Azul do Céu (18)


Um conto erótico de T_mis
Categoria: Homossexual
Data: 17/01/2015 14:32:12
Nota 10.00

MariaEu não conseguia entender por que ela estava agindo daquela maneira. Não era ela, ela não estava bem. Por que ela não me falou dos remédios? E o por que ela tomava aqueles remédios? Pra que?

Eu escutava os gritos da tia dela e coisas caindo, mas ninguém me respondia. Desliguei e liguei de novo mas dessa vez nada. Comecei a ficar preocupada e fui falar com minha mãe. A resolveu ligar pra tia dela, que depois de chamar muito, atendeu.

- oi!

- Oi, é Leona, está tudo bem por aí?

- Tah está passando mal de novo, estamos no hospital. Maria pode vir pra cá?

- Pode, sim. O que ela tem?

- Melhor nós nos falarmos aqui. - Chegamos lá e fui direto querendo saber o que tinha acontecido.

Eu - Oi, tia. O que aconteceu? - ela não me respondeu, só me fitou por um tempo até responder.

Ela - Vamos sentar ali que quero te explicar uma coisa. - Fudeu! mil e uma coisas passaram pela minha cabeça. A barriga embrulho, o coração apertou e comecei a sentir aquele frio de ansiedade. Fomos até duas poltronas na sala de espera, que estava vazia, e sentamos.

Tia - Pelo que eu percebi, a Tah não falou com vc sobre esse transtorno dela. - acho que agora, sim, eu iria entender tudo. - Quando a mãe dela morreu, ela sofreu muito. No inicio, achamos que ela estava lidando bem com a perda, dávamos todo conforto que podíamos pra ela não sentir tanto e parecia que estávamos isso bem, até ela ter um ataque de fúria na escola. Achávamos que era um caso isolado e a punimos como qualquer mãe e pai fazem, mas começou a se repetir até se tornar algo clínico. Se agravou a ponto de ela ter esses desmaios, porque ela guarda tudo pra si até que não aguentar mais. Um dos meus medos quando ela se relaciona com alguém, é isso, que a pessoa não compreenda ela ou até tenha medo, porque ultimamente ela tem negado a tomar os remédios e isso deixa ela um pouco agressiva.

Quanto mais ela falava, mais ia me dando um aperto no coração e um nó na garganta. Eu ficava imaginando como a Tah deve ter passado por isso e como deve ser uma confusão na cabeça dela.

Tia - Eu nunca gostei da orientação dela, Maria, mas nunca deixei de amá-la como uma filha. Eu sempre tive e sempre tenho medo do que ela possa passar na rua, mas não posso fazer nada se ela é assim. Quando fomos naquele jantar, sua mãe conversou comigo e me tranquilizou sobre várias coisas. Eu vejo que vc é uma menina linda e do bem e deu graças a Deus por isso. Mas só peço que tenha paciência com ela, porque vc faz muito bem a ela, e tente resolver tudo que precisa com ela agora porque ela não pode ficar passando esses episódios toda hora.

Eu estava me sentido culpada. De uma certa forma, fui eu que provoquei isso. Eu precisava um recomeço com a Tah e começar a viver o que ela vive, pra entender o que ela pensa.

- Senhora, se sente, senão vai acabar caindo.

Ela acordouTahMais luz na minha cara! E eu sem saber o que aconteceu de novo. Cadê todo mundo? E esse troço no meu braço de novo! Vou bater recorde de idas no hospital em menos de uma semana. Cadê Maria?

- Senhora, se sente, senão vai acabar caindo. - disse a mãe de santo quando tentei levantar.

- Por que tô aqui de novo?

- Vc teve outra crise. Vc precisa tomar os remédios, Tah.

- Tá, já entendi, já posso ir embora? - nessa hora Maria e minha tia entram no quarto. Elas estavam com uma cara não muito boa, Maria parecia que estava a ponto de começar a chorar.

Maria - Como vc está?

Eu - Vou está melhor quando sair daqui.

Tia - Como ela está, doutora?

Médica - Agora está bem, mas ela precisa tomar os remédios senão vai ter que voltar a como era antes.

Eu - Aaah! Mas não volto!! - só de lembrar das picadas que tomava e da quantidade de psicólogos, psiquiatras e todo o resto de "psi" na minha frente já me dava raiva e vontade de rir ao mesmo tempo. Deve ser por isso que resolvi cursar psicologia kkkkkkkk

Médica - Então trate de se cuidar!

Eu - Ok, adeus! - e saiu capengando pra porta do quarto. Em meio a protestos de todos eu consegui chegar no carro. Fui pra casa com meus tios e Maria. Ela estava me olhando estranho e sempre me fazendo carinho no rosto, cabelo. Chegamos em casa e eu estava cansada, mesmo tendo estado apagada. Era de tarde e fui direto com meu quarto com Maria.

Eu - O que foi que vc tá desse jeito?

