Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

A Dama e o Bruto (parte 3)

Um conto erótico de Izz
Categoria: Heterossexual
Data: 05/05/2012 17:09:30
Nota 9.56

CONTINUAÇÃO...

Ao ver aquela cena me deu um embrulho no estomago, tive vontade voar naquela vadia e bater nela, até ela entender que ele era meu, mas ai eu recuperei a consciência e percebi, que ao contrario do que eu estava começando a achar, ele não era meu.

Provavelmente, ele já deveria ter dito para os amiguinhos dele que só foi ele vir com um papinho mole, e a “psicóloga estressadinha” já foi logo se entregando a ele.

Tudo isso eu fui pensando enquanto voltava para minha sala.

Entrei e sentei em minha cadeira, minha garganta estava com um nó, percebi que a vontade de chorar era imensa, mas consegui me segurar, porém uma das minhas amigas, a Juliana, percebeu que eu voltei estranha e me perguntou:

-Amiga tudo bem?Você voltou com uma cara estranha, o que aconteceu lá fora?

Quando abri a boca para respondê-la, tudo aquilo que eu estava guardando para mim, saiu em forma de lagrimas.

Minha amiga se assustou.

-Iza o que aconteceu?Me fala.Sua mãe te ligou?Aconteceu algo com a sua avó?

Somente neguei com a cabeça. Não conseguiria contar a ela.

Logo todas as minhas amigas que sentavam perto de mim,percebendo que eu estava chorando,ficaram me olhando e questionando o que tinha ocorrido, mas elas viram que eu não diria nada a elas, então somente me consolavam e falavam para eu não ficar daquele jeito.

Na hora do intervalo, não tive vontade de descer, não conseguiria olhar para ele. Eu estava com vergonha, não vergonha de ele ter dito algo para seus amigos, mas sim vergonha, de eu por um momento ter cogitado a idéia de dar uma chance a ele, vergonha por ter quase me entregado para uma pessoa que só queria saber de pegar todas. Agora eu percebia que sim, ele era um ótimo ator, por um momento me convenceu de que era um cara legal, e que as outras pessoas é que o julgava mal. Como eu posso ter sido tão tonta??!

Fiquei na sala, lendo um livro, e quando menos espero vejo alguém sentando na cadeira a minha frente, não foi preciso tirar os olhos do meu livro para ver quem era, aquele perfume já estava impregnado em minhas lembranças, antes o perfume dele me causava arrepios, agora me dava náuseas.

Continuei lendo meu livro, na verdade, somente fingi que estava lendo o livro, por que meus olhos encheram-se de água novamente, porém não estava magoada, agora eu estava com raiva, raiva dele ter o descaramento de ir a minha sala, e sentar-se a minha frente como se nada tivesse acontecido, o que ele queria?Pisotear os meus sentimentos?

Para chamar minha atenção ele pigarreou. Só que eu não o olhei, então ele falou:

-Nossa esse livro deve ser realmente muito bom.

Nada falei então ele tentou mais uma vez:

-Por mais interessante que esse livro possa ser, será que eu não mereço pelo menos cinco minutinhos da sua atenção?

Finalmente engoli minhas lágrimas, tirei meus olhos do livro, o encarei e falei:

-Sinceramente?Você não merece nem que eu olhe na sua cara.

Ele ficou surpreso com minha resposta, estava claro que ele nem imaginava que eu tinha presenciado aquela cena grotesca dele com a vadiazinha.

-Nossa, de onde veio isso?Depois de ontem, pensei que estava tudo bem entre a gente.

Tentei me controlar,mas não consegui,olhei para ele e disse:

-Ontem foi um erro que eu cometi, e nunca, jamais voltarei a cometer um erro tão idiota como aquele,agora se você não se importa,prefiro a companhia do meu livro,e aposto que pra você companhia não deve faltar,então vai lá e siga seus extintos de pegador.

-Por que você está falando isso?Me diz o que aconteceu?

Como ele poderia ser tão sínico?Ele queria que eu fala-se, pois bem,ele iria me escutar.

-Aconteceu que por um momento eu cheguei a acreditar que você era uma pessoa legal, eu pensei que as pessoas é que te julgavam mal, cheguei até a cogitar a idéia de finalmente me abrir para alguém, deixar finalmente de ser uma pessoa fria e passar a seguir meus sentimentos.

