Dividi minha esposa na praia, dei a bunda e descobri que gosto de pica


Um conto erótico de Rabudo
Categoria: Grupal
Data: 23/07/2012 16:26:50
Nota 9.67

Vou relatar o que aconteceu comigo e minha esposa no carnaval de 2011, sendo verídico tudo o que aconteceu, estou relatando tudo em primeira mão, acreditando que muitos machos têm as mesmas fantasias e, também, por saber que machos casados curtem as mesmas putarias que eu, segue o que eu e minha esposinha vivemos naquele carnaval.

Meu nome é Márcio e minha esposa chama-se Rose ela tem 41 anos de idade é baixa, branca, cintura fina e apesar da idade tem uma bunda bem gostosa e está em forma, com apenas 52 Kg, sou moreno, tenho 39 anos, 1,76 mts, peso 83 Kg e estou em forma, também.

Eu e a Rose, estávamos a fim de curtir o carnaval na Cidade de Paraty RJ, deixamos nosso filho com meus pais e fomos para lá na manhã de sexta feira, onde pretendíamos nos divertiríamos a dois, como uma segunda lua de mel. Chegando na cidade, nos hospedamos na pousada de sempre e, logo saímos para dar uma volta em Trindade, onde adoramos ir. Na primeira praia fica a galera do surf, chama-se “cepilho”, a segunda é a “praia dos ranchos”, a terceira é a “praia do meio”, onde dá para curtir o mar tranquilamente, depois têm uma trilha que leva para outros dois locais onde há uma pequena praia chamada “praia da figueira ou dos pelados” e o “cachadaço” mais a frente. A praia dos pelados como chama por lá, geralmente é frequentada por gays e é muito ruim, somente alguns turistas costumam ir lá, têm que descer por um caminho muito ruim ou ir de barco.

Combinei com a Rose de nos aventurar e ir até a praia dos pelados, paramos no cepilho para tomar uma caipirinha de vodka, fomos andando pelas demais praias até acessar a trilha para o cachadaço, porém antes fui falando com a Rose que no passado quando em viagem a Paraty e na mesma praia vi um casal discretamente trepando na praia e tinha vontade de fazer o mesmo, então ela sugeriu que fizéssemos uma brincadeira e, quando estávamos chegando perto do acesso para a trilha, paramos atrás de uma pedra, onde, da praia ninguém nos via, somente alguém se tivesse chegando pela trilha, começamos a nos beijar, a Rose tirou meu pau pela lateral da sunga e começou a chupar minha pica como nunca tinha chupado, abocanhava minha rola com muita vontade, cheguei a perguntar se ela tinha treinado durante a semana, simultaneamente tirei a tanguinha dela de lado e acariciei sua bunda e enfiei um dedo na bucetinha dela que estava molhadíssima, sobretudo fomos bem rápidos e ficamos só nisso, combinamos de terminar na praia dos pelados ou no cachadaço, se tivesse deserto.

Antes de viajar fiz questão de escolher o biquíni dela, escolhi um mini-fio dental branco com detalhes de pedrinhas, muito excitante, ela se surpreendeu e disse que estava espantada por eu ter escolhido, uma vez que sempre tinha me achado sério demais, ainda disse que não teria coragem de usar, mas lá em Trindade vestiu, ficou uma delícia e parecia estar gostando de usar, notava que as vezes ela parecia estar se exibindo para os homens da barraca onde tomamos uma caipirinha, eu no fundo estava adorando ver minha esposinha linda e gostosa de fio dental, via que os poucos machos que estavam nas praias de Trindade, olhavam disfarçadamente para a bunda e buceta dela, talvez por ela se exibir.

Naquele dia o tempo não estava bom, tinham poucos turistas na praia, estava devagar, por isso ela topou mamar na minha pica na praia e ia queria terminar o serviço na praia dos pelados ou no cachadaço, no deslocamento de Parati até Trindade tínhamos conversado sobre nossas aventuras sexuais quando solteiros, namorados (as), ficantes, pegadas, etc.

