Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Eu e minha filha somos putas!

Um conto erótico de vanessinha-pst
Categoria: Grupal
Data: 01/10/2014 11:25:16
Última revisão: 05/07/2016 19:15:29
Nota 9.76

Chamo-me Sonia e acabei de completar 35 anos e gostaria de compartilhar com vocês as loucas experiências que vivi nesse ultimo ano.

Sou morena de cabelos longos e encaracolados. Tenho seios médios de bicos grandes, coxas grossas e uma bunda grande e empinada. Quando saio à rua junto com minha filha adolescente Ana todos comentam que parecemos mais irmãs do que mãe e filha. Ela puxou meu corpo e como já é bem desenvolvida é praticamente uma mulher que chama muita a atenção por onde passa principalmente dos homens tarados por ninfetas.

Minha historia começou com 15 anos.

Eu era uma garota bonita e cheia de tesão, mas completamente ingênua e foi então que em uma festa junina tomei bastante quentão e acabei ficando bem “alegre”. Depois de dançar com um rapaz que estava na festa que se chamava Antonio acabamos saindo dali e no caminho de casa entramos em terreno onde havia uma casa abandonada e rapidamente começamos a nos beijar com vontade. Completamente tola e tesuda nem me importei quando ele levantou meu vestido e começou a passar a mão na minha bucetinha virgem. Em poucos minutos minha calcinha estava no chão e logo tinha uma pica bem dura e quente deslizando entre minhas coxas e tocando meu grelinho saliente e durinho. Quando me dei conta aquele pau me penetrava com força. Nem senti dor quando meu cabacinho foi rompido e também nem saiu muito sangue.

O prazer foi rápido só que as conseqüências foram bem longas e difíceis.

Logo descobri estar grávida e o pior é que o tal de Antonio que tinha tirado meu cabaço era um viajante e ninguém sabia direito quem era o sujeito e como meu pai era um homem muito rígido me expulsou de casa e acabei indo parar na casa de uma tia muito ruim onde tive que trabalhar o dia inteiro no sitio pra poder me sustentar e alimentar minha filha.

Durante quase 12 anos trabalhei quase como uma escrava para minha tia sem poder estudar e com uma vida completamente sem prazer.

Quando imaginei que minha vida ia continuar sendo aquela coisa triste durante uma visita que fiz com minha filha ao posto de saúde da cidade a medica Dra. Janete que sempre me atendia ao conversar comigo comentou ter uma irmã advogada que morava na capital que estava necessitando de uma empregada de confiança pra morar com ela pra cuidar de uma filha adolescente e também para serviços de casa.

Na hora falei que não conhecia ninguém de confiança que gostaria de se mudar pra capital e comentei que se pudesse levar minha filha junto aceitaria me mudar pra lá. Durante aquela conversa ela me disse que ia falar com a irmã sobre mim e que depois falava comigo.

Depois de alguns dias quando nem lembrava mais na conversa que tinha tido com Dra. Janete ela me apareceu no sitio e disse que se quisesse trabalhar na capital com sua irmã Dra. Jussara poderia levar minha filha junto. Afinal Ana tinha 13 anos e era uma garota que podia me ajudar nos afazeres como já fazia no sitio.

Mais que depressa aceitei a proposta, afinal além de poder sair daquele lugar horrível iria ter um salário, lugar pra morar e até poderia ser um recomeço para minha vida insípida e sem graça.

Minha tia odiou minha decisão e até me rogou praga, mas nem me importei, o importante era tentar, pois pior do que era dificilmente poderia ficar.

Quando cheguei pra trabalhar na casa da Dra. Jussara tive uma surpresa muito boa.

Além da Dra. Jussara ser uma pessoa muito simpática, sua filha era um doce de garota e seu marido Dr. Mario era bem legal e educado. Eles moravam em uma casa enorme com um terreno bem grande onde tinha piscina, churrasqueira e o melhor é que tinha uma casinha linda de 3 cômodos onde passei a morar. Quase nem acreditei em tudo de bom que estava acontecendo comigo e rapidamente procurei ser uma excelente empregada e aprender tudo do jeito que minha patroa queria e gostava. Não iria perder a chance de fazer com que ficasse satisfeita comigo.

E isso não demorou a acontecer, pois o serviço não era difícil e tendo minha filha pra me auxiliar tudo ficou mais fácil.

Como eu não gastava quase nada, pois tinha casa e comida de graça, sem contar que Dra. Jussara me dava muitas roupas que não usava praticamente quase todo meu salário era depositado em uma poupança e não demorou pra ter um bom dinheiro guardado.

Durante três anos trabalhei corretamente e logo me tornei uma pessoa de confiança e já fazia vários outros serviços tipo pagar contas e resolver várias outras coisas principalmente depois que a patroa me fez tirar carteira de motorista.

Minha filha com 16 anos estudava de manhã e depois me ajudava nos afazeres da casa.

Quando completei 30 anos me olhei no espelho e vi que aquela mudança tinha feito muito bem pra mim.

Durante o tempo que trabalhei no sitio com minha tia tirana nem gostava de ver minha imagem refletida e agora dava pra ver que parecia que estava rejuvenescendo. Até o tesão que havia desaparecido durante todos aqueles anos sombrios dava sinais que voltava com força total.

Durante meus banhos quando o sabonete deslizava entre os lábios da minha bucetinha quase virgem e tocava meu grelinho completamente duro só conseguia me acalmava depois de me bolinar com força e gozar deliciosamente gemendo toda tesuda.

De vez em quando minha patroa quando tomava sol na piscina me chamava pra fazer companhia e vivia elogiando meu corpo dizendo que queria ter um corpo tão bonito quanto o meu, nem parecia que eu tinha tido uma filha. Dra. Jussara era uma mulher de 33 anos meio cheinha que vivia fazendo regime. Em compensação seu marido Dr. Mario era um homem de 35 anos tinha um corpo bem cuidado e sempre fazia exercícios em uma pequena academia que havia na casa. Dava pra notar que meu patrão era bem safado, pois quando estava sozinho comigo sempre me elogiava dizendo que cada dia eu ficava mais linda e mais gostosa. Eu sorria irônica dizendo que sua esposa falava a mesma coisa e não dava lado ele pra me assediar.

Dr. Mario tinha duas grandes revendas de automóveis e minha patroa já tinha me alertado que era pra tomar cuidado com o marido, pois tinha fama de garanhão. Até as secretárias que trabalhavam no escritório de advocacia dela comentavam sobre as “gracinhas” que ele falava pra elas.

Minha patroa comentou comigo que se um dia ele aprontasse alguma safadeza ia se ferrar com ela, pois quase todos os bens que eles tinham estavam no nome dela e como uma excelente advogada que era saberia muito bem como fazer isso.

Por insistência de minha patroa voltei a estudar para terminar meus estudos que deixara quando fiquei grávida com 15 anos. E então toda noite de segunda a sexta ia para a escola e foi la que conheci Lucia uma garota de 26 anos que se tornou minha amiga.

Ela era uma garota alegre e muito aberta e logo me confidenciou que fazia programas em um barzinho de encontros que funcionava não muito distante dali.

Lucia tinha uma filha com 7 anos que morava com a mãe no interior e estava estudando pra que um dia pudesse deixar aquela vida e montar um negocio próprio. Loira de cabelos curtinhos e muito bonita tanto de rosto quanto de corpo também deu pra notar que pelas suas conversas era uma tremenda de uma putinha safada totalmente liberal, pois dizia que topava qualquer safadeza. Toda curiosa quis saber tudo que ela fazia e quando comecei a contar sobre minha pobre vida sexual a conversa foi bem divertida e muito franca.

-Sonia, você tá me gozando! Quer que eu acredite que você só deu uma trepada, ficou grávida e depois nunca mais transou? Isso é muito azar! RSS.

-pra você ver... é a mais pura verdade... depois disso me deu um bloqueio... toda vez que pensava em homem... dava-me uma sensação ruim... tinha até falta de ar! Só de uns tempos pra cá... é que o tesão começou a voltar... voltei a bater siririca e fiquei com vontade de ter um macho entre minhas pernas... mas ainda não pintou nenhum que me fizesse ficar a fim de perder meu cabacinho de novo... porque com certeza fiquei virgem de novo. RSS.

-ah ta... também não vamos exagerar... bucetinha que já foi arrombada não volta a ficar virgem não sua maluca! É perigoso você ser mais larga que eu... e olha que já dei pra um monte de machos... até já perdi a conta! RSS.

-até parece... sou bem apertadinha... quando lavo minha bucetinha... enfio o dedo... dá pra sentir. RSS.

-mas... Sonia... jura que não tem ninguém mesmo... nenhum gato que te canta? Tem tantos homens lindos por ai!

-sempre tem uns engraçadinhos que ficam falando bobagens... até meu patrão fica me cantando discretamente... mas nenhum me faz a cabeça... mas vai acontecer... qualquer dia! Na verdade ando com vontade de transar de verdade... ainda mais depois que andei assistindo uns filmes pornôs que a patroa me emprestou... meu grelinho vive teso. RSS.

-Sonia... você podia ir comigo no barzinho onde trabalho... num dia que tiver de folga... lá sempre tem uns homens muito bonitos e gostosões... e se bobear até da pra ganhar uma bela grana! Ainda mais que é quase virgem... podia cobrar mais caro! RSS.

-que amiga mais safada que arrumei... querendo me levar junto pra suas putarias! Acho que nem conseguiria fazer nada... passando dos 30 anos... só trepei uma vez na vida... se acha que iria conseguir fazer programa com algum homem? Duvido!

-Sonia... do jeito que você é linda e gostosa... com esse bundão... ia arrumar vários clientes e faturar muito bem! Quando comecei nessa vida também achei que não ia conseguir... mas depois de dois meses... saia com 2 homens juntos e conseguia fazer os tarados gozarem gostoso e nem me cansava! RSS.

-você é muito doida Lucia... fala de um jeito que fica parecendo que é tudo normal... as suas putarias!

-mas é normal sim amiga... você é que é muito louca não dando gostoso essa buceta... linda e maravilhosa... ficar sem gozar gostoso... sem transar é que é loucura! Mas... vamos lá ao barzinho comigo qualquer dia... só pra conhecer... você não é obrigada a fazer nada... pode só dançar se quiser!

