Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Sonho Realizado. Finalmente Corno

Um conto erótico de Corno feliz
Categoria: Heterossexual
Data: 26/11/2016 23:50:01
Nota 10.00

Olá caros leitores. Esse é o primeiro conto que publico. Espero que seja o primeiro de vários. A história que será descrita a seguir é real, aconteceu comigo recentemente, faz duas semanas. Adotarei nesse conto nomes fictícios para proteger a identidade dos envolvidos. Sou da cidade de Montes Claros – Minas Gerais. Meu nome é Rafael, tenho 30 anos e sou servidor público. Tenho uma linda e gostosa namorada, de 22 aninhos, que irei chamar de Karol. Estamos juntos há pouco mais de 2 anos. Ela é muito bonita e chama a atenção por onde quer que passe. Vou descrevê-la para vocês: Branquinha, de seios firmes, durinhos e de tamanho médio, coxas grossas (resultado dos exercícios físicos pois ela faz academia 5 vezes por semana), bunda redondinha e proeminente, estatura de 1,65 metros, barriguinha lisinha, sem gorduras. A sua boquinha é uma delícia e costuma ser bem convidativa, especialmente quando ela usa batons vermelhos para realçar. É uma boca super macia e quente, capaz de levar qualquer um à loucura. Além do corpo, seu rosto é lindo, com traços suaves, delicado. Seus cabelos atualmente estão loiros. É um rosto angelical.

Bom, vamos aos fatos. Há um bom tempo eu venho querendo ser corno, desde antes do início desse meu namoro com a Karol. De tanto ler contos e assistir vídeos na internet relacionados ao tema, sempre ficando muito excitado, acabei desenvolvendo uma compulsão por levar chifres. No entanto, sempre me faltou coragem para me abrir com a Karol em relação a isso. Mas o desejo dentro de mim foi crescendo cada vez mais, então nesse mês de novembro de 2016, comecei a participar de bate papos com o tema de cornos/traição e acabei fazendo um contato com um rapaz chamado Gabriel, de Belo Horizonte - MG. Gabriel é jovem, informou ter 22 anos, da mesma idade que Karol. Trocamos algumas fotos e eu o achei com boa aparência, o tipo de cara que poderia despertar algum desejo em minha namorada. Quando enviei fotos dela para o Gabriel ele ficou louco. Disse prontamente que queria me ajudar a realizar o meu sonho e que iria adorar foder ela bem gostoso. Então ele me propôs uma coisa: que eu passasse o Skype dela para que ele tentasse uma abordagem por lá, primeiro uma aproximação sutil, dizendo ter adicionado por engano acreditando ser outra pessoa e depois ir evoluindo a conversa. Eu concordei. Então ele me deu umas dicas para que as coisas fluíssem melhor e eu pudesse ganhar meus chifres mais cedo, pois apesar de ser jovem ele relatou já ter experiência e ter feito vários cornos seguindo esse caminho: me instruiu a diminuir o sexo com ela, inventar algo para fugir da cama. Isso a deixaria mais vulnerável. Também me instruiu para que eu a excitasse pelo Skype ao mesmo tempo em que ela estivesse falando com ele. Isso abriria as portas para o Gabriel conquista-la. Eu disse a ele que seria fácil fazer isso, pois pelo menos uma vez por mês eu tenho que ir a Brasília – DF, pois faço um curso por lá. Duas semanas e meia antes de viajar para a capital eu já comecei a me esquivar da minha namorada quando o assunto era transar. Comecei a dizer para ela que estava muito apertado com trabalhos do meu curso e que teria que me dedicar ao longo desse mês senão seria reprovado. Ela ficou meio chateada com isso, pois é bastante fogosa e adora sexo.

Karol aceitou o convite enviado pelo Gabriel no Skype mas as primeiras conversas foram bem tímidas. Ela respondia apenas ao que ele perguntava: coisas básicas como cidade, onde morava, o que fazia etc. Cada vez que eles conversavam no Skype eu ficava atiçando ela pelo WhatsApp, dizendo que ela era gostosa, um tesão, e que adoraria que ela estivesse me mamando bem gostoso naquela hora. Ela respondia que eu a estava torturando e que estava com muita vontade de transar. Pelo menos por 5 dias ao longo da primeira semana Gabriel e Karol conversaram sobre coisas triviais, sem muito avanço. Mas a partir da segunda semana, as coisas começaram a melhorar: Karol começou a tomar iniciativas na conversa. Vou omitir maior parte da conversa entre eles, mas em dado momento, enquanto eu a atiçava pelo WhatsApp, ela me disse que já não aguentava mais e que queria muito foder e que eu estava sendo muito ruim com ela. Enquanto isso, Gabriel, que sempre me enviava os prints das conversas entre os dois, se aproveitou da situação e começou a provoca-la também, até o ponto em que eles começaram a trocar fotos normais e depois fotos sensuais que ela até então só compartilhava comigo. Chegou a semana em que eu teria que viajar para Brasília, onde ficaria uma semana inteira.

