Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

O MARIDO BEM DOTADO DA MINHA VIZINHA ME TRANSFORMOU EM ESCRAVA SEXUAL! (Conto do TETE)

Um conto erótico de TETE
Categoria: Grupal
Data: 26/09/2012 12:18:02
Última revisão: 23/03/2017 17:04:38
Nota 9.69

Tenho 29 anos e sou casada com Antonio, um homem de 40 anos sempre muito serio que tinha como prioridade principal ganhar muito dinheiro. Ele sempre teve uma situação financeira privilegiada por ser de uma família com posses e desde que o conheci, ele sempre manteve um escritório de empréstimos de dinheiro, troca de cheques, duplicatas e todo tipo de “agiotagem”. Paralelo a isso tinha várias casas e salões para alugar. Tínhamos uma vida tranquila financeiramente, mas as diversões eram poucas, nem tinha motivo pra trabalhar tanto, pois nem tínhamos filhos, pois Antonio era estéril e quando comecei a dar ideia de adotar algumas crianças ele dizia que deveríamos esperar um pouco mais pra assumirmos este tipo de responsabilidade. E a vida ia continuando daquela forma sem muitas novidades.

Quando me casei aos 19 anos eu morava em uma cidade pequena e era muito pobre. Meu marido Antonio tinha ido visitar um tio que tinha uma pequena fazenda ali na região e aconteceu de precisar comprar uns remédios, passou na farmácia onde trabalhava de caixa, e por uma destas coisas de destino, se encantou comigo e depois de indas e vindas acabamos nos casando. Ele sempre comentou que queria se casar com uma moça do interior porque as da capital eram muito safadas e interesseiras.

Eu era uma moça virgem que até aquela data nunca tinha beijado mais que 3 rapazes nos bailes que frequentei, até sentia comichões entre as coxas, porém nunca deixei que a ousadia dos rapazes passasse dos limites de uma moça recatada.

Quando percebi que Antonio era um homem alem de atraente também já era muito bem de vida, logicamente imaginei que seria bom pra minha vida de muita pobreza naquela cidade pequena sem atrativos. Quando ele me pediu em casamento rapidamente aceitei.

Depois que nos casamos vi que sexualmente não havia nenhuma coisa maravilhosa que me pudesse fazer sentir nas nuvens, tudo era muito mecânico, praticamente sem emoção alguma, mas como havia escolhido aquela vida, não adiantava ficar reclamando. RSS. A única coisa que de vez em quando fazia durante meus banhos...praticamente sem querer descobri que adorava esguichar água morna do chuveirinho no meu grelinho que era bem saltado quando ficava durinho. Conseguia orgasmos maravilhosos.

Tenho seios e bumbum grande, coxas grossas, branca de cabelos negros e sorriso aberto.

Meu marido Antonio era o tipo de homem que pelo menos 3 vezes por semana chegava me dava uns beijos, tirava minha calcinha enfiava seu pinto na minha bucetinha e depois de algumas bombadas, gozava e logo depois tomava um banho e dormia roncando que nem um porco gordo. Aquilo só servia pra me deixar com mais tesão, pois quando começava a gostar ele já tinha terminado.

Meu serviço era os afazeres domésticos e também quando algum dos nossos inquilinos se mudava eu ia fazer vistorias pra ver se estava tudo bem e limpa-las pra alugarmos novamente.

Foi ai que aconteceu uma coisa que ia mudar toda minha vida pacata e insípida.

Ao lado da nossa casa tínhamos outra que alugávamos e quando o antigo inquilino se mudou um casal também sem filhos alugou em seguida. Logo fiz amizade com a vizinha que se chamava Nádia, tinha 30 anos, loira de olhos azuis, um corpo muito bonito e dava pra perceber que se vestia bem à vontade com vestidinhos curtos e shorts agarrados. Depois que ela ajeitou a casa do jeito que gostava colocou uma placa na frente da casa que dizia que aceitava encomendas de doces e bolos.

Ela fazia isso mais por diversão do que por necessidade, pois seu marido, Sr. Daniel era fiscal tributário e tinha sido transferido para trabalhar em nossa cidade e ganhava muito bem. Ele tinha a mesma idade dela e era um negro de 1.80 m. forte e com um corpão todo definido. Todo dia a tarde saia pra dar uma corrida no parque que havia ali perto de nossas casas. E deu pra perceber de cara que ele tinha um sorriso e um jeitão bem safado, pois logo nas primeiras vezes que fui visitar Nádia sem se importar com minha presença ao chegar da rua deu uns beijos e uns apertões no bumbum avantajado dela.

Ela também era bem safadinha.

Meu marido era apaixonado por doces e logo virou freguês assíduo das guloseimas que minha vizinha loira fazia e eu adorava sua companhia, sempre alegre e alto astral. Depois de umas semanas aconteceu uma coisa que me deixou toda cheia de pensamentos eróticos.

Nádia estava na cozinha fazendo uma massa de bolo, eu tinha ido ao banheiro fazer um xixi e quando voltei ao chegar à porta da cozinha o Sr. Daniel chegou da rua...com um short de lycra e uma camiseta curta talvez achando que a esposa estava sozinha chegou atrás dela e levantou o vestidinho curtinho que usava e deu umas lambidas naquele bumbum coberto apenas por uma calcinha fio dental branca toda enterrada no reguinho. Ela então disse:

-Seu louco tarado...para com isso...Daniel...a Suellen ta aqui em casa...ela foi ao banheiro...já volta...

Ele todo safado disse:

-Calma...minha loira gostosa...só quero dar umas lambidas nessa bunda deliciosa...e não se preocupe... nossa vizinha é casada...também...ela sabe das coisas...não é criança não.

