Garganta Profunda IV


Um conto erótico de Julianinha
Categoria: Heterossexual
Data: 18/10/2014 17:23:17
Nota 9.91

(Aviso que este relato tem continuação. Então, para quem não gosta, nem se dê ao trabalho de começar a ler ou comentar).

Eu não sou escritora, não saberia resumir tudo em uma coisa só. Gosto de detalhes, gosto de descrever da maneira mais fiel o que está acontecendo comigo. Não tenho com quem desabafar além dos leitores deste site. Tenho medo do julgamento das minhas amigas, apesar de fazerem coisas muito pior que eu faço. Na família, nem pensar, ninguém iria entender uma filha fodendo o marido da mãe. Também não quero ficar perdendo tempo conversando com o João. Ele é minha pica, minha rola e iria estragar o clima.

Bom, depois que me deixou no sofá do escritório, João voltou com uma bandeja. Tinha demorado um pouco e percebi que tomara banho.

- Aqui, Ju – ele me ofereceu uma bandeja com um monte de coisa, mas não queria comer, queria o contrário - quero você bem fortinha pra dar conta do que estar por vir. Vim lhe dar comidinha na boca;

- Quero outra coisa sua na minha boca...

- Vai ter, daqui a pouco, agora toma aqui o aviãozinho – ele melou o morango no iogurte e me deu na boquinha. Ficou me olhando brincar com o creme e a fruta, até que engoli, pedi mais e mais até ficar satisfeita. Também fiz o mesmo com ele, mas João era grande, precisava comer bem para ter muita energia. Abocanhou um sanduiche e tomou um copo grande de vitamina. Naquele momento ele me pareceu um tigre que vi no zoológico quando era pequena.

- João, você tomou banhinho?

- Hum... hum - respondeu enquanto mastigava sem tirar os olhos dos meus peitos.

- Teve que tomar banho frio? – eu não resistia a uma provocação.

Rindo, e recolhendo as sobras do café da manhã, ele disse:

- Gelado! Mas não adiantou muito. Bati uma punheta muito gostosa só pensando na delícia de buceta que você tem. E esse cuzinho, ai, como é gostoso enfiar a língua nele...

- E quando você vai enfiar seu cacete inteiro?

- Calma, minha oncinha, agora é hora da outra lição. Pega aquele iogurte que você não abriu.

Obedeci como uma cachorrinha. Entreguei o pote a ele, que o abriu, enfiou o dedo dentro e me ofereceu.

- Toma aqui, minha oncinha, vem me lamber, vem.

Abocanhei aquele dedo grosso e chupei com gosto pra mostrar que saberia o que fazer com o pau dele na minha boca. Ele lambuzou um dos meus peitos e sugou, lambeu e mordeu o biquinho vermelho. Perdi a paciência, aproveitei que ele estava sentado no sofá, me ajoelhei entre as pernas dele, lambuzei o pau inteiro com que restou do iogurte e sem deixar de encará-lo, fui enfiando aquele cacete na minha boca. Não enfiei tudo, só a cabecinha, lambendo o creme. Meu padrasto é judeu, ele não tem o prepúcio e ver aquele pau todo exposto me excitou tanto que mesmo sabendo que ele já estava em ponto de bala, tive que me controlar para não enfiar tudo na boca. Comecei com toda a calma do mundo, tirei, olhei pra ele e perguntei:

- Posso fazer mais isso, moço? Tá gostoso.

Ele sequer conseguia falar, me agarrou pelo cabelo, forçando minha cabeça de volta. Mas ainda assim, fui com calma chupei a cabecinha, tirei todo o creminho, pois queria sentir o sabor do líquido que já estava escorrendo pelo canal da uretra. Depois disso, fui enfiando e enfiando na boca, sentindo aquele gosto de sexo e ouvindo um gemido abafado de macho satisfeito. Ele forçava o quadril pra frente, facilitando a penetração até bem fundo. Mas pra mim, ainda não era suficiente, eu queria aquele pau na minha garganta. Delicadamente, tirei o cacete imenso da boca e pedi para que ele ajoelhasse. De início, ele não entendeu, mas João era muito inteligente, sabia o que eu ia fazer e tentou impedir:

- Não, Ju, assim você pode se machucar.

