O Caminhoneiro peludo não resistiu a Yago safadinho.


Click to Download this video!
Um conto erótico de Mrpr2
Categoria: Homossexual
Data: 14/02/2017 12:48:51
Nota 10.00

O Caminhoneiro peludo não resistiu a Yago safadinho.

E ai galera como estão? Meu nome é Thiago e voltei para contar mais uma aventura do meu irmãozinho Yago. Aquele mesmo dos contos: “Não resisti ao meu irmãozinho safadinho” e “Pai também não resistiu ao filho safadinho”, lembram-se dele? Eu sei que sim, pois estão sempre me pedindo mais contos daquele safadinho kkkk.

Enfim vamos ao conto. Eu já estava namorando uma garota, trabalhava o dia todo enquanto que Yago aproveitava quando estava sozinho em casa para fazer sua putarias.

Era terça feira acordei como de costume naquela época com Yago chupando meu pau que já estava duro na boca daquele putinho sendo sugado e tendo minhas bolas lambidas e acariciadas por suas mãos. Vendo que eu tinha despertado Yago passou a mão em meu peito alisando meus pelos que ele gostava tanto aumentou a velocidade dos movimentos da boca e a intensidade da sucção me fazendo gemer de tesão. Meu pau inchou senti um arrepio correndo pela espinha segurei a cabeça do putinho enfiando meu pau ate sua garganta e despejei la toda a porra acumulada a noite que foi totalmente sorvida por meu irmão.

Yago chupou mais um pouco, limpou todo meu pau um pouco de porra que tinha escorrido e veio para cima de mim cheirando meu peitoral colocando meus braços abertos para cima de minha cabeça e cheirando minhas axilas peludas, ele amava fazer isso e as lambeu. Me deu um selinho e disse com a cara mais safada do mundo.

_ Bom dia Thi! Estava uma delicia meu leitinho matinal kkk.

_ Mesmo seu safado?

_ Mesmo meu irmão safadão!

Disse aquele puto branquinho rebolando em meu pau meia bomba por conta da gozada que tinha acabado de dar e cheirando meu peito e axilas.

_ Agora levanta que tenho que tomar um banho, tomar café e ir trabalhar.

_ Agora? Mas eu quero mais Thi!

_ È serio Yago agora não posso.

_ Não mesmo?

Perguntou meu irmão com cara de puta, apertando meus mamilos rosados aumentando as roçadas em meu cacete que já dava sinais de revitalização com aquela esfregação no rego do meu irmão lubrificado com saliva e um pouco de porra.

_ Yagooo vou chegar atrasado!

_ So um pouquinho, vai Thi!

Com aquele jeitinho manhoso não deu para resistir meu pau já duro cututou a entradinha do cu do meu irmão que não perdeu tempo o encaixou e engoliu todo meu cacete de uma vez e deu piscou seu cu com meu pau dentro dele. Puta que paril! O moleque sabia que eu curtia aquilo. Segurei em sua cintura e o putinho começou a pular em meu pau subindo e descendo e dando reboladas circulares outra vezes para frente e para tras o puto sabia que aqueles movimentos davam ainda mais tesão. Sem tirar meu pau do teu cu fui levantando me jogando para cima dele de forma que ele deitou as costas na cama e eu fiquei entre suas pernas as deixei bem arreganhadas me apoiei com os braços na cama e meti vara naquele cu gostoso. Yago aproveitava que minha mãe não estava em casa para gemer e gritar me dando ainda mais tesão de fuder aquele cu e gozar novamente agora dentro do meu irmão o enchendo de porra quente.

Desengatei de Yago e corri para o banheiro passando uma ducha rápida para tirar o suor a porra e o cheiro de sexo do meu corpo, tomei café que mandei o safado fazer enquanto eu tomava banho escovei os dentes e corri para o trabalho chegando em cima da hora.

Para nossa surpresa quando cheguei em casa meu pai estava la sentado no sofá com Yago aquele cavalão com cara de menino sentado em seu colo ambos sem camisa ostentando seus peitos peludos enquanto minha mãe fazia a janta e durante o jantar mais uma surpresa Yago iria para acompanhar nosso pai em sua próxima viagem para o nordeste.

