Fazendo o kitnet tremer! Dessa vez foi com um negão.


Click to Download this video!
Um conto erótico de Afrodite
Categoria: Heterossexual
Data: 29/01/2013 15:43:08
Nota 9.33

Meu nome é Joana, hoje tenho 28 anos e para matar saudades dos tempos áureos de quando fazia universidade resolvi relembrar algumas histórias de minhas fodas inesquecíveis no decorrer dos anos entre o vestibular e o tão sonhado diploma. Não escreverei em ordem cronológica, mas sempre que relembrar alguma cena marcante e bater aquela vontade de registrá-la, contarei aqui minhas transas favoritas.

Pra iniciar sempre gosto de apresentar meus atributos pra facilitar a sua imaginação: sou catarinense, descendente de alemães, loira de olhos verdes. Tenho 1, 65m de altura e o que mais se destaca em meu corpo são meus grandes seios, mas me considero bonita e gosto do meu corpo como um todo, minhas pernas são bem lisas e minha bunda, apesar de não ser tão grande, talvez por isso, ainda é bem durinha. Gosto de praticar esportes e, claro adoro uma boa foda para ajudar a me manter em forma.

Hoje contarei sobre a história do meu primeiro sexo inter-racial. A primeira vez que transei com um negro. E claro, foi inesquecível. Imagino que toda mulher tem a curiosidade que eu tinha de transar com um negão. A força física e a fama de ter o pau grande faziam parte do meu imaginário, claro. Sabia que quando pintasse alguma oportunidade eu não iria recusar.

A universidade que estudei tinha um convênio com alguns países africanos que falam português, como Angola, Moçambique e Cabo Verde. Acho que naquela época deveria ter uma centena de africanos matriculados em vários cursos diferentes. Nenhum deles estudava comigo, no entanto nas festinhas universitárias tudo se mistura, e muita coisa acontece.

E foi numa dessas festas que conheci o meu “Zulu”. Música boa regada a muita cerveja e cachaça mineira. Quando saiu um sambinha na caixa de som, senti uma mão em meu ombro. Olhei pra trás e um desses africanos, 1,90m de altura, e muito bonito me chamou pra dançar. Pediu pra eu ensinar essa dança brasileira pra ele. Quase tremendo aceitei, e começamos a dançar. Eu que já havia bebido um bocado estava soltinha e apertado como deve ser fui dançando um sambinha “dois pra lá dois pra cá” que ele aprendeu rapidinho. Enquanto dançávamos percebi que ele estava ficando excitado e só quando encostei bem pertinho tive noção do volume que me aguardava. Aquele pau dele parecia ser bem grande. A fama parecia valer mesmo pra ele. Isso me deixou muito excitada e eu já estava disposta a me entregar pra ele.

Nem precisei tomar partido, e entre uma dança e outra, uma conversa e outra falando das diferenças entre nossos países ele começou a me paquerar. Disse que eu era muito bonita e que nunca tinha beijado uma brasileira. Foi a deixa ideal. Respondi com um beijo que foi fortemente correspondido. Ele me beijou com uma vontade que me fez tremer novamente. Só imaginava o que aquela língua enorme poderia fazer ao longo do meu corpo. Não demorou muito e eu intimei ele para irmos para a minha kitnet.

Chegando lá, sem enrolações já partimos para o agarramento. Eu estava de saia e uma blusinha sem manga. Deitei na minha cama de solteiro e ele veio me beijando por cima. Levantou minha blusa, eu tirei o sutiã e ele me chupou bastante. Ficou louco com meus peitos, grandes e naturais. Parecia que ele nunca havia chupado uma loirinha e aquela língua me levava ao delírio. Em seguida ele, sem tirar minha saia, arrancou minha calcinha num puxão só e chupou minha bucetinha por uns 10 minutos seguidos, aí eu já estava subindo pelas paredes.

Chegou a minha vez de tomar iniciativa e matar minha curiosidade. Me levantei, terminei de tirar a roupa dele e me deparei com aquele pau enorme. Acho que tinha uns 23 centímetros. Eu segurava na base com as duas mãos e ainda ficava a cabeça e uma parte sobrando. Não sei como aquilo cabia na minha boca, mas devolvi a ótima chupada que ele me deu e quase engolia aquele pau inteiro. Às vezes chegava até a engasgar, mas o tesão era tão grande que eu chupava cada vez com mais vontade. Não demorou muito e percebi que ele iria gozar, minha excitação era tão grande que só pensava em dar esse prazer a ele, queria sentir aquela porra na minha boca, e não demorou muito pra que aquele pau jorrasse em mim. O primeiro jato direto na garganta, depois puxando o pau dele um pouco senti meu rosto sendo irrigado. Abocanhei novamente aquela pica e deixei ele terminar de gozar dentro da minha boquinha. Engoli aquela porra toda e não conseguia parar de chupar aquele pau enorme, que impressionantemente ainda estava muito duro. Era hora de sentir aquela pica na minha bucetinha.