Minhas lagrimas que eu tanto quis controlar, já estavam descendo pelo meu rosto. Tomei fôlego e continuei:

-Mas ai hoje eu chego na faculdade,e o que vejo?Você se agarrando com uma garota no corredor, justamente no corredor da minha sala.

Mas quer saber a culpa não é sua,você simplesmente seguiu seus extintos de caçador, culpada sou eu por ser tão trouxa.

Ele ouviu tudo o que eu disse em silencio, em nenhum momento tentou me interromper ou se defender, talvez por que não tinha como se defender.

Após disser tudo aquilo, fiquei sem voz e somente minhas lagrimas caiam.

Ele me olhou, deu um suspiro e finalmente falou:

-Eu não fazia idéia de que você tinha visto o que aconteceu, aquela garota é uma ex namorada minha, acho que ela ainda gosta de mim, ou simplesmente não aceita o fato de ter tomado um fora, então ela veio e me beijou, não vou falar que eu fui agarrado, e não quis aquilo, por que estaria mentindo, eu a beijei sim, mas quando eu retribui o beijo, a sua imagem me veio a cabeça, eu pensei no seu sorriso, então eu interrompi o beijo e falei para ela que não ia rolar mais.

Ao ouvir aqui meu coração se encheu de esperanças, mas logo todas elas morreram novamente, por que como eu poderia acreditar nele?Como saberia que era verdade?

-Como você quer que eu acredite em você?

-Eu posso falar várias coisas, disser coisas bonitas, mas nada disso é importante, por que não importa o que eu fale, somente você e seu coração podem decidir se devem confiar em mim.Eu estou sendo muito sincero com você,mas cabe a você decidir se deve me dar uma chance.

O que eu deveria fazer?Metade de minha queria agarrá-lo, beijá-lo, abraçá-lo e sentir seus braços em minha volta, mas a outra metade ainda estava com raiva. Eu precisava de um tempo para decidir o que fazer.

-Não posso te falar nada agora, tenho que pensar, não quero tomar nenhuma atitude precipitada.

-Tudo bem, você está no seu direito. Na hora da saída posso passar aqui na sua sala, para saber o que você decidiu?

-Hum, Ok.

-Então ta, agora eu vou para minha sala. Pensa com carinho ta?!

Ele me disse isso, fez uma carinha de cachorrinho pidão e foi logo saindo.

Como não conseguiria prestar atenção na aula mesmo, arrumei minhas coisas e sai da sala, fui para umas escadas que ficavam perto do corredor, ali eu ficaria sozinha e poderia pensar bem em que decisão tomaria.

Eu tinha que pesar os prós e os contras de acreditar nele.

Decididamente eu estava gostando dele, talvez eu me machuca-se se desse uma chance a ele, mas também poderia estar perdendo a chance de finalmente ser feliz.Ele não era um príncipe e nem perfeito,mas talvez ele fosse o MEU príncipe e poderia ser perfeito para mim.

Ai meu Deus que decisão difícil, o que faço?

Para mim eu estava ali a apenas alguns minutos,mas logo ouço o sinal,que me desperta dos meus pensamentos e me joga de volta a realidade.Já era a hora da saída,e eu deveria tomar uma atitude decisiva.

Ao invés de esperar ele ir ao meu encontro, decido ir a sala dele.

Vou caminhando pelo corredor, e logo o avisto.

-E ai pensou? Ele logo me pergunta.

-Calma ae apressadinho, será que primeiro rolaria uma caroninha?

-Claro.

Eu precisava enrolá-lo mais um pouco, para poder refletir e tomar minha decisão.

Durante o caminho não conversamos. Pela primeira vez, o caminho até minha casa foi rápido.

Ele parou o carro em frente a minha casa,tirou o sinto,virou-se para mim e disse:

-E ai o que você decidiu?

Então eu respondi...

CONTINUA.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/05/2012 23:09:05
tá bom
06/05/2012 20:16:57
adorei nota 10
05/05/2012 21:17:44
Muito dez... vamos ao restante logo.... htpp://ana20sp.sites.uol.com.br
05/05/2012 20:22:00
Espero a continuação, Izz. Beijos.
05/05/2012 20:09:25
muitoooooooooooooooo bommmmmmmmmmmmmmmmm
05/05/2012 18:22:28
Conto mto bom... Esperando ansioso pela continuação
05/05/2012 18:09:38
bom!! esperando pela coontinuação