Logo após que entramos na trilha vimos que dois rapazes, aparentemente voltavam pela trilha, sentido cachadaço e praia dos pelados, aí a Rose gelou e cochichou na minha orelha “será que eles me viram chupar sua pica e você enfiar o dedo na minha buceta”respondi “acho e tenho certeza que sim fudeu” a Rose perguntou então “e aí amor vamos voltar” respondi “para mim tá tudo bem já estamos na chuva mesmo, é carnaval, parece que são decentes, tudo é festa e como você vê são bonitos, interessantes e atraentes” a Rose sorriu e disse “parece que são amiguinhos”, combinamos que íamos em frente e que não estávamos com qualquer receio de sofrermos alguma violência.

Percebemos que eles enquanto caminhavam pela trilha, sentido cachadaço, pouco a nossa frente, ficavam o tempo todo nos olhando e sorrindo, pensamos em voltar para trás, mas eu já fantasiava e imaginava mil coisas, sem comentar com a Rose que aparentemente tinha se interessado por eles e já retribuía os sorrisos, momento em que um deles disfarçou, parou e puxou assunto, perguntando se podiam nos acompanhar, pois estavam indo para o cachadaço e como não tinha ninguém lá, disseram que ficaram com medo de ficar sozinhos e como viram que estávamos vindo pela praia sentido a trilha se animaram em voltar.

Aí eu e a Rose tivemos certeza que eles viram a Rose chupar meu pau, gelei meu coração disparou, não sabendo se era de medo ou tesão.

Ficamos com medo, mas os dois eram tão simpáticos que ficamos confiantes, eu estava ficando com o pau duro imaginando o que podia acontecer, a Rose já estava conversando bastante com os dois e percebi que um não tirava os olhos da bunda da Rose e o outro de vez em quando olhava para minha pica, que já estava quase dura, ambos estava com sunga e carregando mochilas nas costas.

Criou-se um clima de muito erotismo, me deu uma sensação estranha e gostosa, uma batedeira no coração, um friozinho na barriga misturado com um doce ciúme, começou a me dar um fogo enorme no meu pau, minha bunda parece que estava queimando, vinha mais saliva na boca, mas morria de tesão em ver minha esposa se entrosando com outros machos, imagina só ela de mini-fiodental branco e os caras de sunga, eu também já não conseguia esconder que estava gostando.

Eles perguntavam muito sobre nós dois, como era nosso relacionamento, falavam que eram somente amigos, que estavam com as esposas e filhos hospedados em Trindade, mas as esposas não quiseram ir com eles na trilha, pois achavam perigoso e muito longe, que tinham ficado na piscina da pousada e tinham marcado de se encontraram na praia do meio. Disseram que gostariam de conhecer a tal praia dos pelados, nós falamos que também queríamos conhecer, então combinamos que iríamos juntos, a Rose ficou eufórica e radiante, vi que ela estava acesa e quase comia os dois com os olhos e vice-versa, eu estava já com muito e muito tesão só de ver a situação, passamos direto e paramos no cachadaço e lá começou a fluir uma série de situações.

A Rose estava gostando dos “amigos”, Mário e Murilo eram esses os nomes dos nossos amigos, e eu estava com muito tesão em vê-la se relacionar com dois homens naquele local “deserto”. Teve uma ocasião que a Rose abaixou de propósito para pegar uma conchinha na areia, empinou e mostrou sua bunda gostosa para eles, aí passou a se exibir ainda mais e olhava todos os instantes para mim, querendo ver se eu ficava com ciúme ou gostava, eu somente sorria o tempo todo, aí ela não resistiu chegou no meu ouvido e disse que estava com tesão, disse para ela que ela podia ficar a vontade e fazer tudo que quisesse, pois sabíamos que eles tinham visto a Rose chupar meu pau e como nós estávamos naquele lugar, tinha que aproveitar o momento. A Rose como já estava “liberada” e tinha tomado uma caipirinha antes, começou a se exibir ainda mais e disse para mim e os dois amigos.

- Amor, vamos logo para a praia dos pelados que quero terminar aquilo que nós começamos, como é carnaval gostaria de aproveitar a companhia dos nossos amiguinhos!

Disse: -Vamos que eu quero tomar um sol na minha pica, se os nossos amigos forem será um grande prazer para nós quatro, vamos aproveitar, somos todos casados mesmo, sabemos o que queremos!

