Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Putinho da Família 5 - Tomando Leitinho Matinal

Um conto erótico de Putinho da Família
Categoria: Homossexual
Data: 09/06/2016 15:25:32
Nota 9.82

No dia seguinte, meus primos estavam fazendo muito barulho logo cedo, abri o olho e olhei a hora no celular ainda eram 7:30 da manhã, tamanha algazarra acontecia porque todos se preparavam para ir a praia, Beto ao me ver olhando a hora, me chamou para irmos a praia, disse que todos iriam, inclusive minha avó e meu teu Roberto, respondi dizendo que não iria porque estava com muito sono preferia ficar dormindo, e realmente estava, já que sai do quarto do meu tio João já eram mais de 3 horas da madrugada. Depois de mais ou menos 10min, todos saíram e eu voltei a dormir.

Depois que estava num sono bastante pesado, ouvi uma voz longe:

- Acorda, veado! Acorda!

Achei que estava sonhando e tentei continuar dormindo.

- Vai acordar ou não, seu putinho? Ou quer que te acorde na porrada? – A voz continuou.

Acordei desorientado, atordoado sem entender direito o que estava acontecendo, estava deitado num colchão na sala, olhei ao redor pra ver quem falava aquilo, mas não encontrei ninguém, olhei o celular e vi que já eram 9:45 e novamente ouvi a voz:

- Vai dormir o dia todo, veadinho? Vem aqui, anda!

Na casa da minha avó, a cozinha é estilo americana, me inclinei um pouco no colchão para olhar por cima do balcão e vi meu tio João sentando numa cadeira, do lado oposto, encostado no balcão, consegui ver apenas sua nuca da sala, foi ai que as ideias se organizaram na minha cabeça e entendi o que estava acontecendo. Não respondi nada, apenas me levantei e fui em direção a cozinha. Quando passei pelo balcão, vi uma cena que me arrepiou dos pés a cabeça, meu tio estava nu, sentado na cadeira com as pernas abertas enquanto tomava o seu café da manhã. Quando me viu entrar na cozinha falou:

- Pensei que não ia acordar mais... Vai, fica de quatro aí e cai de boca pra tomar seu leitinho da manhã enquanto tomo meu café.

Imediatamente, fiquei de quatro que nem uma cadela e fui em direção aquele pau gotoso, abocanhei e comecei a chupar com gosto, sugava com força e não demorou muito logo ficou duro na minha boca. Chupava e olhava para meu tio, que dava uma mordida num pão, um gole no café e continuava normalmente sua refeição.

- Tu gosta de rola mesmo, né moleque? Já começa o dia mamando minha pica, tem que gostar muito mesmo.

- Gosto sim, tio! Gosto muito! Ainda mais sua pica que é uma delicia! Promete que vai me dar leite todo dia, tio, por favor... Que vai me amamenta todo dia.

Plaft! Levei um tapão na cara.

- Desde quando eu tenho que te prometer alguma coisa, veado? Já falei quem manda aqui, num já falei? Tu vai cair na minha vara quando eu quiser, sempre que eu quiser e a hora que eu quiser. Mas como já te disse, vou te manter abastecido de leite, ao contrário de você, eu sou um macho e macho tem palavra. Continua mamando, vai! Mama gostoso! Capricha na mamada que já já vou te recompensar, já que tu dá tanto valor a meu leite. Preciso nem dizer que é pra tomar tudo, né?

- Não, tio... Precisa não, eu já ia tomar mesmo, seu leite é uma delicia, quero tomar tudo.

Meu tio deu uma gargalhada em tom de deboche dizendo:

- Mas é muito puta mesmo, ainda diz que acha minha porra gostosa. Vai, então chupo gostoso, chupa com força, rápido que vou dar uma leitada direto na tua garganta.

Obedeci ele e comecei a chupar rápido, com força. Meu tio começou a se contorcer na cadeira, a gemer cada vez mais alto e percebi que logo ia ganhar meu leitinho matinal.

- Ahhhhhhhhhhhhhh... Que deliciaaaa!!! Chupa, puta! Toma teu leitinho, tomaaaa... Ahhhhhhh!!!

Enquanto ele gozava, acabei gozando também, gozei bastante no chão da cozinha.

- Gostou, cadela? Gostou de tomar o leitinho do tio? – Falou debochando.

- Adorei tio, delicia de leite. – Falei rindo com uma cara de safado lambando os lábios.

- Agora limpa isso aí no chão antes que fique manchado.

