Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Se eu sou gay? Sou. XV

Um conto erótico de nem fudendo
Categoria: Homossexual
Data: 23/07/2017 20:55:47
Última revisão: 24/07/2017 06:53:53
Nota 9.94

Capitulo XV

O Edu nem se mexia.

- Acho que ia ser legal a gente passar o fim de semana na capital né Fer.. – o Carlos olhava o Fernando -

- Bah não sei acho que o fim de semana que vem tenho um aniversário pra ir. – o cara tava até gaguejando -

- Que pena, então tá combinado vem só tu então Carlos – Ok, sou cínico as vezes, tá quase sempre, tá bom sou cínico.

Já queria excluir a hiena –

- Acho que sim, vamos combinar na semana Caco – Acho que o Edu parou de respirar com o Carlos me chamando de Caco –

- Ótimo então, meninos o papo tá bom mas preciso ir na cidade, tenho que comprar umas coisas pra janta. - larguei o veneno agora é só esperar -

- Isso vamos lá, se não a mãe não vai te deixar em Paz. - o Edu tava louco pra sair dali –

Sai na frente com o Carlos.

- Bem acho que tu deixou alguém preocupado. – falei pra ele -

- Tu acha? – que falta de confiança é essa, o Carlos é bonito pra caralho devia ter um monte de cara na volta dele na faculdade -

- Bem acho que na semana tu vai saber, acho que o Fernando não vai te deixar sozinho na Capital – e comecei a rir –

Claro o pessoal que ia atrás não sabia do que estávamos rindo, e isso tava matando o Edu.

Que se foda, Vanessa, amigo mala, hiena rindo....ainda bem que sobrou o Carlos e os pais dele que eram fofos, quer dizer os pais até o segundo tempo quando soubessem é que ia ser.

Fomos em dois carros fiz questão que o Carlos fosse comigo e o Edu, eu ia deixar o Edu se corroendo um pouco mais pra poder começar a se explicar.

Quando chegamos na cidade que era muito bonitinha, típica cidade do interior, mas com tudo que se precisa, paramos na frente do supermercado.

Entrei com o Carlos deixei o Edu e os amigos dele conversando, peguei tudo que precisava, quando sai, bingo.

Cheio de mulher na volta.

Quando chegamos perto me senti carne no açougue, fui examinado dos pés à cabeça, acho que até o Edu ficou constrangido.

- Meninas esse é o Ricardo amigo do Edu lá da capital. – o Fernando me apresentou -

Tá como se eu morasse tão longe assim, abri meu melhor sorriso.

- E ai? – tá bem não foi das melhores frases que eu já disse na vida, mas acho que vocês já passaram por esse mico né –

- Ai Edu, que lindo teu amigo – a guria já veio de beijinho pro meu lado, ta bom olha e não coloca a mão, sou alérgica -

A coisa degringolou, gente chata, era um tal de joga cabelo pra lá e pra cá, uma mistura de perfume, fiquei enjoado,

tava na cara que eu não tava gostando, ai começou o segura o braço, passa a mãozinha no peito, o Edu era só sorrisos,

- Edu vamos sair todos hoje a noite, mostrar a cidade pro Caco ( Quem deu essa confiança pra essa piranha) aproveitar que a Vanessa não ta na cidade se não ela não larga do teu pé.

Vanessa de novo, cara que vaca a guria já tava dando em cima do homem da amiga, pera lá esse era o meu homem.

Só esperei pra ver a resposta.

- Vamos ver, o Caco deve estar cansado da viagem. – ele ficou me olhando -

- Capaz Edu, vou adorar sair com as meninas – ele só me olhou sabia que eu tava aprontando, é bom ter medo mesmo –

- Eu até tinha falando com o Carlos pra ele me levar pra dar uma volta na cidade antes de anoitecer, me mostrar algumas coisas. – olhei pro Carlos -

- Vocês podem combinar com as meninas que daqui a pouco a gente volta – o Edu engoliu seco –

- Eu vou com vocês então – Não ia ser tão fácil Eduzinho, o Fernando já ia querer ir também–

- Não precisa Edu o Carlos me mostra – fechei a cara ele entendeu –

- Afinal tu e as meninas não se falam faz tempo devem ter muita coisa pra conversar – e sai andando sem chance de continuar o assunto o Edu só passou a mão na cabeça -

O Carlos veio andando atrás de mim.

