Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Eu fui o lanche da madrugada do meu padrasto.

Era de madrugada,a hora dos desejos pecaminosos,eu sabia que era errado,mas não podia resistir,eu queria aquele homem para mim,queria como jamais quis alguém,sucumbi aos meus desejos assim como ele estava sucumbindo, ajoelhei sem medo do amanhã,olhei para cima e ele sorriu me dando força para o que eu estava prestes a fazer.

Me chamo Milton e tenho 18 anos,sou alto e malho bastante por isso tenho um corpo bem gostoso,sou gay assumido e nunca tive problema com isso. Sou branco,cabelos ruivos, corpo magro mas com uma bunda grande e um peitoral forte combinados com braços extremamente malhados e uma barriga chapada. Moro com minha mãe e meu padrasto, Giuseppe,um homem de quarenta anos,cara de bom moço,respeitador,educado,sempre bem arrumado,cabelos penteados,olhos verdes,tem um corpo normal,não muito magro,mas nada de gordo,um perfume característico,um sorriso sedutor,eu sabia que ele era um tesão,mas jamais olharia para ele daquele jeito,afinal Giuseppe era um homem educado e muito bonzinho,jamais eu tentaria algo com ele.

Foi em uma das viagens de minha mãe para a casa de uma tia dela que as coisas chegaram em um nível que eu não poderia ter previsto. Giuseppe saiu para jogar bola com os amigos e eu fiquei em casa assistindo a uns seriados,lá pelas 19:00 ele chegou,vi ele entrar pela porta,o corpo suado,calção branco de futebol,o pacote dele estava tão marcado que me perdi olhando para aquilo,nem sei se ele percebeu,se percebeu não disse nada. Fiquei meio tarado e fui tomar um banho,acabei socando um vibrador transparente que tenho no rabo,fodi meu cu imaginando aquele macho dentro de mim,quando o tesão passou voltei a consciência e resolvi tirar esses pensamentos impuros da cabeça. Jantei com ele,normalmente. Ele foi dormir e eu fiquei assistindo TV,lá pelas tantas da madrugada fui deitar,mas quando estava chegando no meu quarto eu ouvi um gemido abafado,espiei no quarto onde Giuseppe estava e fiquei louco com o que vi,ele estava se masturbando,completamente nu,o pau duro,grande,ele batia uma de olhos fechados,cabeça para cima,o corpo peludo e másculo,batendo uma silenciosamente.Fiquei ali assistindo hipnotizado,corri pro quarto peguei meu vibrador,ajoelhei e enquanto assistia eu maltratava meu cu guloso,que tesão,meu corpo queimava,era tão errado e ao mesmo tempo tão gostoso fazer aquilo. Ele gozou,gozou forte e uma porra espessa,fiquei louco,obcecado,eu não conseguia me mexer, ele levantou da cama e eu corri para o meu quarto,ouvi a porta abrindo ele foi até a cozinha.

Eram quatro horas da manha,meu corpo estava em chamas,meu cu piscava,eu queria aquele homem,queria aquela gozada na minha boca. Eu não sabia o que fazer,decidi beber água na cozinha,ele estava lá,samba canção largo e branco,camisa branca cavada,levemente suado,seu pau estava marcado mesmo na samba canção larga.

- Tá sem sono? – ele perguntou.

- Estou – respondi normalmente com a cabeça a mil.

- Eu também – ele disse,passei perto dele e senti o seu cheiro,um misto de suor,porra e seu perfume costumeiro – Milton?

- Sim?

- Você estava me espiando agora pouco?

Fiquei sem ar,olhei pra ele,ele estava normal.

- É que...eu fui,estava na,pra dizer,é sabe como,eu estava passando e ouvi um barulho.

- E ai pegou seu padrasto batendo uma punheta?

Olhei ele sem saber o que dizer.

- Gostou?- ele perguntou.

- Do que? –perguntei receoso.

-Disso – disse Giuseppe tirando a rola ainda melada e meia bomba,eu olhei aquele pau delicioso,olhei pra cara dele,meu corpo implorava por ele,meu cu piscava,meu corpo queimava do mais perverso tesão.