Me levantei para ir até a área de serviço para pegar um pano de chão para limpar minha porra, quando meu tio perguntou:

- Vai pra onde, veado?

- Pegar um pano tio, pra limpar o chão.

- Pano porra nenhuma... Tu num gosta de porra? Abaixa ai e limpa com a língua.

Abaixei e comecei a limpar minha porra com a língua e ele me sacanendo e me esculachando, deixei tudo limpinho e fui para o banheiro tomar banho.

Quando estava tomando banho, ele entrou no banheiro e falou:

- Afasta aí, putinho, que vou tomar meu banho, fica aí apreciando um macho tomar banho e quando eu acabar você toma seu banho.

- O senhor me dá muito tesão, tio.

- Eu claro que eu sei disso, claro que um macho vai dar tesão para um veadinho mamador, disso eu não tenho dúvida.

- Tio, o senhor pode me dar mais leite a noite antes de eu dormir, pra eu dormir amamentado?

- Não, hoje mais não... Já tomou o seu leite do dia e a noite eu vou estourar uma buceta. Vai ter que esperar para o próximo final de semana pra tomar leite de novo, já que você vai embora amanhã.

Fiz uma cara de triste, mas não questionei ele.

- Próximo final de semana é teu aniversário né?

- É sim, tio!

- Então próximo final de semana te dou uma atenção especial pra você ter um feliz aniversário regrado a muita pica e muito leite.

- Ta bom, tio! Já to contando as horas e tenho certeza que vai ser o melhor aniversário de todos.

- Muito puta mesmo, contando a hora pra levar pica e leite. – Falou com sorriso sarcástico. – Vai, toma teu banho aí, veadinho do tio, que eu já acabei. – Falou saindo e dando um tapinha na minha bunda.

Na hora do almoço, todos chegaram da praia e eu estava deitado, na preguiça. Todos almoçamos e durante a tarde, tudo ocorreu normalmente, brincadeira entre primos, conversas, risadas. A noite foi chegando e começamos o revezamento para todos tomarem banho antes do jantar, já que havia apenas um banheiro na casa. Meu tio João foi um dos primeiros e logo se arrumou e saiu todo perfumado, com certeza pra comer a tal buceta que ele havia falado. Beto estava no banho e logo em seguida saiu para ir se trocar no quarto do tio João. Fingi que não tinha visto meu tio sair e entrei no quarto como se estivesse procurando ele para aproveitar a oportunidade e ver o Beto peladão. Quando entrei no quarto, ele tava sentado na beirada da cama socando uma punheta e tomou um susto quando entrei.

- Puts cara! Foi mal aí! Vim falar com tio João, não sabia que você tava aí. – Falei.

- O tio saiu! Tava dando uma aliviada. – Falou rindo, sem constrangimento.

- É... Deu pra perceber! – Falei rindo também.

Fiquei olhando fixamente para o pauzão dele, que não era maior que o pau do tio João, apesar de ser grandão também, mas era mais grosso, muito grosso. E olhando fixamente para o pau dele e desejando, falei:

- Delícia!

- Delícia? – Perguntou ele fazendo uma cara de espanto como se não tivesse entendendo.

- É cara, delícia dar uma aliviada quando a gente tá com tesão né? – Falei disfarçando.

- Ah sim! È mesmo! Mas relaxa, depois continuo!

Entendi aquilo como se ele não tivesse a vontade pra bater na minha frente e nem tava afim de bater uma comigo, que era o que eu queria, então falei:

- Que nada, cara! Relaxa, fica aí dando tua aliviada tranquilo, que eu vou lá pra sala, só tranca a porta pra ninguém entra e te flagrar com esse pauzão na mão apontando pra o teto. – Falei rindo.

- Ta bom, pode deixar! Valeu aí!

Sai do quarto, mas minha vontade era ter ficado ali, agachado e ter caído de boca naquele pauzão, mas como não senti abertura pra isso, preferi não arriscar.

Em seguida, nos jantamos e ficamos todos juntos jogando papo fora, nós meninos ainda jogamos um pouco de vídeo game e por volta da meia noite, fomos todos dormir. Meu tio João ainda não havia chegado. Me dava uma raiva só de pensar que naquela hora, uma vadia deveria estar ”sofrendo” naquela vara gostosa. Mas aos poucos comecei a adormecer e quando estava naquele cochilo ainda leve, ouvi a porta da sala abrir. Fingi que ainda estava dormindo e vi que era o tio João chegando. Abri só um pouco o olho pra ver se ele já tinha saído da sala e vi ele olhando pra gente no escurinho como se tivesse procurando algo. E tava mesmo, tava me procurando. Chegou perto de mim e me catucou com o pé. Fingi que estava acordando e olhei para ele. Ele fez um sinal com a cabeça, apontando para o lado do quarto dele e seguiu pra lá. Me levantei e fui em direção ao quarto dele, ele estava sentado na cama tirando o tênis, em seguida tirou a camisa e sentou na cama ainda de jeans, encostando-se na parede.

