Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Gostosa violação

Um conto erótico de DanyCadelinha
Categoria: Heterossexual
Data: 14/06/2016 12:08:14
Nota 9.75

"""COMO UM SIMPLES PASSEIO COM MEU VÔZINHO 50 ANOS MAIS VELHO, SE TRANSFORMOU EM UMA GOSTOSA VIOLAÇÃO ME DILATANDO TODA, POIS AQUELE VELHO ENCORAJADO POR SUA NETINHA, FODIA COMO UM...ANIMAL""".

Desde muito pequena o sexo me chamou muito atenção.

Espiava meus pais, que eram muito ativos sexualmente, escutando através da porta, sentia algo estranho que não sabia o que era quando meu pai a penetrava, com o passar do tempo aprendi a me masturbar desejando perder minha virgindade...não passou muito tempo, um vizinho amigo de meu pai, casado, foi o sortudo a arrebentar minha preciosa virgindade, foi um único encontro e rápido, as escondidas, dentro de seu carro, foi o tempo de abaixar minha bermudinha jeans, chupar minha bucetinha e enterrar seu pau, não foi como eu desejava, porém isso abriu as portas de um mundo de possibilidades.

A natureza e a herança genética de minha mãe, me dotou de um fisico muito atrativo apesar de ser ainda muito novinha...pele branca...nariz pequeno e fino, nádegas redondas e muito sensuais.

Depois de meu vizinho, tive alguns encontros com meninos de minha idade, porém nada de importante, então me fixei em homens mais velhos, experientes.

Me dei conta que era um imã para homens maduros por ser atrativa, sensual e bem ninfetinha.

Até que o inevitável aconteceu, chegou o aniversário de minha avó e me obrigaram a ir.

Meu avô tinha vários negócios e sua vida financeira ia muito bem, nunca fui muito apegado a eles e devo dizer que sentia certa repulsão por meu avô, por suas atitudes, que apesar de ser sua neta, eu notava que sempre olhava para meus seios quando ainda brotavam em meu tórax quando era bem pequena, o velho degenerado me sentava em seu colo e agora que tenho mais idade dei conta daquela coisa dura que sentia cutucar minha bundinha, por certo que era a pica dura do velho safado.

Chegamos, saudei a todos e entre eles meu avô, de imediato senti seus olhos sobre meus seios (não o culpo pois apesar de pequenos são perfeitos), porém não dei muita importância e assim transcorreu o almoço junto a meus tios e primos.

Estávamos no pátio de sua grande casa, quando meu avô próximo a meu pai me segura pela cintura e comenta como linda está sua neta...eu sorri, nada mais, tratando de não demonstrar o asco que tinha dele...a tarde foi transcorrendo normal enquanto percebia como ele me desnudava com seu olhar, pensei então que poderia obter alguns beneficios daquele velho tarado e muito rico.

Esperei que ele estivesse ausente dos outros, quando entrou em sua casa, o segui...entrou no banheiro e quando saiu o abordei dizendo que queria falar com ele...de imediato disse que sim e fonmos até seu escritório fechando a porta, novamente me disse a bonita em que eu estava e outros elogios, até que me perguntou o que necessitava, percebi o quanto me olhava com desejo, eu estava com uma mini bem curta e uma blusinha bem apegada ao corpo.

_Vôzinho vou me formar no colégio no fim do ano e gostaria de uma grande festa!!!

Se aproximou de mim, pegou em minha mão e disse que não haveria nenhum problema, que teria a festa mais especial de todas, e terá um vestido mais belo que de todas suas amigas... dando-me um forte abraço e dizendo que me amava sendo sua netinha querida...foi um abraço mais apertado do que todos...tudo estava perfeito até que ele me surpreendeu...

_Mas quero um presente seu também meu anjinho!!!

_O que o senhor quer vôzinho???

_Com o tempo você vai saber querida...com o tempo!!!

Sorri para ele não deixando transparecer como estava nervosa ao ouvir aquilo, estava entrando em uma baita roubada.

