Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

SEGREDOS DE FAMILIA.

Um conto erótico de dattobarbalha
Categoria: Heterossexual
Data: 21/10/2016 09:14:40
Nota 9.50

Sinto a necessidade de alguma explicação inicial. Não costumo fazer isso mas depois que escrevi este conto me assustei comigo mesmo.É uma estória fantástica, inacreditável e se aconteceu assim o inferno é por aqui mesmo.Tem incesto, traição, um corno e um casal infiel. A família aceita muita depravação para atingir certos objetivos e uma organização de aparência nobre se mostra um antro de perdição. Modestamente falando fiz um conto diferente e provocante, mas temo que nem todos vão aceitar bem. Me perdoem os eventuais erros e talvez um pouco de exagero, divirtam-se!

o autor

L.Barbalha

A família Ferrare é rica. Praticamente novos ricos mas dinheiro não é problema. Viagens, carros imóveis e tudo que o dinheiro pode comprar. O falecido patriarca, o avô Lorenzo, garantiu um futuro de ouro para seus descendentes. Começou com um velho caminhão e antes de falecer entregou para seu filho o Nicolas com apenas vinte anos uma transportadora com oitenta filiais e mais de oitocentos caminhões. O segredo, trabalhar para o governo! Fazer doações generosas para os políticos certos na hora certa...

Nicolas casou cedo, uma jovem noiva de família tradicional com nome em S. Paulo mas totalmente falida veio a calhar. Giulia e Nicolas tiveram uma filha, a amada e paparicada Paola. A única preocupação do Nicolas na vida são os negócios, aumentar a transportadora, negociar com empresários, absorver outras transportadoras e puxar o saco dos políticos. Para se divertir gosta de foder mulheres jovens, secretárias e estagiárias da própria empresa, garotas que dão para o CEO da empresa com entusiasmo e interesses desmedidos...

A esposa do Nicolas tem duas preocupações na vida. Primeiro quer ser reconhecida na alta sociedade paulistana, quer ver o nome da família nas páginas do "high society" custe o que custar. Mas dinheiro não compra tudo, existe uma casta esnobe em nosso país que aprecia o dinheiro mas tem pavor da vulgaridade, dos novos ricos e se julgam nobres brasileiros, como os nobres europeus. Podem ser falidos, mas não abrem não do "status" da tradição, se autodenominam fundadores e se dizem donos de uma nobreza imaginária...A segunda preocupação na vida da Giulia é arranjar um casamento bombástico para sua filha. Paola agora com dezoito anos partilha com a mãe do mesmo sonho. Querem um noivo não só rico, muito rico mesmo; Mas o escolhido tem que ser um príncipe de uma família tradicional, alguém que tenha um nome tão tradicional que eleve a família Ferrare ao topo sem mínima margem de erro...

Uma maneira de conseguir isso é colocar a jovem Paola em uma escola muito especial. Uma escola de nível superior tão diferenciada que as pessoas comuns nem sabem da sua existência. Moças que frequentam essa escola costumam arranjar bons partidos, na verdade a escola serve de passaporte para um bom casamento e no caso um bom casamento é exatamente o que Guilia e Paola, mãe e filha querem...Dizer que é uma escola para ricos é um parecer de alguém muito mal informado. A escola se chama Academia Inglesa para Moças, nome prosaico para uma organização com filiais nas mais importantes capitais do mundo, com um orçamento maior que alguns estados brasileiros e tão sofisticada que o custo anual para uma estudante é de meio milhão de reais! Se fosse só o custo não seria problema algum para a família Ferrare, mas a Academia exige uma indicação de três membros do conselho consultor, que na verdade são dez velhos petulantes todos de famílias muito tradicionais. Filhas de senadores, milionários e até de um presidente já foram recusadas...

Guilia tentou, usou seus contatos, forçou e procurou ser recebida por membros do conselho. Tudo que tentava dava em nada. A família Ferrare não fazia parte da elite nobre do Brasil. Podia frequentar todas as festas, podia ser convidada para banquetes e casamentos quase reais, mas não conseguia entrar no núcleo duro dessa sociedade. Mãe e filha já deprimidas estavam quase desistindo quando receberam do nada um telefonema fantástico! Numa tarde ensolarada e preguiçosa a secretária da Academia Inglesa para Moças ligou e perguntou se seria possível uma visita domiciliar. O Diretor e um Orientador da Academia queriam uma entrevista familiar:

-Sim...sim...SIM!!

