Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

♥Carente de homem deixei meu cachorro comer minha xoxota

Um conto erótico de Moh Lyndinha
Categoria: Zoofilia
Data: 23/10/2012 14:40:55
Última revisão: 15/05/2017 10:31:36
Nota 10.00

DIÁRIO SEXUAL DA MOH (parte 10)

MINHAS CONFISSÕES MAIS ÍNTIMAS: " Carente de amor deixei meu cachorro fuder minha bucetinha"

Oi galerinha, quem acompanha meus contos sabem que meu nome é Monique, na época que aconteceu essa aventura eu tinha 19 anos, 1.72 altura, 61 quilos, cabelos no meio das costas lisos ruivos (havia pintado para mudar um pouco de visual). Magra falsa, bunduda, peitos médios, pernas torneadas e cintura fina. Chamo bastante atenção pelo meu físico. Fazia faculdade de Farmácia e no momento estava solteira.

Apesar do que eu vou relatar não ser algo comum de acontecer me acho uma mulher normal. Sentir prazer em primeiro lugar, seja de qualquer jeito pois sou louca por sexo e não tenho frescuras na hora H, para mim em quatro paredes vale tudo.

Tudo começou a três anos atrás quando ganhei de um namoradinho um cachorro da raça Golden Retriever. Dei a ele o nome de THOR, um cão lindo, apaixonante.

THOR é um cachorro de porte médio-grande da cor dourado. Muito amigo, confiável, dócil e muito apegado a mim.

Meu cãozinho sempre foi tratado como um filhão. Vacina sempre em dia, pet shop duas vezes no mês para seu banho higiênico.

Quando Thor completou um ano de idade era um horror passear com ele. Thor não podia ver uma cadela que queria trepar, não importava o tamanho delas. Muitas vezes acabava me divertindo com os donos das fêmeas que ele ficava engatado.

Numa sexta-feira muito quente aqui no Rio com faculdade em greve e sem estágio, resolvi levar o Thor á praia, sabendo ser o dia do seu banho higiênico no pet deixei meu cachorrinho se diverti a vontade.

Coloquei um biquíni lindinho, na parte de cima preto, sem alça e com uma argola de metal no meio e na parte de baixo estampado sem lacinho, uma sainha de pano estampada, um chinelinho rasteiro e fomos.

Ele ficou completamente enlouquecido com a areia e água do mar. Depois de uma corridinha, brincamos muito de luta, eu ficava curvada imitando um cachorro e ele me atacava. Ele adorava e eu também apesar de sair quase sempre com hematomas e toda arranhada.

Comecei a reparar que nas nossas brincadeiras meu cachorro ficava excitado. Com um olhar meio torto e a respiração acelerada, quase sempre tentando trepar nas minhas pernas.

Distraída com os rapazes que estavam apertando um baseado numa roda de amigos e conversando sobre o que fazer a noite, Thor disparou para cima de uma cadelinha e quando percebi já estavam agarrados. A dona da cadela me xingava de todos os palavrões possíveis e eu não parava de rir. Esperamos quase 20 minutos, que para mim foi uma eternidade até eles se desgrudarem. O pau do Thor estava muito enorme e a cadelinha enlouquecida com tudo aquilo.

A noitinha toda queimadinha de praia pensei, hoje é dia de causar, quero me divertir muito em uma dessas boate daqui da zona sul do Rio. Me arrumei, depois de horas de indecisão em que roupa usar coloquei um vestido preto tomara que caia curto, tecido pvc, elástico que se ajustou perfeitamente no meu corpo, sandália preta salto alto e um banho de perfume Carolina Herrera 212. Depois de quase surtar, fui. Confesso que estava linda, meu ego estava nas alturas.

Muita bebida e pessoas legais. Dancei muito e me acabei na pista. Troquei alguns beijinhos, amasso, mão naquilo e aquilo na mão, estava soltinha. Descobri que meu namorado tinha me traído.

Eu queria trepar com alguém não interessava quem, nada melhor do que uma boa foda pra esquecer. Foi o que aconteceu em um canto da boate com um ficante dos tempo de colégio, o Frederico, uma cara bem gatinho tipo fortinho, daqueles que passam o dia na academia e falam que trabalham como fotografo. No passado, tínhamos muita afinidade, conversávamos bastante, mas a vida acabou nos desencontrando. Eu tinha um relacionamento e ele acabou casando e depois se separando.

Voltei de carona com o Frederico, já estava quase amanhecendo e acabamos subindo para o apartamento pra fechar a noite bem.

