Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Sou estuprado todo mês e não posso fazer nada....parte 1

Um conto erótico de Tety
Categoria: Grupal
Data: 06/05/2013 10:57:05
Nota 10.00

Olá sou Tety, massoterapeuta há muitos anos e é claro com uma clientela muito fiel, acabei sendo confidente de todos e assim quando ouço suas historias e digo olha isso dá um conto eles me dizem, vai escreve só não fala meu nome tá e me diz que quero ler depois. Achei interessante quando li aqui tantos contos deliciosos, decidi vou partilhar tantas histórias que tenho, não posso deixar de contar isto, ou aquilo e tantos outros que comecei a conta-los aqui, vejam outros são bem interessantes.

Hoje conto a história de um cliente que atendo há mais de 3 anos, nos conhecemos por indicação de outro cliente e quando ele chegou fiquei admirada, pois tinha muitos hematomas e estava todo dolorido, havia sofrido um acidente de moto em um Rally que feito durante final de semana.

Este cliente é "Romeu", ele é militar com alta patente, um homem enorme de mais de 1.95 de altura, mais de 90 quilos, moreno, malhado e muito exigente e mandão, no começo até achei que ele e eu não combinaríamos, pois olhe o achei muito arrogante. Mas, com o decorrer da massagem essa imagem se desfez um pouco e com o tempo, me tornei sua confidente. Depois de mais ou menos 03 meses do primeiro atendimento, Romeu, apareceu novamente todo machucado, eu preocupada aconselhei a deixar de praticar este esporte, ele poderia até morrer se continuasse assim.

Para meu espanto, enquanto Romeu estava deitado de costas, pelado, em minha maca, ouço ele começar a chorar, choro este com direito a soluços e tudo. Eu indecisa não sabia o que fazer, apenas, deixei ele desabafar, trouxe um pouco de água e lenço de papel, após ele se acalmar um pouco, olho em seu rosto e digo - Querido, se precisar falar algo, que eu faça algo, é só pedir, acontece muito disto aqui e te prometo não sai daqui ( a menos que queiram, se exibir pelos meus contos claro!) Ele já mais, calmo, me olha nos olhos me agradece e me surpreende dizendo :

- Abra minha bunda e olhe como esta ... e dei umas piscadas e disse - Como ? - Ele repetiu e empinando a bunda para cima - Abre minha bunda Tety, veja o que fizeram com ela, amiga.

Eu fiquei um pouco sem saber o que fazer, mas, sabe estou ali e para falar a verdade aquele homem empinando a bunda num choro só, ah, não aguentei a curiosidade coloquei minhas luvas descartáveis e abri cuidadosa aquela bunda durinha e olhei .... e me espantei.... Romeu estava todo arregaçado, machucado mesmo, aquele cara tinha sido arrombado e olhe arrombaram ele mesmo com vontade e com violência.

Como sempre tenho algumas coisas de curativos em meu consultório, mais para uso próprio ou para pequenos curativos, juntei o que tinha, levei umas duas almofadas embaixo dele para a bunda ficar empinada e peço à ele para abrir a bunda enquanto faço um curativo ali. Bem nem preciso dizer que ele gemeu muito, chorou mais, reclamou que o cuzinho tinha sido arrombado, que estava doendo muito, que tinham rasgado ele, que o arrebentaram para sempre e que todo mês aquilo aconteceria assim uma pomadinha e pedi para ele ficar naquela posição por alguns minutos.

Ao terminar sentei em sua frente e olhando em seus olhos lhe falei - Romeu, meu amigo o que está acontecendo ? - ele abaixou a cabeça na maca e começou a contar sua historia de abuso e violência.

ele supervisiona pessoalmente todos seus homens não deixando passar a minima falha, ninguém ficava impune até...