A Rose veio em minha direção e me deu um delicioso beijo na boca e passou a mão na minha pica que já estava dura, aí eles perceberam que estava façinho. Um deles veio na nossa direção e começou a passar a mão na bunda da Rose e o outro começou a se masturbar, combinamos de ir o mais rápido possível para a tal praia dos pelados, porque no cachadaço poderia chegar alguém, no caminho não acreditei no que aconteceu, a Rose disse que tava com muito calor, tirou o sutian e o mini biquíni, ficando totalmente nua, aí virou uma festa porque um dos amigos disse:

- Nós vimos você chupando o pau do seu marido e voltamos para trás porque ficamos excitados e queria ver o que vocês iam fazer no mato, somos amigos, mas como todo homem, temos fantasias, hoje chupamos um o pau do outro e nossas esposas nem imaginam isso, adoramos e já que conhecemos vocês e nestas condições vamos foder bastante! Temos aqui um kit completo com camisinhas e muito gel, mas não usamos nada e somente fizemos oral!

Então chegamos na praia, e lá não tinha ninguém que delícia, logo minha esposinha tirou minha sunga e falou..

- Meninos por favor venham aqui cheguem mais perto que quero tirar as sungas de vocês dois!

Logo veio o Mário ela se ajoelhou tirou a sunga dele e vi que o cara tinha uma pica linda e maravilhosa, minha esposinha suspirou “nossa que delícia de pica” caiu de boca começou a chupar freneticamente, parecia que fazia tempo que não via um cacete, aí o inusitado aconteceu, ela pediu para o Murilo ficar do lado tirou a linda pica dele para fora e começou a chupar os dois, fiquei com um tesão indescritível, meu pau parecia que ia explodir, deu água na boca parece que eu queria estar no lugar dela, minha pica tem 19 cm, mas dos amigos eram ainda um pouco maiores deviam ter de 20 a 22 cm cada uma, ela queria comandar toda a situação e disse:

- Meu amor aproveita para sentir como é bom chupar uma rola vem me ajudar...vem que eu sei que você gosta...vem..cai de boca, vamos meter, meu maridinho safado!

Não pensei duas vezes, como estava na chuva e já estava molhando caí de boca no pau do Mário, depois no pau do Murilo, coloquei as duas picas na boca e a Rose safadinha disse...

- Sabia que você gostava e queria chupar um pinto, tinha certeza que você gosta de pica, chega até babar quando vê um filminho pornô, aproveita e ajuda eu foder os dois amiguinhos... Viu o que dá comprar biquíni fio dental para a esposa...viu seu corno....queria que eu ficasse gostosa na praia....gostou agora quero dar minha buceta para eles gato...que delicia....que pau gostoso....adoro pau....ui que delícia!

- Quero dar muito para vocês três...que deliciaaaaaaaauiiiiiiiii. que tesão, porra como esses eles são gostosos.....!

- Fazia tempo que eu queria chupar outra pica, mas três é maravilhoso, que gostoso, tá gostando meu corninho, chupa uma pica para ver se é bom, chupa....!

Ai eu lembro que disse:

- Estou adorando, como é bom chupar uma pica, quero dar a bunda também e chupar ao mesmo tempo, quero engolir porra, que gostoso....!

O Murilo se agachou e começou a chupar minha pica e a do Mário, enquanto a Rose chupava a pica dele, sei que ferveu, tínhamos levado uma bolsa de praia com toalhas, colocamos na areia e começamos a foder os quatro.

Primeiro a Rose chupou minha pica e dos nossos amigos, depois chupei os dois, depois o Murilo chupou minha pica e do Mário, depois o Mário que chupou nós dois e a Rose sempre alisando os dois e me beijando e revezando os beijos com os dois amiguinhos, então começou um maravilhoso e espetacular troca troca.

A Rose ficou de quatro e enquanto um fodia a buceta, outro ficava por baixo dando a pica para ela mamar e o outro de pé revezando na boquinha pequena e apertada da safada, eu não demorei e gozei muito na boca dela e ela nunca tinha engolido minha porra, desta vez ela engoliu tudo.

Depois que gozei fiquei vendo por instantes os dois machos fodendo com força minha esposinha e ainda pediram para eu ficar vigiando, se fosse aparecer alguém pela trilha ou passar de barco próximo, então fiquei me masturbando e falei:

- Amor queria ficar no seu lugar? O Murilo disse: vêm, aproveita que nós vamos fazer o mesmo com você, depois a gente revesa, vamos meter! sua esposa é muito puta e safada, mas nós também queremos experimentar! Aqui nos três somos iguais e temos as mesmas vontades ..vem cá se safado enrustido!