Era madrugada,hora dos desejos pecaminosos,eu sabia que era errado mas mesmo assim me ajoelhei na sua frente,abri bem a boca,olhei para ele,Giuseppe sorriu me dando confiança,fui colocando a sua pica ainda mole mas mesmo assim enorme dentro da minha boca,ele soltou um urro delicioso,comecei a chupar aquele pau,fui sugando,socando na minha boca, e ele foi ficando duro,grande e majestoso,tirei da boca para ver como aquele pau era imenso,reto,veias inchadas,o saco enorme e poderoso.Voltei a soca-lo na boca,matando a minha sede de rola,ele gemia pra mim,eu olhava ele nos olhos,a benga dele endurecendo mais e mais, a minha língua circulando naquele mastro enorme. Ele me puxou pelos braços,me beijou com vontade,arrancou minha camiseta,chupou meus mamilos,me pegou no colo e colocou em cima da bancada da cozinha,nos beijamos deliciosamente,eu apertava aquele macho contra mim,sentia seu cheiro,sua força,ele arrancou a camiseta cavada e nossos corpos se uniram,senti os pelos do seu corpo,senti meu corpo arder de desejo. Abria a boca e ele cuspiu dentro,nos beijamos,puxava o cabelo dele todo certinho que agora ia ficando descabelado.

Pulei da bancada e me atraquei com ele,beijando sua boca,me livrei da boxer branca que eu usava,ele me virou,apertou a minha bunda suculenta e deu dois tapas tão fortes que sua mão ficou desenhada na minha bunda. Beijei ele enquanto ele me encoxava, por trás,ele me agarrava,ele se livrou da cueca e agora estávamos completamente nus no meio da cozinha.

Fomos andando até a geladeira. Ele abriu,pegou uma garrafa de vinho,abriu,bebeu um pouco e deixou escorrer pelo seu corpo de macho,eu lambia,ajoelhei e lambia todo o corpo dele,ele deixava vinho cair,eu socava a rola dele na boca, ele deixava vinho gelado cair sob meu corpo,me fazendo arrepiar de frio e tesão,ele se ajoelhou e me beijou,deixou o vinho de lado,peguei um chantily e passei na boca dele,nos beijamos,ele tirou o chantily de mim e passou em seu pau,limpei dando linguadas maliciosas em todo seu pau,ele estava tão duro,ele pegou um pêssego,mordeu e cuspiu na minha boca,nos beijamos sentindo o doce do pêssego,a boca dele carnuda,a língua me invadindo,ele passou o pêssego nos meus mamilos e depois lambeu,eu olhava nos olhos dele,peguei umas uvas,dei pra ele comer,ele comia com voracidade,mordia,mastigava e cuspia na minha boca,eu delirava com aquilo,que safado,fiquei de quatro e ele pegou leite e jogou no meio da minha bunda e afundou o rosto ali,limpando o leite do meu cu,jogava mais,lambia,meu cu piscava sentindo a língua quente dele e o leite gelado,ele deu tapas na minha bunda,deitei no chão molhado,ele entrava com a língua dentro de mim,eu gemia,ele deitou sob mim,a geladeira aberta,pegou o vinho e bebeu um gole e depois me beijou soltando o vinho,bebi,nos viramos,nos beijando,que loucura era aquela?

Eu deitado no chão,ele em pé,pegou uma jarra de suco,bebeu e deixava cair por todo seu corpo,fui lambendo ele até beijar sua boca,ele deixava o suco cair nas minhas costas,na minha boca,cuspia o suco dentro da minha boca,peguei um morango,mordi um pedaço e cuspi na boca dele,ele riu todo safado,me virou e passou o morango no meu cu e depois deu na minha boca,passou seu pau ali no meu cu,mel escorreu pelo meu rego,senti o mel melando meu corpo,ele ajeitou e foi penetrando meu cu,senti uma dorzinha,senti o pau dele me rasgando,entrando em mim.Abri bem a bunda para recebe lo,o pau dele foi afundando em mim,senti um fogo me invadir,ele passou a meter firme,bem forte e rápido,que delicia,do jeito que eu sempre gostei,ele metia gostoso,beijava minha nuca,ele dava morangos na minha boca,mordíamos juntos,cuspia na minha boca,seu pau entrando e saindo com fúria do meu rabo,eu rebolava pra ele,abria a bunda,ele começou a dar tapas na minha cara,fodendo meu cu cada vez com mais agressividade,eu gemia e ele também,senti mordidas nas minhas costas,seu pau estava enfurecido dentro de mim,rebolava pra ele.