- O veadinho foi dormir cedo hoje?

- Pois é... Ontem eu tinha uma coisa gostosa na boca pra me manter acordado até mais tarde, mas hoje como não tinha nada pra preencher minha boca, fui dormir.

- Olha só como o veadinho ta ficando afoito, tá até respondendo o tio.

- E como foi o encontro hoje, tio?

- Foi bom demais, moleque! Que gostosa do caralhooooo! Passei quase 4 horas metendo naquela vadia. Pense como a bicha era vadia, rabão gostoso, bucetão suculento... Chupei muito o grelo dela, deixei ela doidinha e depois mandei ver na buceta dela, foi uma surra de pica pra ela nunca mais esquecer.

- Nossa tio, que delicia!

- Delícia o que? Comer uma buceta?

- Claro que não né, tio! Delícia imaginar o senhor arregaçando ela.

- Logo vi que tu não ia achar buceta gostosa né? – Falou rindo. – Dei duas gozadas nela, uma no cu da puta e uma na boca. Mas acho que ainda tem um retinho de leite. Quer sugar o restinho do leite que ainda tem? Pra tu passar a semana desejando o leite do tio aqui?

- Claro né, tio! Tem nem o que perguntar... Vou estar sempre com vontade do deu leite.

- Então vem, veadinho do tio, vem mamar minha pica e aproveita que o tio ta bonzinho hoje.

Comecei a mamar novamente, apenas tirei o pau dele pra fora da calça e abocanhei, demorou um pouco mais do que o de costume para ficar duro, acredito eu por já ter gozado 3 vezes naquele dia.

- Ta sentindo cachorra?

- Sentindo o que, tio?

- Sentindo o gosto de buceta no meu pau? Se não vai provar uma buceta por bem, vai provar “por correspondência” sentindo o gosto na minha vara. Chupa, sua puta... Vadia! Cachorra... Engolidor de pica e de porra! Veado do caralho... Ahhhhhh... Que delícia! Não vou demorar pra te dar teu leite não, cadela! Vai, chupa rápido, já vou gozar... Ahhhhhhhhhhhhhhh... Tomaaaaaaaaaa... Delíciaaaaaaaaaaa.... Engole, seu veado!!!

Tomei meu leitinho todo, ele deu tum tapinha de leve no meu rosto e disse:

- Muito bem, sua putinha! Obediente do jeito que gosto... Não ia nem ganhar mais leite hoje e acabou ganhando... Tá vendo como seu tio é bonzinho com você? Pra você passar a semana esperando pelo meu leite na próxima semana.

- Obrigado, tio! Por ter me amamentado e me dado gagau antes de dormir, agora já posso dormir satisfeito. – Falei com um sorriso safado.

Sai do quarto e fui para o meu colchão na sala e já esperava ansiosamente pelo próximo final de semana pra saber qual ia ser o presente de aniversário que meu tio safado iria me dar.

Continua...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/01/2017 21:23:49
Muito bom!
Lx
22/10/2016 07:57:45
Ser amamentado pelo nosso macho é muito bom.
08/09/2016 23:56:03
Nossa... tomar leitinho, hummm... piro nisso.
02/08/2016 19:15:29
muito bom, mesmo...
17/06/2016 13:40:44
...
12/06/2016 22:22:52
Coitado comeu outra e depois o outro chupou
10/06/2016 11:05:41
Amando o conto, muito, vc é maravilhoso escritor
09/06/2016 19:50:27
Gostei!
09/06/2016 19:21:34
Legal
09/06/2016 19:15:36
A parte 2 foi normalizada, quem quiser ler, só ir lá...
09/06/2016 19:13:01
Valtersó, infelizmente não posso mudar os fatos, já que trata-se de um história verdadeira, apenas estou descrevendo tudo o que aconteceu...
09/06/2016 18:00:50
SINCERAMENTE NÃO GOSTO DO TIPO DE COMPORTAMENTO QUE ESSE TIO TEM COM SEU SOBRINHO. ACREDITO QUE PODERIA SER DE MAIS CARINHO, MAIS ROMANCE ETC ETC
09/06/2016 15:44:17
Amei!




