Casa dos Contos Eróticos


MEU FILHO E MEU ENTEADO SÃO MEUS MACHOS!

Um conto erótico de Giselle
Categoria: Grupal
Data: 21/05/2013 21:59:06
Última revisão: 19/01/2016 18:56:18
Nota 9.70

Giselle é o nome que adotei aos 37 anos para poder relatar meus segredos sexuais e também me corresponder com amigas e amigos que viveram experiências proibidas e cheias de tesão como estou vivendo até hoje.

Depois de ler muitos contos sobre incesto decidi que era hora de também contar minhas aventuras repletas de safadezas deliciosas que as pessoas tidas como “normais” nos rotulariam como pervertidas.

Só que penso que nada nesse mundo supera o prazer de um orgasmo intenso e isso só as pessoas com a mente aberta conseguem.

Desde a adolescência notei que meu corpo já sentia uns arrepios que não eram de frio e sim de muito tesão que se manifestava com uma intensidade incontrolável.

No colégio onde estudava desde adolescente já tinha beijado e deixado me acariciar por muitos garotos e nem sei como consegui chegar ainda virgem aos 17 anos. A única coisa que me fazia ter um pouquinho de juízo era o medo de uma gravidez indesejada.

Se no colégio os rapazes eram tímidos e um pouco medrosos, tio Roberto, um solteirão convicto e com muita experiência em sacanagem já percebera que sua sobrinha de 17 anos estava quase pronta pra satisfazer um homem tarado e isso aconteceu de uma maneira quase natural.

A casa do meu tio Roberto ficava distante da minha 4 quadras e um pouco antes do verão ele construiu uma piscina enorme nos fundos e assim que ficou pronta passou a convidar os amigos para os churrascos de fim de semana.

Minha mãe era viúva e trabalhava bastante em uma grande loja de materiais de construção e quase nem parava em casa e eu vivia solta pelo bairro sem ninguém pra me controlar e foi então que Tio Roberto um dia quando me encontrou voltando do colégio pela rua parou para conversar comigo e me convidou pra ir até sua casa passar à tarde.

Toda interessada nas guloseimas que sempre havia na geladeira de sua casa rapidinho o acompanhei e depois de me deliciar com vários bombons meu tio me apareceu na cozinha de sunga dizendo que ia dar uns mergulhos na piscina e me convidou pra nadar junto com ele.

Ele ficou de pé bem na minha frente e notei em segundos que o volume na frente daquela sunga era bem grande e como já tinha visto vários rapazes em trajes de banho com certeza o que estava preso dentro daquela peça era enorme e fiquei toda curiosa e a conversa ficou cheia de safadeza:

-tio...do jeito que ta calor ia adorar entrar na piscina junto com vc...mas nem trouxe biquíni...e essa piscina é funda...nem sei nadar direito!

-isso não é problema Giselle...o tio não vai deixar vc se afogar...prometo que cuido de vc querida...e só tem a gente aqui...vc pode ficar de calcinha e soutien...ninguém vai ver mesmo!

-tio...acho que não vai dar...eu to sem soutien...parei de usar...meus seios estão bem crescidos e ficam me apertando...já pedi pra minha mãe comprar maiores...! Hihi!

-Giselle querida...tenho certeza que de qualquer jeito que vc entrar na piscina vai ficar super linda...deixa de onda...ninguém ta vendo...vem!

O volume na sunga do tio já tinha aumentado de tamanho e toda safada levantei da cadeira e sorrindo disse:

-ta bom...eu vou...mas...eu tenho um pouco de vergonha do tio...vamos fazer assim...o Sr. fica de costas...eu tiro minha roupa...e fico na parte rasa da piscina e depois o Sr. entra na água!

Rapidamente meu tio se virou e em segundos fiquei apenas com minha calcinha branca e pulei na água. Os pelinhos negros da minha bucetinha virgem se mostraram no ato quando a calcinha transparente molhou.

Ele fez o mesmo em seguida e logo estávamos com as brincadeirinhas de jogar água no outro e foi então que tio Roberto todo safado me agarrou dizendo que ia me levar pra parte funda pra me “ensinar” a nadar direitinho.

