Sexo no ônibus


Um conto erótico de Cristiano Rufino
Categoria: Heterossexual
Data: 09/07/2013 20:22:09
Última revisão: 17/07/2013 18:14:16
Nota -

Tava foda de aturar. Tinha uma mina muito, MUITO gostosa sentada na última cadeira da última fileira do ônibus em que eu logicamente estava. Eu trabalhava de operador de telemarketing. E quem já trabalhou em call center sabe que a massante rotina é um prato cheio a um presságio de foda. Pois bem, era madrugada e la estava eu. Sozinho num ônibus apenas com o cobrador, motorista e aquela gostosa. Não pude evitar. Fui sentar ao lado dela. De inicio ela ficou me analisando com aquele típico olhar inquisidor feminino. Eu tava na minha. Então passaram-se uns 15 minutos e resolvo colocar minhas mãos levemente em seus joelhos. Ela nada fez. Ousei um pouco mais e nessa altura minhas mãos haviam subido para suas coxas (e que coxas!). Pude sentir aquele material carnudo roliço e altamente proporcional sendo apalpado por mim. Fiquei uns 3 minutos nessa. E ela de boa. Então como quem não quer nada o ônibus para num sinal vermelho. Acho que foi a primeira vez na minha vida em que eu gostei de ter parado num sinal vermelho. Eu e ela, coladinhos num sinal vermelho. Bom a beça. Sutilmente ela tira as minhas mãos de sua coxa. Fico desapontado, mas o melhor ainda estava por vir. Tirou minhas mãos e as colocou em sua xota. Isso! La estavam minhas mãos de punheteiro safado apalpando aquela xota que de vista aparentava ser bastante apetitosa e apertada. Isso amigos la estão minhas mãos por cima da xota (ainda coberta). O sinal abre junto ao zíper de sua calça que é aberto por mim. Um tarado. Ela nem ai, tranquilona. A coisa foi esquentando então eu meto minha mão direita por debaixo de sua calcinha. Que maneiro! Que sensação maravilhosa. E ela sempre quieta sem pronunciar nada assim como eu. Fiz um movimento de vai e vem naquela xota. Tava maneiro. Enfim ela me pergunta:

- Ta esperando o que?

Depois dessa eu só fiz tirar sua calça e me inclinar do jeito que dava até aquela linda xota. Lambi pra caralho. Realmente fiz um belo oral. Enquanto chupava sua buceta meus olhos iam de encontro aos seus lindos olhos azuis. Ela era uma loirinha de tirar o fôlego. Uma safada. Uma puta. E eu era o seu dono. O seu macho cafetão de quinta categoria. Terminei o oral e fui para os peitos. Belo par de tetas que pulavam conforme o ônibus passava por quebra-molas e ruas esburacadas. Em cada salto eu arrumava um jeito de abocanha-los.

- Isso taradão - dizia ela, - chupa mesmo essas tetas!

- Que delicia - afirmei. - As melhores tetas do mundo.

- Vem cá. - retrucou enquanto me puxava na direção de sua boca.

Meus lábios foram arrancados de suas tetas para entrar em contato com aqueles lábios vorazes de putinha de madrugada. Quer dizer, ela não era necessariamente uma puta. Era uma garota direita, mas não há de se negar que era uma putinha enrustida. E eu gosto de putas enrustidas. Onde estávamos? Ah sim, lábios. Beijei aqueles lábios com um tesão fodido, sempre indo no embalo do ônibus que volte e meia passava por algum buraco. As tetas continuavam pulando e aquele foi o melhor beijo da minha vida.

- Seguinte - afirmei. - Tenta chupar meu pau.

Fiquei rezando por outro sinal vermelho. Nada. Ela teria de me chupar naquele embalo mesmo.

- Baby tenta imaginar que nós estamos num cruzeiro. E essas trepidações são as ondas.

Ela riu e abocanhou meu pau. Que boca. Vi estrelas. Enquanto ela me chupava pude perceber que o cobrador toda hora virava pra trás. Ele tinha cara de encardido. Devia ta naquela merda emprego há seculos. Sabia que na madruga em ônibus a putaria rola solta. Mas não teria pra ele não. Quem mandou ser cobrador? Que se foda, aquela putinha era só minha.

- Que isso baby! - disse eu, - Assim vou gozar fácil. Da uma segurada.

Ela teve de tirar a boca do meu pau. Eu queria prolongar um pouco mais aquele inestimável prazer. Então, nos beijamos um pouco e nos bolinamos também. Então arrumei um jeito de tirar minhas calças e deitar sob as cadeiras, ela fez o mesmo, só que deitando por cima de mim é claro.

- Hum - gemeu. - Encaixou bacana.

- Isso vai ser legal! - disse eu.

E foi no balanço da maré do ônibus que nós metemos. Um vai e vem fodido, aquela era a única posição possível num ônibus. Bombei muito naquela xota. Estava acontecendo algo de realmente bom naquele ônibus. E o miserável do cobrador nada podia fazer, muito menos o motorista. Dois coitados tendo de trabalhar enquanto eu fodia aquela linda loirinha putinha. A garota queria saber mesmo era de pica, então tirou rapidinho meu pau super duro de sua xota e me deu uma mamada federal.

- Pra deixar ele correr melhor. - disse ela enquanto lambuçava o garoto.

Soltei um gemido e lhe enterrei o crânio contra minha piroca.

- Seguinte baby - gemi, - vou descer no próximo.