Yago estava que não se continha não so pela presença do meu pai, mas pela novidade, finalmente minha mãe tinha concordado em deixar Yago ir em uma viagem com meu pai que era seu sonho a muito tempo, mas como as viagens do meu pai sempre são longas por conta da escola era praticamente a única vontade que meus pais não faziam de meu irmão.

A noite Yago já foi logo arrumando as malas eu questionei o porque daquela pressa já que meu pai iria viajar apenas na próxima semana, mas Yago disse que não queria esquecer de nada e não dar motivos, nem chance de minha mãe mudar de ideia. Percebendo que a casa estava mais silenciosa já que a tv não estava mais ligada e as luzes apagadas meu irmão olhou para mim desceu seu short e sentou em meu colo com as pernas abertas com meu corpo deitado entre elas roçando em meu pau dizendo que eu não precisava ficar com ciúmes, já que logo voltaria para tomar mais do meu leite e sorriu safadamente.

O que vou contar agora foi relatado por Yago e aconteceu na segunda semana de viajem. Yago e meu pai pararam em um posto de estrada estilo ponto de apoio onde além de posto de combustível tinha restaurante e banheiro com duchas para banho. Logo que pararam no posto Yago e meu pai já foram logo para o banheiro mijar. Meu irmão parou ao lado de um caminhoneiro com camisa quadriculada vermelha com azul escuro aberta e calça jeans azul já bem clara de surrada, o cara era branco loiro, barba cerrada dourada, com o peitoral vasto de pelos e um cacete branco cheio de veias, com prepúcio em sua cabeça rosada adornado por pelos pubianos aloirados, meu irmão ficou cheio de tesão e seu cacete ficou la duro sem conseguir mijar olhando para o pau do cara no inicio de rabo de olho. Meu pai terminou de mijar lavou as mãos e saiu o cara continuava ali terminou seu mijo em jarro forte e de fluxo continuo, deu uma apertada e sacolejada no pau, afastou um pouco do miquitorio deu outra sacolejada daquelas que esta mais mostrando o cacete que realmente querendo tirar as ultimas gotas de mijo que claro fez com que meu irmão putinho olhasse descaradamente para seu cacete e ainda passasse a língua nos lábios ele disse que foi por reflexo involuntário, mas eu conheço bem aquele putinho e sei que foi para que o cara percebesse seu interesse. Porem entrou outro caminhoneiro no banheiro indo para o reservado o loiro então ensacou o pau na calça e foi lavar as mãos olhando meu irmão pelo grande espelho. O putinho abaixou mais a parte de trás da calça deixando sua bundinha redonda empinada com alguns pelinhos finos e loiros a mostra, respirou fundo e finalmente conseguiu mijar o caminhoneiro loiro saiu do banheiro e meu irmão foi lavar as mãos.

Yago disse que não o viu por um tempo, meu pai pediu a comida e ambos comeram ficaram conversando mexendo em seus celulares, vendo as rotas respondendo e interagindo em suas redes sociais depois de algum tempo meu irmão vê o caminhoneiro loiro do banheiro chegar escolher uma mesa um pouco a frente deles e pedir sempre de olho em meu irmão ate sair.

Mais tarde já com o movimento no banheiro menor meu pai diz para Yago ir tomar seu banho enquanto ele vai pagar as comandas.

Yago esta no banheiro totalmente nu tomando seu banho enquanto outro caminhoneiro termina de fazer sua barba, um cara mais velho que não lhe da muita atenção e logo o loiro peludo chega, tira sua roupa ficando também totalmente nu e escolhe o box ao lado do meu irmão. Os boxes desse banheiro tirando o primeiro que ia ate o teto impedindo a visão de quem estava na porta do banheiro do lado de fora era so ate o ombro do meu irmão, mas como o loiro era maior dava para ver ate parte de seu peito e o do Yago se alisando quando o cara que estava fazendo a barba saiu o loiro peludo fez um movimento com a cabeça chando yago que não perdeu tempo e entrou em seu boxe. O loiro todo peludo molhado e de pau duro alisava seu cacete, Yago já se ajoelhou abocanhando aquele sacão imenso colocando aquelas bolas peludas na boca, logo pegou no cacete do caminhoneiro deu umas masturbadas e começou o que faz de melhor seu magnifico boquete fazendo o cara gemer de prazer encostado na parede do fundo do box mordendo em seu braço para abafar os gemidos. Depois alguns minutos antes que o cara gozasse Yago pediu para ser penetrado o caminhoneiro foi ate suas coisas e trouxe um preservativo colocou Yago segurando a parede empindando a bunda e cravou seu cacete enquanto apertava seus próprios mamilos e socava no cu de meu irmão que rebolava sentindo aueles pelos pubianos em sua bunda. De repente nosso pai chega e pega os dois em flagrante.