Nessa semana foi uma loucura! Gabriel me disse que ela se exibiu na Web Cam para ele, se masturbou enquanto ele exibia o pau. Um detalhe, ele tem um pau grande e grosso, de 22 CM, bem maior que o meu. Então, depois de toda essa evolução Gabriel me diz:

- Já chegou a hora de você virar meu corninho e eu foder essa puta bem gostoso. Ela tá louquinha para me dar. Preciso ir a Montes Claros dar rola pra ela.

- Ótimo, e quando você pode viajar. – Perguntei a ele.

- Vou na sexta-feira da semana que vem. Falei pra Karol que tenho que ir em Montes Claros a serviço. Daí fico todo o final de semana fodendo muito ela. Tá ok assim corno? – Ele já me tratava como o corno capacho que em breve eu iria me tornar.

-Tá ótimo! Até lá eu já estarei em Montes Claros e posso te hospedar na minha casa, pois moro sozinho e Karol sempre me visita e muitas vezes dorme na minha casa. Mas como vamos fazer? Será que ela vai querer te dar mesmo estando eu por lá? – Questionei já morrendo de ansiedade e tesão.

- Vai sim corno! E eu quero que você assista tudo e veja ela cavalgando e gemendo gostoso na minha pica enquanto elogia meu pau e te chama de corno! Você está fazendo muito bem seu papel de corninho e vou te recompensar te botando um bom par de chifres! Olha como essa piranha quer meu pau! – Disse ele enquanto me mostrava uma foto que ela havia enviado pra ele, com os peitos de fora e só de calcinha fio dental.

Depois que eu voltei para Montes Claros, Gabriel me deu mais instruções:

-Meu corno, eu quero que você saia com a Karol pra comprar lingeries e uma calcinha minúscula menor que aquela da foto. Hoje à noite você vai dizer para Karol que não pode vê-la. Quero que você entre no Skype às 11 da noite. Eu tenho uma surpresinha para você. – Gabriel me diz isso em uma quarta-feira, quase no dia previsto para a sua chegada.

Então, às 23 horas eu entro no Skype. Pouco tempo depois eu sou adicionado em uma conversa com com o Gabriel e Karol.

- Rafa, eu te adicionei aqui por que não quero que você perca o show! – Disse Gabriel.

- Que show? – Eu perguntei.

- O Gabriel me contou sobre o seu desejo amor. Então você quer mesmo ser corninho? – Perguntou Karol.

Eu fiquei em silêncio, meio envergonhado, mas confesso que muito excitado. Então Gabriel disse:

- Vai corninho, responde logo! Diz pra Karolzinha o que você quer de verdade diz! Mas diz tudo o que você quer que ela faça comigo vai, que se você disser tudinho você ganha o seu prêmio. Fala em detalhes como você vai querer seu chifre.

Aquilo foi como uma explosão dentro de mim, um misto de ciúmes e muito, muito tesão me invadiu. Eu não me contive, a vontade de ser corno prevaleceu e então, com muito tesão quase gozando, acabei dizendo:

-Eu quero que ela tire sua roupa, segure no seu pau, toque uma punheta bem gostosa, fique ajoelhada e mame na sua rola enquanto eu olho tudo! Depois quero que você deite em minha cama e que ela suba no seu pau e cavalgue bem gostoso!

Isso meu corninho! Que delícia! Tá vendo Karolzinha, eu disse que ele quer me ver fodendo você bem gostoso! Você é muita mulher para ele! Merece um pau de verdade. Esse pau! – Depois de dizer isso ele manda uma foto da rola dele super dura. Abaixo da foto, ele colocou uma legenda com os dizeres: “para Karol, minha putinha!”.

- Se é isso que você quer amor, vou fazer a sua vontade. – Respondeu Karol.

- Mostra pra ele minha gostosa, igual a gente combinou, de que jeito você vai receber esse pau. Mostra pra esse corno como você vai estar me esperando quando eu for te comer gostoso! – Ordenou Gabriel.