- Faz o que eu tô mandando, já fiz isso um milhão de vezes, sei como fazer gostoso para mim e para você.

- Já fez isso, foi sua puta? Mostra então.

Ele se ajoelhou e eu pus a cabeça embaixo do triângulo formado por suas pernas. Aquela benga enorme ficava batendo na minha cara o tempo todo. Angulei meu pescoço, abocanhei a pica com todo cuidado e fui enfiando na boca, protegendo dos dentes e girando a língua nela toda, sugando tudo. Com as mãos, forcei o quadril dele a se inclinar mais ainda. O pau alcançou o início da garganta. Veio aquela sensação de regurgitar, mas eu sabia que se eu relaxasse o máximo possível eu iria conseguir o que queria e foi o que aconteceu. O chato é que não deu pra ver a cara do João, mas seus gemidos aumentaram, ficaram mais altos e ele fez uma coisa que eu adoro, ficou falando: “Chupa sua vadia, minha puta gostosa, bezerrinha tesuda, puta, puta...”. Segurava minha cabeça com força.

Em um movimento de vai e vem, senti que ele ia tirar, mas não deixei, segurando firme seu quadril. Minha xoxota ficou toda encharcada quando comecei a sentir o esperma esporreando em minha boca. João urrava, mas teve forças para me tirar da posição que eu me encontrava, me puxando pelos cabelos e vendo extasiado o pouquinho da gala que deixei escapar escorrendo pela minha boca, pelos meus peitos. Vendo minha língua catar cada gotinha. Quase bravo, falou:

- Eu queria gozar na sua boceta – puxava de leve meu cabelo me chegando pra perto daquele peito com alguns pelos grisalhos e ao mesmo tempo acompanhando o movimento da minha língua – quando eu mando eu quero ser obedecido, ouviu?

- Ah, então você não gostou? – sorri provocante.

- Você diz que é virgem, mas age como uma puta. Eu acho que tu é puta mesmo. Meu pau nem conseguiu ficar mole. Vai ver só. Vou te derrubar agora e enfiar tudo de uma vez nem vou te amaciar.

Acho que ele percebeu o medo nos meus olhos. Gosto do perigo, mas não gosto de me machucar.

- Não, João, por favor, faz com jeitinho, eu tenho medo que doa. Eu juro, nunca entrou uma pica aí e a sua é enorme, vai me rasgar toda se for de vez.

Ele riu, pois sabia quem estava no comando outra vez ( mas agora eu me pergunto, quem está realmente no comando, hein?). Me abraçou bem forte, me deu um beijo gostoso de língua, se ergueu e me levou junto para fora do escritório, tomando o caminho do quarto do casal.

- Vamos fazer isso direito. – falou

- Ah, tá, fazer direito na cama em que você dorme com a minha mãe?

- Fazer direito o que sua mãe não faz e o que você tem um dom da natureza para fazer. Vou te comer aqui, mas antes preciso amaciar essa bucetinha linda que nem acredito que vai receber uma pica pela primeira vez e vai ser a minha – me deitou no meio da cama, ficou um tempo me olhando, o pau cada vez mais duro – abre as pernas, vai, abre bem que eu vou mamar sua xana pra deixar ela pronta pro meu pau, sua gostosa.

continua

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/11/2018 15:13:30
Uma delícia
30/12/2015 21:25:24
puta experiente!!!!!!queira jorrar minha porra nesta garganta,putinha gulosa!!!!
08/06/2015 12:48:25
quero uma chupeta dessas.....uau!
26/02/2015 07:33:20
Ah mulher... Você é uma jóia rara, sabia?
09/12/2014 21:35:17
10
20/10/2014 17:23:39
Essa chupeta é uma das mais difíceis. Até hoje tô tentando e olhe que a minha é de primeira.
19/10/2014 13:43:58
Eu estou adorando... eu estou doida para ler a continuação
19/10/2014 10:22:46
Delícia. .....manda resposta
18/10/2014 18:30:13
Adorei seu conto precisamos trocar experiências por email ou quem sabi algo mais.. Entre em contato comigo ju.




