Larissa na Minha Vida 7


Um conto erótico de Partinare
Categoria: Homossexual
Data: 08/07/2014 09:51:08
Nota 10.00

Nos beijamos com calma e depois o beijo virou desespero de ter uma a outra. Era gostoso, eu mordia seus lábios e arranhava suas costas em troca recebia gemidos únicos de tesão e desejo.

Eu sabia da festa lá fora e minha vontade era de expulsar todo mundo mas, não podia. Não queria sair do quarto eu precisava fodê-la e faria isso. Se escutassem os gemidos, provavelmente iriam tomar a iniciativa de fazer a mesma coisa. Em meio aos toque intensos dela, eu disse: "Lari, tranca a porta!"

"O que?" - Ela disse tentando respirar.

"Feche a porta! Não quero mais ninguém atrapalhando nosso momento! "

Ela riu, se levantou e fechou a porta, me olhou com um jeito safado e disse: "Agora, eu vou te comer toda e nem adianta querer escapar!"

"Caralho, você é muito Gostosa!" - Ela dizia ao me ver só de conjunto.

Ela me arranhava a barriga e chupava o bico do meu seio esquerdo sem tirar o sutiã. Mordia, apertava e sussurrava: "Geme pra mim, puta!"

Cada atitude dela me fazia transbordar de tesão. Minha boceta latejava e eu gemia.

Sem aviso, colocou a mão na minha boceta, fez o caminho até a entradinha do cu e voltou puxando de uma só vez a calcinha. Gritei desesperadamente e fiquei sem ar. Me contorci, gemendo e virei de bumbum pra cima. A calcinha toda dentro da boceta e meu clitóris quase explodindo de tanto tesão. Disse: " Puta que pariu, Larissa!!! Aiiiiiiiii....."

Ela puxou no bumbum também sem me deixar tempo pra me acostumar. Não resisti: "Caralho! Vai devagar! Assim eu vou go..."

Gemia sentindo as contratações da boceta, gritava e arranha e chegava a tentar rasgar o tecido da cama. Senti meu clitóris por pouco não explodir de tesão. Tentei me controlar...

Pensei comigo: "Filha da puta, vou te fazer gozar 1 que eu. Vou ..."

Ela me puxou e foi tirando a calcinha com a boca. Senti meu corpo arrepiar e doer. Fui às estrelas. A medida que tirava mordia e apertava meu bumbum. Senti seu dedo tocar minha boceta e comecei a rebolar.

Se tinha algo que eu sabia que fazia bem, era rebolar. Rebolar é meu vício no sexo logo depois de oral. Empinei o bumbum, abri as pernas e rebolei. Senti seus suspiros e sua tentativa de manter o controle. Tinha certeza que ela queria meter o dedo e me chupar mas, se conteve apenas em tirar a calcinha de dentro da minha boceta dando leves lambidas.

Me senti puta. E quando ela cravou as unhas no meu bumbum e mordeu minha boceta tive a certeza que era: "Haaaaaa...."

Esse grito com gemido eu tive certeza que todos os meus amigos escutaram.

Ela sorriu e disse: "Vadia!"

"Você ainda não viu e nem ouviu nada..." - Disse e a beijei. A boca molhada com o meu gosto me fez querer aqueles lábios grudados nos meus pra sempre.

Ela ainda estava vestida e isso me deu uma raiva. No mínimo deveria estar nua que nem eu. Olhei seu decote e perguntei: "Você não pode usar umas roupas mais fechadas, Larissa?"

"Agora você vai mandar no meu jeito de vestir, Daniela?"

Não me fiz de rogada. Não respondi com palavras, não iria perder meu tempo. Posicionei as mãos no decote e puxei. Puxei com o sutiã junto, rasgando tudo.

Ela ficou parada sem acreditar e eu olhei seus belos seios após arrancar tudo. Passei a língua no bico dos dois seios e disse: "Isso que vai acontecer com toda roupa que você usar que seja decotada. Eu vou rasgar e depois vou te foder!"

Ela sentou no meu colo, me beijou e se ofereceu ainda mais pra mim dizendo: "Se é o que você quer, então, fode! Tô louca pra gozar em você!"

Tirei suas sandálias, puxei sua calça e admirei a calcinha minúscula. Gemi só de olhar sua calcinha rendada preta. Pernas, coxas, virilha passei a língua e chupei, mordi. Cada pedaço dela era gostoso e eu queria tudo pra mim. Passei a língua por cima da calcinha e senti o quanto estava molhada. Afastei a calcinha e ela suspirou, gemeu. Resolvi torturar um pouco mais e abri sua boceta e soprei o clitóris duro e rosado. Visão dos Deuses. Cheiro dos Deuses só faltava o gosto mas, eu tinha que deixar a melhor parte pro final. Encostei a língua no clitóris, fiz movimentos circulares e prendi nos lábios e ela gemia. Quando parei, ela colocou suas mãos no meu cabelo e me empurrou para sua boceta.

