Garganta Profunda IV


Click to Download this video!
Um conto erótico de Julianinha
Categoria: Heterossexual
Data: 18/10/2014 17:23:17
Nota 9.91

(Aviso que este relato tem continuação. Então, para quem não gosta, nem se dê ao trabalho de começar a ler ou comentar).

Eu não sou escritora, não saberia resumir tudo em uma coisa só. Gosto de detalhes, gosto de descrever da maneira mais fiel o que está acontecendo comigo. Não tenho com quem desabafar além dos leitores deste site. Tenho medo do julgamento das minhas amigas, apesar de fazerem coisas muito pior que eu faço. Na família, nem pensar, ninguém iria entender uma filha fodendo o marido da mãe. Também não quero ficar perdendo tempo conversando com o João. Ele é minha pica, minha rola e iria estragar o clima.

Bom, depois que me deixou no sofá do escritório, João voltou com uma bandeja. Tinha demorado um pouco e percebi que tomara banho.

- Aqui, Ju – ele me ofereceu uma bandeja com um monte de coisa, mas não queria comer, queria o contrário - quero você bem fortinha pra dar conta do que estar por vir. Vim lhe dar comidinha na boca;

- Quero outra coisa sua na minha boca...

- Vai ter, daqui a pouco, agora toma aqui o aviãozinho – ele melou o morango no iogurte e me deu na boquinha. Ficou me olhando brincar com o creme e a fruta, até que engoli, pedi mais e mais até ficar satisfeita. Também fiz o mesmo com ele, mas João era grande, precisava comer bem para ter muita energia. Abocanhou um sanduiche e tomou um copo grande de vitamina. Naquele momento ele me pareceu um tigre que vi no zoológico quando era pequena.

- João, você tomou banhinho?

- Hum... hum - respondeu enquanto mastigava sem tirar os olhos dos meus peitos.

- Teve que tomar banho frio? – eu não resistia a uma provocação.

Rindo, e recolhendo as sobras do café da manhã, ele disse:

- Gelado! Mas não adiantou muito. Bati uma punheta muito gostosa só pensando na delícia de buceta que você tem. E esse cuzinho, ai, como é gostoso enfiar a língua nele...

- E quando você vai enfiar seu cacete inteiro?

- Calma, minha oncinha, agora é hora da outra lição. Pega aquele iogurte que você não abriu.

Obedeci como uma cachorrinha. Entreguei o pote a ele, que o abriu, enfiou o dedo dentro e me ofereceu.

- Toma aqui, minha oncinha, vem me lamber, vem.

Abocanhei aquele dedo grosso e chupei com gosto pra mostrar que saberia o que fazer com o pau dele na minha boca. Ele lambuzou um dos meus peitos e sugou, lambeu e mordeu o biquinho vermelho. Perdi a paciência, aproveitei que ele estava sentado no sofá, me ajoelhei entre as pernas dele, lambuzei o pau inteiro com que restou do iogurte e sem deixar de encará-lo, fui enfiando aquele cacete na minha boca. Não enfiei tudo, só a cabecinha, lambendo o creme. Meu padrasto é judeu, ele não tem o prepúcio e ver aquele pau todo exposto me excitou tanto que mesmo sabendo que ele já estava em ponto de bala, tive que me controlar para não enfiar tudo na boca. Comecei com toda a calma do mundo, tirei, olhei pra ele e perguntei:

- Posso fazer mais isso, moço? Tá gostoso.

Ele sequer conseguia falar, me agarrou pelo cabelo, forçando minha cabeça de volta. Mas ainda assim, fui com calma chupei a cabecinha, tirei todo o creminho, pois queria sentir o sabor do líquido que já estava escorrendo pelo canal da uretra. Depois disso, fui enfiando e enfiando na boca, sentindo aquele gosto de sexo e ouvindo um gemido abafado de macho satisfeito. Ele forçava o quadril pra frente, facilitando a penetração até bem fundo. Mas pra mim, ainda não era suficiente, eu queria aquele pau na minha garganta. Delicadamente, tirei o cacete imenso da boca e pedi para que ele ajoelhasse. De início, ele não entendeu, mas João era muito inteligente, sabia o que eu ia fazer e tentou impedir:

- Não, Ju, assim você pode se machucar.