Dei uns gritinhos fingindo estar com medo, mas logo senti as mãos fortes do safado segurando meu corpo e quando dei por conta o safado já tinha uma mão dentro da calcinha e seus dedos ágeis bolinavam meu grelinho saltado me deixando completamente excitada.

Não teve como esconder o tesão e tarada dei um gemido incontido dizendo:

-nossa...tio...o que o Sr. ta fazendo...pegando na minha xoxotinha...ahh...nossa...ai...que delicia...tiooo!

Tio Roberto todo tarado arrancou minha calcinha, me levou até a borda da piscina e me colocando sentada enfiou a cara entre minhas coxas e começou a lamber minha xoxotinha virgem! Bastaram algumas lambidas e sugadas no meu grelinho para me fazer gemer sem pudor gozando copiosamente na boca do safado.

A boca com a língua esperta do meu tio taradão me fizeram ter vários orgasmos e em seguida foi minha vez de mamar naquele cacetão cabeçudo. Tio Roberto era um macho que sabia como dominar uma putinha taradíssima como demonstrei ser e o safado metia fundo na minha garganta. No começo me engasguei com aquela cabeçona, mas rapidamente passei a chupar do jeito que ele gostava e então recebi a primeira ejaculada de porra na minha boquinha sedenta. Gozei sentindo aquele leitinho quente e caudaloso descendo pela minha garganta.

Tudo aconteceu numa seqüência louca que nem dava tempo pra pensar em nada a não ser no prazer e quando tio Roberto depois de alguns minutos me colocou de 4 em uma cadeira na beira da piscina e começou a pincelar aquele cacetão duro na minha xoxotinha virgem eu sabia que não havia mais como escapar e toda safada e cheia de tesão olhei pra trás sussurrando:

-ahhh...tio...o que o Sr. vai fazer comigo...vai tirar meu cabaço? To com medo...eu...só brinquei com os rapazes do colégio...juro!

Tio Roberto todo taradão deu um sorriso meio sádico e encaixando o cacetão na minha rachinha virgem disse:

-deixa de frescura sua putinha safada...vc ainda é cabaço por que esses moleques são frouxos...vou te comer inteirinha sua vadia...e vc vai dar gostoso pro tio...quero esse rabo rebolando na minha vara...sua cadelinha de rua...ahhh...vou adorar arrombar essa bucetinha virgem!

Em segundos aquilo tudo estava todinho dentro da minha xoxotinha que era arrombada pelo meu tio taradão.

Foi incrível perceber que quase nem senti dor...só medo é que me fez dar uma travada...mas quando senti o calor e a potencia daquele cacetão começando a me foder meu corpo se entregou ao prazer e comecei a rebolar como meu instinto de putinha mandava.

Tio Roberto me segurava firme pelos quadris e metia com um garanhão dizendo:

-ahhh...que buceta quente tem a putinha...gostosa...vou-te foder a tarde inteira sua vadia...rebola na minha vara sua cadela...ahhh...isso...dá gostoso pro tio vagabunda safada...ahhh...isso...ahhh...hummm!

Sentir meu tio cacetudo engatado atrás de mim era muito gostoso e tomada pelo tesão dizia:

-ahhh...tio...que delicia...nossa...muitoooo bommm...num para...ahhh...que gostoso...continua...assim...com força...ahhh...ahhhhh!

Gozei tão intensamente que meu corpo tremia sem controle e tio Roberto todo tarado aplicava uns tapas na minha bunda grande.

Ele então percebendo minha entrega total tirou o cacetão todo melecado do meu gozo misturado com sangue do meu cabaço e quando me dei conta meu cuzinho virgem estava sendo penetrado. Dessa vez gritei de dor mas ele não tava nem ai e foi socando tudo no meu rabo até o talo. Senti meu cuzinho totalmente arrombado por aquele cacetão cabeçudo e quanto choramingando tentei reclamar ele me deu dois tapões bem fortes na bunda e todo macho falou:

-cala a boca sua cadelinha de rua...puta tem que aguentar a vara de macho na buceta e no cu...sua safada...comigo tem que dar gostoso...se continuar a reclamar vai apanhar de verdade...rebola esse rabo vagabunda...quero te comer toda...sua cadela...ahhh...rebola vadiaaaaaa!