Foi em um final de semana depois de um treinamento dificílimo, foi até seu dormitório e resolveu se alimentar, tomar bom banho e descansar e assim o fez... e sentiu que ia desmaiar... Ao abrir novamente os olhos, ouviu muitas vozes, sentiu seus pés e mãos amarrados e viu que estava deitado em uma espécie de mesa de madeira rustica em um lugar que não conhecia com os olhos vendados deitado de bruços e em posição de X com braços e pernas separadas. Ouvia muitas vozes, todas pareciam ser de homens, sentiu que estava com algo amarrado em sua cintura como um fio ou cinto fino e também em seu peito preso nas costas, tentou se soltar, se mexeu, puxou os braços e as pernas e nada, apenas risos e piadas a respeito de sua condição.

Pelo seu treino reparou que estava em uma situação terrível, amarrado, vendado, pelado, nada poderia vir de bom e tentou usar sua voz potente e suas ameaças para ver se revertia a situação mas, nada, nenhuma resposta, apenas, risos e ofensas.

Passado algum tempo, Romeu disse que ouviu vários passos chegando, e pensou - Caralho!!! mais gente, to fudido - tentava em vão reconhecer algumas vozes, ouvir algum nome e nada, apenas barulho de fogo devia ter alguma fogueira por ali e barulho de garrafas e cheiro de comida, era uma festa e a diversão provavelmente seria ele. De repente ouvi um silencio, números são ditados, e passos em direção a voz que cantava o número, 23 números, ao último número, aplausos e gritos, e então começo a perceber que a hora esta chegando. Gritou, esbravejou, ameaçou e fez juras de vinganças, nada, mais risos e aplausos, e assim soa uma corneta, e uma voz diz - A sessão está aberta, é a nossa vez, vamos lá ...não se acanhem...

Aflito tentei me mexer, mas, senti imediatamente, vários tapas serem dadas em minha bunda, tentei não gritar ou gemer alto, mas, a mão que me surrava tinha uma força constante e descia sem dó, em ritmadas palmadas e foram várias, acho que mais de 20 em cada lado da bunda e mesmo tentando não dar o braço a torcer, após acho que uma meia duzia em cada gritava feito louco, sinceramente achei que fosse mais durão. Nenhuma palavra, ninguém dizia o porque da surra apenas, batia e minha bunda ardia como brasa, surra terminada, aplausos somente como forma de respeito ao torturador.

Mal tinha me recuperado, senti mãos em minha bunda, tentei me mexer apertar, para não abri-la, mas, senti uma mão enfiando os dedos como rasgando caminho no meio da bunda já judiada, prometi a mim mesmo, não vou abri-la sou forte aguento e não vão enfiar nada na minha bunda.

Senti que era despejado algo liquido, e que assim a mão parecia escorrer, apertei mais, gritei alto, xinguei, então me amordaçaram e ainda levei vários tapas na cara. Outra mão também força para entrar, já não sinto tanta força, não quero ceder, mas, tá difícil, sinto que vários dedos entraram, ouço o riso, então a não entra e fica justa no meu rego e outros dedos estão escorrendo também, me desespero, levanto meu corpo para criar mais força e fechar o rego, mas, para meu desespero acabei levando muito e pegam meu pau, uma outra mão segura minhas bolas, apertam, gemo alto, tento baixar, mas,as mãos também são fortes, apertam mais forte e acabo levando mais e abrindo a bunda, aproveitam para separa-la, dói, grito, choro, agora estou exposto, o que acontecerá? por que isso está acontecendo ? onde estão meus homens ? onde estou ? e um grito abafado sai de minha boca... algum filho da puta resolveu enfiar de uma única vez três dedos grossos e longos de repente e de uma única vez, nunca senti dor maior, atingir meu corpo e meu orgulho.

Chorei e chorei muito, e percebi começa ai meu inferno. O filho da puta que tinha o dedo no meu cú, não se fez de piedoso, ele tirava e punha com força, girava, socava bem forte, me fazendo apertar a mordaça na boca e sentir minha bunda ser rasgada sem dó.