Escondida ali no corredor não tirava os olhos vendo a safadeza dos dois e então ela disse:

-para...seu tarado...chega...vai tomar banho...pra acalmar esse pauzão...vai...depois a gente namora.

-ta bom...depois...não reclama se eu arrumar uma amante...to de pau duro...doido pra comer a bucetinha gostosa da minha esposa loirinha.

Ela com a mão cheia de massa e não podia fazer nada com as alisadas dele que se aproveitando disso tirou o pau pra fora do short e encaixou-o entre as coxas dela. Levei um tremendo susto.

O Sr. Daniel tinha uma pica negra enorme, grossa e cabeçuda. Nunca tinha visto um pinto tão grande na minha vida...era inacreditável...até voltei e entrei no banheiro novamente e passei uma água no rosto pra me refazer do que tinha visto. Aproveitei, dei descarga no vaso e voltei pra cozinha e encontrei ainda seu Daniel dando uns amassos discretos na esposa que disse brincando:

-chega...seu safado...a Suellen tá ai...respeita-a...seu tarado...assim não tem jeito Suellen...meu marido não me deixa trabalhar sossegada...fica me agarrando...toda hr...RSS.

Ele rindo disse:

-Fazer o que...eu não agüento...uma mulher branquinha...dando sopa...assim...de vestidinho curto...bom me deixa tomar um banho pra acalmar o tesão...meninas.

Até tentei, mas não consegui tirar os olhos entre as coxas daquele negro pauzudo...o volume debaixo daquele short de lycra era enorme e estava completamente delineado...ele realmente nem se importava em se mostrar, e logo que saiu eu e Nádia começamos a conversar.

-é...desculpa Suellen...mas meu marido bem safado...e bem tarado...faz 5 anos que somos casados...mas

é sempre assim...se bobear quer meter em mim...em qualquer lugar...não tem um pingo de juízo.

-tudo bem Nádia...eu...é que não devia estar aqui...acho que seu marido pensou que vc tava sozinha, né?

-é...mas ele é bem louquinho mesmo...se deixar ele faz qualquer loucura...já fomos a boates e algumas festas...se deixar ele tira a pica pra fora e quer me comer ali mesmo...no meio de todo mundo...se te contar todas as loucuras que fizemos juntos...parece até filme pornô...RSS.

-é...ainda bem que vcs estão sempre juntos né...ele não fica de safadeza com outras mulheres...parece-me que gosta muito de vc Nádia...

-gostar ele gosta...sim...eu também adoro meu negão...mas ele é muito safado...se bobear...ele mete chifres em mim...mas eu também...de vez em quando vamos pra alguma balada eu dou lado pra outros homens só pra ele ficar esperto...ele fica bravo...todo macho e me come mais gostoso ainda...só que ai fico com a bunda bem vermelha dos tapas que ele me dá...de raiva e de tesão...

-é to vendo que vcs são bem malucos mesmo...bem diferentes de mim e do meu marido...parado demais.

faz 10 anos que sou casada...mas parece que faz mais de 20.

-Talvez...se vc mudar um pouco Suellen...usar umas roupas mais provocantes...sensuais...quem sabe.

-acho...que não...sempre foi assim...meu marido...só pensa em dinheiro...de vez em quando até coloco uns vestidinhos tipo este que vc tá usando...bem curtinhos...gosto de me vestir assim também...mas não resolve não...continua...devagar...devagar. Rss.

-é...assim é ruim...tem que ter um macho gostoso...metendo na bucetinha da gente...pra fazer a gente gozar bastante...arruma um Ricardão...boba...vc é linda...deve ter um monte de homens querendo te comer...dá pra outro...bem gostoso!

-eu...eu...não tenho coragem pra isso...nunca nem pensei nisso Nádia...só tive um homem até hj...só meu marido...acho que nem saberia como fazer.

-isso eu duvido...mulher quando tem tesão sabe o que fazer na hr...dá bem gostoso...e ainda quando pega um com uma pica bem grossa...nossa...vira uma putinha deliciosa. Eu já namorei vários antes do meu negão...sempre fui putinha...mas meu negão tem uma pica bem grossa e cabeçuda do jeito que gosto...satisfaz-me por completo...eu é que de vez em quando não dou conta do tarado...o bicho mete muito...deixa minha bucetinha ardendo.

-to vendo...que a amiga tá bem servida...fiquei até com inveja...boa...RSS.

-é...já que acabei de fazer a massa...acho que vou aproveitar...e vou tomar um banho...também.

-to vendo que vai ajudar o maridão a tomar banho...né...sua safadinha...vou embora...vou deixar vcs sozinhos...pra não atrapalhar os dois. RSS.

-vc que sabe Suellen...se quiser ficar por ai...pode ficar...não vai atrapalhar em nada...meu negão... não tá nem ai...já te falei...se deixar ele mete em mim...na frente de um monte de gente...depois te conto em detalhes umas loucuras que já fizemos...vc não vai acreditar.

-Vou embora...essa conversa...tá muito louca...vou tomar um banho lá em casa...tiau Nádia...bom divertimento...sua safada...

-pode ter certeza...que vou...aproveita e faz alguma coisa também.

Até pensei em fingir que ia embora e voltar pra escutar ou espionar o que aquele casal iria fazer...mas achei melhor não...poderia me trazer problemas...quando cheguei em casa fui pro banheiro tomar banho e então quando tirei a calcinha pude perceber o estrago que aquelas cenas e aquela conversa tinham provocado em meu corpo principalmente na minha bucetinha. Eu estava completamente molhada...meu grelinho tava durinho e enorme...desta vez nem usei o chuveirinho...com meus dedos bati uma siririca deliciosa e gozei loucamente.

