Pedreiro Porcão


Um conto erótico de mamadordebenga
Categoria: Homossexual
Data: 29/02/2016 03:40:07
Nota -

Essa é uma histórica verídica que aconteceu ontem, sábado, 28 de fevereiro de 2016. Tive uma experiência fodástica e muito gostosa com um Pedreiro bem porcão! Fazia um tempo que eu tentava investir nele, mas ele fazia jogo duro!

Ele é um morenão bem escuro, quase negro, mas tem traços e aparência de negro mesmo! Ele se chama Juvenal (fictício), tem 45 anos, 1,80, forte, não é muito musculoso, mas tem o corpo definido! Tem bigodão, barbona, peito peludo, suvacão peludão, pentelhada que é uma mata só! Ele é um caboclo de um interior aqui do Amazonas, veio pra cidade em busca de oportunidade de trabalho, e encontrou na profissão de Pedreiro a solução para se manter e vez ou outra, enviar alguma ajuda para a família no interior! Ele mora num quartinho alugado numa rua próxima à minha! E recentemente ele assumiu uma obra perto da minha casa! Sempre que eu passava em frente àquela obra, eu o via trabalhando, lindo, sempre suado, às vezes sem camisa, só de calça e botas, às vezes com a farda completa! É uma farda azul daquelas típicas de pedreiros: calça azul, camisa azul de manga comprida, botas apropriadas e meias! Logicamente, sua roupa está sempre suja! Cara, eu viajava nesse macho toda vez que eu passava por lá! E eu ficava olhando pra ele e pra rola dele que fazia um volume considerado sob a calça! Logicamente, ele percebia o meu interesse e, com isso, ele passou a corresponder com olhares sacanas e ótimas apalpadas no seu pacote entre as pernas! Mas eu não tinha coragem de me aproximar! Ficamos umas duas semanas nesse jogo de olhares, e ele pegava no pau e eu só olhava e, no máximo lambia os beiços, deixando ele saber a minha vontade de ter aquele pacote na minha boca!

Bem, ontem eu fui beber umas num bar aqui no bairro. Lá pelas tantas, eu já havia bebido várias cervejas e já estava bem legal! Acho que era tipo meia-noite e meia quando vejo ele chegar! Ele tava usando a sua farda de trabalho toda suja e tava muito suado!

Ele me viu e foi se sentar numa mesa perto da minha! Pediu uma cerveja e ficou lá, bebendo, olhando o movimento do bar, e de vez em quando ele olhava pra mim, com a mão segurando o pau e aquele olhar sacana! Eu estava nervoso, mas não conseguia parar de olhar pra ele! Até que uns quinze minutos depois, eu criei coragem e me aproximei dele, e falei:

- Opa, tudo bom?

- Beleza! – ele responde, ainda segurando o seu pacote!

- Veio tomar uma gelada pra relaxar?

- Isso mermo! – ele respondeu.

- Então tá! Fica de boa! Eu tô ali naquela mesa!

- Blz! E eu tô aqui! – ele falou sem largar o seu pacote.

- Falou, então! – disse eu, super nervoso, mas sem tirar os olhos da sua mala.

Voltei pra minha mesa, mas não conseguia tirar os olhos dele, ou, mais precisamente do pacote dele, que ele continuava apalpando e alisando de vez em quando, me olhando com aquele olhar de safado!

Até que criei coragem! ‘É agora ou nunca!’- pensei!

Peguei meu copo e a minha garrafa de cerveja e fui pra mesa dele.

- Mano, tu tá sozinho? – perguntei.

- Tô sim!

- É chato beber sozinho, né?

- Porra, é chato mermo! – ele disse.

- Se quiser, posso te fazer companhia!

- Blz! Fica aí, borá bebê junto e batê um papo! – disse ele dando mais um amasso no seu pacote!

- Já é!

E acabei ficando na mesa dele

Ficamos bebendo e conversando e ele contou que tinha acabado da sair da obra direto pro bar sem tomar banho nem trocar de roupa! Já fiquei aceso!

Por causa da bebida, acabamos nos soltando e já conversávamos com mais intimidade, e, no meio de um assunto ele me confessou que já estava sem tomar banho nem trocar de roupa há 3 dias trabalhando e bebendo cachaça! Adorei saber disso! E meu nariz captou o cheirão forte que exalava dos seus suvacos! Eram três dias sem tirar do corpo aquelas roupas de pedreiro, meias e sapatosm incluindo a cueca! Enfim, tava todo porcão!E eu delirava só de imaginar a situação do corpo daquele macho!