Tentei me soltar novamente não iria me render assim tão facilmente, mas, isso só fez meus sequestradores ficassem mais cruéis, ouvi o barulho de um cinto e logo após senti ele em minha pele, nas costas, na bunda, nas pernas, e assim apanhei, a cada cintada, ouvia passos mudando de posição como se escolhesse o lugar onde bateria. terminada a sessão já estava todo suado e tinha urinado na mesa, senti que jogavam alguns baldes de água fria e com isso senti meu corpo arder e acabei levando mais tapas na bunda e na cara.

Uma voz abafada, irreconhecível me manda pela primeira vez obedecer cegamente avisando que o pior estaria para vir, chorei novamente, sabia que estava perdido, fiquei morrendo de medo. Me mandaram levantar a bunda, tentei não obedecer, levei mais umas 10 cintadas na bunda. Empinei, mais liquido, sinto uma mão em cada cocha, e senti algo duro sendo empurrado para dentro da minha bunda, percebo que deve ser um pau, não era pequeno só a cabeça já separava bem minha bunda, aperto a bunda, mas, sou mandado a relaxar porque senão será pior, começo a chorar, aperto a boca e tento abrir meu cuzinho o máximo que posso e sinto a cabeçorra abrir caminho pelo meu cú, mesmo amordaçado gritei alto cheio de dor, o pau entra sem dó, sem paradas, sem cuidado, entra e já começa a socar minha bunda com tamanha força que ouço o barulho da estocada e todos aplaudem em sinal de respeito pelo comedor de cú, que me arrombou.

Os números são chamados, sei que nem comecei meu sofrimento, lembro que foram muitos os sorteados e para meu espanto, a voz assombrosa encosta em meu ouvido e diz - agora vc vai mamar, bater punhetas, dá o cuzinho, e depois vai oferecer o pauzinho pra ser ordenhado com força tá bom mocinha? - Eu tentei juro que tentei, mas, toda vez que reagia tudo ficava pior, levei cintadas, socos, tapas, puxões de cabelos, no saco, no pau e cada estocada na bunda que pensei que iria entrar dentro de mim e perder o pau lá dentro. Depois de algum tempo cedi, e resolvi empinar a bunda e aceitar ser comido, meu cú já estava arrombado mesmo, abri a boca e coloquei a língua para fora como pediram e recebi um pau, que me deu ânsia e por isso, levei mais tapas e puxões de cabelo, continuei chupando cada ora um, nem ousei morder algum deles, imaginei o que poderia acontecer e fiz o que tinha que fazer. Colocaram mais paus um em cada mão, bati punheta, chupei, e fui comido, por vários, muitas vezes, até que pararam, eu já nem me mexia mais de tão dolorido e humilhado.

Me viraram e deitaram me de costas nas mesas e voltaram a me amarrar, tentei ver algo, e nada, mal fui ajeitado na mesa, um saco foi colocado em minha cara para ser chupado, chupei, mais duas punhetas uma em cada mão bati, segurava bem forte para gozarem logo, minhas pernas foram levantadas, meu cú foi lavado, e novamente outro roludo, me comeu, pelo que pude perceber somente os mais pauzudos, queriam me arregaçar de verdade e faziam com vontade. Depois de muito tempo, nem sei quanto, meu cú estava todo fudido, arregaçado, tinha a cara a mão e o corpo todo cheio de porra, me lavaram novamente com alguns baldes de água fria, então me colocaram de 4 e uma mão enorme e forte a mesma da surra na bunda, começou a me ordenhar com muita força, quase que arrancando meu pau nos puxões, minhas bolas foram apertadas de tal forma que nem sei como não desmaiei, então senti algo sendo colocado em minha boca e a fecharam tampando o nariz, senti as dores e os homens que me seguravam de 4 baterem palmas e uma dor enorme com a ordenha então tudo sumiu. Acordei em meu dormitório todo machucado levantei com dificuldade e tentei pegar o telefone para chamar ajuda, então percebi várias fotos minhas e fiquei imóvel.