- Cara como tu aguenta? – falei pro Carlos -

- Não sei to acostumado, posso te fazer uma pergunta?

- Claro, sei o que é – ele queria saber de mim e o Edu –

Contei tudo pra ele, até coisas que o Edu não sabia, não sei por que, o guri era gente boa e depois se falasse pros outros to nem ai, minha paciência já tava no espaço.

- Cara foda tudo isso viu – ele ficou me olhando –

- Esquece, vamos dar uma volta, cara esse Fernando é um babaca viu. -

- Eu sei, o pior é que aqui nessa cidade vai ser sempre assim, tem poucos gays assumidos e esses são apontados na rua, sabe como é cidade do interior, o Fernando morre de medo dos outros saberem, tem os pais, os amigos, enfim o pai dele é político, e o Fernando é o garanhão da cidade, sabe como é.

- Cara não sei mesmo, e tu como tu te vira?

- Cara minha família não sabe. Quero me formar arranjar um emprego e sair daqui, mas amo aquele babaca, sempre fui apaixonado por ele.

- Que merda guri, e ele?

- Sei lá as vezes acho que gosta de mim, as vezes acho que só me usa pra fuder mesmo, a merda é que eu deixo, quando a gente tá junto só eu e ele, o Fernando parece outra pessoa, mas quando tem gente na volta, principalmente mulher ele muda completamente.

- Olha pensa em ti, enquanto tu não te valorizar ninguém vai, sinceramente, qualquer coisa te manda pra capital tem casa pra ti lá, fica comigo e damos um jeito.

Fiquei olhando pra ele, o guri tava com lagrimas nos olhos, abracei ele, estávamos na praça da cidade, pelo menos era tardinha não tinha muita gente. –

- Caco!! – era o Edu e o Fernando que estavam nos olhando –

- Fala? – já olhei com raiva pros dois, o Edu entendeu na hora -

- Eu.....eu acho melhor irmos pra casa – era bom ele não falar nada e muito menos o Fernando ou eu partia a cara deles, deixar o guri assim, tá eu sei que era culpa do Carlos também,

Sai caminhando quando chegamos na frente do supermercado a hiena, quer dizer o Jairo tava esperando com as meninas do lado,

Tava de saco cheio disso viu, entrei direto na caminhonete, não tava a fim de conversar com ninguém

Eles se despediram, o Carlos veio na janela.

- Brigadu cara – ele me deu a mão -

- Nada Carlos, olha só vem jantar na casa do Edu hoje.

Olhei pro Edu.

- Claro Carlos aparece lá. – ai dele que discordasse -

- Posso ir também? – O Fernando chegou perto da janela, ficou me olhando acho que finalmente ele entendeu que era

eu que mandava, tá eu sou prepotente, sou mesmo.

- Se parar com essa palhaçada toda pode ir.

Ele ficou me olhando, ele sabia que o Carlos tinha me falado algo.

- Tá a gente vai lá depois – baixou a cabeça e saiu o Carlos sorriu pra mim -

O Edu entrou e fomos pra fazenda, ele parou nomeio do caminho.

- Caco desculpa, eu sei que tu tá de saco cheio já, não tinha programado dos guris aparecerem.

- A merda não é isso Edu eu já tava preparado, o teu comportamento é que tá ferrando com a minha cabeça, aqui tu é outra pessoa.

- Eu sei, to fudendo tudo, a única desculpa que tenho é que não tava preparado pra tudo, tava tão preocupado com meus pais que não percebi que eu era o problema.

- Teus pais são uns amores, eles te amam tanto, e eu não tô dizendo que tem que contar tudo pra eles, nem pros teus amigos, tu entende agora por que eu não queria vir, eu sabia que tu não tava preparado, isso não acontece de um dia pro outro, nós precisamos de tempo Edu, temos que nos adaptar a tudo isso se queremos que as coisas funcionem.

