Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Meu professor de matematica

Um conto erótico de Paulo Cunha
Categoria: Heterossexual
Data: 23/11/2012 20:12:20
Nota -

Meu professor de matemática

Olá leitores. O que passo a narrar agora aconteceu no ano de 1995, eu estava com 22 anos. Meu nome fictício é Jane, tenho 1,70m, peso 64 kg, loira. Eu estava me preparando para realizar um concurso de admissão para a Policia Militar, como não tinha dinheiro para pagar um cursinho estudava sozinha, contudo, uma matéria era complicada pra mim, matemática. Eu precisava de ajuda nessa matéria pois nunca foi o meu forte na escola, sempre passei com notas medias e fui varias vezes pra recuperação. No bairro onde morava eu conhecia apenas um garoto que podia me ajudar, o nome dele era Jailson. Era um garoto mais ou menos da minha idade, estudamos juntos por alguns anos na mesma escola, nos conhecíamos e ele dava aulas de reforço para alunos do ensino fundamental. Como já disse, não tinha dinheiro pra pagar um cursinho e também não tinha para pagar o Jailson. Nessa época minha família passava por uma dificuldade financeira muito grande, mas eu precisava ser aprovada nesse concurso, era minha chance de arranjar um emprego fixo e estável. Jailson é um negro alto, não musculoso mas forte, não éra bonito,era simpático e eu não tinha por ele nenhuma atração, eramos amigos e resolvi falar com ele sobre meu problema, expliquei toda a situação, prometi a ele que se aprovada fosse o pagaria com meu primeiro salario e ele concordou em me ajudar. Nossas aulas aconteciam em sua casa, ele morava com a Avó e tinha uma noiva. Jailson era bem alegre, conversava muito e tinha um jeito legal de ensinar, aos poucos fui ficando relaxada e aprendendo coisas sobre matemática que de forma alguma consegui aprender no colégio. Na segunda semana de aulas, já estávamos bem próximos amigavelmente falando e isso facilitava um contato mais intimo, ou seja Jailson se sentava ao meu lado, coladinho, as vezes sua perna roçava as minhas mas ainda não havia percebido nenhuma intencionalidade dele nesses toques. Outras vezes ele ficava em pé por traz de mim e se inclinava para me orientar nos cálculos e seu rosto ficava coladinho no meu, sentia sua respiração no meu pescoço. Estávamos já na quarta semana de aula, o concurso aconteceria em dali a 3 dias e resolvemos fazer um intensivo e ao invés de apenas 3 dias na semana passei a ir todos os dias. Nessa tarde cheguei e Jailson me disse que sua avó havia saído, como de costume nos sentamos em uma mesa redonda de jantar na cozinha e iniciamos a aula. Eu estava de saia curta e uma blusinha, uma camiseta que deixava meus seios bem decotados e a saia deixava uma boa parte das minhas pernas à mostra, volto a dizer que não havia da minha parte nenhuma intenção de seduzir ou ter alguma coisa com jailson, afinal ele tinha noiva, ela era muito ciumenta e não havia nele nada que me atraísse. Como sempre ele sentou ao meu lado e começou a ensinar, em um dado momento sua mão pousou rapidamente sobre minha coxa, estávamos conversando e rindo e achei natural aquele toque, Jailson nunca havia se insinuado ou deixado transparecer que estava afim de algo mais que dar aulas. Mais uma vez sua mão pousou em minha coxa e dessa vez demorou mais, não disse nada e a mão continuou, até hoje eu não sei o porque de ter deixado a mão dele lá. De repente, senti sua mão fazer movimentos lentos de vai e vem, uma massagem gostosa, eu adoro quando me massageiam. Continuei atenta ao caderno, nem olhava pra ele que continuava a ensinar e massagear. Não sei o que deu em mim, mas quando vi também estava com minha mão em sua coxa. Ele estava com um short de elanca, coladinho tipo malhação. Acho que pelo fato dele está me ajudando, de ser tão legal comigo e é claro aquela situação estava me deixando excitada, permiti que continuasse. Ele chegou mais perto de mim e me deu um beijo no pescoço, eu então virei o rosto e olhei pra ele oferencendo minha boca. Rolou um beijo, depois outro e outro. Jailson me levantou da cadeira, ficamos em pé nos beijando, suas mãos deslizavam no meu corpo, cintura, busto, costas e foram parar nos meus seios. Minhas mãos também o acariciavam, respondendo aos seus toques. Ele me levou até a pia da cozinha que serviu como apoio, colou bem seu corpo no meu e pude sentir algo duro me pressionando. Suas mãos apertavam carinhosamente meus peitos, estava gostoso, afastei ele um pouco de mim e olhei para o volume no short, era enorme. Fiquei curiosa e excitadíssima ao mesmo tempo. Nos abraçamos de novo e minhas mãos deslizaram sobre suas costas retirando sua camisa, depois deslizei por seu corpo até chegar ao short, enfiei elas nas laterais e comecei a descer, o safadinho estava sem cueca, parece que já havia premeditado tudo. Ao descer o short e com a boca colada na dele, senti pular pra fora seu pau duro, roçando nas minhas pernas. Afastei Jailson e olhei. Era lindo e assustador. Nunca, até então, tinha visto uma pica enorme e grossa como aquela, alías em toda minha vida, com exceção dos filmes eróticos, não vi mais uma como aquela. Fiquei hipnotizada, era grande, grossa, preta com uma cabeça vermelha enorme, parecia um cogumelo. Vendo minha cara de espanto ele me disse que tinha 25 cm por 10 de diâmetro, um monstro. Um misto de excitação e medo tomou conta de mim ao imaginar aquilo entrando em minha bucetinha, que a essas alturas já estava encharcada, molhada, minha calcinha pingava de tesão. Com minha mão direita segurei aquela rola dura, mais da metade ficou de fora então segurei com as duas mãos e comecei a bater um punheta, era mesmo assustador olhar aquela pica nas minhas mãos, quando puxei a glande vermelha Jailson deu um gemidinho. Me abaixei devagar, deslizando minha língua pelo peito e abdômen de Jailson, cheguei a sua virilha e ainda segurando sua pica comecei a deslizar minha língua nela, salivando e molhando toda extensão até chegar na cabeça. Passava a língua na glande, ele gemia, tentei colocar a cabeça do seu pau na minha boca, tentava chupar e engolir mas não dava, era muito grande e olha que eu tenho um bocão. Jailson já não se controlava mais, me pegou pelos braços e me levou até a mesa, me deitou e começou a retirar minha saia, minha calcinha branca toda ensopada demonstrava como eu estava de tesão. Ele tirou minha calcinha, olhou minha bucetinha molhada e apenas com poucos pelinhos tipo trilha, abriu minhas pernas com suas mãos e eu ajudava me esforçando para abrir ao máximo. Me apoiei na mesa com os cotovelos e levantei a cabeça para ver Jailson, nossa, parecia que sua pica estava maior e mais grossa, ela pulsava e batia em seu umbigo, com sua mão direita Jailson segurou seu pau e direcionou para minha buceta, fiquei assustada, sua pica agora estava parecendo um antebraço com o punho fechado, não é exagero. Eu não conseguia falar nada, apenas balbuciei: _ devagar, por favor.

