Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Padre Oliveira treinava as Freirinhas no Convento (Conto com fotos e vídeo)

Categoria: Grupal
Data: 03/05/2013 13:26:46
Última revisão: 15/05/2013 19:18:57
Nota 9.85

Meu nome é Padre Oliveira. Há algum tempo atrás fui designado pela cúria para ser o padre administrador num certo convento situado numa ilha, onde ficavam reclusos 32 padres. As notícias de que havia intensa atividade homosexual no

convento assustaram o Bispo que me pediu reservas, mas que tomasse todas as medidas necessárias para que a paz voltasse ao convento neste âmbito específico.

Talvez eu não tenha compreendido bem as ordens, mas no meu entendimento, os padres passaram a se comer uns aos outros por absoluta falta de vaginas para se aliviarem de tempos em tempos. O voto de castidade só funciona bem para padres de idade avançada ou que tenham algum problema de ereção, pois homem que é homem tem tesão e vai acabar comendo alguém ou alguma coisa.

.

Conversando com uma amiga Madre Superiora de um convento em terra firme ela também me disse estar passando por problema similar com cerca de 10 das suas noviças e freirinhas, que passaram a ter comportamento lésbico por falta de um pênis que as preenchesse. Uma mão acabou lavando a outra e para não despertar interesse na cúria, combinamos que ela me enviaria 2 noviças a serem substituídas a cada 6 meses, para servirem de assessoras para assuntos aleatórios no convento, tais como fazer a comida, arrumar os quartos, varrer os aposentos, cuidar da plantação, e... dar para os padres de maneira organizada.

.

Para que as noviças não executassem seu serviço de maneira espúria, eu me dispus a ensiná-las na arte da fudelança eclesiástica, posto que já era versado nisso desde antes de entrar para a Igreja, que aliás foi o castigo que ganhei do meu pai por comer tudo quanto era rabo de saia que me passava pela frente na pequena cidade italiana em que nós morávamos.

.

Pra começar, a Madre Superiora escolheu duas noviças recentemente confirmadas freiras, portanto ‘freirinhas’. Eram respectivamente Madre Denise e Madre Marion. Haviam chegado à ilha na noite anterior após uma turbulenta viagem de barco num mar revolto e vento forte, que quase levou a embarcação a sossobrar, mas Deus pai é grande e elas tinham uma função a cumprir para a igreja, e isto provavelmente contou para que o barco chegasse a salvo.

.

Dei-lhes as boas vindas e ordenei que se enclausurassem em seus aposentos até o dia seguinte para que estivessem bem dispostas para os ensinamentos curriculares que eu lhes iria ministrar. Elas se entreolharam e deram um risinho apertado, prosseguindo a passos miúdos para o quarto de clausura. Pelos seus hábitos negros e soltos não se podia ter ideia do corpo de cada uma, mas as carinhas eram muito bonitinhas, o que prenunciava grande entretenimento para mim no dia seguinte.

.

A notícia rápidamente se espalhou entre os 32 padres do convento que correram a sentar-se às mesas próximas às freirinhas durante o café da manhã, mas as ex-noviças não lhes davam trela nas aproximações furtivas e ocasionais de

alguns padres jovens e mais afoitos. Elas tinha ordens específicas de antes de mais nada, observarem primeiro as instruções que o Padre Oliveira lhes iria passar. Quem observasse por baixo das mesas compridas onde os padres se

sentavam, fatalmente notaria que vários deles estavam com a mão em seus pênis, massageando seus falos com a magnífica vista das carnes jovens tão perto. A um certo momento, temi que os padres não me dessem o sossego

necessário para performar minhas obrigações de ministrar os ensinamentos a Madre Denise e Madre Marion.

.

Após o café da manhã, conduzi ambas para o calabouço do antigo castelo sobre o qual o convento havia sido construído, e ali sob luz parca esperei que as jovens se sentissem mais a vontade. Enunciei-lhes então os problemas de viadice entre os jovens padres e as minhas instruções de ensinar-lhes a arte do bem atender aos homens. Elas então perguntaram se isso não ia contra os preceitos da igreja, principalmente ao da castidade, e eu lhes acalmei dizendo que neste caso especial eram ordens superiores da cúria para que elas assim agissem. Era como oferecer banana para macaco. Ambas sorriram de alegria.