Tio Roberto me segurava firme pelas ancas e logo senti seu corpo forte batendo no meu. Eu era enrabada sem dó e pra aprender a dar do jeito que ele queria o tarado enchia minha bunda de tapas. A loucura foi perceber que não demorou muito tempo pra que passasse a rebolar como louca espetada naquele cacetão e quando o gozo chegou pelo cu foi de uma intensidade incrível.

Ao sentir o calor da porra fervente que tio Roberto jorrando dentro do meu cuzinho arrombado quase me fez desfalecer.

Eu gritava de prazer sentindo algo que não achei que pudesse existir. Um gozo copioso escorria pelas minhas coxas.

Tio Roberto ficou engatado com um cachorro na cadela até seu cacetão amolecer e escapar de dentro de mim e então disse sorrindo:

-Giselle...tinha certeza que vc era uma puta que merecia levar vara...até achei que nem era mais cabaço...que já tava dando faz tempo...mas vc é muito melhor do que imaginei...vou querer-te foder sempre minha sobrinha...vou ta te esperando...quando quiser voltar! E trata de ficar de bico fechado sobre o que aconteceu aqui...sua putinha safada!

Toda safada me levantei da cadeira e fui tomar banho e quando me olhei no espelho minha bunda tava toda vermelha dos tapas que levei. Quando lavei minha xoxotinha descabaçada vi que não saia mais sangue porem quando lavei meu cuzinho arrombado estava parecendo uma flor completamente inchado e ardendo muito. Aguentar aquele cacetão cabeçudo não tinha sido uma tarefa fácil mas sorri toda satisfeita.

Eu sabia que tudo aquilo que havia acontecido ali era apenas o inicio de uma vida sexual cheia de prazeres inesgotáveis.

Quando uma garota cheia de tesão e completamente tarada começa a dar é difícil ficar sem macho e comigo não foi diferente.

No outro dia após perder o cabacinho de todos meus buraquinhos consegui ficar quietinha em casa mas dois dias depois estava tocando a campainha da casa do meu tio taradão prontinha pra levar vara grossa e cabeçuda novamente.

Tio Roberto sabia que tinha uma sobrinha completamente safada e passou a me tratar como uma puta profissional e também pra não ter surpresas desagradáveis me fez tomar anticoncepcionais regularmente.

Durante mais de 2 meses fiz tio Roberto me comer de todo quanto foi jeito...eu não conseguia ficar muito tempo sem sentir um comichão incontrolável no meio da pernas e queria uma vara grossa pra dar uma acalmada. Hihi.

Apesar de tio Roberto não deixar de atender as necessidades sexuais de sua sobrinha putinha a curiosidade rapidamente me fez dar lado para alguns rapazes bonitos que vinham conversar comigo querendo algo mais.

Se havia uma coisa que eu não fazia era deixar um rapaz todo cheio de tesão sem gozar e se antes de perder o cabaço já batia punheta pra eles depois de arrombada virava de costas empinando meu rabo enorme e pedia pra socarem sem dó.

Se o pobre rapaz tivesse um pinto pequeno que era uma coisa que minha xoxotinha e meu cuzinho não gostavam muito eu me ajoelhava e mamava gostoso fazendo os taradinhos encherem minha boca sedenta de porra quentinha.

Minha vida sofreu uma mudança radical quando em um churrasco na casa do meu tio conheci Wagner um amigo dele.

Wagner tinha 30 anos e ficou todo encantado comigo a me ver com um short bem justo todo enfiado no rego da minha bunda empinada.

Tio Roberto quando notou o interesse do amigo em cima de sua sobrinha ninfeta me chamou até a cozinha e então todo serio disse que eu devia ser “boazinha” para o tal de Wagner porque alem de ser um sujeito com bastante grana era solteiro e se soubesse levar o safado na conversa com certeza ia me dar bem. Achei estranho meu tio dizer aquilo pra mim e então ele foi bem direto dizendo que devia aproveitar minha juventude pra tentar ganhar uma boa grana porque vida de puta pobre não era muito boa.

