Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O funcionário da fábrica do meu estágio me comeu - Parte 2

Já fazia um tempo desde que eu tinha ido até a casa do Bode e lá ele havia me dominado completamente. Foi uma foda incrível e que eu tenho certeza que nunca vou me esquecer. Eu continuava na fábrica como estagiário, e o Bode volta e meia vinha fazer alguma gracinha comigo, pegar no meu pé, mas acho que ser arrogante é um comportamento natural pra ele. Quando estávamos sozinhos no vestiário ele adorava passar a mão na minha bunda e dizia que era o "meu macho". Aquilo, confesso, me enchia de tesão, e muitas vezes tive que ir no banheiro só pra bater punheta depois de momentos como esse. Não tinhámos repetido a experiência, porque a namorada dele estava saindo pro trabalho no mesmo horário que ele, e por isso não tinha como ficarmos a sós em sua casa novamente.

- E aí, princesa... - O Bode entrou no vestiário quando eu me trocava pra ir embora.

- Oi, haha... - Eu o cumprimentei meio sem jeito.

- Não quer dar uma passadinha lá em casa antes do trampo amanhã? - Ele me perguntou.

- Mas e a tua namorada, ela não vai tá em casa? - Eu pedi, já sabendo suas verdadeiras intenções.

- Não... Ela foi demitida, e agora vai passar uns dias na casa da mãe chorar pra velha.

- Que foda... - Soltei tentando parecer sentido pela demissão, mas no fundo queria mesmo que a namorada dele ficasse longe o maior tempo possível.

- Pois é... Agora eu vou ficar sozinho em casa um tempão... - Ele falou se aproximando de mim - E tu sabe né... Alguém vai ter que dar um trato no meu amigo...

Ele segurou a minha mão com força e a levou até o seu pau, me encarando, agarrei aquele volume com vontade, sentindo o seu membro avantajado em minhas mãos, meu coração acelerou.

- Amanhã e-eu vou... - Eu disse me atrapalhando, delirando de tesão.

- Então te espero então... - Ele disse soltando minha mão, demorou um tempo até que eu soltasse seu pau.

- A-até amanhã então... - Eu disse saindo do vestiário.

Na manhã seguinte peguei o ônibus para a cidade vizinha animado, o Bode tinha me convidado para eu passar na casa dele novamente antes de irmos para a fábrica. No caminho eu fiquei lembrando daquela foda que pra mim foi inesquecível, e aposto que pra ele também foi, acho que ele fez comigo tudo o que não tem coragem de fazer com a namorada.

Desembarquei do ônibus e fui caminhando até a casa do Bode, era uma manhã nublada e o sol nem tinha nascido direito. Só de abrir o portão já comecei a sentir um tesão da porra, só de lembrar daquela vez.

Toquei a campainha, uns instantes depois ele atendeu, estava só de cueca, como da última vez.

- Entra aí! - Ele disse, me encarando e abrindo passagem. Entrei na sala e ele fechou a porta imediatamente. Ficou me encarando com seu jeito marrento, a vontade de fuder nos seus olhos, era daqueles que morria de tesão em comer um cu, e na falta de mulher disposta a fazer o serviço, comeria o cu de um gay mesmo, e era por isso que eu estava ali.

Ele se sentou na poltrona todo marr, colocou as mãos atrás da cabeça e me apressou

- Tá esperando o quê?

Me ajoelhei no meio das pernas dele, abaixei sua cueca e comecei a chupá-lo.

- Isso, chupa a pica do teu macho... - Ele gemia - Chupa... Assim, bem gostoso...

Eu chupava o seu pau gulosamente, saboreando cada centímetro daquela pica na minha boca, tentando proporcionar o máximo de prazer àquele macho, que me tinha concedido a honra de me deixar chupar o seu pau.

- Mas é um viadinho mesmo... - Ele me encarava com desdém - Mama o pau do teu macho, mama!

Era muito tesudo ver como ele ficava mais sacana e agressivo conforme ele se aproximava do clímax. Ele segurou minha nuca e começou a controlar os movimentos de vai e vem, como se eu fosse seu brinquedo sexual. Ele queria mostrar quem era o macho no controle.

- Assim minha putinha... - Ele dizia em tom de aprovação, gostando do trabalho que eu estava fazendo - Você devia colocar no currículo: "Bom chupador de rola." - Ele falou com desdém.

- Tá gostando? - Parei de chupá-lo para perguntar.

- Gosto mais quando você fica quietinho! - Ele disse, empurrando minha cabeça para o seu pau novamente, voltei a chupá-lo - Bem melhor... Não abra essa boca se não for pra chupar o meu pau... - Ele deu um tapa na minha cara, não forte, só para mostrar que estava ali para me colocar no lugar.

Continuei chupando, obedientemente, estava ali para dar prazer àquele macho, como um brinquedo sexual.