- ISSO PUTINHO IMUNDO ROUBA O MACHO DA SUA MÃE!

- SEU SAFADO,COM ESSA CARA DE SANTO É UM PUTA DE UM SAFADO.

- A ÚNICA PUTA AQUI É VOCÊ,SÓ ESTOU CUMPRINDO MEU DEVER.

-FILHO DE UMA PUTA!

- VOCÊ QUE É,MAS SUPERA SUA MÃE COM ESTILO!

-FODE ESSE RABO QUE JÁ É SEU!

- MINHA PUTINHA!

-SOU MESMO!

-SEM VERGONHA,DESGRAÇADO – disse isso metendo vários tapas na minha bunda,eu tremia,ele estava trasntornado,onde estava aquele bom moço? Dentro do meu cu,ele estava dentro do meu cu.

Fiquei de quatro no chão,ele socou uma garrafa de cerveja no meu rabo deixando o liquido me invadir e depois cair na sua boca aberta,ele bebia a cerveja que vazava do meu rabo,socou a vara em seguida,metendo mais forte do que nunca,metia alucinado,caiu no chão comigo,metendo de lado,me fodendo,me batendo,cuspindo,me xingando.

- ASSIM QUE A PUTA GOSTA? É ASSIM? RESPONDE FILHO DA PUTA!

- QUERO MAIS,É SÓ ISSO QUE TEM PRA MIM?

- DESGRAÇADO,HOJE EU TE MATO DE TANTO FODER.

-TÚ VAI PERDIR ARREGO,MEU CU É GULOSO.

- VOCÊ NÃO SABE COM QUEM TÁ LIDANDO!

- ENTÃO ME MOSTRA SEU VAGABUNDO,ME MOSTRA COM QUE EU TO LIDANDO.

Ai eu provoquei,ele me pegou no colo com um jeito violento,me levou pro quarto dele,me jogou na cama,foi pra cima de mim,puxou meu cabelo,enfiou a vara na minha garganta e começou a foder a minha garganta da maneira mais agressiva possível.

- É AQUI NA CAMA DA SUA MÃE QUE VOCÊ VAI ME MOSTRAR A PUTA QUE É.

Ele metia a vara na minha boca,minha saliva escorria pelo meu rosto,vazava pelo rosto,escorria pelos cabelos,eu engasgava e ele metia ainda mais,tive ânsia de vomito diversas vezes,ele me deixava sem ar,a pica entalada na garganta e o sacão dele no meu nariz,ele metia muito,eu estava todo babado,ele tirou a rola da minha boca e me puxou pelos cabelos,me levou pro banheiro e encostou a minha cara no espelho.

- OLHA TEU ESTADO SUA PUTA,OLHA COMO VOCÊ ESTÁ,OLHA PRA VOCÊ.

Eu estava todo babado,saliva até no cabelo,eu cuspi no espelho,ele me fez lamber,beijou minha boca,me puxou pelo cabelo e me jogou com a cara na privada,apontou a pica e começou a mija,abri um bocão e deixei o mijo dele invadir a minha boca,ele mijava deliciosamente,eu lá sentindo o gosto do mijo dele,me banhando na chuva dourada,lambendo a privada,soquei a vara dele na boca e deixei o mijo lubrificar a minha garganta,ele fodia e mijava dentro de mim.Depois me levantou e me deu tantos tapas que fiquei zonzo.

- QUERO MAIS – eu gemia – ME MOSTRA MAIS!

Giuseppe transtornado me jogou no chão do banheiro,afundou a minha cara com seu PE em cima,socou seu pau no meu cu,forte,e ia metendo e batendo o PE na minha cara.

- PUTA TEM QUE SER TRATADA ASSIM – ele gritava.

- ISSO SEU SAFADO,ME MALTRATA,ME FODE A VIDA,ME FODE A ALMA,FAZ TUDO QUE VOCÊ NÃO PODE FAZER COM A MINHA MÃE.

-FILHO DA PUTA,TÚ É UM FILHO DE UMA PUTA!

