Um Encontro inesperado no Escritório entre o Novinho com a Gostosa


Um conto erótico de Divina Maquina
Categoria: Heterossexual
Data: 24/04/2016 18:05:09
Nota 10.00

O mundo contemporâneo proporciona momentos de realização principalmente na amorosa e sexual. Comigo não seria diferente pois sou adepta ao prazer seletivo, mas gosto de envolvimentos com sentimento de desejo e tesão, mas com muito afeto. Sou mulata, de 42 anos, de formas bem volumosas, de quadril largo, bumbum arrebitado e seios fartos e bem pontudos, chamo atenção pelo estilo atrevido. Me tem um preço, me cuido muito uma vez que os cuidados estéticos são valorizados tanto na satisfação pessoal como para a sociedade.

O trabalho é também minha dedicação. Há mais de uma década trabalho numa mesma empresa, tenho cursos de especialização na área. Surge uma vaga em outro estado, com vantagens fui consultada se queria ser transferida para Porto Alegre, aceitei, mudar de ares é sempre bom. O processo demorou um mês e meio, para agilizar mudança e providenciar tudo. Para alugar meu imóvel recorrir a internet, até mesmo a questão da moradia lá. Já em Porto Alegre tive tres dias para arrumar o necessário. Consegui um apto próximo do trabalho, pequeno e aconchegante.

Na Empresa sou apresentada aos colegas do Departamento. Passa-se uns três dias e percebo que um dos colegas é sempre atencioso comigo o Evandro bem novinho talvez 23 anos mais ou menos, deve ter 1:70, com corpo entroncado, pele branca, e um ar que nos leva a um desejo de ampara-lo. Na sexta feira tem uma reunião com o chefe e os técnicos, de avaliação, sento do lado de Evandro sempre com um olhar abrasivo, sinto um desconforto docimente inquetante, aproveito para subir um pouco a saia e encostar nele.

No sábado a noite vou ir ao Shopping mais próximo, o encontro com duas mulheres, ele me cumprimenta e pergunta se quero tomar um café, agradeço e sigo. De repente ele me alcança, diz que era a mãe e a irmã. Conversamos coisas banais e entro numa Loja de peças íntimas, ele dá sugestões de modelos e cores, esboço um leve sorriso. Seguimos para um café com iguarias da região. No final me da carona até minha casa, pegunta se pode entrar. Digo que vou arrumar umas coisas. Me convida para sair no outro dia, aceito.

Me buscar, às 9:00 vamos nos pontos turísticos. Mas quase hora do almoço, e ele procura sempre me segurar pela cintura, segura meu braço e sinto um arrepio. Conversamos muito e entramos no quesito relacionamentos, diz está só, e eu confesso que também. Diz:

- Não acredito que está sem ninguem.

Digo:

- Ainda não achei a pessoa certa.

Diz:

- Qualquer homem se sente atraído pelo seu conjunto de biotipo profissionalismo e conversa.

Pergunto:

- Está me cantando?

Ele:

- Se tiver chance sim, afinal gosta de mulheres mais velha, da cor de amêndoa doce, e da sensualidade natural.

Me espanto com seu estilo direto, e o pior é o agravante, ou seja a atração que sinto por ele. Ele avança na tentativa de aproximação, de repente me vejo muito próxima e nos beijamos, correspondo, o ato é intenso. Fico excitada mas me afasto, não tem cabimento.

Mas ele é contundente, me segura com mais firmesa, a língua é gostosa e sinto o dorso de sua mão rocando um dos seios, fico entregue. Avança e comprime com suavidade, estou ofegante e nada faço, desce a boca ávida pelo pescoço e abre minha blusa e cheira meus seios no soutien, se atreve a tirar um deles do bojo e chupar, aí! a sensação e de perda de noção, chupa e o bico aflooora e fica "imenso e duro," ele crava os dentes.

Volto a realidade e me solto dele e me arrumo. Ele está lindo vermelho e excitado, sinto meu corpo em convulsão.

Digo:

- Melhor irmos almoçar.

Ele:

- Está bem.

Mas ele tem certeza que eu não demorarei a ceder, afinal a química existe e com intensidade. Almoçamos e ele me deixa em casa. Passo o resto do dia pensando no que aconteceu, tiro a blusa e o soutien e sinto o seio com as marcas de sua boca, está um pouco vermelho. Bolino ele e sinto uma excitação boa.

