Provocando...


Um conto erótico de Luiz Cláudio
Categoria: Heterossexual
Data: 31/10/2016 20:01:25
Última revisão: 14/03/2019 19:37:48
Nota 10.00

Já publiquei aqui outras histórias de minha esposa com outros homens, vividas comigo ou não. Esta que vou contar agora é da época que ela ainda não havia perdido o selinho mas morria de tesão e aproveitava as brincadeiras que rolavam com os amigos da rua para descarregar o tesão reprimido.

A noite a garotada toda saía pra rua pra brincar e era então que a sacanagem acontecia.

Uma das brincadeiras que mais gostava era de Pêra, Uva, Macã, Salada Mista. Para quem não sabe como é digo que com um certo número de meninos e meninas, sorteia-se quem vai ser o(a) primeiro(a) a escolher a fruta, tipo; se começar por uma menina, alguém fecha seus olhos e coloca os meninos um do lado do outro e vai parando na frente de cada um e perguntando: "É esse?" Se a pessoa dizer NÃO, para na frente do próximo e repete a pergunta. Caso a pessoa diga SIM, é perguntado se quer Pêra (aperto de mão), Maçã (abraço), Uva (beijo no rosto) ou Salada Mista (abraço, beijo no rosto e beijo na boca de língua). Mas deve-se misturar a ordem dos meninos, para que a pessoa que está de olhos fechados não saiba na frente de quem ela parou.

As amigas já sabiam de que menino cada uma gostava e quando era a vez do carinha preferido era dado um sinal para que ela dissesse SIM e escolhesse Salada MIsta. A Cássia já ia pra rua pra provocar, sem calcinha, só com um shortinho de lycra pequenininho e apertadinho que deixava a bunda à mostra, a bucetinha marcando o short e uma camiseta de alcinha, sem sutiã, mostrando os biquinhos dos seios durinhos de tesão.

Os meninos, quando viam ela assim, já ficavam doidos de tesão e sabiam que a brincadeira naquela noite ia ser boa.

Um dos meninos que ela tinha muito tesão e adorava provocar era o Joel. Quando chegava na frente dele, a amiga que estava fechando seu olho apertava mais a mão dando o sinal de que era ele que estava na frente da Cássia e ela escolhia Salada Mista. O abraço e o beijo no rosto era dado na frente de todos, mas na hora do beijo na boca ela dizia que tinha vergonha de beijar na frente de todos e pedia pra ir pra trás de um muro que tinha na rua.

Lógico que todos deixavam, pois já sabiam da armação e também seriam agraciados com esse presente (de ficarem sozinhos com ela) e ela com o Joel iam pra trás do muro e a sacanagem rolava gostosa. Ele a abraçava forte e colava seu corpo no dela, encaixando o pau naquela buceta marcada pelo shortinho e beijavam-se alucinadamente. Era aquele amasso de pré adolescente, de arrepiar mesmo. Ficavam mais de cinco minutos se beijando sem parar. Ela adorava sentir o pau duro roçando na bucetinha protegida pelo tecido fino do shortinho, enquanto ele passava a mão na sua bunda e nos seus peitinhos. Ela se esfregava naquela rola o máximo que podia. O tesão ia a mil...

Quando voltavam, o volume no short dele não deixava dúvida do que tinha se passado e os mamilos durinhos dela furando a camiseta também não. Os outros meninos ficavam doidos de tesão e como ela não era boba, brincava assim com os outros também. Ora era o Cláudio, meu xará (do conto Rolou uma química entre eles), ora o Paulinho, por quem ela sentia muito tesão também, e o Zé Roberto que ela adorava beijar.

O Paulinho era o mais sacana e tarado de todos. Quando era a vez dele, ele falava que queria Salada Mista Especial. Iam para trás do muro, ela se virava de costas e ele a abraçava forte por trás e encaixava o pau naquela bunda deliciosa com a popa de fora e beijavam-se com ela virando a cabeça pra trás. Ela rebolava no pau dele enquanto se beijavam e ele quase sempre gozava, roçando o pau naquela bunda e dedilhando a bucetinha dela por cima do shortinho fininho. Chupava o pescoço, enfiava a lingua na orelha dela, deixando ela toda arrepiada de tesão. Parecia que o mamilo dela ia estourar a blusinha fina. Ele era o único que ela deixava tocar na bucetinha. Ela gemia de tesão e rebolava mais ainda na rola dele. Era de longe o mais tarado e ela adorava esse jeito dele. Ele ainda falava sacanagem no ouvido dela, do tipo:

- Um dia ainda vou comer essa bundinha gostosa. Quero ver você rebolando com meu pau dentro desse cuzinho lindo. Vou meter ele todo nessa buceta meladinha...