-tá bem... vou pensar... qualquer coisa te falo... sua tarada maluca! RSS.

Minha amiga Lucia sempre tocava no assunto me convidando pra ir ao tal barzinho, depois de uns dias quando da minha folga resolvi aceitar o convite e quando perguntei como teria que ir vestida ela disse:

-Minha amiga... pode deixar... passa na minha quitinete... essas roupas que você usa são muito sérias pra esses lugares... vou te arrumar uma roupinha bem sexy... pra você ficar muito mais linda e gostosa!

-Tenho até medo do que você tá querendo aprontar comigo sua louca... você é muito sem juízo!

Naquela noite fui até a quitinete de Lucia e quando cheguei ficou toda feliz e começamos a conversar:

-Sonia... que bom que você veio... tava com medo que ia afinar! Já tava me preparando pra ir sozinha!

-quando prometo... eu cumpro! Sou uma mulher de palavra! RSS. Mas... na verdade tô curiosa de ver esse antro de perdição... onde você trabalha!

-acho que você vai gostar... é legal... dá pra dançar... e se divertir bastante se tiver com “vontade”!

Lucia colocou um vestidinho de malha preto justo e bem curto... era quase impossível se sentar e não mostrar a calcinha... a safada colocou uma calcinha vermelha fio dental e quando comentei porque não colocou uma calcinha preta pra ficar igual o vestido ela disse que a cor da calcinha seria igual à sandália que ia usar. Ela então me disse pra ficar nua que ia ajudar a me vestir e quando vi o que ela tinha separado pra mim... fiquei meia sem jeito... mas quando coloquei me senti toda sexy. Meu vestido também era de malha na cor amarela claro que realçava meus cabelos negros compridos. A calcinha era fio dental branca bem fininha e mostrava os pelos da minha bucetinha dos lados. Quando me olhei no espelho até achei que era outra pessoa. RSS. Minha bunda que já era grande ficou enorme naquele vestido curto justíssimo... minhas coxas grossas ficaram completamente a mostra e com certeza também não conseguiria me sentar sem mostrar minha calcinha.

Lucia então sorriu dizendo:

-Amiga... desse jeito vc vai deixar os homens todos tarados por você... as outras garotas vão morrer de inveja de você... ficou gatíssima... com essa bunda... de salto alto... arrasou... muito sexy!

-Lucia... vou te falar uma coisa... gostar eu gostei... mas acho que fiquei parecendo muito putinha! RSS.

-Amiga... o objetivo é esse mesmo querida... ficar bem gostosa e deixar os homens loucos e as mulheres com inveja!

Quando chegamos ao barzinho já tinha bastante gente e era bem aconchegante e tinha um balcão com vários banquinhos e algumas mesas e mais ao fundo uma pista de dança rebaixada e pouco iluminada e tinha alguns casais dançando! Lucia já pegou dois drinks pra gente beber dizendo:

-Sonia... bebe amiga... pra ficar um pouco sem-vergonha! Se ficar muito séria não vai se divertir! RSS.

Tomei um drink e logo Lucia me trouxe outro... a safada queria me deixar “alegre”. Aproveitando que tocava uma musica de axé fomos dançar e logo rebolávamos bem sensuais. Nossos vestidos curtinhos teimavam em subir e até aparecia um pedacinho de nossas calcinhas e quando comentei com Lucia ela toda safada disse:

-não se preocupe em puxar o vestido pra baixo... deixa mostrar... somos deliciosas!

Logo começou a tocar umas musicas mais calmas e rapidamente apareceram homens pra dançar com a gente e então veio um moreno bonito e já foi me agarrando forte. Deixei-me levar e logo senti um pau duro se esfregando em cima da minha bucetinha e não demorou nada pra ficar toda molhadinha. As musicas se sucediam e dancei com vários homens e levei varias encoxadas e também passadas de mãos por todo corpo. A bebida me excitava mais ainda, minha amiga Lucia era muito putinha e não se importava em demonstrar isso.

Depois algum tempo que estávamos ali minha amiga veio até mim e disse que iria ao motel com um homem fazer um programa e que não iria demorar e então falei que não queria ficar sozinha ali, pois não conhecia ninguém e disse que se quisesse podia ir junto e ficar esperando e ai voltaríamos juntas. Nem me preocupei e acompanhei-a com o sujeito até um motel não longe dali.

Quando chegamos Lucia comentou que estava muito calor e não ia me deixar ficar dentro do carro e como o motel tinha uma pequena salinha eu poderia ficar ali no ar condicionado. Ela até brincou que do jeito que o sujeito estava tarado achava que a transa ia ser bem rápida.

A safada entrou pro quarto e nem se preocupou em fechar a porta e toda curiosa resolvi dar uma espiada e vi que minha amiga era uma profissional que sabia o que fazia. Depois de tomarem banho ela deitou o cara de barriga pra cima e pegou seu pau deu umas mamadas e logo se sentou em cima dele e começou a cavalgar com vontade gemendo e sussurrando toda safada pra deixá-lo mais excitado:

-ahhh... que pau gostoso... to tão tarada... quero gozar gostoso... com você... assim... me fode... seu safado gostoso... mete na tua putinha... ahhh... que delicia... que pau delicioso... goza pra mim... goza gostoso... ahhh!

Em poucos minutos o sujeito deu um berro e gozou que nem louco e rapidamente saímos do motel e voltamos ao bar e então comentei:

-Lucia... não consegui resistir e fiquei assistindo você trepar com o cara... amiga... você é uma putinha de verdade hein... rapidinho fez o serviço e ganhou a grana. E até parecia que você estava gostando mesmo... você gemia como uma maluca. RSS.

-Na verdade... eu sempre sinto um pouco de tesão amiga... adoro meter... adoro dar... se o cara for legal... gozo gostoso e faço o cara gozar também! Eu escolho os caras pra transar... não saio com qualquer um. Só quando comecei... sem experiência e precisando de grana eu topava qualquer coisa! Fiz bastante loucuras... qualquer dia te conto! Mas tudo que vivi me fez ficar mais esperta e mais safada!

Logo que chegamos ao barzinho apareceu um homem de uns 40 muito simpático e depois de dançarmos um pouco me chamou pra ir ao estacionamento onde estava seu carro e lá começamos a nos pegar com vontade. Ele era muito gostoso e carinhoso e logo me deixou completamente molhada e quando tirou o pau pra fora da calça e puxou minha cabeça e me fazendo chupar seu pauzão em segundos eu fazia aquilo com prazer e quando pensei que ia ficar bem mais gostoso o safado gozou e encheu minha boca de porra.

Como não estava acostumada me engasguei toda e fiquei puta da vida com o cara e sai do carro voltando para o barzinho!

Lucia quando me viu entrando veio ao meu encontro e foi junto comigo ao banheiro e quando contei o que tinha acontecido sorriu dizendo:

-minha amiga... então resolveu tomar drink de porra quentinha é? Safada! RSS.

Eu sorri um pouco sem graça e brinquei dizendo:

-Eu tentei fazer do jeito que você fez no motel... cai de boca no pau do cara... mas não achei que o safado ia gozar tão rápido... deixando-me na saudade. RSS.

Continuamos dançando e tomando uns drinks e Lucia rapidamente arrumou outro programa dessa vez com um coroa de cabelos grisalhos e foi ao mesmo motel de antes e de novo me levou junto e acabei assistindo a loirinha safada transar com o cliente pela porta entreaberta. Não demorou quase nada pra que ela proporcionasse prazer ao homem grisalho e então voltamos novamente ao bar.

Depois de pouco tempo Lucia deu a idéia de irmos embora dormir e foi o que fizemos e fomos pra sua quitinete e como não iria precisar acordar cedo, pois minha patroa tinha ido viajar com o marido e a filha resolvi dormir ali mesmo.

Chegamos e Lucia foi a primeira a tomar banho e saiu com uma toalha enrolada no corpo e logo em seguida foi minha vez e tomei um banho bem refrescante de água fria. Estava muito calor e quando voltei encontrei minha amiga completamente nua deitada na única cama que havia ali e então enquanto me enxugava começamos a conversar tranquilas e alegres, afinal ainda tinha bastante álcool em nossos corpos. RSS.

-Sonia... que pena que você não conseguiu transar com ninguém... achei que ia achar um macho bem gostoso... com um pauzão bem grosso pra fazer minha amiga gozar que nem louca!

-é... no começo achei esquisito o lugar... cheio de safadeza... mas depois me empolguei... quando achei um cara que achei que ia compensar... o safado só gozou na minha boca... que filho da puta! RSS.

-é... a maioria dos homens... não conseguem satisfazer uma mulher... ainda mais quando são gostosas como a gente... gozam muito rápido! Pra mim quando estou trabalhando é melhor... quanto mais rápido eles gozam... canso menos... mas quando estou com tesão... vontade de meter... se gozar rápido fico muito puta... da vontade de mandar tomar no cu! RSS.

-é... hoje tive uma experiência frustrante. Vou ter que dormir com tesão! RSS.

-Sonia... agora fiquei preocupada... sempre durmo pelada... quando está calor... já pensou se você me agarra durante a noite! RSS.

-Lucia... não se preocupe... acho que você não corre perigo... do jeito que tomei uns drinks a mais... acho que vou desmaiar nessa cama... mas só pra você saber... também gosto de dormir pelada no calor! E do jeito que você é uma putinha tarada... é perigoso você querer me agarrar... sua louca! RSS.

Deitamos-nos uma ao lado da outra e logo adormeci e até comecei a ter sonhos eróticos me sentindo acariciada com vontade, mas logo percebi que não era sonho. Lucia estava com o rosto entre minha coxas e me chupava com volúpia louca. Nem deu tempo de pensar em reclamar. Em segundos senti que meu corpo tremendo de desejo sentindo meu grelo durinho sendo sugado com maestria. Só então percebi que tinha uma almofada por baixo de meu ventre e percebi que minhas mãos estavam pra trás subjugada com um par de algemas!

