Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Sem Limites (07) - Todinho Seu!

Autor: Leandi
Categoria: Homossexual
Data: 16/02/2016 21:37:00
Última revisão: 18/02/2016 18:53:25
Nota 10.00
Ler comentários (7) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi gente. Hoje não responderei aos comentários, não tô disposto à isso. Tô cansado. Mas saibam que li cada um e tô adorando. Na quinta eu respondo os comentários de hoje tá?

Vamos ao capítulo de hoje?

--

Capítulo 07

………………………

TODINHO SEU!

--

Dani - Cara, tu é genial, nunca eu ia entender isso sozinho. Te amo.

Gui olhou pra gente e falou.

Gui - Você o que? - Disse alto no meio da sala.

Olhei pra ele com cara de espanto, e ele logo foi tentando disfarçar.

Gui - Você é doido cara, como faz isso? Só você mesmo. - Nossa, acho que deu certo, pois depois dele falar isso, o povo voltou a fazer a atividade.

Não falei mais nada, continuei ali concentrado, e já estava na hora da próxima aula. Aula tudo ok, hora do intervalo. Desci, fui na cantina e sentei lá do lado do Daniel.

Eu - Cara, desculpa pelo Gui.

Dani - Eu que peço desculpas. Parece que deixei ele com ciúmes mais uma vez.

Eu - Foi. Assim, ele vai ter que se adaptar a isso né. Somos amigos e não vou parar de falar com você.

Dani - É por isso que te amo cara.

Me abraçou. Matheus passou na hora e parou na nosso frente.

Matheus - Os pombinhos tão se divertindo é? A Priscila tá sabendo que vocês tão traindo ela?

Eu - Matheus, vê se cala sua boca. Já tá me irritando. Estava querendo te ter como amigo, mas parece que você não quer isso.

Matheus - Eu quero ser mais que amigo. Quero ser seu namorado. Te dar carinho, amor, desejo, proteção, te dar tudo de bom.

Eu - Já disse pra você não ficar criando expectativas? Então, eu gosto de você como amigo, só isso.

Matheus - Parece que você tá em outra né?

Eu - Sim estou em outra. Ou melhor, outro.

Matheus - Mas eu não vou sossegar até você namorar comigo. Nosso beijo foi tão gostoso.

Eu - Foi mesmo, porém, só foi um beijo. Beijo gostoso posso ter com outros, porém, só um tem meu amor.

Matheus - Esse um se chama Daniel?

Dani - Ei, respeita. Eu sou comprometido, muito bem comprometido.

Eu - Isso não te interessa, porém, vou falar mesmo assim. Não é o Dani. Agora vê se para de me perturbar. E se quiser ser meu amigo, tô aqui.

Me levantei pra jogar o copo do guaravita no lixo e Matheus pega no meu braço.

Matheus - Te amo.

Eu - Eu não te amo. - Puxei meu braço.

Peguei minha mochila e sai dali, Dani veio atrás. Fui pro banheiro lavar o rosto. Parei em frente à pia, de frente ao espelho, Dani ficou na pia do lado.

Dani - Ele é um babaca em.

Eu - Muito. Cara, você ouviu o que ele disse? Que não vai sossegar até me ter como namorado. Eu tô ficando com medo.

Dani chegou mais perto e me abraçou.

Dani - Seus amigos estão com você, não tenha medo.

Estava escorrendo uma lágrima do meu olho. Dani colocou a mão no meu rosto e secou a lágrima. Passou a mão em meus lábios e veio se aproximando seus lábios dos meus, senti o toque deles. Junto do toque dos nossos lábios veio outro toque.

TRIIIIIIIMMM - Fim do intervalo.

Dani - Desculpas de novo.

Não falei nada, apenas sai dali. Fui pra sala, sentei no meu lugar de sempre. Depois de uns minutos Dani entra e se senta do meu lado.

Eu - Cara, não faça mais isso.