Naquela noite durante o jantar vesti um vestidinho de malha bem agarrado pra dar uma animada no meu maridinho que talvez por estar nervoso por causa dos negócios nem se dignou a me olhar direito, e frustrada com a falta de interesse dele até fui dormir mais cedo.

No outro dia Nádia depois do almoço me chamou pra ajudá-la a fazer umas bolachinhas na parte da tarde

e quando fui pra casa dela resolvi colocar o mesmo vestidinho que tinha colocado na noite anterior para o insensível do meu marido. Queria me sentir bonita e gostosa, até aproveitei pra colocar uma calcinha bem pequena e puxei-a todinha dentro do meu reguinho fazendo parecer fio dental.

Ao me molhar no espelho me achei toda gostosa.

Quando entrei na cozinha e encontrei Nádia ela me olhou toda sorrindo e disse:

-humm...minha amiga hj...resolveu mudar o visual...to vendo que ontem também teve festinha é?

-que nada amiga...meu marido chegou todo nervoso por causa dos negócios...que nem olhou para meu lindo vestidinho...fiquei puta da vida...mas...fazer o que.

-ihhh...to vendo que só resta vc mostrar esse corpão...pra outro macho...ouvir uns elogios...se quiser amanhã a gente vai ao shopping à tarde...tomar alguma coisa...garanto que vão aparecer vários.

-vc sabe...que seria uma boa ideia...mas eu sou muito conhecida...ir ao shopping de dia e sozinhas...vão falar mal...com certeza...mas bem que eu gostaria mesmo.

-é...isso é...eu ninguém me conhece...mas vc...ai já viu né...mas tem uma pessoa que vai gostar de te ver assim...toda gostosa...ah se vai...

-como Nádia...não entendi...quem vai gostar?

-quem? Meu negão safado...ontem depois que nós transamos ficamos batendo papo e ele comentou que vc era uma mulher linda...gatona...e que devia mudar o jeito de se vestir...e hj vc me aparece assim...toda gostosa...com esse bundão todo arrebitado...vestidinho curtinho...as coxas de fora...ele foi correr...já tá pra voltar...quero ver o que ele vai dizer...quando te ver assim. Vc ficou gostosona demais...assim.

-ai...ai...ai...ai...acho melhor ir trocar de roupa então...assim...vc tá me deixando encabulada...Nádia.

-Deixa de ser tonta mulher...só to brincando com vc...nada a ver...fica tranquila...mas que o Daniel vai reparar em vc...vestida assim...isso vai...só quero ver...o que ele vai dizer...mas...vamos fazer as bolachas Suellen...vc vai me ajudar...são bastante...tenho que entregar amanhã...quero deixar prontas hj.

-tá bom então...vamos por a mão na massa.

Depois de uns 20 minutos vi Sr. Daniel chegando da sua corrida todo suado e pela janela da cozinha ele disse pra esposa que tinha pisado em uma poça cheia de lama e ia entrar pela outra porta e ia direto para o banho. Como estava do outro lado da pia mexendo na massa ele nem me viu.

Dali a alguns minutos ele entrou na cozinha e disse brincando:

-Nossa...hj esta cozinha esta mais bonita...duas gatas de vestidinhos curtos...com certeza os doces vão ficar mais gostosos ainda...

Nádia já entrou na brincadeira dizendo:

-tá vendo...Daniel...hj nossa vizinha resolveu arrasar...bem que vc comentou ontem que ela devia colocar umas roupas mais sexy...acho que ela escutou...nossa conversa...né?

-até pensei que nem era a nossa vizinha...até achei que era a irmã mais nova dela.

Eu sorria das brincadeiras deles e quando olhei pra trás vi que ele estava apenas com uma toalha de banho enrolada no corpo...e então o telefone tocou na sala...seu Daniel foi atender e logo disse:

-Nádia...é tua mãe querida...quer falar contigo...sobre os exames médicos que fez...

Ela saiu toda ansiosa pra atender dizendo:

-É minha mãe tá com uns problemas de saúde...vou atender lá no quarto...este telefone sem fio da sala tá uma merda...fala um pouco e cai a ligação...

Nem bem Nádia saiu percebi que Seu Daniel já veio perto de onde eu estava...na pia amassando a massa em uma bacia grande...e disse:

-Suellen...parabéns...hj vc esta mesmo...muito mais bonita...juro que quando cheguei à cozinha...quase nem te conheci...ainda mais com este bundão todo arrebitado...mas tá linda vestida assim...devia andar sempre assim...toda gostosa...

-O Sr. é muito galanteador...assim me deixa sem jeito...bem que a Nádia falou que o Sr. ia comentar sobre minha roupa.

-Realmente...ta linda demais...Suellen...eu tinha notado que vc tinha uma bunda bonita...mas neste vestidinho curto...ficou super gostosa mesmo...só faltou uma coisa pra ficar ainda mais perfeita...ia ser difícil ficar ao seu lado e resistir...

Eu continuava amassando a massa na bacia e percebia aquele macho negro só de toalha ao meu lado com um olhar todo safado e cheio de insinuações e quase sem perceber me deixava levar.

-é...bem que a Nádia falou que o Sr. é bem safado...o Sr. fala as coisas de um jeito...nossa...mas...o que tá faltando...pra eu ficar...mais perfeita...tenho certeza que é sacanagem...pelo jeito...que tá falando.