Em casa toda suadinha, bastante relaxada e sonolenta com todo álcool e maconha que rolou na balada Frederico não perdeu tempo me jogando no sofá, levantando meu vestido e arriando minha calcinha até os joelhos. Deitada de frente e abraçada as pernas, meu amigo me deu um longo banho de língua, chupadas maravilhosas e logo após me penetrou com força. Depois do gozo veio aquela hora de relaxar, Frederico perguntou se podia filmar meu corpo. Concordei na hora, mas tinha que ser de roupa e com meu cachorrinho. Frederico riu e foi soltar o Thor que estava preso na cozinha e logo começou a filmar.

Vestida, fui recebida pelo meu cachorro que já me considerava sua cadelinha. Thor me derrubou no chão me dando um banho de língua e querendo fazer safadeza. Por algumas vezes seu pau esbarrou na minha boca, confesso que isso me deixou com nojo mas ao mesmo tempo excitada e com muito tesão.

Tirei ele de cima de mim, afastei-me e com o pouco de juízo que ainda me restava pensei alto. Será possível!Falei comigo mesma: Para Monique isso é loucura. Frederico que tinha percebido a situação deu pause na maquina e incentivou-me a fazer sexo com meu cão.

O desejo era tanto, e sabendo que minha mãe e meu padrasto tinham ido passar o final de semana fora, autorizei meu amigo a levar Thor para o Box do banheiro e com água morna e sabão bactericida lavamos seu pinto.

Mesmo louca tinha muitas dúvidas e, a incerteza não saia da minha cabeça. Deixei me levar pelo tesão e pelas drogas que circulavam pelas minhas veias esquentando meu sangue.

Com Frederico dando play na maquina liguei o som bem alto, dei um tapa no baseado e deitei no chão da sala de bruços com o vestido já na cintura e ainda de calcinha chamei o Thor.

Meu cachorro veio disparado ao meu encontro. Thor começou a sentir o odor forte do gozo do Frederico que exalava do meu corpo, e loucamente começou a lamber minha coxa, meu bumbum e forçando seu focinho na minha vagina insistentemente me tirando sussurros e deixando minha calcinha completamente babada e molhada de prazer.

Virei de barriga rindo muito da situação, fiquei de quatro empinando a bundinha e deixei Thor passar sua língua na minha xaninha. Isso só fez o tesão aumentar.

Corri no armário e peguei uma camisinha e um KY(Gel Lubrificante) . Tentamos colocar no pênis dele mas sentimos que seria impossível.

Novamente sendo filmada, deitei-me no chão agora sem calcinha, senti uma quentura no fundo da minha bucetinha e comecei a passar o dedinho me masturbando. Enfiava e retirava da vagina e pressionava o clítoris com força. Estava com uma vontade louca de fuder. Thor sentindo o cheiro e vendo meu melzinho que já escorria de tesão iniciou um banho de língua provando meu sabor e me levando as nuvens.

O tesão já estava a flor da pele. Passei o gel na xoxota e fui me abrindo mais e mais deixando meu cãozinho se servi com sua língua melada e ligeira.

Antes que eu gozasse, fiquei de pé agarrei ele por trás e comecei a acariciar seu pênis que já tinha colocado pra fora aquela carne vermelha um pouco esbranquiçada.

Eu não aguentava mais ver o pauzão do meu cachorro. Com tanto tesão e a vontade crescendo cada vez mais fui para o quarto com o Thor pulando em mim e mordendo meu calcanhar doido para comer sua cadela. Frederico não perdia uma cena com sua maquina de filmar

Amarrei meias nas patas dianteiras do Thor e coloquei um edredom nas costas para me proteger dos possíveis arranhões. Tirei o vestido e fiquei como uma verdadeira cadela no cio de quatro com os braços arriados encostando a cabeça no chão e empinando bem a bundinha para trás aguardando ser possuída.

Meu cachorro veio com tudo, montou e travou suas patas dianteiras na minha cintura. Depois de algumas tentativas em vão, ele teve ajuda do Frederico e logo achou meu grelhinho em chama. Gritei!!! Ele penetrou, confesso que doeu... Foi uma sensação ímpar, uma mistura de calor, tesão e dor.

Thor metia seu pênis duro numa velocidade incrível, causando sensações indescritível. Foi quando ele querendo meter mais profundo pisou com força sua pata traseira na minha panturrilha. Gritei de dor. Ferida e sangrando deixei ele se satisfazer da minha vagina suada, molhada, quente e tarada de tanto tesão.