_ Bonito em seu Yago já com putaria ne?

O Caminhoneiro ficou todo vermelho já desacoplando do meu irmão e se afastando dele meu pai já tirando a roupa e ficando nu disse ao caminhoneiro.

_ Relaxa cara sei que meu filho é um putinho viciado em rola, vamos dar duas rolas para esse putinho?

_ Topo, mas aqui é perigoso não quero ser apanhado novamente – Disse o caminhoneiro meio vermelho – Que tal um motel que tem ali do lado?

Meu pai concordou e claro que yago também terminaram todos o banho e depois foram para o motel. Depois de todos nus e de algumas cervejas Yago pegou no pau do loiro e no do meu pai que se aproximou dos dois e foi revezando na mamada. Yago voltou a dar o cu para o caminhoneiro que ficou impressionado e com ainda mais tesão em saber que Yago chupava o cacete do próprio pai enquanto nosso pai falava putarias tento seu cacete mamado pelo próprio filho. Quando o caminhoneiro loiro foi gozar Yago já se virou abocanhou seu cacete e engoliu toda sua porra ouvindo um urro grave de macho, levantou cheirando todos os pelos do loiro desde os pubianos passando pelo peito e os da axila, voltou se para meu pai e fez o mesmo acariciando o peito do meu pai deixando o com mais tesão. Yago então deitou se na cama arreganhando o cu para meu pai o penetrar o loiro ficou com o cu na boca do meu irmão para que ele chupasse seu cu peludo enquanto apertava os bicos dos mamilos do meu pai que gemia sentindo aquela pressão nos mamilos e seu cacete entrando no rabo do filho. Depois o loiro já com o pau meia bomba enfiou na boca de Yago meu pai intensificou as estocadas e encheu o cu de Yago de porra e meu irmão tomou mais um pouco de porra do caminhoneiro e gozou na boca do caminhoneiro loiro que o fez um delicioso boquete.

Depois de descansarem um pouco Yago se surpreendeu com o pedido do loirão pedindo para que ele comece seu cu. E enquanto o loiro cheirava as axilas peito e mamava nosso pai Yago meteu no cu cheio de pelos quente e apertado do caminhoneiro, peludo estilo homem hetero xucro que também curtia uma rola no cu.

Espero que tenham gostado de mais essa aventura nossa que curtam e comentem muito! È isso ai pessoal!

Autor: Mrpr2.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/04/2017 17:02:20
Se supera a cada dia. Parabéns!! ✌💪
16/02/2017 01:32:13
Tesao
15/02/2017 13:03:38
Tenho vinte dezoito anos e meu namorado vinte e cinco, namoramos há três anos e já há algum tempo ele me convenceu de envolvermos uma terceira pessoa para transar comigo só que eu moro no Estado do acre e por aqui e bem difícil de achar uma pessoa de confiança e outra ele quer que eu grave para ele ver tudo mais ata agora não achei essa pessoa e ele cica me cobrando e ñ sei mais o que fazer pois nosso relacionamento ta esfriando por isso se alguém poder me ajudar o e-mail dele ( )Boa tarde
14/02/2017 21:35:51
Eita tesão da porra!
14/02/2017 15:14:01
Muito bom.