-claro que não é sacanagem...é a mais pura verdade...Suellen...o que faltou...é vc estar com este vestidinho...sem calcinha...peladinha por baixo...ia ser impossível...não querer meter a pica entre tuas coxas...vc tem umas coxas lindas.

-nossa...seu Daniel...como o Sr. é tarado...bem que a Nádia me avisou.

-é...perto de uma mulher gostosa assim...não tem jeito de ficar...com tesão...alias...eu não consigo resistir mesmo...vou fazer um pequeno teste...com vc...

Quando menos pensei...ele me segurou pela cintura e me encoxou por completo...em segundos aquele pauzão duro e super quente deslizava entre minhas coxas...sua boca me beijava a nuca e meu pescoço.

Meu vestido foi levantado até a cintura...uma mão bolinava minha bucetinha pela frente...minha tentativa de me desvencilhar daqueles braços fortes durou poucos segundos...todo meu corpo se arrepiava sentindo aquele macho pauzudo...bolinando-me por inteira...e então ele disse todo sensual:

-que delicia...de mulher...quero te comer...inteirinha...sua putinha safada...agora chega...depois a gente continua...vadia...gostosa...quero meter em vc...muito...mas com tempo...nada de pressa...e da próxima vez...ja vem sem calcinha...putinha de verdade...tá sempre pronta pra levar pica de macho.

Ele saiu dali me deixando completamente sem ação e com a buceta completamente molhada...toda tesuda e tremula. Logo ouvi a voz da Nádia voltando e dizendo toda feliz que os exames que a mãe tinha feito...deram negativo...ela tava com receio que a mãe estivesse algum problema sério de saúde...e voltamos a conversar e terminamos de fazer as bolachas.

Nem sei como consegui fazer as coisas direito...minha mente só pensava nas sensações que tinha vivido ali naquela cozinha durante uns minutos...o calor daquela pica enorme entre minhas coxas...os dedos daquele negro safado dedilhando meu grelinho...sua boca quente no meu pescoço...ele me deixou completamente entregue. Eu estava doida de desejo pra dar meu corpo inteiro pra aquele negro pauzudo.

Quando voltei pra casa fui tomar um banho e novamente bati uma siririca gozando intensamente. Naquela noite meu marido resolveu transar comigo...só serviu pra me deixar com raiva e com mais tesão com aquele pintinho que além de pequeno, gozava rápido demais.

Acordei no outro dia só pensando no que poderia acontecer de sacanagem com meu vizinho negão pauzudo...mas minha preocupação era sua esposa Nádia, não sabia como me comportar perto dela...apesar de que em alguns momentos me parecia que ela até gostava das safadezas dele.

Como tive que fazer umas coisas na cidade que meu marido havia pedido...só fiquei livre a tarde e quando cheguei...passei uma água rápida no corpo, coloquei um vestido bem leve, afinal estava muito calor e quase que automaticamente, lembrei do que o safado do meu vizinho havia “recomendado” e não coloquei calcinha. A sensação de andar sem nada por baixo do vestido já me deixou toda taradinha. Em seguida fui pra casa dos meus vizinhos...toda cheia de mas intenções.

Quando entrei na casa encontrei Nádia com duas sacolas grandes cheias de roupas no sofá da sala e começamos a conversar animadamente:

-Suellen...vc sumiu hj...eu ia te chamar pra irmos juntas no shopping...tava tendo uma liquidação maravilhosa...comprei um monte de roupas lindas...meu maridão...liberou o cartão...aproveitei...comprei bastante...daqui a pouco vou te mostrar...meu negão foi tomar banho...já já eu vou também...pega uma latinha de cerveja na geladeira...tá calor...pega pra nós duas...amiga...

-tá bem...vou pegar...hj o dia foi corrido pra mim também...mas infelizmente meu marido não me mandou comprar roupas no shopping...mandou-me trabalhar...atrás de um monte de documentos...cheguei agora pouco da rua...tomei um banho...e vim pra cá...te ver...pra não perder o costume...e relaxar um pouco.

-to vendo que minha amiga...resolveu usar só vestidinhos agora né...esse não tá tão sexy quanto o de ontem...mas tá bonito...alias...só pra vc saber...comprei um vestidinho pra dar de presente pra vc...tenho certeza...que vc vai adorar...e os homens então...vão querer te agarrar.

-que bom....que alguém se lembra da gente...tenho certeza que vou gostar...vc tem ótimo gosto Nádia...

-mas deixa eu te falar...uma coisa...sabe quem me ajudou comprar o vestidinho pra te dar de presente...foi o safado do meu maridão...falou que vc vai ficar mais gostosa que ontem.

-desse jeito fico até encabulada...to vendo que deve ser bem escandaloso...do jeito que vc ta falando...

-escandaloso não...vestido de mulher gostosa...quando vc provar...tenho certeza que vai adorar...só tem uma coisa...vai ter que tomar cuidado...se usar perto do meu maridão tarado...acho que ele não vai conseguir resistir...vai querer te agarrar.

-aiii...Nádia...vc é louca...também...assim vc me deixa sem jeito...preocupada...

-Suellen deixa de querer parecer uma mulher recatada...isso não orna com sua beleza...e não se preocupe comigo...não tenho ciúmes...de vc com meu marido...apesar...de ter certeza que se bobear...ele mete a pica na tua bucetinha...já percebi que ele fica todo ouriçado...perto de vc...até o tesão dele aumentou...depois que vc passou a frequentar minha casa...eu conheço os homens...principalmente o safado do meu marido.

Antes que dissesse alguma coisa...Daniel entrou pela sala...enrolado em uma toalha de banho...igual o dia anterior e dizendo todo alegre:

-oieee...pensei que nossa linda vizinha não ia vir em nossa casa hj...Nádia até comentou que queria que vc fosse ao shopping com ela...mas vc tinha saído...mas foi até bom...acho...se fossem juntas...acho que teria gastado muito mais.