Na cabeceira da cama tinham várias fotos, nelas estava pelado pernas e braços abertos e vários homens encapuçados e sem calça com enormes paus em riste. tinha foto minha chupando pau, sendo comido por um pau negro enorme, batendo punheta, empinando a bunda, com dedos na bunda, e o pior tinha uma saia muito pequena vermelha e com babadinho fazendo conjunto com um sutiã destes tomara que caia, não estava gritando, nem debatendo em nenhuma foto, apenas com essa roupinha indecente, com venda, e um monte de pau me devorando, quem as visse jamais acharia que estava sofrendo eu não arriscaria minha carreira, não seria exposto, fiquei com meu orgulho, me ajeitei o máximo que pude e fui me tratar em casa sozinho, e nunca contei nem falei nada disto a ninguém. então recebi uma foto sendo enrabado e olhei atrás dela e li .

_ Foi um prazer senhor... nos veremos em breve, senão cópias destas fotinhas iram para sua ficha e para a internet, daqui um mês nos veremos.... tome este remedinho no dia e hora marcados e o resto nos cuidamos ... E assim tem sido, tomo o sonífero que mandam e quando acordo, começo a dar prazer, aprendi que se fizer certinho apanho menos, e eles ficam satisfeitos eu fico menos tempo na mão deles, então obedeço direitinho... Assim uma vez no mês, acordo em algum lugar e sou estuprado por estranhos, mas, o que posso fazer ?

Eu fiquei admirada, ouvi a historia, tratei da bunda dele e disse que na próxima semana ele me contaria tudooooo do próximo encontro dele com os safados estupradores. Coitado né ?

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/04/2014 16:38:02
Nem sei o que comentar desse conto!?
06/05/2013 21:05:22
Coitado é pouco,aff eu denunciava tudo,nao importa internet nem nada eu chamaria a corregedoria
06/05/2013 16:45:02
Amei seu relato.. nota 10. Leia minha aventura "Acontece" e deixe seu comentário e nota. Meu email
06/05/2013 13:32:13
Muito legál.
06/05/2013 13:03:41
Sadomazoquismo puro! muito bom
06/05/2013 12:08:17
nossa