Para cada um era um presente diferente. O Cláudio pedia pra ela rebolar sentada no colo dele, enquanto ele a segurava firme pela cintura. Encaixava o pau naquela bunda e deixava ela se esfregar o quanto queria. Depois sentava de lado e se beijavam gostoso.

Outra brincadeira que ela adorava era pique-esconde. Os meninos só queriam se esconder com ela. No esconderijo ela ficava na frente e o amigo a encoxava por trás, enquanto ela rebolava na rola dura dele.

A primeira vez que ela pegou num pau, de verdade, foi numa brincadeira dessa e tinha que ser com o Paulinho.

Estavam no esconderijo quando ele pediu pra ela dar uma pegadinha no pau dele. Ela recusou mas ele insistiu dizendo:

- Ninguém vai ver, nem saber. Só a gente. Fica como segredo nosso. Você vai gostar de sentir o pau duro na sua mão. Dá só uma pegadinha pra você ver...

Quando ele botou o pau pra fora, ela sentiu o coração bater na boca, de medo de aparecer alguém, mas ele a acalmou dizendo que ficaria de olho para não serem pegos de surpresa. Ela então pegou timidamente e logo soltou dizendo:

- Pronto, já peguei, agora chega.

Ele insistiu:

- Eu nem senti, pega direito que eu vou te ensinar uma coisa.

- O que é? Quis saber ela...

- Tocar uma punheta. Quando você pegar no pau de alguém, faz isso, pra ele ficar bem duro. Você que gosta de provocar os meninos, vai deixar qualquer um louco de tesão por você.

Ela segurou de novo e ele foi dirigindo a mão dela pra cima e pra baixo que era para ela ver como era gostoso sentir o pau crescendo ainda mais, na mão.

- Seu pau é grande, né Paulinho! Eu sentia ele roçando na minha bunda, mas não sabia que era assim...

Aos poucos ela foi se acalmando, se acostumando com o pau na mão e ele deixou ela tocar a punheta sozinha, dirigindo-a nos movimentos, na velocidade, pedindo pra ela não parar, pra ver ele gozar.

Aos poucos ela foi pegando o jeito de tocar e dali a pouco ele falou que ia gozar. Pediu pra ela acelerar e quando veio o gozo, pediu pra segurar o pau com a pele puxada toda pra baixo e deu várias esguichadas de porra no ar. Ela sentiu pela primeira vez o leitinho quente escorrendo pela mão. Adorou aquilo. Depois limpou a mão no muro mesmo, beijaram-se rapidamente e ele quis saber se ela tinha gostado.

- É gostoso sim. Ele fica muito duro quando vai gozar, né? Que delícia! Senti tesão, mas vamos embora, porque já demoramos muito.

Ele terminou de limpar o pau, botou pra dentro do short e disse que da próxima vez ia ensiná-la a fazer um boquete.

Na hora ela disse que não, mas, depois, achou que devia ser uma delícia chupar um pau até o cara gozar e sentir o gosto daquele leitinho quente na boca. Sem contar a sensação deliciosa de se sentir subjugada pelo macho gozando na sua boca e ser obrigada a tomar o leitinho dele, todo.

Mas essa já é uma outra história.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
09/05/2019 18:14:23
Muito bom.
29/03/2018 08:18:22
Adoro casadas novinhas e noivas..Whats ( vinte dois) nove,nove,nove,três, cinco, um, três, um, três .
24/08/2017 09:51:10
Show de conto, Luiz Claudio. Me fez voltar no tempo e relembrar as brincadeiras nada inocentes que a gente fazia. Não brinquei de fruta como a tua esposa, porém, essa de esconde-esconde me proporcionou vários momentos com muitas maluquices. Rs. Nota máxima com louvor. Bjs, Val.
16/03/2017 09:20:47
Adorei, me fez lembrar as ¨brincadeiras¨ inocentes com os meninos da nossa rua. Valeu...dez! Brigadão pelas avaliações nos meus contos. Beijaaauummm*-*
19/11/2016 16:19:15
Saudades desse tempo. Maravilhoso conto.
01/11/2016 06:24:14
delícia, bons tempos, continue

