Nada além dosilencio 4....


Click to Download this video!
Um conto erótico de Wemer'
Categoria: Homossexual
Data: 11/08/2013 11:27:17
Nota 10.00
Assuntos: Homossexual, Gay, RELATO

“Passei em três universidades federais. A minha escolha foi pela UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto), não porque era meu curso predileto, mas sim porque Ouro Preto era a cidade mais distante da casa de meus pais. Com 17 anos mudei-me para Ouro Preto, pensando que tudo seria diferente. Não foi. Cursei engenharia numa cidade que priva pelo tradicionalismo, convivendo em repúblicas com cerca de 15 homens. Todos, ao menos aos olhos da comunidade universitária, heterossexuais.

Bem no início do curso, eu presenciei uma cena que me trancou ainda mais dentro do armário: um dos moradores de uma república vizinha à minha, líder estudantil, influente no meio acadêmico, foi flagrado contando à empregada da casa que tinha um caso com outro estudante. O apelido dele tornou-se sinônimo de gay no ambiente universitário. Os outros moradores da casa nem pestanejaram: jogaram todas as coisas dele para fora da casa. Nem se deram ao trabalho de ouvir um cara que havia morado com eles nos últimos quatro anos. Foi muito estranho ver as coisas dele jogadas no chão da famosa Rua Direita.

Eu era um adolescente exemplar. Nunca tinha bebido, nunca tinha usado drogas. Era virgem, nunca beijara ninguém. Nessa época, comecei a viver em uma história inventada. Para me inserir em um grupo, eu comecei a usar um disfarce. O ‘porra-louca’ heterossexual. Beijava meninas, mas tinha muito medo de que alguma delas quisesse algo mais. Comecei a beber muito e a ser usuário de maconha e, mais tarde, de cocaína. Era uma fuga, era um jeito de ser querido por um grupo, era uma forma de estar inserido. Era ser comum. E assim foi durante cinco anos. Anos lentos, intermináveis.

Uma colega de sala foi a primeira pessoa que soube de minha homossexualidade, já no final do curso. Foi uma explosão. Era como se eu estivesse tirando o maior peso do mundo de minhas costas. Só consegui dizer: ‘Sou gay’. E comecei a chorar sem parar. Era um misto de medo da reação e de alívio indescritível. Pela primeira vez eu tirava a minha máscara para um outro ser humano.

Formei-me na universidade em 2006, com 22 para 23 anos. Era virgem, escolado no submundo do álcool e das drogas. Antes de me mudar de Ouro Preto, reuni todos os 15 rapazes que moravam comigo na república. Eu não queria sair daquela casa tendo omitido quem eu realmente era. Nessa reunião, completamente drogado, eu vomitei, com certa raiva de mim e de tudo, que eu era gay e que aquilo era o mínimo que eu podia fazer por pessoas com as quais eu convivi.

Logo após um silêncio, nada convencional, eu presenciei as mais distintas reações. De ódio a apoio. Há pessoas com as quais nunca mais troquei palavras. Mas também recebi um carinho que eu não imaginava que fosse possível. Descobri que, apesar dos revezes, eu encontraria pessoas que não encaravam aquilo como aberração. Acho que aquele momento foi fundamental para que eu pudesse encarar a vida. Eu nunca tinha encostado em um homem, eu nunca tinha tido uma relação verdadeira. Na verdade, acho que toda a minha felicidade era falsa.”

Mais uma parte, meus queridos, obrigado à todos que acompanham, prometo que vou agradecer individualmente a todos, logo logo, bj's...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
J's
12/08/2013 12:27:10
Vc pediu e eu vim kk Olha, nao tem muitos filmes gays que fazem vc chorar assim mais os unicos que me fazem isso é Orações para Bobby e Bangkok Love Story (esses sao os melhores pra chorar) o resto tu nao chora sempre mais faz eu me emocionar, tipo, The Trip. É poquinho filme mesmo, agora se for comédia, amor tem um monte.
11/08/2013 21:21:33
Nossa chocante
11/08/2013 21:18:38
Nossa chocante
11/08/2013 21:15:53
Seja sempre você mesmo, pois mesmo você vivendo uma vida de mentiras as verdades aparecem.
11/08/2013 19:52:51
depois do todo mal que fez aos outros e a si mesmo,um dia a ficha cai,pode ser tarde demais para arrepender dos erros feitos.
11/08/2013 13:25:32
Tem muita gente que faz isso. Se reprime para não ser discriminado.
A&M
11/08/2013 12:31:24
Nossa essa e realidade pura do que realmente e esse mundo!