A Rose adorou a idéia, pois já estava sendo fodida por uns vinte minutos, já tinha gozado três vezes e os amiguinhos não, aí eles falaram que tinham feito chupeta um para o outro e tinham batido punheta juntos, mas não tinham chegado nos finalmente e aquela era talvez a única oportunidade, que iam demorar para gozar de novo.

Então a Rose ficou de lado e comandou tudo, tirou os preservativos dos amigos e pediu para eu chupar os dois, o que eu fiz prontamente, depois pegou o KY e lubrificou meu cusinho apertado, melecou bastante e falou:

- Agora quero ver a bicha do meu maridinho levar vara no cú e na boca ele vai ver como é gostoso dar a bunda, quem vai ser o primeiro, o outro mete na boca gulosa dele!

Pensei comigo era tudo que eu fantasiava e imaginava uma foda com a Rose e outro macho, agora com dois machos estava maravilhoso. Chupei os dois muito e minha esposinha ficava dizendo:

- Ai Márcio sabia que você gostava de pica, mais nem tanto, chupa putinha, corninho safado, bichinha, você vai ver como dói dar a bunda, seu safado enrustido, corno, mete nele Murilo, enfia esse pau gostoso na boca dele Mário, quero ver ele rebolar nessas rolas gostosas,deixem ele bem viciado que eu quero ele assim agora!

Aí tiveram alguns problemas, só tinham três camisinhas e foram usadas, a maré tinha aumentado e não dava para retornar para a praia do cepilho, pois a trilha compreendia um trecho, sob um costão que não dá para passar com a maré alta, tinha que esperar baixar. Mas como estava uma festa foi sem camisinha mesmo, o Murilo sentou ficou com a linda pica para cima e a Rose ainda abocanhou antes de eu começar a sentar.

Fui sentando na cabeça da pica do Murilo e senti um dor forte, misturada com muito tesão e foi entrando milímetro por milímetro até eu forçar e a vara rasgar meu cú adentro que tesão, que gostoso. O Mário ficou na minha frente e eu fiquei chupando o pau dele, já não estava sentindo dor só tesão e ardência no cú, fiquei de quatro e o Murilo meteu com força, parecia que ia me arrombar mais e mais, o Mário não deixava a pica escapar da minha boca, então senti o caralho inchar dentro da minha boca e senti um jato de porra no céu da boca e fiz questão de sentir o gosto é um líquido quente e viscoso, gostei e deixei ele gozar tudo na minha boca, saí de cima do Murilo deitei e foi a vez do Mário sentar na minha pica, o Murilo foi até o mar limpou seu caralho veio e deu para eu mamar, enquanto comia a bunda do Mário, aí o Murilo também gozou na boca do Mário, que tesão e quando senti que ia gozar, tirei o pau para fora e o Murilo caiu de boca, foi a vez dele de lamber a porra.

Fomos todos para o mar, tomar um banho e a Rose começou a beijar e alisar nós três e a maré ainda estava alta, resolvemos ficar ali brincando até baixar, aconteceu que com as cenas e carícias ficamos nós três com os paus duros novamente e os amigos lembraram que tinham um comprimido de Viagra na pochete e dividimos três aí a Rose falou:

- Quero que vocês me comam os três de uma vez quero agora dar mais e quero levar vara na bunda também! Chupem-me me fode bastante seus safados, quero ver se vocês sabem foder com força, estava querendo levar pica sem camisinha quero rola! Vai quem quer me pegar primeiro vem, quero pica.

A safada sentou na minha pica e pediu para os amigos revezarem na boquinha dela depois pediu para ser fodida no cú, eu fiquei por baixo e senti quando nosso amigo Mário enfiou a pica no cusinho apertado da Rose, o Murilo ficou dando de mamar na boquinha dela e fodemos ela assim revezando entre os três, ela gozou inúmeras vezes eu gozei na boca dela e fiquei admirando nossos amigos foderem ela por quase uma hora, a buceta ficou arrombada e o cú também aí o Murilo gozou na boca dela e o Mario também, que delícia de foda, fizemos uma orgia entre nós, que carnaval gostoso, como o tal Viagra é bom ficamos um longo tempo de pau duro e a Rose aproveitou muito.