.

- Como começamos então, Padre..? disse Madre Denise

- Sente-se aqui ao meu lado. Vou tirar meu falo pra fora das vestes e você vai pegar nele e lentamente punhetá-lo

- E o que vem a ser isso ?

- Segure nele e faça movimentos para cima e para baixo

- Assim... ?

- Iiiiissso mesmo.. Mais devagar e ritmado... Iiiisso.. Assim tá ótimo.

.

A punheta estava deliciosa pois a mão de Madre Denise parecia um veludo, mas eu não queria gozar tão cedo.

.

- Madre Marion.. Agora é a sua vez. Ajoelhe-se ao meu lado e coloque a boca sobre o chapéu do meu falo... Iiissso.. Agora sorva-o.. Assiiiiimmm

Continue chupando... Madre Denise, por favor me acaricie as bolas..

Uhhhh que delicia...

- Ai Padre... Que bolas quentes e peludas...

- Pois é Madre Denise.. É neste saco onde as bolas estão que se concentra a seiva que Deus deu aos homens para que o ser humano procriasse.

- Porra ?

- É isso mesmo... Como sabe o nome ?

- Madre Denise me contou que já chupou um pau de um homem num beco escuro numa noite e que ele gozou porra na cara dela... (Ambas riram).

- E que mais você fez com este homem Madre Denise ?

- Ihhhh.. não era pra você ter contado né Marion... Mas agora que contou.. Bom.. o homem tinha me seguido desde a cidade onde fui fazer compras pro convento no final da tarde. Ao chegar próximo do convento naquela cidadezinha, ele me abordou e disse que precisava dos meus serviços um momento. Pensei que ele queria se confessar e o segui até o beco atrás da igreja. Só então vi que ele tinha posto o pau pra fora e me obrigou a chupar. No início resisti, mas depois comecei a gostar e chupei ele até ele gozar na minha cara. Cheguei em casa com a cara parecendo uma vela de tanta

porra que ele jorrou no meu rosto. A madre superiora então me deu um esporro em regra e disse que eu seria uma das noviças a serem despachadas para este convento aqui. E aqui to euSenti então que já tinha em minhas mãos pelo menos uma boa putinha.

- Vamos ver agora como chupa Madre Marion...

Então Madre Denise deixou Madre Marion açambarcar minha grossa rola entre seus lábios. Ela já estava sedenta por experimentar, pois essa sim era virgem até de beijo, quanto mais de pau na boca. E logo pegou o jeito.. Mamava como

uma bezerrinha.. Quase gozei de novo naquelas boquinhas de ouro, principalmente porque elas começaram a alternar suas boquinhas na minha vara, enquanto a outra me massageava o saco. De novo tive que me conter e ordenei que Madre Denise se sentasse numa poltrona, pois lhe disse que vários padres talvez gostassem de lhes passar um minete.

.

- E o que é isso Padre ?

- É a colocação da língua do homem na vagina da mulher

- E isso é bom ?

- Ambas vão experimentar, mas só não gozem na minha boca pois eu sou um Homem de Deus e não posso me dar a estas libertinagens. Lembrem-se de que estou executando este trabalho apenas a pedido da cúria.

.

A bucetinha de Madre Denise era super quente e já estava bem babada com os ensinamentos anteriores. Lambi-lhe fundo a racha e chupei-lhe o grelo até ela quase gozar. Então troquei de vítima, e fiz a mesma coisa com Marion. Notei então os traços lésbicos sobre o qual a madre superiora me havia avisado. As noviças começaram a se beijar de tanto tesão que estavam tendo com minhas lambidas nas xanas delas.

.

- Se estão gostando tanto de se beijar.. vamos ver como se comportam chupando uma a boceta da outra...

- Pode ?

- Claro.. Adiante...

.

Enquanto Marion chupava a xota de Denise, eu tacava pica na boquinha de veludo desta última.. De novo tive que me segurar.

.

- Padre ! Teremos que nos manter virgem e só chupar os padres ?

- Negativo.. Agora vamos aprender a dar a bocetinha.

.

Marion foi a primeira a levar vara na racha.