Eu sorri e concordei com o que ele dizia e então Nádia disse:

-bom...agora deixa eu ir tomar meu banho...to toda suada...experimentar roupas...cansa...também.

Nádia saiu e ele foi buscar uma cerveja na geladeira...voltou e se sentou no sofá...eu me sentara na poltrona bem de frente pra ele...com a pernas cruzadas.

Ele com um sorriso bem safado, com a toalha quase aberta me olhou e disse:

-mostra...pra mim putinha...se vc tá do jeito que pedi ontem...mostra...

Ele foi tão direto que me deixou um pouco constrangida e fiquei sem ação dizendo:

-eu...eu...mostra...o que...eu...eu...não...sei...eu...

Ele então mostrou seu lado machão dizendo firme:

-deixa de frescura Suellen...mostra esta bucetinha...pro macho...que vai te comer...quero ver se vc veio... pronta...do jeito que te falei ontem...sem calcinha...quero ver...

Vi que tinha que fazer o que ele queria e sem pudor abri as pernas e mostrei minha bucetinha que já umedecia rapidamente e ele então abriu a toalha e mostrou aquela pica negra majestosa quase dura...e disse:

-vem...de joelhos...putinha...tira o vestido...vem...chupar o pau do teu macho...

Apesar de tesuda, ainda tentei argumentar dizendo:

-o Sr...é louco...ficar pelada...e se a Nádia...volta...eu...o que...pode...acontecer...eu...

Ele então disse bem firme...de um jeito que não admitia contestação:

-putinha...tem que obedecer...o que o macho...quer...vem logo....vadia...chupa minha pica...sua puta...

Tirei o vestido e fui engatinhando até o sofá...peguei aquela vara negra grossa e dura comecei a chupar... com vontade...quase não cabia na minha boca aquela pica enorme...ele enfiava no fundo da minha garganta sem dó...e dizia todo sensual:

-isso...assim...chupa putinha...vadia...tava louca de vontade de sentir a pica do negão né...vadia...assim...

mostra que...sabe chupar gostoso...o pau do teu macho...putinha...

Ele me deixava completamente tesuda com aquelas palavras safadas...e então...ele fez uma coisa que nunca tinha feito com meu marido...colocou-me de quatro no sofá...com a bunda toda exposta e começou a lamber minha buceta com aquela língua quente e enorme...pegou meu grelinho duro e grande e sugava com vontade...eu gemia alto...e a cada gemida um tapa forte estalava na minha bunda sem dó...a dor aumentava meu prazer...dei um gritinho contido e gozei copiosamente na boca daquele macho safado...rebolando compulsivamente...meu corpo tremia por inteiro...era meu primeiro orgasmo oral...era um prazer indescritível...que achei que nem existisse. Dava pra sentir que por minhas coxas escorria o liquido que minha bucetinha expelia sem parar.

Quando imaginei que ele ia enfiar aquela pica majestosa que eu tanto desejava na minha bucetinha ele disse todo safado:

-Coloca o vestido putinha...chega...por enquanto...adorei...fazer a putinha gozar na minha língua...mas adorei também...deixar esta bunda branquinha bem vermelha...gosto de putinha que adora apanhar... do macho dela...e vc é uma dessas...tenho certeza que vc é uma puta deliciosa...que sabe agradar o seu macho...quem sabe...depois a gente continua...putinha...gostosa.

Estava toda tremula e ofegante quando meu celular tocou e era meu marido dizendo que dali a pouco iria passar em casa para me buscar pra irmos juntos buscar outro carro que ele havia pegado em um negócio. Em segundos coloquei o vestido e me recompus rapidamente. Daniel saiu e em seguida Nádia aparaceu de roupão e enxugando os cabelos e então eu disse:

-Minha amiga...vou ter que sair junto com o chato do meu marido...tenho que buscar um carro que ele pegou em negócio...amanhã eu vejo o meu presente...e vc me mostra as roupas que vc comprou...tá bem?

-Ahhh...que pena...mas tudo bem...fazer o que...amanhã...a gente vê tudo...fica tranquila...querida...

Em casa rapidamente tomei um banho gelado pra me refazer de vez antes que meu marido chegasse. Olhando-me no espelho vi que minha bunda branca tinha ficado bem marcada pela mão pesada daquele negro safado...só de lembrar-me dos tapas que levei na bunda...já fazia minha bucetinha piscar de tesão ...que loucura maravilhosa...e ainda nem tinha sentido aquela vara enorme e grossa na minha buceta.

O mais incrível é que o corninho do meu marido naquela noite quis me meter novamente comigo, 2 dias seguidos querendo me comer era novidade. Acho que ele já tava pressentindo o chifre que ia levar.

Tive que tomar cuidado por causa das marcas no bumbum...mas como ele gozava rapidinho...foi fácil.

Logo depois do almoço no outro dia, meu marido disse que ia precisar fazer uma viagem rápida e que deveria voltar em dois dias. Tudo me pareceu conspirar pra que a coisas ficassem mais fáceis pra safadeza e resolvi me preparar toda pra mais tarde ir visitar a casa dos meus vizinhos. Depilei-me toda e dava pra sentir que meu grelinho estava todo durinho.

Procurei no guarda roupa uma roupinha que me deixasse mais sexy e então encontrei um vestido branco que havia comprado há uns 3 anos quando estivemos na praia. Era pra ser usado por cima do biquíni porem quando o olhei, já imaginei usá-lo sem nada por baixo. O tecido era uma cambraia fina que certamente mais mostrava do que escondia. A desculpa era o calor intenso. Mas de uma coisa eu tinha certeza...nem me preocupava mais disfarçar o tesão que emanava de meu corpo.