Sorri. Sabia que tinha conseguido deixá-la louca de tesão mas, eu queria mais e ela me daria. Queria todo o gozo que ela tinha guardado e eu teria.

Seu gemido se misturou a uma tentativa de choro. Ela disse: "Não para, Amor! Não faz isso comigo. Por favor!"

Ela era perfeita e aquele pedido me deixou com mais tesão ainda.

"Não vou parar!" - Disse e já fui sugando seus seios. E ela gemia. Gemia rouco, gemia alto quando eu apertava com a mão seu bico. Subi mais um pouco e a beijei.

Ela notório o descontrole dela. Eu a beijava e ela não sabia se gemia ou se me beijava. Resolvi dar a ela a mesma sensação que a minha.

"Me pede!?"

"Diz o que você quer, Lari?!"

Eu sussurrava no seu ouvido e rebolava em cima da sua boceta. Colocava meu dedo bem na entradinha e forçava por cima da calcinha.

Voltei a dizer: "Pede pra mim, pede, Lari?!".

Ela me olhou furiosa e eu rapidamente meti o dedo de uma só vez na sua boceta e disse: "Pede, Cachorra!".

Ela revirou os olhos, levantou o corpo e cruzou as pernas prendendo minha mão na tentativa de não me deixar tirar o dedo. Gemia e gemia e gemia e eu ficava cada vez mais louca de vontade de fodê-la mas, ela teria que pedir.

Mordendo sua orelha e passando o dedo na boceta toda, disse: "Pede pra mim, Puta!"

Ela suspirou.

Sabia que precisava de algo mais e assim fiz.

Tirei a mão da sua boceta, a puxei pra mim de uma só vez, a beijei e fui arranhando suas costas, apertei sua cintura e cravei as minhas unhas no seu bumbum. Seu corpo colado ao meu e seus gemidos roucos me faziam ir perdendo o controle das atitudes. De súbito, a virei de costas, joguei na cama. Puxei seu cabelo. Era a hora dela pedir e era a hora que eu a teria completamente. Observá-la de 4, toda aberta, escorrendo tesão me fez chupá-la.

Esqueci de fazê-la pedir. Chupei com vontade. Com toda sede que eu tinha dela. Por vezes ela desmoronou na cama e eu a puxava! Bati em seu bumbum, penetrei sua boceta com a minha língua e sugava todo tesão que dela escorria. Movimentos circulares no clitóris, mordidas nos lábios e eu deixei o melhor para o final.

O cu que ela fazia questão de me mostrar e eu já imaginava atrocidades.

Apenas passei a língua e forcei um pouco o dedo. Ela gemeu com dor...

Não existe visão melhor do que uma mulher de 4, com cara de tesão pedindo para você "meter" nela com força. A Lari fez isso para o meu espanto. Já não me importava mais, queria o gozo na minha boca.

"Mete o dedo, Amor!"

"Me fode!"

Eu quase gozo de tanto que meu corpo tremeu e minha boceta latejou ao ouvir os pedidos dela.

Meu lado animal que só havia aparecido com o Rodrigo, voltou. Desejo de sexo era no corpo todo.

Puxei a calcinha dela, tirei e meti dois dedos com ela de 4 ainda. Meti com força e bem fundo. O grito dela veio acompanhado de gemidos e puxadas de ar. Se jogou na cama e eu sentia as contratações e o gozo escorrendo por entre os meus dedos.

Chupei sem parar. Ela era doce e salgada ao mesmo tempo. E eu adorei o gosto, ela era perfeita até nisso.

Esperei ela se refazer por algum tempo e voltei a chupá-la!

"Você quer mais?" - Ela disse com a voz mole.

"Eu quero tudo que você têm!" - Falei entre sussurros e no meio de suas pernas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
27/07/2014 14:05:09
Que caliente,simplismente maravilhoso!!OOO LOOOOUCO MEU,banho frio agira rsrsrs anciosa pelo proximo
11/07/2014 02:16:20
UaU, que perfeição de conto :o
08/07/2014 15:06:11
Ui ke ke isso... Cont
08/07/2014 14:21:50
muito bom!,continua :)
cli
08/07/2014 12:31:37
perfeito....cont.
08/07/2014 11:54:01
Maravilhoso...
08/07/2014 11:40:38
perfeito