- Entendi sim Caco, um dia de cada vez, prometo que vou melhorar tu vai ver, eu quero que tudo funcione sim, não vou mais ficar te pressionando pra querer que tu mude, na realidade eu é que tenho que mudar, entendi que tu sabe o que tu quer eu é que tenho que aprender.

- Edu...

- Quando tava ali com os guris, eu vi tudo diferente, vi como eu mudei, eu tava fingindo ser o que eu era antes de te conhecer, e eu não sou mais o que eu era.

- Eu tenho que aprender a viver em outro mundo, esse mundo que eu tinha até agora já não me entende, eu tô mudando, eles vão ter que entender, ou eu tenho que me afastar, eu sei agora.

Fiquei emocionado com ele, o Edu tava percebendo como as coisas estavam acontecendo, a questão era ele, será que ele iria levar isso a diante, eu sei que tenho que ter paciência com ele.

- Edu vamos ter tempo, vamos com calma, vamos focar nos teus pais, mas pensa, pensa no que tu quer, se é essa vida que tu quer levar.

Ele me olhava, segurou meu rosto.

- Caco te amo tanto, tu não faz idéia, só de pensar em te perder, eu fico desnorteado, tu faz parte de mim, me desculpa tudo, eu vou melhorar tu vai ver.

Ele me beijou, eu fiquei molinho já, eu ia dar esse tempo pra ele, e eu ia me segurar, vamos ver onde isso vai dar.

- Agora quem é a Vanessa?? – vocês acharam que eu ia deixar passar –

- Err, eu, era,,,,

- Não gagueja Edu fala tudo. – Acho que sou bipolar, vou da Bela adormecida a Malévola num pulinho, aliás gente a Angelina tava maravilhosa no papel, vocês não acharam que a Make arrasou.

Tá foco bicha, explicações.

- Nós nos conhecemos desde o colégio, ele era a guria que todo mundo queria..

E continuou naquelas explicações que todo mundo sabia.

- Tá mas e tu gosta dela? Esse era o ponto.

- Não Caco, quando te conheci eu nunca mais fiquei com ela, só falávamos quando eu vinha pra casa nos fins de semana, e depois que a gente se conheceu, a maioria fiquei contigo.

- Edu se for pra eu me incomodar com ex qualquer coisa, é melhor eu ir pra casa, esses teus amigos são umas malas tirando o Carlos claro.

- Caco o que tanto tu gostou no Carlos. – ele tava com cara de cachorro pidão –

- Só tu não enxerga mesmo. – Como o Edu pode ser tão cego gente -

- O que?

Contei toda a história pra ele

- Mas não pode Caco, o Fernando é o maior pegador da cidade acho que fudeo todas as gurias daqui e de outras cidades também. Nuca desconfiei do Carlos as gurias vivem correndo atras dele.

- Pra tu ver como falta homem no mercado, se elas tem que aturar o Fernando, que desespero – e comecei a rir da cara do Edu que tava em estado de choque.

- Agora tira isso da cabeça que vou resolver – já tinha vários planos traçados –

- Caco que tu vai fazer, não te mete em encrenca – ele ficou me olhando sabe do que sou capaz -

- Humm deixa comigo, ninguém vai fazer o gurizinho sofrer na minha frente.

Quando chegamos na casa do Edu, a mãe dele tava me esperando ansiosa. Deixei as coisas na cozinha e subi pra tomar um banho.

Tava no banho quando o Edu entrou.

- Que tá fazendo aqui Edu?

- Só vim dar um cheiro, descansa que fechei a porta.

Cara eu não to nem um pouco preocupado, quem deve estar é ele mesmo.

- Ta bom, só um cheiro né –

- Sim a gente não pode demorar. - peguei o sabonete fiz bastante espuma, ensaboei o bundão e.....

Deixei o sabonete cair no chão, o truque é velho mais funciona muito gente, só tentar.