Toda tarada rebolava na língua daquela loira safada que percebendo que estava completamente entregue gemendo como uma louca então mostrou o que queria fazer comigo e disse:

-gosta... de língua na buceta... sua putinha... eu sabia que você ia gostar... pode deixar... sua amiga vai fazer você gozar que nem uma louca... sua puta safada! Pode rebolar gostoso safada... sei como fazer putinhas como você gozarem muito... sua vadia gostosa! To adorando o gosto da tua buceta... é deliciosa... molhadinha e muito quente... com eu gosto! Rebola na minha língua... sua putinha safada!

Lucia me puxou fazendo ficar de 4 na beira da cama me deixando toda exposta e continuou a me chupar deliciosamente e acariciando meu corpo por inteiro com suas mãos mágicas. O tesão tomou conta do meu corpo me fazendo gemer alto de prazer e passei a ter orgasmos um atrás do outro.

Só que logo começou outro tipo de prazer. Por estar algemada com as mãos pra trás não tinha como me defender e então a safada passou a me lamber e também dar uns tapas em minha bunda empinada e não demorou pra ver que ela tinha colocado uma cinta com um pênis de silicone e então disse:

-agora... sua amiga vai ser teu macho... sua putinha tarada... vou deixar essa bucetinha bem arrombada... vc tá precisando muito... tá toda ensopada... goza sem parar... como uma cadela viciada... como agüentou ficar sem dar essa buceta gostosa tanto tempo... não dá pra acreditar... você é uma tarada!

Quando Lucia encaixou a cabeçona daquele pauzão de silicone na entrada da minha bucetinha quase virgem e enfiou pela primeira vez me senti desvirginada novamente. Porém logo o prazer tomou conta de todo meu ser e passei a rebolar toda tesuda naquele pau e ela então se aproveitou e passou a me bater na minha bunda com mais força e toda tarada sussurrava:

-ahh... que delicia... comer essa buceta... assim... rebola vadia... goza na minha vara... sua vadia... dá gostoso... sua safada... goza... gostoso... goza... vadia... que delicia encher a putinha de tapas... goza cadela viciada!

Dei um grito alto e gozei copiosamente naquele pauzão de silicone rebolando sem parar. Depois de alguns minutos Lucia me pegou pelos cabelos e depois de soltar as algemas disse toda tesuda:

-vem... putinha... me chupa...quero sentir sua boca na minha buceta... faz eu gozar... sua safada!

Nem pensei em nada e cai de boca naquela bucetinha branquinha depilada e chupei seu grelo duro bem grande e em poucos minutos ela gritava de prazer gozando copiosamente... parecia que mijava de tanto liquido que sua xoxotinha depilada expelia. Seu grelo se contraia sem parar entre meus lábios.

Depois daquela loucura tomamos um demorado banho e conversamos abertamente e fiquei sabendo que minha amiga Lucia era bi-sexual e me confessou que desde quando me conhecera ficou com tesão por mim e era louca de vontade de me pegar e quando surgiu à oportunidade não deixou escapar. A safada me algemou dizendo que se eu acordasse e achasse ruim ia continuar me lambendo de qualquer jeito. Ela era louca de vontade de chupar minha bucetinha “quase virgem”. RSS. Lucia brincou dizendo que depois de umas 3 ou 4 lambidas na minha bucetinha percebeu que não iria ter problemas porque passei a rebolar na sua língua e gozar gostoso! E então toda safada brinquei dizendo que do jeito que andava com tesão qualquer um me faria gozar, até uma putinha loira safada que gostava de chupar buceta das amigas!

Depois do acontecido tudo mudou radicalmente e logo eu e minha amiga Lucia passamos a transar constantemente e não demorou pra que eu passasse a fazer programas a três junto com ela. Alem de ser super gostoso também passei a ganhar uma boa grana. Só que percebi que apesar de ter saído com vários homens nenhum me proporcionara um prazer tão intenso quanto imaginava vendo nos filmes pornôs. Pra mim faltava algo que me fizesse perder os sentidos. Na verdade minha amiga Lucia normalmente me fazia gozar mais gostoso que os machos que arrumávamos pra fazer programas. De uma coisa tinha certeza absoluta, eu adorava ser sodomizada por Lucia, levar uns tapas bem dados na bunda me excitava demais, mas sentia que gostaria de algo mais forte com um pouco mais de “dor”.

Tudo corria maravilhosamente bem tanto no serviço quanto nas minhas vadiagens junto com Lucia porém logo depois que dei um flagra em minha filha Ana percebi que teria que tomar umas providencias rápidas pois poderia acabar me tornando avó antes do tempo.

Um dia chegando em casa ouvi uns ruídos que vinham do corredor ao lado e logo percebi que eram gemidos de safadeza. Então cheguei bem devagarinho e para meu espanto vi minha querida filha com um rapaz de uns 17/18 anos sentado em uma mureta com a bermuda abaixada e Aninha chupando seu pau com vontade. Como o pau do garoto não era muito grande a safadinha engolia até o talo, parecia uma profissional.

Pensei em dar uma bronca mas, fiquei ali por instantes observando e pensando no que fazer, então demorei um pouquinho e fingindo que chegava naquele instante chamei-a pelo nome.

Logo ela apareceu toda vermelha e o rapazinho saiu de fininho disfarçando e então chamei minha filha pra uma conversa séria dizendo que sabia o que ela estava fazendo com o rapaz no corredor.

Apesar de bem safada minha filha não era burra igual eu tinha sido na mesma idade dela. Na escola ela aprendera praticamente tudo sobre sexo e como se prevenir. Ela me confessou que ainda era virgem mas que não iria demorar a perder o cabaço pois dizia que tinha tesão demais e vivia se masturbando, que já tinha feito de tudo com alguns namoradinhos que arrumava na escola e na vizinhança. Quando ela percebeu que nossa conversa era mais como amigas de que como mãe e filha nosso dialogo foi ainda mais franco e aproveitei pra deixar o clima mais descontraído e brinquei dizendo:

-é... eu vi direitinho... a filhinha mais safada que eu tenho... sabe como deixar os garotos louquinhos! Pensei que vc ia arrancar o pinto do garoto... engolia tudo! To vendo que você anda praticando bastante!

-mãe... não vou mentir... só não dei a xoxotinha ainda... nem sei por quê... se tivesse pegado um carinha mais tarado... teria me comido fácil! É que os garotos ficam com medo de mim! Eu pego eles com vontade... não tenho vergonha de nada! RSS.

-que filha tarada... apesar de que não posso te criticar muito... quando eu tinha 15 anos o primeiro que encostou o pau na minha xoxotinha...me comeu... rapidinho... nem precisou fazer força... o problema é que fiquei grávida de você... naquele tempo... eu nem sabia como me prevenir... boba de tudo!

-não se preocupe mamãe... apesar de gostar muito... não sou boba não.. .mas... logo vou pedir pra Sra. comprar uma cartelinha de pílulas... acho que não vai demorar muito. RSS. Ainda mais sabendo que minha mãe é minha amiga de verdade! Minhas colegas vivem reclamando que suas mães são chatas!

-é... eu sei como é... eu sofri muito por ter pais muito rígidos... não quero que minha querida filha passe pelo que eu passei! Quero que se torne uma mulher mais feliz que eu fui... que se divirta muito. Só não quero que engravide e não possa terminar seus estudos. Agora que tenho condições quero quevc estude e faça faculdade! Quero que minha filhinha linda vire uma doutora!

-pode deixar mamãe... fique tranqüila... prometo que não vou fazer nada pra te trazer problemas... só não posso prometer que só vou ter um namorado! RSS.

-é... ja deu pra perceber que vc é uma safadinha de mão cheia... que gosta muito de namorar!

-mãe... se eu contar os sonhos e as sacanagens que tenho vontade de fazer é perigoso querer me internar... acho que sou um “pouco” ninfomaníaca... ja li sobre isso em revistas! RSS. Eu tenho algumas amigas bem safadinhas... mas acho que sou um pouquinho pior! RSS. Mas... e vc mamãe?

-bem... minha filha... não sou tanto assim... apesar de que faz pouco tempo que voltei a ter uma vida sexual bem ativa! Eu era muito cheia de medos... quem me ajudou foi minha amiga Lucia... depois que a gente começou a sair e ir dançar... nos barzinhos por ai é que voltei a gostar de sexo!

-é... percebi mesmo que a Sra. mudou de comportamento... ficou mais feliz... passou a sorrir mais... deu pra notar!

Depois daquele dia a conversa com minha filha Ana se tornou completamente tranqüila e cheia de confidencias. Ela passou a me contar sem nenhum receio suas aventuras com os namoradinhos.

Logo percebi que minha filhinha era uma putinha de mão cheia. E sendo gostosinha do jeito que era... com um corpo espetacular, peitinhos durinhos, bunda empinada, coxas grossas e alem do mais gostava muito de chupar pau de macho não faltavam garotos que quisessem agarrá-la. RSS

Quando ela havia me dito que achava que era um pouco ninfomaníaca logo vi que não era pouco... era completamente tarada por machos. E pra prevenir levei-a a uma medica pra receitar anticoncepcionais pra maluquinha! RSS.

Depois de algum tempo aconteceram duas coisas que iriam mudar um pouco mais minha vida.

Minha amiga Lucia precisou ir ficar com a mãe no interior que tinha tido um problema de saúde grave. Por causa disso teve que cuidar tanto da mãe quando de sua filha de 8 anos. Minha amiga de farra teve que me deixar.

Mas o que ia provocar uma revolução em tudo foi o fato de minha patroa Dra. Jussara ter resolvido se separar do marido. Ela se encheu das infidelidades do safado, até doenças ele havia lhe passado e meteu o pé na bunda dele. E logo teve uma novidade que mexeu com tudo naquela casa.

Dra Jussara tinha um irmão que morava na Alemanha e como também havia se separado da esposa e resolveu voltar ao Brasil veio morar um tempo ali na mansão enquanto resolvia o que iria fazer.

Ele se chamava Valter e era medico especialista em pesquisas farmacêuticas. Era muito rico, pois recebia muitos royalties sobre patentes que ajudara a desenvolver.

