Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Curiosidade de adolescente ^..^ Putinha abusada no cinema pornô ^..^

Categoria: Grupal
Data: 16/05/2012 04:24:36
Nota 9.62
Assuntos: Grupal

Olga tinha recem completado 18 anos, desde os 14 anos ela tinha uma fantasia...uma fixação...queria conhecer um cinema pornô, como seria aquele ambiente pecaminoso...se imaginava sentada em uma daquelas poltronas, com as pernas bem abertas e sem calcinha, sendo tocada por um desconhecido, de preferência um idoso pervertido...somente em pensamento já sentia espasmos estranhos sem contrôle...sentia sua bucetinha jovem abrir e fechar como que a aplaudindo, enquanto se molhava inteira sem entender sequer que aquilo era um tremendo de um orgasmo...ela que só havia sido fodida umas 3 ou 4 vezes por um amigo de seu irmão e que a desvirginou aos 13 anos, assim que sua experiência era bastante escassa, para não dizer nula.

Suzana, sua amiga intima, algo mais velha que ela, lhe relatava suas histórias de sexo, era muito desinibida e com pouco escrúpulo, o que deixava olga um pouco assombrada mas que lhe despertava certa curiosidade...sua amiga fazia 01 ano que fodia com um amigo de seu avô...um homem de 74 anos, rico, lhe enchia de presentes caros...Olga não entendia como sua amiga podia gostar de ser manuseada por um tipo que para dizer a verdade era bastante asqueroso...Suzana lhe contou que ele a levava a cinemas pornôs e que se excitava vendo outros homens a tocarem e até foderem protegidos pela escuridão do ambiente...no principio Olga sentiu nojo, mas quando ouviu os minimos detalhes contados por sua amiga putinha sentiu-se excitada.

Para Olga, as aventuras de Suzana lhe davam muita curiosidade, fantaseava em ter a coragem de sua amiga e fazer com velhos...devia ser excitante o fato de um homem idoso tenha uma menina tão jovem...ela se sentia quente...desejosa pensando em um velho, esfregando seu pau contra sua raxinha pequena, todo nervoso e trêmulo, tal como sua amiga lhe havia contado...porém como fazer??? não poderia sair pelas ruas se insunuando como uma jovem puta de 18 anos.

Desde aquele dia, aquela aventura se tornou uma obscessão...não lhe saia da cabeça...e iria sozinha...porquê não...pensava ela...poderiam me estuprar...ou algo assim...estuprar-me???...esse é o problema???...não farei nada do que já não tenha feito antes...só que com pessoas desconhecidas...planejava ela pensando alto...

Naquele sábado ela estava em seu quarto lendo um livro, vestia apenas uma pequena camiseta e calcinha, o calor era intenso e sua mente viajava em pensamentos febris...sentia sua bucetinha quente e molhada...se tocou e surpreendeu-se masturbando...a idêia de ficar com as pernas abertas, forçada em partes, por um grupo de homens desconhecidos...bem idosos fazendo se sentir como uma puta...tinha que experimentar...era necessário...sentir o vicio na flôr da pele.

Colocou uma blusinha vermelha com alguns botões...era imprescindível que ficasse fácil para abrir...tudo nela deveria ser assim....acessível a todos...elegeu para esse dia uma saia prêta que se acoplou em sua cintura de vêspa...em seguida tirou a calcinha...para que quando me tocarem saibam para que fim eu estava disposta...pensou ela...sandálias vermelhas...uma pequena bolsa com algum dinheiro para o táxi e o cinema.

Penteou seus longos cabelos loiros...olhou-se no espelho, realmente estava com um aspecto bem chamativo...queria maquiar-se mais, mas sua bucetinha lhe recordou da pressa, quando sentiu molhar-se mais pela ansiedade do pecado que estava prestes a cometer.

Sua mãe estava no salão de beleza e seu pai trabalhando, por isso pôde sair sem ser percebida...andou algumas quadras e adentrou um táxi...abriu as pernas para que o taxista a observa-se...mas apenas para provoca-lo...queria chegar fresca a seu destino...mas sua bucetinha estava carente ...em chamas....