Online porn video at mobile phone


seu pau grosso parece que esta me furandofoto.neta toumou calmante pra transar.com filho.virgem sangra bunda.dele choracontos eroticos vi meu irmão pelado pela brecha da porta e fiquei esxitada e passei a provoca elechupou a b***** da velha gorda e ela pirouxxxfilmes zoofilia com dog alemaosexo torrido e desejoNxnn coroa agarrda numo pau de 25cmDois pastores fuderam contosbeloto quando apostou o cude Emoções d********* pornô gay pelado com o c* arreganhadoputaobucetaoouvir contos eróticos da irmã rabuda dando o cuzinho para o irmão bem dotadoprima sexo com primo potaria brasileiraxvideos pau untado no cuzinho apertado da novinhaIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.rumenino novinho q gozar grita Aroldocontoerotico minha boceta sujafolha da a buceta ao seu pai pra tira o seu cabacoxxvidio flagadVIDIOPOMO PETECAcd_patryziadiscabacando o cu do gordinhotrabalhadora chote curto pornoPizque o cu ai va xvideossexo entre.lutadores perdeu auta da ocuzinho pro vencedor ver pornomae tira i cabaço do filho oica do filho nivo nicu chorafoi sentar no colo do tio sem calcinha e levou ferroxisvido mai perdi no jogo fodisexo anal hAaaaamuiler da buseta ixada levamo varabuceta daomha patroacontos eroticos eu e meu amigo batemos uma punheta bem gostosagravando bebada arredanda a calcinha pro lado e tacando a picavilmer pornoxvideo peguei a mãe e arranqueo cabaco da duas filhasso bucetimha de.nehrinhapornô rocheira peluda Grandexvideo porno morena nao aqueta rola do negao faz escadaloEu e mamãe pelados em casa contos eróticosnovinhareboa iotubevideo de japanesinha que quase morreuna pirocacarolzinha santos e suas amigas trepano no churrascovideos sexo incesto filha reda calcinha pro papai fude elameu primo tirou minha cueca e cheirou minha rolacontos esfolei o anus da mamae bebadasexoevangelicaContos gangbang com tios e primosCona gulosa relatosme punhetaramsobrinha descarada trepono cm. seu tiucontos eroticos o nascimento dos peitinhos da maninhaContos eróticos procurando aventura no clube de campoo cunhado cunhado esfregando a rola na na no rabo da cunhada de sainha de seda pretaporno mimnha filha e tao novimnha que nem petelho naceu aimdaconto erotico gay amou minha bundadoce nanda contos eroticoscontos de fio terra e straponconto erótico Fui obrigado a violentar minha filhaso puta velha o negao aroba elas gosa dentroconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversarioContos eu e minha comadre desfilando de calcinha para nossos maridosSodomizando mãe e filha contoshttp://comendo a conhada virgemcontos eroticos corno deixa o proprio filho foder a mulherporno raissa do te peguei gostosaXVídeos uma mulher de 28 anos de baby doll arrumando a casaminha esposa lavano abucetinhaprodutora cabine erotica spclimax contos eroticos abacinho rompido por um cavalopornopirno mai efilhoContos erroticos de empragada chinezaassistir mulher do homem chegar na bunda bunda bunda levantando a saia e a cachola fazerconto de mulheres negras que fizeram dupla penetracaoquero ver filme pornô com mulher morena de 20 anos dando o cu de bruço fechanamorada puta traindo o namorado enbaixo.do nariz dele corno manso xvideoencostando de pe na parede e comendo o cumeu patrao agiota ele fudeu minha buceta virgem conto eroticocasadoscontos-helgachupando a buceta da lesbicas bem meladasminha prima bexvideos.meninas.sedo.esto.padas.afosagorda girando o cu na rola jigante videos caseirosconto mendingo goza no meu cuzaiO Irmão Ogro contos incesto completoXVídeos desenrolo conversando para ver a b******** da mãeporno mulher chamando o marido de corno chifrudo pinto mole falado palavrao nuamulheres que redola e os homem beijam a dundacontos eroticos esposa fujonaxvidio menina bem mobinhaver ponei cobrindo poninhamenina fudedo de xortiu de dormicontos erotico abusando da irma pequenapadrasto comendo a enteada e a mãe mandando a enteada das calcinhas no caminho da minha casaMeu marido viaja e eu viro putaenfiou a sonda contos eróticospornhomem gozanfo