- Porra... Que boquinha, hein... - Ele elogiou - Já tô quase gozando...

Ele tirou minha boca do pau dele e começou a punhetar, dava pra ver que ele estava no ápice do tesão.

- Vou gozar! - Ele anunciou punhetando o pau freneticamente, me pegou pela nuca e me me levou até o seu pau, abri a boca - Se prepara viado, vai tomar leite paterno... VOU GOZAR! Aaah! AAAAAH!! - Ele esguichou os primeiros jatos de porra na minha língua, imediatamente abocanhei o seu pau e fiz ele gozar tudo dentro da minha boca - Aguenta tudo viadinho... Aaah! Porra!! - Senti o gosto amargo do seu sêmen, que chegou a escorrer para fora. Engoli tudo o que estava na minha boca, e comecei a lamber o que tinha escorrido no pau do Bode, eu não poderia desperdiçar uma gota daquele precioso líquido. Ele estava ofegante, em êxtase.

- Bom trabalho putinha... - Elogiou.

Ele se levantou, colocou a cueca e foi até a cozinha. Tomamos café juntos. Ele era um cara legal, apesar de tudo. Acho que ele sentia que por eu ser estagiário, eu tinha alguns privilégios na empresa, e ele por ser empregado, tinha que fazer o trabalho duro, talvez por isso ele achasse que deveria me ensinar uma lição, ele queria me transformar em sua putinha, e confesso que eu estava adorando aquilo.

- Agora eu vou comer o seu cu. - Ele disse sem cerimônia.

- Eu vou pro seu quarto? - Perguntei.

- Não, eu vou te comer em cima da mesa - Ele disse em tom irônico - PORRA! É claro que é pra você ir pro quarto... Caralho...

Fui até o quarto e tirei a roupa, deitei de barriga na cama e esperei ele vir, ele pegou o lubrificante e pasou na minha bunda.

- Não vai colocar a camisinha? - Pedi.

- Camisinha por quê viado? Tá com medo de engravidar? - Ele deu um tapa na minha bunda.

Ele começou a empurrar o seu pau dentro do meu cu, a sensação foi maravilhosa. Ele começou a enrigecer o pau dentro do meu cu, e aquilo me enchia de tesão. Ele começou a bombar.

- Toma viado! Toma!

O Bode gostava de me maltratar enquanto em fodia, ele gostava quando eu gemia, e confesso que o seu jeito bruto me enchia de tesão. Ele colocou todo o seu peso em cima de mim, e segurou o meu peito como se fosse um par de tetas.

- Porra... Esse teu cuzinho é melhor que qualquer buceta que eu já comi... - Ele disse.

- Esse cu é todo seu...

- É meu é? Quero arrebentar então!

- Me arrebenta!

- Toma! - Ele dizia, metendo seu pau freneticamente no meu cu - Toma, sua puta!

- Me arromba, vai... - Eu gemia.

- Tá gostando né viadinho?

- Tô...

- Gosta de levar rola?

- Gosto... - Eu respondia, deixando aquele macho me usar e abusar da maneira que quisesse.

- Isso aí, tem que gostar... Se é minha putinha tem que gostar...

- É muito grande... - Eu gemia, falando do tamanho do seu pau.

- É grande mas vai ter que aguentar... - Ele metia com força só para me ver gemer.

- Aaai... Mais devagar...

- Sinto muito viado, mas você pediu por isso... Agora aguenta viado! - Ele disse metendo com mais força - Não brinque com fogo se não quiser sair queimado.

Ele socava o seu pau violentamente no meu cu, parecia um animal no cio, em um ritmo frenético, já sem se importar com o buraco que estava metendo.

- Vai gozar? - Eu perguntei.

- Sim viado... Eu vou gozar dentro!

Ele continou socando com força, aumento o ritmo, estava se aproximand do clímax.

- Eu vou gozar! - Sua respiração estava ofegante - Aguenta sua puta!! AAAAAAAH!! - Ele me segurou com força, urrando de prazer enquanto ejaculava dentro de mim - AAAAAAAAH!! POORRA!! - Senti o esperma quente dentro de mim. Eu havia me tornado sua puta. Ele tirou o pau lentamente de dentro do meu cu e deu um tapa na minha bunda.

- Isso aí minha putinha... - Ele disse dando um sorriso. Se levantou e foi pro banheiro.

Me virei e comecei a punhetar, gozei imediatamente, com meu cu ainda um pouco dolorido. Doeu um pouco mas valeu a pena.

Eu havia me tornado a putinha do Bode, e aquilo me enchia de tesão.