Parti para a estratégia de sempre para minimizar um pouco do barulho e não “incomodar” tanto os vizinhos. Minha cama rangia um pouco, então eu tirava o colchão e colocava direto no chão. Ali ele poderia me bombar à vontade. Deitei ele no colchão, e sentei por cima, primeiro passei um pouco a cabeça daquele pau na minha xaninha. Que ia ficando cada vez mais molhada, encharcada de tesão. Fui deixando aquele pau ir entrando bem devagar, apertadinho. E assim que nos encaixamos, passei a cavalgá-lo com muito gosto. Agora era a minha vez de gozar. Mas diante daquele negão, um homem daquele tamanho eu queria era ser possuída, saí de cima dele, me virei no colchão e disse que ele poderia fazer o que quisesse comigo. Me pegou de frente e começou com estocadas firmes, que ficavam cada vez mais frequentes e rápidas. Agora sim eu sentia aquele vigor físico traduzido em muito tesão e suor. Aquelas bombadas me levavam ao delírio, e eu tinha que morder o travesseiro pra não dar muita bandeira com meus gemidos. Minha vontade era gritar, gritar muito e muito alto. Só assim meu tesão poderia ser demonstrado verdadeiramente.

Fiquei de quatro e ele me agarrou feito uma cadelinha no cio. Fodeu minha bucetinha que já estava alargada, esfolada, até eu gozar, e dessa vez nem o travesseiro conseguiu segurar a intensidade do meu gemido. Eu estava acabada e ele e seu pau de metro pareciam ainda muito empolgados. Era bom ser desejada, isso me deixava excitada mas eu estava já cansada e coma buceta dolorida com aquelas bombadas que não acabavam.

Resolvi então finalizar a transa com um presente que eu sabia que ele não iria resistir: meu cuzinho. Naquele momento nem pensei muito nas consequências de ter um pau daquele tamanho adentrando minha bunda. Comecei a chupá-lo para deixá-lo bem duro e lisinho. Peguei então um lubrificante que um ex namorado havia deixado em minha gaveta e besuntei aquele pau todo. Mas só quando eu me virei de quatro pra ele e passei aquele creme na entrada do meu cuzinho que ele entendeu o que queria. E só pelo olhar percebi que havia conseguido deixá-lo louco de tesão. Foi uma mistura de tesão e dor que só um sexo anal com um pau daquele tamanho pode proporcionar. Enquanto ele me fodia eu me masturbava dedilhando o clitóris com uma das mão, a outra apoiada no colchão e a boca, mais uma vez, mordendo o travesseiro. Aquelas bombada me pareceram uma eternidade, mas o tesão era tanto que não demorou muito para gozarmos, eu comecei a tremer, um gemido forte e longo saiu, ele não aguentou e gozou dentro do meu cuzinho. Puxou o pau e ainda descarregou um pouco de porra na minha bunda e nas minhas costas. Acho que nunca tinha recebido tanta porra em um único dia em toda minha vida. Foi uma foda realmente inesquecível e mais uma vez aquele kitnet tremeu.

Ainda reencontrei meu mandingo mais algumas vezes. Trepamos mais umas 3 ou 4 vezes, mas logo em seguida ele voltou pra áfrica e mal se despediu de mim. Mas no entanto ele deixou boas referências minhas para uns amigos dele que depois me procuraram. E depois eu volto em outro conto pra falar da festinha que fiz com os amigos dele. No período da faculdade levei pau de negão pra toda a vida.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
31/01/2013 00:26:06
Ola, boa noite, tudo bem? espero que sim... Muito prazer, tenho 32 anos. 1.87 de altura, 85kg cabelos pretos e olhos azuis, sou engenheiro e moro em SP - Capital, li seu conto e achei muito interessante. Tenho algumas experiencias com casais e casadas, gostaria de me colocar a disposição para novos contatos para quem sabe não realizarmos uma fantasia juntos.... um abraço.... Marcos
29/01/2013 20:33:30
adorei seu conto delicia me add no msn
29/01/2013 18:02:47
Parabens, http://drmenage.blogspot.com/