Após alguns minutos de sexo selvagem, levantei minha cabeça um pouco para vê-lo, e tive a mais bela visão ... Thor estava sem controle, sua saliva escorria molhando o edredom, suas patas traseiras chegavam a sair do chão, seu pau as vezes errando minha xoxota cutucava meu cuzinho, mas logo tinha ajuda do meu amigo pra voltar pro lugar certo. Thor apertava forte meu quadril com medo que eu fugisse, metendo cada vez mais fundo, tirando-me sussurros de dor e prazer.

Senti seu pênis pulsando dentro da minha racha . Seu bulbo assustador inchava dentro de mim. Foi quando meu corpo estremeceu, meus braços e minhas pernas bambearam e de tanto levar pirocada na minha raxa e catuque no meu cuzinho me arrepiei toda, gemi de prazer e GOZEI bem gostoso.

Thor continuou metendo cada vez mais rápido até que senti seu pau ejaculando dentro de mim. Podia sentir jatos de porra me inundando, a sensação era de uma ducha de água morna dentro de mim. Ele fraco, quase sem forças deixou seu pênis inchado dentro da minha bucetinha e virou, deixando nossos corpos conectados um no outro.

Fiquei com medo de ficarmos grudados por muito tempo, mas logo saiu de dentro aquela enorme bola que mais parecia uma laranja de tanto inchado que estava. Seu pau ainda latejando e pulsando ia voltando ao normal expulsando aquela porra de dentro da minha xoxotinha que pingava um liquido viscoso branco de espermas. Estava toda lambuzada de suor e leitinho dos meus dois machos.

Após o êxtase total fiquei sentada naquele chão frio meia sonolenta com as pernas abertas. Frederico ainda filmava. Percebi que havia uma mancha enorme de gozo na sua calça. Começamos a rir, parecíamos não acreditar no que havia acontecido, pensei até que estava sonhando mas era real, tinha acabado de dar a vagina pro tarado do meu cachorro.

Thor antes de se retirar lambeu o gozo que saia da minha xana e descia até meu ânus, saboreando minha arrombadinha enquanto eu fazia cafuné em sua nuca e mamava o cacete do meu fotogravo.

Depois dessa experiência única, fui tomar banho e quando voltei Frederico já não estava. Coloquei uma camiseta grande e sem calcinha e sutiã cai na cama destruída, totalmente morta dormi.

No dia seguinte fiquei meia confusa e preocupada com o vídeo na mão do Frederico com medo de cair na internet.

O duro foi explicar para minha mãe como o edredom tinha ficado no estado que ficou. Fedendo, com cheiro forte de cachorro e cortado pelas unhas de Thor.

Toda dolorida, com arranhões pelo corpo e uma dor de cabeça infinita mas nada que me fizesse arrepender por ter realizado uma das minhas maiores fantasias, dar minha perereca para o Thor, meu cachorro safado que me comeu gostoso.

Algumas semanas depois fui ao ginecologista, tinha medo do que pudesse acontecer e quais seriam as conseqüências.

Fiz alguns exames que não constataram nenhuma anormalidade no meu corpo para o meu alivio.

Depois de algumas trepadas com Frederico e prometendo fazer sempre sexo com ele, ele me entregou o vídeo já editado que tinha como tema:

" Morena deliciosa partiu pra putaria fazendo sexo selvagem com o seu cachorro em sua casa, a vadia ficou de quatro pra receber a pica grossa do seu cão na sua vagina apertada ficando engatada no animal por alguns minutos."

Fred me garantiu que não tinha salvo e nem feito copias.

FIM

Aí galera, espero que tenham se divertido, não deixem de votar e comentar!