Depois disso, Karol liga a Web Cam e para a minha surpresa ela está usando a calcinha minúscula que eu comprei pra ela. Ela dá uma gostosa rebolada e vira a bunda para a câmera, descendo até o chão e quicando, como se estivesse cavalgando em um pau. Em seguida ela se vira para a câmera, com os braços tapando os seios e diz para mim:

- Leia amor, essa é a minha homenagem para você por ter me deixado sem rola todo esse tempo. – Ela se senta na cadeira em frente ao computador e descobre os seios, então eu quase morro de tesão quando eu leio escrito de pincel na altura dos seios a seguinte frase: “PUTA DO GABRIEL”.

Isso me levou a loucura e depois disso Gabriel colocou ainda mais lenha na fogueira da minha ansiedade:

- Se prepara corno, que na sexta eu estou chegando pra te dar seu prêmio. Leve a Karol com você para me recepcionar na rodoviária. Quero ela com um shortinho bem curto e com uma blusinha curta sem sutiã que é para eu ir chupando essas tetas gostosas até a sua casa. Compre também umas bebidas: cerveja, whisky, energético... compre carne para churrasco. Quero ser bem servido quando estiver aí.

-Sim senhor. – Respondi a Gabriel, já totalmente entregue e submisso.

E assim fiquei aguardando ansiosamente a sexta-feira chegar como quem aguarda um grande evento. Mal consegui dormir na véspera. Combinei com Karol que ela iria comigo buscar o Gabriel e pedi a ela que se arrumasse em minha casa. Faltavam 20 minutos para o horário previsto de chegada do ônibus quando ela sai do quarto. Era impossível um homem vê-la e não ter vontade de foder. Ela estava com um shortinho jeans minúsculo que realçava a sua bunda grande e marcava bem o meio da bunda. Estava vestindo uma blusinha branca, com a barriguinha branquinha e as costas de fora. Se reparesse bem, dava para ver o biquinho do peito pois ela não estava usando sutiã. Nos pés ela colocou um salto preto e na sua boquinha um batom vermelho bem forte. Estava uma verdadeira putinha, pronta para recepcionar seu novo macho. Ao chegarmos na rodoviária esperamos pouco mais de 5 minutos até que o ônibus chegasse. Ela não quis ficar esperando fora do carro pois dizia estar muito indecente para se expor. Quando ele finalmente chegou eu fui até ele cumprimentar e ele me disse:

- Então meu corninho, cadê minha putinha?

- Está no carro. Disse que não ia sair por que tá muito indecente. – Respondi.

- Melhor ainda! Vai chamar ela para o macho vai. Ninguém vai perceber como ela está aqui nesse lugar mais escuro. – Disse isso enquanto se afastou para um local menos iluminado.

Eu fui até o carro e mesmo com um pouco de relutância a convenci a ir receber o Gabriel. Eu a guiei até onde ele estava. Quando ele a viu exclamou:

- UAU! Muito prazer Karolzinha! Bom ver você pessoalmente.

Os dois deram um longo e apertado abraço. As mãos dele passeavam pelas suas costas bem perto da sua bunda. Então ele me disse:

- Rafa, leve minha bolsa para o carro que eu já estou indo.

Eu obedeci e coloquei a bolsa no porta-malas. Quando eu voltei os dois estavam se beijando. Uma das mãos dele já passeava pela bunda dela e eu já podia ouvir uns gemidos de tesão que ela dava. Ficaram assim por uns 5 minutos até que nos dirigimos ao carro. Os dois vieram de mãos dadas.

- Você dirige corno. Eu vou aqui atrás com a Karolzinha. – Ordenou Gabriel.

Enquanto eu dirigia para casa, ajustei o retrovisor para ver os dois se beijando. Ela gemia de tesão pois já estava sem transar havia um tempo. As mãos dela já acariciavam o pau dele por cima da calça. Vendo que ela estava toda entregue ele diz:

- Vai minha gostosa, levanta essa blusinha que eu quero ver esse peito gostoso.

Ela levanta e exibe para ele os peitos durinhos, com os bicos duros de tesão apontando para ele.

- Passa o dedo na boca e esfrega neles vai. – Ordena Gabriel.

Ela obedece molhando o dedo e passando no bico dos seios em movimentos circulares. Sem suportar ela suplica a ele:

- Vem, chupa meus peitos vai! Chupa, não tô aguentando de tesão!