Online porn video at mobile phone


sinto latejacoes embaixo do sacoeu nunca eu tinha fundido a buceta mestruada da minha esposa a noite ela tava na cama comigo ela tava de calcinha eu disse pra ela eu quero fuder sua buceta ela disse pra mim que ela tava mestruada eu disse pra ela eu quero fuder sua buceta mestruada conto eróticoxvideos brechei ela no varaconto erotico corrompendome excito.no onibusxoxotas gostosas morenas atirar espermavideo porno chamei meu genro para mim ajudar e dei para elepprno doido no escurunho debaixo do lençolmulher pelada e homem pelado homem botando sua Peixada da bunda da mulhercontos eróticos encoxando a crentenegao gozo dentro dsbuceta davizinhaConto erotico.no cuzinho da caderantevideos fazendo uma chupetinha debaixo da mesa do barnegão bem dotado chupando e arrombando o c* da novinha louca de lança na casa abandonadaver contos eróticos de vendi meu cabacinho para um cacetudoDescabacei a buceta da minha prima no hotel conto erotico de primo e prima cabaço no hotelpersonal dotado botando a loira pra chupar na academia ela ver o volume do shorte e da vontade de mamar o piruzaocontosporn nao consegui ela com outrotarado convenceu so passar o pau no grelinho virgen da filhinha e enpurrou tudocasasdoscontos 49/54casa dos contos eroticos o padrasto so quis as pregasmama no caralho quando conduzo video pornonora safadas descobri que sogro tem a pica enormemulher engata com cachorro grande e nao consege desengata pornovelhofudendocomsobrinhacontei pro meu marido que ele não dava no couro por isso que é corno contos eroticossexo desleal com meninas na xotapornodoido meu pai me consola depois deu chorarcontossou safado como minha maepai dei abucetaieu tenho 30 anos de idade minha noiva linda e gostosa ela tem 22 anos de idade ela casou virgem da sua buceta e virgem do seu cu comigo na nossa noite de núpcias eu e ela dentro do quarto eu tirei seu vestido de noiva eu dei um beijo na boca dela ela deitou na cama eu chupei seu peito eu disse pra ela sua buceta virgem raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta virgem ela gozo na minha boca ela chupou meu pau eu fui metendo meu pau bem devagar na sua buceta virgem que sangro eu comecei a fuder sua buceta eu disse pra ela sua buceta e muito gostosa de fuder ela disse pra mim seu pau e muito gostoso fundendo minha buceta eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim goza dentro da minha buceta eu fundendo sua buceta eu gozei dentro da buceta dela ela disse pra mim agora fode meu cu virgem conto eróticoVidios porno mae dilinho cuConto minha vizinha me falou que o marido não endurece maiscasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetasexooralcuiabamulher tapa os olhos do marido e entrega para o empregado fuder video pornoConto erotico a madame dona da lojaPornos traição consendida 2018xvideos. com as gostsona no rnhttp://comendo a conhada virgemGay afeminado virou mulher na mao do coroa negro contos eroticos os melhoresvideo de mulher 34anos nuA lavano a bucetade Emoções d********* pornô gay pelado com o c* arreganhadomeu cachorro lambe minha caucinha nas minnha coxascoroa.gemendo na pica de.com30centimetroprica cavalabaixa xvideo coroa venhia nao gueto pica dsor bucetilhas lindas gizandoxvidio mulhe casada. dexa marido dentro priquito brasileroDorinha morena branquinha e as ruivaxvidiocasada se fudeu na camatitia lambuzou no meu pau de bostacontosvideo pornor espetacular com mulheres ki sao loucas por homem de pica gigantexvideos.mulher.perna omitamenina engatada em cao raça pequena contoxxx foda da irima imauFui encoxada e iniciada por um roludo contos eroticos dominada na frente do meuestrupei minha irma na cama do nossos paisvídeo de Kid Bengala transando com mulher brigona XVídeoscontos eroticos rabuda enganadafavelenta xvideocontos eroticos alvinho e o padrehistoria de mulheres casadas que fazem dupla penetraçao e foram descobertascontos erotico surubacontosporn nao consegui ela com outrocontoeroticobucetaocintilografia da Simone transando com seu maridoqiero pegar no pau duro e grosso dele e ouvir ele gemar de tesaodepilacao vencida contossexo mulheres 80klsgostoza dando cu de 4 flagrei brechando e nao gosteicache:O6GiaR9Gb0sJ:zdorovsreda.ru/texto/20180120 analcagandosogracontos eróticos de esposa meu amigo na garupa da moto delacontos crente casada quis experimentar no cu e se arrependeubundinha redondinha do viadinho.contos eroticosvideos porno e sensuais de mãe de Santos que dizem que as pomba giras gostosas mais gostosasreal comendo buceta da roberta gordaver fotos de bucetad virgem e ler contos de norvinha perdendo o cabaçoQuero da minha buceta para o AdilsonCesinha virgem transando pela primeira vez com filho do vizinhotia submisa dan a busetaquando ajudei minha mae a manter a forma 2 conto eroticopedreiro comendo a filha da patroa e a patroa f****** com pedreiro e o Pedro comendo a filha e a mãex10videopornovídeo de fodas cumendo a sobriga gostosaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindo de brucocontos eroticos de caminhoneiros fudendo homens em posto de combustiveisCavalo pistoludo cabessudo sexofoto de minina da bucetonamenino gossando dentrocontoeroticosfudeno