Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Voltando pra contar como virei putinha de dois PMs

Categoria: Homossexual
Data: 24/10/2012 17:29:33
Última revisão: 26/08/2013 22:56:38
Nota 9.93

Olá, queridos leitores! Estou aqui mais uma vez para, como sempre, contar um pouco das minhas histórias de viadinho putinha, que ama muito levar piroca no bumbum. É impressionante como cada dia eu me sinto mais putinha... cada dia mais eu amo levar piroca no meu rabinho rosadinho. Gente, não sei vocês, mas se deixar, eu penso em rola, macho, homem etc. 24h por dia. Minha sorte é que tenho outros afazeres, que "distraem" o meu tesão... mas é impressionante como fico com o rabinho pegando fogo rapidinho. Bem, para quem não leu, esse conto é uma espécie de continuação de um outro que escrevi há algum tempo: "Como virei putinha de PM gostoso". Está publicado aqui no site. Caso você não tenha lido, por favor, leia, talvez lhe dê mais tesão ao saber que há uma continuação.

Bem, para aqueles que estão lendo pela primeira vez, uma rápida descrição minha: sou branco, 1,80m, 77kg, malhadinho, lisinho, rabudo, bundinha durinha, empinadinha, carnuda, rabinho rosadinho, lisinho... sou bem viadinho na cama (putinha mesmo e tento ser bem discreto na sociedade, embora isso seja difícil, pois os machos fodedores me acham rapidinho, hehe. Amo rola, muito mesmo. Desde bem novinho, levo rola de macho no cuzinho. Tive muitos machos que me ensinaram a ser bem putinha na cama. Gosto de machos de todos os tipos, mas apenas com duas condições: ser higiênico e ser ROLUDO. Adoro rola grande, grossa e cabeçuda. Para mim, não importa se é negro, branco, casado ou solteiro.

Então, como coloquei no título, vou contar como me tornei putinha não de apenas um PM, mas sim de dois. Nossa, eu fico tão fogoso quando eu lembro dessas histórias, e com tanto tesão, que tenho que me controlar para não pular detalhes, hehe. Como disse no meu último conto (fiz referência a ele há pouco), eu conheci um PM macho, gostoso, casado, de forma um tanto inusitada: o conheci no banheiro de um posto de gasolina no meio da estrada, quando eu estava voltando da casa dos pais e indo para a minha casa. Por coincidência, esse PM morava na mesma cidade que eu, embora fosse casado e tivesse mulher e filho em outra cidade, para onde ia todos os finais de semana. Esse PM é muito delicioso. Ele tem cara de macho mesmo, aqueles machos que até dá um medinho de encará-los. É sério e meio marrento. Mas é lindo, gente, lindo mesmo. Tem 39 anos, casado, como disse, não com muitos pelos, mas na medida certa, aparados e é muito forte. Ele tem cada músculo que a gente vai à loucura só de olhar... imaginem beijá-los, mordiscá-los, senti-los... nossa, que tesão do caralho. Sabe uma das coisas que mais gosto de apreciar nele? Aqueles bíceps e tríceps que preenchem toda a manga da farda de PM dele... são tão volumosos que a manga parece querer cortá-los.

Outra qualidade dele: tem uma rola fenomenal, pra putinha como eu não colocar defeito. Sério, gente, é muito deliciosa! Alguns detalhes pra vocês: tem 20cm, grossa, cabeçuda, envergada para cima e dura feito uma barra de concreto. É dura mesmo... nossa, muito boa! Para vocês conseguirem imaginar essa rola deliciosa, eu compararia a rola dele à rola daquele policial, Evandro Silveira, que saiu na G Magazine há algum tempo. Eu ressaltaria mais uma coisa: o cara era um verdadeiro touro metedor... impressionante como esse PM sabe meter bem num rabinho de putinha... ele sabe tratar direito um viadinho - na verdade, ele adora viadinhos -, e mete que a gente sai de lá com as pertas bambas, cuzinho aberto e feliz... muito feliz. Ele parece leão quando 'tá metendo. Todas a vezes que eu 'tô com ele, eu penso: mas que mulher sortuda é a dele... ter um homem desses. Ele 'tá com tesão o tempo todo. Qualquer coisinha, ele já 'tá de rola dura e quer meter. Segundo ele, ele não bate punheta sozinho. É pra isso que serve a putinha aqui, né, hehe. Acho que dou para ele umas três vezes por semana e tem vezes que é todo dia.