BEIJOS

Moh Lyndinha ♥

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/07/2016 14:53:59
adorei muito bom aiaiai k delicia continue assim por favor parabens .. me remeta os outros teus por gentileza estou na maior tesaõooo..bjs
11/07/2016 14:49:48
Muito bom adorei maravilha só quem já fez amor com um dog sabe dar valor a isto .. k delicia adorei bjs b js em vc todinha óóóó´timo ...
20/02/2014 22:48:52
Oi Moh.. Agora editamos o teu conto com um vídeo.. Quem quiser este conto com o vídeo (e outros contos zoo com vídeo tambem), deixa o email nos comentarios, ou me manda um email pedindo este conto (mas tem que mencionar o nome do conto), para:
17/01/2014 20:46:12
Oi Moh.. Nota 10.. Muito bom mesmo.. Estou com a calcinha enxarcada... Você não gostaria de entrar em contato conosco na Fantasy Island e postar teus contos lá também (e receber os nossos com fotos/video ?). Nosso email é: Beijoka da Carla Zéfira
24/10/2013 16:42:03
mas isso num aconteceu de verdade, neh? aushaush GOSTEI
16/10/2013 18:46:50
muito bom
25/10/2012 17:38:59
Tu fala pra cacete hein! mas vou te dar uma moral pq me vi no lugar do seu dog e gozei
25/10/2012 09:15:37
bom...passa aê seu e-mail se possievl amor
24/10/2012 17:22:09
bom
24/10/2012 17:18:06
que dog sortudo o teu.Vc ainda dá pra ele ou foi a cachaça? rs
24/10/2012 17:14:12
putz eu gozei
24/10/2012 09:21:08
delicia de conto Mô...adorei conta mais!
23/10/2012 20:12:56
Rolou isso mesmo ou foi só um conto?Parabéns menina, mto bom mesmo.




Online porn video at mobile phone


contos eróticos em fábricavideo leabicas uma chupandi a outra de baixo da meaaafudida pelo vigia da escola conto erotico teenfui na urologista e acabei comendo seu cu xvideovideos porno velhor comedor da cabeça do pau rombudaSogra siliconada fudende bebadacabeção cantando xeretandofomos fazer um 69 e enchi a boca de minha esposa de porrabaixar cintura para trás mexe a cintura brava agora dá uma rodadinha mexe o bumbumnegao.fincou.muito.rapido.o.pau.no.cu.da.morena.que.gritou.muito.me punhetaramcontos na piscina,, mulher de corno chegando com biquíni transparente e corno viadota gostano da rola no cu ta contos eroticoRelatos eroticos selvagemfilme pornô de mulher com vagina da vaquejada vagina é uma peixadaconto gay ele se revoltou e tomou todaspornô doido chupando os mamilos da Dalvinhasondei meu pai no banho contos eróticos gaypinto do mindigo regaso ninfeta ate elspt arrombadas gg gosadas grelao pt porrameu filho e um broxa contos eroticoscontos dei p meu chefehomem. de pênis grande comeu cracudavideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiacontoerotico pai quero dar leitinho pra bbzinhavideos de homems heteros pausudos se masturbando em vetiario videos para baixamulher convence seu marido a fazer swingerconto erotico ensinando a tia de motocontos eroticos fudendoc a marcha do carronovinha com uma trena pra medi u pau di garoto vídeo de sexocontos de vacas que gostam de levar no cu e na conaporno puta com o cu calejado dano pra variosminha aluna trans (conto traveco)inara puta dando pro sogroconto erotico dos mauricinho ricos com gayarregasado a buceta com muita velocidadenovinha com sabonete batendo uma no chuveiropra um homemcontos eróticos fique se dedicando minha esposaporno mae gotosa madura sedente de amor ai pirocaoencoxada as escurascontos eroticos caguei no pauContos de comedores de Mendiga novinhas de 10 a 12 aninhospornoirado de puta de shortinho no talo sarrada no onibuspadrasto fazia sexo com as entiadas elas disiso que estava doendomamaezinha como vc é taradaxvidio nocinhas geme gostozo dando o cucontos eroticosdei meu bucetao para um pauzudo1000 fotos de lesbicas arrombadas esguichando juntasgrannyzoofila.comchupalano o cu da mulherO vizinho safado do 205Conto tio gay - "mama, vadia"xxxxxxxvideios minha tia fonde bemcontos eroticos transex minha irma e meu cunhado me transformo e bonecacastiel de supernatural fazendo sexo porno doidoeu era crente pequei dei minha bucetinhameto cazeiro pra ajeitar pau tortoContos eróticos teens pai vendo q a rola do filho estava bem grandinha conto gayeu nunca eu tinha fundido a buceta mestruada da minha esposa a noite ela tava na cama comigo ela tava de calcinha eu disse pra ela eu quero fuder sua buceta ela disse pra mim que ela tava mestruada eu disse pra ela eu quero fuder sua buceta mestruada conto eróticocontos de esposas com short mostrando a papada da bunda em casacontos eróticos meninas de 20 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhoPênis atravesso a bucetaconto erotico a menina crente classicoContos-minha mulheramamenta e mama no meu paucontorcionista dilataçao anal pornoPorno estupro irma vai dormir mas o irmao no colchão de arprica cavalacomendo o cu ajuda do sonifero contoscarolzinha baixinha trepanocontos eroticos peguei meu marido dando pro caseiro. negao adotei elechantageou a coroa para se dar bem