Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

CCC: parte 1 - O início

Eu não me conformo, como é que tem tanta gente no mundo e apenas uma pequena parcela desta gente faz sexo de qualidade, ou melhor, fodem gostoso, sem neuras e /ou pudores. Infelizmente a maioria só fica no mundo da fantasia (Internet, vídeos, contos, pensamentos, etc); não realizam os seus desejos por falta de oportunidade ou de coragem, porque ficam com medo do que o parceiro (a) ou a sociedade, que é o sinônimo vivo de HIPOCRISIA irão pensar de si.

Mas muitos, apesar de tudo, ainda conseguem transar, independente de ser ruim ou não, porém o pior são aqueles que nunca ou quase nunca transam e mesmo assim quando tem uma oportunidade não sabem como agir e não conseguem se liberar totalmente na conquista do parceiro (a) sexual, e quando conseguem isto, não conseguem se liberar na cama... Como a vida é dura, injusta e cruel com a maioria.

Durante MUITO tempo, estive nesta última turma... infelizmente. Até que depois de muito tempo de sofrimento, decidi mudar isto, estava deprimido e cansado de tudo isto e “chutei o pau da barraca”: pois chega de punhetas, chega de desejos realizados só nos pensamentos e chega de não ter ninguém para realizar os meus desejos luxuriosos e inescrupulosos.

Antes de falar sobre o CCC, sigla de: Comissão dos Comedores de Cus, que no caso são APENAS os femininos, sem querer ser preconceituoso e sobre o CC (Clube ou Cantinho do CU, lugar secreto onde os membros da Comissão fazem a... “comissão” dos cus) falarei um pouco sobre mim, o criador dos Cs:

Sou um cara comum e normal (a redundância foi proposital), típico trabalhador brasileiro, que trabalha muito e ganha muito... pouco, tipo de cara sério, caladão, quase sem amigos, a ponto de acharem que sou louco, crente, evangélico ou ainda que sofreu algum trauma de infância, abuso ou chifres de algum grande amor, mas enganam-se e como se enganam.

Ah, se soubessem da verdade, a que fiz parte de algumas igrejas e congregações esperando encontrar o “grande” amor da minha vida, mas que hoje em dia eu sei que foi apenas desespero da minha parte, pois na verdade o que eu queria mesmo era arrumar uma bela rabeta de alguma bela ninfeta crente (este era e É o “grande” amor que estava procurando), este é o tipo de mulher que me dá mais tesão principalmente em foder lá... naquele lugar proibido, já deixo registrado aqui o meu relato sobre este fogo imenso e paixão depravada e digamos “suja” que tenho pelos rabos femininos.

Sim, tenho amor incondicional àquele lugar mesmo, desejo profundo por aquele pequeno orifício escondido por um belo par de nádegas, de preferência daqueles que nunca viram o sol, pois a combinação deste par (nádegas brancas, quase alvas como a neve) com um cuzinho rosado de uma bela fêmea que esta começando a se conhecer sexualmente, é algo indescritível. Bom, voltando ao assunto, não sei de qual congregação são aquelas crentes de cabelos longos que usam aquelas saias longas, só sei que são elas que habitam os meus desejos mais profanos e depravados (redundância proposital novamente).

Tenho tesão enorme pela seriedade e delicadeza delas, e fico imaginando os desejos sexuais depravados que elas têm em suas mentes “castas e puras”, pois apesar de falarem o contrário, eu tenho quase certeza de que as mulheres são muitos mais safadas e depravadas do que nós, homens, a diferença é que elas são dissimuladas por natureza, mentem muito melhor e principalmente são mais manipuladoras, além de serem bem mais emotivas; os cafajestes e canalhas conseguem explorar muito bem isto e se dão bem... ou melhor, eles comem BEM mais, e muito bem diga-se de passagem, do que os certinhos trabalhadores, crentes leais, estudiosos e outros caras comuns que não conseguem ao menos iniciar uma conversa com o sexo oposto, em geral, graças as mães controladoras e com personalidade masculina tipo: encrenqueira, mandona, autoritária, superprotetora, etc. Como eu ODEIO mulheres com estas características, pois por agirem assim elas ACABAM com a vida dos próprios filhos, mas em compensação, amolecem com as filhas, verdadeiras canalhas hipócritas que não mereceriam nunca se casar, mas como tem otário desesperado de sobra no mundo né?

