A Namorada Gostosona do meu primo (fato real)


Click to Download this video!
Um conto erótico de Jonh
Categoria: Heterossexual
Data: 31/07/2015 19:18:36
Nota 10.00

Eu morava na casa do meu tio e tia até o inquilino desocupar minha casa que eu havia alugado qndo estava trabalhando no interior.

Meu primo tinha uma namorada de 1,80 de altura, seio fartos e tudo em cima, grandes, duros e não era caído, parecia silicone mas era natural. Um belo par de coxas tipo de jogadora de vôlei e uma senhora bunda. Bunda a qual eu falava pro meu primo que ele tinha que ter dois metros de pica pra comer a mina dele.

Eles eram o casal pinguinha, começavam a beber na quinta nas baladas e só parava no domingo a tarde, toda vez que ele chegavam mamados, chegavam fazendo barulho e meu quarto era do lado do quarto do meu primo. Passava alguns minutos começava os gemidos e sussurros. Meu primo é daqueles caras que não tem carinho, o bicho é bruto. Quem pudera, com uma potranca daquela tinha quer ser na brutalidade. A cama batia na parede que dividia nossos quartos, aquilo me deixava louco de tesão e eu acabava batendo varias punhetas, com o ouvido na parede ouvia ela gemer gostoso e as bombadas fortes que meu primo dava nela fazendo aquele barulho gostoso dos corpos se batendo. Eu batia mta punheta imaginando socando meu pau naquela buceta que na minha imaginação era mto grande assim como era ela, só parava de punhetar e gozar qndo eles paravam, no tempo todo de foda eu gozava mtas vezes até meu pai ficar ardendo e esfolado.

Isso era toda semana, toda semana de quinta a sábado eu me acabava na punheta ouvido eles transarem.

Certo dia ela veio na casa dele numa tarde fazer uma faxina no quarto onde ocorria as mais delicias fodas, e eu estava na rua a vadiar.

Chegando em casa fui direto ao meu quarto e ouvi som de coisas caindo no banheiro do quarto do meu primo e fui lá ver, e pra minha surpresa ela era lavando o banheiro de shortinho cor de creme deixando a mostra aquelas coxas grossas e gostosas e um pouco da poupa de sua bunda.

Seus peitões pareciam que iriam saltar pra fora do top preto que estava usando.

Conversei um pouco com ela, pois ela gostava mto de mim por eu ser sempre gentil, educado com ela e com todos. Mal ela sabia que eu a comia em pesamentos.

Sai do quarto pra ela terminar o serviço a vontade e fui para o meu e liguei o computador pra entrar no bate papo, foi qndo ela entro no meu quarto e me perguntou se eu tinha algum CD de musica e se meu computador rodava CD pra ela ouvir, e disse que sim, mas teria que procurar um CD de musica. Ela abriu a porta do meu do meu guarda roupa pra procurar um CD e foi me avisando que ia limpar meu quarto também.

Minha cabeça começo a pensar besteira, fiquei imaginando chupando aquela bucetona e mamando aqueles peitões grandes e duros. Meu pau ficou duro e ficou difícil de esconder, pois o short alarmava fazendo volume.

Ela começo a pegar os CDs e viu um CD porno do Frota e ficou curiosa pra ver, e me pediu pra colocar. Na hora eu retruquei falando, vc esta doida? Esse CD é porno. Mas ela não quis saber e pediu pra colocar e eu morrendo de tesão que já estava acabei colocando. Ela sentou na minha cama ao lado da cadeira onde eu estava se apoiou na mesinha do computador pra ver o filme, começando o filme ela ficou toda alvoroçada e só dizia, nossa, nossa, que isso, gente do céu, que monstro.

Percebi que os bicos dos seus peitões ficaram aceso e os pelinhos do colo deles ficaram arrepiados e com isso afastei-me com a cadeira do computador pra ela ver que eu também estava excitado com meu pau já todo inchado de tão duro. E ela murmurando o filme e começou a se remexer inquieta e pedindo pra avançar o filme pra partes que mais lhe agradava e as outras cenas também. Ela começo a morder os lábios e passar as mão entre as coxas que estava com os pelinhos descoloridos todo arrepiado, e olhava pro meu pau a latejar de dentro do short e dizia, ai Jonh melhor parar com essa coisa gostosa esta me dando um siricutico aqui, e eu disse ah, vc não queria ver, eu avisei. Se vc que é mulher já esta assim, imagina eu que sou homem apontando pro meu pau. Ela olhou e disse nossa John e pegou nele pro meu espanto, e dei um gemido e ela disse com a voz bem molinha, ai Jonh para com essa coisa gostosa, ele acordou durão né. E eu disse vc quem começou, não sou de ferro. Vou ter que ir no banheiro me aliviar e ela disse, e eu também né, também não sou de ferro.

Mas nenhum dos dois foi se aliviar no banheiro, ela cada vez mais passava suas mãos em suas coxas e no colo dos peitos e eu já fora de si comecei a apertar meu pau na frente dela sentado na cadeira e ela na beira da minha cama, ela vendo eu apertar meu pau, foi ficando com mais tesão ainda e ela me falou, jonh vc não conta pra ninguém o que esta se passando aqui viu, eu confio mto em vc. E eu disse, pode ficar tranquila vc sabe que não sou de ficar de conversinha.