Tudo se transcorreu até melhor do que eu havia planejado, foi a festa dos sonhos e percebi como estava aos poucos gostando do degenerado de meu avô, com o passar dos tempos seus carinhos se tornaram mais intensos, seus olhares se perdiam em meus pequenos e duros seios enquanto acariciava meus cabelos, segurava em minha cintura, sabia quando aqueles gestos eram de carinho ou buscando algo mais, e no caso dele, não eram de simples carinho...

De todas as maneiras não me importava, meu avô tinha muito dinheiro e faria o máximo possivel para me dar bem...foi assim que comecei um pequeno joguinho com ele, se mostrava sempre muito carinhosa, as vezes lhe fazia massagens em suas costas fazendo chocar meus seios em sua cabeça e ele me dedicava cada vez mais atenção, me convidava a sair mais vezes ao shopins me comprando roupas, presentes, e dizia que se sentia muito feliz estando ao meu lado, aos poucos estava deixando ele me seduzir ou assim o fazer pensar...seus olhos brilhavam de desejo por sua netinha.

Ele estava quase chegando aos 70 anos, é alto, gordo, quase calvo, sempre muito elegante...a sua idade estando como uma pessoa como eu, 50 anos mais nova era um sonho para ele...pouco a pouco ele foi pegando mais confiança, até que começou me dando pequenas palmadas em minhas nádegas, no que ao longo do tempo se transformaram em pequenas caricias, suas mãos as vezes roçavam minhas pernas, cada vez mais acima.

As caricias de sua parte eram cada vez mais evidentes, eu sentia que a qualquer momento, ele daria o primeiro passo e assim o fez, me disse que tinha uma reunião com alguns exportadores e queria que eu o acompanhar para fazer-lhe companhia durante a viagem sendo que minha avó não estava bem de saúde...obviamente lhe disse que não haveria nenhum problema...então falou que passaria as 06 da tarde e que dormiriamos lá para que no outro dia logo cedo seria a reunião..

A meus pais obviamente não pareceu nada de estranho que viajasse com ele e assim partimos já desconfiada do que poderia acontecer.

Chegando me deixou no bar do hotel bebendo um refrigerante enquanto providenciava nossos quartos, quando voltou me disse que havia um problema desagradável, que a reserva que havia feito era para somente uma pessoa e que não havia mais quartos vagos...sabia que aquilo era uma mentira, porém de imediato disse que não haveria problemas quanto a isso, que ele era meu avô e que mal haveria em dormirmos juntos apenas por uma noite.

Eu sabia muito bem que aquela reserva nunca existiu, que ele havia preparado uma armadilha para se aproveitar de mim, e essa noite conseguiria, eu atuava da maneira mais ingênua para que não percebe-se que sabia de seus incestuosos planos...já sabia eu que não haveria reunião nenhuma...era um quarto luxuoso, com vista para o mar, e uma cama bem grande, lhe dei um beijo no rosto e um abraço apertado, descemos para comer algo sabendo o que me esperava ao subir ao quarto.

Ao retornar ao quarto lhe disse que colocaria minha camisa de dormir, dizendo que não havia trazido um pijaminha pois não imaginava que iria dormir num mesmo quarto com ele,, imaginava seguramente o que aquela noite iria lhe proporcionar, me tranquilizou que não se preocupasse quanto a isso, que eu era sua neta e que ele também apenas dormiria com roupa interior.

Entrei no banheiro ficando nua colocando a camisa, era impossivel que ele ficasse indiferente a isso, semi transparente, cor azul, me via como uma deusa no espelho, meus pequenos seios apenas se tapavam na área dos mamilos, minhas pernas e minha bunda apenas coberta com uma pequena tanguinha, vestida assim como uma verdadeira putinha, sai do banheiro, onde ele me esperava deitado na cama.

Quase lhe enfarta me vendo vestida assim, caminhando sensualmente pelo quarto, desculpando-me por estar vestida daquela forma pois não imaginava aquela situação desagradável...dele quase não saiam palavras, dizendo que eu estava linda, com uma cara de tarado imaginando tocar sua preciosa netinha...me deitei a seu lado, dando um outro beijo em seu rosto desejando boa noite quase colocando meus seios em sua boca, para logo dar-lhe as costas pedindo que apagasse a luz.