Do outro lado temos os pais bundas-moles, que deixam a educação dos filhos toda nas mãos das mulheres, acham que só colocar comida dentro de casa já é o suficiente para mostrar que é um bom pai, quando na verdade isto não passa de uma OBRIGAÇÃO deles, pois se não o fizerem, poderão parar até na cadeia, este tipo de “homem” nunca senta com o filho para conversar sobre sexo, dar orientações e até levar o mesmo à “zona” ou marcar algumas horas com uma garota de programa de alto nível (que geralmente tem lugar próprio para atender, ajudando os mais tímidos) para ajudar o rapaz a se desenvolver sexualmente com as mulheres, em casos como este é melhor NÃO ter pai e ser filho de mãe solteira, pois aí ou o cidadão fica afeminado de vez ou vira um cafajeste (como aquele que abandonou a mãe dele). E por isto que as atuais mulheres, que continuam cada vez mais exigentes, mas que NUNCA cedem a nada e reclamam que falta homem no mundo, mas não é pela quantidade de homossexuais, mas sim por garotos que não se desenvolveram por completo, que estão presos no campo da sexualidade, graças aos pais e mães IRRESPONSÁVEIS, muitos não conseguem se libertar disto e ficam virgens até quatro décadas (se fosse para eu perder a virgindade depois dos quarenta, preferiria virar monge e NUNCA mais pensar em perder a virgindade, pois os melhores anos já teriam ido embora, pois depois dos quarentas, deveríamos e ter a experiência ao nosso favor e não falta de confiança ou imaturidade, MIL PERDÕES se tiver algum virgem nesta idade lendo isto). Tinha que fazer este desabafo, principalmente para aqueles que são pais e mães e estão lendo este conto: Deem apoio aos seus filhos, para evitar surpresas desagradáveis ou o sofrimento deles no futuro, principalmente se o perfil deles for antissocial, sério ou tímido, vale para garotas e garotos, mas principalmente para garotOs, pois sabemos que pra mulheres, sexo é muito mais fácil, sempre terá um pau disponível para elas, enquanto para muitos de nós, homens, só sobra a mão mesmo... Ah, a vida é injusta, imunda e cruel, temos que mudar isto.

Voltando a minha apresentação, quando eu ia à igreja ou em outra determinada congregação, percebia que as “melhores” já tinham parceiros: ou eram do alto escalão da entidade religiosa ou eram comprometidas com caras de foras, que não tinham nenhum envolvimento com a igreja, eu diria até que eram desviados, “ovelhas negras” sem salvação, enquanto isto os manés da igreja (incluindo eu) ou ficava orando ao Senhor, pedindo uma companheira, ou ficava só na punheta ou ainda ficava com aquelas que... sobravam (desculpe a sinceridade, mais sobravam mesmo), eu ficava com a primeira opção, pois como só sou bom em lidar com dragões em jogos de RPG, preferi não me envolver e por isto fiquei vários anos VIRGEM (algo entre duas e três décadas), até que tomei vergonha na cara e contratei os serviços de uma profissional do sexo de luxo (pelo menos perdi a virgindade em alta classe), mas este relato não merecia ser descrito, pois assim como a primeira vez da maioria, não foi algo totalmente bom, fiquei com a sensação de que faltou algo, ou melhor, muita coisa mesmo.