Dani - Mas você nem tentou impedir, você também queria?

Eu - Eu só quero é ficar feliz com meu namorado. E acho que você deveria pensar na Pri, ela confia em você.

Dani - Eu só tô curioso pra saber como é beijar outro homem, fazer sexo com outro homem.

Eu - Mas você não matará a curiosidade comigo, não mesmo.

Dani - Mas é que... - O interrompi.

Eu - Mas é que nada. Vamos parar com esse assunto.

Não trocamos mais palavras. A aula foi correndo normalmente e já era hora da saída. Daniel se despediu e eu fui descendo as escadas devagar. Lá em baixo recebo uma mensagem.

"Não esqueceu do nosso jantar né? Tô te esperando no carro." - Era do Gui.

Passei no portão e vi Anderson, o avisei que ia depois. Fui pro estacionamento certo de que ninguém tinha me visto, entrei no carro.

Gui - Meu namorado é lindo.

Eu - O namorado do seu namorado é muito mais.

Gui - Te amo.

Eu me aproximei do seu ouvido e sussurrei.

Eu - Eu também Te Amo.

Gui olhou nos meus olhos e me beijou. Me sentei e perguntei.

Eu - Pra onde vamos?

Gui - Surpresa.

Ele partiu com o carro, foi lá pelas ruas até entrar num estacionamento de um prédio. Estacionou o carro e descemos. Ele me conduziu ao elevador e subimos até o 8* andar, saímos do elevador e fomos ao apartamento 810. Entramos. Estava tudo arrumadinho, decorado, parecia que estava esperando um casal. PERA.. NÓS ERAMOS O CASAL.

Gui - Bem vindo ao meu lar.

Eu - Essa é sua casa? Que linda.

Gui - Um dia será sua também. Lógico, se você aceitar.

Me aproximei dele e nos beijamos. Ele veio me guiando até o sofá. Me deitei e ele veio sobre mim. Tirou minha camisa e eu tirei a sua. Tiramos nossos sapatos. Ele passeava com sua mão pelo meu corpo, e eu fazia o mesmo.

GRUUMM - Minha barriga roncou.

Gui - Parece que você tá com fome.

Eu - Tô mesmo.

Gui - Vem, vamos jantar.

Fomos a cozinha onde tinha uma mesa redonda também decorada. Ele pegou os pratos e serviu aquela bela lazanha a bolonhesa. Estava maravilhosa.

Acabamos, ele pegou a louça e deixou na pia. Pegou em minha mão e me levantou, me levando para a sala. Colocou uma música de fundo e começamos a nos beijar, logo estávamos lá no sofá de novo, ele por cima de mim.

Passava a mão pelo meu corpo e eu o mesmo. Cheguei com a mão em sua calça e desabotoei, ele tirou sua calça, ficando apenas de cueca, mostrando aquele belo volume. Gui já estava apertando minha bunda, e logo já tirava minha calça junto a cueca. Fiquei nú.

Ele se sentou e eu me ajoelhei no meio de suas pernas. Fui beijando e dando mordidinhas em suas coxas, e ele já dava uns gemidinhos.

Coloquei a mão no seu pau por cima da cueca e senti seu membro pulsar em minha mão. Abaixei sua cueca e seu pau deu um pulo.

Eu - Que delícia.

Gui - Todinho seu!

Peguei no pau dele e comecei a punheta-lo, seu pau já babava, então é fui colocando a cabeça na boca. Guilherme começou a se contorcer, mas eu não parei, é claro.

Tentava por o máximo possível na boca, e ele apertava o sofá com a mãos. Parei um pouco o vai e vem com a boca e ele logo se manifestou.

Gui - Não para, tá maravilhoso.

Haha, voltei a por aquele membro na boca, e sentir aquele gosto era maravilhoso, uma mistura de salgado com o doce de seu pré gozo. Seilá, só sei que não vou conseguir descrever o gosto que sentia. Gui começou a forçar seu corpo pra cima, fazendo seu pau ir mais fundo na minha garganta, aguentei firme, pois aquilo estava maravilhoso pra mim e pra ele.