Online porn video at mobile phone


fazenda 2018gostosa se masturbano e gemendo em vídeo de mulher pelada nua vídeo mulher pelada mostrando o pinto também amor quer vir aqui também é muito periquita Minha louca vida de mulher pelada nuaPatrine da do 21 pelada mostrando a b*****irma no cio chupa tudo sem frescuraXvideo entiada traído a mãe com o amante e gozando muitobaiana fragada gostandogostosa vou catucar sua bobacontos gay novinho e belmiro continuacaocontos sofia cobre a sandrine pra mim papaixxvideo asistir homem corendo a cabessa na buceta da mulhermae forssando a filha movinha a fuder com o paiengolindo porta no ônibus na viagemcontos eróticos cagando na minha bocaXnxx grisalhos negros pau de cavalo arregassando buceta das loirasviagei a trabalho e meu noivo virou corno o homem me dominou contos com empregada domésticaxvideo conto de. chifradeiraContos eroticos casada escrava do amantemeu cu sendo totalmente preenchidominha namorada deu o cuzinho no jogo da verdade ou desafiopornô queridinho da titiaPenis flacido castrar contoscontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontos eroticos esposa na baladaconto erotico o velho me comeuordenhando o amante piricudomunhe engulido a gala sem tira u pau da pocacontoseroticosgay submisso de vestidinho para seu macho foderpenetracoes cavalaresgerente rabuda da pro ospideconto erotico funk peladabucetinha encomendadapatricia vizinha casada safada gemendoporno gay caralhos enterrados na bouca mundobichanovinha de sai deincha ver a bucetaContos eroticos sou obrigada a fazer nojerasfotos porno ebano e marfimvidios pornnou que mae e filha tranza com o meismcontos picantes de amor gaysmulher tarada por cavalo cavalo Thor ela de quatroporno tirei o pau veio bosta bizarrocontos eiroticos leilapornxvideo tara com apacoteiracontos da queli tezudinhameu marido me chupava enquanto outro me gosava vidiox vidio porno pegui a mulhe casada de saia na festa puchei a calsinha comiO q uza na odor na vajina da mulherbonecadoprazeconto dupla penetracao com negrascontos eiroticos leilapornxvideo sogro taaviado tocando punheta para o homem fazendo fio terra e gozando tudo na mãolouras peludas taradas fudedoras malucas chamando palavraocontos eronticos buraco na paredeporno filho comendo a mrabuda dormindovídeos caseiro de mulheres safada matutar. comeu o cu da filha do patrão novinha de17 pornodoidox negona budona lascadaContos chupando a buceta gostosa da janaraaprendeu a gostar de pica com mulherenprezaria comendo epregado xvideoAs Panteras o padrasto irmaos maecontos eróticos mae peituda e filho magrelocontos erotico minha mae insistiu eu fazer nudismotitio caralhudo noivo corninho safado noiva putinha contos eroticosAte o primo do corno ja me fudeua tia zoofilia pegada no caocontos eroticos patroa lesbicaVideos de sexo brasileiro nem naceu cabelo na bucetinha virgem e ja ta metendo com pauzaopornô mulher começando a ficar mexendo falando Bom dia Ana movimentando movimentandocontos eroticos minha filhinha meu amor minha vida cnncantorarozana peladapriminhos na ferias do colejo fazem muita putariaconto foto pirua cacetao gozada sexo com mulheres q penden para de da o cu pois ta doendoxvideo potra quarto de milha vissandoxvıdeos porno novınhas do paequero ver mulher de vestido curtinho mostrando o bumbum fazendo movimentona camacontoseroticos/comadre rabudaO jostin biber.diz que.si cemti sotio comedo a sobirnha dacasadoscontos casal adora negros comedor de cu c/fotos reaisaprendendo a ser puta no tapa/contosouvir contos eroticos narrados de gueis tranzando loucosContos eroticos : transei com a cavalona loura da xotona peludanovinhas que gostan de fica só de shortinho para ecita paikero.buctanerds gays conto eróticoxvideos cu estalo rompendo as pregras fazendo barulhohomens maduros de barba peladospan perdendo avingidade com tranksencoxada bem arroxada