Foi só o que Guilia pode dizer. A reunião foi marcada para o mesmo dia às oito da noite. A família toda precisava estar presente e convencer o Nicolas a suspender sua agenda ( comer uma estagiária novata) foi um problema...

Às oito em ponto uma nervosa Guilia recebeu os ilustres visitantes. Paola estava entusiasmada e o Nicolas meio puto...com razão vocês não acham? O Dr Almeida o diretor foi o primeiro a apresentar-se, depois o Dr. Maldonaro o orientador e todos se cumprimentaram formalmente. O diretor aparentando mais de sessenta anos, muito bem vestido e com um olhar perspicaz. Carregava uma grande pasta de couro. O orientador, bem mais novo aparentando uns quarenta anos. Os dois muito educados e passando uma imagem de respeito e de muita seriedade. Depois de uma conversa onde as visitas pareciam dar voltas no assunto e a família não queria perguntar o que eles estavam fazendo ali o anfitrião resolveu oferecer uísque o que foi aceito de imediato, a bebida deixou a situação toda mas solta, os sorrisos começaram aparecer e foi quando o diretor limpou a garganta e foi direto ( ou quase)ao assunto:

-Sabemos que vocês querem a Paola na nossa Academia, excelente escolha! Uma moça bonita como a Paola vinda de uma família tão importante como os Ferrare merece o melhor...Mas as coisas são complicadas...existem problemas e restrições...por favor não entendam mal mas vocês não tem recomendações das pessoas que realmente importam...

Guilia e Paola estavam hipnotizadas nas palavras do diretor, Nicolas desconfortável, ele também queria a filha amada na Academia, mas não pelos motivos da sua esposa, ele apenas queria atender o capricho da filha, ele não dava valor para essas coisas como tradição e nome na sociedade. Para ele o melhor era se livrar logo das visitas, no íntimo estava com raiva porque segundo seus planos ele estaria agora em um hotel de luxo fodendo uma estagiária de apenas dezoito aninhos, um filézinho especial...

O diretor continua:

-Pois então como eu disse existem problemas para a admissão da Paola mas existem também soluções, talvez não ortodoxas mas que podem acomodar nossos interesses mútuos.

Nesse ponto o Nicolas já ficou atento, macaco velho já percebeu tudo, ou ao menos pensou que sim...O velho filha da puta queria algum por fora para aceitar a Paola na Academia! Mas ele não se indignou ou achou estranho, mais do que acostumado com isso quase disse para o velho dizer logo quanto...eu perdendo aquela bocetinha novinha por essa merda, pensou...

Mas ele estava errado e desse ponto em diante a conversa tomou um rumo surreal, algo impensável para as duas mulheres da família e até mesmo para o calejado Nicolas...

O Dr Almeida passou a conversa para o Dr Maldonaro, o que seria proposto era tão torpe que aparentemente o velho não se sentia apto. O orientador muito profissional ou pelos menos tentando parecer começou:

-Bom como podemos ver a Paola é muito jovem, bonita e realmente tem um corpo...interessante!

Antes do constrangimento se instalar ele arrematou:

-Claro...vendo a dona Guilia é fácil saber de onde a Paola herdou seus...atributos!

Agora toda a família estava muito atenta, o que é isso? pensou o Nicolas...mas só disse:

-Não estou entendendo Dr Maldonaro...aonde o Sr quer chegar...talvez se expressou mal?

Neste ponto o Dr Almeida coloca a mão na perna do Dr Maldonaro em um sinal claro para assumir novamente a conversa:

-Sim Dr Nicolas...o assunto é muito delicado, o motivo da nossa visita exige muita diplomacia e eu só peço que escutem o Dr Maldonaro com a mente aberta, aqui somos todos adultos, práticos e acho que se alguma ofensa acontecer as desculpas serão imediatas...

Dizendo isso fez um sinal óbvio para o Dr Maldonaro continuar:

-Bom a Paola pode frequentar nossa Academia...como uma aluna especial...digamos com uma bolsa para seus estudos...

Foi quando o Nicolas interrompeu já se levantando:

-Bolsa??? E por acaso vocês pensam que não posso pagar ?

Mais uma vez o velho, o Diretor, tomou a palavra e dali em diante só ele falou:

-Por favor Dr Nicolas...se acalme...sente-se que eu vou explicar tudo...

O Nicolas sentou-se, pegou o uísque e deu um gole grande, na verdade os três homens beberam de seus copos. Mãe e filha estavam no refri...