Senti a cabeça forçar a entrada, estava molhada, ensopada, mas mesmo assim sentia dificuldade em entrar. Senti o cabeção passando, que delicia, ele metia bem devagar, estava gostoso, senti o pau entrando mais, minha bucetinha se abria igual a uma flor, podia sentir as paredes se abrindo, então senti algo pressionando meu útero, me assustei, abri os olhos e olhei de novo. A pica de Jailson estava com a metade dentro de mim e ele mexia com movimentos circulares e bem devagar, estava gostoso demais, comecei a gemer ai,ai,aiiiiiii

E ele não suportou a pressão, senti seus movimentos acelerarem, seu pau entrava e saia com mais rapidez e entrava com mais força, eu disse: _ calma Jailson, ta doendo, aaiiiiiiii,aaiiiiii. Ele não houvia mais, seu extinto animal e cheio de tesão falava mais alto. Jailson metia agora com mais força e mais fundo, a cabeça da sua pica massacrava meu útero, sentia como se algo estivesse me preenchendo toda, comecei a sentir tontura e uma espécie de enjoo, coloquei minhas mãos em sua barriga para controlar seus movimentos mas sua pica enorme estava toda dentro da minha buceta. Ele urrava, uhhuuu, aaiiiiiiiiii, Jane que bucetinha apertada, deliciaaa,aaiiiiiiiiiii. Eu agora só sentia dor e ardência, o prazer inicial tinha ido embora, o medo de ser machucada tomou o lugar do tesão, de repente ele se contraiu todo, senti sua pica crescendo, se dilatando dentro da minha buceta. Jailson estava gozando, seu jato de esperma bateu no meu útero, se eu não usasse o DIL tinha certeza que sairia gravida. Estava de olhos cerrados e ao abrir vi aquele mastro enorme sair de dentro de mim, todo melado e pingando esperma, ainda duro, as veias ainda pulsando. Olhei para a minha bucetinha, coitada, estava toda aberta, vermelha e inchada, ia demorar pra se recuperar. Levantei da mesa, cabaleando, senti o esperma escorrer nas minhas pernas. fui ao banheiro, sentei no vaso com uma vontade enorme de fazer xixi e não saia nada, o canal da uretra ainda estava pressionado. Ao passar o papel higiênico em minha xaninha me assustei, havia sangue, nossa pensei que havia cortado algum vaso, sei lá, quase entro em desespero mas depois lembrei que faltavam dois dias para a chegada da minha menstruação, aquela pica gigante só fez antecipar, mesmo assim fiquei com medo. Ao voltar para a sala, encontrei Jailson com um ar de quem gostou e queria mais, mas sua vó estava prestes a chegar( graças a Deus). Depois desse dia transamos de novo, dessa vez em um motel, Jailson estava ficando apaixonado e já falava em terminar o noivado pra ficar comigo. No motel a coisa foi bem pior, eu não aguentava outras posições como: de quatro ou qualquer outra posição em que sua pica entrava toda. Decidi terminar com aquele caso. Disse a Jailson que ficasse com a noiva dele, ela já estava acostumada, eu não queria ter que ficar sofrendo com aquela pica enorme. Prefiro os médios e até os pequenos, alías, a pica que mais me fez gozar durante esse período tinha apenas 10 cm, imaginem, mas depois eu falo sobre isso.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
25/11/2012 11:36:15
quero uma novinha na regiao do abc bonita e gostosa eu sou moreno 1m74 78kg sarado faço academia bonito e gostoso vc novinha vai adorar meu tel é bjs