Ele então cai de boca em seus maravilhosos seios. Ela olha pra mim pelo retrovisor e sorri safadamente, em um misto de felicidade e tesão.

Finalmente chegamos em casa. Assim que entramos e eu fechei a porta, Karol acabou de perder o controle. Tirou a blusa e me ordenou:

- Vem corno, tira meu short!

Eu obedeci e tirei, deixando ela com um minúsculo fio dental branco que já estava transparente, molhado de tanto tesão. Depois ela me deu outra ordem:

- Agora senta no sofá e fica quietinho corno que nesse fim de semana eu só vou dar para esse macho!

Eu me sentei para apreciar a bela cena. Vi quando ela tirou a calça do Gabriel e se abaixou ficando ajoelhada. Ele estava de cueca branca, da mesma cor da calcinha dela e dava pra ver como era enorme aquele pau que quase rasgava a cueca. Ela ficou beijando o pau por cima da cueca. Beijava e olhava para ele. Então, ele não aguentando mais de tesão pediu pra ela tirar logo a sua cueca. Ela atendeu o pedido e saltou diante do rosto dela uma pica enorme! Ela com certeza nunca tinha fodido com uma rola daquelas. Ela grande, grossa, com uma cabeça avermelhada e enorme. Um pau bem cabeçudo. Ela olhou para ele e disse:

- Nossa! Muito mais bonito pessoalmente! Vamos ver se é mais gostoso pessoalmente também.

Nisso ela começou a chupar lentamente o pau do seu macho. Passeava com a língua pela cabeça, depois pelas bolas, percorrendo cada pedaço. Ela ficou uns 10 minutos namorando, beijando e mamando naquela rola. De vez em quando ela parava de mamar e falava enquanto punhetava o pau dele:

- Que pau gostoso! Que delícia! Tá vendo corninho o que é um pau de verdade?

Depois de mamar muito ela se levantou e o chamou segurando pelo pau:

- Vamos meu macho! Vamos para o quarto do corninho!

Ao chegar no quarto ela o empurrou sobre a cama e continuou chupando. Dessa vez ela tentava engolir freneticamente o pau do macho. Como aquele cacete era enorme ela engasgava e lágrimas escorriam no canto dos seus olhos. O macho então me ordenou:

- Meu corno, segure os cabelos da minha puta pra ela me mamar direito.

Que cena deliciosa eu vendo ali de pertinho minha linda namorada chupando o pau de outro cara de um jeito que ela nunca teve o costume de me chupar. Houve um momento em que ela parou de chupar, ficou punhetando o macho e me deu um beijo de língua. Pude sentir o gosto estranho do pau do macho na boca dela. Depois de mamar muito o macho safado disse:

- Corninho, agora é hora de foder bem gostoso sua namoradinha. Pegue uma camisinha e coloque no meu pau para eu meter gostoso na bucetinha dela.

Karol, vendo que eu estava relutante pois nunca tinha segurado outro pau que não fosse o meu me disse:

- Vai amor, tô adorando tudo isso, isso vai me deixar com tesão, obedece o macho vai.

Então eu resolvi obedecer. Já tinha chegado até ali e estava morrendo de tesão também. Abri a gaveta, peguei uma camisinha e coloquei no pau dele. A sensação de pegar em outro pau era estranha. Era duro como uma rocha, pulsava e estava bem quente. Depois que coloquei a camisinha, recebi outra ordem do macho da Karol:

- Agora segura firme essa rola enquanto minha putinha senta nela bem gostoso.

Segurei e vi quando ela sentou no pau do Gabriel com aquela bucetinha lisinha, toda depilada, rosinha, linda. Ela foi sentando devagar apreciando cada CM até que engoliu todo o pau com a buceta! Nossa! Que cena perfeita! Ela delirava e gemia de tesão. Começou um vaivém delicioso cavalgando e falando:

- Come sua puta, safado vagabundo! Fode essa vadia! Ensina para o corno como se faz!

- Corno busque uma cerveja para mim que estou com sede. – Ordenou Gabriel.

Eu fui rapidamente a cozinha para não perder nenhuma cena. Quando voltei, coloquei a cerveja no copo e ele se levantou segurando ela pelas costas e disse para mim:

- Coloque o copo na minha boca corno que eu não posso parar de foder essa vadia.

Então eu mais uma vez obedeci e dei cerveja para ele. Aproveitei e dei um pouco também na boca da karol. Depois de foder muito ela nessa posição ele disse:

- Fica de 4 minha puta.