- Faz o que eu tô mandando, já fiz isso um milhão de vezes, sei como fazer gostoso para mim e para você.

- Já fez isso, foi sua puta? Mostra então.

Ele se ajoelhou e eu pus a cabeça embaixo do triângulo formado por suas pernas. Aquela benga enorme ficava batendo na minha cara o tempo todo. Angulei meu pescoço, abocanhei a pica com todo cuidado e fui enfiando na boca, protegendo dos dentes e girando a língua nela toda, sugando tudo. Com as mãos, forcei o quadril dele a se inclinar mais ainda. O pau alcançou o início da garganta. Veio aquela sensação de regurgitar, mas eu sabia que se eu relaxasse o máximo possível eu iria conseguir o que queria e foi o que aconteceu. O chato é que não deu pra ver a cara do João, mas seus gemidos aumentaram, ficaram mais altos e ele fez uma coisa que eu adoro, ficou falando: “Chupa sua vadia, minha puta gostosa, bezerrinha tesuda, puta, puta...”. Segurava minha cabeça com força.

Em um movimento de vai e vem, senti que ele ia tirar, mas não deixei, segurando firme seu quadril. Minha xoxota ficou toda encharcada quando comecei a sentir o esperma esporreando em minha boca. João urrava, mas teve forças para me tirar da posição que eu me encontrava, me puxando pelos cabelos e vendo extasiado o pouquinho da gala que deixei escapar escorrendo pela minha boca, pelos meus peitos. Vendo minha língua catar cada gotinha. Quase bravo, falou:

- Eu queria gozar na sua boceta – puxava de leve meu cabelo me chegando pra perto daquele peito com alguns pelos grisalhos e ao mesmo tempo acompanhando o movimento da minha língua – quando eu mando eu quero ser obedecido, ouviu?

- Ah, então você não gostou? – sorri provocante.

- Você diz que é virgem, mas age como uma puta. Eu acho que tu é puta mesmo. Meu pau nem conseguiu ficar mole. Vai ver só. Vou te derrubar agora e enfiar tudo de uma vez nem vou te amaciar.

Acho que ele percebeu o medo nos meus olhos. Gosto do perigo, mas não gosto de me machucar.

- Não, João, por favor, faz com jeitinho, eu tenho medo que doa. Eu juro, nunca entrou uma pica aí e a sua é enorme, vai me rasgar toda se for de vez.

Ele riu, pois sabia quem estava no comando outra vez ( mas agora eu me pergunto, quem está realmente no comando, hein?). Me abraçou bem forte, me deu um beijo gostoso de língua, se ergueu e me levou junto para fora do escritório, tomando o caminho do quarto do casal.

- Vamos fazer isso direito. – falou

- Ah, tá, fazer direito na cama em que você dorme com a minha mãe?

- Fazer direito o que sua mãe não faz e o que você tem um dom da natureza para fazer. Vou te comer aqui, mas antes preciso amaciar essa bucetinha linda que nem acredito que vai receber uma pica pela primeira vez e vai ser a minha – me deitou no meio da cama, ficou um tempo me olhando, o pau cada vez mais duro – abre as pernas, vai, abre bem que eu vou mamar sua xana pra deixar ela pronta pro meu pau, sua gostosa.

continua

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/11/2018 15:13:30
Uma delícia
30/12/2015 21:25:24
puta experiente!!!!!!queira jorrar minha porra nesta garganta,putinha gulosa!!!!
08/06/2015 12:48:25
quero uma chupeta dessas.....uau!
26/02/2015 07:33:20
Ah mulher... Você é uma jóia rara, sabia?
09/12/2014 21:35:17
10
20/10/2014 17:23:39
Essa chupeta é uma das mais difíceis. Até hoje tô tentando e olhe que a minha é de primeira.
19/10/2014 13:43:58
Eu estou adorando... eu estou doida para ler a continuação
19/10/2014 10:22:46
Delícia. .....manda resposta
18/10/2014 18:30:13
Adorei seu conto precisamos trocar experiências por email ou quem sabi algo mais.. Entre em contato comigo ju.