Ele me puxou pelos cabelos,colocou na frente do espelho,pegou a maquina de barbear dele,socou no meu cu e ao mesmo tempo foi raspando todo o meu cabelo,fiquei de cabelo moicano,ele mostrava o que tinha feito,gargalhando,metendo forte,eu gargalhava com ele,ele beijou a minha boca,me levou pra cama dele,socou de lado,beijando minha boca e metendo suavemente,ele socava lentamente,meus cabelos recém cortados em moicano,meu cheiro de mijo,ele beijava a minha boca,acariciava o meu corpo.

Me pegou no colo e foi metendo pela casa até chegar na sala,caímos no sofá,ele metia alucinado. Saiu me deixando com falta daquele pau. Ele foi até a TV,colocou um pen drive e imediatamente começou a exibir imagens dele fodendo a minha mãe.

Ele me pegou pelos cabelos colocou um pufe na frente da TV,sentei ele socou a vara no meu rabo e eu olhava a minha mãe descabelada levando tapas na cara e a pica dele na boceta.

- OLHA AI O QUE EU FAÇO COM A CADELA DA SUA MÃE,OLHA BEM PRA BOCETA DELA,OLHA COMO EU FODO ELA.

-FILHO DA PUTA,TÚ É UM DEMONIO DISFARÇADO.

Ele socava forte no meu rabo e eu assistia as cenas dele devorando a minha mãe. Ele mordia meu pescoço,gargalhava no meu ouvido,dava tapas na minha cara. Ele gozava na cara dela e ela se banhava no seu leite,gargalhava com ele,os dois se beijavam. Ele me puxou pelo cabelo,fomos pra cozinha,ele pegou um pedaço de bolo de morango,bateu uma punheta com vigor diabólico e gozou fartamente em cima daquele pedaço de bolo,eu estava trasnstornado,a porra naquele bolo,o pau dele ainda duro,ele socou no meu cu novamente,alucuinado,metia mais e mais,dando tapas na minha cara,ele metia tão forte que eu comecei a me mijar inteiro,mijava levando no rabo,ele me beijava,socava forte,fundo,dava tapas e mais tapas.Gozei levando no rabo,gritei ao gozar.

- A CADELINHA TÁ GOZANDO COM MEU PAU NO RABO? TÁ?SUA PUTA,SEU DESGRAÇADO,OLHA COMO VOCÊ É MINHA PUTINHA!

-FILHO DA PUTA!

Ele saiu do meu cu,pegou o bolo cheio de porra e para minha surpresa gozou mais,enchendo o bolo de porra,passou a pica no bolo,colocou o pratinho na minha frente,pegou uma colher.

- Come – ele ordenou,sentou na minha frente para assistir.

Peguei a colher e coloquei um pedaço generoso,comi mastigando,me deliciando,comi o bolo inteiro,ou melhor,o pedaço,lambi o prato na cara,a colher.

- Tem mais? – perguntei.

Giuseppe gargalhou deliciosamente. Me beijou.

- Tú é foda garoto,vamos nos divertir muito ainda.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/04/2017 11:02:54
Que delicia de conto!!!!!!
15/07/2015 04:47:26
Delicia!
03/04/2015 22:32:55
eu morena 29 anosalt ...65 kl... seios fartos ...bumbum grande,MORO NA REGIAO DE CAMPINAS quero realizar a minha fantasia de ser violentamente estrupada por 6 homens super dotados para mi estuprarem, quero que todos gozen e mijem na minha cara, e-mail... ou whats ..(dezenone) nove nove trez zero trezROSE TRAVESTI
12/12/2014 18:52:16
Muito bom
12/12/2014 12:59:43
Caralho mano tu sabe como escrever puta que pariu. Que conto gostoso da porra. To todo gozado aqui seu safado Kk. Escreve mais o site precisa de contos como esses que tu escreve
12/12/2014 11:35:46
Muito bom e prezeroso...Abraçao.