Gui parou e se levantou. Me pôs de joelhos no sofá, me fazendo apoiar as mãos nas costas do mesmo sofá (lógico, 😒). Foi beijando atrás da minha orelha e foi descendo, beijava minha nuca, minhas costas, até chegar na minha bunda. Ele deu um tapa.. Gente, pirei. Mal sabia que piraria muito mais. Ele beijava minha bunda, dava mordidinhas, e logo caiu com a língua no meu buraquinho. Ahh, estava eu lá pirando de novo.

Ele abria minha bunda e caia com a língua em mim de novo..

Eu - Ahhhhhhhhhhhhhhhh..

Gui - Tá gostando tá?

Eu - Amando.. Ahhh

Ele cuspiu no meu buraquinho e começou a enfiar um dedo. Doeu, mas ele foi bem devagar, fazia o vai em vem com o dedo bem lentamente, enquanto beijava minhas costas. E lá foi ele colocando dois dedos.

Eu - Ahh, tá doendo..

Gui - Calma.. Vai passar... - E continuava beijando minhas costas.

Começou a bombar seus dedos em mim, e já não doía tanto. Tirou os dedos e lambeu mais um pouco. Ele se levantou e saiu da sala.

"Bosta, o que aconteceu?" - Pensei. Mas logo ele voltou com um frasco de lubrificante na mão.

Gui - Comprei pra facilitar os trabalhos.

Abriu e já foi passando em mim. Era geladinho, diferente da sua língua. Ele colocou o frasco no canto e veio se posicionando atrás de mim.

Fez carinho na minha bunda e posicionou a cabeça do seu pau na minha entradinha. Senti um arrepio.

Gui - Posso?

Eu - Se demorar mais eu vou ter um treco.

Pronto, tava lá ele forçando seu pau pra entrar. Entrou a cabeça.

Eu - AHHHHHH, TIRA, TIRA.

Ele tirou.

Eu - Dói muito, Gui.

Gui - Mas foi só a cabecinha.

Eu - Cabecinha? Vou te enfiar um cabo de vassoura se falar cabecinha de novo.

Gui - Haha, me desculpa. Vou tentar de novo.

Eu - Vê se vai mais devagar.

Gui - Se eu for mais devagar nós só vamos terminar isso aqui na próxima vez que a Dilma for reeleita.

Eu - Haha, muito engraçado.

Ele começou a enfiar a tal da "cabecinha" de novo. Doeu novamente, só que tentei suportar. Ele parou e ficou alisando minhas costas, minha bunda, e começou a entrar mais em mim. Centímetro por centímetro, sentia aquele "troço" enorme me invadir. Não sei como aguentei aquela dor. Senti seus poucos pentelhos encostar na minha bunda, ele se inclinou e beijou minha nuca e foi sussurrando no meu ouvido.

Gui - Tá gostoso?

Eu - Ainda não tá não, só sinto dor.

Gui - Vou resolver isso agora.

Se levantou e tirou seu pau de dentro de mim, mas logo voltou, entrando devagar. Nisso ele começou o vai e vem, o prazer já estava ali se misturando com a dor.

Ele continuava metendo, e gemia junto comigo. Parou e se sentou.

Gui - Senta aqui vem..

Eu - De frente?

Gui - Aham, quero olhar nos seus olhos.

Sai da posição que estava e fui me posicionando em cima dele, segurei seu pau e fui sentando devagar. Ele estava de olhos fechados, e se contorcia. Sentei até sentir que estava com a bunda colada em sua cintura. Me levantei e desci novamente. Fiquei ali quicando, sentindo o meu homem dentro de mim. Me inclinei e comecei a beijar Gui. Parei de quicar, mas ele começou a me foder ali sentado, ele bombava forte dentro de mim, e continuavamos nos beijando, com nossos corpos colados. Nisso meu pau roçava no meio de nossas barrigas, gozei, contraindo todo meu corpo, fazendo meu cuzinho "apertar" o "Guizinho".