Online porn video at mobile phone


Wm vaipati toma nocuConto erótico fui humilhada e largada pelada na estradacontos eroticosdei meu bucetao para um pauzudosobrinha ainda sem peitinho 13 contoxvidei sonovirConto porno chineladas na bundacomi ocu da minha vo contoscasada chora com zezao rasgado o vizinho apertado pet shop mulheres banhando cachorro pornôo botãozinho do zíper escapou da bolsa como coloca fácilerotico filha da um beijinho neleesposa novinha timida gostosa e o sogro roludo contos eroticoscontos eiroticos leilapornamiguinhos emos loirinhos fazendo sacanagemflagrei minha irmasinha cagando na pica do viscontos eroticos vestido seda coxada busmulher dandobe falando vai que ta gostoso xvideosconto porno sequestrada e arrombafax videos mamae recebe visitas sem calcinharubiaebeto quase mulherescravizada por chantagens contos eroticosconto trepo com mulher idosa que nem dente tem na bocaxvideos primo cheira po mas prima e nao resistiàs panteras só às madrastas safadas 2017praporno primo cupinsGozei na buceta da crente velha contosjaponeza gostosozanaexvidio irmao com irmancontos eroticos com o marido no cinemaMe come,me chupa todinha,me xingaxvideos pau gráñdecontos de encoxadas em mulheres evangelicas nos transportes publicoscasa dos contos de nick malcondevori niha epoza xvidepsXVídeos mulher dormindo XVídeos mulher dormindo caindo no fornobleizer duas mulata dando pro genro xnxxcontos eroticos alex mauconcache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho novinha do priquito ruivo contospornor doido homem batendo poleta no banheiropai deu a filha pro pai comer xvidrocommeu genro me fodeu novinha aprovoca padastro ate ela ser fodidavergonhapai comendo.as filhastopou na buceta qi ela bufouconto chupando uma rola fedidaNovinha de deseseta anos gosandocorno convencido beija esposa com pica atolada na bucetafoto de minha sogra fudendo minha mulher juntaContos erticos irmas gulosas mamando na pirocona dos seus irmaos em uma orgia na piscina de casamae ajuda filho a se masturbar contocontos erotico coroa comeu ru e minha mulhermulher senta na tromba do elefante sexoconto erotico de carol cavalaconto descobri que sou cornovidiho porno vijen esdrubocontoerotico pirralho comedorx videos mamae recebe visitas sem calcinhabrasileira escurinha cintura fina xvideoxvideo irma delicia centa no colo do irmao e nao guentaNovosContos fudendo com velho tarados pauzudotomou comprimidos de tesao e ele tesou forte mulher pornox vodios popas e bosrtonafilhinhas de papai na suite provocando vizinhoContos e relatos incesto 12anod minha vó me ensinou a gostar de cu e buceta pirocudiconto curra virgemmAmAe fiz porno2017x videocontos de incesto irmao assistindo tv com a irma novinha e comendo ela abracado por trasxvideol gay novinho favoritobaixar vídeo pornô mulher fazendo sinal com a mão presa na pia para o homem comer elaMeu bucetao desemhado no short contoscontos mulher de amigo short coladocontinuação do conto erótico de incesto eu so fudia a buceta da minha filha eu ainda não tinha fundido seu cu virgem eu disse pra minha esposa que eu fudia a buceta da minha filha minha esposa disse pra eu fuder minha filha na sua frente eu comecei a fuder a buceta da minha filha minha esposa tirou sua roupa eu fudi elas duas juntas eu depois eu levei minha filha pro motel pra eu tirar a virgindade do cu delaContos o vizinho pintudo machucou meu cumundobicha lutador Danny gay dando cusair saigui depois de dar abicetacache:I48cfGGC7vMJ:gtavicity.ru/texto/201612711 japinha com carinha de anjo perdendo o cabacocontos como tirei a virgindadexvideosdificil pra bc lukavideos de porno cazeiros no mato no riu em todo cantoexvidio porno mulheres que adoram pau grandewww.com lesbicas pedindo pra a outra morde o pigelolipesonhador casa dos contos gayconto erotico gay exploradorcontos shortinho da mamaesexo explicitp com chupaçao de homem em mulherMamae sentando no meu colo. Contos eroticos cnn.pornô irmao e irmã_xxxvideos.como negro do cabelo grosso e crespo mundobichaleskka chama amigo para tomar banho juntocontos de sexo depilada na praiaputa no hoteldo bucetao loca de tesaocontos erticos negão de pau gigante ragando cu de passivo sem do