Porém ele não o fez, me agarrou por trás atuando como se fosse apenas um carinho, porém senti de imediato algo duro contra minhas nádegas, não deixei ele perceber enquanto alisava meus cabelos dizendo que tinha uma neta muito bonita e que tinha muito o que aprender...sua mão deslizou dentro do lençol e tocou meu quadril e logo desceu até minha bunda acariciando suavemente...me mostrei surpreendida, movendo meu corpo me distanciando um pouco.

_Você é linda...Dany!!!

_O senhor diz isso porque sou sua netinha???

_Não...lhe vejo como mulher!!!

_O senhor acha que sou linda???

_Divina meu amor...divina...você está gostando de meus carinhos???

_Mmmmm....sim avôzinho...embora isso me deu calor!!!

_Deixa eu afastar o lençol...fica melhor assim!!!

_Sim ...agora ficou melhor...estava com calor!!!

_Mmmmmmm...suas pernas são lindas!!!

_Acha mesmo???

_Ho minha princesa...claro que sim...são suaves e macias!!!

_Você é maravilhosa

_Não sei...acho qu estou um pouco gorda!!!

_Você está louca...jamais!!!

_Mmmmm,,,princesa, eres uma deusa, não precisa perder nenhum kilo...você foi esculpida a mão!!!!

Senti sua mão então sobre minha bunda...

_Ho meu céu...você tem uma bunda divina!!!

_Vôzinho...o que o senhor tá fazendo???

_Fazendo carinho em minha netinha querida!!!

_Não...ai nãoooooo!!!

Tirei sua mão quando acariciava o tecido de minha tanga sobre minha vagina...

_Por que não meu amor??? é somente um carinho!!!

_Eu acho que não fica bem!!!

-Hooo...minha linda menina...não resisto a sua beleza juvenil!!!

_Ahhh...vôzinho...para com isso...eu não quero!!!

_Por acaso não está gostando de meus carinhos???

_Sim...mas é que...!!!

_É o que querida??? você não está gostando???

_Não sei...me faz pensar coisas!!!

_Que coisas???

_O senhor sabe muito bem...coisas!!!

_A mim também me passam coisas!!!

_É que sou sua netinha...se esqueceu disso!!!

_Imagina se meu pai descobre???

_Nimguem vai saber...será um segredo nosso!!!

_Lembra que te disse que iria te ensinar coisas???

_Ahhh vôzinho...o que tá acontecendo com o senhor não imaginei que queria se aproveitar de mim!!!

_Você não imagina como estou quase explodindo!!!

_Imagino sim...dá para perceber!!! mas é melhor pararmos por aqui!!!

_Mas você não está gostando???

_Sim...mas não está certo...sou sua neta...e meus pais confiaram no senhor!!!

_Olha...será nosso segredo...podemos nos divertir muito essa noite!!!

_Vôzinho é melhor que o senhor durma...está me deixando nervosa!!!

_Relaxa querida!!!

_Meu amor...sejamos sinceros...veja como nós estamos me deixa faze-la minha por esta noite!!!

Dali para frente não haveria como voltar atrás...meu avô me abraçou firme por detrás e acariciava meus peitinhos...sentia a pressão de seu pau sobre minha bunda e a violação era iminente, aquelas caricias estavam me deixando com um enorme tesão.

Me colocou de costas e beijou minha boca, me dava um pouco de asco beija-lo, porém aguentei sua lingua metida em minha boca...manoseava minhas tetas e minha bunda, até que cortou os beijou e foi se deliciar em minhas tetinhas, a sacou para fora e a engoliu chupando fortemente, o deixei fazer tudo o que quisera com elas, agarrava com suas grandes mãos apertando fortemente esfregando pela cara.

Se ajoelhou entre minhas pernas, mirando sua netinha semi desnuda, pernas abertas e com apenas uma tanguinha minuscula cobrindo seu sexo, afundou a cabeça e a lambia sobre o fino tecido, colocou o pano ao lado e dai sim meteu a lingua, imediatamente me excitei, reconheci como ele sabia fazer gostoso...

