Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Ensinando uma virgem bem putinha II (Amanda)

Um conto erótico de Professor BA
Categoria: Heterossexual
Data: 17/06/2012 13:33:39
Nota 10.00

Como publiquei no conto anterior, estou saindo com uma virgem muito gostosa, de 22 anos e bastante tesuda. Anteriormente eu relatei a descrição dela, portanto vamos a mais um encontro nosso.

Após cerca de 15 dias de nosso último encontro (relatado aqui), marcamos de nos ver em meu apartamento novamente. Ela chegou no estacionamento do meu trabalho toda linda, bastante cheirosa, batom bem provocante realçando seus lindos lábios e mais uma vez, exalando sensualidade. Fomos direto para minha casa, vencendo um tempinho de congestionamento, onde aproveitei para deslizar minhas mãos em suas coxas e tocar seu corpo, com ela sempre pedindo para parar e prestar atenção no trânsito.

Chegamos em casa e fui tomar um banho, enquanto ela me esperou no quarto, vendo tv. Sai do banho e coloquei um calção sem cueca e bem solto. Não perdi tempo, agarrei-a e fomos para a cama, quando comecei o mesmo jogo, de morder sua orelha, beijar de leve sua nuca, passear com meus lábios e língua em seu rosto, mordendo de leve seus lábios, mas tudo isso sem beijá-la ainda, o que a deixa com muita excitação. Com um tempinho de carinhos e toques, comecei a beijá-la bem de leve e passei a aplicar mais força e ímpeto em meus beijos e carícias em seu rosto e sua boca, fodendo sua boquinha com minha língua e deixando minhas mãos livres para percorrer seu corpo, em especial seu lindos seios. Quando toquei seus seios por cima do tecido da blusa, ela se esticou todinha na cama, se abrindo ao meu toque. Não perdi tempo e comecei a chupá-los bem devagar:

- Vai, professor, assim... Aimmm... chupa bem gostoso, vai... Eu adoro quando vc faz assim... aimmm... hum...

E eu continuei chupando e brincando com os bicos de seus seios, fazendo-a gemer bem gostoso. Aproveitei e coloquei meu pau pra fora e comecei a roçar nela por cima da calça.

- O que é isso? Você tirou ele, foi? Por favor, estou com vergonha, não vou olhar pra ele não e nem vou pegar.

- Vai pegar sim, deixe de bobagem... passe a mãozinha por cima dele, vai... E fui guiando sua mão em direção ao meu pau, quando ela pegou nele de leve e puxou rapidamente a mão de volta, me abraçando.

Comecei a roçar minha pica em sua buceta por cima da calça, mas não sem antes chupar seu umbigo bem gostoso, quando eu notei que ela sentia muito tesão nesse toque. Aproveitei e deixei seu umbigo bem molhadinho, mordendo em volta dele e descendo em direção à sua bucetinha, mesmo que por cima da calça...

Ela arfava de tesão e suspírava...

- Vai, está gostoso... assim... Para, por favor, eu não aguento...

- Se solte, minha putinha, se solte e goze bem gostoso, vai...

- Estou sentindo uma coisa forte em mim... Ai... Vai... Hum...

- Goze para seu macho, minha putinha tesuda, você é gostosa demais. E continuei a chupar seu umbigo e fui descendo em direção a sua buceta. Peguei a mão dela e guiei até sua buceta, fazendo com que ela abrisse os dois botões de sua calça, me revelando uma visão linda: uma calcinha preta de renda, muito linda, com uma bucetinha toda lisinha.

Comecei a baixar a calça dela e ela deixou somente um palmo abaixada, mas eu sabia que isso logo mudaria. Virei-a de costas para mim e fui roçando meu pau em seu rabo, apertando suas costas e beijando sua nuca. Com o passar do tempo e o aumento das carícias, fui baixando a calça dela até abaixo do joelho, enfiando minha pica na portinha de seu cuzinho, roçando por cima da calcinha, e direcionando meu pau na entradinha de sua buceta.

A putinha foi rebolando e arfando cada vez mais:

- Assim, está gostoso... Hum... Seu safadão, seu cachorro!!

E ela ia empinando o seu rabo a cada ordem minha, estava totalmente à minha mercê, e eu fazendo movimentos em sua bunda, reproduzindo uma foda completa, fazendo minha pica roçar bem na entradinha de sua bucetinha e seu rabo, sentindo o calor de seu sexo a cada estocada gostosa. Após um tempo de sarro bem gostoso, virei-a de frente para mim e terminei de tirar sua calça. Ficamos deitados lateralmente de frente um para o outro e coloquei a mão dela em meu pau, q estava quase explodindo de duro.

- Ai, eu tenho vergonha, não vou olhar não...

- Deixe disso, pegue nele e olhe para ele, vá... Levei a mão dela a fazer os movimentos de punheta e com aquela mãozinha linda ela foi fazendo os movimentos certos,devagarzinho, aos poucos, acariciando bem de leve, passando a unha bem levemente por toda a extensão de minha pica e fomos nos beijando e ela acariciando meu pau por um bom tempo.