Aquele sermão rápido do meu tio taradão me abriu os olhos e quando o amigo dele me chamou pra dar um “passeio” depois do churrasco prontamente aceitei e quando me levou ao motel na primeira vez fiz o que mais sabia fazer.

Mostrei que era uma putinha jovem com muito tesão e que sabia como agradar e dar prazer a um macho.

No começo Wagner todo entusiasmado me encheu de “presentinhos” e quando completei 18 anos ele já estava completamente apaixonado por mim e nem foi surpresa quando disse que queria se casar comigo. Afinal ele acabara de completar 31 anos e como sócio de uma grande construtora e participava de muitas reuniões sociais de negócios ter uma esposa bonita e bem jovem mostrava todo seu sucesso.

Meu casamento foi perfeito e quase em seguida engravidei e quando completei 19 anos meu filho Vitor nasceu.

Minha vida ao lado de meu marido era muito feliz e agitada, pois ele adorava sair e se divertir quando éramos convidados para alguma festa.

Com Wagner pude exercitar meu lado exibicionista que era muito forte. Ele dizia que adorava o meu jeito sexy e super sensual de me vestir e gostava de ver os amigos babando e morrendo de inveja pela sua esposa linda e gostosíssima. Rss.

Depois que parei de amamentar meu filhão fui a um cirurgião plástico conceituado coloquei silicone nos seios e fiz uma lipoescultura ficando ainda mais bonita e voluptuosa.

Durante alguns anos de casada consegui me manter completamente fiel, mas quando Wagner começou a beber um pouco além da conta e não me dar à atenção necessária rapidamente enchi sua cabecinha de chifres. Com 25 anos, super gostosa e muito mais safada quando senti que meu casamento estava se desgastando de vez pedi o divorcio e voltei a ser uma mulher solteira.

No meu divorcio fiquei com a guarda de meu filhão já com 6 anos, uma excelente casa e uma boa pensão que me possibilitou voltar a estudar.

Durante o tempo que cursei faculdade quase toda noite depois das aulas tinha uma festinha com muita putaria pra poder me divertir e do jeito que sempre fui extremamente tarada fiz de tudo e mais um pouco. Rss.

Quando completei 31 anos em uma festa de aniversário de uma amiga conheci Mario um homem 20 anos mais velho, cheio da grana, viúvo e que ficou me assediando todo entusiasmado.

Naquela noite estava muito sexy com um vestido azul curtíssimo colado ao corpo com um salto enorme e pra deixar os homens mais loucos ainda meu decote sem soutien quase deixava meus seios voluptuosos pulando pra fora.

Depois que Mario me levou ao motel e tomou um “chá de buceta” completíssimo se apaixonou de vez e logo quis se casar comigo e então achei que era melhor dar um tempo na minhas vida de vadia sem juízo e aproveitar aquela oportunidade pra dar um upgrade monetário. Rss.

Minha vida que já era boa melhorou 100% e o medo que rondava minha mente de ter que me relacionar com o filho do meu novo marido rapidamente se desvaneceu. O garoto Marcos tinha 12 anos a mesma idade do meu filho Vitor e logo se mostrou um garoto de boa índole e não demorou muito pra que parecessem irmãos de verdade. Como tinham a mesma idade passaram a frequentar o mesmo colégio e viviam pra cima e pra baixo juntos o dia inteiro.

Meu marido era um homem extremamente carinhoso e muito generoso comigo, mas depois de 4 anos que estávamos casados ele descobriu varias doenças graves e o maior problema é que deixou de ser um homem ativo sexualmente como sua esposa tarada necessitava e não teve como depois de algum tempo deixar de arrumar outros machos pra me satisfazer como fêmea.

O tesão em meu corpo era incontrolável e só gozando bem gostoso é que conseguia me acalmar um pouco.

Ainda bem que meu marido por causa de seus negócios precisava viajar bastante ficando ¾ dias fora e isso me deixava com muito tempo livre pra me “divertir” com alguns machos nos motéis da cidade.