Abaixei pra pegar e claro fiquei de costas pra ele, e encostei o rabo no pau dele que tava duro pra caralho, ele me segurou pela cintura e colocou o pau no meio das minhas pernas. Olhei pra trás.

- Que tá fazendo Edu, a gente não tem tempo pra isso. – a falsa –

Ele me segurou pelo peito, me beijou. E começou a colocar o pau no meu rabo, ficou pra dentro e pra fora.

- Cala a boca Edu – ele ficava louco, comecei a rir da cara dele –

- Tu não vale nada Caco – ele só me beijava -

- Claro e é disso que tu gosta – comecei a gemer dentro da boca dele -

- Amo.

Tá bom fiquei arrepiado, ele foi forçando o pau entrou todo, empinei a bunda eu sei que não podíamos demorar muito mesmo, ele segurou meu pau e ficou me punhetanto enquanto me fudia, a agua tava escorrendo pelo nosso corpo quente, eu já tava coma perna bamba de tanta pressão que ele fazia, com força e rápido, mordia minha nuca, me beijava. Começou a respirar forte, ele não ia durar muito.

Gozamos juntos, me encostei na parede, ele não saiu de dentro de mim, ficou recuperando o folego. Cara rapidinha no chuveiro é tudo.

Ele ficou me lavando. Meu cabelo, me beijava.

- Que loucura, nunca trouxe ninguém aqui pra casa nem mulher, e o primeiro cara que trago já fico fudendo no

banheiro.

- Arrependido – ta bom eu sou grossa mesmo –

- Nenhum pouco Caco, nenhum pouco.

Descemos correndo a mãe dele tav impaciente na cozinha.

- O que quer que eu faça. –ela tava me olhando anciosa –

Bem gente fui preparando a moranga e o camarão, deixei uma receita pra quem se interessar.

http://tudogostoso.com.br/receita/1106-camarao-na-moranga.html

Dica a moranga demora pra assar no forno, eu faço no micro-ondas e quando ta pronta só coloco o camarão e o molho dentro, fica a dica.

Ainda mais que o pai do Edu e ele, não saiam da volta da cozinha. Fiz duas na realidade ainda tinha dois visitante, que não demoraram a chegar.

- Edu vê o vinho pra gente. - sim já to mandando na casa, si eu sou muito espaçoso

Quando os meninos chegaram na cozinha o Fernando vou contar pra voçes, comia na hora gostoso pra caralho, e o Carlos não, sabe quando a gente fica amigo, não tinha tesão por ele,

ok se eu tivesse bêbado pegava mesmo o guri era muito foda. Fico sem critérios bêbado. Sabe aquela coisa não tenho tipo tenho pressa.

Pois bem começamos a beber em volta da mesa, a mãe do Edu tava louca cortando tudo misturando tudo deixei ela encarregada do molho.

Quando tudo tava pronto fomos todos pra sala o Edu e o Pai tinham arrumado a mesa, o Fernando só me olhava, tava com medinho é...sei, tua batata ta assando.

Gente não vou falar muito sobre o jantar por que não deu tempo, parecia uma manada de elefantes em disparada, gente eles comeram muito. O pai do Edu chegava a suar, achei que ia passar mal.

- Bem acho que vocês gostaram – gente eles nem responderam,

- Não esquenta Ricardo, são mal educados mesmo. – a mãe do Edu me olhava sorrindo -

- Velha tu disse pra não falar de boca cheia – foi uma risada geral o pai do Edu tava com a barba toda suja de molho. ´

Depois da janta os meninos foram encarregados de lavar tudo e deixar as coisa limpas, claro idéia minha, eu e a mãe do Edu fomos sentar na rua tava bem quente.

- Menino tu cozinha muito, tu mãe que te ensinou.

Bem, contei parte da minha vida, minha mãe tinha morrido cedo e que meu pai era italiano e morava na Toscana, tinha um consultório la, e que uma ou duas vezes ao ano eu ia para lá ou ele vinha ficar comigo.