Um dia desses ele me ligou para me chamar para ir à casa dele, pois, segundo ele, "o caralho 'tava até doendo, de tão duro que 'tava". Eu sou capaz de deixar tudo o que eu estou fazendo para ficar ele. Então, fui. Como era de noite, eu resolvi colocar um jeans bem justinho, desses que a maioria dos viadinhos usam por aí, e aproveitei para ir com uma calcinha vermelha fio dental novinha que eu tinha comprado fazia pouco tempo. Ele ama quando eu faço isso. Quer vê-lo com tesão, é o viadinho ir com uma calcinha fio-dental... nossa, ele bomba muito no rabinho quando isso acontece. Cheguei à casa dele e ele estava me esperando, estava até impaciente, louco pra meter ferro. Ele sempre me espera fardado, pois sabe que eu adoro e morro de tesão. Assim que ele fecha a porta, ele me dá um abraço tão apertado que parece que eu vou desmaiar. Acho que ele não se dá conta da força que ele tem, hehe! Mas eu adoro, lógico... os abraços dele são aqueles em que o macho envolve a tua cintura só com um braço. Ele é tão grande e forte que eu me sinto minúsculo perto dele. Ao me abraçar, ele me diz ao pé do ouvido:

- Mas que saudade dessa putinha...hein, delícia... 'tá bem viadinho hoje, né?

E eu acenava positivamente com a cabeça. Ele continua:

- Viadinho, putinha... 'cê 'tá uma delícia vestidinho assim, sabia?

Ele não tinha se dado conta de que eu estava com uma calcinha por debaixo do meu jeans. Mas nessa hora em que eu chego ele me abraça tanto, me aperta tanto, aperta meu bumbum tanto, que logo logo ele descobre. Quando ele viu a surpresinha, ele me disse, com aquela voz de macho que só ele tem:

- Nosssssssssa, 'cê 'tá com calcinha aí é, putinha?! Veio de calcinha toda fogosinha pra dar pro teu PM aqui, é. Filha da puta, 'cê é putinha mesmo... sabe agradar o macho, né, viadinho?

Ele ia dizendo isso ao mesmo tempo em que puxava minha camisetinha pra cima e deixava à mostra minha calcinha e bumbum bem empinadinho. É lógico que desde o momento em que ele me abraçou eu 'tava sentindo a piroca dura dele. Do jeito que ele me apertava... eu 'tava tão colado ao corpo dele, que era impossível não sentir aquela piroca. Ai, que tesão, gente! Ele é tudo de bom...

Depois de ele apreciar um pouco aquela visão, ele me disse assim:

- Fica de quatro ali naquele sofá, putinha... deixa eu ver melhor esse rabão gostoso, que vai levar piroca daqui a pouquinho.

Obedeci, como sempre faço (odeio desobedecer os machos!). Fui toda dengosa pro sofá, fiquei de joelhos e deixei à mostra um belo rabo carnudo. O PM gemia tanto, que ele 'tava me comendo pelos olhos. Ele dizia assim:

- Puta que pariu, que rabo 'cê tem, putinha. Isss... tesão da porra... muito bom, muito bom...

Ele dizia isso enquanto apertava meu bumbum como uma das mãozonas dele e com a outra, apertava o caralho. Ele dava com tanto tesão na rola que ele não conseguia parar de apertá-la.

Depois de apreciar e me dizer tudo isso, ele levantou, primeiramente, a minha camisetinha (que também era estilo viadinho), e começou a beijar e lamber as minhas costas, enquanto desabotoava a minha calça. Eu 'tava com tanto tesão (o rabinho nessas horas já 'tava a mil por hora), que, assim que ele abaixou as minhas calças até os joelhos, aproveitei para tirá-las rapidamente. Fiquei só de camisetinha e calcinha, do jeito que ele gosta de começar a brincadeira, hehe. Ele beijava e lambia toda a extensão das minhas costas. Às vezes ele parava, segurava bem forte no meu pescoço (do jeito que ele adora meter no meu cuzinho) e me fazia sentir a caceta dele dura por trás daquela farda. Ele simulava que 'tava metendo em mim e dizia:

- Logo logo essa putinha vai levar rola de macho, né, putinha... Isss, vai levar pirocada do PM que 'cê gosta tanto, né. Fala, putinha, fala que 'cê gosta de rola de macho, fala...

