada virgem videos de vei bruto no yotubexividio doi de mais meu cudois molequer revezando a novinha no murominha sogra e esposa no canil fodeno com todos cachorro grande conto eroticocontos eroticos comendo a sobrinhaporno no cinema cine operaconto patricinha escravanovinha da loja um e noventa e nove mostrando a bucetaFilinha gostosinha fretando o pai xvideoguero um paquito con ponba gira para tranza con a minha sograprocuro. velho sadio amigo pauzidos gostoso so meusou solteira e viciada em zoofiliaporno escondido seguestro dpnegao fode menina sem peitoxvideosAliviando os funcionarios contos eróticosbucetaô. jgmcomendo o cuzinho rosinha da mamae contos veridicosRasgou o cu da andarilha e continuou fudendo search de sexo freeaquele vidio acadelinha falano da sograwww.xvideo corno convida esposa pra subir no câmbio do carronamorado acavalado da minha prima contonovia fudeno com escadloeu era bem gordinha muito novinha meu padrasto acha minha xoxotinha linda contospornô brasileiro fui convidado para ir para casa da amiga minha na fazenda ela tava de babydollcoroa recebendo pica de 30 cm do negão chorando no aventalxexoleitinhoconto eroticos. quando era mais nova. eu era uma putinhamenina novinha dormindo sem calcinha toda arreganhada com seu pinguelo lá de foradopou a mãe c. erotico