Ela falava do Edu, da infância dele, e de como ele adorava a fazenda, que o pai dele queria se aposentar e viajar um pouco com ela, de como ele era apegado ao campo que tinha aprendido a andar de cavalo antes de caminhar. Vou confessar fiquei com uma dor no peito, como tirar ele dessa vida que ele gosta tanto, sei que isso não sou eu que devo resolver, mas essa escolha me afetava diretamente, deixaria pra pensar nisso quando acontecesse.

Logo chegaram os meninos e ficamos conversando sobre eles, eu me desliguei um pouco fiquei ouvindo as estorias deles

de infância. Na realidade eu estava sobrando ali eles se conheciam desde sempre, não me senti bem.

Quando dei por mim o Edu estava me olhando, sabia que ele viu que eu não tava me sentindo bem com tudo aquilo.

- Bom gente chega de recordações o Caco já deve estar cansado.

- Não, pode deixar que ta interessante – a mentirosa –

- Bom meninos quanto a vocês não sei, mas vou levar esse velho pra cima por que ele já passou da hora – o pai do Edu tava roncando espalhado nas almofadas.

E subiram para o quarto deles.

- A comida tava maravilhosa mesmo Caco – o Carlos tava me olhando –

- Pode deixar que te ensino outras coisas quando tu for lá em casa fim de semana que vem.

Pronto a causadora da discórdia baixou, falei com um meio sorriso pro Carlos, mostrando que outras coisas, poderiam ser....vamos dizer, muitas coisas que o Fernando não queria que ele aprendesse. O Fernando engasgou e o Edu só me olhou.

- Tu vai ir pra capital Carlos? – o Fernando perguntou pro Carlos, acho que ele ta assustadinho –

O Carlos pegou o gancho

- Vou sim, é uma pena que tu não pode, o Caco disse que vai me apresentar um monte de pessoas lá, já que vai ter festa da Engenharia na faculdade dele.

Cara todo mundo sabe que festa da engenharia significa muitos homens por metro quadrado.

O Edu quase se queimou com o café todo.

- Que festa Caco?? -

- Esqueci de te falar Edu os formandos me convidaram…oppss, convidaram a todos pra festa, falaram que seria muito especial e faziam questão que eu fosse......Aliás que a gente fosse. – Fiquei vermelho, mentirosa, dissimulada, era o calor do café, mas ele não sabia, fiz a envergonhada -

- Mas se não quiser ir pode ficar em casa, posso levar o Carlos comigo pra apresentar pros nossos amigos, acho que ele e o Victor vão se dar bem, ou quem sabe tu pode querer ir e levar a Vanessa.

Pronto Guerra declarada.

______________________________________________________________________

SweetLuck - querido vou ensinar muita coisa viu, principalmente como adestrar o Fernando (caco)

Garrafao - que bom que ta curtindo querido bcs (Caco)

Kevina - Guria to terminando o do Monte e iniciando o do Vito, quer acabar comigo (carlos)

sssul - Vou lacrar tudo, tu vai ver Bjks (Caco)

Mattiazzo - Feliz guri que ta gostando, isso que não falaei de outras coinhas que sei fazer rsrsrsr bjs (Caco)

Greader - to bem enrolado ainda com outros projetos, que bom que ta curtindo abv=cs (Carlos)

Valtersó - Oi querido adoro falar contigo os dois são uns fofos mesmo, a coisa vai enrolar muito, dois capitulos seguidos nao rola, ainda vou falar com voces se pulo o Monte e vou pro final e comeco o vito, a parte barracos do Monte e o Bear é bem longa são quase 3 anos de coisas enroladas, entao to correndo, o Vito vai ser longo, e tem outros aparecendo,,,entao um pouquinho de paciencia...abcs (Carlos)

Luky2 - NAAAOOOO, o Edu é muito pior guri - bjs (Caco)

Lola - Beijos no coração lola, que bom que ta curtindo - (Caco)

Geomateus - Por isso to aqui nesse mundo acabar com tudo isso ...bjks (Caco)

Atheno - Oii Produção, quem sabe vou falar com o Caco e ver se os guris tão a fim, mas tem tanta coisa acontecendo que não sei não, mas até seria legal, gente vou morrer escrevendo, eu odiava o Fernando - abcs ( Carlos )

