Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Azul do Céu (18)

Um conto erótico de T_mis
Categoria: Homossexual
Data: 17/01/2015 14:32:12
Nota 10.00

MariaEu não conseguia entender por que ela estava agindo daquela maneira. Não era ela, ela não estava bem. Por que ela não me falou dos remédios? E o por que ela tomava aqueles remédios? Pra que?

Eu escutava os gritos da tia dela e coisas caindo, mas ninguém me respondia. Desliguei e liguei de novo mas dessa vez nada. Comecei a ficar preocupada e fui falar com minha mãe. A resolveu ligar pra tia dela, que depois de chamar muito, atendeu.

- oi!

- Oi, é Leona, está tudo bem por aí?

- Tah está passando mal de novo, estamos no hospital. Maria pode vir pra cá?

- Pode, sim. O que ela tem?

- Melhor nós nos falarmos aqui. - Chegamos lá e fui direto querendo saber o que tinha acontecido.

Eu - Oi, tia. O que aconteceu? - ela não me respondeu, só me fitou por um tempo até responder.

Ela - Vamos sentar ali que quero te explicar uma coisa. - Fudeu! mil e uma coisas passaram pela minha cabeça. A barriga embrulho, o coração apertou e comecei a sentir aquele frio de ansiedade. Fomos até duas poltronas na sala de espera, que estava vazia, e sentamos.

Tia - Pelo que eu percebi, a Tah não falou com vc sobre esse transtorno dela. - acho que agora, sim, eu iria entender tudo. - Quando a mãe dela morreu, ela sofreu muito. No inicio, achamos que ela estava lidando bem com a perda, dávamos todo conforto que podíamos pra ela não sentir tanto e parecia que estávamos isso bem, até ela ter um ataque de fúria na escola. Achávamos que era um caso isolado e a punimos como qualquer mãe e pai fazem, mas começou a se repetir até se tornar algo clínico. Se agravou a ponto de ela ter esses desmaios, porque ela guarda tudo pra si até que não aguentar mais. Um dos meus medos quando ela se relaciona com alguém, é isso, que a pessoa não compreenda ela ou até tenha medo, porque ultimamente ela tem negado a tomar os remédios e isso deixa ela um pouco agressiva.

Quanto mais ela falava, mais ia me dando um aperto no coração e um nó na garganta. Eu ficava imaginando como a Tah deve ter passado por isso e como deve ser uma confusão na cabeça dela.

Tia - Eu nunca gostei da orientação dela, Maria, mas nunca deixei de amá-la como uma filha. Eu sempre tive e sempre tenho medo do que ela possa passar na rua, mas não posso fazer nada se ela é assim. Quando fomos naquele jantar, sua mãe conversou comigo e me tranquilizou sobre várias coisas. Eu vejo que vc é uma menina linda e do bem e deu graças a Deus por isso. Mas só peço que tenha paciência com ela, porque vc faz muito bem a ela, e tente resolver tudo que precisa com ela agora porque ela não pode ficar passando esses episódios toda hora.

Eu estava me sentido culpada. De uma certa forma, fui eu que provoquei isso. Eu precisava um recomeço com a Tah e começar a viver o que ela vive, pra entender o que ela pensa.

- Senhora, se sente, senão vai acabar caindo.

Ela acordouTahMais luz na minha cara! E eu sem saber o que aconteceu de novo. Cadê todo mundo? E esse troço no meu braço de novo! Vou bater recorde de idas no hospital em menos de uma semana. Cadê Maria?

- Senhora, se sente, senão vai acabar caindo. - disse a mãe de santo quando tentei levantar.

- Por que tô aqui de novo?

- Vc teve outra crise. Vc precisa tomar os remédios, Tah.

- Tá, já entendi, já posso ir embora? - nessa hora Maria e minha tia entram no quarto. Elas estavam com uma cara não muito boa, Maria parecia que estava a ponto de começar a chorar.

Maria - Como vc está?

Eu - Vou está melhor quando sair daqui.

Tia - Como ela está, doutora?

Médica - Agora está bem, mas ela precisa tomar os remédios senão vai ter que voltar a como era antes.

Eu - Aaah! Mas não volto!! - só de lembrar das picadas que tomava e da quantidade de psicólogos, psiquiatras e todo o resto de "psi" na minha frente já me dava raiva e vontade de rir ao mesmo tempo. Deve ser por isso que resolvi cursar psicologia kkkkkkkk

Médica - Então trate de se cuidar!

Eu - Ok, adeus! - e saiu capengando pra porta do quarto. Em meio a protestos de todos eu consegui chegar no carro. Fui pra casa com meus tios e Maria. Ela estava me olhando estranho e sempre me fazendo carinho no rosto, cabelo. Chegamos em casa e eu estava cansada, mesmo tendo estado apagada. Era de tarde e fui direto com meu quarto com Maria.

Eu - O que foi que vc tá desse jeito?