Online porn video at mobile phone


Certo ou errado?meu irmao amado contos gays cap.07contoerotico meu tio e minha namorada fudendomenina bem magrinha de oculos com seu papai no pornobunduna chiya tirando shortinho xvideoV contos de mulheres sendo fodidas por cãoMulher enfregrando a rola do jumento na bucetaconto mae manda filinho fuder irmazinha pequenaConto erotico bebendo a porra da rapaziadaFiz sexo com meu profeasxxvideos eu e minha manorada estuprandoadoro ver minha esposa transando com negoes dotados masoquistasXVIDEO CRIOLA VIUVA PIRANHArelatos de sexo meu cunhado não resistiu quando me viu só de fiodentalconto erotico menino manhosocoroa aproveitando do novinho dotadpcontos eiroticos leilapornfotos de bufetas pibgando de tewaovideo de mulhe rapado abuçeta e lavado depois que eles gozam ela não param de bater p****** só para judiarContos eroticos flaguei minha mae dando pro caseiro e tambem quizcasada santinho e seu corninhocontos de mulheres porcas que levam no cu e lambem conasxvidio nocinhas geme gostozo dando o cubucetinhavirgemmagrinhaconto viadinho gosta de ser fudidoxvideo porno morena nao aqueta rola do negao faz escadalobelo sexo sobrinho dormiu na casa da tia de conchinha com ela na mesma camaxxvideosnovinha aprendendo achuparminha irma vive mim provonca encostano seu cuzinho no meu pau. acabei comendoXvideos as panteras ligou pro marido pra falar q ia dar pra outrocontos eróticos amadores traiçãocontos eroticos a bunda da minha esposaenrraba do a priminhameu cu sexo lampeno o meu peitocontos de zoofilia gototinha e seu dogGostosas mostrando a caucinhA ma rumulheres que sentem desejo sexual por cavalo zoofiliasendo seduzida no obuzaolesbicas picando rebolando gozando chupandos colososcornossubmissocontochupando buseta labefo pasda mso bocsver emprega danocu po patrao e patroa pegacontos.fraga cheirando causinhacontos eroticos tentei fugir mas fui estupradacontos eroticos gay meu tio de vinte anos me comeu bebado quando eu tinha oito anosxvideo chiar a cunhada no banho e comendo nelafreiada do carro picao entrou xvideospegando viziinha safada de xortinho na coninha aredeisignifica sonhar que estou de sutiã e tanguinha dentro de casa e depois me sinto vergonhanovinhas das bundás gandê xvdeosFiquei toda arregaçada com o pedreirotexto amor quando você for me fuder,eu quero que você me trate como uma puta, como aquelas atrises de pornoxividios donas cheirando bucetaPauzao no cu Bucetao arregasada esguinchando xvideowww.pornodoido meninas no beijo na boucafudeu ate o cudela tento fujir nad bebadaconto porno apaixonado pelo meu primo brutamontesSentando na pica cheia datesão com pedreiroEla me contou rebolou gostoso no pau do seu amante,confesso.gordinha rabuda da seno curiada pele irmãobundudas com o capeta no baile funkvidio porno de mulheris piquenas de 120 sentano ni rolas de 44 centimetroo caminhoneiro engravidou minha mulher eu confessosessentona casada nao resistiu vendo o macho de pau duro tomando banho e fodeuSo mete movimha na pica durapara amoleser o coraçao duro do seu namoradocomtos eroticos ninfeta e o velhorenascendo no incesto parte3ensopando o cuzinho com gelginecologista dilatando o cuzinho dá mulher pra gozar dentroMeu irmãozão grandão enorme comendo novinha fodendo o piru grandão comendo a novinha pretaVelhopintudocontossocando na enteada gravida de jundiaicontos espiano no decote da minha maexvideos-entertidagta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetaxvideo mobile el capo anjinhasas panteras filmes a cordano minha mae japonezauma diziam que iriam cavalgar pra dar pro seu namorado nomeio do mato sua bucetonaJogadora de vole fomdo bucetaContos eróticos procurando aventura no clube de campomulher do corno peidano galaguero um paquito con ponba gira para tranza con a minha sograContos eróticos de incesto mãe tarada descabacando filho dotada com fotosesposa comenta da grossura da picabucetaô. jgmvídeo pornô parte curta de 4 minutos o cabo do pau de Sen sentindo transando com mulher de 68 anosfotos copinhos e peitinhos e bucetinhas das mulheres de todo mundacontoseroticos mulher lactante amamentandoccontos eroticos de incertos homem mega pauzudo pegou a forza sua irma novinha e virgem ee estorou seus cabacos tia gostosa pegas sobrijho dorkindo dec cueca com opau praforacorno sendo humilhado lambendo direitinho buceta cheia de gozocontos peidoxnxx esposa manda corno ficar quetinho olhado o pauzao entrarcontos da xana tia marta coroacontos eroticos gay filho pegador de mulher vira gaytraisao na cozinha muile de camizolodando jatos de porra na Bunda da colegialpadrasto infiando a mão xvidionovinha bêbada chegando do baile funk vai dormir no seu quarto bêbada irmã bonita e entra lá e come ela dormindo