Aproveitei e fui deixando-a sem calças e sem camisa, e quando o cel dela tocou (a mãe ligando), ela foi mandar uma mensagem respondendo, aproveitei e virei-a de costas para mim, de ladinho, e encaixei minha pica na entradinha de sua buceta e fiquei roçando. A minha putinha deixou a perna solta e eu a trouxe para mim, abrindo-a todinha ao meu prazer, roçando meu pau no fundinho de sua calcinha, fazendo com que aquele pedacinho de tecido fosse a divisão entre minha pica e sua buceta. Amandinha começou a gemer e não conseguiu mandar mensagem alguma, ficando cada vez mais excitada. Nesse momento, eu mandei ela tocar sua buceta e gozar, o que ela começou a fazer, enquanto eu coloquei minha mão junto com a dela e fui metendo em sua buceta, na parte superior, alcançando o clitóris, deixando-a maluca.

Ela estava raspadinha, toda depilada, com aquela calcinha de renda preta e tirinhas fininhas na lateral... Uma visão muito gostosa, de uma mulher deliciosa. Amanda estava muito excitada, molhadíssima, gemendo e gozando em meus dedos.

- Assim... continua, vai... Aim... Que bom, está muito gostoso...

- Vai minha putinha, rebola pra mim, vai... Estou tocando sua buceta, mas logo vou enfiar minha pica em você, te fazer gozar mais gostoso ainda...

- Vai mais rápido, assim... Aimmm... Hummmmmmmmmmmm!!!

A putinha gozou se tremendo todinha, e inundando meus dedos, deixando seu delicioso perfume em minha mão. Ela estava somente de calcinha em minha cama, largada e toda mole do gozo que acabara de ter. Aquela mulher que há pouco tempo atrás tinha mais jeito de menina do que de mulher estava mudando... Estava se tornando o que deveria ser. Gostosa e tesuda, uma fêmea quase completa, pois ela nasceu para gozar.

Voltei a me concentrar em carinhos e afagos nela, deixando-a mais relaxada e tranquila. Aos poucos ela foi pegando cada vez mais em meu pau e coloquei ela por cima de mim, simulando um sexo mais gostoso, com ela cavalgando meu pau. Ela adorou e mais uma vez, simulamos todo o processo de uma foda bem gostosa, porém, sem penetração.

Quando ela saiu de cima de mim, pedi que ela chupasse minha pica, o que ela disse ter vergonha. Não falou que não queria, pois eu mesmo sentia que além de querer, ela precisava conhecer e experimentar aquilo. Bem antes de começarmos a namorar, quando conversávamos, ela me confidenciou que algumas amigas contavam para ela como era o sexo oral e ela tinha muita curiosidade da aprender a fazer, mas tinha medo de não saber fazer direito.

Fui conversando com ela, e a putinha relutante em chupar minha pica, ai mudei de tática.

Subi em cima dela e coloquei meu pau no meio de seus peitos, que são grandes e gostosos.

- Aperta seus seios com minha pica dentro, vai.

- Assim? E segurou ambos, comprimindo meu pau entre eles.

- Isso... Passei cuspe no pau e fui metendo entre seus seios, fazendo uma gostosa espanhola. Notei que ela olhava meio que encantada para meu pau, e nesse momento, mandei:

- Abri a boca bem de leve que vou enfiar meu pau nessa boquinha deliciosa... Vou foder sua boca como se fosse sua buceta.

- Há, não... Tenho vergonha... Não sei fazer não...

- Então feche os olhos e abre a boquinha, minha putinha...

Quando chamo Amanda de puta ou safada ela se excita cada vez mais e me obedece na hora. É um jogo de gato e rato que fazemos e sempre dá certo para mim.

Ela abriu a boquinha e eu meti minha pica em sua boca. Primeiro devagar e fui aumentando o ritmo aos poucos. Mandei-a pegar em meu pau com uma mão e colocar e tirar a sua boca e a minha putinha começou a chupar bem gostoso, e eu orientando:

- Assim, passa a língua na cabeça do meu pau... Assim... Chupa bem gostoso, vai...

- Chupa minha pica todinha, olha para ela entrando em sua boquinha, olha... E fui falando sacanagens para ela e com uma mão toquei em sua bucetinha toda lisinha por cima da calça. Uma onda muito forte tomou conta do corpo dela e começou a rebolar e chupar minha pica mais forte e mais gostoso ainda.

Mandei-a soltar meu pau e puxei a cabeça dela de encontro ao meu pau e fodi sua boca como se fode uma buceta bem rápido, até ela não aguentar e sair para respirar. Sai de cima dela e fui em direção ao seu sexo. Quando fui descendo pela barriga, chupando seu umbigo e massageando suas coxas internamente, ela me disse:

- Ai está sensível, ainda estou sentindo umas coisinhas...

- Calma meu amor, que vou fazer um carinho especial. Coemcei a beijar sua buceta por cima da calcinha e baixei aquele tecido leve e passei minha lingua na extensão de sua bucetinha, toda ensopada de excitação. Ela deu um gritinho e arfou fundo, erguendo o corpo em sinal de explosão de sensações.