Percebi que ele tava enrolando pra a cerveja dele não acabar e fiz algum comentário que não lembro agora, mas ele acabou me falando o seguinte, demonstrando constrangimento:

- Mano, vô te mandá a real. É que tô sem um puto aqui, meu patrão não me pago hoje, fiquei p da vida cum ele! Só vim pra cá porque um amigo me chamou, mas a mulé dele ligo e ele teve que ir embora, mas pago uma galada pra mim!

Então eu falei pra ele que ele podia beber comigo e que ficasse à vontade! Ele falou:

- Valeu, mano! Brigadão memo! Mais dexa eu ti dizê: eu tô mermo é na vontade de uma branquinha!

Ele queria cachaça! E isso me deixou ainda mais excitado! E me ofereci pra pagar uns goró pra ele! E ele aceitou!

Bebemos muito ali naquele bar até umas duas da madrugada!

Bom, pra encurtar a história, o clima já havia rolada e já estava claro que nós dois queríamos a mesma coisa: transar!

E ele me chama pra tomar umas saideiras lá no barraco da obra, pois ele tinha que ficar de vigia! Concordei, lógico!

E fui com ele pra dentro da obra! Entramos, ele trancou o portão, fomos pra aquele barraco cheio de ferramentas e cimento e tals, tinha até umas fardas e sapatos dos outros pedreiros! E também havia um colchão bem velho no chão, no fundo do barraco, coberto por um lençol imundo e fedido!

Eu levei umas cervejas pra a gente beber e uma cachacinha pra ele e cigarros também.

Bom, brincamos até de manhã!

Cara, ele tava suadão, fedidão, bem porcão, CC, a rola dele preta, grossona tava cheia de sebo! Ele ficou com vergonha, falou que ia tomar banho e tals, mas eu não deixei, lógico, né? Pois eu queria saborear tudo que o corpo daquele macho porcão tinha a me oferecer, principalmente o sebão da sua rola! E falei assim pra ele:

- Não esquenta com isso não, mano! Isso é coisa de macho trabalhador! Depois tu toma banho! Pra mim, macho mesmo tem que tá suado e sujão! É assim que gosto! Falei isso apalpando a pomba dele que já tava grandona dentro das calças! E sabe o que ele falou? Na hora ele entendeu a minha intenção e disse:

- Ah, qué dizê que a putinha é chegada num macho porco?

Cara, ele ficou loucão com isso! Lógico que eu confirmei! Falei:

- Amor, quanto mais porco, mais gostoso! Vem cá que eu vou te dar um banho de língua no corpo inteiro!

Ele ficou mais louco! Me agarrou e me beijou, esfregando a barba e o bigode na minha cara e no meu pescoço e enfiando a língua na minha boca e cuspindo na minha boca! E disse:

- É assim que tu gosta, né putinha? Pois tu vai fazê uma faxina caprixada nesse teu macho porcão!

Daí ele tirou a camisa dele, puxou minha cabeça e enfiou minha cara no suvacão peludo suadão e fedidão dele! Minha gente, foi tudo muito gostoso! Eu limpei os suvacos dele, o xulé dos pés, das meias e dos sapatos dele, chupei todo o sebão do cacete dele, e ele cuspia na minha cara e até me deu uns tapas de leve na cara e outros não tão leves na bunda!

Daí, ele me botou de quatro.

- Vô aplicá um tratamento nesse cuzinho que ele tá precisano!

E chupou muito meu anel, enfiando os dedos! Depois se preparou pra metar a sua rolona! Confesso que fiquei com um pouco de medo, mas o tesão e a vontade de ter aquela jebona grossa e preta de 21 cm me dominavam!

E com esforço e uns 10 minutos de empenho ele consegui enterrar toda aquela ferramenta dentro de mim! E me comeu gostoso! Mas, uma preocupação me veio nessa hora: confesso pra vocês que eu sempre procuro estar com o meu traseiro limpinho, pois não gosto de passar cheque jamais! Mas desta vez eu estava desprevenido! Até falei pra ele, pedi pra eu ir ao banheiro antes, mas ele falou que queria do jeito que tava! Só sei que sujei a rola do cara todinha de merda. E ele nem aí! Olha, eu não curto essa coisa de scat, mas era ele que tava se sujando e queria, então nem liguei! Cara, caguei geral na rola do pedreiro! É lógico que depois que ele acabou de me comer eu fiz ele tomar um banho bem caprichado, pois eu não curto mesmo essa coisa de bosta! Sei que tem gente que gosta, mas eu não consigo!

Bom, tirando esse detalhe, essa foi só a primeira metida dele em mim, a gente transou e bebeu até de manhã! Ele até me chupou e eu gozei na boca dele. E só uma vez eu consegui que ele deixasse eu meter no cu dele, mas ele tava constrangido, e só soquei um pouquinho e ele mandou eu tirar.