Online porn video at mobile phone


quero ver cachorro enganchado com essas gostosas por favorcontos eroticos agresivos de meninas lesbicas gostosas virgensmenina mãeporno da parra doi caraconto erotico comedor ousado faturou esposa fielXxvidios meninas bem nobonha no cio loca pra fodercontos eroticos como eu virei puta de um velhomorena gostosa fica nervosa porque queria meter mas so tirou a ropa seu parceiro gozou entao ela tocou uma ciririca e gozo na cara delepadrasto ver a novinha nua e ficabatendo punhetacontos eroticos/pisei no rosto deleela e nossapara foder contosconto de safada meu padrasto gostoso fudeu meu cu guloso eu pedia mais mete fode mair me fode gostocomi a minha prima de onze anosnegao roludo aregassando o cu da travestis de 20 anos nno motel pornodoidogay fudendo xvideo fiadinhoconto cu pique esconderapaz com pau enorme na prai de nudismo no brasil e gostosa nao resiste e da p elevi a minha irma de shortinho nao resistir e batir um ponheta xvideosEsposa e corno conheceu macho na choperia xvideopornordoido iniciante em punhetasfilmei escondido minha Mae dormindo de camisolinha e passei o pinto no cu dela e ela acordou realconto erótico "panicat"ginicologista arebentano cabaso da novinhadescadeirada peli roludocontos gay uma viagem inesquecível para o novinhovidios pornos de mulher dando o cu. sem do sentono gostoso e. com forçaconto sou crente casada carente provocando os pedreirocrentes infieis dando cu para cacetudomeia prima querendo dois negao dt porno doidoxisvedeo mae bebamaduras no meu cu nao porraaa paraaa aiiiiicache:8yqS6YPkl0gJ:zdorovsreda.ru/texto/201411845 conto de estrupo em família rasgou meu cucontos eroticos de idosas mendingascontos eroticos de chofer de madameviu os peitos da enteada nifestinha no corredor levatou a bluza chupou avontade xvideo.comtextos mulheres e meninas. viadinho estrupadas dulpa penetracao gozada boquinhadei de mamar pra meu marido e pro meu cunhado amamentaçao adulta conto eroticovidios sexuais de esposas namorando estranhos e maridos gostandoContos eroticos estupraram minha mulher na minha frentefotos incetos do sexo com entiadas pau gigantes comendo novinhaspornô negão malhado baiano com as morena baianaconto gay o meu sonho de consumovídeo de sexo brasileiro padrasto inventa que tá a Baby enteada Leva ele para o quarto chega lá e chupa a buceta dela e goza no cubuceta daomha patroaconto erótico gêmeas lésbicasfilmes de diabo comendo ninfetas da belosexoContos eroticos escravas na cabanaginicologista arebentano cabaso da novinhaeu quero ver um priquito bem grande daquele bem arranhadoporno medico da nestesia pra mulher e ela dorm e ele faz oqie qyiser com elaistoria da netinha qui o banhava lavando su cuContos erótico a calsinha da cunhada noviha cheirava mixomamae sentou no meu colo e eu nao resistir e comi ela contos erpticosconto erótico Fui obrigado a violentar minha filhaporno de coroucom novinhascontos menina chuponacasada com raiva do marido so querer ir para o bar sai e da a buceta para estranho no motelcontos eroticos gostosa de camisola e a rola grossavideos de mulheres nuas tomando banho no chiveirovídeo pornô mãe marquei encontro no motel com filho sem saber acaba transando com elesobrinha nao aguento da o cu por tio pedio pra paraa cinquentona gritava não ia aguentarxvideos gays hot boys porteiro comedo o morafopornodoido irma e irmao na cozinha mae viajocoto erotico da espoza na surubaMinha esposa virou putaXvideo coque video paraolha xvideopornodoido padrasto pensando tórridocomo viciar uma cadela em zoofiliaconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancosobrinha virando os olhinhos e g****** muito no pau do tiocontos espiano no decote da minha maeXVídeos dando choque sarrando no carrominha prima deixou cheiro do cu mo meu pau contosgravei a brexinha da safadagrisalho pauzu doxvideominha sobrinha fazendo um stripxvideos mulher gpstosa por baixo da saia gg kkcontos porno gratis estupro sadomasoquismo submissãovelhas dondocas batendo pueta nu negãotravesti tomou banho com amoga e comeu bucetinha delaCorno veno esposa dano cu p ama.tepeladas passando margarina uma na outrocontos eroticos nupcias blogspotcontos de scat lesbicoa com merda mijocontos eróticos putas da ruax videos. Voyer . Sexo. poe so a cabecinha senao eu gozoBuceta e c aadas pelo pau do papai negao. Conto erotico heterossexual.bunda branca mole cavalgando na minha rrola no 1.xxxhttp://porno contos eroticos meteu e gozou dentroconto brincando proibido pras meninascontos eroticos meu pai contratou uma empregada domestica teavestis e nao sabiaxvidio veio chupando peito da novilnhapunhetabr.vai laLekes ficam cim vergonha ao se beija com amigo homem fodenfo uma bezeracontos eiroticos leilapornquero ver moças dentro de casa de baby doll bem gordinho