Quando vi aquele homem pela primeira vez percebi que meu corpo sentiu um leve frêmito quando ele sorrindo me cumprimentou apertando minha mão. Ele tinha 38 anos, alto, forte com um corpo muito bem cuidado e um sorriso bem safado junto com um olhar penetrante. Até minha filha Aninha que falava não achar graça em homens mais velhos dizendo que só gostava de rapazes da sua idade comentou comigo que o irmão da patroa era um coroa muito “gato”.

A filha da patroa já saindo da adolescência ficou toda contente com a chegada do tio, pois o pai depois que se separara da sua mãe vinha visitá-la muito pouco sendo um pai bem ausente.

E foi bem rápido perceber que o Dr. Valter era um tarado sem pudor e completamente audacioso.

Logo no segundo dia de sua chegada como era época de muito calor ele já mostrou suas garras de garanhão. Eu estava na cozinha fazendo café... a filha da patroa tinha saído cedo pra aula de inglês... Dra Jussara ainda estava deitada, sempre acordava um pouco mais tarde e foi quando aquele homem enorme entrou só com uma sunga de banho e todo sorridente disse:

-bom dia Sonia... cheiro de café logo cedo é muito bom... vou tomar uma xícara antes de ir para a piscina... quero aproveitar esse sol maravilhoso... nessa época lá na Alemanha faz um frio danado... quero pegar uma cor!

Foi então que levei um choque quando olhando entre suas coxas vi um volume enorme na frente daquela sunga apertada. Estava perfeitamente delineado o contorno de um pau enorme e grosso. Se mole era daquele tamanho imaginei como ficaria completamente duro e tentando parecer normal brinquei dizendo:

-é Dr. Valter... o sol faz bem... deixa as pessoas mais bonitas... a patroa também sempre toma sol e me chama pra fazer companhia... minha filha também não sai da piscina no verão... todo mundo quer ficar bem bronzeado... e as mulheres adoram ficar com marquinhas de biquíni!

Ele então se recostou no armário e bem safado disse:

-eu imagino... que marquinhas de biquíni... nessa bunda gostosa que vc tem... deve ficar linda! Se quiser ir tomar sol comigo... vou gostar... você tem um corpão... garanto que você deixa os homens loucos!

-Dr. Valter...to notando que o Sr. é muito malandro né...cheio de falar gracinhas pras mulheres né? RSS. Mas... hj não vou poder ir a piscina...tenho várias coisas que a patroa sua irmã me pediu pra fazer antes do almoço! Mas...quem sabe...amanhã!

Foi então que ele todo safado deu uma apertada naquele volume enorme entre suas coxas e deu pra notar que aquilo já estava aumentando de tamanho e chegando um pouco mais perto de mim disse todo safado:

-Bem...ja que hoje não vai dar pra olhar você de biquíni na piscina... vou aproveitar que você tá com as mãos ocupadas coando o café e vou conferir se esta bem bronzeada... vai ser rápido fazer isso!

O safado então sem pestanejar veio por trás de mim e levantando a parte de trás do meu uniforme abaixou minha calcinha até o meio das coxas e então disse todo safado:

-Hummm... do jeito que imaginei... marquinha de biquíni... bem pequena... pra deixar a bunda mais linda e mais gostosa ainda. Parabéns Sonia... você tem um rabo perfeito e delicioso!

Fiquei completamente estática sem saber o que fazer, em seguida senti seus dedos deslizando por entre os lábios da minha bucetinha tocando meu grelo que ficou duro na hora e ele continuou:

-que buceta gostosa... tem a empregada putinha... garanto que fica molhadinha bem rápido... rebola vadia... quero sentir... vamos putinha... faz o que to mandando! Mexe esse corpo... rebola cadela!

Como demorei alguns segundos pra “despertar” pra aquela loucura safada ele mostrou que gostava de comandar e me aplicou um tapa bem forte na bunda e disse todo tesudo em meus ouvidos:

-rebola logo sua vadia... puta tem que obedecer rápido... fazer o que o macho tá mandando... rebola cadela vadia... mostra que gosta de sentir tesão pelo macho... sua puta vadia!

Em seguida levei outro tapa mais forte ainda e então meu corpo se arrepiou por inteiro, toda putinha passei a rebolar como aquele macho mandava... e toda safada entrei naquele jogo delicioso e excitante dizendo sussurrando:

-aiii... que macho... bravo... gosta de bater em putinha é? Seu tarado...safado!

Ele tirou a mão da minha bucetinha completamente encharcada e senti uma pica muito grossa deslizando entre minhas coxas e então ele disse todo tesudo:

-pra você sentir minha pica... nessa bucetinha gostosa... vai precisar implorar... sua puta... gosto de puta bem submissa... e gosto de vadias que gostam de apanhar... adoro bater em vagabundas... pede vadia!

Aquela pica grossa e cabeçuda brincava entre minhas coxas e completamente tomada de tesão me entreguei ao prazer dizendo:

-mete... logo... seu safado tarado... bate na tua putinha... eu gosto de levar tapas na bunda... bate... mas me come logo... seu filho da puta... faz eu gozar... mete... fode minha buceta tesuda!

Aquele macho dominante sabia como despertar o tesão selvagem de uma mulher e então ele me puxou pelos cabelos e me colocou de bruços na mesa da cozinha e encaixando aquela pica enorme na entrada da minha bucetinha enfiou tudo de uma vez. Senti-me partida ao meio. Já tinha transado com alguns paus grandes, mas aquele era grosso e cabeçudo demais. Mas nem deu pra sentir muita dor, pois em segundos o calor daquela pica enorme parecia que ia derreter minha buceta e ele todo tarado passou a meter forte totalmente encaixado dentro de mim. E o sádico encheu minha bunda de tapas fortes e não demorou pra que me convulsionasse por inteira e passasse a gozar como uma louca.

Era o melhor gozo com macho na minha vida. Ele puxava meus cabelos e metia como um cavalo arrancando gemidos e logo passei a ter orgasmos múltiplos e ele então dizia:

-isso... assim cadela vagabunda... rebola esse rabo na minha vara... desde que te vi pela primeira vez tive certeza que ia meter nessa buceta gostosa... assim... rebola vadia ...goza como vc gosta... quero fazer essa buceta de puta tesuda escorrer... dá pro teu macho vadia... que buceta apertada...ahhhhh!

Entregue a aquele macho dominante gemi e sussurrei gozando sem controle.

-ahh...que pauzão gostoso... como gozei... gostoso... delicia... ahhh!

Ele saiu de dentro de mim me deixando prostrada na mesa toda arreganhada e pegando minha calcinha enxugou seu pauzão enorme ainda duro e então fez uma coisa que mostrava que ele era um macho completamente diferente de tudo que conheci. Pegou minha calcinha toda molhada e a enfiou na minha boca e começou a bater no meu rosto com seu pauzão dizendo todo macho:

-isso é pra puta sentir o gosto do teu macho misturado com o gosto da tua buceta... e daqui pra frente se quiser continuar a dar pra mim... quero que não use mais calcinha... vadia tem que sempre estar pronta pra servir seu macho! E... tem mais uma coisa... tem que fazer tudo que eu mando... sem frescura!

Era incrível o prazer que sentia sendo tratada daquela maneira por aquele macho sádico e rapidamente percebi que iria querer viver tudo àquilo com mais intensidade e então me levantei lentamente e toda safada disse:

-nossa... que delicia gozar gostoso logo cedo... estava precisando mesmo de um macho... só que o Dr. tem uma mão muito pesada... minha bunda tá toda ardida... ficou bem vermelha e marcada!

Com um sorriso sádico ele me pegou pelos cabelos e me dando um tapa forte na bunda disse:

-Larga de ser fresca sua puta... você apanhou pouco... só foi uma amostra... pra testar você! E saiba que da próxima vez... vai apanhar bem mais... você vai ser minha escrava sexual... e sei que a cadela safada vai gostar muito!

Toda submissa sorri dizendo:

-seu tarado maldoso! Agora... deixa eu terminar de arrumar o café... pra levar pra minha patroa... ela deve ta acordando!

Foi então que ele disse:

-faz uma coisa... arrume a bandeja e deixa que vou fazer uma surpresa pra minha querida irmã... vou levar o café na cama pra ela... antes de ir para a piscina!

Ele então guardou aquela pica ainda quase dura dentro daquela pequena sunga e ficou esperando que terminasse de aprontar a bandeja. Logo em seguida saiu em direção ao corredor do quarto da minha patroa. Tomei uma xícara de café pra me recompor das emoções e dos prazeres loucos que tinham acontecido ali naquela cozinha. Em seguida comecei a pensar que o Dr. Valter era um sujeito bem maluco em levar o café pra irmã só com aquela sunga onde seu pau enorme se mostrava perfeitamente e então rapidinho toda curiosa resolvi ir até o quarto de minha patroa.

Quando cheguei percebi que a porta estava entreaberta e pelo espelho enorme do guarda roupa dava pra ver perfeitamente o que acontecia la dentro.

Dr. Valter se sentara em uma poltrona grande ao lado da cama e logo minha patroa apareceu enrolada em uma toalha e foi então que começou a se desenrolar uma conversa muito interessante.

-bom dia querida irmã... a empregada estava vindo trazer seu café e resolvi te fazer uma surpresa!

-bom dia mano! gostei da idéia... faz tempos que nenhum homem vem trazer café na cama pra mim!

-então maninha... termina de se enxugar e senta aqui do meu lado... vou servir na boquinha pra vc!

-que irmão mais safado que tenho... ja começou o dia com, mas intenções e pelo volume que to vendo nessa sunga tenho quase certeza que já brincou com minha secretária Sonia! RSS.

-vejo que minha querida irmã... continua bem esperta... pensei que ter ficado casada com aquele traste do seu marido tinha te deixado meia burrinha... não aconteceu isso! RSS. Mas porque que vc tá insinuando que fiquei de pau duro por causa da sua empregada?