Em minha casa sempre fiquei muito a vontade com shortinhos e blusinhas bem folgadas e nem me preocupava que meu filho e meu enteado me vissem vestida daquela forma. Sem contar por causa do calor eu adorava dormir completamente nua.

Foi então que pude perceber que tanto meu filho quanto meu enteado depois dos 16 anos já tinham se transformado em homens feitos e isso aconteceu quando eles chegaram completamente sujos de barro por causa de um jogo de futebol na chuva e como havia um chuveiro ao lado da piscina estavam tomando banho e quando cheguei ali dei de cara com ambos completamente nus e vi que ambos apesar da idade eram muito bem dotados e com certeza iriam se desenvolver ainda mais.

O engraçado foi que apesar de sempre ficar ligada em tudo que se relacionava a sexo toda vez que tinha visto os garotos nus não me chamaram a atenção. Na verdade em pouco tempo seus corpos e principalmente o tamanho de seus pintos haviam se modificado muito. Rss.

Quando ambos me viram ficaram um pouco constrangidos e viraram de costas e então dei uma gargalhada e brincando disse:

-Não adianta querer esconder os “brinquedinhos” de vcs...já vi tudo...em detalhes...seus bobos! Podem continuar a tomar o banho de vcs!

Meu filho deu uma gargalhada tímida e disse:

-bem mãe...é que a gente ficou sem graça...peladões assim...desculpa ai...achamos que tinha só nos dois em casa!

Resolvi brincar pra deixá-los bem à vontade dizendo:

-Não tem nada demais seu tolinhos...mamãe já viu vcs um monte de vezes sem roupa...e banho a gente toma pelado mesmo! Mas...sou obrigada a dizer uma coisa...do jeito que os “brinquedinhos” dos meus garotos cresceram...ficando enormes...se não se cuidarem já já vão aparecer um monte de garotas grávidas procurando vcs! Hihi!

Devagar ambos se viraram de frente e começaram a rir e Vitor meu filho timidamente disse:

-mãe...se aparecer pode ter certeza que nenhum é nosso...eu e Marcos ainda somos virgens...só beijamos algumas garotas!

Achei engraçado ouvir aquela confissão tímida e sincera e sorri dizendo:

-é...podem ter certeza que essa virgindade vai acabar rapidinho...é só as putinhas taradas descobrirem que meus garotões são bem dotados que vão cair matando...garotas taradas adoram pau grande e grosso!

Os dois se entreolharam sorrindo e entrei pra dentro de casa deixando que terminassem o banho deles com tranqüilidade.

Logo fiquei sabendo que meus lindos rapazes já estavam fazendo a felicidade de algumas garotas safadas porque o telefone de casa não parava de tocar a procura deles e pelo jeito dava pra notar que ambos gostavam muito da “coisa”. Rss.

Um ano se passou rapidamente sem que nada de diferente acontecesse quando tive uma surpresa “deliciosa”.

Minha faxineira que fazia o serviço duas vezes por semana sofreu um acidente ao descer da escada e teve que ficar imobilizada alguns dias e enquanto providenciava outra pessoa tive que dar uma ajeitada na casa e a primeira coisa que fiz foi lavar roupas. Quando esvaziei o cesto de roupas sujas para separá-las peguei minhas calcinhas e logo senti alguma coisa estranha em meus dedos e em segundos percebi que era porra ressecada. Alguém tinha gozado nas minhas calcinhas e logo imaginei que tivesse sido meu enteado.

So que minha imaginação não demorou a se mostrar totalmente errada porque no outro dia após ter tomado banho notei que meu filho entrou em seguida no banheiro e quando resolvi conferir o cesto de roupas encontrei minha calcinha que tinha usado completamente ensopada de porra ainda quente. O taradinho tinha tesão por mim!

Levei minha calcinha toda esporrada pertinho do meu nariz e foi incrível sentir minha xoxota também ficar completamente úmida.

Saber que meu filho querido tinha gozado na minha calcinha me deixou completamente tarada e saber que aquilo era uma coisa “proibida” fez minha excitação aumentar ao extremo. Meu corpo queria e desejava sentir muito mais e do jeito que sempre fui safada e sem juízo a coisa ia pegar fogo rapidamente.