Online porn video at mobile phone


conto gay o meu sonho de consumo contos gays tio e sobrinhomae. gosa pau fillho sentadasem calcinha contosxxvideo caseiro espiano a buceta cabeluda da subrinha lavano o cachorrobunduna chiya tirando shortinho xvideoporno largo celular ponho no cufasse%20x%20pornoconfissoes como fiz pra seduzir meu cunhadoso puta velha o negao aroba elas gosa dentrochupando a b***** da morena com uvaXsvideos primo se masturba no quarto na frente da primaconto porno gay. bullyingdepiladora nao aguenta a buceta elastica a maohistorias porno gay meu tio me comeu serginhoxviďeos loira safada escritorionovinha nao aguenta o pau do negao e chora pornordoidocontos eroticos com novinhas rio amazonasconto erotico motorista do ubercontos eroticos minha cunhada nao era nada do que eu imaginava.pai pega filha dormindo e chupa o cusinho e soca o pau fortehomens roludos e picudos nu de rondoniaela fudeu tamto q espomou a buceta delaxvidio gay flagrei meu amigo,na punheta e me dei mauIrmao come cú irma dormímdo ela gostacontos eroticos de mulher fazendeiracontos filha no barco c amiguinhaContos eroticos gay mlk da oficina contos eroticos de comedores gozando dentro da esposaconto erótico gay fui comido no internatomulher casada gritando espetada no cacete do taradoquero ver um vídeo da Cidade de Areia do interior boyzinha de lámoicanovouserteucasa dos contos iniciado por pioes roludosvideos de porno cazeiros no mato no riu em todo cantoPorno contos incesto mamaes com tesao iniciam suas meninas ensinando siririca..masturbaçao..chupar e punhetar papaiscontoerotico namorada e mae putas do tio jorgehomem da rolona família inteira numa razão mulhernovilha tiramo a vigidade du cu da busetafilha minha femea contoesposa linda apanhando de2machosmae ajuda filho a se masturbar contocontos veridicos com enteadasx vidio porno de mae cordinha.com seu filho so de causinhabumbum a mainha não me bate no bumbum Sítio do pica-pau Amarelodelegada indo pega sua prisioneira pornodoidopornôcom professora selvagem regaça o pau do alunomenina peituda louco por rola cabecuda fotonovela eroticae depois a nossa ludimeu amor da minha vidapatricinha comida pelos negoeshomem fodendo rinoceronte homem fodendo financeiramamadelas e fodas na buceta fundadotado engasgando a novinha com seu pau e tapando seu narizvideos d sexo tia provocando sobrinho até ele ñ aguentar e meter firme nela até gozar dentro da buceta delacontoerotico eu namorada mae e tioirma fasexi irmao pau gadepono-mae-filha-gostoza-fode-com-masagista-malcriadoCelso Metendo em Cuzinhoxvideos tarado secuesta vovo e a estuprax video dois homem botando suas pica na boxa da mulherBaixar video acordei fui ao quarto irma dormindo nao teve saida tirei seu cabaçoconto matuto chipadormaduras no meu cu nao porraaa paraaa aiiiiiContos eroticos de casada puta dos vizinho roludo corno duplamagrinha gostosa mostrando o pacotào ponovinho do pau bem gandefilhinha da a buceta para irmao e padrastoxvideos minotauro tarado chupando tetasContos er com fotocontos eroticos filha novinha fazendo uma chupeta pro seu pai do pau de trinta centimitronovinhas brazileira tesuda pediu pro macho todado soca ate o talo ela por cima pra levantar mesmo taradadeu cu pro cavala grintou de dor e tezao inocentesLiliane trepando com seu cunhadofotopono vajina de menosdaum senhor de idade abusando da novinha bêbada desmaiada enfiando o piru grande e grosso nelafilho caralhodo fa a mae sangra na penetrçaoGorda e estrup a dápor marido XVídeosamiga travesti - conto eroticoporno mae gotosa madura sedente de amor ai pirocaomulher foi sequestrada e bateiro 10 punheta para elasexoirmá vai dormir con seu irmaovarioscontoeroticolésbica com p********* chuchada na garotinha gostosacontos erótico- filho meu principewww.clip16..com fragas novinhas fazendo sexo em favelas.comconto gay apaixonado por um traficantequadradinho eróctico a filha do vizinhoxvmeninasnovinhas