-Valter... eu te conheço bem... maninho... eu sei o tanto que você num presta e é safado! Foi você que tirou meu cabaço quando eu tinha só 17 anos seu tarado! Você não resiste a um rabo de saia e ainda mais do jeito que a Sonia é uma mulher bonita e gostosona! Alias meu marido também vivia tentando pegar ela! Eu tinha certeza que você ia ficar com safadeza pra cima dela... para meu marido eu sabia que ela não dava moleza... mas pra você... logo cedo mostrando essa pica enorme pra ela... num sei se ela ia resistir não! Sonia de uns tempos pra cá anda saindo bastante nas folgas dela... deve tá dando pra vários machos... ela tem cara que gosta de safadeza! Alias não é só ela... a filha dela Ana que tá pra fazer 18 anos... já vi com namoradinhos por ai nos fundos da casa se esfregando neles! É uma safadinha de mão cheia... garanto que puxou a mãe!

-Interessante isso... mas eu vim te trazer café aqui... por causa de outra coisa maninha... tira essa toalha... mostra esse corpão pra mim... quero ver... ja faz mais de 6 anos... mostra tudo... sua putinha!

Fiquei estarrecida com o que ouvia e ia ficar ainda mais com que começou a rolar dentro daquele quarto:

-Ah... maninho... eu também estava com saudades... eu não queria dizer isso... seu safado... mas só você me faz gozar gostoso... com essa vara grossa! Quero dar pra você... bem gostoso! Me come seu puto! Fode sua irmã putinha!

-assim que eu gosto... uma irmãzinha bem obediente... não se esqueceu de como agradar seu irmãozinho... vem... vadia... chupa minha pica... puta... vem de joelhos... vem cadelinha... vem mamar no teu macho sua puta safada!

Dra Jussara jogou a toalha ficando completamente nua e foi engatinhando até a poltrona onde estava Dr. Valter já sem a sunga mostrando sua pica enorme completamente dura e caiu de boca com vontade e ele todo tesudo disse:

-assim... vagabunda... tava com saudades de vara de macho de verdade... teu ex-marido tinha um pau pequeninho né vadia... teu tesão precisa de pau bem grande... vadia... chupa... engole tudo vagabunda!

Logo em seguida ele pegou-a pelos cabelos como tinha feito comigo e colocou-a na beira da cama de 4 e de pé atrás dela socou a pica de uma vez na buceta da irmã. Ela deu um gritinho de puta e ele disse:

-rebola vagabunda... rebola na minha vara... sua vadia safada... vou arrombar essa buceta... mexe bem gostoso!

Minha patroa também era uma tarada e toda tesuda gemia dizendo:

-me come... fode... sua irmãzinha... arregaça minha xana... ahh...que delicia de vara... mete... mete com força... bate na minha bunda... bate... quero apanhar... bate... quero gozar gostoso! Aiiiiii... delicia!

Ele fez o que ela pedia... sem dó... sua bunda ficou vermelha em segundos... ele metia como um louco e minha patroa rebolava e gemia gritando de prazer. Logo ela gozava copiosamente e então ele levou-a para a poltrona e a fez se sentar de frente no seu colo. Ela começou a cavalgar como uma louca naquela pica imensa... ela estava tomada de tesão e parecia em transe delirando de prazer e então ele passou a dar tapas na cara dela e ela então gemendo de dor e prazer sussurrava:

-bate... na cara da tua puta... seu sádico... bate... quero gozar... do jeito que só você sabe fazer... vou... vou gozar... bate... seu filho da puta... to... to... gozando!

Minhas coxas estavam ensopadas de tanto liquido que escorria da minha buceta ainda inchada. Eu gozava junto com eles assistindo aquelas cenas selvagens. Meus dedos esfregavam com força meu grelo inchado e saltado.

Foi então que Dr. Valter fez minha patroa se levantar e ficar de joelhos entre suas pernas e começou a manipular sua pica imensa dizendo todo tarado:

-abre a boca... chupa sua puta... vou gozar na tua cara... vou lavar seu rosto de porra... vadia... ahhh!

Em segundos aquela pica enorme começou a esguichar porra como se fosse um cavalo cobrindo todo o rosto da minha patroa... e ele todo sádico encheu seu rosto de tapas esfregando sua porra por todo lado. Ela adorava e lambia como uma desvairada aquele pauzão todo melado!

Sai dali toda tremula e completamente tesuda... eu queria era ter entrado naquele quarto e meter com aquele macho até desfalecer de prazer!

Fui até o banheiro e tomei um banho frio pra acalmar minha bucetinha sequiosa e tesuda! Não resolveu muito. RSS.

Logo depois deu pra ouvir o barulho de mergulhos na piscina e não demorou pra que minha patroa aparecesse na cozinha toda arrumada pronta pra ir para seu escritório. Seu rosto estava um pouco vermelho... a maquiagem não conseguiu esconder, mas com certeza a bunda estava bem pior! RSS.

Minha patroa saiu e quando comecei a pensar nas safadezas que tinha acontecido logo de manhã achando que tinha sido muito louco minha querida filha entrou na cozinha toda sorridente vestida com uma mini-saia curtinha e uma camiseta justa que deixava sua barriga lisinha e os bicos dos seus seios durinhos se mostrando ousadamente. E então logo que a conversa se iniciou percebi que teria mais uma surpresa inesperada.

-bom dia... querida mamãe! To com uma fome danada... quero tomar café... bem reforçado!

-que garota folgada... isso é hora de acordar é? O café já esta pronto faz tempo!

-mamãe... eu... até pensei em não comentar nada... mas... a culpa não foi minha... eu acordei cedo... tomei meu banho bem gostoso... quando cheguei pra tocar café... tomei um susto... a Sra. estava transado com o irmão da patroa em cima da mesa!

-que garota safada... agora resolveu espiar a mãe transando é? Não tem vergonha é?

-mamãe... deixa de ser boba... foi sem querer... nem imaginava encontrar a Sra... do jeito que encontrei... mas... estava bem melhor que filme pornô... mas não esqueça que a Sra. já fez isso comigo... me pegou fazendo uma gulosa no meu namoradinho... no corredor de casa! RSS. Mas a Sra. não pode reclamar de mim... não atrapalhei nadinha... você gozou como uma louca no pauzão dele!

-que safada você é... vai me dizer que ficou assistindo... tudo sua maluca?

-mamãe... claro que assisti tudo... e adorei... que tesão me deu... mamãe... agora tenho certeza que puxei a safadeza da Sra... mas... que pauzão o Dr. Valter tem né... nossa... nem sei como a Sra. agüentou tudo aquilo! Que tesão que minha mãe tem hein!

-Aninha... minha filha... nem acredito que estou tendo esse tipo de conversa com você... que loucura!

-mamãe... não se preocupe comigo... tá tudo bem... pra mim... tudo que a Sra. fez é normal... eu vi e deu pra sentir que você estava gostando muito... só estou comentando porque adorei ter visto... foi incrível! Gostei de tudo... muito louco!

-Bem... sei que posso confiar na minha filha maluca... eu também... devia ter pensado no que estava fazendo... mas depois que aquele tarado começou a me pegar... me senti dominada... e fiz tudo que ele queria... Dr. Valter... é um macho muito louco e tarado!

-é... eu vi tudo... mas... eu queria ter visto mais! Quando ele saiu pra levar o café pra Dra Jussara e a Sra. foi atrás... eu também fui!

-que garota sem juízo... acho que você é mais maluca que eu! Já pensou se descobrem a gente?

-mamãe... na verdade... a única coisa que não gostei foi que não pude assistir o que você estava vendo dentro do quarto... só deu pra escutar... e ver você brincando com sua bucetinha se masturbando toda tarada! E acho que do jeito que o Dr. Valter é tarado... se ele pegasse você ali na porta... acho que ia te pegar pelos cabelos... te jogar dentro do quarto e comer você e a irmã dele... juntas!

-Aninha... não acredito... que filha mais maluca e tarada que eu tenho... nossa! Nem quero imaginar do que vc vai ser capaz de fazer em sexo! RSS.

-mamãe... num fala nada... depois de hoje... eu sei que puxei você... você é muito tarada... e o que mais achei incrível foi ver que a Sra. adora levar tapas na bunda! RSS. E deu pra escutar que a patroa gosta muito também. RSS. Será que eu vou gostar também?

-bem... acho que no sexo vale tudo Aninha... tenho quase certeza que você... vai ser muito mais safada que posso imaginar... com apenas 17 anos... ja esta assim... e ainda é cabaço... imagina daqui a uns tempos!

-mamãe...sou virgem só na buceta... o resto já fiz de tudo... adoro dar o cuzinho... e adoro chupar pau... gosto de sentir eles gozarem na minha boca... outro dia... quase dei... pro Roberto... irmão de uma amiga minha... ele tinha um pinto grosso e bem gostoso... mas quando ele foi enfiar em mim... gozou antes... fiquei com raiva... nem quis mais dar.

Parecia incrível que aquela conversa que se desenrolava com tanta naturalidade estivesse sendo entre mãe e filha e que a garota tivesse tão pouca idade... mas na verdade... em safadeza ela parecia ter muito mais... e então continuamos ainda mais reveladora.

-Aninha... ja que estamos conversando tão abertamente me fala uma coisa! Já que você disse que já fez todo tipo de safadeza com vários rapazes... você já brincou com meninas também?

-bem... ja beijei algumas amigas... mas... chupar a bucetinha delas até tentei... mas não gostei muito... mas elas me chuparem... eu sempre deixo. RSS. Mas eu gosto mesmo é de gosto de pau!.

-é...imaginei que você já tinha feito...acho que você gosta de experimentar tudo né sua maluca?

-sim... mas você também é assim mamãe! Eu sei que você e tua amiga Lucia... transavam também... escutei vocês transando no quarto... quando ela dormia em casa... vocês pensavam que eu estava dormindo! RSS.

-é... nem sei o que dizer...que filha mais safada que eu tenho... realmente você disse que achava que era uma ninfomaníaca... depois dessa nossa conversa... tenho certeza absoluta! Mas toma cuidado hein... você pode pegar algum tarado maluco... e te machucar!

-mamãe... se for pra ser machucada igual Dr. Valter fez com você... acho que vou adorar também.

-sua tarada... fica brincando...que você vai ver! Dr. Valter é um sádico tarado... ele tirou o cabaço da própria irmã quando ela tinha 17 anos... se vc ficar com frescura... ele mete aquele pauzão enorme na tua buceta e arregaça você! E... nem pense que vou te socorrer... você sabe muito bem onde esta se metendo!