Ao final todos havíamos realizado nossas fantasias, todos chupamos mais de uma pica ao mesmo tempo, demos a bunda, bebemos porra, num local quase deserto em um dia sem sol e acima de qualquer suspeita, após a maré baixar, retornamos para a praia do cepilho, onde as esposas e filhos dos nossos amigos aguardavam, então fomos apresentados às esposas deles que nem imaginavam o que tinha acontecido.

Retornando ficamos sabendo que nossos amigos residem na Cidade do Rio de Janeiro e trabalham juntos em uma multinacional, são amigos e sempre fantasiaram em pegar um ao outro, o Murilo confessou para o Mário que fantasiava comer a mulher dele e o Mário da mesma forma, mas as esposas eram “certinhas” e não conversavam muito com eles com relação a sexo.

Falamos para eles que nós nunca tínhamos comentado nossas fantasias e lá em Trindade tudo começou a fluir naturalmente.

Ficamos com os telefones e endereços deles, para uma eventual viagem para o Rio, mas infelizmente aquele era o último dia que iriam ficar em Trindade, iriam retornar para o Rio onde passariam todo o carnaval.

Foram quase três horas de muito sexo, que delícia, adorei, chupar uma pica é delicioso, dar a bunda, comer a bunda de um macho, engolir porra e ver a esposa sendo fodida por outro é indescritível.

Adoraria reencontrar os amigos e fazer tudo de novo.

Eu e minha esposa depois desse carnaval, transamos como nunca, ela goza mais e eu também. Na cama falamos mil e uma coisas da nossa aventura e experiência, ela disse que se eu tivesse gostado de dar a bunda e chupar pica não teria nada de mal era só continuarmos casados, para eu não deixar de pagar as contas e ficarmos mais atentos para outras possibilidades de novas aventuras, falei a ela se ela de vez em quando quiser dar uma puladinha será ótimo, mas sem traição, sempre com o maridinho junto.

Não tivemos outras experiência após essa, decidimos ter mais um filho e apenas nos lembramos com muito tesão da nossa viagem, guardamos sigilo eu gostaria de conhecer homens ou casais, preferencialmente casados com as mesmas afinidades para trocar experiências, email [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/11/2015 01:47:12
Meu sonho total!!!
28/09/2015 15:36:15
Você é um privilegiado por ter uma mulher gostosa e safadinha. Aproveite a vida !!!
02/07/2015 16:35:24
Comi meu marido hoje lendo este conto, ele rebolou feito doido no meu consolo
18/02/2015 01:45:36
cara muito bom o conto, é maravilhoso ver a mulher da gente gemer em outra pica.
04/01/2015 19:00:24
Maravilhoso! Estou tentando com a minha mulher para ela fuder com um macho na minha frente e me chamando de corninho e quem sabe eu poder dar uma mamadinha e ficar de quatro para ser bem enrabado, enquanto ouço ela mandando ele empurrar seu pau todo no cuzinho do corninho dele e ele me pegando pelas ancas socando e dando palmadinhas em minha bundinha. -
29/11/2014 23:47:02
Muito bom o conto, bem sensual e tesudo, eu ja fiz isso tambem adoro dar a bunda e chupar um pau e ver minha mulher dando para outro macho, é o que mais gosto no sexo, ela sempre fode com mais alguem toda a vez que transamos ou melhor FODEMOS que é a palavra correta para o que sentimos prazer em fazer. Se quizerem vejam meus contos que são relatos verdadeiro do que ja fizemos .
15/06/2014 20:42:41
adoro sair com casais.cont
27/01/2013 07:22:43
Acho que foi uma orgia desenfreada. A gente fica sem saber onde termina a verdade e entra a fantasia. Mas o conto é bom, bem excitante e tem muita putaria. Parabéns!
31/08/2012 19:05:42
Adoramos seu conto. Meu nome é Rubia e meu marido se chama Beto. Nós também publicamos um conto aqui que se chama "A procura de um amante". É um conto verídico. Fizemos também um blog com nossas aventuras e muitas fotos e assuntos de sexo... Visitem... O endereço é rubiaebeto.comunidades.net
25/07/2012 06:59:58
Estou enlouquecido, cheio de tesão. Temos gostos semelhantes. Leia minhas aventuras e me adicione: .