Fui chupando seu clitóris e sua bucetinha bem gostoso, percorrendo cada pedaço de seu sexo delicioso, sorvendo cada gota de seu néctar. Amandinha suspirava e começava a gozar muito forte. Fui chupando sua buceta, passando o dedo no clitóris e enfiando aos pouquinhos minha língua em sua bucetinha, sentindo cada toque daquela grutinha de prazer. Ela foi agarrando meus cabelos e pedindo:

- Assim, vai... assim... Safado, cachorro, seu tarado... Aimmmmm... Hum, vai, assim... Ai...

E a minha putinha foi gozando mais uma vez, derramando seu delicioso caldinho em minha boca, me deixando estasiado com seu perfume, com seu gosto, com a suavidade de tudo que existe entre nós dois...

Mais uma vez, deixei-a soltinha na cama, com a calcinha meio arriada, sentindo as sensações do pós-gozo. Foi chegando o momento de levá-la para casa e como sempre, no caminho, conversamos e nos tornamos cada vez mais cumplices de nossos momentos de amor...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/06/2012 08:43:24
otimo conto! Ganhou uma leitora.




Online porn video at mobile phone


Contos eróticos cumendo minha mãe e irmãve novınha fudendonomatomae dis que filho rasgo a vuseta delacontos eróticos cuzinho da mendigaPorno mulher gritando muito na pica do jumento e o. Jumento encaxou até o talo. cliente dando a buceta para os manobristasgarotimha fala pra mae que quer namoradoxvideo facilao liberou esposa eu extrupei ela a forçamarido vira broxa parte 1 pornocomeram minha esposa na barracacontos eroticos sou bem novinha e não sou mais virgemconto meu marido me chupou cheia de porra do meu amantecache:Vk2StliVkE8J:gtavicity.ru/texto/20040419 conto erótico muitos orgasmos com lsdloira linda enfia sextoy grande e gfoso at gosarporno: lésbicas loucas ralando no chão enfiado a mão no rabodoce nanda contos eroticoswattpad enteado gay chupando o pau do padrasto musculosoinsesto istorias eroticas pai filas novinassomenino gue gosta di pau grossovidio corno mulher pedio aregosexo tio seu pau e muito grande nao vai caber na minha bucetinha naoConto erotico minha namorada e a fantasia com fantasia com velhinhocontos de sexo depilando a sograporno.com corninho faz surpresa pra sua gostosa deixando um jumento encher sua buceta de porracontos d mulheres evangelicas q adoram fio dental e brinquedos eróticos ao ir a igrejafoto de mule mo penuacao nuaa mãe estavana conziha de sainha curta e causinha braca o filho de rola grossa cabeçuda chegou enfiado no cu dela doendomeu corninho, fotosEu quero pornô com tio t***** comendo a novinha apertadinha do patinho doidocasa do contos eróticos negão tirando as pregas do c* das viúvasxxvideos parada gay 2017 sao paulocontos mulher de amigo short coladoconto erótico gay o riquinho e o favelado 30Contos jovem faz anal varios homens e cuzinho fica dilatado e dilaceradocontos eroticos enxendo a crentinha de porraContos eroticos novinha o velho mr pegovideo de sex com pauzaoassistir agorarabinhos e xoxotinhas arrombados por picas super grossa e cabeçudarebentei a buceta da minha sogra gordinha e loira no banhieiroela conseguiu agasalhar uma rola de 30 cm e grossa na xanaabraçando por trás incesto relatoConto acho que vurei corno a buceta ta muito kargagay jogando video game pelado sozinhosoquei a rola na sogra contogosano na buceta griloda da novinhahomem goando muito na buca do viado mundo bichaMinha bucetinha e inchadinha papai historia de sexofilho pego a mae a pucho videus porno.compadrasto fica louco quando era antiga das Calcinhasfilme porno.gay transado.com o padastro.com a mae dormindo mundo bichapintudo lasca a priminhaBaxa.sex.de.menina.guniada.de.tanto.fude.sua.busetinha.cabiluda.indo embora achei um viado e fui comer seu cuzinhoquitandeiro tarado pornocontoseróticospublicadosemAliviando os funcionarios contos eróticosbusetinha piquinhacontos zoo dalmata.meu machocontos de viadinhpswww.mulherpornocachorrorevista private relatosvou peida no seu pau caralhoQuero trsnsar com o Adinlson meu padrastosou puta do meu tiovideos de sexo Dono de imóvel comendo o cu da inquilinaporno tia se destraiu e sobrinha ninfeta chupou o seu maridocontoerotico eu namorada mae e tiocracuda sapecabaixar videos de porno violento com novinha tentando escapardo negoes mais nao conseguiupirralho esfolando minha mulher no sitio historias eroticasda intolerância conto erótico gayXvideos os seios deinha maeporno comendo cu de homêm de bùnda grandeconto rapidinha empregada area serviço bunda pauhistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherXvideo as panteira a minha vizinha tá zangada marido e com a sua bobaEdufera cintosconvencendo a amiga atranza com o maridocontos safados mais interessantes casada mae filha fazem sexo com gero dotadosxvidio:fodanaconstrucaoContos fui estud fud mãe e filhacarroceiro socando com forsa na novinha