-aiii mamãe... assim... você me deixa mais curiosa. RSS. Será que o irmão da patroa... vai ter coragem de meter na filha da empregada virgem... isso seria estupro! RSS.

-Aninha... nem vou falar nada... to até imaginando o que deve tá passando pela sua cabeça... sua louca tarada! Só pra vc saber... eu escutei a patroa comentando com o Dr. Valter que você é muito biscatinha... que ela já tinha visto você se esfregando nos namoradinhos por ai!

-assim não dá... ficar falando mal de uma garota tão santinha quanto eu! RSS. Mas mamãe... fala pra mim... que pauzão enorme o Dr. Valter tem né... grosso demais... mas você adorou muito né... rebolou tanto!

-eu sei o que você quer saber... sua putinha safada... é gostoso sim... muito bom... alias... foi a melhor transa com macho que tive na vida... nunca tinha gozado tanto... aquele pau é muito quente... parece que queima a buceta da gente... o safado sabe como fazer uma mulher gozar.. .os tapas na bunda... me deixam com mais tesão ainda! Pronto... sua safada... falei o que você queria saber! Satisfeita?

-sim... eu sabia que você gostou muito... eu vi e ouvi tudo bem de pertinho... mas eu queria ouvir da sua boca... nem sei por quê! RSS. Acho que sou meia louquinha mesmo!

Aninha então começou a tomar café e quando uma bolachinha caiu no chão e rolou pra debaixo do armário. Ao me agachar pra pegar fiquei de 4 no chão e então que o uniforme subiu e minha bunda ficou toda de fora e quando minha filha notou que eu estava sem calcinha disse brincando:

-ué mamãe... agora vc resolveu trabalhar sem calcinha é? Que novidade é essa? RSS.

Sem me preocupar resolvi abrir o jogo e então disse toda safada:

-filhinha... esse é meu novo uniforme... que o Dr. Valter mandou usar... nada de calcinha... quer assim pra ficar mais fácil! RSS. Eu to adorando ficar assim... é uma delicia! RSS. Mas acho que vc tá perguntando de sacanagem sua safada... você ouviu perfeitamente ele mandar eu não usar calcinha! Safada!

-mamãe... to achando que vou ficar de olho em você... tenho a impressão que vou aprender muito! RSS. Mas... pensei uma coisa agora... acho que vou fazer igual você... nunca andei sem calcinha... mas se você tá dizendo que tá gostando... acho que também vou! Posso mamãe? RSS.

-Aninha... que filha mais putinha que gerei... mas... você que sabe...do jeito que você é safada... não vai adiantar eu falar nada... e com essa minissaia curta que você tá usando... se tirar a calcinha... a bucetinha vai ficar toda de fora! RSS. Aninha... ta dando pra notar que você num tá se agüentando de tesão né sua putinha! Ta louca pra se mostrar para Dr. Valter... garanto que tá completamente molhada... confessa sua tarada sem juízo!

-mãe... o que você acha... depois do que aconteceu... meu tesão tá a flor da pele... minha xoxotinha tá completamente ensopada... os bicos do meus seios estão doloridos de tão duros! Você gozou como uma louca... e sua filhinha também... estou completamente tarada! Não vou mentir pra você!

Levantei-me e toda carinhosa a abracei dizendo:

-eu entendo minha garota linda e maravilhosa... eu já te falei que com 15 anos perdi meu cabaço com o primeiro macho que encostou o pau na minha xoxotinha... pra mim tudo que você tá sentindo é completamente normal... pode fazer o que vc tem vontade... não se preocupe com nada... eu te apoio em tudo... sua maluca tarada! Se quiser... pode tirar a roupa e ir na piscina... e nadar nua com o Dr. Valter... você que sabe!

Aninha me beijou no rosto e me abraçando forte disse:

-mamãe... você é tudo de bom... uma pessoa maravilhosa... e a melhor mãe do mundo! Mas... se você me apoiar desse jeito assim vou ficar pior do que já sou... vou me tornar uma safada mais louca ainda! RSS.

Depois daquelas confidencias e daquela cumplicidade toda Aninha ajudou a limpar a mesa do café e toda safada sorriu e disse:

-bem... agora vou ficar igual minha querida mamãe... sem calcinha... com a bucetinha bem livre! RSS.

Ela tirou a calcinha e jogou pra mim e quando a peguei vi que realmente estava completamente úmida e brinquei dizendo:

-se minha filha for uma putinha tarada igual a mãe... vai ficar com as coxas todas escorridas... igual quando assisti Dr. Valter comendo a irmã safada!

Aninha levantou a saia e sua xoxotinha bem peludinha se mostrou e a safada passou a mãe entre as coxas e deu pra ver que os dedos ficaram úmidos e então disse:

-é... tá toda ensopada mesmo... e vai ser difícil ficar sequinha... tá precisando de carinho... isso sim! RSS.

Mas como o dia tinha começado com muita safadeza logo percebi que iria continuar assim.

Minha patroa ligou e disse que não viria almoçar, pois surgiram problemas no escritório e só viria pra casa a tardezinha e então ela brincando perguntou se o irmão estava dando muito trabalho pra mim e foi ai que toda safada também brinquei dizendo que homem bonito igual Dr. Valter podia dar bastante trabalho que eu não iria achar ruim... que estava até gostando!

Dra Jussara disse que precisava perguntar uma coisa para o irmão e perguntou onde ele estava e então falei:

-patroa... ele tá na piscina... se bronzeando... se quiser eu levo o telefone pra ele... vou gostar de ver o irmão da patroa... todo molhado! RSS.

-To vendo que minha secretária tá toda assanhada... cuidado hein safada... meu irmão não é flor que se cheire... se bobear ele te mete a vara sem dó... ele é muito tarado!

-é patroa... deu pra perceber... ainda mais com aquela sunga pequena e apertada... dá até medo! RSS.

Minha filha ao lado escutava toda ligada à conversa ao telefone com minha patroa e então continuei:

-espera... só um pouquinho patroa... vou levar o telefone para o Dr. Valter!

Sai com o telefone sem fio deixando minha filha na cozinha e cheguei ao lado da piscina e chamei-o e ele veio nadando bem devagar. Toda safada me agachei na beira da piscina com as pernas abertas com minha bucetinha completamente arreganhada diante dele e entreguei o telefone dizendo:

-é a patroa... quer perguntar... uma coisa para o Sr... vou esperar assim... posso?

Todo safado ele sorriu e pegando o telefone começou a conversar com a irmã.

-oie... querida... ja está com saudades do irmãozinho é? O que minha irmãzinha gostosa quer?

Depois de uma rápida conversa sobre documentos ele desligou e me entregando o telefone disse:

-to vendo... que a putinha aprende rápido... gosto assim... veio mostrar a buceta pro teu macho vadia?

-sim... sou uma empregada que gosta de tratar bem o patrão... minha bucetinha tá toda inchada desse pauzão grosso... mas... tá querendo mais! Se quiser... estou aqui!

Ele então me fez sentar na beira da piscina e todo tarado enfiou o rosto entre minhas coxas e pegou meu grelo entre os lábios e sugou-o com força. Gemi sem pudor dizendo:

-ahhh... que delicia... patrão... to adorando ser sua empregadinha... ahhh... chupa... meu grelo... seu safado!

Ele então depois de alguns minutos deu um tapa de leve no meu rosto dizendo:

-pode ir... sua putinha... to vendo que você... vai se tornar uma escrava sexual... do jeito que eu gosto! Agora vai... e traga uma latinha de cerveja bem gelada... pro teu macho... puta tesuda!

Quando entrei na cozinha minha filha disse:

-mãe... você é uma tarada... vi tudo daqui... o que vc fez... que delicia! To vendo... tenho a quem puxar!

-é... do jeito que estou me sentindo... parece que cada vez mais o tesão toma conta do meu corpo!. Quando chego perto daquele macho meu corpo parece que pega fogo! Quando ele olha pra mim com aquele olhar de macho safado... minha buceta fica molhadinha na hora! Bem... deixa eu levar a cerveja que o patrão tarado pediu!

Peguei a cerveja na geladeira e quando ia saindo minha filhinha toda safada disse:

-posso ir junto... mamãe... prometo não atrapalhar!

-claro querida... tá tudo bem... ja te falei... mas vou tornar a dizer... eu sei o que vc tá querendo... só saiba que não vou te socorrer... você deve saber onde está se metendo!

Quando cheguei junto com minha filha na beira da piscina fiz do mesmo jeito quando levei o telefone. Agachei-me com as pernas abertas e fiquei segurando a latinha de cerveja na mão até ele chegar e então ele sorriu dizendo todo safado:

-Desse jeito... vou ficar o dia inteiro na piscina e ficar pedindo pra trazer as coisas pra mim! Agora veio duas gatas pra trazer só uma cerveja!

Nem me preocupei com minha filhinha safada ao meu lado de pé... com certeza com aquela minissaia curtinha e sem calcinha o Dr. Valter do jeito que era safado logo iria perceber isso e toda safada sorri dizendo toda cheia de frescura:

-já falei... àquela hora... estou aqui... pra servir o meu patrão... o Dr. pode pedir... tudo... o que quiser!

Ele todo tarado deu um gole na cerveja e então olhou pras coxas da minha filha e também pra minha buceta toda arreganhada e disse:

-humm... com certeza... vou fazer isso... gostei da frase... pedir tudo! Espero que não se arrependa... gosto de mulheres totalmente submissas... começou... tem que ir até o fim!

Sorri toda safada e puxando minha filha putinha pela mão voltamos à cozinha, mas antes disse:

-se quiser... mais cerveja... é só dar um grito patrão... eu trago... ou mando minha filha trazer!

Aninha toda excitada disse:

-mamãe... que loucura... hein... nem to acreditando... no que tá acontecendo!.

-nem eu... garota... é como eu disse... até hj antes de sentir esse macho na minha buceta... e suas mãos pesadas... me enchendo de tapas... me tratando como uma puta... eu não imaginava que pudesse sentir tanto tesão por um homem... e agora to vendo que vou ultrapassar todos os limites que podem existir!

-é... mamãe... eu vi o jeito que ele olha pra gente... olhar de tarado... nunca ninguém me olhou assim.