Online porn video at mobile phone


moças peladas passando pote de margarina no cu e na buseta gostosocontos gay ajudando meu pai fechar a venda 2Contos erticos irmas gulosas mamando na pirocona dos seus irmaos em uma orgia na piscina de casaomem mostra o penis de 25 centimitropornodoidocoroa deitad na cama so de calciharelato quenquinha velha morena deitada para dormir nua e cansada mas seu caozinho nao deixa lanbe sua vagia e ela gstacontorcionista dilataçao anal pornoconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancoquero ver vídeo pornô as duas sobrinha novinha insistindo para o tio comendo o c****** virgem da lapaContoerotico estuprarao e comerao minha mae no onibusgostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticoscontos tia dando o cu pro sobrinhoas morenas mais top do grelo bem roxinho transando no XVídeos bem gostosoTrepei gostoso com o diretor na sala delBaixinhas tesudas d 4contos eróticos bolinando e fudendo com minha cunhadinha novinha novinha e virgem encinando ela fuder gostosovídeo pornô caseiro a empregada doméstica bem torneada bem gostosa do corpo de violãoquero o'zap de um sugador de bucetaas siriricas mais escandalozasmeu filho quet cumer meu cucontos de scatcoroas peludos com para fora da cueca samba cançaoDEI PARA MEU FILHO NO SOFAeu, minha namorada, minha namorada e meu tiomulher de biquíni dançando para homem dança sexual esfregando a x***** nelexvideo peguei a mãe e arranqueo cabaco da duas filhasminha tia Gleice Albuquerque pornôvovo gostosa seduzindo o neto contos eróticosLukinhas contos eróticos gaysorgasmo chupando seios contosconros o encanador pauzudo encheu minha mulher de porracontos de sexo raspei minha bucetazoofilia.gratis/videos/pansexual-com-cavalo-gozando-na-buceta-e-cu-de-mulhercontos comi a catadora velha o cu no chao Contos ai meu cu na infanciasr mauro adora fude um rabinho do novinho contos eroticosmae dano a buceta para o finho sem. trapaiasaoporno doido pai estrupando filha virgem ate ela chora de dor e inchacar a buceta e machucar o cumenina delirando na pica 15 segundos no XVídeos MGxivide cavalo gozando dentro demulekero.buctaporno video tia fodeno seu sugrinho virgem ele broxa nelamulher gorda se masturbando e g****** e gritando no meio do pitiúnovinha.prvoca avo q ta limpano a pisina e fode com elecontos incesto mae gtstia assusta ao ver sobrinho novinho pelado/contoseroticosBuceta da egua piscando pidino rolafotos de buceta de mulutaXVídeos menina novinha g****** a gozadomais maior do mundominha mulher resolveu comer meu cuConto tirei o biquine no quarto do meu paiconto erotico boquete bokete mamadacontos meu patrao invocou com minha mulher contos eroticosconto erótico fazendeira estrupada pelo capataz e perdeu a viginidade do anusporno em desenho popai comendo a olivia sem pedir idadenegra de corno escadaloza no pau pretoe pede pro corno olharAnnabelle o c****** aqui ó aqui não aqui ó p******* do c****** v************** seu viadonovinhos chinêses comendo cadela zoofiliaconto erotico sendo chupada enquanto ler livro pornoxsvidio.as.pantera.jogando.bolarelato lambuzei o corno e a putaContos eroticos curtos esperiencia , sexesul com cachorroporno doido teste en cascavelsexo com mulheres q penden para de da o cu pois ta doendopassando protetor solar na teenzinha meti no cuzinho gratisOlhando a prima de causinha de pau duro xsvidioirmãzinha viu papai comendo titia e quis tambémSocorro me apaixonei pelo meu filho sexo incesto videoscontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgesou encanador sexoContos eroticos elacareca peladaconto porno chupando pica com consentimeto da minha mãe des do berçowww gostosas do zaptkvideos de pornô lela chora iquato gozacontos eroticos arrebentei o cu virgem do meu cunhadinho na pescariafui arrombada , e adoreimae ensinando sacanadas ao filho e e a namoradaflime porno mulher pegar homen no fraga nus furtapornocontos eroticos minha filhinha meu amor minha vida cnncompetição de nudismo pintudos mais cabeçudoperseguindo brasileiras casadas para lhe foder o cu eroticosempre gostei de arretar os homens desde novinha contoscorno amant compenis de ouroVc e feinha buceta tua nao quero nem teu cu mem teu seio nada de voce me interessa prica cavalaflorinhas que novinha da bunda grande dando a b*****