RodrigoT - Menino tu leu todo num dia,que maravilha, que bom que resolveu comentar, todo mundo diz que sou tripolar, é mentira......bjks (Caco)

Suara - Amor tira a ansiedade, mas te segura que vai dar rolo, bjs no coração (Caco)

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/09/2017 13:05:30
O caco é fogo
05/09/2017 13:20:18
ESSE PERSONAGEM É FOGO MESMO, HEIN? LIÇÃO DE VIDA DAS BOAS.
25/07/2017 12:24:56
Cara, to prevendo muita confusão nessa volta dos caras pra cidade. Mas acho que o Caco não deva brigar com o Edu por causa da Vanessa, afinal o Edu, apesar da indecisão, já provou que realmente quer ficar com o Caco...Querendo ver o enrustido do Fernando sofrendo pelo Carlos...Ansiosa pelo próximo...Bjs.
25/07/2017 06:51:29
Manda outro, rápido!!!
24/07/2017 16:45:53
olá...amando cada letra...acho que vou entrar numa academia tb só tem homem forte né kkkkk.... produção pena isso é realidade de muitos (Carlos)...acredita que as vezes me pego tentando desenhar mentalmente o caco. Me envolvendo até demais na estória...e que coisinhas a mais seria...
24/07/2017 13:05:24
Ta otimo! Quero ver o Fernando morrer de ciumes e o Carlos tem que se valorizar mesmo! Amando!
24/07/2017 08:50:27
adorando... Quero ser igual o Caco quando crescer kkk. Poe o Fernando pra sofrer tbm, dxa ele morrendo de ciume do Carlos
24/07/2017 04:34:13
Agora o bicho pega. KKKKK Caco+Carlos= Edu e Fernando tremendo na base. Já estou prevendo DR de Caco vs Vanessa. Kkkkkk
24/07/2017 02:15:53
Não vejo a hora do Carlos se valorizar e dar um fim nisso com o Fernando, como dizem por aí, ou fode ou sai de cima. Amando cada dia mais esse conto. Bjão
24/07/2017 02:13:42
Prevejo tretas
24/07/2017 01:46:09
Caco quer ver o circo pegar fogo. Que babaca esse Fernando, credo!
24/07/2017 01:25:24
Angelina sempre sendo Angelina (maravilhosa ). Caco expert em abrir armário e puxar o povo de lá. A narração é bem divertida (gritos) kkk
24/07/2017 01:14:35
ACREDITO QUE VC CONFUNDIU OS NOMES CARLOS POR MARCOS. REVEJA ISSO POR FAVOR. BOM, ACHO QUE ESSA VISITA AOS PAIS DE EDU FOI PROVIDENCIAL. AGORA OU VAI OU RACHA. REALMENTE EDU É MEIO SEM NOÇÃO. FERNANDO O MAIOR BABACA DO MUNDO, MAS CARLOS PERMITE ENTÃO NÃO PODE RECLAMAR. REALMENTE A ESTIMA DE CARLOS É BAIXA. SE DEIXAR SER USADO ASSIM NÃO É LEGAL. CACO REALMENTE DEVE TER UM POUQUINHO SÓ DE PACIÊNCIA COM EDU. MAS NÃO MUITA SE NÃO EDU SE ACOMODA. O TEMPO CORRE A VIDA PASSA NÃO ESPERA NINGUÉM. TÁ MARAVILHOSO SEU CONTO. COMO SEMPRE ALIÁS. PARABÉNS. VAMOS VER QUANDO VANESSA RESSURGIR DAS CINZAS...
24/07/2017 00:14:52
Quero o próximo, cadê o botão de acelerar o tempo pra terça-feira? Eita, olha a explosão...
23/07/2017 22:06:09
Fiquei desmaiado, com essa guerra declarada em alto e bom tom, kkkkkk... Ansioso pelo próximo capítulo.
23/07/2017 21:45:17
Que vontade de conhecer o Caco!!! Muito comédia!!!
23/07/2017 21:38:02
Amiga você e bababdeira ......amooooo
23/07/2017 21:32:43
Falta de amor próprio é horrível. Bem q o caco e o Edu podiam transar no curral kkk