-Aninha... você é uma garota muito safada...você quis ir junto só pra mostrar essa buceta pra ele... quando ficou ao meu lado na piscina... chegou bem na beira e nem se preocupou em fechar as pernas! Mostrou todos os pelinhos de sua xoxotinha... sua tarada!

-Claro que eu quis fazer isso... e ele gostou muito... viu sua buceta depilada...e a minha peludinha!

Caímos em risos e depois de alguns minutos escutei a voz do Dr. Valter olhando pela janela ele mostrou a latinha de cerveja vazia pedindo outra e então Aninha toda safada disse:

-deixa... eu levar mamãe... pra ele... por favor!

-sua tarada... tá doida pra fazer safadezas! RSS. Vai lá... sua safada!

Quando Aninha levou a latinha a putinha fez o mesmo que eu tinha feito e deu pra ver o sorriso safado do Dr. Valter ao vê-la com as coxas abertas se mostrando toda. Ele notou que eu estava na janela olhando o que acontecia e então percebi que eles conversaram durante alguns minutos e a minha filha safada depois de se mostrar toda se levantou e voltou pra cozinha e logo que entrou disse toda excitada:

-mamãe... to com o coração saindo pela boca... adorei ter feito o que você tinha feito... nossa que loucura deliciosa!

-que filha mais putinha que eu tenho! E ainda quer tomar o macho da mãe... né sua vagabunda!

-claro que não mamãe... só quero dividir... um pouco!

-safada... mas me fale... o que vcs conversaram... o que o tarado disse pra vc!

-mamãe... ele disse que quer as duas putinhas no quarto dele... daqui a exatos 20 minutos! Quer comer nós duas juntas! E disse que não é pra demorar... senão vai bater em nós!. E é pra irmos nuas!

-que safado tarado... ele é completamente maluco? Vc disse... pra ele que ainda é virgem?

-sim... mas ele disse que vou deixar de ser hoje... que sou muito puta pra continuar virgem!

-que loucura... nem sei... o que dizer... pelo jeito vc tá louquinha pra ir até o quarto dele né... sua louca! Você não tá pensando no que pode acontecer... até hoje só brincou com garotos... ele é muito tarado sua louca!

-mamãe... eu sei bem o que vai acontecer... vi você metendo de manhã... e depois que vi Dr. Valter te comendo... quero sentir o que você sentiu... quero um homem assim... quero perder o cabaço com ele!

-Aninha... vc é uma garota maluca... mas... eu também sou uma louca... e esse homem nos fez perder completamente o juízo... então vamos ver o que ele vai fazer com a gente!

Passamos uma água no corpo e como duas putinhas bem submissas fomos pro quarto do Dr. Valter e quando entramos ele estava sentado em um sofá ao lado da cama nu com aquele pau enorme completamente duro e com uma espécie de chicotinho na mão e com um sorriso safado disse:

-Vocês foram quase pontuais... não gosto de putas que não chegam no horário que mando... ajoelhem as duas... venham engatinhando... chupar o pau do macho... de vocês... venham... putinhas!

Aninha se ajoelhou primeiro e toda tarada foi engatinhando até entre as coxas do Dr. Valter e como um bebe esfomeado começou a chupar aquela pica cabeçuda enorme com volúpia. Cheguei ao lado e ele me pegou pelos cabelos e enfiou meu rosto junto ao seu saco enorme e todo tarado disse:

-lambe tudo sua vadia... põe minhas bolas na boca... ahh... isso assim... nossa que putinha tarada hein... gosta de mamar em rola né vadia... engole sua putinha...cadelinha safada!

Foi então que percebi que aquele chicotinho era pra tornar a brincadeira mais “gostosa” e não demorou pra sentir que ele batia de vez em quando na minha bunda e na minha filhinha também. Ela toda dengosa deu uns gemidas de dor e tentou reclamar, mas logo ele mostrou que não ia dar moleza e então pegou-a pelos cabelos olhando todo macho deu um tapa na cara da minha filhinha dizendo:

-acho que a putinha... precisa aprender que tem não tem que reclamar de nada... cala a boca sua cadelinha... adoro bater em putinhas frescas... agora chupa a pica do teu macho vadiazinha!

Aninha voltou a mamar com tesão aquele pauzão e então ele então começou a fazer deslizar aquela pica entre os lábios meus e da minha filhinha tarada que tomada de tesão gemia de prazer e então logo percebi que o safado queria fazer com nós. Ele colocou eu de um lado e Aninha do outro lado e ficou metendo um pouco em cada boca e não demorou pra que nossos lábios se tocassem e então ele disse:

-isso... assim... chupem gostoso o pau do macho... putas safadas... assim... não parem... uma de cada lado... chupem... agora... quero ver as duas se beijando... vamos putinhas... façam o que to mandando!

Fiquei sem reação com o que ele estava mandando fazer... mas minha filhinha era mais safada e logo senti sua língua em minha boca... em segundos nos beijávamos com ardor e o safado enfiava aquele pauzão entre nos lábios e todo tarado gemia e nos chamava de putas!

Logo ele se levantou fez minha filhinha se recostar no sofá e veio por trás de mim e encaixando aquele pauzão enorme enfiou de uma vez na minha buceta completamente ensopada e passou a meter com força do jeito que eu gostava... em instantes gritei de prazer e passei a gozar copiosamente! Ele já me enchia a bunda de tapas e então ele todo tarado disse:

-vai... vagabunda... chupa a buceta da putinha... quero ver... a filhinha gozar na boca da mamãe... vamos vadia! Vamos... faz o que teu macho tá mandando... vadia... chupa a buceta da cadelinha sua cadela!

Novamente fiquei por instantes sem reação... mas ele então me pegou pelos cabelos e enfiou minha cara entre as coxas da minha filhinha e então senti o chicotinho estalar forte na minha bunda e sua voz de macho dominante dizendo:

-chupa logo... sua puta... vadia... tenho certeza que você já fez isso muitas vezes... sua vadia vagabunda... faz a putinha gozar... ela vai gozar gostoso na boquinha da mamãe... chupa gostoso cadela vadia! Quero ouvir a putinha gemer gostoso!

Minha filhinha bem safada e completamente tesuda pegou minha cabeça e colou sua bucetinha virgem na minha boca e logo rebolava como uma putinha que era e gemendo alto sussurrava:

-ahhh... que delicia... chupa... mamãe... vou gozar... chupa meu grelinho... com força... vou gozar... ahhhh!

A putinha me surpreendia cada vez mais e então deu um grito e gozou como uma louca se contorcendo como uma serpente... de sua bucetinha saia tanto liquido que parecia um macho gozando e logo quem gritava de prazer era eu. O pau do meu macho tarado entrava e saia de dentro da minha buceta com força... minha bunda era espancada sem só... e meus orgasmos se sucediam sem controle.

Minha filha tomada de tesão também segurava meu rosto de encontro a sua bucetinha tesuda e gemia sussurrando:

-ahh... não para mamãe... faz sua filhinha gozar de novo... que boca gostosa... faz sua filhinha putinha gozar gostoso... lambe... vou gozar... que língua gostosa... chupa meu grelinho... assim... ahhh...não para... ahhh... to gozandoooo!

Foi um gozo intenso e copioso... minha filhinha era igualzinha a mim... era um gozo atrás do outro... uma putinha completamente tarada... a pica enorme do Dr. Valter dentro da minha buceta inchada me proporcionava um prazer louco e então ele me pegou pelos cabelos e todo tarado disse:

-chega... de chupar a filha vadia... ela já ta pronta pra levar vara... vou comer a puta... vou deixar essa buceta arrombada... faz tempo que não tiro um cabaço!

Foi quase que instintivo que disse:

-tenha cuidado com ela Dr... ela tem um bucetinha tão pequena... pra esse pauzão! Pode machucar ela!

Ele então mostrou que era um sádico tarado e então me deu dois tapas no rosto e disse todo macho:

-cala a boca... sua vadia... a putinha tá louca de vontade de ser estuprada... ela quer um macho de verdade.. .ela me disse na piscina que queria ser comida... igual te comi... na cozinha... que assistiu tudo... a vadia... gosta de sexo selvagem... igual você! Agora fica ai... assistir sua filhinha virar uma puta de verdade!

Ele se sentou no sofá e seu pau todo melado da minha buceta apontava pro teto e então ele disse:

-vem putinha... vem virar mulher... vem dar pra mim... vou arregaçar esse cabacinho... ala pra mamãe... fala sua putinha... o que vc quer... diz... vadia!

Aninha completamente tomada de desejo se sentou de frente no colo dele com as pernas completamente abertas olhava toda tesuda pra aquele pau que estava prestes a tirar seu cabaço e sussurrou:

-ahhh... quero... essa pica grossa na minha bucetinha... quero tudo... dentro de mim... to louca de vontade de dar... bem gostoso... me come... logo... quero meter... eu sou uma putinha tarada... me come!

A cabeça daquela pica foi encaixada na portinha daquela bucetinha virgem e em segundos ela soltou seu corpo e aquilo foi penetrando firme e sem parar até o fim. Ela deu um berro de dor, mas não demorou a se transformar em prazer. Em poucos segundos minha filha se mostrava uma putinha de verdade e rebolava e cavalgava aquela pica enorme com volúpia. Ele gemia alto de prazer e rapidamente seu corpo se convulsionava por inteiro gozando copiosamente naquela pica enorme!

Sua bucetinha escorria líquidos misturados com sangue do seu cabacinho que não mais existia!

Completamente tarado Dr. Valter então fez com que Aninha saísse de seu colo e como tinha começado nossa transa selvagem colocou eu e minha filhinha ajoelhadas entre suas coxas... e nos fez chupar seu pau todo melado e logo deu um grito de prazer e começou a ejacular em nossos rostos como um cavalo... era porra demais... e ele já tinha gozado de manhã na cara da irmã.

Eu e Aninha engolimos e lambemos toda a porra daquele macho. Ele se levantou e foi tomar banho e nós fizemos a mesma coisa. Saímos abraçadas dali e tomamos banho juntas só nos olhando com cumplicidade sem trocar nenhuma palavra.

Mas as surpresas ainda não tinham terminado.