Ficou bombando gostoso na buceta dela enquanto puxava seus cabelos e ficava dando tapas na sua bunda e perguntando:

- Tá gostoso minha vadia? Gosta de rola grande vagabunda? Seu corno não dá conta de você né?

- Adoro esse seu pauzão. Esse corno filho da puta não sabe me foder direito! – Respondeu enquanto gemia naquela vara.

Depois de muito foder ele diz:

- Agora eu quero esse cuzinho. Corno, pegue o lubrificante e lubrifique o cuzinho dela pra mim. Esse cuzinho agora é meu! Só eu vou foder ele!

Eu atendi e lubrifiquei bem a entrada do cuzinho dela. Depois abri bem a bunda dela para facilitar a foda do macho. Quando ele introduziu aquela cabeçona daquele pau enorme em seu cuzinho, ela deu um grito em uma mistura de dor e tesão. Então ele foi metendo bem devagar para o cuzinho dela ir acostumando. Quando o pau já estava quase todo dentro do rabo dela, ele pediu para ela rebolar gostoso na vara. Enquanto ela ia rebolando, já mais familiarizada com aquela tora em seu rabo que antes só tinha experimentado meu pau que é bem menor, ele disse:

- Corno: Segura bem a minha putinha que agora eu vou foder ela com força!

E nisso começou a bombar freneticamente. Karol cravou as unhas em mim com tanta força que chegou sangrar! Seu cuzinho já pertencia àquele pau. Aquele que estava fodendo ela, era o seu macho. Eu tinha me reduzido a um corno capacho e ajudante. Ela gemia e gritava:

- Vai filho da puta arregaça esse cu! Puta que pariu! Que pau gostoso! Cachorro! Come sua vadia!

Depois de foder muito ele anunciou um presente que ela adorava e sempre pedia para mim:

-Vem minha putinha, ajoelha no chão para ganhar leitinho nessa boca gostosa. Corno, ajoelha do lado dela que eu quero que você veja tudo de pertinho.

- Me dá leitinho vai meu macho safado, enche minha boquinha de porra. – Dizia ela agora com voz manhosa enquanto colocava a língua para fora esperando a porra do macho quente e farta.

- Toma meu leite safada filha da puta! – Disse ele enquanto gemia freneticamente e jorrava porra na boca dela em uma quantidade que eu nunca tinha visto nem em filme pornô. O rosto dela ficou todo melado, até os cabelos. – Agora dá um beijo de língua bem demorado nela corno. – Obedeci mais uma vez e senti um gosto salgado do macho enquanto dava um gostoso e demorado beijo na putinha que minha namorada tinha se transformado. Ela ficava alternando entre mamar a rola do macho, terminando de limpa-la, e me beijar. Depois de um tempo dessa forma, o nosso macho disse:

- Corno, me traga uma caneta!

Eu obedeci mesmo sem saber o que ele faria com isso. Então ele disse:

- Minha putinha, escreva na testa desse corno: “Sou corno do Gabriel”.

Depois disso eles foram tomar banho me pediram para que eu preparasse algo para eles comerem depois que saíssem do banheiro.

Foi um final de semana muito gostoso. Esse relato só foi o começo dessa aventura deliciosa que eu contarei aqui depois. Abraços a todos!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/11/2017 00:11:41
q delicia como eu queria falar de minha fantasia pra minha esposa iria ser legal, c muito tesao viver um fim de semana assim eu iria fazer o mesmo c minha esposinha
24/07/2017 03:54:32
Que delícia, ser corninho é o máximo. Tua gata é maravilhosa demais. Tens muita sorte. Leia minhas aventuras e me adicione no skype ou escreva: .
27/11/2016 17:13:10
Melhor conto que leio a tempos, como eu queria um corninho desse pra mim, ia dar p varios machos na frente dele e mandar ele me chupar toda gozada hummm.
27/11/2016 13:05:28
Lindo conto. amei. Bem escrito e que mostra como é gostoso ser um corno obediente e que ama servir a amada e o macho alfa
27/11/2016 12:43:27
27/11/2016 09:19:03
Muito bom corninhi. Espero a continuação da tua cornice
27/11/2016 01:50:41
É verdade. É mesmo um tesão.
27/11/2016 01:29:36
Delicia de conto, só quem já passou por isso sabe o tesao que é ver sua mulher gozando no pau de outro




