Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

O REENCONTRO COM O EX

Um conto erótico de iceicebaby
Categoria: Homossexual
Data: 05/12/2016 20:14:35
Nota 10.00

Nao achei que iria vê-lo novamente. Após seis anos, recebo uma mensagem do meu ex-namorado dizendo que estaria na cidade no fim de semana, perguntando se podíamos tomar uma cerveja juntos.

Ele tem 24 anos e é português. Cabelos negros cacheados, olhos negros brilhantes, e um corpo fenomenalmente bem distribuído. A dedicação a academia lhe fez bem: suas costas estão ainda mais largas, e aquela bunda redonda como poucas salta ainda mais aos olhos. Seu pau tem 16cm e quando duro aponta diretamente para cima.

Eu sou brasileiro, 29 anos, olhos verdes, cabelos castanho-claros, 1.85m e bíceps bem torneados. Meu pau tem 20cm e é bem grosso.

Na sexta-feira, combinamos, iríamos a um bar do meu escritório. Antes mesmo de ele chegar, não conseguia controlar minha ansiedade. Como seria o reencontro? Será que ele ainda se interessaria por mim?

Ele chegou com mais três amigos. Quando o vi através da janela, não consegui conter minha euforia. Foi como se um túnel do tempo se abrisse e pulássemos diretamente para 2011. Conversamos sobre tudo, carreira, viagens, estudos, a vida em si. Depois de algumas cervejas, estávamos mais soltos. Nossos joelhos já se encontravam sob a mesa sem cerimônias.

Em determinado momento, rocei minha mão em sua e ele retribuiu. Segurei-a firmemente, e ele me olhou com o canto do olho e sorriu. Meu desejo era rasgar suas roupas, beijá-lo e transar com ele ali mesmo, sobre aquela mesa de bar.

A conversa fluía bem até que uma de suas amigas quis partir.

Na despedida, nos abraçamos com o corpo inteiro; senti seu corpo todo junto ao meu através das roupas e beijei o canto de seus lábios. Novamente, ele sorriu. Eu não poderia deixar que nosso reencontro acabasse ali e o convidei para jantar comigo no domingo. Ele aceitou.

Recepcionei meu ex com uma garrafa de vinho já aberta. Desta vez, os amigos não estavam presentes. Nada nem ninguém entre nós, apenas nossas memórias, nosso presente, nossas inseguranças: todos pouco a pouco entorpecidos pelos consecutivos copos de vinho (português, é claro).

Ao abrir a segunda garrafa, já estávamos mais soltos. Ele comentou que adora Anitta e colocou algumas músicas para tocar. Ele rebolando ao som de "Sim ou Não" e eu rindo da ironia da letra e da situação. "Posa pa' mi bien sexy / No sé si volveré a verte /Pero voy a disfrutarte", cantavam Maluma e minha mente.

Quando ele voltou para o sofá, sentou-se mais perto de mim. Nossas respirações estavam mais e mais audíveis; nossos corpos mais quentes e inclinados na direção um do outro. Nos abraçamos, nos tocamos até que, sem resistir mais ao tesão e desejo que nos dominavam, nos beijamos. Nos beijamos como nunca, com o desejo represado por tantos anos e tanto tempo longe um do outro.

Nossos corpos se devoraram pelas bocas um do outro. Nossas mãos desesperadas redescobrindo o corpo um do outro, cada centímetro de pele antes tão familiar mas agora sedento pelo toque, pela luxúria daquele momento.

Seu hálito de vinho tinto disparou memórias de tempos passados e inflou meu pau de vontade: não levou mais que alguns segundos para que eu estivesse completamente duro. Eu sequer precisava passar a mão por seu pau, sabia que ele estaria duro ainda antes que eu.

Ele sentou em meu colo e abraçou minhas costas enquanto eu acariciava sua lombar e sua ampla e redonda bunda, cada nádega um melão. Grande, firme, deliciosa: eu nunca havia me esquecido daquela bunda, e eu jamais me esquecerei.

Voltamos a rolar pelo sofá, abraçados, nos beijando, nos tocando, aproveitando o calor um do outro em uma noite fria com neblina grossa lá fora.

Quando ele abriu minha braguilha para mergulhar sua mão em minha mala, a campainha tocou: quem tinha pedido pizza? Eu tento disfarçar minha ereção quando o entregador chegou à minha porta, mas meu corpo todo gritava a sexo e ele apenas deu risada da situação.

Fechei a porta o mais rápido que pude, larguei a pizza sobre a mesa e ao chegar ao sofá minhas calças e camisa já haviam ficado pelo caminho. Meu ex abriu aquele sorriso amplo que me conquistara há seis anos e eu voltei aos seus braços.