Durante a semana evito ficar com ele sozinha mas mesmo assim sempre nos esbarramose ele se encosta e sinto o corpo todo acender de vontade. Sempre me olha e manda beijos, so faço sorti. Na sexta um grupo da Empresa me chama para sair e ele está presente, fica junto de mim. No local tem música, dançamos ele cola seu corpo em mim, me aperta e sinto sua mão comprimir minha cintura e depois as costas e desce para a bunda e alisa de leve encaixa minha vulva em seu pênis, quase não saimos do lugar e ficamos com ele cheirando meu cabelo e a respiração ofegante, ele está excitado. A música para e resolvo ir ao banheiro ele também.

Voltamos a mesa e alguns desconfiam e sorriem mas não dou a entender. Ele fica com a cadeira muito encostada e sinto o desejo cada vez mais forte. No final me leva para casa, nos beijamos no carro, deixo ele abrir minha blusa e cheirar os seios, e morde um deles... seguro um pouco seu pênis está avolumado. Saio do carro rápido marcamos para amanhã sair a tarde.

No outro dia, procuro um Salão de Beleza, faço depilação, massagem corporal e escova e unha. Estou pronta para a eventualidade. Perto da hora faço uma hidratação com óleos especiais, e tomo banho. Visto uma calcinha minúscula que mal cobre a vulva e o bumbum na cor laranja, e o soutien meia taça, ou seja que deixa os seios quase todo solto da mesma cor. Uso um blusa de malha estampada e decotada bem convidativa e uma saia rodada branca e curta bem insinuante e uma sandália alta.

Amei o seu olhar de devorador ao me ver, entro, um leve beijo, e saimos. Paramos num lugar bem discreto, de árvores frondosas, descemos e ele me abraça, deixo afinal estou querendo ver onde vai acabar essa história. Me beija e correspondo, nos afastamos um pouco das pessoas, ele desce a boca no pescoço.

Diz:

- Você é Gostosa ou melhor minha Gostosona.

Mergulha o rosto no decote e tira um seios do soutien e chupa discretamente.

Murmuro:

- Você assim me leva a loucura.

Ele sente que está ganhando terreno e sem que outros percebam, vai para o outro e chupa o bico, ou melhor o bicão bem pontudo e não é possível ficar nesse lugar. Me reconponho e saimos, eu sem batom e ele com um volume na calça que o denuncia.

Diz:

- Nao sou adepta a aventuras, afinal você é muito novo.

Ele:

- Nao significa um compromisso, mas você me atraia. Mas vamos para um lugar sossegado.

Penso no meu apto, mas acho cedo para intimidades, porem um Motel é impressoal. Digo que podemos ir para minha casa.

Nas paradas de trânsito sempre, nos beijamos. Chegamos dentro do apto, me encosta na parede e me beija longamente com um das mãos no meu seio. E vai direto para o decote e busca o seio esquedo e chupa, me seguro na parede e ele chupa, chupa a me beijar.

Vai tirando a blusa por cima e se depara com o soutien e lhe resta soltar o fecho, "eles" saltam imensos com os bicões grandes com o meio dourado do bronzeada, mas com arrepios... ele segura-os e com os dedos aperta os bicos, me contorço de desejo e ele chupa chupa... e lambe lambe... mordica e mordica... murmuro sons sem nexo e ele me abrasando... impreme mais força e chupa chupa...esfomeado ... eu solto o som do gozo.

Ele vai para a saia, levanta e coloca a mão dentro da calcinha minúscula e apertada mexe na vulva e sente meu gozo. Leva a mão na boca e sente meu gosto e me beija. Me pega nos braços e me coloca em cima do banco do sofá. Suspende minha saia e tira minha calcinha se depara com minha xoxota depilada e com a marquinha do biquíni. Diz algumas frases impublicaveis e se aproxima do meu monte do prazer e cheira e abre os grandes lábios e lambe.

Digo:

- Assim vou acabar me apaixonando.

Meu grelo fica dilatado esperando ser sugado, mas ele me tortura e para. Tira sua roupa e vejo como é entroncado e viril, fica de cueca e eu de saia. Agora tira minha saia e fico nua, seus olhos brilham e sinto que a química é intensa e me leva pra cama. Fazemos um 69 bem cheio de tesão, chupo sua rola ... me deixa sufocada pelo tamanho e grossura e ele me invade e xoxota com uma língua imensa no grelo durinho e vai com áspereza me chupando... que excita mais e mais a minha xota.

Sente que vai gozar e me prepara para copular com toda a sua virilidade, me calço nos travesseiros e me escancaro, ele ver as marquinhas do biquíni e mordica minha bunda cheio de tesão, mas quase estourando se prepara e inicia a cavalgada... com msestria e entra... sinto-me preenchida pelo membro colossal me devorando... soca todo e vai me fazendo uma fêmea saciada... tira e mete logo... sinto que a xoxota a engole com rapidez e sem trégua me come... come... tira e bota e... choramingo de desejo e gozo.