O pior é que esta sensação veio poucas horas depois do ocorrido... Lamentável, mas pelo menos o meu pau experimentou, através da camisinha (necessária, mas... “argh”...) os três divinos buracos femininos que uma bela potranca morena rabuda pode oferecer, acho que não preciso relatar que o buraco escolhido para tirar o cabaço do meu pau foi aqueleSim, aquele mesmo. Mas antes de enfiar o meu “orgulho” naquela delícia, eu enfiei foi e a cara no bundão da “moça” e dei um bom trato de língua naquele furinho delicioso que desejei intensamente por tantos anos, e não me arrependo de não ter ficado mais tempo fazendo isto, pois percebi que naquele momento não havia fingimento dela, pois ela estava gostando mesmo, ensaiando reboladas bem lentas enquanto eu metia a língua lá, tentando enfiar o mais fundo que podia e fazia movimentos circulares (obs: se você achou isto nojento, feche este conto e vá assar um bolo ou simplesmente vá cagar, seu fresco (a), pois de hipocrisia eu já estou cheio, vai se foder ou vai foder ou deixa EU te foder, que você ganha mais), deveria ter feito ela gozar só com isto antes de atacar aquele objeto insano do meu desejo mais depravado e intimo: o CU (ou cuzinho de uma bela fêmea), mais não resisti, pedi que ela ficasse de bruços, minha posição favorita, pois eu controlo a foda e o pau entra todo, enquanto a minha fêmea só pode gemer, sussurrar, relaxar e gozar, estoquei forte e gostoso com todo o tesão acumulado de anos, a cabeça girava (a de cima, não a de baixo), forçava gostoso, pois queria que entrasse o máximo de pau possível dentro do intestino da moça, fiquei assim por alguns minutos, mudo, só escutando os gemidos dela e aquele barulho gostoso meio molhando de foda anal lubrificada e pouco antes de gozar, dei aquela forçadinha básica dentro do cu dela, empurrando os últimos milímetros de cacete, querendo entrar com os ovos dentro, naquele momento lamentei o fato de estar com camisinha, pois bem que ela poderia ter saído ou estourado, pois eu enchi ela muito, e uma das minhas principais de várias taras e jogar o meu leite dentro do rabo das minhas parceiras, ou pelo menos da buceta, pois como invejava aqueles que tem uma parceira fixa, namorada, ficante, noiva, esposa ou amante, bem depravada daquelas que adoram foder gostoso, fazer por trás (anal ou vaginal) sem utilizar ou exigir camisinha, apenas para sentir a quentura, a maciez e a delicadeza do contato de ambas as carnes com os seus respectivos líquidos e finalizar a enrabada com um beijo babado, bem molhado, cheio de amor e paixão, enquanto enche o rabo da parceira de leite quente, pressionando a cabeça do cacete ao máximo no útero ou no intestino dela e com os testículos quase entrando dentro do delicioso cuzinho dela (acho que por isto prefiro elas de bruços ou de pé a de quatro, pois assim temos a proximidade das bocas, para ouvir os gemidos, palavrões, depravações e sussurros e ouvi-los também).

Mas infelizmente percebi que ela não gostou muito, pois quando fui dar a segunda lá novamente, com ela de quatro, percebi que ela estava trancando o cuzinho, ao invés de relaxar, até que não aguentou a pressão constante e excessiva do “cogumelo” (cabeça do meu pau, dependendo da minha excitação fica maior do que o resto dele) e cedeu... relaxou um pouco eu entrei quase todo, ela deu um pequeno gemido e aí eu compreendi o porquê dela se trancar: Ela não estava excitada o suficiente e provavelmente estava dolorida e frouxa da nossa primeira enrabada que acabou até sujando um pouco a camisinha nesta relaxada, na verdade foi um pouco de água suja da chuca que ela provavelmente fez, antes do nosso encontro, confesso que NÃO fiquei nenhum um pouco constrangido ou com nojo dela e também não fiquei mais excitado do que já estava quando cheguei lá (acho que seria impossível disto acontecer), por mim continuaria o enrabamento com a nova camisinha que ela me colocou ou até SEM, se ela deixasse, pois como eu relatei, a minha excitação estava no auge, a ponto do meu pau e testículos estarem doloridos de tanta vontade e fogo por aquela enorme rabeta com aquele doce, devasso e delicioso furo no meio.

Afinal quem quer comer cu, tem que estar preparado para isto, se tens frescuras, não faças anal, afinal a culpa é a responsabilidade e de quem vai enfiar o pau, LEMBREM-SE SEMPRE DISTO: Se isto acontece até com as profissionais do sexo e atrizes pornôs, então não é difícil de acontecer estes imprevistos com qualquer uma que não tenha experiência ou não saiba como fazer este tipo de limpeza, enfim, se acontecer, nada que um pouco de água e sabonete não resolva, então nada de frescuras e neuras “ladies and gentlemen” e mais uma vez perdoem-me por confessar isto, mas quem come, comeu ou vai comer cu, vai se lambuzar e quem dá, deu ou vai dar, vai lambuzar, deixo claro que NÃO sou adepto do scat, mas quanto a mim foda-se o meu PAU, não deixarei de enrabar uma bela rabeta de uma bela fêmea faminta e depravada por causa de algo assim tão bANAL só não podem fazer “isto” quando eu tiver “prestando uma homenagem” ao rabo delas, explicarei com mais detalhes nos próximos contos, quanto ao pau, foda-se ele pois para mim o lugar do meu é bem no fundo dos intestinos destas coisas devassas, lindas, divinas e maravilhosas do sexo feminino. Enfim resolvi deixar o cu da minha “Enculadora” (gravem este termo, explicarei depois) em paz e terminei meus últimos minutos na buceta, que também era deliciosa, com lábios carnudos e com poucos pelos.