Sem mais interrupções, ele se ajoelhou à minha frente e sacou meu pau para fora da minha cueca. 20cm em riste saltaram e bateram em seu rosto, e ele agarrou aquele pau com toda a vontade e começou a me chupar.

Nenhum parceiro desde então soube fazer o que ele fez, lambendo-me as bolas e o pau todo, da base até a cabeça, engolindo-o e me provocando até a fronteira da excitação.

Voltei a beijá-lo, deitei-o no sofá e retribuí o boquete com todo o desejo que eu tinha naquele momento. Meu pau batia em suas coxas aos saltos enquanto eu o sugava vorazmente.

Ele me segurava os cabelos e fazia movimentos de vai-e-vem, penetrando minha boca com seu desejo.

Voltamos a nos abraçar, desta vez nus, eu entre suas pernas, meu pau estrategicamente posicionado sob seu saco. Pressionei seu corpo e sentia seu corpo todo vibrar com a vontade de mais, e mais, e mais.

Mas eu não queria acelerar, queria aproveitar cada momento dessa noite. Mudei de posição e sentei-me em sua barriga, desta vez eu sentindo seu pau em minhas nádegas, pressionando e tentando encontrar o caminho do meu cu.

Inclinei-me à frente para que ele novamente engolisse meu pau e para que eu pudesse aproveitar mais e mais seus lábios. Continuamos brincando por mais alguns minutos até que ele não resistiu e perguntou:

"Você tem camisinhas?"

"Tenho", respondi, e corri para o banheiro para buscá-las.

Quando voltei, ele pergunta:

"Quem vai usar?"

Somos os dois versáteis. Queria sentir o prazer de comê-lo novamente, como na primeira vez em que fomos para a cama, há seis anos. Também queria saber como era dar para ele mais uma vez.

Ele havia me dito que há tempos não dava, e entreguei a camisinha para ele.

Posicionei-me de frango assado à sua frente, seus joelhos abaixo do meu quadril e seu pau pertinho do meu rabo. Depois de brincar um pouco à porta do meu cu, ele enfiou devagarinho, deixando-me aproveitar e sentir cada centímetro de sua pica, como eu o havia ensinado a fazer há seis anos.

Ele deixou meu cu se acostumar com seu pau e começou movimentos de vai-e-vem, bombando devagarinho e sem parar de me beijar a boca, o rosto, sugando meu pescoço e orelhas.

Ao que meu cu se acostumou com seu volume, ele acelerou o ritmo, bombando mais forte e ritmado, penetrando-me mais e mais. Ele segurou meu quadril, posicionando minhas pernas sobre seus ombros, e sorriu amplamente ao olhar para seu pau completamente cravado em minha bunda.

Ele meteu mais, e me beijou e brincou com meu pau que se manteve duro enquanto meu cu era novamente preenchido por seu pau.

Não resisti e gozei, sujando o sofá, o chão, o seu e o meu corpo todos!

Ele novamente sorria e me encarava com aquela cara que me conquistara há tantos anos, e voltou a acelerar o ritmo: desta vez, eu percebi, era ele quem iria gozar. Sua respiração acelerou ainda mais, seus gemidos provavelmente audíveis através das paredes finas do meu apartamento para dar inveja aos meus vizinhos, e seu quadril tremeu ao meter fundo no meu rabo e gozar fartamente.

Ele caiu sobre meu corpo, exausto, e me abraçou. Assim ficamos por alguns minutos, aproveitando o calor um do outro, até que meu estômago faminto rugiu e nos lembrou da pizza já fria sobre a mesa.

Antes de ele partir, recordamos tantos momentos que tivemos e dividimos mais algumas intimidades que só nós conhecemos. Dentre elas, ele lembrou de quando eu o introduzi a Cazuza. Naquela época, eu o pegava na escola e testava seu sexo com ar de professor. Dessa vez, fizemos promessas malucas tão loucas quanto um sonho bom.

Faz parte do nosso show.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/12/2016 06:47:16
Remember
05/12/2016 21:15:25
SHOW. PENA QUE SÓ UM FOI ATIVO.