Ele continua me copulando como um macho desenfreado... urra um pouco e o gozo chega. Me beija, queria muito e correspondo, desce o rosto procurando meu colo, e suga meus peitões com fúria, quero e ficamos namorando.

Confessa:

- Minha gostosona, amo sua pele, essa calcinha minúscula que quase nada cobre, e os peitões com os bicos bom de chupar.

Digo:

- Mas lembre-se que sou mais velha.

Diz:

- Mais experiente, e gostosa de comer, carnuda e cheiro de canela.

No outro dia, chega cedo e ficamos namorando sem se tocar, eu não podia me envolver com ninguem do escritório. Seu olhar me quiema, a cada movimento que faço ele me "comendo". Durante o almoço senta perto e sinto seu olhar descendo e me desnudando. A noite jantamos e no estacionamento do Shopping nos beijamos, coloca a mão no meu seio e como estou sem soutien, tirei no banheiro, ele aperta os bicos, gemido baixinho e ele vendo que estou sem forças chupa um seios... quero ... agora vai avancando e chupa os dois... estão doloridos de ontem. Me atrevo e abro sua calça e tiro a minha perdição bem entrocada e rosinha uma delícia de pegar.

Ele liga o carro e segue para algum lugar para nos saciarmos... fico com a blusa semi aberta afinal suas mãos e boca sempre se ocupa deles e sem pressa vamos nos excitando ... eu ofegante, louca para ser possuida por ele. Meus peitões com os bicos extremamente alterados e apressadamente chegamos...

Diz:

- Minha Gostosa quando lhe vi parecia um adolescente, doido para lhe comer. Agora estou realizado e amando tudo.

A segunda parte e mais excitante. Mas só conto se tiver pedidos e votos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/08/2016 13:25:24
Sem sombra de dúvida " viuvinha" os preparativos são mágicos, e a maturidade nos dar esse " faro". Agora um jovem se sentir esse "faro" de uma mulher experiente, não deseja outra coisa a não ser mergulhar nos encantos do desejo. Um abraço.
14/08/2016 17:58:09
Delicia, Elcazinha. Deixou o rapaz de 23 anos todo doidinho, como um garoto de dezesseis. É isso que faz a aura e fama das maduras. Notei que em seus relatos, tu dedicas uma parte especial nos preparativos. Rotina que faz parte da minha vida, já que no meu caso, o corpo é a mercadoria. A lingerie a embalagem, porém, a arte de de se dar por completo é a essência. E isso tu consegues muito bem. Outra nota dez e beijocas.
28/05/2016 15:46:48
Que bom que o conto está sendo lido. Um abraço aos comentaristas. Fim de semana de paz
27/04/2016 20:52:28
Elcazinha, vc não é fraca não. Escreve prá caramba e deve transar melhor ainda. Assim vc enlouquece eu e os garotões aqui. Narrativa irada essa com esse sortudo. Beijo, beijo e beijo do fã.
27/04/2016 14:50:02
Queridos leitores,o restante do Conto com o novinho,é bem interessante. Quase pronto, alguns detalhes do friozinho. Um abraço a todos.
27/04/2016 00:06:20
Estamos esperando GOSTOSONA.
26/04/2016 21:12:34
Agradeço a todos os elogios e leituras. Diante dos pedidos, breve o restante do conto. Até lá.
26/04/2016 16:52:52
Se você não colocar a segunda parte é sacanagem com nós leitores,ta bom demais.
25/04/2016 01:52:36
Conta vai. Adoro mulheres mais velhas q sabem meter gostoso
24/04/2016 19:25:01
Minha GOSTOSONA!!! Estou esperando sim a continuação. Teus contos além de bem escritos e ricos em detalhes, quem lê que sente sem falar que é TESÃO PURO. Tua descrição, SEIOS PONTUDOS E FARTOS, BUNDAO GRANDE, isto é, uma POTRANCA, DE TÃO GOSTOSA vais enlouquecer os leitores. Estou viajando nesse conto me sentindo o próprio Evandro, pois além de GAÚCHO sou funcionário Público. Espero que encontro- me com essa MAQUINA DA PERDIÇÃO. Continues postando, pois teus contos engrandece a CDC. Até a próxima GOSTOSONA E TESUDA.. BEIJOS..