No quarto enquanto nos enxugávamos Aninha começou a conversar sobre o que tinha acontecido e então que a abracei e beijei-a carinhosamente no rosto e dizendo:

-Aninha... tudo que aconteceu foi porque a gente quis... foi muito bom... e muito gostoso demais! Com certeza vai acontecer de novo... não temos que ficar preocupadas com nada... somos mãe filha e amigas... tá tudo bem!

-mamãe... você é incrível... é tão bom ter uma mãe tão maravilhosa quanto você! E o melhor é que tão safada quanto eu! RSS.

-é... isso é uma verdade! Somos bem putinhas! Mas acho que você vai dar baile em mim... tão novinha e completamente tarada! RSS.

Foi então que ao me virar de bruços pra pegar a tolha que tinha caído ao lado da cama Aninha disse:

-mamãe... aquele chicotinho do patrão... deixou vários vergões na sua bunda... não tá doendo?

-tá... um pouco... mas eu não ligo não... vou te confessar uma coisa... quando sento e dói um pouquinho me dá até tesão... é igual no rosto... os tapas deixam vermelho e ardendo... mas...eu gosto! E você... também levou uns tapas no rosto... não tá sentindo nada?

-só um pouquinho... mas... é verdade... é gostoso sentir um pouco de dor... dá mais tesão! Mas... olhando sua bucetinha mamãe... toda depilada... acho que vou tirar os pelinhos da minha... deve ficar mais gostoso... pra fazer sexo oral! Deixa eu passar a mão nela... quero sentir... as bucetinhas das minhas amigas são todas peludinhas! RSS.

Nem me preocupei e abri bem as pernas a deixando passar a mão e brinquei dizendo:

-é... faz tempos que eu me depilo... acho que realmente fica muito mais sensível... a língua desliza bem melhor... e os dedos também! RSS. Filhinha... para de ficar passando esse dedinhos ai... ja já fico molhada de novo... e ai vamos ter que chamar o nosso macho... de novo!.

Sorrindo toda safada Aninha não tirou os dedos da minha buceta e dizendo:

-é uma boa idéia essa... eu ainda to com tesão... será que o Dr. Valter... vai querer comer as duas putinhas de novo?

Os dedos ágeis de Aninha deslizavam entre os lábios da minha bucetinha e quando a safada tocou meu grelo sensível meu corpo se arrepiou e então disse:

-Aninha... o que vc tá querendo sua safada... se tá querendo me deixar com tesão... ja conseguiu... meu grelo já ficou durinho!

Foi então que em segundos ela tirou os dedos e enfiou o rosto entre minhas coxas e começou a me lamber com tesão... em instantes eu rebolava na boca quente da minha filhinha e gemendo sussurrei:

-agora continua... sua putinha... não para... chupa com força... faz bem gostoso... faz... lambe... chupa... vou gozar... vou gozar... ahhhhh!

Depois daquele gozo intenso e diferente me levantei e olhei a safada da minha filha com o rosto entre minhas coxas sorrindo toda safada dizendo:

-eu queria ter feito isso... la no quarto junto com o Dr. Valter... queria retribuir o prazer que vc tinha me dado. E acho que consegui agora... você gozou gostoso né... sua tarada!

Abraçamos-nos carinhosamente sabendo que daquele dia em diante tudo ficaria ainda melhor e com muito mais prazer.

A vida nos reservava inúmeras surpresas e o Dr. Valter estaria presente em todas elas, mas isso vocês só irão saber no próximo relato.

Se curtiram esse conto tem mais dois que me deixaram taradinha demais quando foram escritos.

acessem meu perfil: http://zdorovsreda.ru/perfil/186087 e leiam:

Meu cunhado além de me comer tirou o cabaço da minha filha e

Descobri que meu sogro tinha uma rola enorme... dei gostoso pra ele!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
23/08/2017 04:22:12
Amei.
26/06/2015 00:10:39
um dos melhores contos que ja li, parabens
16/01/2015 23:42:52
Muito bom, parabéns... Adorei, se puder me faz uma visitinha...
08/12/2014 01:56:52
Um dos melhores contos do site!
23/11/2014 10:37:33
Bom D+
22/11/2014 10:50:37
Isso que é conto! Nota 10 com louvor.
18/11/2014 17:50:28
TOTALMENTE DEMAIS, ELETRIZANTE. PARABÉNS!
17/11/2014 06:25:20
Muito bom. É longo mas prende a atenção do inicio ao fim. Tesão o tempo todo. Dez!
05/11/2014 11:04:34
cansativo de ler muito extenso me desculpe não gostei
26/10/2014 19:10:54
Quanmto tesão no relato. Show !
22/10/2014 23:12:47
Adorei! Uns tapas bem dados na bunda deixam a foda muito mais gostosa!
21/10/2014 21:04:05
Delicia
16/10/2014 00:11:46
Que delicia de conto adorei mãe e filha safadas nota mil
15/10/2014 02:34:38
Deliciaa....ameiiii.meu fone pp..quem tá afim.de curtir
07/10/2014 17:10:24
Querida esse conto seu tá uma delii ...vou dá DEZZZ
07/10/2014 07:51:41
Bom
03/10/2014 16:07:39
Nota mil!!! Tesudas e Taradas ...
01/10/2014 15:09:51
Muito bom me add no whatsapp
01/10/2014 13:49:35
Conto Maravilhoso, li tudo e me enchi de tesão!!! nota 10!!!
J26
01/10/2014 13:21:10
Maravilhoso seu conto, realmente chupar uma bocetinha é a melhor coisa do mundo, Parabéns!




Online porn video at mobile phone


conto gay o nifeto do meu maridomaduras no meu cu nao porraaa paraaa aiiiiicontos. safadinha egostozinha do papaicontos de tia dengosa que deitou no meu colofotos reais de mulheres evangelicas com calca enfiadana bundagotosa lavano casapeladavidei eu sabia que meu pai me espiava pelada e gostavameu genro me agarrou contosaPUNHETAS COM CARALHOS GROSSOS E LARGOS X VIDEOvídeo pornô caseiro a empregada doméstica bem torneada bem gostosa do corpo de violãoRelato enrabada por um cavalo bem dotado zoofiliatia toinha tem 50 anos e 1 quilo de bucetaconto eroticos de sentadachupando buceta e colando velcox videver instoria de susane .. casadas dando a buceta pra outros homens videostayna tei srtealuno fodendo professor de educacao fisica gay animadopornodoidogarrafasmédico explicado chupar bucetas doença transmiticontos eroticos campingcavalga ai ui mete primo caralho contogostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticosgta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetaporno conto erotico irmao eguacontoerotico eu namorada mae e tiocumendo tia miriam contocontos eroticos seguranca come rapaz na estacao a noitechupando a bucets dela depois metendo a casdeta con muito tesaoanythingcao gigante fica emgatado na buceta da nefinha que gene de tesaover mulhet de sainha rebolando no motelloironac xvideovideo porno de mulher dano a sua buceta desfarçada para o primo familia sacanaporno filha da pro pai e a mae naofala nadacontos eroticos incedto padradto e intesdagostando de ser estrupado e chingado gaylazarento do irmao fez sexo com a irma enquanto ela estava deitadavidio d novinha rabuda chupano e dano cu gememo d dorXVídeos novinho Cabocla tocando p******** da mulher segurando ela gosta demeti a rola na maninha .a chuvaradaconto erótico fui obrigada a f**** minha irmãzinha novinhapirralho esfolando minha mulher no sitio historias eroticasvir minha sogra toda sex e acabei pequerando e fiz sexo com sograquero ver vidio de homen caralhudo se depilando o sacomulheres bano a bucetinha para os mulequies fuderabetao biteloapica tatoda no cu da brasileira e ela pedi maisEu quero assistir um vídeo pornô gozando dentro da buceta da sua mãe dormindo seu filha de uma égua sou filha da puta eu quero gozar dentro da sua mãe só desgraça onde o caralho gozando dentro da buceta da sua mãe sou filha da putacontos eroticos encoxadas em salvador 2018porno cosquinha papai cansaducontos eroticos campingfotos de cu gay gg caserasSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaver travestis novinhas dotadas comendo cu de oltro travestifilho comendo a mãe dormindo depois de dar boa noite cinderela para elaxvideos baixo o ziper empurro a rolaordenhando o amante piricudocontos eróticos menina se abrigou da chuva e foi fudida pelo cãoxiriricas so com gatas turbinadasbebado deixei minha filha ser abusada na minha frente parte 9 vontod eroticosdoce nanda parte IV contos eroticosnovinho vendo o roludo pela janela e ficando loucomulekinhos rola cabecudapopas da casadaflime porno mulher pegar o marido com outra furtapornoxvideos mulhe está tomando um banhozinho e aí aparece um homem eai eles se comeContos eroticos Gosto de pauzudo que mim esfole todaconto erótico lesbicos botando a irmã inocente pra chuparcontoerotico eu namorada mae e tiobaixar pornô mulher casada dando o cu para o marido e pedindo para amiga morder seu grelinhopornosacana dando perdido em meu tiocontos gays tio e sobrinhovidi o porno hone trezeno com eguhanovinha de xoeti.hcontos como tirei a virgindadeconto gay ele se revoltou e tomou todasfudendo loirafada coroacorno narrando para o comedor xxvideosPornor sobrinho passando ferias na fazenda da tia viuvapapai adora chupar a minha buceta enquanto fode a nossa enpregadaxvidiobaixinha buceta apertadinha deixou gozar dentroxvideo fudeno as cuiada novinha casada bem gostosa de bhpastor alguma pausado comendo novinha apertadinhacasa dos contos eroticos evangelicacontos eroticos varios homens arrombaram meu cuvideos sexo caseiro facio assecoxvıdeo novınha gozando muıtovideo caseiro casal liberal de nilopolis rj fudendo xxvideoiniciou programa travesti cuzinhomoreno da geba enorme fazendo exercicio so de calcao sem cuecaxvideoa aventuras anal gay sexo anal ate goza dentro no pelovideos de pivetada fazendo fila pra fuder pretinha safadacontos arregacei o cu da coroa verdureiraporno contos casal de inquiliointiada esbugalha o olhos com pau grande no cu swxoContos eróticosFui para praia Minha prima não tirava o olho da minha rôla