Em meio as caricias, meu avô segura minha mão e leva até entre suas pernas para que o tocara também, obediente estiquei minha mão para trás e meti por dentro de sua roupa interior, encontrei um pedaço de carne de dimensões descomunais, surpresa comecei a acariciar aquele membro que era de pelicula porno...jamais havia imaginado que alguém teria um pau daquele tamanho e em minhas mão e muito menos dentro de mim, enquanto o punhetava gostoso me excitei sobre maneira pensar se era capaz de colocar aquela coisa enorme na boca...

-Nossa vôzinho...o que é isso???

_Você gostou dele???

_Ela é enorme!!!

_É que realmente é muito grande!!!

Ela então me solta e fica nu em minha frente, meus olhos brilharam perante aquele pau de dimensões incriveis...jamais passou por minha mente que meu avô teria teria semelhante coisa entre as pernas...

-Dá um beijo nele princesa...dá!!!

Me acomodei um pouco mais abaixo, agarrando com ambas as mãos, era tão grossa que minha mão não conseguia abraça-la por completo.

A chupei com todas minhas forças enquanto sentia a mão dele acariciando minha bunda, nunca imaginei que um dia iria chupar um pau tão grande e só de imaginar aquilo tudo dentro de mim, minha bucetinha se molhou.

_Isso minha querida...engole o pau de seu avô!!!

_Mmmmmmmm!!!

_Agora chega querida...sobe em cima de seu avô!!!

Havia chegado o momento, não podia negar que morria de vontade de ter tudo aquilo dentro de mim...rapidamente saquei minha tanguinha para que entrasse sem problemas e montei sobre ele...logo aquele cabeção estava na posição indicada, fui deixando meu corpo cair e sentindo como toda minha bucetinha era ocupada por aquela descomunal pica...fui descendo e descendo e o pau de meu avô não parecia ter fim, causando muita dor pela grossura e dimensão...comecei a me mover para cima e para baixo tentando enterrar todo aquele pau dentro com as mãos apoiadas em sua barriga...sentia minha buceta cheia daquele enorme pedaço de carne dura, meus gemidos saiam de minha boca expontâneamente a cada cm. que entrava rasgando minhas entranhas.

Logo estava de quatro na cama como ele me havia pedido com minha bunda empinada, ele abriu minhas nádegas e chupu meu cu virgem, logo me pega pela cintura, não tive tempo de lhe pedir que não enterrasse tudo, ele segurou firme minha cintura, minha buceta recebeu toda tranca me fazer gritar guardando ela por completo até o fundo, seu tronco chegou a lugares jamais explorados, vai tirando quase por completo para depois voltar a socar até o fundo novamente causando muita dor...seu pau entrava e saia com perfeição em minha buceta...então primeiro enfiou um dedo em meu cu para depois colocar um segundo, foi o que bastou para eu ter um orgasmo intenso fazendo meu corpo agitar em espasmos, meu corpo se amoleceu me deitando de barriga sobre a cama, ele continuava socando com ferocidade, percebi certa agitação nele, sacou seu pai, me virou e me puxou pelos braços me fazendo ajoelhar ainda sonolenta pelo forte orgasmo, implorou para abrir a boca e socou seu pau dentro começando a fode-la com força, aquele tronco começou a inchar e recebi o primeiro jato, após mais um e logo mais dois explodinaod em minha garganta, pela primeira vez engoli porra, achei o gosto muito estranho, quando abri os olhos vi seu pau em minha frente ainda pingando e algumas manchas de sangue no lençol da cama.

No outro dia cedo acordamos exaustos, minha buceta ainda estava dolorida, fomos nos banhar juntos e começamos a nos acariciar, meu avô se ajeitou por trás e me penetrou com força, seu pauzão entrou sem muita dificuldade, me sentia perfurada, passou alguns minutos e meu avozinho não suportou mais, meteu uma ultima vez até o fundo e começou a descarregar porra dentro de sua netinha que sentia como sua bucetinha se enchia de leite.

Jamais pude crer que meu avozinho iria me fazer chegar a orgasmos surpreendentes, transamos por mais algumas vezes as escondidas, alguns meses depois ele morreu me deixando com muita saudade daquela pica deliciosa....