Se antes desse acontecimento eu já não era recatada depois disso então decidi que ia deixar meu filho completamente tarado por mim e com certeza isso também iria acabar acontecendo com meu enteado.

Como meu marido ficou em casa alguns dias não foi possível nenhuma safadeza para provocar meus garotões, mas quando ele viajou novamente ao acordar de manhã e me olhar no espelho completamente nua não tinha como deixar de ficar feliz com meu corpo. Aos 36/37 anos estava com tudo em cima e não ficava devendo nada a nenhuma garota de 20.

As marquinhas de biquíni bem pequenas me deixavam mais sexy ainda.

Tomei um banho...completamente nua...sai pelo corredor e entrei no quarto do meu filhão e quando abri a cortina pude ver o garotão com uma ereção incrível. Seu pauzão grosso estava totalmente duro e como a cueca de lycra era pequena mais da metade estava pra fora. O garotão dormia tranqüilo com certeza tinha sonhado com uma bucetinha bem gostosa. E toda tesuda imaginei que tinha sido com a minha.

Naquele instante todo e qualquer resquício de pudor deixou de existir em minha mente e pra não acordá-lo antes da safadeza que imaginei fazer deitei-me na cama devagarzinho ficando de conchinha com ele. Lentamente fui encaixando meu rabo enorme naquele pauzão duro.

Peguei a mão dele e trouxe bem em cima dos meus seios...minha xoxota estava totalmente ensopada sentindo o calor daquele pauzão encostado me tocando...tudo se resumia em tesão incontrolável.

Logo senti a respiração do meu filhão ficar mais pesada e quando ele despertou me encontrando ali nuazinha de conchinha com ele antes que ficasse nervoso e quebrasse a magia daquela safadeza segurei sua mão nos meus seios e sussurrei baixinho:

-bom dia meu querido...fica quietinho assim com a mamãe...tive pesadelos horríveis essa noite...não consegui dormir quase nada...e resolvi vir deitar com meu filhão...não quis te acordar...queria ficar assim...pra me sentir protegida...ta tão gostoso...ficar assim de conchinha com vc!

Meu filho apesar de assustado em me encontrar ali em sua cama completamente nua nem tentou se levantar e ficou quietinho colado em minhas costas e toda safada enfiei a mão entre nossos corpos e sem me importar com nada peguei no pauzão dele duro como rocha e disse:

-nossa...filhão...como ta duro seu pauzão...será que ta assim por causa da mamãe?

Sua respiração se tornou ofegante e toda safada sussurrei:

-calma...meu querido...que vou dar um jeito nisso...quer meter na xoxota da mamãe?

Ele respirava cada vez mais forte e senti que ele logo ia gozar em minha mão que segurava seu pauzão todo babado e então entreabri minhas coxas e encaixei a cabeça na entrada da minha xoxotinha ensopada e toda tesuda sussurrei:

-mete na mamãe...seu taradinho safado...vc não vai mais precisar gozar na calcinha da mamãe...vai gozar dentro da minha xoxotinha...mete!

Foram apenas 2 ou 3 bombadas e logo ele gritou de prazer gozando como um cavalo dentro de mim. Dava pra sentir sua porra quente como a lava de um vulcão me inundando por inteira. Gemi alto e gozei copiosamente me contorcendo naquele pauzão delicioso.

Toda safada eu rebolava bem devagar sentindo ele completamente engatado na minha xoxota e bem putinha sussurrei:

-continua...assim...inteirinho dentro da mamãe...quero mais...quero gozar muito com meu filhão...continua metendo...esse pauzão na minha xoxota...to adorando dar pra vc...quero mais...mete...esse pauzão...com força!

O pauzão do meu filho nem chegou a amolecer depois daquele gozo intenso e logo passou a me foder como devia. Apesar de inexperiente o instinto de macho falava alto e em alguns minutos quem gozava deliciosamente era eu. Naquela cama não existia mais mãe e filho e sim uma fêmea e um macho sedento de prazer e os gozos se sucederam incrivelmente intensos.

Se tudo que estava acontecendo naquele quarto era maravilhoso iria ficar ainda melhor quando me deparei com meu enteado de pé ao lado da cama punhetando seu pauzão assistindo eu cavalgando como uma louca espetada no meu filhão tarado.