E eu, gemendo alto dizia:

- Eu amo rola... eu amo a TUA rola, meu PM macho.

Eu colocava tanta ênfase no "tua rola", que ele 'tava ficando doido de tesão:

Depois disso, ele voltou a beijar e lamber as minhas costas e aproveitava para massagear o meu rabinho. Ele me beijava e dedava meu cuzinho, intercalando com umas boas palmadas no bumbum (que, aliás, todo viadinho adora). Ele foi deslizando aquela língua grossa, até chegar no meu rabinho. Ele arriou a calcinha para o lado com um dedo e começou a lamber e fuder o meu cuzinho com a língua. Como ele era bom nisso! Na verdade, ele é bom em tudo!

Ele linguou, linguou, por muito tempo. E eu só pedindo mais, com aquela voz chorosa de tesão. É óbvio que eu rebolava na língua dele (putinha adora rebolar, seja no dedo, na língua ou seja na rola do macho... putinha tem que rebolar...). Depois de algum tempo ele parou, pediu para sentar no sofá e ficou me olhando com a maior cara de safado que eu já vi. Ele dava aqueles sorrisinhos sem-vergonha, de gente que vale um centavo, cafajeste mesmo e me dizia assim:

- 'Tá filha da puta hj, hein. 'Tá do jeitinho que eu adoro, putinha. Quer essa mamadeira, quer? (ele me dizia tudo isso enquanto ficava em pé na minha frente, bem perto do meu rosto. Ele chegava a sentir o cheiro de tesão que exalava daquela piroca. Minha boca enchia de água, querendo mamar ela todinha.) Ele não parava de ficar me olhando com essa cara muito safada e me disse em seguida:

- E aí, deu pra algum macho esses dias? Hein, putinha, soltou o rabinho pra algum macho por aí esses dias?

E eu dizia que não (e não tinha mesmo, hehe, acreditem, hehe!). E ele continuava, com uma caaaara de feliz:

- É bom mesmo, putinha, tem que ser só minha. Esse rabinho é meu, tá bom? 'Cê é meu viadinho, não quero nenhum macho dando martelada nessa rabinho que é só meu...

Nossa, me dava tanto tesão ouvir aquilo... e ele continuava:

- É bom mesmo 'cê não dar pra nenhum macho por aí, porque senão olha o que eu tenho pra ele (ele me dizia isso enquanto me mostrava o tamanho do bíceps dele, querendo insinuar que iria encher porrada aquele que fudesse o meu cuzinho).

É lógico que eu amava aquilo tudo, né. E ele não parava por aí:

- Segura aqui, segura, pra 'cê ver a força que eu tenho no braço. Se algum macho por aí quiser meter no teu rabinho gostoso, 'cê me fala que eu tenho isso aqui pra ele (ele apontava com os olhos para o bíceps deles). E pra você, putinha, eu tenho isso aqui.

Ele tirou a piroca pra fora ('tava duraça) e dizia cheio de tesão:

- Mama no piroca, putinha, mama.

Ele pedia pra eu mamar e, ao mesmo tempo, empurrava minha cabeça pra caceta dele. Ele adora segurar a cabeça do viadinho enquanto ele mama. Ele, na verdade, adora fuder minha boca. E por ele, ele fica um tempão sendo mamado. Adora ser mamado. Diz que a esposa não faz nem a metade do que eu faço com ele (acho que nós, viadinhos, precisamos ter uma conversinha com essas esposas, o que acham?).

Depois de um tempo, o celular dele toca e, como sempre faz, atende, enquanto eu não paro de mamá-lo (isso sempre acontece com a esposa... toda hora ela liga, impressionante... e grande parte das vezes, ele a atende comigo mamando ele. Tem vezes que ele 'tá metendo; aí ele para, me põe pra mamar e atende a esposa. Óbvio que ele não dá muita bola pra ela, heheh). Pelo que pude perceber, devia ser um colega dele, pois ele disse: - Pode vir, já chegou.