O Dr Almeida agora parecia bem mais objetivo:

-Podemos aceitar a Paola na nossa Academia, mas como ela não tem referências do Conselho será aceita como aluna colaborativa. Eu explico e peço com toda a humildade para não ser interrompido...A Paola será aceita na Academia como outra aluna qualquer mas terá que servir sexualmente todo o Conselho, os mestres e os orientadores. Nunca ninguém de fora saberá disso, nem as demais alunas...só as outras colaboradoras que são menos de uma dúzia...

A família ficou muda! O Nicolas vermelho como um pimentão, a Guilia chocada e a Paola surpreendentemente calma, parecia até esboçar um sutil sorriso.

O Diretor continua sem esperar comentários, queria dizer logo o que tinha a dizer e não estava de maneira alguma constrangido, já tinha feito isso dezenas de vezes com sucesso em quase noventa por cento dos casos:

-A Paola será tratada como outra aluna qualquer, com todo o respeito e discrição, o sigilo é garantido e a experiência pode ser...bastante interessante para ela.

Nicolas achou que as coisas chegaram num ponto absurdo e levantou-se pronto para botar os dois na rua quando foi surpreendido pela esposa:

-Vamos ouvir mais Nick...

Ele acostumado a mesas de negociações tensas e assuntos espinhosos passou um rápido olhar nos presentes...O Diretor e o Orientador estavam esbanjando confiança, sua esposa estava interessada...muito interessada e a filha, a mais envolvida na situação tinha um sorriso cínico no rosto...Nicolas estava se sentindo ultrajado, com raiva e agora sim...tinha até esquecido da bocetinha que perdeu por causa da reunião familiar...

Agora o Dr Almeida estava bem mais confiante, falava com segurança e o absurdo da situação a proposta indecente, era apresentada como uma coisa natural, comum mesmo:

-Eu gostaria da compreensão de toda a família, todos os membros precisam participar desta situação. O futuro da menina, da família como um todo está em jogo. A nossa Academia é a chave para a família Ferrare entrar na mais alta, respeitável e sonhada sociedade. Fazer parte da elite dominante é algo que pode garantir o sucesso de gerações futuras para sempre. Isto é o que está em jogo. Vocês não tem a indicação dos conselheiros, essencial para que a jovem Paola seja aceita, então estamos respeitosamente e honestamente oferecendo uma opção justa, uma opção que já foi aceita por inúmeras famílias hoje tradicionais e muito respeitadas em nossa sociedade. Nossas moças sempre e sem exceção conseguem excelentes casamentos...e devo adiantar, as moças que participam das bolsas...especiais, são as que melhores casamentos conseguem pois são as mais habilidosas em algo muito valioso para jovens herdeiros, o sexo pleno!

Ninguém mais da família falava, até o Nicolas estava em silêncio...quieto e abismado. O Dr Almeida passou a palavra para o Dr Maldonaro que continuou e foi mais surpreendente ainda:

-Bom é claro que nossas moças bolsistas não precisam pagar a mensalidade, sei que isso não é dificuldade alguma para vocês, mas meio milhão por ano podem ser bem...interessantes. Mas eu volto a insistir que é esperada a colaboração total da família, a participação nas atividades é essencial. Vejam bem, a filha de vocês vai servir sexualmente os conselheiros, pessoas já de alguma idade e se bem que a maioria aprecie garotas jovens alguns mais conservadores preferem mulheres maduras...questão de gosto, é ai que entra sua participação dona Guilia...não só sua filha será...usada, mas a senhora também será convocada algumas vezes...talvez várias vezes mesmo porque posso observar que...com todo o respeito, senhora tem um belo corpo, deve se cuidar corretamente, não?

O silêncio era total por parte da família Ferrare, Nicolas já tinha decidido que estava sonhando, ou talvez bêbado...Guilia estava paralisada e só a Paola parecia se divertir com tudo aquilo. Largou o sorriso cínico, a carinha de safada e agora ria na cara dura achando a situação toda muito interessante...estava fascinada com o jeito do Diretor e do Orientador, dois safados acabados tentando passar uma imagem de muita respeitabilidade vendendo uma proposta bizarra,imoral e depravada, como sendo algo muito natural!

Mas os dois nobres representantes da Academia ainda não tinham mostrado tudo, como se ainda pudesse existir algo mais pervertido...mas as coisas esta noite foram além da imaginação...

A palavra voltou para o velho, ele agora começou a fazer perguntas extremamente pessoais, principalmente para a Paola que respondeu tudo na lata e aparentemente se divertindo com a reação do pai e da mãe. O Dr Almeida iniciou um interrogatório impensável:

-Paola...suponho que você não é mais virgem...já praticou sexo oral, anal? Se sente bem tendo relações sexuais...algum trauma...dificuldade?