Online porn video at mobile phone


porno.tem.leite.no.peito.deixemamarincesto tia e sobrinho ela tenta resisti mad acaba sedendo a buxetinha porno videosvideos de noviga peladaminha cunhada casada crente ela ficou apavorada quando eu entrei com meu carro no motel conto eróticoconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhapiranhona sentando no casetao dotadoContos fui estud fud mãe e filhacontos eróticos meninas de 23 anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinho vermelhonada brincando com o pau do cunhado excluída do marido pornôtransei com meu painovia mastubano com o pigelo de fora e gritano de tezaofilha acoda com o pai efiendo odedo na bucetilhaVidios porno mulher centa na agua friacontos comi miha tia enguanto dormiamulhe dacetinha pinininha trazado com pau grandeContos-minha mulheramamenta e mama no meu paumae mte como primo filla pega eles ke goso muito em filme de pornoxvideofiadocasa dos contos gay acampamento com Rafael e pai perto da Cachoeiracontos eróticos de esposa meu amigo na garupa da moto delacontos incesto mae gtsvídeo pornô caseiro mulher voltado foi traído e dá o troco e ele transa camisinha se faz para colocar no coloca em quando vê tudo e ela deixa como comer essa p*** para o c**** vem sem camisinhavideos porno insetos entre filho fodendo mae prensadaconto erotico chantageando filha prostitutaPorno contos incesto mamaes com tesao iniciam suas meninas ensinando siririca..masturbaçao..chupar e punhetar papaiscontos eroticos A Dama e o Bruto novinhos se esfreegam de cueca mundo bicha pornoliberei de tensão xvideosx vidio doguinho comedormulheres chupando e nholindo toda poreacontos eroticos putinha desde pequena da mulecadaquero ver sexo com patroa lesbica seduzimdo sua enpregada e fazendo sabao com ela no aeu quartoirma fudedo coma irma no esguinchocontos eiroticos leilapornprima novinha sarra a bunda na rola do primo e a feridaconto de comendo cuperdi minha virgindade com meu cunhado ele mim fez gozar de tanto tesao desabadacastigando a irma conto eroticovídeo de menina perdendo a virgindade Nininha novinhaxvideo muilher surpresa nxvideo sexo u buracuFudendo a intiada novinha d shortinhapediu carona irma evagelica pornoenganada patriçinha pornô dinheiroqual sao sinal quando mulher gosta ser encoxadaecovila mulher pelada maior metendocontos eroticos tesao no filhocontos eroticos - an american taleCasal aclimação quer homem para sexo a 3 menage on lineirmãtocaiairmãovideo de prono doido com loiiraasmeninas do volei abaichando chorts e mostrando a bucetaLolytaputynha contos eróticos eu e meu sobrinhocontos eroticos coçando o pau na frente da enteadaeu, minha namorada, minha namorada e meu tioconto erótico os pedreiros da obra me estouraram bem novinhaoletania ela vendo sua boca esplodi de porra xxvideovidio de pesouas transandoAliviando os funcionarios contos eróticoscontos eróticos irmao roludo arrebentou meu cabaçoboquete bengala cabeçudo no buracomeu irmao despresa minha cunhada e ela da a bucetinha gostosa para mimconfesso que esse moreno é deliciosoconto erotico meu irmão e meu tio me arrombaramconros o encanador pauzudo encheu minha mulher de porraxnxx tabareuConto erotico de incesto eu minha irma gemea dornimos momesmo quarto desde que nascemo 2xisvideo gravida fode negau pau sudocasa dos contos eroticos evangelicaeguas taradinha no cio pigandodopou a mãe c. eroticoentilhada nao resti opadasto tomano banho di pau duro I trazol comelexvideos vovo aregassa novinhoporno sarando na coroa na frente do corno no onibosxv egua no cio pingando contosdatifany.blogspot.comencoxada conto eroticopornodoido mulher cabeça pra bsico chupando pirocacalçinhas dentro dos reguinhos da buceta e do cuvídeos de arretando do Duquevídeo de uma mulher é o cara para tirar a virgindade dela pegando ela pulsaContos mendiga pornovideos d mulhetes magra trazando com homem picudo falado protugeisvideos padrasto gay e enteado gay provando coecas no quartovídeo pornô de homem cavalo pênis grande empurra na xoxota da magrinha gostosaAnal dona de u pratosjairinhobaianoContos eróticos procurando aventura no clube de camponovinhas pelada da lingua da buceta vantajosa de pernas aberta