Independente dos contratempos, a foda merecia pelo menos um repeteco, pois ela era muito gostosa, fazia anal sem frescura (apesar de não ser fã), conversava bem, só senti falta mesmo do pele na pele, pelo no pelo, do contato direto da minha lingüiça nas fartas carnes dela e da mistura de líquidos, mas não sei por que não voltei a marcar programa com ela, talvez seja vergonha de não ter feito direito, dando prazer a ela e a fazendo ter pelo menos um orgasmo ou se foi dor na consciência de ter machucado ela no anal, mas a vontade era tão grande, difícil de controlar, tanto que o ex-garoto certinho, bobinho e religioso, acabou tomado uma atitude, pegando o celular, coisa que repudio até hoje (não a atitude mais sim os celulares e os telefones), para fazer uma ligação (coisa que repudia ao² até os dias de hoje), para marcar um programa (algo ilógico que qualquer um (a) conhecido (a) duvidaria que eu teria coragem para fazer (até nos dias de hoje), mas sempre fui tão discreto e com o tempo acabei aprendendo a ser tão cínico e dissimulado como as mulheres são, e disto tudo aprendi duas lições importantes:

Primeira lição (dura, duríssima): se fosse depender do interesse de alguma mulher mediana por mim (quando digo mediana, me refiro ás “Raimundas” da vida, pois sou mais um belo corpo com uma bela retaguarda do que um rostinho bonitinho, estilo princesa da Disney, em um corpo sem curvas, reto, que nem das ditas modelos, que são só pele e osso), morreria virgem, o perfil do homem comum, causa repulsa nas mulheres, é triste dizer isto, mas esta é a verdade: Bonzinho só se fode... Mas não fode ninguém, só as menos atraentes (e bota menos nisto) é que dão alguma brecha e ás vezes até se insinuam para os bonzinhos, mesmo assim é raríssimo de acontecer, enquanto as medianas, as bonitas e as “tops” só faltam cuspir no chão quando um cara comum passa por elas (mal sabem ela que eu ou outros melhores podem estar neste meio, bem próximos a elas, muito melhores do que os babacas que escolhem...). Cara bonzinho, comum e trabalhador só pega bonita ou top, quando paga o programa delas ou quando muda a sua atitude, o seu comportamento, fato. Enfim NÃO são somente os “comuns” desprezados por elas que estão perdendo fodas homéricas, mas sim ELAS TAMBÉM, que só olham para o próprio nariz e ego e escolhem mal os seus parceiros.

Segunda lição (certa vantagem sobre a maioria dos concorrentes): SEMPRE fazer primeiro as preliminares nas minhas fêmeas (gosto deste termo, é mais, digamos, animal), pois se até uma garota de programa experiente (não era nenhuma mocinha, pois de falta de experiência, já bastava eu) conseguiu sentir prazer com uma preliminar comum, feita por um virgem inexperiente na prática (mais com uma bagagem teórica imensa, em grande parte graças a Casa dos Contos Eróticos, o qual sou um leitor assíduo e já aprendi muitas coisas nestes vários anos, não preciso nem dizer que a minha categoria preferida é Heterossexual / Anal, que tem grandes autores com grandes contos que andam sumidos ultimamente), então uma normal, cheia de neuras pode até se converter ao “lado negro da Força” (he he he he)....

Agora, dando um “pulo temporal”, que você conhece um pouco sobre mim, talvez até se identifique com alguns pontos, não darei mais informações sobre mim, pois como sou criador do CCC, não posso vacilar, pois a minha identidade é secreta, incluindo para as minhas fêmeas (no caso o nome e outras informações pessoais).

Infelizmente o texto ficou mais longo do que eu planejava então terei de interromper aqui, para que a leitura não se torne cansativa e entediante, e em breve voltarei com mais relatos e informações de como funciona o CCC e o CC.

Explico desde já que meus relatos NÃO seguirão uma linha contínua temporal, serão atemporais, (relatarei coisa de certo dia, depois voltarei a algo passado, depois talvez volte mais ao passado e depois ao presente novamente etc.), enfim farei isto para deixá-los mais interessante, pois não é sempre que o “mar está para peixes” e também para preservar as identidades dos envolvidos (e principalmente das envolvidas comprometidas).

