Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Minha psicóloga III

Um conto erótico de Gonçalves
Categoria: Heterossexual
Data: 08/05/2017 02:55:01
Nota 5.00

Segunda-Feira, apresentei-me para nova sessão com a psicologa Deitei no sofá, ela aproximou-se com sua cadeira giratória para perto, com sua cadernetinha e caneta em mãos.

Contei para ela como encontrei minha irmã na sexta-feira e também contei a relação que tive com minha mãe na madrugada de sábado; que foi relatada assim, para a doutora:

-" Acordei de madrugada, com uma sede terrível; desci as escadas e fui até a geladeira, onde tomei uns dois ou três copos d'água. Nisto escuto um barulho e percebo que alguém está descendo a escada e diviso minha mãe. Perguntei se ela estava com sede e me respondeu que não. Não conseguia dormir direito, escutou alguém descendo a escada e veio ver quem era, torcendo para que fosse eu".

- "Por que ela gostaria que fosse você?" Perguntou a psicologa.

- "Porque ela estava com tesão. Já tinha dado uma com meu pai; mas ela ficou com tesão no rabo. Queria ser metida com minha rola no cu dela..."

- "Não tem uma expressão melhor para falar, Alfredo? Você está sendo muito grosso"! Falou, meio-brava a doutora.

-"Desculpe-me! Mas, continuando... minha mãe, sem sono, com tesão, abriu a barguilha de minha bermuda, tirou a rola prá fora, começou a acariciá-la, punhetando bem vagarosamente. Levou-me para o sofá da sala, não largando a pica e sentou na beira do sofá; abocanhou a jereba e fez um boquete carinhoso, lambendo o saco, as bolas e babando na cabeça do pinguelo. Tirou minha bermuda, minha cueca e deitou-me no sofá, indo pegar a latinha de vaselina. Untou todo o meu pepino. Subiu sobre meus quadris e de costas agachou-se sobre meu pau. Ela abriu as nádegas e eu segurei o cacete, mirando bem no buraquinho. Ela foi descendo e aquilo melado foi penetrando... enterrando e ela gemia, ela balbuciava, ela gaguejava: - "Ai querido... tá gostoso... teu cogumelo com essa cabeça... gostoso descer e subir no teu cacete..."

-" Ela teve orgasmo, doutora! Ficou doida... sentava e levantava de meu pênis com uma velocidade incrível... gozei dentro dela... aprofundei meu badalo para jorrar lá no fundão dela".

-" Muito bem, disse a doutra, agora temos de falar de sua irmã. De sua mãe já falamos o bastante"!

-" Bem, doutora... já contei como foi o nosso começo, com aquelas chupetinhas e eu chupando a bucetinha dela.

-" Estava um dia chuvoso, a mana voltou do colégio toda molhada, estava sem guarda-chuva. Ela correu para o banheiro e tirou toda a roupa e ia entrar no box para um banho. Subi rápido a escada e entrei no banheiro. Ela levou um susto pela minha chegada repentina. Pedi desculpa e falei que estava apertado para fazer xixi. Tirei a rola para fora e consegui fazer xixi. Tirei minha roupa e me aproximei dela com a piroca dura. Coloquei minha mão na xana e com os dedos comecei a bulinar aquela coisinha singela. Ela se contorcendo toda, apertando minha mão entre suas coxas, gemia gostoso e naqueles seios juvenis debrucei todo o meu carinho. Levei-a para meu quarto e dei-lhe um banho de língua, passeei a língua pelos seus seios, pelo abdômen, mordisquei seus rasos pentelhos e invadi a sua caverna, esfregando a língua em seu grelinho. Virei-a de bruço e taquei-lhe a língua por toda a sua costa e indo parar no reguinho, onde lambucei seu fio-o-fó de saliva. Tirei do criado-mudo a minha vaselina, abri as pernas dela e pedi a ela que separasse as nádegas. Melei minha alavanca e o cuzinho da mana. Comecei a pincelar aquela anus virgem. Ela perguntou se ida doer, respondi que sim... sendo a primeira vez; mas, que depois ela ia adorar. Com as minhas roçadas, fui estimulando o desejo da mana e assim que percebi que ela relaxou eu enterrei toda a cabeça. Ela deu um grito apavorante e quis sair de baixo...

>- Aí... tira... tira... tá horrível... Alfredo, tira Alfredo...<! Ela gaguejava, ela chorava, ela totalmente inquieta embaixo de meu corpo. E só tinha entrado a cabeça. Tirei a rola e ela correu para o banheiro, banhar-se e fui também, para bater uma punheta e gozar na pia".

-"Sexta-feira passada, quando sai daqui, encontrei-a em casa, toda chorosa... estava ainda com o cu ardendo e passei gelo em seu fio-o-fó".

- "Muito bem, seu Alfredo... ficamos marcado para a próxima quinta-feira e deve ser a nossa última sessão... o que o senhor está fazendo seu Alfredo? Está abrindo as barguilhas por que?"