Nisso ele desliga o celular e me diz:

- Quero te apresentar um colega meu da PM. Ele é gente fina. Acabei falando de você e ele pediu pra te conhecer. Por mim tudo bem...

E é claro que eu disse que por mim tudo bem também. Eu só não conseguia acreditar que ele 'tava levando um colega dele da PM pra me fuder na casa dele, ainda mais ele que sempre vinha com um papinho desses de que encheria de porrada aquele que se atrevesse a fuder o viadinho dele.

Mamei mais um tempinho (e como 'tava gostosa aquela rola! Mamava com gosto tudo aquilo), ele já 'tava com a blusa da farda aberta, quando o amigo dele chega e toca a campainha. Gente, ele foi atender o amigo do jeito que ele 'tava: blusa aberta e a rola pra fora. Ele não tinha tirado a calça ainda. Ao abrir a porta, ele diz para o amigo:

- Entra aí. A putinha 'tá até de calcinha.

E eles riram, como os machos fazem quando estão falando de mulheres ou putinhas que eles fodem.

Eles riram e o amigo dele veio em minha direção, olhou um pouco pra mim e disse pro amigo:

- Gostoso mesmo, hein. Parece uma menininha mesmo! tesão ela!

O amigo dele era um PM gostoso também, das características que eu adoro: era branco, queimado de sol, forte também (o meu PM era mais forte que o amigo), mais ou menos 1,86m de altura e uma cara de safado incrível. O nome dele era Márcio (não sei se já falei, o nome do meu PM é Ricardo). Aí o meu PM disse assim pra ele:

- Não falei que 'cê ia gostar. É uma delicinha, cara. Putinha mesmo, adora rola, aguenta do jeito que muita mulher não aguenta rola, adora mamar, mama bem, gosta de leite...

E o amigo:

- Caramba, putinha mesmo. Puta meu, já 'tô de rola dura aqui.

Os dois riam gostoso. E o Ricardo disse assim:

- Ela 'tava mamando agora. Dá a rola pra ela mamar, cara. Olha carinha que ela 'tá fazendo. (Até então, o Márcio não tinha trocado uma palavra comigo).

Assim que o Ricardo disse isso, o Márcio começou a tirar a piroca da farda (sim, ele estava fardado porque 'tava fazendo plantão e deu uma espadinha pra fuder a putinha) e me disse:

- Que rola, putinha?

E eu acenava positivamente com a cabeça:

Nisso ele me dá a rola pra chupar. Gostosa também, grande, grossa, grossa mesmo, torta pro lado esquerdo. Era uma rola de macho do caralho.

Enquanto eu mamava, o Ricardo ficava vendo o amigo dele fuder a boquinha da putinha dele e ficava tocando punheta. Do jeito que eu conheço o meu PM, eu sabia que ele não ia aguentar muito ficar olhando. Ele 'tava com muito tesão. O amigo dele urrava com a piroca na minha boca. E eu fazia questão de caprichar, sugando e passando a linguinha pela cabeça.

Passado um tempo, o Ricardo pediu para o amigo dar a piroca pra mim no chão, de modo que eu pudesse ficar de quatro ali e o Ricardo, obviamente, pudesse meter gostoso no rabinho. O amigo tesão do Ricardo fez isso: me posicionou de quatro no chão, me deu a rola pra mamar e o Ricardo veio com a pomba dele e começou a martelar no meu rabinho. Nossa, ele metia tão forte que eu ficava indo para frente e para trás na piroca do amigo dele, não precisa nem ele meter na minha boca. O Márcio não aguentou muito aquela situação e gozou logo na minha boca. Era tanto leite que dava a impressão que fazia mais de ano que ele não gozava. O Márcio dizia assim pra mim:

- Toma, putinha, toma leite de macho aí, toma.

Tomei tudinho o leitinho dele. Mas quem disse que a caceta dele ficou murcha. Que nada, o cara 'tava tão cheio de tesão que a piroca continuou uma pedra. Nisso, o Ricardo disse:

- Vem na putinha, que 'cê tem que ir embora rápido. Fode esse rabinho pra você ver o que rabinho bom.