Gui - Ahhhhh, ahhhhh, ahhh. - Ele gozou, me inundando de leite.

Senti seu gozo escorrer pelas minhas pernas. Sai de cima dele e me joguei no sofá, Gui fez o mesmo.

Gui - Nossa, tô acabado.

Eu - Não mais que eu. Será que ainda consigo andar?

Gui - Para de viadagem garoto.

Eu - II, que linguajar é esse?

Gui - O meu, eu heim.

Eu - Te amo!

Gui - Eu que te amo..

Eu - Ué, comprou os direitos do amor?

Gui - Sim...

Eu - Então eu não posso te amar?

Gui - Hummm, você pode. Me beija?

Eu - Não.. Tô cansado.

Gui - Só você? Achei que ia morrer de tanto prazer.

Eu - Isso é bom né?

Gui - É claro. Depois disso já tô pensando no nosso casamento. Você entrando de véu e grinalda...

Eu - O que? Só pode tá brincando né? Véu e grinalda? Você é louco?

Gui - Tô brincando meu amor. - E me beijou.

Olhei o relógio.. Eita, tava na hora de ir pra casa né.

Eu - Preciso ir.

Gui - Ah não amor.. Fica vai..

Eu - Amanhã tenho aula.. E você deve trabalhar né.

Gui - Não, só trabalho nos dias que vou lá na tua escola.

Eu - Que vidão. Você me leva?

Gui - Mas é claro. Vamos nem tomar um banho? Repetir o que fizemos no sofá? - E já veio me agarrando.

Eu - Tô dolorido Mô. Deixa pra outro dia, até porque eu quero repetir também.

Colocamos nossas roupas, peguei minhas coisas e ele me levou. Chegamos no meu portão já era umas 23h. Dei um beijo quente nele e desci. Ele partiu. E quando ia entrar em casa...

- ANDRÉEEE! - Olhei pra trás. Imagina quem era.

Eu - Que foi Matheus?

Matheus - Cara. O que foi aquilo?

Eu - Aquilo o que?

Matheus - Era o carro do professor Guilherme cara. Só pode. É idêntico.

Eu - Deixa de paranóia, Matheus.

Matheus - Cara, o que você tá fazendo com um homem na rua até essa hora?

Eu - Não é da sua conta.

Matheus - ME FALA AGORA! - Gritou.

Senti meu rosto queimar. O que ele pensa que é pra gritar comigo? Ah não. Parei na frente dele, olhei sério em seu olho e fechei a mão.

Matheus - Vai me bater é?

- CONTINUA -

Então é isso. Espero que tenham gostado.

Daniel ainda nessa conversa estranha.

A primeira vez do casal.

Matheus retardado, tô com raiva dele.

COMENTEM, VOTEM...

Meu email: [email protected]

O "Capítulo 08 - Olha o Fogo!" já tá disponível. Corre lá.

Um beijo.