Em segundos seu pauzão estava em minha boca sedenta sendo mamado com volúpia. O prazer triplicou de intensidade e passei a ser comida deliciosamente pelos 2 rapazes que se mostravam insaciáveis.

Seus pauzões se mostravam duros como rochas e com um tesão incontido.

Meu filho e meu enteado passaram a ser meus machos oficiais e não precisei mais de nenhum outro para me dar prazer.

Tem mais...depois conto pra vcs!

Se gostou do que acabou de ler... acesse meu perfil que abre todos:

http://zdorovsreda.ru/perfil/182301

e-mail: [email protected]

skype: giselle_gts

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/12/2017 01:51:23
gostei muito do0s seus contos vou ler todos sao muito bons dez
06/09/2017 15:32:20
adoreii o conto...muito bom
06/09/2017 15:30:58
adorei o conto...muito bom
22/09/2016 14:22:50
Adorei o conto.
28/05/2016 17:42:17
Delícia de conto
26/03/2015 15:52:47
Giselle, adoro ler as suas experiências, fico todo excitado. Parabêns.
02/01/2015 17:15:02
Seus contos excitantes já esta entrando no meu ranking das melhores escritoras de conto ...quero ler mais MT mais
23/02/2014 19:54:59
Giselle suas história são muito gostosas de serem lidas, adorei todos até aqui, sou seu fã, continue assim a nos proporcionar bons momentos de tesão... Bjs
23/02/2014 19:53:15
Giselle suas história são mito gostosas de ser lidas, adorei todos até aqui, sou seu fã, continue assim a nos proporcionar bons momentos tesudos... Bjs
14/02/2014 03:37:34
Gozei!!!!
12/10/2013 09:26:03
O titulo Deveria ser Meu Tio, o Marido, o Viúvo, o filho e enteado e outro monte de homens me comeram. Na boa a melhor parte é a do Tio, que poderia ser um conto a parte. O filho e o enteado ficou curtinha e muito no final.
03/10/2013 02:29:26
:D
23/09/2013 16:49:22
Muito bom, espetacular, só acho que você atropelou um pouco depois que seu enteado chegou no quarto. Porem a nota minima para seu conto é 10.
10/09/2013 01:31:00
Muito bom o conto! Giselle sua historia está ótima,mas também acho que você deveria ter contado mais sobre sua relação com seu filho e enteado... Ansioso aqui por uma continuação!!
27/08/2013 10:43:41
que delicia!grande esse conto,mais muito gostoso de ler...seu filho e enteado sao dois sortudos.....bjoss!
22/08/2013 00:34:43
Tem alguém usando o meu nick. O primeiro Sadiano é com "S" maiúsculo, que, no caso, sou eu. É só ver a data de quando cada um começou o comentar.
19/08/2013 16:51:22
Parabensss linda
16/08/2013 19:27:47
Nao se deiche desanimar por 1 q nao escreve mas ta com tanta inveja q so sai criticando contos bons e de bons autores!!! Eu estou seguindo os contos q esse 1 tentou atrapalhar e estou dando nota 10 para amenizar o “estrago“ q esse 1 esta tentando causar a bons escritores e seu otimos contos, mas diferente desse 1 eu nao me escondo atraz de faks e nem ligo se a minha nota cair para -10 des q os meus leitores continuem lendo e comentando q gostam. bjs e abraços anjinho. e-mail:
15/08/2013 11:39:05
Very good...
14/08/2013 17:16:14
Sem dúvidas, um dos contos mais tesudos que já li na minha vida. E olha que sou leitor assíduo há muito tempo. Parabéns pelo teu conto e pela excitação enorme que nos provocaste. Muitas punhetas e siriricas têm sido tocadas em tua homenagem, Fêmea dos nossos sonhos! Para papearmos sobre tão tesudas putarias, deixo, para quem quiser, o meu Skype: arthur.ciao