Durante a trajeto, o chofer, um homem de mais de 50 anos...de aspecto sério, não deixava de observa-la pelo retrovisor...estava linda e oferecida...tinha a sua vista aquela maravilhosa raxinha...o homem sem pensar duas vezes, conduzia o táxi com a mão esquerda e com a direita buscava aquele precioso tesouro de carnes macias e quentes...Olga percebeu e com um sorriso maroto moveu seu corpo para frente para que aquele pobre homem concluisse com seus planos...ele a tocou com seu dedo grosso e áspero...esfregou-a, ela gemeu, estava excitada e precisava ser tocada urgentemente...logo sentiu aquele dedo grosso invadir seu intimo...mexia o quadril fechando as pernas aprisionando o invasor...ofegante e gemendo muito, Olga chegou ao orgasmo melando aquele dedo.

Chegou a seu destino, nossa amiga perguntou quanto que era a corrida, e o homem sem dizer nada, lhe deu um cartão com seu telefone...ela sem dizer nada e envergonhada, pegou o cartão e guardou em sua bolsa...arrumou sua saia que estava na altura da cintura...e foi sair do carro...quando...

"""Não vai me mostrar esse par de tetinhas lindas...para alegrar um pouco mais meu dia???indagou o safado taxista.

Aproximou-se mais do homem, abriu dois botões da blusinha e lhe mostrou seus duros e firmes peitinhos e desceu do táxi...

Chegou a sala de cinema, pagou o ingresso e começou a entrar, a sessão havia começado, estava muito escuro...logo na entrada, sentiu um pau encostar em sua bunda...era enorme e grosso que se apoiava em suas redondas nádegas..sentiu umas mãos grandes e suadas pegar em seus braços e encaminha-la até a parede...ela enchergava apenas um vulto...era um homem enorme...com barriga saliente...logo sentiu sua saia cair ao chão...agora sentia aquele imenso pau tocar em sua bunda desprotegida,,,Olga sentiu vergonha...uma vontade louca de sair dali as pressas...mas era tarde...contudo ficou quieta, e mais, o que fez foi abrir o máximo as pernas para que a mão que buscava sua bucetinha pudesse ter livre acesso...e foi o que aconteceu...percebeu um dedo penetrar sua grutinha...entrar e sair com fúria...gemeu alto enquanto um pau grosso esfregava em seu cuzinho virgem...

Uma boca a beijava, quando percebeu que aquela boca era de outro homem, um sexagenário e tocava seus seios, beliscando-os mas sem machuca-los...pegou a mão de nossa jovem amiga e levou até seu pau...estava mole e pequeno...mas que com o toque o tamanho melhorou bastante...era dono de grandes testiculos...uns ovos gordos caidos até suas coxas e cheio de pêlos...um cheiro forte de suor, mas longe de sentir repugnância, aquilo a excitava mais, entregue por completo a 2 homens maduros, um na frente e outro atrás.

Dois paus somente para ela...lembrou-se de sua amiga Suzana...dois paus enormes...grandes ovos...quatro mãos acariciando-a e duas bocas enchendo seu corpo de saliva...não sabia ao certo qual dos dois beliscava seus seios ou o pau de quem tocava seu corpo...tampouco qual deles a deitou no chão...colocou suas pernas sobre os ombros e esfregava sua raxinha com a cabeça de seu pau...procurou acalmar-se...estava muito nervosa...aquilo estava saindo dos limites...porém não podia mover-se...mãos seguravam seus magros braços impedindo-a de mover-se...percebeu um creme espesso em sua cara, sem dúvida era o leite de alguém que havia ejaculado em seu rosto...sentia-se puta...vagabunda...nojenta...mas feliz...a pôrra em sua cara era de um terceiro homem que assistia aquela cena, atônito, não acreditando que uma menina estava se oferecendo para quem quisesse alguns instantes de prazer, era mais do que se poderia imaginar das mais sujas perversões.

Ela continuava sentindo um enorme pau se esfregando em sua bucetinha...porém naquele momento um pau tocou sua boca...cheirando forte a urina...era grosso..mas pequeno...o lambeu e o engoliu com aqueles pequenos e carnosos lábios como se fosse o último alimento existente no mundo.

Atrás daquele pau, havia um corpo de um homem que balançava o quadril fudendo sua boca sem tréguas, justo quando Olga sentia náuseas com aquele pau tocando sua garganta, sentiu sua bucetinha ser finalmente invadida em um só empurrão até o fundo de suas entranhas fazendo-a gemer de prazer...arrancando um primeiro orgasmo...sem dúvida era nossa amiga...uma menina muito quente e fogosa...uma menina com fome de paus e aqueles homens iriam dar para ela...um deles a alertou...