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
16/06/2016 22:53:12
Que safadinha que você netinha foi com o seu avô se quer sentir outra vez rola grande e grossa me diz algo pelo te espero safada
16/06/2016 08:55:01
O cu dela é virgem ...aproveita!!!
16/06/2016 08:54:01
Rasga as preguinhas do cu dessa safada...ela merece!!!
16/06/2016 08:48:02
Faltou torar o cu dessa piranha...arromba o cagador dela!!!
14/06/2016 13:59:21
adooorei seu conto netinha, veja os meus tambem
14/06/2016 13:56:21
hum quero te fuder gostoso tambem me add




Online porn video at mobile phone


carolzinha santos com muito putaria trepanoXvideo/deixei o cara encoxar a piroca e gozar "ônibus"vidio porno crente curioza pra parA pega pica eacaba sendo estrupada ela cota tudopai a reda causilha da filha enchi a bucetilha dela di porramagrela ficou encavalada na pica do negso"caralho entalado" contovideos dotado na praia de nodimomundobicha chupando pau na infanciacontos sexo 10 aninhos curiosabuceta dq mulher esgacada ganhanfo brbeXnnx fragei de calcinha e passei a maocontos eróticos menina dando o cuzinho vídeo safado mortalidadevídeos pornô de loirinha bem gostosinho socando o dedo no c****** cabeludocontos eróticos na famíliatio e sobrinhadoce nanda parte IV contos eroticosnao era pra enfiar no meu cuzinho virgemconto erotico viadinho vestiu calcinha na casa abandonadatenho tesão em jogador suado sexo gay preparar novinhos a perder o cabacoXVídeos mama brusquetaminha sogra japonesa liberou sua buceta pra mim fuder sua buceta conto eróticoesposa trai o esposo com mulato de 1:90contos gay belmirocontos eroticos madame bunduda submissa completaposicao papai mamae ponodoidoGincana se gosadasmeto cazeiro pra ajeitar pau tortoconto flagrei meu marido dando o cu para o jardineiro i adorei verconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancogatinha. trepanfo. pau. 50. citimetruconto erotico chantageando filha prostitutacontos eroticos tentou dar a bundinhavelho trado tezudo a foder na conas pelufas e tezudas cheio de esporrasexo porno meu professor foi me visita pra me da reforço,e acabou me chupandoconto "duas virgens" enteadaRelatos de marido corno manso e otariocontos eroticos eu fui estuprada crente geme muitosexo novos banho conhadas nuascontospono aprimiravez3 julho 2015 8445 paguei para deflorar a filha do caseiro casa dos contos eroticobaixar filme pornográfico de coroas transando buceta com buceta liberado para assistir e já funcionandocontos eróticos fiz macumba pra comer a mulher do meu cunhadoentregei uma pizza e mepagou com boquetecontos eróticos o garoto do casaco vermelho Parte 15gibi troca troca com família pornoCasa dos contos eróticos perfil pluto69contos ajudando minha mae peituda na faxinacasada fudenu com doizvideos novinhas fazendo sequioso e gozandoirmalouca pra perdero cabaco pro irmarcontos erotico cm irmarelatos reais de meu tio me diz que é macho alfamorena de shortinho esfregando a Rosa do povo'apaixonado por um hetero cap 19novinha g****** pelo c****** o carbono tudo no c* dela e ela gritaflime porno mulher pegar o marido com outra furtaporno12 mulheres se gozando muito asseste videozoocontos dogscontoseroticosfmulher bebada em teyvapsicologia enfrento hiv minha filha e guei ajudaxivideo corno empura tudosexoanual com Negrão bem dotadoporno jaritaca pau grande trainegra de corno escadaloza no pau pretoe pede pro corno olharConfissão de uma obesa com tesãocontos erotico papai vai caberver as novinhas rebolando as bundas de fio dentausobrinho pega sua tia xvideo cá zero xxxvideio foçado profesor e alunaxxvideo gay gosando sem bota a mao no paucontos eroticos pedindo pra ser cadelaloironac xvideo