Online porn video at mobile phone


video estrupo brasileiro caseiro fala palavrao gorda peitao patroaVERVIDEOE.ENCOXADA.NO.ONIBUSvidio de ponodoido tarado rasgando o cuzinho da maewww sexo adulto 18 anos tutorial de como trazar com cachorros roludos pau gigante. zoofilia.porno doido . com brxivide cavalo gozando dentro demulehomem casado Rio de Janeiro Baixada Fluminense quer um amante para meter na sua mulher bem gostoso do p*********porno contos pelo zpincesto filho comeu mae condo pai fico broxa contos eroticogozando na entrada da bucetinha minúsculas de frango assado bem devagarXvidio brasileiro patroa de caucinha dando para ogarotocoroa sai de saia e sandalinha pra fudervideo porno jotalhaoTelamengens te.gosto muitoXVídeos cara tapeando a mulher baixinha no meio da rua buchudaxvıdeos mınına querendo pıntao na bucetınhaXVídeos a despeito amiga da negracontos eiroticos leilapornConto erotico gemidos da vizinha perfil hemoraesxporno com mulhe negha que nao jheta picaso bosrtonacontos meu primo safado me vizitouconto crente bundeiraXvideos pecavelvideo porno gorda trezeno com cachorronao aguentei cumi a minga cunhada ali mwsmoezibir vidios o cacorro e criado desde pequeno com a menina derrepente ele resoçve comer a buceta delacontos eroticos insestos família unida papai mamãe e meu irmaonovinho da cabeçaa vermelhinha enfiando devagarzinho na bucetaxvideosmãe com gravidinhaxvideos palácio branquinho enfiando na buceta gostosa carnuda conto erotico velha casada banca negao pirocudolevei minha mulher ao medico pausudo e ele comeu ela na minha frentecontos eróticos meu maridoviado corno na zoofiliavideo porno irmao tarado meteu na irma sem camisinha acabou ingravidando elaOque falar pra uma mulher pra convensela a tranzarmulher trnzando com jaardeneiro eoutra escnida espiandoContos eróticos transando com o genro e a diaristasexo sexo de pica dura palco do batom pica dura pornômulher bebada adorado apica do amigo e ocornodois paus no cu do viadopornodoidoPorno gratis xvideos esporou nas nadegas da esposa dormindoConto erotico pezinhos da minha irmãhq eronticosaronbarao cu d vadiaContos eroticos vizinho velhof***** pelos peões da obra contos eróticos gaysEnbebedando a tia e comendo elao surfista loiro me comeu contominha esposa amamentando o vizinho pornôVidio porno calsinha suadahomens gostam de esfregar nos pelinhos da vaginacontos peidos meninas pornocontos eroticos esposa mamando no cinemacontos de encoxadas em mulheres evangelicas nos transportes publicosaproveitando que o seu irmao nao ta em casa e dando assistencia pra cunhada video pornobaixar pornô sogro ditas com novinhas greludasXVídeos tio que fumega no celularWESLLEYWEST-CASA DOS CONTOS EROTICOS |zdorovsreda.rucachorro pisudo fudendo mulher no matoxxvidio casada do jorroconto erotico descobri que o marido de minha irma e honosexual acabei comendo ele e minha gostosa irmarebentei a buceta da minha sogra gordinha e loira no banhieiroquero ve conto erotico de mulher que leva encoxada dentro do onibos i facilita pra leva Gozada na bucetafilha pela primira vez dar meter pau durocintilografia da Simone transando com seu maridoRuıva fudendoconversa com coroa carente cellVampiros e lobisomens-Casa Dos Contos Eróticoscomendo o cuzinho impinado da conhadaadorei picao do papai na minha bucetinhapatricinha de short perdida fodendo no matoSir eu marido nao gosta de chupa seus seios Que fazer para ele chupalos PORNO DOIDOMAEBEBAUns melhores momentos de tia casada infiel gemendo dezendo goza vai em xvideomeu irmão chegou bebo mesmo fiz sexo com ele gozou dentro delacontos eróticos a mâozinha pequeninha da filhinhaconto erotico gay sem saber eu fui feminizadotravestd nusConto gay novinho crentecontos porno de incesto, interior da bahia com o irmao acidentado de moto, contos pornocontos eróticos de mulher sendo encoxada