Paola quase rindo:

-Eu faço sexo na boa...senhor. Eu chupo sim e gosto de dar o meu rabinho...se o pau não for muito grande é claro...rsrsrsr

O velho se soltando mais ainda:

-Já teve duplas penetrações? Vários parceiros a mesmo tempo? Participou de orgias?

As respostas da Paola foram chocantes, se era verdade ou não seus pais não saberiam dizer, na verdade ela parecia se divertir com o interrogatório.

Depois o velho passou a interrogar a mãe, a dona Guilia:

-A senhora já traiu seu marido? Tem amantes regulares? Está disposta a ajudar sua filha...disposta mesmo?

Guilia respondeu gaguejando, não nunca traiu e sim queria muito ajudar a Paola...

A situação toda não podia ficar mais estranha e louca mas mesmo assim ficou...O mais novo assumiu novamente e ordenou, de maneira muito educada mas com certeza foi uma ordem:

-Eu quero que as duas, mãe e filha se apoiem na mesa, suspendam as respectivas saias e tirem as calcinhas!

As duas se olharam, depois olharam para o Nicolas que apenas disse:

-Quero ver onde isso vai dar...obedeçam!

Mãe e filha se levantaram, abaixaram as calcinhas e se curvaram apoiadas na grande mesa da sala. Quando suspenderam as saias duas bundas muito parecidas e perfeitas dominaram o ambiente. A mãe tinha bunda e coxas malhadas, bem cuidadas em academias e esteticistas. A filha na flor da idade tinha uma bundinha linda, bem carnudinha e coxas muito gostosas.

O mais velho se aproximou do Nicolas:

-Agora vamos contar com sua participação! Como dissemos é importante que todos os membros da família participem...

Dizendo isso o Dr Almeida abriu sua pasta e retirou de dentro um conjunto variado de consolos, plugs anais e vibradores e instruiu o agora dominado Nicolas:

-O senhor vai agora penetrar sua filha e sua esposa com esses acessórios, ao senhor cabe essa honra, é um ato simbólico e significa que está de pleno acordo com o uso e abuso da sua filha e da sua esposa pelos expoentes da nossa organização!

Nicolas começou a protestar de maneira tímida, o que estava acontecendo deixou ele desnorteado, foi muita audácia e os dois doutores devem ter usado técnicas avançadas de convencimento, a família toda estava subjugada, sem ameaças e sem violência...apenas explorando desejos, complexos e vontades latentes. Com certeza os dois eram mestres dominadores iniciados em técnicas psicológicas poderosas...Quando Nicolas começou a falar ouviu sua esposa:

-Apenas faça Nick ! Não se finja de chocado, já fizemos coisa bem pior aqui mesmo nesta mesa...

Logo em seguida sua filha, a doce Paola:

-É papai...pode meter gostoso! Não vai ser nossa primeira vez...não é mesmo...paizinho?

O que se seguiu foi uma depravação total...cenas dantescas, sujas e degradantes. Nicolas endoidou e usou os acessórios sem escrúpulos, meteu forte na esposa e na filha, as bocetas e rabos foram devidamente arrombados, gritos, gemidos e palavras obscenas encheram a sala da família Ferrare enquanto os dois nobres doutores imperturbáveis não se permitiam nenhum comentário, apenas deixaram escapar leves e controlados sorrisos de aprovação.

Paola foi aceita na Academia Inglesa para Moças. A família Ferrare deu uma festa muito concorrida para comemorar o novo status da jovem Paola Ferrare. Pela primeira vez famílias realmente importantes da sociedade aceitaram e compareceram a festa dos Ferrare e muitos tinham uma inveja forte no olhar. Paola cercada de jovens, lindos e ricos pretendentes até esqueceu de sua peculiar situação...na primeira semana de Academia, praticamente todos velhos do Conselho quiseram provar o novo rabinho, ela estava toda assada e arrombada...fazer o que?

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
22/10/2016 00:12:43
Da hora
21/10/2016 12:13:47
Otimo!!
21/10/2016 10:10:57
Amigo dattobarbalha, seu conto é interessante e tem uma pegada gostosa.Para quem disse: “ Não costumo fazer isso mas depois que escrevi este conto me assustei”.Não fique assustado esse tema tem muitas novidades e variedades a serem narradas.Parabéns pelo conto e continue escrevendo suas histórias.