Para o amigo pudesse meter, o Ricardo sentou no sofá, puxou a minha cabeça pra pica dele (como se eu fosse uma cadelinha mesmo) e deixou o rabinho livre pro amigo meter. Meu rabinho já tinha sido laceado pelo Ricardo, mas mesmo assim senti uma dorzinha gostosa, pois a piroca do Márcio também era grossa.

O Márcio começou a dar cada estocada boa, cada martelada que até o Ricardo me comentou comigo depois. Como ele já tinha me leitado, demorou um pouco pra gozar. Quando o Márcio anunciou que ia gozar, o Ricardo disse:

- Isso, apaga o fogo dessa puta, apaga.

O Márcio gosta de gozar no cuzinho, não dentro, fora mesmo, deixar o cuzinho bem meladinho. O Ricardo também, mas ele prefere me ver com a boca cheia de leite.

O situação 'tava tão intensa que, assim que o Márcio gozou, o Ricardo se levantou, ergueu rapidamente o meu rostinho pra ele e deu uma senhora de uma gosada no meu rosto e na minha boca.

Assim que o Márcio se recompôs da gozada,ele se arrumou novamente, me deu um abraço apertado, de macho mesmo quando abraça a putinha, e disse:

- Gostei de você, putinha. Quero vc também pra mim.

Gente, aquilo era música pros meus ouvidos. Depois que o Márcio foi embora, transamos muito mais e o Ricardo me disse que, se eu quisesse, eu poderia ser a mulherzinha do amigo também.

Até hoje eu dou para eles, dois. Dou mais para o Ricardo. O Márcio me fode com frequência, mas não tanto quanto o Ricardo, pois tem uma série de afazeres. Eles até arrumaram um namoradinho frouxinho pra mim, meio para que cuidar de mim. Bem, essa história eu conto depois.

Espero que vocês tenham gostado. Me desculpe pela extensão do texto. Se puderem comentar, por favor, eu adoro ler os comentários.

Beijo a todos e até a próxima.

Comentários

06/04/2017 23:06:57
Pra mim um é pouco, dois é bom....deliiiiiiiiiiiiicia nota 10
17/02/2015 23:50:07
Conta mais dos PMs... maravilhoso!!!
31/08/2013 17:50:17
Show cara... d+
18/01/2013 03:14:54
nota 10
18/01/2013 02:46:04
Gostei
22/11/2012 19:42:22
muito bom tem que fazer uma dp com eles(RICARDO e MARCIO)
17/11/2012 13:41:43
Amei amei amei, sou asim tb hehehehehe bjs para todos os taradinhos, http://mrhotwriter.blogspot.com.br
03/11/2012 13:52:44
mtu bom
25/10/2012 01:55:16
putinha ñ, é uma putona...kkk adorei eu quero saber essa outra historia ai do namorado... Estou aguardando.
24/10/2012 23:57:40
Realmente, como você falou no começo quando se é putinha de verdade não dá pra desobedecer um macho, é quase uma necessidade biológica obedece-los. Muito bom.
24/10/2012 23:23:25
adorei
24/10/2012 23:05:55
Adoreii.
24/10/2012 22:14:41
nossa ja tinha lido seu outro conto e esse ta ainda melhor então 10 pra vc e seus PM'S.
24/10/2012 21:25:30
Muito bom!!!
24/10/2012 19:59:20
amei continue.
24/10/2012 18:42:24
Que delícia, cara... vc é um viadinho muito sortudo!
24/10/2012 18:33:52
Mas é putinha mesmo... merece levar rola toda hora.rsrsrsrs