""""Vamos fodêr até ela desmaiar!!!

Aquelas palavras a fazia sentir puta...vagabunda...vadia...com a blusa aberta totalmente, os pequenos seios pontudos balançando...o homem empurrava forte...dentro...fora...dentro...fora......era um menina que poderia ser sua netinha...não tinha piedade com aquela pequena senhorita..seguia estocando mais e mais forte, a menina fechou os olhos...tentou também fechar as pernas para diminuir aquelas violentas penetrações...no entanto...começou a gozar entre gritos e convulsões de prazer, no exato instante em que sentiu descargas de esperma em sua garganta...aquilo era demasiado...cuspiu...porém já havia engolido grande quantidade...sua boca tinha gosto de pôrra...não contente em descarregar seus testiculos na boca da menina, ele esfregava seus enormes ovos em sua cara. .quando um outro homem lhe deu um empurrão para ocupar seu lugar.

A menina entre soluços implorou...

"""Não...não quero mais...por favor...soltem-me...quero ir....!!!

Porém isso excitava mais aqueles homens sedentos por sexo...

"""De jeito nenhum...você fôde com um e o resto tem que ficar na punheta...nãooooo!!!

Quando o homem que a fodia finalmente estufou de pôrra sua pequena raxinha, ela perdeu a conta de quantos caras a foderam.

Um atrás de outro foram passando, alguns até repetiram...por certo todos invadiram e depositaram sua pôrra dentro da bucetinha daquela menina tão jovem.

Olga teve a missão de satisfazer a uma dezena de homens naquela sala de cinema...todos gordos...todos velhos...cansados de levar horas assistindo a um filme onde mulheres maravilhosas eram fodidas por jovens...agora tinham a oportunidade de foder aquela carne jovem e fresca, muito mais desejável que qualquer atriz pornô.

Agora Olga buscava sua roupa...lavar seu rosto e os cabelos todos melados de pôrra e ir para casa e jamais voltar...pensou ela...porém no fundo...com certeza sabia que iria retornar

Comentários

uem
23/09/2016 17:52:45
como eu queria estar neste cinema para fuder esta delicia tbm
21/10/2015 11:22:34
Gostei bastante
02/10/2015 07:08:37
Qual homem acima de 50 anos não tem o desejo defurtar de uma fruta fresca 10 nota tenho 50 se tiver alguma ninfeta a fim entre em contato [email protected]
11/04/2014 04:47:57
leia os meus depois.
11/04/2014 04:47:41
gostei bastante.
11/09/2013 14:57:52
Vc é 10!!! continuando...
09/09/2013 00:12:17
Me add [email protected] foi abusada em outra sessão?
28/01/2013 17:58:18
Delicia, será que vc ou alguem filmou ? [email protected]
15/01/2013 20:58:47
sensacional, muito fantasioso em alguns aspectos, mas, bom demais
25/08/2012 04:53:45
Muito boa essa Olga... Parabéns pelo excelente conto. [email protected] Me add fiquei fã.
22/05/2012 10:15:02
sensacional, muito fantasioso em alguns aspectos, mas, bom demais adoramos frequentar cinema porno aqui em sampa e eu e meu gato nos divertimos muito
19/05/2012 10:18:20
Dany, vc não sabe o que tá perdendo. Dar em cine porno é tudo de bom. Amo me oferecer pra aqueles coroas sedentos. Saiu de lá satisfeita com a puta que eu sou. E Lolyta, tenho certeza que voltou lá. Cine pornô é viciante pra putas como nós. Parabéns pelo conto. Me fez lembrar das minhas fodas em cine porno. Deliciosas!!!
17/05/2012 00:19:03
Adorei! Suruba é tudo de bom aasuasuasuas, me add vai? [email protected]
16/05/2012 23:50:07
vc e muito louca...rsrs
16/05/2012 15:55:50
tbm quero comer essa putinha meu e-mail [email protected]
16/05/2012 13:49:55
16/05/2012 13:49:21
Eu entro numa cabine erótica,tem uma janelinha na parede da altura da cintura,qdo sei que tem alguém do outro lado,coloco meu pau na janelinha e sou chupado.N2o sei por quem.
16/05/2012 11:33:22
Não sou nenhum velho, gordo. Mas se estivesse nesse cinema, faria o trbalho direito e arrombaria o cu da putinha. Conto, bom.
16/05/2012 05:22:57
Uma dezena de homens e nenhum arrebentou as pregas do cu dessa piranha...cambada de frouxos!!!
16/05/2012 04:50:16
Dentro de um cinema nunca fiz, não teria coragem de me expor tanto assim, mas na época da faculdade por algumas vezes participei de surubas, logicamente sem o namorado que tinha na época. Me recordo que em uma dessas vezes exagerei na "erva do capeta" e acabei dando o maior show com minha melhor amiga, beijei ela, chupei sua buceta,foi a maior loucura, no outro dia demos muitas gargalhadas.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