Online porn video at mobile phone


deitei de conchinha com minha mae peitudaquero ver o vídeo da mulher da enxadinha perdendo a virgindade dela mulher beijandoMandei foto da minha buceta pro cunhado do meu maridoo desejo pela amiga da academia contos eróticosxvideo gratis nao nao para to com dor de barria esse pau muito grande no meu cyvizinha lactante contosirma boa noite cinderela contos erótico Pus so a cabecinha xvideosContos eroticosminja vizinha velhaChinguei minha sobrinha de vagabunda ea visinha dagurias morenas dimemores lesbicas fodemundobicha médico usa consolo no pacientezoophilia racas de cachorros e o tamanho de seu penisguia de como fuder cadelasContos eróticos encoxada gostinho f***** pelos peões da obra contos eróticos gayshomem esfreganna calcinhas da menina e não aguenta e mete a rolagarota fico engatata com cao pausdo no cupedindo colo para o papaixvideos.combaixa video porno negão com 30 cemtimtro comendo loira a forcaporno tia mim da seu celula para mim ver olha oqui eu. ajeicontos eróticos meu cunhado pausudo mi arronbou todos os buracos meu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticopeso d porrta gatinhative que engravidar de um garotão pois o corno não consegue contoscontos eroticos gaycom negao no cinemadescobri que meu namorado da o cu yahhocasa dos contos gay Romance paicomedor de mulher dos amigos contoscasa dos contos meu marido me fez da o cu a dois picudos chorei de dorcrossdresser marquinha de biquini contosmae vadia segura as pernas da filhinha para o superdotado deflorarcostos eroticos madrasta come cu de enteado com pintovideo porno cansei de ser cornoDepois que fui p macumba virei lesbica contosescravizada por chantagens contos eroticoscontos lesbicos com buceta greluda encaixada na outra at gozar gostosocontoerotico eu namorada mae e tiomulher tomando banho encabulando a bucetaporno as novinhas cem peito de 8 a 10 perdedo a virgindade pro paiNovinha negra tentol fugir do sexo anal Contos eróticos de mulheres se consolando com um stran - on levei minha esposa num glory hole conto realo negão bem dotado comendo minha mãe contospornô as n****** gordona da vagina gosmentaflagra a sogra só de camisa de dormir na cozinhaponodoido comendo a cabeleira enquanto a esposa arruma o cabelo completoAliviando os funcionarios contos eróticoso vizinho do meu amigo Autor drribaixar videos porno em portugues idioma em portugues mae dando pro filho na frente dos parentes que chegaram de viajem e foram pra casa deles mae dando a buceta pra elepica-pau e Ana sem vergonhice da tua irmãcontos eróticos o branquinho quitandeiroencontrar casadafonenegao rascando roupa de mulheres brancas page 1 xxxxxMeu primo caralhudo fodeu os meus cabacinhosmovimhas fazendo sexo com seus avo tirando as suas roupas vídeo pornô da raçamulher.cal.fiudentaltitia ve o sobinho de pau duro e da a bucetacontoerotico namorada e mae putas do tio jorgemulher mostrando a bunda com Arturzinho Só de shortver video de porno brasileiro pedrero peludao suado comendo a patroua safadamulenapicacontos eroticos enxendo a crentinha de porraa gordinha morena kuduro dando para o negãocontos eroticos de jovem transando menstruadas com o professorcontoerotico eu namorada mae e tioa gordinha morena kuduro dando para o negãocontos eroticos eu fui estuprada crente geme muitorapaz bonitogosando x videosXVídeo mulher desagrada para gozar e g****** toda horagostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticoscontos danada sem calcinhaTio arroba o cu da sobrinha conto eróticosimagm de sex filha qosano na cara do paiconto erótico o meu cunhado me tornou sua putaXsvideos punheta na frente da curiosapprno padrasto saradao escuta entiada gemendoomem de saco duroContos eroticos minha mulher e minha irma dividiram a piroca enorme