Nisso ela se sentiu segura e sem pensar ao passar a mão no colo dos peitos ela enfiou os dedos por dentro do sutiã alisando seus mamilos e gemeu bem baixinho, eu disse pra ela, para vc agora com essa coisa gostosa pq eu vou acabar me liberando aqui mesmo, e ela ai desculpa foi sem querer, melhor a gente parar tenho um monte de coisa pra fazer. E eu disse fica já esta acabando, ela falou sorrindo que pena. E mais uma vez ela me surpreendeu pegando no meu pau, só de que desda vez ela ficou apertando como eu estava fazendo.

Eu comecei a apertar as coxas em direção a sua buceta e ela começou a gemer baixinho e bem gostoso e qndo cheguei bem na sua buceta, fiz uma pressão no seu grelo e ela gemeu um pouco mais alto e disse toda mole ai Jonh para de ser safado com essa coisa gostosa e apertando meu pau cada vez mais forte.

Não aguentando mais, eu me levantei e abaixei o short deixando minha rola pra fora e ela olhou com os olhos arregalados e disse nossa que ela é cor de rosa, e começou a punhetar e ele latejava na sua mão e minha mão passando e apertando aqueles peitões tirando minha duvida de que era duro mesmo.

Ela tirou os peitões pra fora do top e do sutiã pra eu pegar mais gostoso e começou a chupar meu pau, chegava a fazer barulho com a boca, ela era toda grande e sua boca engolia meu pau inteiro ate chegar na garganta e ela pegava minhas bolas e empurrava ainda mais meu pau querendo engolir até as bolas.

Ela chupava e ficava falando ai que coisa gostosa jonh, ai que rola rosa gostosa.

Eu com jeitinho meigo e carinhoso pedi bem baixinho, deixa eu chupar sua bucetinha deixa, eu sempre quis te chupar, ela disse claro que deixo, estava esperando vc pedir, mas tem uma coisa, e eu disse qual? ela falou bem safada, não é bucetinha, vc vai ter que colocar ela toda na sua boca, se vc conseguir vai ganhar um premio, e eu fiquei mto louco de tesão, e aproveitei que ela estva sentada na minha cama, empurrei ela fazendo ela deitar e comecei a mamar aqueles peitões duros e grandes, tinha que pegar um só com as duas mãos e mamar um de cada vez de tão grande.

Ela gemendo e rebolando e desabotoando o seu short e meu pau ja pingando sentindo a mão dela desabotoar o short.

Fui descendo beijando e passando a língua na sua barriguinha sequinha e brinquei até com pircing do seu umbigo. chegando na buceta tirei o short dela com calcinha e tudo e pra minha alegria aquela bucetinha era mais que um bucetão com um pircing no grelo, fui chupar e ela ficou com medo e disse que era pra chupar devagar por causa do pircing e que ela nunca deixou ninguém chupar o bucetão dela nem mesmo meu primo.

Mal sabia ela que eu era expert em chupar buceta, comecei a lamber aquele bucetão e chupei bem de levinho aquele grelo com pircing e ela começou a se retorcer na cama de solteiro e gemer sussurrando ai john que delicia seu safado gostoso, é por isso que as meninas ficam loucas por vc seu gostoso safado, chupa minha buceta chupa, hoje ela é toda sua vai, vai, ai que delicia de boca, que língua deliciosa, chupa chupa jonh, coloca ela inteira na boca pra eu te dar o premio vai. A buceta dela era tão grande que na verdade eu não conseguia mesmo colocar toda na minha boca, mta carnuda era ela, não aguentando mais de tesão, queria sentir meu pau dentro daquela buceta grande e subi pra cima dela pra introduzir minha rola, ala pegou minha rola e posicionou na entrada da sua buceta e eu só empurrei pra dentro tirando altos gemidos dela, e ela dizendo no meu ouvido como eu era carinhoso em todos os sentido, diferente de todos os homens que ela havia tido relação.

Ela me abraçou forte e falando mete john mete gostoso nessa buceta, que vou gozar no seu pau gostoso, ela gozou em silencio sem que eu percebesse e pediu pra eu comer ela de quatro e posicionei ela de quatro, mas aquela bunda grande balançando com minhas bombadas meu deixou cheio de tesão e segurei o gozo no maximo, mas ela gemia de tal maneira que anunciei o gozo e ela falou, goza dentro da buceta goza, eu disse vira que eu quero gozar nos seus peitos, então ela virou e eu apertando o pau segurei a porra e soltei, o jato foi na cara dela, na boca no cabelo e resto tudo nos peitões, ela se lambeu e disse, nossa tinha que ser doce seu gozo com a cabeça rosa parecendo um morango, ai que coisa gostosa.

Sai de cima dela, ela se limpando pediu pelo amor de Deus pra não contar pra ninguém.