Fui pra casa dos meus vizinhos e quando Nádia me viu chegando à porta da cozinha...olhou-me de cima em baixo e disse brincando:

-Mulher...vc tá quase pelada...este vestido tá mostrando...quase a tua alma...desse jeito eu não agüento...

assim desse jeito...vc vai deixar meu negão mais tarado do que já é...to percebendo que todo dia quando vc vem aqui...chega à noite...ele quer me comer de todo quanto é jeito...to quase desconfiando que ele fica olhando este bundão arrebitado teu...e depois quer descontar o tesão em mim.

-Nádia...vc é maluca mesmo...vc fala cada coisa...eu vim assim...porque tá muito calor...e sei que vc não se importa com isso...aquele dia que vim com aquele vestidinho curto...vc falou que tinha ficado gostosa

...se vc quiser...eu vou em casa e me troco...não tem problema...

-claro que não boba...to brincando...por mim...vc pode ficar a vontade...só que hj não tem como garantir a integridade da minha amiga...quando meu maridão te ver assim...toda transparente...da pra ver que vc tá sem calcinha Suellen...não adianta pedir socorro pra mim hein...não vou socorrer amiga putinha.

-Nádia...por isso que adoro ter vc como vizinha...vc é uma louca maravilhosa...mas hj eu to sossegada... quero ver as roupas que vc comprou ontem...e quero ver o vestidinho que vc falou que ia me dar de presente...ontem precisei sair correndo daqui...

-tá separado pra vc experimentar...vc vai adorar...pelo que to vendo...vai te deixar super gostosa...mas já que vc chegou...vou passar uma água no corpo...no outro banheiro ali...rapidinho.

-e...e o teu maridão...tá trabalhando ainda...Nádia?

-bem que desconfiei...a minha vizinha putinha...tá querendo saber do meu negão né...safada?

-só perguntei...amiga...não fica me gozando...nada demais.

-sei...vou acreditar...por enquanto...mas tudo bem. Ele chegou foi fazer a barba e tomar banho...daqui há pouco...ele aparece...sua safada...agora me deixe ir...passar uma água gelada na minha bucetinha...já volto...fica la na sala...vou pegar as roupas pra vc ver...vou ligar o ar...pra refrescar...enquanto isso...

Nádia me trouxe as sacolas de roupa e fiquei ali olhando-as e logo ela voltou nua se enxugando e disse:

-é...hj tá demais...nem dá vontade de por roupa...dá vontade de ficar aqui...peladinha no ar condicionado.

Nem bem Nádia acabou de falar, Sr. Daniel entrou na sala só com uma toalha branca enrolada na cintura todo cheiroso...e disse todo sorridente e safado:

-Que sala mais linda...uma loira maravilhosa...nua se enxugando e nossa vizinha maravilhosa ao lado toda linda...assim...deixa qualquer homem feliz...mas gostei da frase da minha esposa deliciosa ...peladinha no ar condicionado...adorei isso.

Ele se sentou na poltrona em frente a nós...Nádia foi até ele...sentou no seu colo e disse toda safada:

-Amor...mas é verdade...vou experimentar as roupas que comprei ontem...pra mostrar pra minha amiga...e ela vai experimentar o vestidinho que compramos de presente pra ela...mas vc viu como nossa vizinha tá toda linda hj...toda transparente...dá uma voltinha Suellen...vem até aqui e volta...mostra pra nós.

Todo safado ele disse:

-hummm...vou adorar...ver esse desfile...também vou querer ver vc Nádia...desfilando...

O clima era quente e cheio de safadeza e então resolvi que não ia ficar com frescura e então fui até o fim da sala e voltei toda rebolando...a luz que entrava pela janela mostrava por completo o contorno do meu corpo nu...e então quando cheguei à frente deles...vi que Nádia já tinha aberto a toalha dele e alisava aquela pica negra completamente dura...e então eu disse também toda tesuda:

-Quer...que eu desfile...sem roupa...também...Nádia?

-A putinha tá louca pra mostrar a buceta e o rabo pra nós...meu amor...vc quer ver a puta peladinha?

-Claro...que quero...tira...tudo vadia...igual ontem...mostra esta bucetinha...e essa bunda gostosa...

Quando ele disse pra fazer igual tinha feito no dia anterior, vi que os dois estavam de safadeza comigo e fiquei completamente nua e desfilando toda putinha pra lá e pra cá...olhando aqueles dois safados se bolinando na minha frente...e então ele disse todo sensual:

-Vem...putinha...ajoelha e chupa do teu macho...vem mamar gostoso...vem vadia...

Engatinhei toda submissa e quando cheguei pertinho deles Nádia pegou o pau grosso e duro do maridão e colocou na minha boca e disse toda safada:

-isso...é assim mesmo...puta vadia que gosta de dar pro marido das outras...tem que obedecer bem direitinho...e essa aqui...tá louca pra dar pro meu negão...chupa...vagabunda...safada...engole...tudo...

Cai de boca e engolia o máximo que podia daquela pica negra maravilhosa...ele enfiava até o fundo da minha garganta me fazendo engasgar...e foi então que senti uma língua deslizar pela minha buceta. Era Nádia ajoelhada atrás de mim que chupava meu grelo duro com vontade...arrancando gemidos altos de minha garganta...a safada sabia como chupar deliciosamente...e percebi que também era um pouco sádica igual o marido...pois também dava tapas fortes na minha bunda...mas percebi que isso só aumentava o meu prazer...esse lado masoquista meu estava começando a desabrochar...