Online porn video at mobile phone


novinhas e mulheres de blusinha degotada sem sutiã aparecendo os peitosincesto com meu vô contosúltimos contos eróticos gayxxx vídeo Pai percebe qui sua filha ta virando mulher e sente vontade de comer -youtube -site:youtube.comvideos de sexo brasileiro olha o tamanho dessas meninas ainda nem naceu pelo na bucetinha metendo com pauzudo ccontos casada pedifilaAvo fica ecitada com os 40cm do pau do netoContos eroticos gay o engraxatePicudo fudendo cu da doida no barraco searchpulei o muro da fazenda e a dona mim taradareinaldinho com p******* comendo a minha irmãeu gozei no reginho da sua bunda xvideocontos eróticos a babágordinha paresendo emanueli nuanovinha coxuda engolindo o cassete todo e alizando o cassete com carinhoSomente contos reais de marido chorando e ecitado que chega em casa e pega esposa trepandonovinha branqinha que nem papel do bucetaoconto com foto deesposacontos eroticos humilhada arrebentada abalContos erotico nora novinha ouvindo a sogra chorando no picao do cunhsdoPorno caseiro pegando o cedente de predeiromeu enteado me engravidou contosnovos contos eroticos de maes dandos suas calcinhas usadas como premio pros filhoschantagiei a colega de trabalho e comi ela contosrelatos de casadas que treparam e engravidaram dos seus amantesvideo de sexo de mulher fazendo sexo afussa com outra mulhernovinha 18 aninhos foje pra cama do papai pra trepaxvideos irmao espera mae sair arranca o cabaco do cu dela ela goza esguichandoso mostrei a bunda pro meu cunhado e ele gozouconto erotico para passar dei professorgordinha paresendo emanueli nuachupalano o cu da mulhertia ca causa desabotuada xvideosXisvidio as pantera ingenuacontos eróticos na famíliatio e sobrinhapornodoido enchendo a buceta de chantilli pra ele chuparregasso mulher do cornocasa dos contos eroticos sardentagozei minha mãe é adotada saia tio transamos noite toda voz diasvídeo pornô tia da peruca da carinha de anjo dando o raboXvideo mobile Filha tem buceta piluWESLLEYWEST-CASA DOS CONTOS EROTICOSxisvideo mamaes xmamaes lesbicazpornô comendo a cunhada crioula do lado da esposa dormindotrai meu marido depois dei pra ele contoscomendo a irmã moeda meu irmão gostoso ela geme na vara XVídeoscasa dos contos zoofilia com viralatasporno moçambicano putas gemendo e falando coisas escitantes.contos gozei na boca da menina deficientenifetihha loira levado no cu amarada sei dovideo de porno de lespica fodento com pilu de buraxaesposa prostituta bunda flaçida e mole cuzao contossexo.dormiu.ma.casa.do.aimgo.e.acordo.com.o.braruho.do.amigo.fudemo.com.a.irmacontos eroticos mamae subjugadaminha sogra cornia meu sogro xvideoirma bucerudastaubateana xvideosnovinha levano caralho de trinta centimetroscache:v4Hbz9COzM8J:zdorovsreda.ru/texto/2016021014 Xxvideosa as novilhascasa dos contos eroticos whitechocolateSwuingxvideosconheci a menina arranca a roupa dela fica pelada fazendo sexoo que fazser vi um porno sou casada . Eu pequei o que fazserconto erótico esfolei o cu e a buceta dela com raivavidios pornnou que mae e filha tranza com o meismSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaminha sogra tezuda eu confessovideo das dançarinas mais gostosas fudeno subino e descenoGostosa arreganhada de calcinha yotubeconto de estrupo em família rasgou meu cudepravadacaomotoqueiro gay passivo contosexo mulher e homem laranhando(sexo)videos porno vai mete essaa lingua chupaa pra me fz gozar em csvidioporn so putas do iterio do cearapornoxvideos levo a gostosa anda de moto e comeu ela no mato