Online porn video at mobile phone


buceta d penuarmtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1Bucetainchadaxvideomobilepromo gostoso me fudeu contos eróticos gaymulheres que fuma charuto e souta fumassa na rola do cara ate goza asseste videoconto.erotico.mulher..da..oi.velox.ttansandoesperou seu marido ir trabalhar e deu po ceu cunhado xnxxemtertida com celular xvideosmacho arregaca o buraco da xana da safada cm aparelho para ver o fundo do buracoAnjo discreto casa dos contoscavalo penetra na buceta fotosxvideos eustaquio e murielSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaele desentopiu a bunda delacontos eroticos coroas peidoreiras do iteriorcontos eróticos incesto mae filho exército quando vc e virgem e transa fala com a pessoa q e virgeme na ele fala q vc e muito gostosa pqRelatos Zoofilia qual melos cadela para sexoesposa trai o esposo com mulato de 1:90firme porno irma rabuda bate uma ciriri irma pgaGt25 fode menina nuasMendiga andarilha rabuda search sexo matoPau duro na faculdade contoscao farejou e fudeu agostosaconto de novinha tomando nas coxascontos eroticos pastor faz irmãzinha chorar com pau grande no prabovideo porno papai leu a filha que estava de férias pro sitio e fudeo novinhaminha tia safada dando em cimademim pornowww.casadoscontos-O doce nas suas veiasiniciou programa travesti cuzinhosou puta e amo porra dentro da minha buceta conto eroticoirmã da bundona gostosa da sua rabetona prA seu irmão fazer um sexo gostosopunheta da zefabigbundagaylabra o envade casa e estrupa mulher casada pornomulherpelando abocetafiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contosxvideoa aventuras anal gay sexo anal ate goza dentro no pelochupando a buceta da lesbicas bem meladasminha prima beMeus amigos me foderam bebada contosdois viadinhos e uma mulher contos eroticospauzudo arregaçou meu cu contos eroticoscasadinha se esfregando nos homens no elevadorprimo não aguentou pau de outro primo Chorão e g******xvideocaraspegandoairmandaoutraxvideocontos cuzinho arrombado joanamtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1conto novinha depois foi na festa de forro o macho piculdo mim rasgouMiguel e Vinicius:Entre o céu e o infernoContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhowwww.xviso. .como disoconto de incesto mae mulata de babydollmulher forçadapor homens fude ate nao aquenta maismadrasta pasando o vibrador no biquinho dos seios de sua entiada por sima da blasinha a te ela gosaarnovia com muita tezao se esfergado no traviseiroCasa dos conto .de volta a fazenda agora com um cavalo video de porno imagenspegei miha esposa transando com nosso cachorroconto erotico ensinando a tia de motocomedor enrabando professora virgemmeninas do volei abaichando chorts e mostrando a bucetagarotos novinho dançante carinhosa com um homemO vizinho safado do 205Aliviando os funcionarios contos eróticosXvideo realisei minha vondade de der dois paus sopramim um infiado no e outro na buceta trai meu marido vou contar como foitouro arancA calca de pausudoesposas pedem para estranhos tirar camizinha pra gozar bucetao delasContos eriticos putinha do meu cunhado bem dotado parte3bucetascontoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaContos sou casada e chupei dois caralhos ao mesmo temponão tive escolha e foi obrigada a leva ferro no cu contostaradao fode esposa na frente da amiga que quer tanbem.comeu quero pornografia pornografia as meninas retada os cabelo achando tudo grandefilme pornô lésbicas suando nariz na cara da outra Tirando catarroeu quero ver as fotos da morena que dançava o Créu ela nua pelada porque sabendo que eras no site que ela ficou feio uma foto de pornô homem para a gente ver aquiquero ver vídeo pornô de novinha sendo estrupada na noite passada passada amor comigo a noitefui comer e fui comidovideos de mulheres lascano o cu ate sangra egritano muitoconto porno sequestrada e arrombafaporno puta com o cu calejado dano pra variosmulheres corrianas tranzando de quatroconto zoofilia novinha e os cachorros Minas Geraislesbicas praticantes de lactofilia xvideos hdporno pago pra fazer faxina pagor tirar a blusa pagor pra tira a calsa pagor pra fazer boquete pago pra come a bucetaconto erotico mendiga novinhaconto erotico machucou o cu da casadinhacheirei a bunda da gorda conto eroticomae sentou no colo do filho acidentalmente e sentiu sua pica endurecer embaixo da xoxotaXVídeos deflorou o c***** da loirinha que ainda tava nascendo pentelho