Ela - Acho que precisamos conversar um pouco, né?Voltei! Demorei mas to de volta. Obrigada de coração por todos que comentaram último conto. Sizinha, Laura e Julia, leitorerótico, blacklotus, que são os que mais estão por aqui, um beijão pra vcs.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/01/2015 02:25:56
Gata isso ta bom continua beijinho pra
19/01/2015 23:26:40
Nossa menina, não some estava pensando que desistiu.. que bom que voltou, estou muito ansiosa pelos proximos capitulos, parabéns ótimo conto. Ah.. gostaria de um help, como que faço para que meus texto fique na busca por contos lésbicos, como todos os que estão nessa tématica. Antecipo meus agradecimentos.... continue com conto estou amando :D
19/01/2015 00:59:32
Linda tava com sdds ja nao some mas hein
18/01/2015 01:55:07
Some assim.não.menina senão acaba com a.gente. outro conto excelente e se cuide
17/01/2015 19:41:25
perfeito!,continua.
Al_
17/01/2015 16:10:25
Não comentei sua história, mas saiba que vc tem uma leitora aqui que acompanha essa história maravilhosa desde o início, mas só agora resolvi dar as caras rs. Adoro de verdade a história e sempre fico feliz quando há um novo capítulo. Não deixe de escrever, vc tem mais uma fã aqui escondida rsrs
17/01/2015 15:18:31
Uhuu guria.. Tava com saudades já.. Some mais não..

Online porn video at mobile phone


Conto porno palmadascontos eiroticos leilapornporno casadas na zoofilia coladas a caenssafadeza o homem usava camisinha para botar dentro do priquito da mulherneta sentindo opau du avo durocontos ninguem sabe sou amante de minha sogracontos eroticos de cm fuder uma velha mocambicanamimha esposa enfiou objetos no meu cu conto eroticozoofila como faze teu. cachorro te lambe sem t machucarmtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1encoxando a cega contos eroticoscontos eiroticos leilaporngoza corno na pungeta que vou gozar nesta rolonamaninho chupa minha buceta eo meu cuxvideomoreninhaspomba gira centando no. meu pauconto erodico manege mae paeBaxa.sex.de.menina.guniada.de.tanto.fude.sua.busetinha.cabiluda.sunjando o forrò do motel de merda xvideocontoerotico eu namorada mae e tiowww.conto estorico de geyxvideo da tia com medo a som brinha gozado na boca delashot apertado rola grossa se destacagostosa grava todos que fuderão ela entregador mais outrosputaria brasileira com esfrega cospida no rosto da amigamosquito da febre amarela pauzudocontos masexitantesporno negao fas muleca grintaArrombou minha buceta contoNovinho dotado fudeu a bucetinha da mocinha e arrancou as pregas do cursinho delaContos eróticos de traindo o noivo no capô do carrocontos eroticos de meninos no orfanatocontos de mae vadia viciada na rola do filhovídeo de mulher pelada nua vídeo mulher pelada mostrando o pinto também amor quer vir aqui também é muito periquita Minha louca vida de mulher pelada nuapornodoidomamaegostosa e filho virgemcontos.fraga cheirando causinhavelhocasadacornocontos eroticos sou viciado num cuzinho de machovideos porno insetos entre filho fodendo mae prensada8pega baixa vidio pornopornodoido vitor e fran no vc q sabeconto erótico vigilante do banco"menos apertado" gay contotefone fixo de coroa rica tarada pra transa 40lemarc as menina que tava chupando a rolavingando da metida contos analo ditao negao comeu minha esposacontos eróticos carvoeiro sujocontos a putinha dos pivetesConto erotico sou madura e consolo lesbicanovinho fodemdo a madrasta a forsax video . comconto erótico meu pai abuso de mim quando eu tinha cincoanossexo ruiva nu riuxvideos careca dos braços peludos pirocudo trepando na coroa loira tesudagenro fode sogra e filha acaba flagadoos doisvídeos vídeos pornográfico pai mostrando a filha para chupar até o talo se engasgando filha virando os olhoscontos de viadinhpsconto erotico viadinho de shortinho e calcinha com mendingoincestocrentevídeo de homem sendo estuprado no quartel brechando a b*****filha novinha enbebedano o paiContos eróticos mulher do pastor dominou e humilhou minha esposaLuciana meu pinguelo assadoestupro esposa contos eroticosfoto de minha sogra fudendo minha mulher juntaafeminado mulherzinha co cabelos grandes dando o cu gostoosoela cagou no meu pau conto eroticoconto erotico gay com pedreiro velho coroa grisalho peludox video novos intiada virgem tarada pelo o padrastoPika gotoso na picrita rebatendo babãoMeu cão ralf me comeu contoasistir sinlha dando aboceta para onegao escravovideos de pornô lela chora iquato gozavideo gay negro dotado coneu rssgou cu viafo que contratou programa com negraoxvideo nigro xxxvvnO vizinho safado do 205