vídeos caseiro noiada no anal dói não docontos eroticos vovôCorno contocontos eroticos a crente do fretadocontos eriticos tia marluce e sobrinho pauzudorabudas brasileiras pedio arego no cu pitudosfesta buctao loucurasvisando dentro da bucetascontos mulher casada da igreja deixou dois arrombar seu cumundobicha lutador Danny gay dando cunovinha se esfregando um cano com tesão no futebolvelho trado tezudo a foder na conas pelufas e tezudas cheio de esporracanalha tirou sangue da bucetinha virgemvelho safado trepa com sua intiadsestufando o cu da madrasta e da filharuanito fumando em uma garrafapubis depilado contosDescabacei a buceta da minha prima no hotel conto erotico de primo e prima cabaço no hotelcoroa e varoa safadauma mulher transando com cavalo a outra olhando e focou com votade de entra debaixo e ela ficou com medo da peroca do cavalomulher revivesse monstro xvideome deliciei vendo minha mãe tomar banhoconto erotico pica grande e a buceta ficou um vazio e vacuomanual de corno manso gatobomBem novinhas apertadinhas fudendo com coroas dotados sentiu dor no zap zapcaete na porca pornovideos mulher dorme homem pintudo metendo nela de conchinhamulher do Espanto dopando a mais gostosacache:ldh9BdSAKNMJ:gtavicity.ru/texto/201703301 engolindo porta no ônibus na viagemConto porno de avo netinha de 2007quero ver filme pornô de mulher com a buceta da Bruna dirigindo porraSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaxvideo alisando minha tia dorminoPorno contos incesto mamaes com tesao iniciam suas meninas ensinando siririca..masturbaçao..chupar e punhetar papaisdoce nanda contos eroticoscolecao lambendo a cabecinha gozada na boca pornodoidoxvideo alisando minha tia dorminoXVídeos vídeo nacional e caseiro mulher dormindo sendo acariciada por saisafrouxou fundo um cumulher não transa com pauzãoooocontos me enrabou com straponnovinha tentando da o cuzinho virgem pro amigo tadinha da novinhanegao que empurrou quarentta sentimetro na magrelahistorias eroticas com saúnas masculinasvídeo pornô caseiro mulher voltado foi traído e dá o troco e ele transa camisinha se faz para colocar no coloca em quando vê tudo e ela deixa como comer essa p*** para o c**** vem sem camisinhaXVídeos sobrinho comendo a buceta de mulhe de tio45 anosConto erotico de adorecente batedo punhetamulher enfiando um pepino enorme na buceta fazendo barulhomulher puxa o saco d marido geyAiiii tipo mais devagar mh Bucetinha virgem contos eróticoVisinhas taradas ousadas rekatos eriticos recentesporno conhecendo minha primaxvidios travestis na punhetas novingasmandei se levantar e se debruçar na pia da cozinha que eu iria enrabala contos eroticospornodoido meu pai me consola depois deu chorarcontos heroticos cuzinho da japinhaconto erótico corno biContos.shortinho.curto.enlouquece.filhohomem que fode muitohttps://www.yahoo.com/seita crossdresserabaixar video menininho adolecente toma banho lava picaconto erotico a menina crente classicoela fechar os olhos e cetim o pau entra no cu ponocontos eróticos enbebedaram meu marido e a min e fizeram uma orgia comigocontos tio vc e dotadao aiaiai fotos pornocontobm erótico de incestolevantei o vestido da minha nora contoserotico filha da um beijinho nelemagrinha na dupla penetração vaginal com dois ficam pretos