Ela - Acho que precisamos conversar um pouco, né?Voltei! Demorei mas to de volta. Obrigada de coração por todos que comentaram último conto. Sizinha, Laura e Julia, leitorerótico, blacklotus, que são os que mais estão por aqui, um beijão pra vcs.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/01/2015 02:25:56
Gata isso ta bom continua beijinho pra
19/01/2015 23:26:40
Nossa menina, não some estava pensando que desistiu.. que bom que voltou, estou muito ansiosa pelos proximos capitulos, parabéns ótimo conto. Ah.. gostaria de um help, como que faço para que meus texto fique na busca por contos lésbicos, como todos os que estão nessa tématica. Antecipo meus agradecimentos.... continue com conto estou amando :D
19/01/2015 00:59:32
Linda tava com sdds ja nao some mas hein
18/01/2015 01:55:07
Some assim.não.menina senão acaba com a.gente. outro conto excelente e se cuide
17/01/2015 19:41:25
perfeito!,continua.
Al_
17/01/2015 16:10:25
Não comentei sua história, mas saiba que vc tem uma leitora aqui que acompanha essa história maravilhosa desde o início, mas só agora resolvi dar as caras rs. Adoro de verdade a história e sempre fico feliz quando há um novo capítulo. Não deixe de escrever, vc tem mais uma fã aqui escondida rsrs
17/01/2015 15:18:31
Uhuu guria.. Tava com saudades já.. Some mais não..




Online porn video at mobile phone


f****** a b******** lisinha amarrada de perna aberta brasileirafez buraco na parede do banheiro para brexar as mulheres de casa e foi pego pornoconto gay ele se revoltou e tomou todasmulher chora no cacete para cicatrizesnetinha tarada bicando e rolacontos eroticos viajando junto com irma da igrejaabre video porno das novinha loira do peito picino e pontudobucetas grelo dedo e choupadas videos de sexo filhas gemiase paipinto nao entra na cetinh apertadinhXVídeos mulher lavando roupa no tanque com pegada e******contos eróticos minha mãe greludaconto erotico gay macho dominador gosta de maltratar viadomanmando no glelinho sem pararcontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriavídeos grátis novinhas akita gritando de dor ao ser penetradaporno de lingua dençendo a guelaxxvideo caseiro espiano a buceta cabeluda da subrinha lavano o cachorrosexoalvescontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombarama gostosa do rabao com um shortinho curto sarrando no maninho ate que ele nao resisteXVI de os foi estuprar a coroa mas ela gostou e gososou gostosovídeo porno mulher casada motel Velho deixargozar dentroconto erotico cadelizadaprimos flagrados fofemdo no porao da familhaengolindo porta no ônibus na viagemxvideoa baxinhas de camisolarcontos eroticos gratis transformei minha esposa em uma putacontos eroticos minha filhinha meu amor minha vida cnnmtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1porno inserto.tia nao guenta vem.sobrio.di.pau duroContos um caderante estrupou minha bucetacunhado gozando dentro da buceta cabiluda da cunhada deitadade bruso clara de 52 anoconto erótico tesao em raxinhas minúsculasContos eróticos: Rabetao da minha sobrinha sarrando na minha picavideos porno esposa e marido cagando juntos falameufiover filho fódendo mãe dormindoBuceta da egua piscando pidino rolavideo cazeiro namorqda disendp e o cuzinho e so dele vide pornocontos eróticos mulher transando com negãomenina e padrasto no sofa ela aproveita da bebedeira dele e tranza gostosoPenis flacido castrar contosvídeos de pornô com homem com homem o homem chamando shampoo no pinto do outro e lambuzando de xixiPorno en t re s o gro e no ra conto eroticoCamisinha atrapalha a tirar a virgindadecontos eroticos.sou crente e putinha da buceta inchada.Fotos d cazada sendo fodida p roludoconto erotico de minha titia rabuda nua do rabao la em casa de sainha curtaminha titia se gozando com meu cassetevídeos pornô com novinha gostosinha Sukitalazarento do irmao fez sexo com a irma enquanto ela estava deitadaporno chupando ate vomitar e sendo espangadaesposa trai o esposo na fantasia c mulato de 1:90fuderao a gostoso na prainhaas bucetas mais esgassadas gozandoconto erotico huntergirls71contos eróticos no YouTube deixei meu filho me comercasa dos contos/turbo negroporno ladrão forçando dona de casa a fazer anal forçadofolha da a buceta ao seu pai pra tira o seu cabacoRelatos eroticos selvagemvídeo pornô com Edinalva com a b***** bem cabeludamrnino evade a casa da tia safada i ve a tia peladaentrou no lugar errado e pegou o cara de toalhas porno doidocontos sissyver faveladas perdeno a vigidadesvideos de sexo filhas gemiase paileitinho do papai contosconto erotico huntergirls71criansa dormindo con abuceta gostosa virgem dando mole soquei ate gosanovinha deixa rapaz pincelar sua bucetinha dentro do ônibusCasa dos contos eroticos aula particulargordo careca e sua esposa chupando um pinto juntoscontos erotico comendo a subria dormindoContos de meninas ki deu abuceta pra uns velhos tarado pau enormesxvideo negao acoxa mulher onibusvideos de sexo enchendo de porra esperma semem dentro da buceta jovem gozando dentrocontos eroticos a cunhada quietinha e.religiosahttp://esposas perdendo a virgindade com seus maridos: contos eróticosxevideo mulher dormido e rola entrandodeixei a vendedora ver meu pau no provador de roupas xvideoscontos de incesto maê pega filho roçar o pênis no grelo da maecasos amad fragra irm gosand ponh casa favela cariocaContos éroticos taradão caralhudo arrombando uma prostitutaconto viadinho descaradoXxvido forçandadeu sonífero para sogra e comeu a b***** delafrutaporno adoro bater punheta na calcinha da mamaevideo do palaso quemoziCuidando das amiguinhas da minha irma contoswww.com.pornozinho.filha senta no colo do pai deixa elhi de bau duro