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


conto erotico meu pai meu macho meu homemcontos incesto mae gts vídeo porno com uma negona de bunda grande recebendo três puconas no raboCasa dos contos eroticos.lambendo.escondidasou casada e deixei meu genro gozar dentro da buceta sem camisinhaCasada de sortinho sarando na piroca do cornonovinha nao aguento negao junento se contorseu de dorxvideos liberei a vagina para um eteroconto de como come meu maridocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontos eróticos meu irmão pediu pra mim conpra umas coisinhas pra eleporno tia mim da seu celula para mim ver olha oqui eu. ajeiputa no hoteldo bucetao loca de tesaomamae safadinha toma banho co filho nua na intenetzayn prostituta casa dos contos eroticosminha esposa embuchada contosb****** assaltou a casa e meteu a mão na boca da Neide da novinha e fez a transar com ele a força vídeo pornôo negao fode o cu do moreno porque ele tava cantando na piscinachupando rolaincertopornodoido minha sogra gostosa esta no quarto rapando a buceta com tesaowww.xvideos.com sexo com bravezavideos de meninas llevando fortes choques de fios de luz na buceta pelada ate hritarquero ler histórias e conto de homem casado que deu o c* pela primeira vez o c****** vídeo para travesti do pau gigante chorou rebentou em conta se dói ou nãobuçétas buraco grande xvideotava pastor ver a mulher de mini saia gostosa e não aguentei e transeixvideo encanador entregado velha cobradorsogro e nora.pornoirado no sofa.dei a buceta s ver o pbu entrar contos erotcoshomem que fode muitohttps://www.yahoo.com/xvidio confusão em família pai gosou dentro da bucetajackson viu a irma de shortinho nao resistiunovinha fazendo exame toxicológico xvideos.comxvvidios so negaisporno serena ali ta doendoCasada enegao anal marra contobucetaaa grande na xiriricaxvídeos haveria sobrinho pega tia dormindo com o c* dela da salsichaporno familia jurássicaConto comi minha irmãhttp://contos primeira vez com dog hiper bem dotadocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgexvideos mulher gpstosa por baixo da saia gg kkmalandro se asusta com o tamanho da buceta da novinha bebadadoce nanda parte cinco contos eroticoso João pé de feijão pãozão o João ele é um feijãocontomorenaboacasa do contos eróticos publicadosconto erotico gay currado numa cilada fiume porno antigo do tasaõcontos eroticos varios homens arrombaram meu cuconto gay meu colega aceitou da o cucontos eroticos meninas de quinze anos transando com cachorro com calcinha vermelha com lacinhos pretofotos de homen capica dentro da busetada menina piquenacontos eróticos de padastro abusivoJackson viu a irmã dormindo de shortinho não resistiucontos pornos estrupada pelo pai epela madrasta juntosmostrosa rola preta arrobo meu cuzinho porno doidocontos inocentes tapas no orfanatogas. no. xfideovideos nacional gritos e gemidps de homens passivos embaixo dos machos caralhudospersonal treiner encinando mulher fazer abdominal chupando pornocontos eroticos tia bucetuda no onibus e menino casetudoxvideos.menimas.14.taxado.a.fossacontos picantes de amor gaysvideo mulher enocente perdendo p csbaso com 25anosvideos Pornodoido.com Pai pega filho gay aforca e regaça ele grita e gemebrincando de namorar contos gayspapai penetrou a minha buçetinha virgem e sem pelinhosdando de ladinho na.uzinha sem tira a calconha pretinhahomens com coujas grandes sarados peladosapica tatoda no cu da brasileira e ela pedi maiscavalona da buceta desmarcada no pornodoidonovinha apois uza droga trazanome abandona grandona da n***** moreninha virgem recebendo na bunda e sangrandoagarei minha sogra afosa ela fez cu doce e comi elacontos eróticos minha mulher e o inquilinocontos eroticos na cozinha com vibrador filha e maevideos porno de casadas que escreve na bunda corno felis e fodi muntocontos eroticos traindo na enchenterevista em qadrinho mae mulata de calsinha de rendinha atolada no rabo pede pro filho come sua busetaolhos de um moreno LombradoContos erotico gozando dentro tendo aidsrevistinha em quadrinho de filho estrupando sua mae no banhoendoidando homem com cheiro da bucetaXVídeos dona de casa traindo o marido com amante na cama dele e ele liga bem na hora para ela e ela mente falando que tá doendoeu quero o homem e a mulher fazendo sexo e daí o homem coloca guspe e daí daí vídeoContos eroticos cruzar nosso são bernardovidio de puta lavano abuceta e tirano bora pra fora cache:SYwHO_7iEWYJ:zdorovsreda.ru/texto/201607485 prica cavala"mete só um pouquinho"a esposa sociável marido não aguenta e liberando para outro f****** ela na sua cama ela geme gostosomovimhas fazendo sexo com seus avo tirando as suas roupas vídeo pornô da raçaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhavilma levando rola do barnei