(nota: Além de perder a virgindade do meu pau no cuzinho da bela potranca morena, o meu PRIMEIRO beijo não foi em uma boca, mas sim em um cuzinho, sim perdi o meu BV com um babado beijo, com a língua enfiada em um cuzinho, no caso o dela, e adorei fazer isto, e ela também, só lamento de não ter ficado mais tempo naquele “Namoro Anal”).

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos erotcos incesto gozeino cu de mamae e maninhavídeo baixinhas quadril grande agachada de costas de quatroXsvideos mulher torturando escravo nucachorro gozando na novinhagobrigacao mulher tira roupa e abre as pernas conto eroticoenfiou a mao na cueca do marido e chupou o piruhomempicudo cpmendo cadela no cionovinha olha u padrasto pelado .e bati um sirirecabranquinho super big dotado enfiando o seu pinto até o talões no cuzao da novinha arrombadafavelenta xvideoconto gay o marrento do bairrocontos erotico,meu genro me enrrabou dormindovideos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhotomou Viagra quase matou a mulher gosou muito no xvideo Mobileincesto com meu vô contosvideos nègao pauzudo comëndo novinhåpai tem pauzao descomunnal e soca tudo no cusiho da filha gostozinhaos caras bebados comeram o barbeiro bundudoconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhobucetas beiçudas de sograCasada apalpando amigo por baixo da .comesa porno 10mmulheres contando qe 03homens comeram suabuceta em frente a seu maridoxvideo bricando park mao boba a quaticoestuprei amenina e rasquei cu zinho delaconto erotico meninoxisvido sobria dormi coconfissoes como fiz pra seduzir meu cunhadoliberei minha esposanovihna batendo pohnetaEu brico no colo do papaivídeo de pouno estupos virgam miganhacontos eiroticos leilapornconto rapidinha empregada area serviço bunda pauporno conhada nao aquenta atentacao e trai o marido coroa q sabi dexa dozelo de pau duroFotos d negao fudeno cazadavidio porno bate popa vol casadamarido metendo na esposa com um comssolo encachado no pau enormeCoroas maduras do bundao flacido dando pra o enteado xvideossexo com mae vadia potuguesa fuder com filhoprono doido morena predendo a gividade escadaloforcada a foder com roluda pelo marido contode shortinho vizinho me comeu u facil,tadinho do maridinhoconto erotico chuva marromxvideos mãenao acreditonissoxvideo oadrato olha etiada domino i depois comi elacontos eroticos primeiri orgamos com meu irmaoxvidio servissovideo de namorado fasendo gostozinhotirarando a buceta gosadaconto minha esposa no onibusminha mulher e os gemeos bem dotado contos e entai eroticosnao sou gay mais qr pica no cu contoContos mendiga pornosogra gostosa deu pro genro na reuniao de familiaporno caseiro dupla penetraçao ela fica brava porque doeu o cuconto erotico embebedei minha esposa aproveitei comi seu cu virgemvídeo de pornô senta na minha pica rebola Dodôarrancando o cabaco do cucaconto erotico mulher vira escrava sexial por chantagembuctao da jisleneindiazinha fudendo com homem branco com dez anos contos eroticosforrodais safadamãe vê filho pelado dotado fica louca e fode com ele pornô iradocache:ldh9BdSAKNMJ:gtavicity.ru/texto/201703301 contos. herotico. dei pra todo mundo por dividavelhas loucas do hospício dando o cu gostososessentona gostosa tirou a tarde pra foder intensamenteMeu gostozo tio mario.Conto erticode vestido de brusosexodoce nanda parte IV contos eroticostarado estorando boi no mato xvidio.commulher dentro da cabine dentro de uma boate tomando picada no homem fazendo fila comendo elascontos montadores cuzinhover bucetuda com ad pernas aberta mostrando a cetonapastor roludo conto sexolazarento do irmao fez sexo com a irma enquanto ela estava deitadacontos eroticos gay inicio fui surpreendido por um adulto dando minha bundinha e fui xantageadoirmãzinha viu papai comendo titia e quis tambémconto erotico gay com pedreiro velho coroa grisalho peludoapaixonado por dois brutamontes da faculdade 12contos eroticos fez a irm novinha peidar no seu colonovinha dando para o garagistaContos de primas de fio dental e boquetewww.pornodoido meninas no beijo na boucaconto erotico sou madura vadiavigia arrombando o c* de uma novinha no orfanato