Online porn video at mobile phone


Homem comedo novinha e cobra efiando na a cobta na bocetaDona.cabitu.bucetudaContosporno nathy meu tio negao pauzudo tirou meu cabacinho minha esposa cely e nosso caseiro negrao nosso machohomem pede pro negao foder ele feito mulherzinha,mundobixaescravo e puto de minha mulhervideos pornos de mulheres de cor amarradas e amordaçadasxvideos emendando a pica pra satisfazer a esposafilme porno brasileiro pai mostra para filha seu pau monstro e ela se assustacarota catarinese gemendo na boca da sua amigaSatanás me chamando a filhinha para transar com a xoxota toda g*****fodendo a cunhada grávida contos eróticos boquete da minha prima no meio da lavourra de cafe pornopornô doido comadre entre pica grande negãocontos eroticos fingi um assalto pra transar com meu filhoAbuaando da tia com sono profundo roncandoporno conhada nao aquenta atentacao e trai o marido contos eroticos agresivos de meninas lesbicas gostosas virgensxvidio nocinhas geme gostozo dando o cuporno contos negao da mandiocamentendo o pepino na buceta e no meu rabao contosPGAxvideoContos Meu mano se cagouxvideo gay andarinhos pastoucache:qruYbBa02lMJ:zdorovsreda.ru/texto/20180186video porno a navinha criando corage a enfiar o pau do cavalo em sua bucetavideo porno chamei meu genro para mim ajudar e dei para elecontos de mulheres cochadachupano ateta dela ela fodendo com tesaoxvidio fagar a gostosa na praiaCaso narração em zofilia quem alguma mulher qui transou com cachorros grandes me narra como foi ?fruta porno fudendo a sogra gordinha com rachaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhahomem estrompa mulher virgem em videominha sogra ensinuou e eu transei com ela pornô brasileiroeu virei mariquinha de negão xvideos gayvai nacasa do amigo e ve airma doamigo sex na salacasadas traidora não aguentou a jeba grande e se arenpendeu caiu na netnegoia pauzudoscontos eróticos minha esposa bebeu porra no leite sem sabermulher gosou no pau do cara quee iscorreucontoseróticos invasão anal 3sexo tio seu pau e muito grande nao vai caber na minha bucetinha naowww.pornôdoido.com forçada na delegacia novinha mandou ditado toma no cu e ae fudeu no estupro violentocontoerotico eu namorada mae e tiofilho comendo a mãe dormindo depois de dar boa noite cinderela para elaconto erotico gay perseguiçaoBaxa.sex.de.menina.guniada.de.tanto.fude.sua.busetinha.cabiluda.relato erotico meu filho gosa nas calcinha minhascontos eróticos viadinho chupou meu paucontos eróticos dona mariasites historias e contos eroticos de incesto mae amante do filho marido ausenteTranzacom.sandi.ejunirtia perucas carinha de anjo nua peladahomem casado Rio de Janeiro Baixada Fluminense quer um amante para meter na sua mulher bem gostoso do p*********www. xvidius casal na vara de um amigo meu que eu mandei fude minha esposa na minha casacontos porno gay bebi leite na mamadeiraconto erotico mulherzinhamulher esculhanbando is outros no comentario do nariz thifanymagrinha chego trme na picagggordinha bem feitinha gosadoXVídeos marido com enxaqueca mulher transa com outrowwww.xviso. .como disomenina da gengiva inchada gozando muito no pau do negãovideos e tags de coroas sentindo tesao vemdo filme de fodaviadim batendo uma p****** para um rapazinho que arruma celular sozinha dentro do quarto os doisporne com malheiver vidio porno de novinha dece ano de 2017contos comi dona maria casadacuzinho da sogra com mrrda contocazadas..trazas.moteu..baixadas.rjquando vc e virgem e transa fala com a pessoa q e virgeme na ele fala q vc e muito gostosa pqrelato erotico uma madame na reformaXsvideos primo se masturba no quarto na frente da primaxvıdeo anal com novınhasaquelas cunhadinha gostosa f****** com pica devagarinhonossa to preocupado comeu a mulher do meu amigo e ela ingravidou vidio pornovideo porno tres homem cumendo uma mulher a mulher seduz aeh o home começa passa.maõ nela ais os tres come ela a bucea e o cu e bota ela pra mama e os homem cupha ela tdxvideosdificil pra vc lukacontos eróticos esposa ficou bebada marido distraiuPorno caseiro pegando o cedente de predeirotia e sobrinha se diverte c uma pica d borracha enorme ponodoidocomo amasiar um bum-bum super sexomuller deboxada fazeno video de porno meninoconto meu marido me chupou cheia de porra do meu amantecontos eroticos proibidos sinhazinhaMinha comadre disse para minha afilhada minha filha voce que mesmo dar sua buceta virgem pro seu padrinho minha afilhada disse eu quero mae minha comadre disse filha chupa o pau do seu padrinho conto erotico