Online porn video at mobile phone


a cinquentona gritava não ia aguentarxxvidio casada do jorropornô doidão lavano carroescreve palavra enrabardovídeos vídeos pornográfico pai mostrando a filha para chupar até o talo se engasgando filha virando os olhosestripulia caseira na cama com a chanaExércitovidiorola grossa cabeçuda no cu do gay de bruçocontoerotico eu namorada mae e tiovideo de mulher 34anos nuA lavano a buceta"felipe e guilherme- amor em londres"lesbica transando com a amiga ate ela vira o zoinhoas moleca tavam se pegando xvideosxvideos fudenu ir critanto fode meu porra com amigo to meu maridogaroto punheteiro garanhao curral xvideopegadinha mulher se anfregando em dotadoxvideo negao amasa a xota da novinhasdotado roludo malvado comm novinha com bucetinha muito apertadafudendo a matasrtacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgexvedeo primo faseno barba e aprima vendo ele de pauduroxvidos cumendo na iscolagordinha que dá de bruço com a b***** depiladinha gêmeascacetudomonstrocontos eiroticos leilapornmarisa quis transa cm negal cacetudoQuero dar minha buceta e meu cuzinho em um encontro casual conto gay o meu sonho de consumo videos porno tio estrupando a sobrinha no cu er na buceta agoca com seu iaocontos eiroticos leilapornxvideo irma de shortinho desabotoadosamba porno mulher vai mexe seu cunhado dormindo sono profundowww.casadoscontos Negra escraviza brancacontos na bundinhanovinhaporque.menina.uza.shortinho.agarado.na.bumdameninas brincando de esconder e sendo abusada sexualmente contoscaseira gostosa enrolada na coberta com marido deitado na sala assistindo TVcatucada vai sair com a buceta inchadatesão de imao parte 1xvideos contos euroticos trai meu marido com o meu chefe na festa da empresa para ser promovidarubiaebeto.comunidades.net/cavalasflagrei meu irmao comendo nossa mãexvidios coroas de roupa sendo arretadascontos com fotos encoxada no ônibusboxeeroticocontoerotico eu namorada mae e tiomenina que nao tem peito masgoza no pau gradecontos eroticos com tamanco salto altovideo pornor nagao fudendo o gay e falando fuleragem senta na minha rola vamos gozar juntospornôcom professora selvagem regaça o pau do alunoxvideo criolada metendo ate os ovosapostei minha mãe com meus amigos conto erotico analmeu filho me faz de puta capitulo 8 e 9 relato eroticofostos.as.mais.gostozas.quadrinho.eroticosde.saia.coladaVamp19-Contos O Doce Nas Suas Veiascontos deixei u saboneite cair pra dar pro meu irmão Mãe e filha dandoxvideo o presente de aniversário do papai conto erotico sexo bruto com 2homemcu esculachadidei a xoxota para irmaorelatos eróticos porca nojentahistorias eroticas heretossexuaisforssou a entiada a chupar xvidioscontos fudeu a sobrinha na festa bebadagrelao entrando contosgatinha carinhosa sentando gostoso xvideos.comgozando no sandalha cunhada pornodoidaoadolecente chorando no picao cuzinho virgem incestodepiladora nao aguenta a buceta elastica a maoeu conto cunhada casada ver o cunhado de pau duro e fica loucacontoerotico eu namorada mae e tiocontos eróticos cantada na rua não resisti e traípornodoido ninfetas pornodoido entrada c SR DE BGODEirmã mais velha obriga seu irmão caçula a gosar na boca delawwwxvidio.com depiladora preseitocontos fudi a irma de caridadecontos porno scat lesbicocontos de noiva putinha corninho safado tito caralhudowww.xvideo.com, tio pega subrinha de supresa e fodd seu cuzinhosogrunha pede só no cu e tapa na caraconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhoContos de putaria de novinha dando para o cara da rola cabeçuda sem o noivo percebervideos de pornodoido levou anovinha pr fode demadrugadaOque falar pra uma mulher pra convensela a tranzarminha filhinha meu amor conto eroticocontos eroticos de traição no escurinhosexo ! ! tresloucado ♥♡ gostosaPrima bucetuda decolamrebentado o cabaço com cacetudoeu tava no meu carro com a minha cunhada casada crente eu perguntei pra ela você já foi com seu marido pro motel ela disse pra mim eu nunca eu fui pra um motel com meu marido eu entrei com meu carro dentro do motel ela disse pra mim eu não vou entrar no quarto com você eu disse pra ela você não quer conhecer o quanto ela entrou comigo no quarto conto eróticoloiro da cicatriz que eu amocontos eróticos brincando cometi o incestomulheres taradas po cachorroesb tarzalargura saia curtinha de pornô pornô neguinha pornô mulherpai a morosa w filha adorada porno doidomulecasexocontos eroticos sogro com genrocomi a puta do meu tio a forca conto