Online porn video at mobile phone


videosxxx minha esposa comportada servindo es amigosconto matuto chipadorconto erotico gay velho pirocudo maltratou o cu do viado choraovideos primo.fode.prima dormindo egoza detro dabiceta dela ceela vexsvidio meniana e menino de menor traçadoxvideo pornô Mobile pague 2 de mulheres gemendo com o pau atolado até o talo na bucetacontos+corno mulherzinhameu corno troxe um negão para me foder e tirou fotosmorena de fiu dentau vermelhocontos fudi a irma de caridadepedreiro comendo a filha da patroa e a patroa f****** com pedreiro e o Pedro comendo a filha e a mãede calsinhamocaconto erotico novinha caseiro negroperereca da ebteada contosgranny de 69 chuoando cokc grandexxvidios.com portuguesbrasileirascontoerotico.com/ irma8"caralho entalado" contoconto gay o nerd e o bad boy 7conto erotico emprestei dinheiro a nora e ela pagou com a bucetavelho safado come o ccu da mulher ela chora xe dorcontos eróticos menina no esconde esconteconto enrabei minha neta de novi ano na marracontos mamei nos seios bicudos da negraHomen lenbendo a boceta, da mulher gobisafado dando pirocudo vídeo xxvbSou mulher casada meu compadre me fodeuprica cavalacontos eu e meu sogro estuprano minha maexvidio aredando a calcinha qro lado e enchendo a .coolhando a novinha e depau duro paia de nodimocontos contos eróticos de gay dando para o pastorbucetas da ñoviha gonzanoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhanovos relatos eróticos de corno minha esposa com o plug analFeitichi d evangelica c homemporno com muito estrupo com muito pau no cu a força com muito sexo bruto.eu fico axanando que sou uma pessoa invejoso mais nao sou meus atos nao se dizem isso mais na minha cabeça eu pensso assim yahooencoxada e bolinada contos eroticosminha madrasta viu meu pau molexvideo negao no branquinho esfoloxnxx mulher de traficante fasendo rodizio com muito homemCasadoscontos Vanessinha Diasminha sogra cagandoMacho casado cheirando pezao de outro macho contostreinando judo dando na empregada xvideohttp://gtavicity.ru/texto/2016101161duvida o cavalo tem que gosa bem no fundo da buceeta da egua pra enprenha elacontos eroticos arombei a minha aluna na sala de aulaporbodoido com turiatasrelatos eróticos determinada por um negão roludoso mostrei a bunda pro meu cunhado e ele gozoumolhadinha vídeo abrindo as pernas para o cara lambe a b***** dela no canavial tá o c***** dela do interiorcontos eroticos a ofao novinha e o padre. fodendovidio d sobrinha mostrando metade d polpinhas p tio n fazendaContos eroticos gay chule do meu cunhadocontos eroticos de enconxadas em coroas gostosas em local publicodei minha esposa santinha a um comedornovinha de sai deincha ver a bucetachantagiei minha irma casada contoscontos eróticos vovó b*******chegando e se masturbando na calcinha usadacontos eroticos de mulheres de manausconto com foto deesposacontos herotico eu tem fichen peido e cu eu amoFace de Luciano com a b***** arreganhada com consoloClaudia souta nua mostrando a bucetacontos eroticos gozou gostoso na vagina da cachorra pastora alemã no cioMande vídeo de mulher pelada de 16 a 20 anos preferência galeguinhacontos de lesbianismo entre sinhazinha e sua escravajantar em familia mulher senta no colo do marido e começa a transar sem a familia desconfiar pornoliberei o cucontos eroticos colega negão estuprando o novinho gayContos eroticos Gosto de pauzudo que mim esfole todacaralhos gigantes e cabeçudos de héteros no pornodoidoContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhoxvideos quase estupro ryan phillippe xvideoscumendo a sogra da bunda grade de 35 anosnovinha do priquito ruivo contoscontos eroticos novinha e um indioaperntando bunda videomuilhere.gozandu.treis.vezistira esse medo de mim porque eu vir o msrido da minha primq espiando no banheiroContos gay crentinho cabacinhotarada nuonibuporno de ananotaxvideo se masturbando com muito desespero e rapidez com o clitoriseu e minha mãe fudemos com o pedreiro e seu ajudante conto erotico pingando um gel no rabo da maecontos erotico,meu genro me enrrabou dormindomenina+bem+novinha+nua+dadi+seu+cu+vigi+para+padtastowww.pornodoido botao de rosacontos eroticos a crentinhaver vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger o pau entrou de veis ela desmaiouvídeo pornô ela com shortinho coladinho no corpo quentinhocontos sou rabuda e fui encoxada contosvideos porno insetos entre filho fodendo mae prensadacontos eroticos diarista