-" Porque estou a fim de te comer... és muito gostosa... e aposto que chegou ao orgasmo escutando toda esta história."

-"Vou chamar os seguranças deste condomínio... o senhor pare com isso..."

-"Tranque a porta e não dê um pio... senão meto-lhe bala (tirei um 38 que estava em minha mochila)"!

Ela fez o que pedi e ficou de costas para mim, com as mãos na mesa de trabalho;levantei a saia de seu terninho, abaixei a calcinha, separei suas pernas e meti-lhe o membro na xoxota, aprofundando-me naquela selva num entrar e sair, num fuque-fuque nervoso, mas gostoso. Gozei, me arrumei, me aprumei e me despedi.

-"Tchau doutora! Ficamos marcado para quinta-feira, é a última, não é?"

Esfreguei o revolver na cara dela e fui embora batendo a porta - ela ficou na mesma posição; de costas, com as mãos na mesa e toda choramingona.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
16/05/2017 11:10:30
cara que idiotavocê já estava deixando a doutora com tesão era somente você a seduzi-la que ia come-la....agora colocar arma de fogoé demais sua nota e zero....
09/05/2017 23:21:43
tava indo bem....essa besteira de arma no final estragou tudo....mentira tem limite




Online porn video at mobile phone


contos eróticos publicadosvideo porno novinhs tranzando pela primeira vescavalo tirando virjidade da potrinhapornô grátis só contos eróticos sogra cozinhafamília sacana foto de homem chupando b***** de mulher chupando pinto de homem e mulher gritaxvidio frago e bateu praeli ate gozaporno doido farsante de traição morena dos lábios carnudos e do rabetão xvideo.comtitia batendo punheta sobrinho rola cabeçudaContos eroticos churrascofilmes porno gratis de incestos de coroas iperdotados comendo filhas e netasincesto pai filha eroticos peludo bigode contostia pasa de camisola perto do sobrinho e ele fica com tesaopornozinho.irmao.da.pica.gigante.mente.na.irmanegão barbarizou a novinha de bruçosnovnha ganhando varada no niversario de 18 anos jorrando porratiozinho acariciando clitores de novihacontos eroticos "escrava" "trapos"Contos eroticos minha esposa do rabaoosconto erótico lambida na buceta calcinha de lado língua tremeupai nua finha venha cu e conamamaezinha como vc é taradahttp://comendo a conhada virgemxxvideos nao tira a piroca que vou gozar pgcoroa e varoa safadaporno a coroa gostosa gemendo e usando fantasia bem radianteContos eroticos .meu filho vive me encoxando sinto seu peniswww.xvideos.com gay chorando no pau de gutaoperdendo a virgindade com um gigolo com muito tesao no pauwww.contos de scat namorada chupando o pau de bosta dereto do cu.comcontos eroticos peguei uma garotinha do interior pra criar e ensinei tudo sobre sexo pra elacontos de iniciaçao de uma casadagay cunete otima visao pornocontos eroticos vai empurrandoTravecos escura de picas cavalar estrupando violentamente o cabaço do gay virgem XVídeos pornô padrasto comendo enteada ela me procurou e eu não resisti vídeo brasileirome vesti calcinja e sutia e dei a roda contoMulher gosando muco xvidiovirgens+perdendo+o+cabacao+da+buceta+e+do+cu++virgensmenor semdo fodida dormimdo x videofudendo com sobrinha apos um sono profundoyotube pai estrupa menina inocente dentro do transporte Contos de podolatria 2017analinsesto ninfas19 anos contos gaysporno pai entrega a filhinha virgem para o agiotainistiu e comeu a gata ba moto ela gemia muito e posto na netcropped mulher chorando no caceteminha enteada fez sexo comigo doidona de cervejaUau cunada que cusinho gostosoporno empurrou de uma vez que ela pinotoucontos de cú de solteironaporno gostosona negona estrupada brutaentemarrento abusa do viado gay videonovinha da bahiana foi cuase fudida no banhero inbriagadaconto de filha bando de biquine e acabou dando a bucetapai do pau cabesudo atlando na buceta da filhacache:ldh9BdSAKNMJ:gtavicity.ru/texto/201703301 Aliviando os funcionarios contos eróticosfilme pornô de Cibelle encravado em 2017Caralhudos na bucetinha virgemconto no cinepornomeu patrao me enraba todo dia contoseu, minha namorada, minha namorada e meu tioSEXO AMADOR DE VADADA DANDO POR NEGAO VIDIOmenininhas nem tem pentelhinho na buçetinha ja sendo penetradassexo homens gozando e.falandopalavroesCont erot .quando meti na minha empregadinhsinsesto com vovozinhas no porbodoidocontos franco e belinha zoofiliapornhomem gozanfowww xvideo prostituta ceda mal com fregues pausudocontos de machos dominando cornos submissostexto de mulher quatro mulheres e quatro mulheres se for do mundo assim podendo em uma chupando o pau da ou julgamos o xiri da outravigem alilado bucetascontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriacontos desvirginando a mulher do cornovelhinha80anos gozando