- Ajoelhe-se aqui Denise e quando eu tirar a vara da racha da sua amiga quero que você chupe e cuspa no meu pau para eu re-enterrar nela.

- E é só nessa posição de barriga pra cima que podemos meter ?

- Negativo.. Madre Denise... Fique de 4 pois vai levar como uma cachorra

- Uhhhhhh que bom assim e quero um beijinho seu também Marion..

.

A visão da bunda de Denise era magnífica.. Será que ela obstacularia por uma metida naquele jovem e ainda não utilizado cu ? Então larguei:

.

- Madres... nem todo padre fode buceta, pois alguns estão tão acostumados em comer o cu dos colegas, que hoje em dia só sentem prazer se puderem enterrar um falo no orifício traseiro de uma freirinha como vocês.. Por isso vou também ministrar a vocês a técnica de levar no cu com boa vontade e sem sentir dor...

.

Madre Denise foi a primeira... Cuspi na chapeleta do meu pau, encostei na olhota da freira e tirei e botei varias vezes para lacear o ânus dela. De repente sem avisar, cravei-lhe a estaca. Ela deu um gritinho e tentou me segurar mas eu estava por cima e ela quase de frango, e quando viu eu já estava enterrado naquele cu até as bolas...

.

Alternei a enrabada nas duas ex-noviças até que senti que a temperatura no meu saco estava próxima da do vulcão Vesúvio no dia da erupção de Pompeia. Então ouvi uma súplica de Marion:

- Padre Oliveira.. Me mete mais uma vez na buceta para eu gozar ?

.

Pedido feito, pedido satisfeito. Eu a coloquei de barriga pra cima com as duas pernas juntas pra cima. Dali dava pra ver bem o salmão que estava super melecado de gozo dela. Meti-lhe pica tão fortemente que ela gozou em segundos. Então tirei minha vara das carnes da freira e gozei na cara da outra dizendo:

.

- Aprendam também a levar porra na cara, na boquinha e no cu pois os padres aqui apreciam muito isso. Agora podem ir e estejam atentas ao meu aviso pois os 32 padres terão que ser aliviados pelas senhoras pelo menos uma vez por semana.

- Sim Padre Oliveira. Atenderemos até 5 padres por dia se o senhor quiser...

.

O Santo Padre agradece...

.

Abraço do sacana do

Padre Oliveira (Fantasy Island)

E-Mail: [email protected]

.

PS: Quem quiser este conto com as fotos e o vídeo,

--- deixe o email nos comentários, junto com a

--- nota que deu, ou me mande o pedido do conto

--- (mas não deixe de mencionar o nome do conto)

--- para o meu email: [email protected]

.

.

PS2: Quem quiser ler os outros contos que escrevemos copiae cola no navegador o link abaixo:http://zdorovsreda.ru/perfil/

Comentários

25/11/2016 12:56:47
[email protected] Aguardo o envio
25/11/2016 12:54:43
Eu quero receber
02/09/2016 13:32:52
adorei, quero ver as fotos e videos - [email protected]
02/09/2016 13:32:28
adorei, quero ver as fotos e videos - [email protected]
18/09/2015 17:32:13
excelente delicioso nota 10 - [email protected]
09/05/2015 21:10:27
Adoraria receber as fotos e videos deste [email protected]
02/02/2015 19:07:16
te dei nota 10, envie as fotos e os vídeos para [email protected]
02/02/2015 19:05:19
muito bom, quero os vídeos e as fotos
02/01/2015 15:58:58
pqp foi ótimo o conto deveria ter continuação nota 11. mandar foto para: [email protected] valeu .
09/03/2014 01:53:17
manda pra mim,[email protected]
16/09/2013 16:25:35
Adorei o conto!manda o video e as fotos para [email protected]
20/06/2013 13:22:29
16/06/2013 02:24:37
Ja mandei Krisa. Confirme se recebeu por favor. - Nosso email: [email protected]
17/05/2013 14:31:41
Olha adorei seu conto e gostaria de receber contos com vídeo no meu e-mail [email protected] obrigado
08/05/2013 13:09:19
Já enviei o conto com vídeo para todo mundo daqui pra baixo. Quem não recebeu avise ou me mande um email para: [email protected]
06/05/2013 03:30:32
interessante. manda pra mim.
06/05/2013 03:29:19
interessante. manda para [email protected]
05/05/2013 17:10:42
E a Freirinha Safadinha não participou dessa obra de caridade? Aquele santo cuzinho merecia 32 caralhos.10.
04/05/2013 12:45:31
Olá Paumada. Obrigado pelo seu comentario, mas voce não deixou seu email para eu te enviar o conto com fotos e vídeo. Se quiser, me informe teu email ou me mande um direto para o meu pedindo este conto (mencione o nome deste conto pois temos vários) para : [email protected]
03/05/2013 20:41:45
MUITO INTERESSANTE, ESPERO QUE CONTINUE
03/05/2013 19:45:22
Adorei o conto. Aliás, eu já adoro conto com padre e freira, e esse aqui tá um tesão. Queria eu ser uma das freirinhas... Parabéns Oliveira. Nota 10. Me manda o conto com video e fotos para o meu email ? Beijoka Carla Zéfira - Email: [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