Online porn video at mobile phone


xvidio mulher com dedo na buceta chamando jairopornodoido comendo aminha madrasta emcanto eladormirdeixei minha mulher tranzar com negao megaporno com novinha goszando na buceta na boca da outraContos de papai e mamae sempre examina minha xotaConto erótico feminino de casada meu sobrinho no ônibuscoletanias maior pau do mundo pornonovinha brasileira encara pau enorme e chora ponodoidomeu patrão desejou comer a minha namorada vídeo pornô cornos Aracajuxvideos comendo tia cavala ergueu o vestido dela e soco a picavidioporno ospiratasporno ela parecia ser tranquilamamete muitXvideos. Esposinha de vestidinho piscando a xerecaver vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger o pau entrou de veis ela desmaiouEroticoscontos.com /casadas 23cm dupla contos erocos apenascontos eroticos meu pai fez eu dar pro meu tioxvideoporno mulheres dando cu e grintan muitoporno surgido depois da conversa heteropastora comto eróticohomens que tem lactofiliaxvidios outros puraiTravesti fica olhando sua amiga recebe crempe analxvideo vih foto da buceta da minha e comi elaBrasileira recatada dando o cu de vestidinho é gemendo me fode calcinha vermelhavaldir.piricudocontos reoticos/lambemo o co da sobrimha de nove anosXvideos as filinhas lerinhacontos e encoxada na igrejavideo porno com homens grislhos transando com outros madurosSofia esporrando na mão da mãecontos eróticos eu vi minha tia amamentandoeu estupando gurizinho de seis anos gay contosdivididu u casete nu boketecontos eroticos real incesto tio orgamosnovinha gostosa chupando até gozar na sexta-feira mas ainda continua na mãoa mulher e amante apertalas bolas pornovídeo normal que pode mostrar para qualquer uma duas amigas uma foi convidada para dormir na casa da outra amiga na cama e quando Acordamos começa a fazer sexocontos eroticos fizeram minha noiva e minha mae de putaxvideo cuidadora nisseicontos.eróticos gay o negro da rola grossa e cabeçuda me arrombou e virei sua esposa eContos escrava submissa humilhadacontos sou professor de educação fisica e torei minha aluna de doze aninhosporno boquete engolindo 40 ctm de caralhoCona gulosa relatossexo pregando no fagarxvideo professora lecionando de shortinho atolado no cuIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.rucache:I48cfGGC7vMJ:gtavicity.ru/texto/201612711 pai do/renan estava fudendo .com amiga da mae dele/i ele estava sensdo estropado pelo amigo do pai deleevangelicas na zoofilia com cachorrocontos erotico chantagiei e depilei minha sogramae levanta o vestido e arredou calcinha pro lado e manda o filho bota o pau dentro da buceta delawww.xxvideo lourinha calvolga corno verconto erotico moradoras b********* fininha e g****** jato de gala em vídeodeixei ele encoxar minha mulher videosincesto filho comeu mae condo pai fico broxa contos eroticocache:gSqqIFTr6BkJ:zdorovsreda.ru/texto/2014111101 gritei quando ele botou na minha bucetaContos animados papai tio e padrinho me foderam muito quando novinhacontos eróticos minha esposa virou Alfaiate emcontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgevideo de sexo e porno comendo mulheres escodido porbaxo do vestidochule chuteira conto eroticoopai comer a filha gotinha vigeensse voce me desse essa buceta iamos nos divertir muito xvideosvirei mulher vara do meu papaimule butado dei dedo no cuconto erotico curradaXVídeosporno Malícia pareiporno negao fas muleca grintabotou a calçinha de lado e mostrou abuçetaesposa bunda ggg conto com negaoconto porno felipe e guilherme amor em londres garoto hetero. Hetero na prisaovelhocasadacornocontos swing dei a minha calcinha para o meu genroconto erotico gay o coroa do bloco de carnaval me comeuFelipe e Guilherme- Amor em londresminha tia e eu e meu tio contosassistir filmes pornô super excitastes porno minha mulher me tranformou bipenetrano bem fundo na buceta da sogra na cama..video porno de velho comendo nifetinha gostosa no yootubeXVídeos Botei sonífero na bebida da minha mãe e transei com ela dormindoforcada a foder com roluda pelo marido contocontos eroticas provoquei meu cunhado