Dei um gemido forte e me convulsionei por inteira...eu gozava loucamente na língua daquela mulher...e apanhava no bumbum...ela sabia como bater forte...aquela safada...e logo ela disse toda sensual:

-agora é tua vez vadia...chupa minha bucetinha...quero gozar na boquinha da vagabunda...bem gostoso.

Parecia que tudo era normal...sem preconceito...e logo que ela se sentou na poltrona e abriu as pernas mostrando aquela bucetinha branquinha toda lisa...cai de boca e fiz o que ela tinha feito comigo...lambi e enfiei minha língua por tudo...ela gemia e dizia:

-isso...assim...a putinha...sabe como chupar uma buceta...a vadia...faz eu gozar...bem gostoso...ai eu vou deixar...meu negão meter a vara...na tua bucetinha...chupa bem gostoso vagabunda...chupa...que vou...

Ela deu um grito...puxou minha cabeça pelos cabelos e afundou meu rosto na sua bucetinha...quase me afogando...e gozou se contorcendo como uma cobra...Logo em seguida...senti aquela pica negra grossa enorme entrando na minha bucetinha...senti-me desvirginada pela segunda vez...aquilo entrava rasgando apesar de toda molhada...pela primeira vez me senti totalmente preenchida...a pica daquele negão era super cabeçuda...e ele começou a meter com vontade...eu gritava como uma vadia...logo a dor de perder o cabaço pela segunda vez passou e o prazer tomava conta do meu corpo. Eu continuava ajoelhada entre as coxas de Nadia e ela me segurava pelos cabelos olhando o maridão engatado atrás de mim...metendo com vontade...arregaçando minha bucetinha e ela dizia toda tesuda:

-isso...mete com força...arregaça a buceta desta vagabunda...meu negão...bate na bunda da vadia...ela é muito puta...mete...ela queria uma pica de macho de verdade...mete na vadia...sem dó...

Ele metia como um louco e dizia todo tarado também:

-ahhh...que buceta apertadinha...que delicia...vou deixar essa buceta toda inchada hj...gostosa...vadia...

Eu gemia completamente tomada pelo prazer...nada mais importava...só o tesão...que aumentou quando o safado começou a me dar uns tapas na bunda...sem dó...parecia que eu tinha sido ligada numa tomada pois passei a rebolar mais ainda...e então sussurrando eu dizia:

-Assim...ai....vou gozar...seus safados...vou gozar...mete...com força...eu...vou gozar...

Nádia então fez uma coisa que me fez explodir num gozo fantástico...Ele puxou meus cabelos e levantando minha cabeça...me encheu o rosto de tapas dizendo toda tarada:

-isso...goza...vagabunda...goza...vadia...dá gostoso...apanhando na cara...como vagabunda gosta...goza. ..safada...a toa...vagabunda que gosta de dar pro marido das outras tem que apanhar na cara...quando goza...goza...vadia...

Eu me contorcia por inteiro...parecia que mijava pela buceta...de tanto liquido que escorria pelas minhas coxas...e logo senti jatos ferventes de porra daquele negão dentro da minha bucetinha...eu atingia orgasmos múltiplos...acho que tive mais deatrás do outro...eu gritava de prazer e de dor dos tapas que levava...mas acho que podiam me matar ali naquele instante...gozei alucinada...

Cai desfalecida ali naquele tapete da sala...ofegante e toda tremula...demorei uns 5 minutos pra recuperar o fôlego e a consciência...Nádia e Daniel também pareciam esgotados.

Como se tivéssemos feito a coisa mais normal do planeta levantamos e fomos tomar banho sem nenhum tipo de constrangimento...brincamos e conversamos normalmente. Depois do banho Nádia mostrou as roupas que tinha comprando...eu experimentei o vestidinho de “putinha” que tinha ganhado dos dois safados tudo continuou quase normal.

Quando comentei com Nádia e Daniel que meu marido tinha ido viajar e só voltaria dali a dois dias... eles logo disseram que não iriam deixar eu sair dali...Nádia ainda brincou que ia esconder minhas roupas e que iríamos ficar os 3 nus dentro da casa...e realmente aconteceu isso.

Durante aqueles dois dias transei mais do que tinha transado minha vida inteira...os dois eram extremamente tarados e descobri que também não ficava atrás. Descobri que safadeza pra mim não tinha limites.

Depois de 6 meses...separei-me do marido...e logo conheci um homem que também gostava das mesmas coisas que eu e passei a me sentir uma mulher realizada plenamente.

Outros contos do TETE acessem meu perfil: http://zdorovsreda.ru/perfil/150463

Se quiserem entrar em contato:

skype: tete-cp1

e-mail: [email protected]

fffffffff7yhh

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
31/01/2016 22:25:23
Mais um otimo conto
10/09/2015 15:22:16
Espetacular, vá curtir a vida mesmo, com essa gostosura toda, tem mais é que meter muito mesmo. Sensacional.
09/09/2015 08:51:21
Muito bom
23/08/2015 14:21:51
Bendita hora que eu resolvi ler esse conto!! Que tesao do caralho!!
13/08/2015 10:19:14
Pois é dinheiro ajuda,mas ñ da prazer e nem felicidades,rrrrrrrrr bela historia.
10/08/2015 00:53:27
Nossa que delicia de conto fiquei louco. Meu Deus!
05/12/2012 10:19:01
Amei, 10
30/09/2012 14:45:56
mulher, toda vez paro pra ler esse conto e me excito demais, conta, mas conta toda sua trajetória no mundo da safadeza que nós com certeza irá suspirar de tesão, bjos nota
27/09/2012 22:37:07
Simplismente maravilhoso o conto. notameu email e msn
27/09/2012 11:25:15
muito bom me add no msn
26/09/2012 19:00:56
a descrição da sacanagem está perfeita, tesudíssima. o conto está maravilhosamente bem distribuido.
26/09/2012 15:35:39
Sensacional!!!
26/09/2012 15:34:47
Sensacional!!!
26/09/2012 15:32:13
magnifico. nota 1000
26/09/2012 14:39:14
lindo conto quer ser minha amiga me add no msn
26/09/2012 14:14:48
EXCELENTEcontinue contando maiscom admiração, Lincoln
26/09/2012 13:32:06
DIVINO