Comentários

17/02/2016 14:51:02
ameei kkkkk que lokura kkk. Eu sei viu o q o dany quer kkk
17/02/2016 07:57:18
Demais!
17/02/2016 01:53:07
Esse Daniel não sei não..... Vou quebrar a cara do Matheus em 20
17/02/2016 01:13:02
O Matheus está apaixonado e paixão é assim mesmo, até entendo ele que é apaixonado a muito tempo. Matheus só achou que depois de se declarar seria mais fácil ser correspondido e ainda não sabe lidar com a possibilidade de rejeição, que por si só é muito difícil, vamos esperar pelos acontecimentos o Gui parece ser muito ciumento e não acho que ele vá saber controlar esse ciúme em relação ao Dani que está querendo apimentar a relação kkkkk, muito boa a historia, curtindo muito!!!
17/02/2016 01:01:04
Muito bom!! Esse Matheus é louco. Até o próximo ^^
16/02/2016 23:54:05
Tá maravilhoso cara. Quebra a cara desse Matheus logo, deixa eu entrar aí que ele vai ver o que é bom pra tosse... cara petulante. 👌👌👌👌
16/02/2016 22:05:28
Pft!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Conto erotico gay o bom filho a casa torna capitulo 10xchamster novinha da o cu ejacula pela bucetaconto erotico comi avizinha quarentonaXvudeos negra inxirida com varaConto erotico arrombei minhA tia 25cm grosso no acampamentonovinha.encara.trinta ccentimetro.pornodoidomae gostosona chora na pica grossa cabecuda do filhoOLHA AMOR, TÔ CHEINHA DE PORRA DE OUTRO MACHO.Sou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhacontos eroticos agresivos de meninas lesbicas gostosas virgensbrincando de namorar contos gaysxvideos maninho com ciumes da irmaporno gay com vendedor de pote e portamarido realiza sonho da esposa ser fudida por uma fila de homems pauzudos e grososvaga em Tambaba mulher chupando rolaVidios Porno tio aproveito que esta sozinho comeu a sobrinha safadaporno sem casaminhasnovinha com beloto do grelo grandeirmas putas querendo fuder com irmao1minuto xvideosxvideos irmao fragando sua irma deitada pelafa de cochinha e come cu delacorno chorão e covarde contos eroticoscemtou xvideo. caserío puxou pro ladoContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhofilme porno de irmao fudedo a irma depois ela tirou atoalha na frente deleminha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.Contos eroticos o comedor do soniferosenti opau inchar e e a porra saindo em jatos quentepoliciau sarado de sunga esitado nucontos eroticos assediada pelo cunhadoo amigo do meu marido me estrupou contosnovinha 18 ano que foje pra cama dos.pais pra trepa com elesconto comi minha eguaconto erotico dei para um estranho na casa de swingxvideosdificil pra vc lukarápido mamãe tà chegando putariabrasileirarabuda que foi tirar satisfação fodeu com vizinhovideo caseiro crossdresser atende entregador de calcinhahttp://zdorovsreda.ru/texto/2012041092menina Com shot bem Curto Moh gostoAxvideo gay menino batendo chutinho de cuecaporno abordado da égua rapazcontos eroticos comeu eu minha filha e sublinhacontos eroticos , meu padastro sempre mim desejava , mim pegou a força , piricudo de floripamaior pinto do mundo de grosso e grande rasgando cu da maconheiracontos eróticos mulher dividindo o marido com gayDhcs xvideosfilmes de diabo comendo ninfetas da belosexoq gostozo e bebe porra d pau do meu sogro. escodido d marridoloirinha pesou que ia so fazer chupeta mas tomou muita porrabucetao contospornodoido lesbicas ate os pulçoscontos de incesto mãe ensinando filha a da bucetinha na infânciamarido pega mulher.trazando com oltroAliviando os funcionarios contos eróticosempregadas dona de casa de calcinha cuidando de tudo mas provocando o patrao com o seu rabu gigante xnxvidiorapaz passa oleo no cu grande da loira empura a bica ate gozarfilmes de sexo so conegona gorda da buceta inchada e cabiludavervideo .e ncoxada.nuonibussexo tio seu pau e muito grande nao vai caber na minha bucetinha naoprdinha.gostosa.trepononovinho da pica lamecadanegão bem dotado chupando e arrombando o c* da novinha louca de lança na casa abandonadaputa tomando olugar da eguinha zooHistrias erticas de velho com marombeirascontos eróticos meu maridoviado corno na zoofiliaguei torado desbocado xvideomulheres sipr dotada xvideocalça legui caladinha na casada xvideoincesto no colo do papai tomando cafe sem calcinha