tirei sangue do c* da noiadaContoeroticonovinhosafadocontoerotico namorada e mae putas do tio jorgexvideo pai italiano comendo o cuzinho da sua filhinha italianinha escondidominha sogra cornia meu sogro xvideovelhas loucas do hospício dando o cu gostosoporno filho Engravidar mae dormidoContos er com fotoeu virei mariquinha de negão xvideos gaycontos sou punheteira desconhecidaencostando de pe na parede e comendo o cuse disfarcou de abajour xvideos.comvídeo caseiro de sexo com a namoradinha pedindo para namorado com meu com filho dela devagarzinho ela muito escandalosaxvideo comendo a escrava fujona no troncoas duas bundinha para o macho contochilli xvídiopesquizar pai e filha brncando nas ferias-pornodoidoconto gay o Doce nas suas veias capítulo 2fotos de homen capica dentro da busetada menina piquenacontos eróticos minha esposa virou Alfaiate emmulher.fudendo.com.pombagira.leskka chama amigo para tomar banho juntoo tarado do negao quis enfiar no meu olho enrugadoconto erótico grávida fogosaContos eróticos procurando aventura no clube de campoporno meti na minha irma com forca e fiz ela pular e gemerminha mulher me arrombou com um pau de borrachapau grande e grosso porno so com novinhas sendo cruelmente aregacadaesposa vadia de shortinho curtinho batendo punheta p outro ba frente do cornocontos eróticos gay o tratador de cavalopadastro de 35cm de pica no cu da intiadaasxxxxxcommae com tesao se masturba aoamamentar filho contos provoquei meu filho vestindo um fil dental video pornoraffa_ka maromba safadotravesti trancou a buceta mulher do corno com seu pinto enormever fitis de mulheres dando a buceta encostadas na mesa. de vestido curtoconto de sexominha tranza com o aluno do meu maridovideo de colegial sedo encoxada por baixo da saia com penis pra fora entremeio as pernas e varginacoroasnlobanhosporno com coroa nafajinacontos eroticos de irmas gemiascontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgevideo com historia amãe seduzindo afilha novingaesposa novinha timida gostosa e o sogro roludo contos eroticosos melhores. comtos de sexo de paes com filhasencoxou a mae na camapenis estrondoso de grande comendo cu xvideoassistir filmes pornô super excitastes contos eróticos de zoofilia da autora ketmarina da autora ketmarinameninas de beydoll nuaxvidios buctas de movihasvovo da buceta cabe prazoContos Eróticos De. Comi Minha Vizinha Do Ladocasada semastorba na camapornodoido filiinho da mamãe contos boquete pagamentoxvideos velho pegando novinha sem nigeui sabero homem pegando a mulher traindo ele em casa lavando secando a madeira no rabinho delaxvidos pono pai penga fila dominhocontos eróticos meninas de 22 anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinhos vermelhosvideos com meninas desflorando sua vuceta pela primeira vezwww.tirei o cabaço da irmã caçula na casa da vovó.commoa confogo para dar abuetaContos minha esposa negra bundudona no forro eu corno contoconto comi a tia coroa peidorreiraSou tarado por beijar pezinhos com rasteirinhasencanador conto gayvadia chupadora de buceta contoscú do neltinho arrombado