Online porn video at mobile phone


uma coroa beim gostoza foi asautada pra traza a focacontos eroticos sendo arrombada por dois machos que chupam gostoso minhas tetasXvideo nao sabia que aquendaria aquele mostro no meu cusinho vou contar como foitarado alisando e pasando a mao e metendo o dedo na xoxota da filhota novinha timida depois empurra o pau devagar ate gozar dentrovídeo pornô homem com p********* e grosso apanhado muito em cima da moça virgem descabacei ela botando devagarzinho só a cabecinhabranquinha com bucetao de eguahttp://animais gozando na busetas d mulheres d correr porragostosas apimentadinha de tesaoContos eróticos gay iniciação sexual na infânciacasa dos contos gay Romance HubrowContos ruiva peituda novinha d baby dollcontos eróticos meninas de 25 anos transando com sua calcinha preta com lacinho vermelhoCasa dos contos eroticos aula particularpia pauzudo come cadela no ciovídeo de fodas cumendo a sobriga gostosasou marinheira contos eroticospadretaradocontosFoto de homem baxinho picudover buceta de egua enfiando estojo de gozarrabetao biteloxvidio mulheris gostosas trocando obiquinho de banho no banheiroassistir filme pornô bem gostoso amassadinho e shortinhos e gozando porrazoofilia com cadela no pri mero ciofiumeporno minisaia encoxadanovinha loira nao aguenta no anal e ped pa parrasogra ver o pau genrro nao recisti pornodoidocontos crente casada quis experimentar no cu e se arrependeuhq eronticoscorno.levando chifre na sua carAcontosvįdeos porno com prętas atraves da paredebundas grandes. apavoradas torturaistoria da netinha qui o banhava lavando su cuminha sobrinha pequena pediu um celular e sentou no meu colo e se esfregava contosapertatinhas lidasPika gotoso na picrita rebatendo babãoxvideos coroas com tesao pedindo alguém pra chupar sua xota gemendo aiiiiiiii vouuuuu gozarrrrrporno namorada nao gue da cu mai eu votetabrechei.minha.mulher.chupando empregada contocontos eroticos gay a cria e domesticação de Novinhos para ser escravo de coroas submissocunhhada n reziste em ver o tamanho do pal do cunhadoprovoquei meu padrasto com roupas curtinnhasxvideos memento de dormai ensenado a filha. chupar a pica. do paisexo em familìa safadao ver novinha de roupas curta e fica b punheta pensando nela e ela nao gostouxvidios homens do pau grande metendo com pressão e elas debruço e gozando dentrocontos de sexo depilando a sogranovia comesando a nasce pelo na buceta etocando siririca pela primeira vezSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhacontos de sexo depilada na praiacontos eroticos titias putas sobrinhos roludosvideos e tags de coroas sentindo tesao vemdo filme de fodacasada com raiva do marido so querer ir para o bar sai e da a buceta para estranho no motelmãe rabuda de vestidinhos curtíssimo lavando louça e sem calcinhaconto eurotico academia com o menino bundudotransas em araruamaconto eroticos variss garotinhas muito novinhameu patrao agiota ele fudeu minha buceta virgem conto eroticocumi a putinha da daiane encostada na paredewww.brincandodaquilo.com vídeos pornoCai debocanomeu buset setaocontos eroticos eu aprendi beijar com minha irmaa mulher se arreba negao em fim todinho na buceta sua bola entra na bucetabaixar vidio porno mã colocando. bruza roza en sua filamigo do meu maridinho tinha uma rolonatodas gislaine postou buceta zapeu, minha namorada, minha namorada e meu tioconto de comi o cu da diarista novinha na minha casacontos eróticos meninas de 20 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhoporno doido so chupança de buceta. com muita fomeporno secretaria aser estupprada no escritorio e gozada dentro da vagina sem ela quererdei pro mwu treimado gozandoporno vovo sacudo dormindo netinha cafe camavideo pic esconde pelados meninas e meninoscontos gay limpar a casacontoerotico minha namorada, minha mae e meu tioconto erotico velha casada banca negao pirocudoxxvide pono gratis gemo e gritanopau superdotados gozando na testa.da.buceta Grandecontos eritico acustumou da o cu com tudo mundo dormindoDalvinhapornoconto erotico mulher transa com cachorro por chantagema tatuagem na bucitalevantou o lencol pra espiar a gostosa e bater punheta xvideomor olha metelão peladaeu quero pornografia pornografia as meninas retada os cabelo achando tudo grandecontos eróticos casei com minha professoracenas de mulher com medo de pau gigandeadryelli pornodoidocontos eróticos de homens peões de obras fazendo sexo com outros homensPeito bunda echupa piroca e chupa pererecaporno conto erotico irmao egua