Ela nada disse, apenas continuou a mamar. Sua boca estava cobrindo completamente o meu pau, até que ela me faz um truque digno de prostituta. Com toda a sua boca na piroca ela de alguma maneira solta sua língua de lado lambendo as beiradas de minha pica. Gozei litros. Em seu queixo formou-se uma barba branca e eu subi minha calça, puxei a cordinha e meti o pé. Peguei o telefone dela e ando fodendo essa piranha constantemente no ônibus 232 sentido Lins, Rio de janeiro. E nem adianta você aparecer por la, pois assim como o motorista e o cobrador você ficará fazendo papel de figurante. Ou talvez você possa tentar a sorte num outro ônibus. Mas ai você teria de arrumar algum emprego noturno. E 90% dos empregos noturnos são de operador de telemarketing. Você não quer isso pra sua vida não é mesmo? Então se contente com o que tem e bata uma bronha lendo sobre a foda dos outros. Boa punheta!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


ver vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger vai terque da pontonora de shorte mostra xotasilenciosa porno parte 2 contosbaixar xvideo de aluna ta secando minha bucetamundobicha.historia de matuto brasileiroxvide coroa gritando emportugues quando toma rola grossa e cabecuda na xanaXvideos novinas da bunda garnde 20 anosvidos pea a.baca irmao meteu a pica na irmanovia e gozo dento da bucetona delaMendiga andarilha rabuda search sexo matox ezibisao de conas frescasContos eroticos em presidios205xvidioContos eroticos seios machucados tio sobrinhaxx vidio gozadaia femininaporno doido trannza durode saiacontos. de. sogra. sendo .flagrada com. dotadoconto de menina que foi arronbada pelo o tio roludocontos eróticos minha namorada putacontoseroticos incesto brincando de casinha com a maninhawww.as gordinhas na zoofelia com animais ajumentadosperdendohavirgindadehomem bundudo sapatariamoreno da geba enorme fazendo exercicio so de calcao sem cuecaxvidios gay festa da bagaçamulher fudeno na pisiçao doiEu e minha filha nao resistimos conto erotico de pai e filhamulher do Espanto dopando a mais gostosaFAMILIA SACANA-DANDO LEEITINHO PRA FILHINHAx vídeos a empregadinha galeguinha u vei comendo nu so faestrupo a noviha arobam buceta e ela manda paravideos eróticos de homens lindos se cumendo picudãos vervidio minini dado u. cu pro otromulher daperreca piquininihaxvideos mae meninas cempeitoMiller tair marido com ladrão em casa phornofazendeira metendo com piao pretoxvideos de idosa ifiando o pinto na buceta da idosa butamenteconto erotico pegando fogo de tesao insaceavel queria fuder com quaquer um tesao ejagerado demais pegandoLoirinha da cu e chora e tenta fugj mais e tardeXVídeos mama brusquetaxvideos mulheres gostozas com u dedo na buseta e jenmendo autodei junto com a minha esposa conto erótico bissexualhomens de de sambacancao cossando o pau diro e peludoCenta na pica sem camisinha,e perigosvideo de padrasto tentando resistir a enteada rebolando no colo delecorno frouxo contodeixei minha mulher tranzar com negao megaarregasado a buceta com muita velocidadetexto lindo pro namorado que patessa que foi eu que fizcontos corno e meus amigos pegamos minha esposa rabuda de fio contosx vídeo só moça bonita peidano alto na caussacontos a putinha dos pivetesVou contar mecomeram na frente do meu maridocasa dos contos gay Romance Hubrowporno: lésbicas loucas ralando no chão enfiado a mão no raboevangelicas na zoofilia com cachorrovaretao gg goza dentro novinhoCONTOS EROTICOS CASAIS PUTA CORNO PALAVRÕES ESCADALOS XVIDEOSirma chama o irmao par tarnze xvideosso fotos de gueis novihos dotadossessentona casada safada nao resistiu ai ver o tamanho do pau do pedreiro tomando banho em seu banheiroConto erotico desvirginando o rabo da amanteporno zoo mulher presa no canino fodida toda noite xvideosmundo p********* e grosso comendo o c* de uma besta bem devagarzinho peidando e gemendoconto erotico gay o coroa do bloco de carnaval me comeunovinhas lindas brincadeira incestoa de ciriricacontos eroticos menininhas sapecascasos amad chama irm pra bate ponheta e gosa favela cariocachupaminhabucetacoroapornô o meu tio sinto ereção a mulherseja perguntei a vida de sexo de travesti pornô com a nossa prima de vozcontos eiroticos leilapornpatrao tirando virgen dade da inpregada sAfada x vidio bucetanuaxvideo dechei meu socro abusar demiwww.casadoscontos Negra escraviza brancacosquinha nos pelos pulvianos xvideoscafajeste chupando grelo grande avantajadocontos eiroticos leilaporncontos eroticos cunhado com scattarada nuonibuautor,Vamp19-Contos Eroticosconto erotico gay viado submisso vira femea do negaoContos eroticos esposa religiosa sendo encoxadaimagens mexedinho fazendo sexo e de biquiniengolindo porta no ônibus na viagemvídeo pornô mulher bola toda agoniada para pica entrando em sua b***** mas não consegue porque a b***** muito apertadavelinhos tentando meter com netinhas novinhas e n aguenta xvidiosele deu o c* do amigo ele gozou dentro com a rôla duraxvidiocontos eróticos de mulheres se vingando de rivalcontos shortinho da mamaeContos eróticos procurando aventura no clube de campocontos louco por cunhada rabuda casada "evangelica"xvideo ninazinha piquena olhando o pauContos Gay Iniciado pelos guri depois pelo