Enfim, saí de lá às 5:30 da manhã, todo sujo de gala, mijo e suor do macho, sem falar no meu anel destruído, né! Vixi! Mas adorei! Agora vou esperar ele me ligar mandando eu voltar lá pra se satisfazer com a sua putinha, e eu vou me satisfazer com o meu Macho Pedreiro Porcão!

Quem gostou, deixe comentários!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/07/2017 17:38:55
Ola amigo adorei seu conto, alias sou como voce, sonho com um marido dominador e macho como voce, sou branco, passivo, bom nivel, trabalhador, medico, submisso e obediente, curto ser uma putinha para o casal e quem sabe conhecer o peao bruto q serei esposa e servirei o resto da vida. Adoraria conhecer vcs e se seu macho aceitar e vc deixar ate servilos, meu email cara masculo, discreto, bonito, jeito de macho, mas viro uma putinha obediente na mao do macho assim como o seu, faco tudo pelo macho, meu prazer e o prazer dele, abraco.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos adoro quando minha esposa si ezibi pra outro quase peladaConto erotico 25cm grosso na colega de escola a forcamulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verprofessora do encino fundamental se masturbano peladaconto erotico gay gury chupador de dedoo primo do meu marido me fudeu quando viamos do casamentoConto crente siririqueirafazenda 2018gostosa se masturbano e gemendo em Conto minha vizinha me falou que o marido não endurece maisxvideo de hmenquando amosao tola pirocao no cu com forca e te machuca conto erotico velha casada banca negao pirocudofodi minha cadelacontos eroticos gays nerd e o bad boymae de filho gozando muito com brutamonte e corno filmando xnxxconto gay o meu sonho de consumoNovinha fica facinha e chupa o pau de todo mundo e da a buceta pra vários eo vídeo vazou na internetnovinha de biquine fazedo sexo de ladinho colado bem devagarinho no cuzinhoConto gay - "veio todo dengoso"estranho dotado enche coroa loira casada de porra corno asistefis sex com minha visinha xvideo no becovideos de bucetas intaladas na rola grossaxvideo corno arma asautonegao com pistolao grande e bem grosso quase nao entra no buctao da coroacontos erotico,meu genro me enrrabou dormindocontos eroticos brutais, estiquei o clitoris ate sangrarxvideo de rodinha da sarrada e chupadinha no baile funkquero bate papo com casada fogozanegao cacete grosso preto vigilante comendo cu do cliente apos o expediente gosando dentro video amadorver vidio d padrasto dotado fz sexo com entiado dormindox video quando mete no cu danovia ela grita ta bomadolecente mostrando a buceta deitadavde Costa fotos .comxvideo chinesa se encabulou com o pau do negão e foi arronbadaContos erodicos homem velho mamando e mordendo e puxando o peitoContos porno,gostosa transou muito com moto taxihttp://comto erotico comendo cú menina crentecontos eróticos de casadas rabudas traindo com pauzudoscontos eroticos adoro negras de ceios hem pequenos e bucetiha inchadacontos de mae.putona tarada pela rola do filhoatendeu aporta cueca comeu a vizinhacornolandia barbara costa bucetacontos de sexo da tetêContos , enquanto eu estava bêbado o malandro tava comendo minha mulherfudeno minha quanhada gostoza de beibidor nu sofarsites historias e contos eroticos de incesto mae amante do filho marido ausentesexoirmá vai dormir con seu irmaoboa foda sadomazoquismo amarrada pes e maos com buceta bem aperta de ponta cabecaxxx dando rabo pra Nergõesirma disse q n cu n e pecado incestoela cagou no meu pau conto eroticotravesti comendo a pastoraMissionáriaContoeroticosobrinhonovinhoqueru ver filmi u pai tentano come afilha di dozi anu em cuantu a maedormicasada chora com zezao rasgado o vizinho apertado contos erotico da irma batendo punheta no irmao machucadopornodequatoconsertando o chuveiro da minha vizinha contosflagrei minha tia raspando o pentelhosexo com coroa ruiva baixinha gostosa peituda de buceta bem peluda fidendo xom bem dotadoninfeta de fio atolada no fundiller contos eroticos de padres reaiscontei pro meu marido que ele não dava no couro por isso que é corno contos eroticoscracuda sapecacomo passar a pomada azulzinha na buçetacontos eroticos.virei viadinho do barbeirosou adepta a zoofilia virei cadelaMeu cão ralf me comeu contomudar música de funk tem um filme pudim empinadoconto pornô fazendo o lek de mulhernovinha cumessando a nacer peito vasendo boqueti xvideo