Online porn video at mobile phone


tio por favor coma meu cuzinho a sobrinha improrando para o tio ele nao resiste contoscasadoscontos espiando a.siriricaconto erótico com irmão cavaloele deu o c* do amigo ele gozou dentro com a rôla duraxvidioelicarlos2010mulher f sexo escanxada no palwww.mundobicha australiano sarado fode novinho.com.brconto anal crente bundudaver vídeo pornô irmão comendo a mulher do irmão com sardinhaadvogada abrindo sua buceta no motelmulher puxa o saco d marido geytio negro de 40cm de pau no cu da intiadacontos gay chule do padrinhocontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriaporndoido broxa mulher trasa com morad ruatio tira vingidade denovinho dormindogarotos novinho dançante carinhosa com um homemmulheres gostosa com binco no peito contos eróticos de esposa meu amigo na garupa da moto delaxvideos comendo a irmã dormindo de fio dentalminúsculoencoxada no metro xvdcavalo tirando virjidade da potrinhacontos erotico meu pai tem o pau iguau d um cavalo e mi fudeuzoofilia paixão relatosxxvido apontei sevageconto erótico esfolei o cu e a buceta dela com raivafilme porno "ligados pelo desejo"contos eroticos filha novinha fazendo uma chupeta pro seu pai do pau de trinta centimitrocaseira gostosa enrolada na coberta com marido deitado na sala assistindo TVnó parquinho perdi o cabacinho contospapai me chamou para ir lanchar no shoiping.mentira foi desculpas para ir no motel comigo cumer a minha bucetaContos Mamadas no paizimeu quero ver um priquito bem grande daquele bem arranhadowww.meu vizinho negao me estuprou mundobicha.comXvideo irma uza massage para seduzirxxvibeo com a calsa apertada fudeno com novinhoo croch me cumenoeu confesso marido examina minhas calcinhaspunheta da zefapegando carona com a vizinha novinha amaziadaencoxando rabuda no trem casa dos contostaludas d short gostosasporno teste de fudeludade com enteadatufos familia favela #8xvidiomai gostoza do meu amigo deuMulheres casadas e recatadas. Contos eroticos.fodendo gestantesEu te amarrei novinha vagibafeminilizado conto erotico esposaContos eroticos a gozada incetuosa e mais gostoza que quaque outra gozando dentro da irma cem camisinhaexvidio comi á mińha pastora da igrejaIrmanzinha linda dando o cu apertado apunsocontos eroticos professorapegando carona com a vizinha novinha amaziadaconto erotico tia bucetuda e sobrinho pausudo de sungapornô grátis só contos eróticos sogra cozinhacrenye de verdade é aquele crente sabioestourando com o cu da amadora e ela cagando no paubumbum a mainha não me bate no bumbum Sítio do pica-pau Amarelofotos os penes mais maneru do mundo pornxxvidio comendo uma pmacetona gulosa chorando engolindo picamlher batendo poeta para mim èmulher gostosaconto eróticos menina estrupada por mordomo ponodoidofotos de mulheres batendo poeta nelas mesma pensando em homem tezudocoroas peladas com o corpo melado de margarinaxvídio porno novínha espichano gozopornos em q o pai quebrol o cabaso da gilha inocenteno cruzeiro com a mae conto eroticonrenad peladasdesse jeito eu gosp dentro xvideostravesti branquinha e e s branquinha e rosada tranzando na xçcamacaralhinho do prazer contosgta v a minha secretaria ta dando mole fizemos sexo no escritorioporno-casados-fas-porno-pelo-buraco-da-paredeconto erotico comecei a provocar novinho pintinhoporno novinha foi cariciada na escola contosGTA comendo na rua mostrando a bundinha calcinha vestidos aindaxvideos gata novinha virgem perdendo a virgindade .sai pra ir na igreja e acabou indo foder no.motel levantou a saia cunprida e gozo gostosonem te conto anal em motelnovinha distraída de shortinho folgadinhos sentou de perna abertaxsvideo de porno itiada fudeno com padrastodando apora desse cabaçodocenandaestupro esposa contos eroticosContos eróticos sensua club Padrasto pega a entiada a forçavarias gosadas na buceta xpornodoidovídeo pornô de padrasto safado que transa com suas enteadas nem peitinho de cabelo com Regina nasceucarlos chupando uma buceta com muito prazerela deixando alisar o greloconto erotico vizinha me pediu q eu cuidasse da sua filhacontos eróticos comendo o c****** da freirinha taradarelatos eroticos pagando o aluguel com a filhinhaContos erotico meu primo fodeu minha esposa de calsa legg brancaminha namorada deu o cuzinho no jogo da verdade ou desafiofotos decasadinhas boqueteiras do corninhoSexo on-line aclimação menagexividio ta entrano no cuEu Queria arranjar uma queria que passasse um filme para mim né e mulher pelada para mim entendeu