Eu confessei pra ela que eu ficava ouvindo ela meter com meu primo e que batia varias punhetas imaginado comendo ela, isso deixou ela com mais tesão e disse, vem aqui comigo, e fui seguindo ela até entrarmos no quarto do meu primo ela se jogou na cama deitando de barriga pra cima e com as pernas abertas mostrando aquele bucetão disse vem me comer aqui na cama dele vem, vem me fazer gozar de novo, eu gozei um monte de vezes sem vc perceber, gozei três vezes na sua boca, nunca fui chupada tão gostosa assim e não aguentei, não te avisei pra vc não gozar rápido pq estava mto gostoso.

Depois desse dia ela ficou apaixonada e não escondia pra ninguém, nas festas de famílias e amigos ela falava pra todo mundo que escolheu o primo errado, mas nunca ninguém desconfiou de nada.

Tivemos vários chupa engole até ela se casar com meu primo.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/08/2015 02:40:04
Delicia de conto
31/07/2015 22:07:43
um otimo conto cara,quem sabe vc nos conte mais aventuras sua com ela,ñ é mesmo .
31/07/2015 20:55:42
Ah, o premio era o rabao que nas outras vezes foi o da vez.




Online porn video at mobile phone


negras lesbicas fazendo tribadismo cabeca vs cabeca c clitoriscontos btincando esconde com a novinhatravesti tomou banho com amoga e comeu bucetinha delameu corno troxe um negão para me foder e tirou fotoscontoeroticobucetaomulher transando com convidado do marido por baixo da mesachulezinho femininoconto erotico gay vovo deu leite pro netinhomtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1Somente contos reais de marido chorando e ecitado que chega em casa e pega esposa trepandonegao arregaca cu de vadia contosFamosos cafuçu no braco todo nu peladoporno levantado a saiao pauzao preto fortetia e sobrinha se diverte c uma pica d borracha enorme ponodoidoler conto erotico de deficientevídeo de mulher com o Playboy mostrando a bunda no conto o homem sendo o piru da xana delacontos eroticos comendo a sobrinhatirando o cebinho da cetinha com a linguacontos eróticos menina 25 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhospank femdom dominadora contossobrinha virando os olhinhos e g****** muito no pau do tioxvideofiadovideo de prono doido com loiiraasmulheres com shortinho curto rebolando no pau de fogueira de caçadorpornodoido desmantelando a loira em cima da mesanxxx so com negras de calcinhas ajustadinhasnovela tieta do agreste transando com sobrinhoMinha comadre disse para minha afilhada minha filha voce que mesmo dar sua buceta virgem pro seu padrinho minha afilhada disse eu quero mae minha comadre disse filha chupa o pau do seu padrinho conto eroticofodido pelo mendigo roludo contos gaypornô grátis sobrinha Fala tio sua pica não vai caber na minha b********Familia Sacana pornoxvideos gay amador cafuçu de bermuda fininha14 centímetros conto heterovideo curtinhonovinha gozando pelo cuzinhocontos eroticos feminino ajudei o porteiro negro a fuder eu e minha irma juntominha esposa adora foder com garotibhos pausudo contos eroticodois mordemdo e chupando forte a bucetaminha buceta seus retiradfui enrabada por meu padrinho sem doxvideos caseiro menininha so de camisola usano salane de comerconto erotico bacanal bucetameu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosvídeo pornô comendo o c* da magrinha deitada transposiçãoPorno contos eróticos sexo entre irmaos romance final feliz o filho da minha madrastavídeo de sexo brasileiro padrasto inventa que tá a Baby enteada Leva ele para o quarto chega lá e chupa a buceta dela e goza no cuEu garotinho deu o ccu muito novinhozoofilia.gratis/videos/pansexual-com-cavalo-gozando-na-buceta-e-cu-de-mulhernovınha sendo comıda por um negao jumentoporno mulheres q bota sainhas curtinha para pega onibus lotado sopara ser fufidacontos erótico minha irmãzinha de babey dool anal icestoempragada safada ve menino na punhetavovó e netinha chegando junto com pirocudo mamando dando o cuzinhominha mae e a travestis contosvidios porno pai bi e filho brincaoenpancando a novinha de brusomulhe rebolhadopornor média vai examinar uma grávida e estrupadaeu quero ver vídeo pornô a novinha indo para academia dando a buceta o cara da rola bem grandona engrossando e gozando bem muito e melando a rola do cara todinha na hora da gozada e puxando os peitosporno.com negao levanta a saia enfia até o saco enche de porraconto erotico coroa buraco na paredefiho pega mae rabuda sem caucinha de saia na cozinhaEu quero assistir vídeo de pornô de mulheres de corpo estrutural gostosa bundona com sono televisãoatrevida gozando com o cunhadotravesri pau 40centrimo fode amigovideo de velho tarado depois de tomar unas azulzinhascontos de sexo depilando a sogracontoerotico.com/comi a pastora da minha igrejaMeu cão ralf me comeu contoXvidio conhada loca po paufilha assiste porno no quarto e mae e comida por outro e mae escuta barulho estranho e vai ver o que e e ve a filha se masturbandodemônio pausudocontos da xana tia marta coroamorador. de rua sendo bulinado ate gozar