Comentários

10/10/2016 00:48:06
Excelente
31/03/2016 21:40:06
É mesmo Rodrigo não há melhor do que dar o cu ao seu macho dominador e fazer de putinha sempre que le pede....nota 10
19/03/2016 12:55:59
aledria de um viadinho é dar ao macho o maximo na foda.vibrei demais
19/03/2016 01:45:44
Muito bom!
18/03/2016 21:39:50
Nossa crlh esse homem não existe continua
18/03/2016 18:32:04
adoro a dominação do bode

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Biazinha cagou nas calçashomens ensinando como puchar punhetafoto porno de babalu montada no cavalovídeos pornô de mulheres se masturbando com a embreagem do carroqiero pegar no pau duro e grosso dele e ouvir ele gemar de tesaoporno doido faxineira obedienteconto gay pirocudo da academiaconto"duas virgens" enteadacontos eeroticos transando com a esposa e cunhada no interior do paranapornodoido meu pai me consola depois deu chorarpornodoido entre irmao enteronpido por tia gostosacontos eroticos amo velhoscantos eroticos de novinha que da buceta pra cavalodeu o cuzinho pela primeira vez e pede poe devagar porque ta doendoContos Mamadas no paizimcontos eroticos narados insestos mae filho narrados so narradosContos zoofilia d mulhers q se engataram com cachorro na posisao papai e mamaecasadoscontosfilhaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhamulheres passa margarina uma na outra peladasvideos sexo incesto filha reda calcinha pro papai fude elacontos de cú de solteironapono vinha.neguinhaxvideo comedo baba provisionalcontos de scatConto erotico cavalguei na pica do meu subrinho enquanto ele dormiaNiely mostrando a b***** raspadinhacantor erótico fui abusodo ate eu da gostosofilha pede para o pai soca a pica uma cenora junto no cupornodoidomadrasta me oçhandomundobicha montado picaoneide chama encanador e fica sem calcinha videos brasileirosxvideos essa mulher fezes 32 homens de trouxaflagrei a novinha metendo no matinho e chantagiei contoscontos zoo dalmata.meu machoNa china rapta crinhaça para foder com elas porncontos eróticos gay o tratador de cavaloContos eroticos incestos bato todos dias punhetas para minha filha paulacontos verdadeiros decheirar calcinhaxvidio brasil cunhadinha foi tentando até consegirwww.negao metie na velha porno.compau gigate na bundaxvidio.comcontoseroticos/nicoleavelin/autoradecabaçando a enteada dormindo xvideoseu, minha namorada, minha namorada e meu tiocasado tem tesão em mamar cine porno spe já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadoravideo porno menina no colégio internato madre superiora vendocontoerotico eu namorada mae e tiodeu o cu si arenpendeu pornonegão caralhudo fudendo loira cinquentona de todo jeitovideo de porou dirano vigidade da namorada vedtidomulheres da bunda grande dando cu de bruço pro kid bengalacontos tetinnha pequenacontos eroticos dona mirtessou virgem porque meu tio so chupava minha bucetinhaVER VIDEOS COM CENAS DE MUITO SEXO DE FILMES OU LÉSBO SÓ COM MULHERES Mais VELHAS,EXPERIENTES,MADURAS,COROAS TODAS AVÓS,MÂES,TIAS LÉSBICAS Fazendo Muito Sexo Bem SAFADO Com MULHERES MAIS NOVAS,JOVENS.contos eróticos a mâozinha pequeninha da filhinhaso cu fudidos de diaristasmtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1vidio cazeru mai finha novinhas danu padratuContos erotico minha filhinha mim shopou no banhoContos eróticos- pau grosso e comprido me rasgou e parei no hospitalrebola. simone. pra. mim. gosa. jatou. de. pau. durocorno covarde chorao contos eroticosgorda bundona caida gozando na frente do cornoFoda agressiva ponodoido2 mulequis regaca a buceta da novinha branquinha tesudaxv-qratis-eu-comendoaminha-namoradavídeo de mulher com o Playboy mostrando a bunda no conto o homem sendo o piru da xana delaconto erotico novinha ver o volume gigante na cauca do velhoporno mãe possuir segredo fudendo escondido do maridoconto gay cacetao tioxvideo emprevistoshomens com rolas veiúdas transandobucetinhasequinhaflagante de sexo com patricinha de carangolavideos porno gay de jander pauzaocontos eroticos da mulher vxs negao dando o cuCONTOS ERÓTICOS DE MOTORISTA FANTÁSTICOSdando um chupao na sua amiga a forsa lisbico pornoloiras de 1.50 tremendo na rola pornos grátiswww.contos eróticos meu paideixo eu fude minha mae.comxvideo corno filma esposa bebendo caldinho na cabeçajaponesinha novinha colegial não resiste as investidas do irmão e transa com eleSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaXVídeos a comadre de vestido bem curtinho com a boca fica do lado de fora no ônibusconto gay machoinistiu e comeu a gata ba moto ela gemia muito e posto na net