Online porn video at mobile phone


garoto enfia o controle remoto no cu após brigar con o irmão. xvideos. com xvideos de idosa ifiando o pinto na buceta da idosa butamenteconto erotico estupro machos enjoaremContos porno bucetinha da bisnetinhaContos.shortinho.curto.enlouquece.filhocontos de zoo gayspequei aprimar dormino. sodecalcinha. efude elar no xvideoxvideos.x10.velho.fudeu.o.cu.da.novinha.brasilincesto com meu vô contoscontos eroticos o filho da vizinha cheirando minha calcinhamulher em pornô de cavalo e se estraga todinha sair sangue do c*incesto irmão bota irmã no colo e ficar bolinando elacontos chupando a buceta da Janaracontos eroticos gays virei putinha de varioscontos eiroticos leilapornxvidei de hmen batendoputaria brasileira posicao frango assado pra salvar no celularcontos chupador de xoxotaconto no cinepornofotos de irmanzinhas mais novas provocando seus irmaos e levando pica durmulher de sainha sem calsinha brincando com dog e nao xnxx resist fodi aContos eroticos de podolatria com fotos querendo chupar pes de primas no sofaconto erotico ensinando a tia de motocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgevidos pra abaca irmao pegou a irmanovia.de supreza.e gozou dento da.bucetona delaquero ver novinha de calcinha transparente tristinha tirando a saiaxxx vídeos comendo uma morena caboca amiga da minha esposa ela tem uma enorme bucetabaxinha cochuda casada vingando xvideossafadas qe adora caucinhas fiudentalxvideo tara com apacoteirao botãozinho do zíper escapou da bolsa como coloca fácilcontos porno scat lesbicoas coroas gemendo e gozando desvairadamente xvideoMulheres escandalosa fudeno mete qque vou. Goja no xvideiocontos eiroticos leilaporn#contos eroticos noveanosxvideos caseiro emfermera mindando banho eaiXVídeos apavorou nua bêbada dormindo em cima da cama semXvudeos negra inxirida com varatitia gostosa peituda bate punheta enquanto o sobrinho novo lhe aperta as mamas peitudas porno++o++encanadorxvidio mulhe casada hora do futibol brasileromorena jambo fio dental de brucos na cqmacontos eróticos de larimendesContos eróticos procurando aventura no clube de campoxvideo Mamae mw pegou me masturbando e me chupou ate gosar na boca delasibrinhas vatendo punheta pros tiios ate eles gosaremmulheres de traficantes pegando poradaxvideos essa mulher fezes 32 homens de trouxa conto erotico vendida pelo maridoXVídeos novinho Cabocla tocando p******** da mulher segurando ela gosta derelatoeroticomorenaprima Pede para dormir de conchinha com prima e a subidanovinha da barriga do umbigo fundinho lindo trepando XVídeoscontos eiroticos leilapornAssiriricas mais loucasxvideo com os corno conformados vendo sus esposas sendo arrombadascasetudo rasga buseta da novia aiiiiitinha muito gostosa vê sobbrinho na punheta e xaiver bahianas di fiu dentauas cunhanda dodo pro cunhandover contos eróticos de vendi meu cabacinho para um cacetudoxvideo morido fazendo surpresa sem a esposa sabervideo gta conaminha namoradaamigos d filho fpde mcu da minha.maeconto erotico boquete bokete mamadairmanzinhas novinhas peladinhas no quarto d irmao1minuto xvideosacoxano as mulhe nu medou psu.di voraputa tarada na pomba e o macho relinxa d tesaoporque os atores de porno ficam mais tempo enrijecidosconto crente fofinha sexo anal